Benfica made in Benfica.
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Benfica made in Benfica.

Avatar
 ●  + 13 comentários  ● 

(Contribuição do benfiquista João Carlos):

Benfica made in Benfica
Todos sabemos que este é mais um slogan que o presidente diz e que pouco efeito terá como outros que ele disse, são sobretudo as palavras que ele acha que os adeptos querem ouvir, mas mesmo que fosse verdade este treinador parece-me não ser o mais indicado para colocar em pratica esta estratégia.
Mas o que esperar se essas palavras fossem realmente verdadeiras para isso podemos ter como comparação a época 83/84 uma das melhores de sempre da nossa historia eis o plantel idade com que o jogadores vieram para o nosso clube e numero de épocas como federados antes de cá chegarem:


anos como federados antes de chegarem ao clube
idade que chegaram ao clube
Bento
8
24
Delgado
10
24
Neno
8
21
Pietra
7
22
Carlos Pereira
2
15
Veloso
7
23
Alvaro
6
20
Humberto Coelho
2
16
Bastos Lopes
2
16
Oliveira
9
25
Samuel
*
14
Sheu
*
16
Bastos Lopes II
0
13
Hernani
0
13
Padinha
3
15
Jose luis
0
16
Chalana
1
15
Araujo
7
21
Carlos Manuel
6
21
Stromberg
*
23
Nene
*
16
Diamantino
4
17
Filipovic
*
28
Manniche
*
24
* jogadores vindos do estrangeiro e sem dados fieis

Temos portanto que metade dos dos jogadores não tiveram qualquer formação no clube, depois que um terço teve uma formação partilhada com outros clubes, em media essa partilha foi a meias com outros, e finalmente apenas 17 por centos dos jogadores foram totalmente formados no clube.
Se olharmos mais atentamente só para os que tiveram formação no clube podemos ver que:
Apenas metade deles, ou seja vinte cinco por cento do plantel teve sucesso no clube, 8 por cento do plantel teve uma passagem com algum sucesso e trinta e quatro por cento dos formados no clube passaram sem deixar marca.

Mas será que hoje em dia seria possível atingir estes números tendo o sucesso desportivo que estes tiveram quer internamente quer na Europa?
Muito dificilmente chegaremos a estes números pelo simples facto de que hoje em dia os jogadores ficam muito menos épocas seguidas no mesmo clube comparativamente ao que acontecia na época analisada.
Ainda assim hoje, tendo uma política com pés e cabeça, será possível ter pelo menos 40% de formados no clube no total do plantel em varias épocas seguidas, esse seria um Benfica made in Benfica.

13 comentários blogger

  1. Eu acho a ideia do Made in Benfica um exagero. Dificilmente teremos 70, 60 ou mesmo 40% do plantel formado no Benfica. Sinal dos tempos.

    Mas se tivermos todos os anos um/dois jogadores a entrar no plantel, considerando os que vão saiba porque são vendidos ou porque não justificaram, então teremos uma média de 5/6 jogadores da formação pelo menos a formar os nossos planteis.

    ResponderEliminar
  2. fiquei a saber que Shéu, Samuel e Nené são estrangeiros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu não disse que eles eram estrangeiros o que eu disse é que vieram do estrangeiro o que é completamente diferente, o shéu e o nene na altura que vieram não era estrangeiro eram as colónias, quanto ao samuel que eu saiba a guine bissau em 80 já não era colónia portuguesa.
      no entanto para o efeito apresentado o que queria desmontar era que não existem dados em portugal sobre esses jogadores anteriores á sua entrada no benfica.

      Eliminar
  3. O benfica em 83 tinha a hegemonia do futebol em portugal.isso sim que temos a todo custo recuperar quando digo que a liga europa e perda de tempo e energia e a isto que me refiro. Temos que ganhar 3 ou 4 campeonaatos seguidos,recuperar a hegemonia e a partir dai tudo se torna mais facil.
    Em 83 os jogadores quase que pagavam para jogar no Benfica.
    Se pensarmos na captacao de talentos qualquer miudo por muito craque que seja quer sempre jogar onde se ganha mais vezes,com jogadores ja feitos acontece precisamente a mesma coisa um clube mais forte exerce uma atracao mais forte.

    Carlos palma

    ResponderEliminar
  4. Estamos a falar duma época em que havia limitação de estrangeiros nas ligas europeias pelo que era mais fácil ter jogadores portugueses e da formação, o que justifica em grande parte esses dados apresentados. Mas tal como os estrangeiros que contratamos agora (Di Maria, Witsel, Javi, Matic) os portugueses que vierem da formação e que brilhem na equipa A também por cá ficarão pouco tempo pois todos querem ir para as Ligas Inglesa e Espanhola.

    Quanto ao valor de 40% (cerca de 9 jogadores no plantel) parece-me muito complicado de ter esse número nos próximos anos. Com o tempo talvez se atinja esse valor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. talvez me tenha expressado mal, o que queria dizer é que este seria um valor possível de atingir no medio/longo prazo se a politica apregoada fosse para a frente.

      Eliminar
  5. O que são "dados fieis"?
    Além disso, Shéu e Nené vieram tanto "do estrangeiro" como o Eusébio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que são "dados fieis"? dados da federação, por exemplo primeira inscrição na federação e primeira inscrição no clube.
      sobre a segunda parte já respondi num comentário anterior.

      Eliminar
  6. Há aí um erro, o Delgado continua vínculado ao Benfica, ou não tem lido as opiniões sempre pró Vieira nas colunas de opinião d ´A Bola?

    Entre o Pedro Guerra e o Delgado, que venha o diabo e que escolha...

    Pedro Rebocho

    ResponderEliminar
  7. Os clubes portugueses se querem sobreviver vão ter de apostar na formação e o Benfica tem feito isso mesmo. Com cautela. O plantel tem Paulo Lopes, Sílvio e Ruben Amorim da formação, tem também a jogar o Oblak, Ivan Cavaleiro, André Almeida e André Gomes. Se isto não é uma aposta na formação então não sei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o oblak embora tenha vindo no seu ultimo ano de júnior para o clube, tal como o andre gomes, mas ao contrario deste não fez nenhuma formação no clube e na minha opinião acho mal que se considere como sendo da formação, quanto ao andre almeida pura e simplesmente não fez parte da formação do nosso clube.

      Eliminar
  8. desde já o meu muito obrigado por terem publicado em post a minha opinião.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares