O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Nova Rubrica: Palavra de GB

 ●  14 comentários  ● 
Ao cabo de mais de 10 anos de "vida online" optei por mudar de rumo no conteúdo que partilho com os nossos leitores. Chegou a hora de largar o radar virado apenas para a Luz e trazer outros temas da actualidade para o blog.

O blog GeraçãoBenfica (agora NGB) começou por ser o espelho das conversas de café sobre o Benfica, a vontade de partilhar a opinião, de dar voz à revolta contra o Sistema podre, mas entendo que chegou a hora de diversificar. A paixão pelo desporto traz-nos outros temas que continuam reservados às conversas de café e que podem também ser trazidos ao NGB para partilhar com os nossos leitores.

Não terei reservas em falar de futebol nacional ou internacional, modalidades ou rumores, mas sempre com a mesma linha: dar a minha perspectiva e opinião, nunca mais que isso, nunca menos.

O meu primeiro tema dá-se pelo nome de: Pep Guardiola.

Para muitos, a anunciada contratação no Bayern foi uma péssima escolha de Pep, que poderia ir para Inglaterra ou Itália, poderia manter-se acomodado no Barcelona, etc.

Para outros foi um ponto de fuga da "luta" com José Mourinho, ao evitar Inglaterra (e as propostas do City ou Chelsea).

Mas há, felizmente, os que vêem fora da caixa e apontam a uma brilhante gestão de carreira de Pep Guardiola que, mais uma vez, soube estar à frente do seu tempo e dar um passo de gigante ao escolher o mais solido campeonato da Europa do futebol, onde as transferências milionárias ainda não chegaram (já nem chegarão - já explico porquê), onde não há novos ricos metidos a gestores empresarias num mundo que não é de empresas mas de futebol, onde não há magnatas e corruptos...

... Mas há um futebol sólido e equilibrado, com vencedores que mudam com frequência - ainda que não necessariamente com diversidade - há clubes geridos por ex jogadores que se dedicaram aos princípios da pureza do desporto-rei, num país que lidera a Europa e liderará o futebol europeu quando e se a UEFA não recusar na regra do Fair Play financeiro - chegará o momento de enfrentar os colossos a falharem a regra e aí quero ver se a UEFA manterá a regra - assim o desejo.

A regra do Fair Play financeiro mudará o plano de investimentos absurdos feitos pelos magnatas russos e árabes, para potenciar o equilíbrio entre esses investimentos e as receitas.

Quando isso acontecer no final desta temporada, os clubes portugueses (talvez à excepção do Benfica) sentirão muitas dificuldades e, noutra dimensão superior, os clubes Ingleses irão passar uma travessia do deserto de tão endividados que estão.

Nesse momento irá ascender a solida a bem gerida Bundesliga, onde pontificará já Pep Guardiola e já estará a preparar um trabalho sustentado de renovação do conceito de futebol do Bayern. À Alemanha chegarão novos craques (sem os valores que pagaram os ingleses) e nascerá um novo futebol alemão influenciado por novos jogadores... E mais uma vez, já lá estará Guardiola na linha da frente a liderar essa mudança.

Guardiola entrou para a história do futebol Mundial como líder de uma das melhores equipas de sempre deste desporto... E entrará novamente como o fio de prumo da revolução do futebol alemão, num salto qualitativo para a liderança.

A ver vamos, como diz o cego...

14 comentários blogger

  1. O Pep Gardiola é não mais que um novo David Beckam uma Media Whore , o que interessa é fazer coisas pra o papel e ganhar ainda mais massa, quanto ao Futebol Alemão entre ver isso ou ver um Video Jogo de quando era mais novo (Stree Fighter) é a mesma coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Sr. Pimento, então o Guardiola é uma Media Whore? Presumo que você seja uma Grande Whore não? Hehe, tenha lá calma consigo.

      Eliminar
    2. Caro Sr. Pereira, imagino que perceba a expressão quer dizer. Uma pessoa que vive mais da fama que é imposta e procurada nos media. Se o Guardiola conseguir ter sucesso no clube alemão e provar que não é show off serei o primeiro a engolir as palavras. Até lá guarde as whores para si. Cumprimentos

      Eliminar
  2. Cá estaremos para ver se Guardiola repete a bitola de sucesso que teve no Barça...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a máquina em Munique ainda não está montada. O sucesso no Bayern levará 2 a 3 anos... mas quando acontecer, não volta atrás.

      Eliminar
  3. Eu acredito que quando Mourinho sair do Real Madrid ou irá para o campeonato francês ou alemão. Por isso não me admirava se Guadiola e Mourinho se voltassem a reencontrar e como Mourinho gosta: no lugar de underdog

    ResponderEliminar
  4. Bom texto, disse mais ou menos as mesmas coisas há dias no blogue (http://cronicasdebola.blogspot.pt). Acima de tudo, "fugiu" - e bem, na minha perspectiva - da parvoíce dos mind-games e do jogo falado em conferências de imprensa e entrevistas, que reina em Inglaterra e Espanha. Na Alemanha (pelo menos ainda) é bola no pé e futebol jogado. E bem jogado, diga-se de passagem.

    ResponderEliminar
  5. Parei na parte "o mais solido campeonato da Europa do futebol, onde as transferências milionárias ainda não chegaram (já nem chegarão"... Javi Martinez - 40milhões de euros...

    ResponderEliminar
  6. A máquina de Munique ñ está montada? Sempre esteve! Desde o topo até à formação. Pep é só mais uma peça, mas e que peça. Ou porque é que achas que ele foi para lá?
    É acima de tudo, uma escolha segura. Um clube estável. Guardiola não precisa de um desafio "from scratch" para provar seja o que for. Ele deu aos adeptos do melhor futebol de sempre e o Bayern é uma escolha, pelas características do clube, normal! É um clube organizado, em que a gestão é eficiente e entregue a ex-jogadores, profissionais competentes! Um modelo de sucesso! Que deveria ser o do SLB!

    ResponderEliminar
  7. Aguia despreocupada22 janeiro, 2013 17:19

    Uma coisa e certa no Futebol Alemao Pep Guardiola nao podera implantar o, como se diz Tick Tacka, ai veremos como vai ser Pep treinador,bom mau,mediocre ja que o futebol Alemao e tdo pra frentex um dos meus preferidos campeonatos,entao Gb vai falar doutros temas para variar e entao nao se fala no nosso benfica se assim for este belo blogue perde interesse para mim se nao falar no clube mais querido sobre a face da terra.

    ResponderEliminar
  8. Boa análise. Acho que enriquece o nosso blogue ter mais variedade e qualidade.

    ResponderEliminar
  9. Concordo inteiramente com a previsão de sucesso do Guardiola. Só não concordo com os efeitos que anuncias do Fair Play financeiro. Os negócios chorudos a desaparecer serão fruto da conjuntura e não dessa regra. Se fosse só pelo Fair Play financeiro, os agentes que atualmente estragam o futebol encontrariam forma de contornar a legislação como sempre fizeram...

    ResponderEliminar
  10. Na minha opinião Guardiola tem todas as condições para implantar o mesmo estilo de jogo que o Barça, só acho que não será tão perfeito, acompanho o campeonato Alemão e o B. Munique creio que têem já uma equipa muito bem montada com um bom entrosamento a nivel de passe e mobilidade, têem também uma estrutura forte que aposta no futebol e com poderio financeiro para poder comprar um jogador ou outro para ajudar! A ver vamos...
    Ele escolheu bem, creio que ele foi inteligente vai continuar com um projeto já montado é 4 ou 5 anos, e isso não tinha nos outros países!

    ResponderEliminar
  11. Em termos tácticos, estou curioso para ver o que o Guardiola irá fazer no Bayern.

    É que no Barcelona ele praticamente extinguiu a posição de ponta-de-lança e sabendo que em Munique vai encontrar um dos melhores e mais típicos pontas-de-lança do mundo, o alemão Mário Gomez, quero ver como ele vai lidar com isso.

    Por outro lado, acho que Ribery e Robben irão crescer imenso com ele... mas espero que não marginalize o Müller que por ser um polivalente, acaba por ver o seu crescimento algo estagnado nos últimos anos.

    Quanto a Guardiola soube escolher bem o clube (organizado) e a liga (está a crescer imenso a nível internacional). Em termos mediáticos, vejo uma boa rivalidade entre ele e o Jurgen Klopp que é uma espécie de Guardiola alemão, pelo que tem feito em Dortmund.

    Guardiola irá trazer enorme visibilidade à liga alemã. O Bayern mal ou bem, acaba por fazer um grande favor ao futebol alemão. Por um lado, Guardiola irá dinamizar a vertente desportiva. Por outro irá colocar no mapa a liga alemã e com isso um importante contributo financeiro.

    Chamem-lhes parvos aos alemães, chamem-lhes...

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking