As faixas do "faxismo" eu e o Benfica.
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 9 de maio de 2012

As faixas do "faxismo" eu e o Benfica.

 ●  + 50 comentários  ● 
Quando o aparelho da propaganda azul começou a anunciar que as faixas de campeão já tinham sido compradas, parecendo referir-se ao Benfica em virtude dos 5 pontos de avanço que este detinha sobre o 2º classificado, estava, efetivamente, a fazer um exercício de hipocrisia, visto que, as vicissitudes que se seguiram no campeonato parecem mostrar à saciedade, que quem as tinha efetivamente comprado fora o campeão do costume! Nada que não “soubéssemos” já!

Nada deverá desviar a nossa atenção das fragilidades próprias em todas as vertentes; desportivas, técnicas e directivas, identificando falhas e sugerindo soluções, porém, tais debilidades, nunca por nunca ser deverão impedir-nos de identificar, denunciar e combater a descriminação de que o Benfica e os Benfiquistas têm sido vítimas quer dentro quer fora das quatro linhas!

Estou convicto de que a queda desportiva do Benfica foi planeada pela “exemplar estrutura” com “a competência” que lhe é, transversalmente e verticalmente, reconhecida! Quanto a mim, foi a sua influência na estrutura da UEFA que proporcionou a realização do jogo com o Zénit em condições adversas tais que dizimou física e mentalmente os nossos atletas! Tal como estou convicto de que o lance que lesionou o nosso “Eusébio Branco” - como José Augusto chamou a Rodrigo - não foi ocasional! Não sei se foi encomendado ou não mas que fez um jeitaço à “exemplar estrutura, isso fez!

A seguir, foi sempre “a aviar” erro grosseiro atrás de erro grosseiro, jornada após jornada, com os protagonistas habituais, até à almejada e imerecida conquista de mais um campeonato! Tudo perante uma comunicação social amorfa, castrada, conivente, hipócrita e covarde, salvo exceções, pronta a entronizar como heróis os condenados por tentativa de corrupção, com a anuência ativa dos titulares da tutela! De quem tem a obrigação de afastar do desporto todos os que manipulam a verdade desportiva a seu belo prazer, constituindo mais um exemplo da famigerada “Democracia Totalitária”.

Reconciliação: A minha participação no NG, mostrou-me que há uma forte divisão, aparentemente insanável, entre Benfiquistas, da qual beneficiam, apenas, os nossos adversários! Por isso, a primeira recomendação que faço aos Dirigentes do Benfica é a de promover a reconciliação entre Benfiquistas e a sua união na defesa das causas do Benfica! Tal desiderato consegue-se dando aos Benfiquistas, oportunidade efectiva de se pronunciarem, relevando a sua participação e salvaguardando as matérias que, para efeitos de eficácia de resultados, não devem ser tornadas públicas! Para isso, há que implementar um processo de comunicação eficaz, idóneo e regular. É imperativo resolver o tema dos NN! Há que ouvir os seus membros e promover as condições que, sem violar as referências do Benfiquismo, termine com a forte hostilidade que parecem ostentar contra a atual Direção e previna eventuais ilícitos, susceptíveis de provocar graves danos ao clube à SAD e ao Estado de Direito! 

Oposição frontal ao status quo: A postura de “coexistência pacífica” e responsabilidade que tem sido trilhada pela Direção, constitui um contributo para a pacificação e credibilização do futebol, bem como para a viabilização económica do mesmo, conforme apanágio do Benfiquismo e no pressuposto de que, tal atitude, geraria reciprocidade por parte dos adversários e reconhecimento quer dos comentadores desportivos, quer dos titulares de cargos das tutelas desportiva e política. Como se tem visto desde há trinta anos, tal não se tem verificado! Apenas se constata que a “nova ordem” no desporto introduzida pela “Democracia” implica a discriminação do Benfica e dos Benfiquistas! Parece que a paz política e desportiva só será possível desde que a equipa da “exemplar estrutura” ganhe, seja por covardia, seja por interesse político. Entendo por isso que a Direção deve implementar uma estratégia de oposição frontal a todas as forças que promovem a descriminação do Benfica e dos Benfiquistas, mobilizando todos estes para todas as batalhas que o Estado de Direito permita! Só os Benfiquistas poderão defender o Benfica! Ninguém mais o fará!

Negação dos vasos comunicantes: Defendo intransigentemente o afastamento dos órgãos sociais do Benfica F.SAD, de todos os acionistas que detenham posições em clubes rivais, como é o caso da Sportinvest e da Somague! Quanto a mim, são, nada mais nada menos, que “cavalos de tróia” no Benfica, na medida em que, nada nos garante que não passem informações de natureza estratégica para os nossos adversários, sendo que, tal suspeita já foi abundantemente mencionada pela CS, sem identificação de responsáveis!

O Benfica é dos Benfiquistas: O Benfica detém 70% do capital da BenficaFSAD, Considero por isso, que deveria ser constituído um Conselho Consultivo no clube, formado por Benfiquistas de referência com forte envolvimento socioeconómico, propostos e eleitos em Assembleia Geral, com capacidade efectiva de fazer lóbi pelo clube. De igual modo, considero adequada a constituição de um Conselho de Supervisão da Sad, que reflita proporcionalmente a posição de cada acionista, defina e monitorize as grandes linhas de orientação estratégica.

Estabilidade: apesar de discordar de algumas opções táticas da equipa Técnica, considero que a estabilidade é necessária ao crescimento da competitividade desportiva salvaguardando o apoio efetivo dos atletas. A maior crítica que posso fazer à equipa Técnica consiste na reincidência de erros conhecidos que por vezes nos tem custado caro. Neste âmbito, reitero a confiança em JJ e recomendo a inclusão na equipa Técnica de um Benfiquista ex-Atleta de créditos firmados, conhecedor do futebol nacional e internacional e dinamizador da mobilização dos Adeptos, por exemplo; Álvaro Magalhães!

Direito Desportivo: Defendo que o Benfica deve criar e desenvolver elevada competência nesta área através de uma pequena equipa de especialistas com conhecimento profundo e atualizado da matéria, disponíveis para escrutinar tudo o que ocorre neste âmbito nas superestruturas afins e de interesse direto ou indireto do Benfica. De igual modo, esta equipa deverá escrutinar as propostas de projetos seja dos executivos seja das oposições, dos Governos ou Câmaras Municipais de Lisboa e do Seixal, e ter capacidade de elaborar projetos neste âmbito, que permitam aos Dirigentes do Benfica apresentá-los e discuti-los com aos vários agentes políticos.

Acção política: Estatutariamente está vedada a ação política ao Benfica! Mas não aos Benfiquistas! É minha convicção inabalável que é neste domínio, associado ao económico, que se estabeleceu a diferenciação discriminadora do Benfica e dos Benfiquistas, dada a minha convicção, sustentada pela natureza de alguns titulares das suas estruturas, de que, a supremacia desportiva do grupo FCP, serve os interesses políticos dos três partidos do poder, permitindo-lhes alavancar a sua promoção. É minha convicção inabalável de que é este o nó górdio do Benfica! Vejo o grupo FCP, como veículo de uma organização político-económica que usa o futebol para atingir os seus fins, num processo designado em linguagem empresarial, win-win!

Já o Benfica, é apenas um clube de futebol sustentado por uma enorme massa de populares heterogenia, sem ambições políticas outras que não sejam conviver fraternamente em Democracia efectiva.

Estando vedado estatutariamente, e quanto a mim, bem, o exercício da ação política ao clube, nada impede que as suas estruturas, direta ou indirectamente, esclareçam os adeptos e acionistas da SAD, das virtudes e vicissitudes dos projetos desportivos vigentes no país, das propostas em discussão e das suas próprias propostas, ajudando os Benfiquistas eleitores a fundamentar opinião, traduzível na sua decisão de voto, nos vários atos eleitorais. É, quanto a mim, a forma de desatar o nó górdio com que “os democratas” nos manietaram! 

Direitos Desportivos: Reitero o que tenho referido; por dinheiro nenhum deverá renovar-se o contrato de cedência dos direitos desportivos do Benfica com a Sportinvest nem cedê-los a qualquer entidade com ligações diretas e indiretas aos nossos adversários. A Sportinvest serve os interesses do grupo FCP, “parasitando” e delapidando, o património imaterial do nosso clube! Como tal, é persona non grata no clube ou SAD, na medida em que, simboliza o ascendente portista sobre o Benfica! Em último caso, atribuam-se os direitos à Benfica TV, financiada, por exemplo, através da emissão de títulos a subscrever pelos sócios e entidades insuspeitas na defesa dos interesses do Benfica. Não faltarão clientes nas cinco partidas do mundo.

Comunicação Social: Ao longo das últimas décadas, vi como a máquina de propaganda portista foi ganhando posição dominante na comunicação social através da qual veicula a sua estratégia de “intoxicação” da opinião pública e fomenta a hostilidade ao universo Benfiquista.

Este é um terreno no qual o Benfica tem que agir, conquistando posições nos órgãos de comunicação de relevo, seja gerindo a emissão de informação, a compra de espaço-tempo seja estabelecendo parcerias estratégicas com entidades fiáveis através da BenficaSGPS! É um projeto de fundo que exige competência específica e uma perspetiva de médio-prazo no âmbito da mobilização de todo o universo Benfiquista já referido anteriormente.

Recrutamento de atletas: Esta é uma valência da maior relevância para o equilíbrio económico do Grupo Benfica, que se traduz em três fases; comprar, valorizar e vender! Verificaram-se nos últimos anos assinaláveis progressos, particularmente nas últimas duas fases, sendo que é necessário otimizar a compra; comprando menos e melhor! Neste departamento há que perceber em definitivo as causas da recorrente perda de atletas de grande nível técnico para os adversários e elaborar um plano de as neutralizar. Não podemos continuar a perder para os adversários, atletas que pela sua qualidade técnica fazem a diferença desportiva!

Recrutamento de Técnicos: Esta é uma matéria fraturante! Os Benfiquistas precisam de perceber muito bem, porque é que esta Direção tem recrutado pessoas com histórico de ligação a clubes rivais em detrimento de Benfiquistas de idêntica competência! Tal prática tem alimentado uma das estratégias de propaganda adversária mais eficazes, que consiste em instalar a dúvida entre os Benfiquistas da efectiva lealdade do atual Presidente ao seu clube! Tal dúvida, tem de ser definitivamente afastada esclarecendo sem reserva os sócios e adeptos. 

Amizades pessoais: Os dirigentes do Benfica devem manter totalmente estanque as suas relações pessoais do universo Benfica! Os amigos do Benfica são os seus sócios, adeptos e alguns acionistas, não os amigos pessoais de quem quer que seja, incluindo os do Presidente! Cada coisa no seu lugar!

Financiamento: Os sócios e acionistas precisam de saber até que ponto a entidade financiadora do grupo Benfica, o apoia, e se condiciona os atos de gestão quer do clube quer da SAD. Julgo saber que o BES financiou o arranque do projeto do Grupo Sportinvest nos média, razão suficiente para não confiar nele! Deverá encarar-se sem tibiezas a possibilidade de refinanciamento através de outra entidade, negociando condições financeiras mais favoráveis e salvaguardando a independência de gestão do Grupo Benfica.

Passivo: É da maior importância definir e calendarizar um projeto de amortização do passivo sem prejudicar a competitividade desportiva da equipa sénior, optimizando todas as competências desportivas e Administrativas quer do clube quer da SAD.

Árbitros: A indústria de futebol não deve estar sujeita aos recorrentes e frequentes erros grosseiros de arbitragem que definem o sucesso ou insucesso desportivo e financeiro de alguns clubes em detrimento de outros. Está demonstrado à saciedade que os órgãos desportivos não têm revelado competência para gerir este setor, decisivo na vida dos clubes e sustentabilidade do futebol. Por tudo isto entendo que o Benfica deve defender a profissionalização total da arbitragem bem como a transferência do processo de formação, nomeação, e classificação dos Árbitros, para uma entidade neutra, escrutinável pelas instituições Democráticas como por exemplo, o Instituto Nacional do Desporto.

Fair-play desportivo: A insustentabilidade financeira de alguns clubes associada à prática corrente de cedência de atletas entre clubes do mesmo escalão constituem um fator de corrupção por vezes “visível” a olho nu pelos adeptos mais experientes! Defendo por isso o efetivo fair-play desportivo e a impossibilidade de cedência de atletas nas condições já referidas.

Código de ética: Defendo a elaboração e submissão a aprovação em Assembleia Geral de um código de ética e conduta, vinculativo dos sócios do clube à referência cívica apanágio do Benfiquismo, como a legalidade, a lealdade e o respeito institucional e pessoal respectivamente aos órgãos do grupo Benfica e seus titulares, bem como Funcionários, Técnicos e Atletas, com sanções aplicáveis aos prevaricadores em processo de inquérito sumário.

Liderança: Já aqui defendi e reitero a afirmação de que considero o actual Presidente do Benfica o melhor Dirigente Desportivo desta 3ª República. A sua obra fala por si e só por má-fé poderá ser ignorada ou relativizada. O défice de títulos verificado não resultou de incompetência desportiva, a despeito do cometimento de equívocos vários, mas das graves vicissitudes de minam o futebol Português e que determinam os campeões não em função da competitividade desportiva dentro das quatro linhas, mas da capacidade de condicionamento da ação dos vários agentes que, fora ou dentro do terreno de jogo, podem decidir o seu desfecho. 

Por tudo isto, é minha convicção que, por si só, nada resolve a mudança de Dirigentes, no atual quadro em que se move o futebol nacional. Porém, os Benfiquistas, precisam de um líder decidido a levantar a “bandeira da revolta”, capaz de mobilizar todos os Benfiquistas numa luta sem tréguas pela defesa do Benfica e da Democracia! Luís Filipe Vieira deve pois refletir acerca da sua disponibilidade para assumir este pendão! Benfica ou morte!!!


Viva o Benfica!


Viva Portugal Livre!

50 comentários blogger

  1. Nós vemos tudo isto, caro António Barreto! E todos nós sabemos o que vai mal no SLB, pois entre os blogues todos, recheados de gente dos mais variados quadrantes, as opiniões são vazadas de hora e espremendo tudo isso chegamos a úteis e mui pertinentes conclusões. No entanto, tudo isto morre logo à nascença quando um "vice" te considera "maçon"! Tudo isto, sobretudo a parte da não divisão de benfiquistas, morre quando tens um presidente ALIADO de um António Salvador! E a história dos cavalos de Tróia... Bom, tinhas que correr com mais de metade da direcção e órgãos! A começar por DSO!
    Concordo contigo a 100%. Mas para isso acontecer, há que baralhar, partir e dar de novo! Com LFV é impossível! Se em 10 anos nunca foi, porquê ter esperanças agora??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto12 maio, 2012 09:33

      Não creio que "vejam" tudo o que refiro na crónica. Centram a vossa crítica exclusivamente na Direção e recusam-se a perceber o óbvio; nenhuma Direção resolverá os problemas do Benfica sem a mobilisação efetiva dos Benfiquistas contra os inimigos externos. Ora vocês fazem precisamente o contrário.

      Contudo acho muito bem que procurem um candidato com perfil que julguem mais adequado. É assim que as coisas funcionam...mas, respeitando a decisão dos Benfiquistas democráticamente expressa, que não é o vosso caso.

      Porém, é minha convicção que novos dirigentes descontinuarão o processo de crescimento económico e competitivo em que o Benfica se encontra, graças ao know-how acumulado dos atuais Dirigentes.

      Se acham que há submarinos no Benfica, denunciem-nos e expliquem porquê!

      Eliminar
  2. Pessoal

    Gostaria que vissem e comentassem isto!

    http://www.slideshare.net/BorgesCoutinho/milagre-financeiro-12

    Viva o Benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em relação a isso digo o mesmo que escrevi noutro blogue:

      Para quem sabe um pouco de gestão e de contabilidade, apesar de muitos dos números estarem correctos, não contam toda a verdade. Nem imaginam o que se pode mentir apresentando números correctos!

      Se o Benfica não tivesse construído o estádio, ou tivesse recebido mais de 300M€ do Estado como o Porto, o passivo seria inferior a 100M€. Por isso, os activos também contam. Aqui só mostram o passivo o que mostra má-fé. Querem mostrar apenas uma parte da história.

      As amortizações são uma consequência directa dos investimentos. Não são saídas de dinheiro (isso são os investimentos). Sem investimento não há jogadores.Da maneira como as apresentam parece que sim, o que mostra má-fé. Ou será ignorância de quem fez isto?

      Pessoalmente em gestão prefiro o cash-flow aos resultados líquidos. Embora os dois se completem. O Benfica tem vindo a melhorar, de maneira dramática, os seus resultados nos últimos 3 anos! Porque é que não mostraram isso? E vai continuar a subir...

      Uma coisa está correcta. Os custos financeiros têm de baixar bastante nos próximos anos.
      E penso que, por isso também, algum do passivo remunerado deverá ser renegociado.

      Quanto ao facto do clube ter estado falido, então como explicam o facto do Sporting ter −200M€ de capitais próprios? E continua. Acham que está falido?

      Em Portugal o "estar falido" é apenas uma questão de retórica. O estado português está falido. Alguém duvida? E depois?

      E o Porto, apesar dos mais de 300M€ de "subsídios" do Estado, está praticamente no mesmo estado que o Benfica. Esperem pelos próximos resultados!

      Conhecem o conceito de "going-concern"?

      Eu vejo este documento apenas como mais uma peça de propaganda por parte daqueles que se querem livres do LFV. Mas como está mal feito, de propósito, dá-me mais uma prova da má-fé que faz mover essa gente. E não é assim que vão lá.
      Porque a grande maioria silenciosa dos benfiquistas não se deixa enganar.

      Estou convencido de que vai ser um verão quente até às eleições, pois os benfiquistas do contra não vão desistir! O que é pena. Dividir para reinar é a divisa do Bufolas, nunca se esqueçam!

      Eliminar
    2. Entao eu faco-te uma pergunta, devido aos altos juros que pagamos anualmente e tambem aos emprestimos na ordem dos 90 milhoes de euros que vencem ainda este ano, nao devemos estar nos preocupados? Ou e mentira o que la vem? Eu gostava que alguem me explicasse com palavras que um noob da economia possa entender.

      Eliminar
    3. O comentário do "Manuel" não tem ponta por onde se lhe pegue:

      1 - É falso que o passivo sem estádio seria de 100 M Euros. Basta ver os RC antes e após incorporação da Benfica Estádio. Está tudo na CMVM, não custa nada.

      2 - Omite convenientemente o motivo pelo qual o estádio foi incorporado na SAD. Foi a forma de o Clube realizar um aumento de capital na SAD sem ser através da entrada de dinheiro (que não tinha, como é óbvio). Essa obrigação resulta da necessidade de cobrir capitais próprios negativos da SAD, situação que se costuma designar de falência técnica.

      3 - A amortização dos passes dos jogadores decorre da normal actividade da SAD. Não é necessariamente um problema desde que uma futura venda se concretize por valores acima do investimento inicial (ex: Di Maria, Gaitan, Coentrão, etc). Contudo, é absolutamente dramático nos casos de jogadores que são adquiridos por 3, 4 ou 5 M Euros e que não geram cash na alienação (Balboa, Éder Luís, Kardec, etc).

      4 - É mais do que óbvio que o Sporting está falido. Só não se nota na SAD e na capacidade desta se financiar porque a realidade do estádio está separada. Mas está falido e precisa de um investidor estrangeiro que permita cobrir os capitais próprios negativos para ontem.

      5 - Número de cash-flow? LOL. Alguem que explique ao Manuel o que é o fundo de maneio. E como é que com activos correntes de 50M Euros se cobrem passivos correntes de 150 M Euros. Três palavras: adiantamento direitos televisivos.

      6 - Os resultados líquidos (já para não falar nos resultados operacionais) são um aspecto fundamental na análise das contas de uma empresa. Temos prejuízos acumulados de milhões de euros, realidade absolutamente insustentável.

      7 - Temos empréstimos brutais, o que não é necessariamente mau, porque não existe negócio nenhum que não se financie com capitais alheios. Mas temos rácios financeiros péssimos, que nos obrigam a pagar uma barbaridade em juros. A continuar assim, estamos insolventes a médio prazo.

      8 - O que mais me preocupa é a amortização dos empréstimos obrigacionistas em 2013. São 90 M Euros num pouco espaço de tempo.

      Eliminar
    4. Achor81, eu sei muito bem o que é cash-flow e fundo de maneio. Já lido com isso há bem mais de 20 anos nas minhas empresas.
      O ponto 1 e 2 não mudam nada do que disse. Assim como o 3. Não necessariamente um problema, claro que não, nem irá ser. Se os passes forem vendidos abaixo do investimento inicial produz um prejuízo. Olha a novidade! Só que há uns passes que são vendidos com lucro brutal e que cobrem outros que são negativos. You can´t always win!

      O cash-flow, para mim é mais importante do que resultados operacionais, como princípio. Cada um tem a sua forma de gerir uma empresa e esta é a minha. As necessidades de tesouraria e o dinheiro que uma actividade liberta é mais importante a curto prazo do que os resultados operacionais que podem variar por várias razões de um ano para o outro!

      Claro que temos prejuízos acumulados de milhões, olha a novidade, e nem é preciso consultar os relatórios! Mas para qualquer empresa o importante é o que vai acontecer no futuro. A capacidade da empresa de gerar proveitos no futuro! Tu deves ser mais um desses contabilistas que olham pelo espelho retrovisor quando conduzem um automóvel. Pois eu gosto mais de olhar pelo espelho da frente.

      O que dizes no ponto 7 também eu disse. Os resultados financeiros têm de descer a curto prazo, seja através da negociação do passivo, seja das condições de financiamento.

      Mas pensas que as pessoas que gerem o Benfica não sabem do que passa? Ou é só tu que sabes ou pretendes mostrar que sabes?

      Eliminar
    5. Cá está alguém que fala no que realmente deveria ser falado, e que, por conveniência de alguns, não se fala! Isto meus amigos é o futuro do Sport Lisboa Benfica! Muito se fala do Sporting, FCPorto e outros mas toda a gente olha para o lado e esmiúça todo e qualquer assunto da actualidade, (entreveistas, árbitros, jogadores, campeonato perdido por culpa de outros...etc!) nada contra, até porque também é importante mas as finanças do SLB são preocupantes, e sem títulos pior ainda...

      Eliminar
    6. António Barreto12 maio, 2012 10:08

      Felicito o Vilas pela introdução deste relevantíssimo tema, bem como oManuel, o Achor 81, o Nonameslb e o Joaquim.

      É forçoso que todos percebamos o que se passa a nivel financeiro, discutindo,e pedindo explicações aos Dirigentes da SAD. O Relatórios e contas são uma peça complexa que necessita de apoio especializado para a perceção geral.

      Aqui está, quanto a mim, uma reinvindicação dos acionistas, neste caso Benfica clube,a ter em conta; solicitar uma sessão de esclarecimento do RC ao Departamento financeiro do clube ou da SAD.

      Viriato; queres fazer as honras?

      Eliminar
    7. Na realidade, vejo que carecemos aqui no blogue, de um indefectível que perceba de números e nos explique as coisas de uma maneira...bem...quer dizer....como se nós fossemos mesmo, mesmo, mesmo burros.
      É que cada um interpreta os números à sua maneira.
      De uma coisa estou certo e isso já me foi explicado pelo Jaime Antunes, desde o estacionamento do carro (Califa) até à entrada do estádio em que me dizia que, no seu (dele) entender, não nos devemos preocupar muito com os números, porque o Benfica como nenhum outro clube, tem mil e uma maneira de arranjar receitas....assim andemos nós nos lugares cimeiros na classificação.

      Eliminar
    8. António Barreto12 maio, 2012 19:23

      O Jaime Antunes é craque na matéria!Atenção ao Anchor 81 que fez uma belíssima análise; coerente e esclarecida, sendo que, tal como diz o Manuel, deverá ser enquadrada pela análise da estrura e dinâmica da receita, bem como dos ativos. Por outro lado, a compreensão efetiva das contas exige um esforço que muitos de nós não estamos disponíveis para fazer,bloqueio que teremos de ultrapassar se quisermos sair do ram-ram inconsequente.

      Eliminar
  3. Post magnifico. Com tempo poderia sugerir muito poucas alterações na especialidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:03

      Venham elas! É para isso que aqui estamos!Trocar ideias.

      Eliminar
  4. Viva Portugal Livre!

    Livre de corrupção, livre de compadrios, livre de sobas e caciques, livre de atentados à sua coesão, livre de hipócritas, livre de jornalistas cobardes, comprados sem coluna vertebral.

    E só o Benfica o poderá tornar livre!

    ResponderEliminar
  5. Muitíssimo bem esgalhado.

    Vou fazer todos os meus esforços, para que esta SALMO seja lido por quem de direito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:06

      O Benfica deveria estar atento às opiniões dos adeptos implementando um processo de comunicação sério e eficaz! Aumentaria a coesão entre todos e tenho a certeza que algumas ideias seriam úteis.

      Eliminar
    2. E está caro Barreto,
      Posso garantir que neste fim de semana - dado o tamanho do Salmo - estará alguém da Direcção do nosso Glorioso a ler esta prosa.

      Eliminar
    3. António Barreto12 maio, 2012 19:26

      Uau! Espero que generalizem essa observação de forma consequente.

      Eliminar
  6. Deves pertencer a algum sindicato só pode! Tanta luta e tanto comunismo junto!

    Já começa a ser chato ler os teus post, resumindo dizem TODOS O MESMO: O MUNDO TÁ CONTRA O BENFICA E VIEIRA É O MAIOR!

    Encherga-te meu, é que vem logo a sua putinha de serviço (MANUEL) com o mesmo diapasão...

    Muda o disco!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 01:07

      Se te incomoda o que aqui vens fazer? É que não fazes cá falta nenhuma!Capichi?

      Eliminar
  7. Águia Preocupada09 maio, 2012 22:31

    Um post bem estruturado e com ideias positivas para o nosso clube. O problema, é não haver dentro da estrutura do clube, gente com mentalidade e valores democráticos, que permitam que coloque em marcha, algumas das ideias dos sócios que realmente pensam o Benfica.
    Mas é aí que eu discordo do último parágrafo. Com estes dirigentes, já lá não vamos. Os mais mediáticos, Vieira e Rui Gomes da Silva, não se dão nem inspiram respeito nem consideração quer por parte das instâncias desportivas, quer dos outros clubes.
    Assim sendo e porque isto é uma verdade inegável, só nos resta mudar de dirigentes. Gente que intimide pela postura, pela atitude e pelo respeito.
    Gostaria de comentar a parte em que refere a comunicação social. Só com acção, consertada e massiva, lhes faremos ver que não estamos dispostos a continuar a comer e calar. Urge que saiamos dos blogues e criemos um clima de posição de força como outros fazem e que tão bons resultados tem. Andarmos aqui às voltas sem nada fazer, é o mesmo que nada. Eles vem cá, lêem, riem-se e ainda fazem pior. Temos que abanar a atmosfera de bonança que vivem em relação ao Benfica.
    Lembremo-nos do exemplos mais recentes do miúdo impedido de entrar na escola com a camisola do Benfica, do caso Gobern e do caso Sónia Araújo. Que fez o Benfica institucionalmente ou os seus sócios e adeptos de palpável? NADA!
    Em contrapartida, o caso pau ao gato e de novo o caso Gobern deram no que deram. Porquê? Porque eles trabalham. Dizia-me um amigo: Eles nem dormem; fazem turnos para que nada lhes escape e nada falhe!

    P.S. Quanto aos casos Goberne/Sónia Araújo, fiz queixa ao Provedor da RTP e à ERC e aqui dei disso conta. Os meus queridos consócios seguiram-me? Deram corpo a este protesto? Não vi aqui grande entusiasmo. Por medo? Por letargia? Por inércia? É nossa obrigação e dever, exigirmos os nossos direitos. Para tal, basta que os reclamemos com educação e civismo.
    E como desconfio que esta luta não seja suficiente, enviei hoje mesmo uma carta ao director de programas da RTP que reproduzirei em separado, pois neste comentário já não caberá.
    Já que os nossos dirigentes nada fazem,façamos nós. Se Maomé não vai à montanha, pois que venha a montanha a Maomé.
    Ou acordamos agora ou então não vale a pena choradinhos e lamentações!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:18

      Muito bem Águia; felicito-o pelas iniciativas que mostram uma disponibilidade para o combate que todos deveríamos ter. Eu próprio tenho feito alguma coisa, desde há anos.

      Nesta crónica levanto a ponta do véu do que acho que deve ser feito e, francamente, pondero tomar a iniciativa, dependendo da capacidade de conciliação com os meus afazeres profissionais.

      Iniciativas individuais dificilmente terão sucesso, muito menos em geito de reclamação. Para que surtam algum efeito tem que se partir para a queixa formaL e isso requer acessoria Jurídica e financiamento.

      Eliminar
  8. Este post merecia uma analise cuidada e profunda, no entanto fiz uma leitura na diagonal.

    Quando falas em reconciliação e estabilidade penso que estejam interligados e desse modo só vejo uma forma de estes temas serem resolvidos: uma liderança forte e incontestável!! Acho que neste momento isso é muito difícil, lembro-me que LFV teve em algumas fases nos últimos anos a capacidade de unir, olhando nós Benfiquistas para ele como um "exemplo". A resolução destes aspectos passa por isto mesmo e penso que neste momento ele já não possui ou dificilmente recuperará esta capacidade. Aqui se resolveria o problema da também o problema da liderança!!

    Concordo quando falas na criação de um conselho consultivo nos moldes que apresentas (um pouco à semelhança do que acontece nos andrades). A criação deste órgão teria logo à partida efeitos secundários como algum controlo da comunicação social e do poder politico (vivemos num pais à semelhança de outros que ninguém no seu perfeito juízo se vai meter com gente "poderosa").

    Parte financeira não percebo puto mas nunca me agradou a presença do DSO...não vou mesmo com a cara do gajo! Mas penso que estamos presos em muitos aspectos como direitos televisivos, etc. à conta deste assunto.

    Quanto aos outros temas fica para uma próxima oportunidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:55

      Obrigado pela participação. Cá fico a aguardar futuros comentários teus.

      A ideia do Conselho Consultivo é óbvia; apoiar o processo de decisão e criar o centro de uma rede militantemente difusora do Benfiquismo, em todas as frentes desportiva, social e política, eliminando um dos nossos maiores défices; falta de militância!

      Não defendo uma atitude de permanente histeria por parte dos dirigentes do Benfica. Sei perfeitamente,que uma das estratégias adversárias consiste precisamente em inventar guerras como manobra de diversão e dispersão.E também sei que não é por muito gritar que se altera o status quo, é o poder efetivo que quem grita representa!Por isso compreendo a atitude de sobriedade que os nossos Dirigentes têm mantido! Por isso tenho aqui mostrado o poder de quem está por trás de Pinto da Costa! É isso que interessa, mas parece que muitos Benfiquistas têm dificuldade em entendê-lo! Pensão que nos basta a força de sermos o maior clube de Portugal e do mundo em nº de sócios! Puro engano! Uma força dispersa não tem poder!

      É o momento de Filipe Vieira decidir o que quer para si próprio! Se sente determinação e capacidade para liderar esta luta, para a qual tem que convocar todos os Benfiquistas; cada um no seu posto. O insuceso será o resultado de uma "guerra" sem aliados internos e externos.

      Foi a lição de Vale e Azevedo de cuja coragem e intuição fui grande admirador, mas que de nada lhe serviu,por falta de capacidade de mobilização dos apoios adequados.

      Já agora, aproveito para dizer que lamento que tenha saído como saíu, que não acredito que tenha roubado o Benfica,que acredito que tenha cometido algumas irregularidades devido ao bloqueio financeiro que fizeram ao Benfica e lamento ainda mais que os seus sucessores tenham contribuido para a sua condenação! Ao fazê-lo introduziram uma grave fratura entre os sócios e adeptos, que ainda hoje se faz sentir! É por isso que há necessidade de uma reconciliação! Numa verdadeira família podem todos os seus membros andar a bulha entre si, mas...defendem-se uns aos outros de agressões externas a quem quer que seja! É esta união que falta ao Benfica e que foi destruida com o processo de Vale e Azevedo!

      Cuidado com os preconceitos relativamente a DSO! É um Técnico de elevada competência e a pedra de toque da gestão financeira do clube! Muito cuidado! O que importa é saber se faz ou não bem o seu trabalho! Até agora não faltou financiamento, mas é para acabar com essas desconfianças que eu proponho um Conselho de Supervisão para a SAD, como é nrmal em qualquer grande empresa.

      Eliminar
  9. amigos parece que o LFV se está a preparar para antecipar as eleições.
    viva o benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:56

      Será? E com que fim? Podes acrescentar algo mais?

      Eliminar
  10. Águia Preocupada09 maio, 2012 22:35

    Esta a carta que hoje seguiu para a RTP.
    Apelo a todos que façam o mesmo. É preciso pressionar, combater, EXIGIR!
    Se me derem ajuda, não me calarei. Mas uma só voz, não tem força nem credibilidade!

    Exmo. Sr.
    Director de Programas da RTP

    Avenida Marechal Gomes da Costa, n.º 37

    1849-030 Lisboa


    Lisboa, 9 de Maio de 2012


    Exmo. Senhor Nuno Santos,


    Apesar de já ter colocado o meu protesto e repúdio, a minha queixa e exigência a quem de direito, não ficaria de bem com a minha consciência se não o fizesse perante si, como director de programas do canal público de televisão, sustentado e financiado pelos impostos de todos, repito, TODOS os contribuintes.
    Parece, contudo, que para si não merecem todos tratamento igual, conforme consignado na Constituição da República Portuguesa, independentemente do credo, raça ou condição social.

    A sua actuação célere perante o acto criminoso mas espontâneo do Sr. João Gobern lido por si como “Comportamento considerado inadequado” contrariamente à ausência de actuação perante o caso gravíssimo porque premeditado de exibicionismo insolente, prepotente e provocatório perpetrado pela Sra. D. Sónia Araújo durante o programa Praça da Alegria do passado dia 30 de Abril, durante o qual usou à volta do seu pescoço um cachecol do Futebol Clube do Porto, leva-me a considerar que a RTP nas pessoas dos seus profissionais e muito particularmente dos Directores, está ferida de isenção, de ética, de verdade, de igualdade, de legalidade, no fundo dos valores mais elementares numa sociedade de direito.

    Bem sei, Sr. Nuno Santos, que os valores para alguns se medem e pesam por compadrios, por grupos de opinião e manipulação, por lóbis organizados, cujo poder é determinante e justificativo para as próprias atitudes.
    Daí, estar implícito, que a RTP na sua pessoa, agiu no primeiro caso porque o poder desses lóbis tem mais peso e merece mais consideração do que aqueles que pelo seu historial, valor e grandeza de carácter, não valorizam situações ridículas e quiçá sem importância.

    Sim, considero que tanto a atitude do Sr. João Gobern como a da Sra. D. Sónia
    Araújo não deviam merecer tanta atenção e tanto “latin” ! Mas como não foi esse o seu entendimento quanto ao primeiro, considero-me no direito de exigir que use de coerência e faça do segundo, leitura idêntica e lhe dê um desfecho equivalente ao que deu ao caso Gobern.

    Admito que lhe seja difícil enfrentar o tal poder de que falei acima! Mas os lugares obrigam a responsabilidades que implicam determinação e coragem.
    E se o Sr. Nuno Santos não tem essa determinação e essa coragem para agir, só tem um caminho que é: DEMITIR-SE!

    Sabe Sr. Nuno Santos, a História só guarda páginas para heróis ou para traidores. Os fracos e os cobardes não fazem parte dela!

    Como contribuinte e no pleno uso de todos os direitos que a Constituição da República Portuguesa me confere, exijo uma tomada de atitude ágil e consentânea com as demais que por si, como representante da RTP, foram relativamente a outros, tomadas!

    Sem mais de momento,
    Melhores Cumprimentos


    Assinatura
    (nº de B.I.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:56

      Muito bem,Águia. Parabéns e obrigado.

      Eliminar
  11. De longe, e sem qualquer dúvida, o António Barreto é o melhor escriba deste blogue e um dos melhores da blogosfera desportiva nacional. Está lá tudo neste post, a Direcção do nosso amado clube que perca um pouco de tempo a analisá-lo, isto se quiser continuar a ganhar algo dentro de portas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 20:58

      Obrigado pela generosidade Dylan. Procuro apenas perceber as coisas, refletir sobre elas, tirar conclusões e apresentá-las com clareza e simplicidade, para debate.

      Eliminar
  12. as ideias são interessantes, muitas já aqui escritas por ti e por outros escribas várias vezes.

    no entanto, não podia faltar a "calimerização" do Benfica coitdinho que é tão espoliado.

    Mas nem é isso que faz confusão, aquilo que não percebo é porque advogas um conjunto de ideias que esta Direcção em 10 anos NUNCA demonstrou qualquer intenção sequer de se aproximar destas ideias... e ainda assim dizes que achas que deve apostar-se na continuidade da equipa de gestão.

    Ou seja, eles pensam e executam de forma diferente do que advogas (é um facto!) e não têm qualquer intenção de o mudar (várias vezes demonstrado) e tu achas que essas ideias devem ser implementadas por esta equipa de gestão????

    Dasss... não percebi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. benfiquista marado10 maio, 2012 09:52

      ehehehe boa!!

      Eliminar
    2. GB, tu decide-te! ou não há "calimerização" e o Benfica é de facto espoliado ou há calimerização o que significa que tanto faz quem está à frente da Federação e da Arbitragem!

      Agora criticar a falta de influência do Benfica na arbitragem e ao mesmo tempo dizer que as arbitragens não decidem campeonatos não faz nenhum sentido!

      Eliminar
    3. António Barreto10 maio, 2012 21:06

      Não percebes porque não queres! O caminho faz-se caminhando! Estes Dirigentes têm andado a juntar os cacos em que se encontrava o nosso clube, tentando fazer dele o que esperamos que seja! Acumularam um Know how relevantíssimo que não deverá desperdiçar-se e desenvolveram o clube em todas as frentes,urgindo agora fazer uma leitura global e corrigir a estratégia! É assim que se gere uma empresa!

      A Linha de pensamento que representas, atribui todas as responsabilidades da insuficiência de sucessos desportivos ao Dirigentes e isso não é credível!

      Eliminar
  13. A medida que fui mastigando este textos, as linhas e entrelinhas, não parava de aumentar a minha surpresa e pesem as pequenas reticências fui concluindo que estava perante a maior critica (((embora adocicada))) que me lembro de ler.

    Mas..., afinal guardado estava o bocado, pois ao ler isto:

    "Liderança: Já aqui defendi e reitero a afirmação de que considero o actual Presidente do Benfica o melhor Dirigente Desportivo desta 3ª República. A sua obra fala por si e só por má-fé poderá ser ignorada ou relativizada. O défice de títulos verificado não resultou de incompetência desportiva, a despeito do cometimento de equívocos vários, mas das graves vicissitudes de minam o futebol Português e que determinam os campeões não em função da competitividade desportiva dentro das quatro linhas, mas da capacidade de condicionamento da ação dos vários agentes que, fora ou dentro do terreno de jogo, podem decidir o seu desfecho."

    Que hei-de dizer disto:

    Porém, os Benfiquistas, precisam de um líder decidido a levantar a “bandeira da revolta”, capaz de mobilizar todos os Benfiquistas numa luta sem tréguas pela defesa do Benfica e da Democracia! Luís Filipe Vieira deve pois refletir acerca da sua disponibilidade para assumir este pendão! Benfica ou morte!!!

    Mas e isto que não temos e que há muito procuramos.

    Mas como é possível alguém aplaudir o verso e de seguida apontar-lhe o reverso.
    Lembraram as entrevistas dos escudeiros nos últimos dias que contradiziam a afirmação anterior na resposta à pergunta seguinte.

    Há epitetos para isto mas nem vou usá-los.

    Depois disto há outro ponto em que discordo, embora seja levado a concluir que a juventude do autor não lhe permita ainda um conhecimento mais profundo da grandza do Benfica.

    É também com isto que eu não concordo:

    "Recrutamento de atletas: Esta é uma valência da maior relevância para o equilíbrio económico do Grupo Benfica, que se traduz em três fases; comprar, valorizar e vender! Verificaram-se nos últimos anos assinaláveis progressos, particularmente nas últimas duas fases, sendo que é necessário otimizar a compra; comprando menos e melhor!"

    S´quem realmente não conhece as potecilidades do MAIOR CLUBE DO MUNDO é que ousará concordar que a estratégia do Benfica e funcionar como entreposto.

    Não. Porque o Benfica bem gerido gerará receitas ao nivel dos clubes do top ten europeu e na criação de condições para que esta realidade aconteça nunca entrará a vertente de omprar para vender mas sim comprara pontualmente e pela certa para ganhar.

    Agora comprara aos contentores para acertar em meia dúzia terá de ser realmente a politica de clubes menores.

    O Benfica além de estar uma estrutura inoperante tem, como é vulgar dizer hoje, demasiada gordura de yes mans bem pagos mas, simplesmente, despendiosos tanto economicamente como profissionalmente ao que acresce a ausência de paixão potenciadora de um bom desempenho numa indústria tão especifica como é o futebol onde à dedicação profissional o clubismo não é indiferente.

    O longevidade que este ciclo já leva deveria ser motivo de reflexão para alguns concluírem que pouco mais poderemos esperar daqueles que já demonstrara à saciedade não possuírem audácia nem coragem para estrirpar o cancro que mina o desporto português.

    Todos os dias são dados à estampa exemplos dessa incapacidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 21:38

      Ora aí está um comentário interessante; espero que não esteja afetado pela evidente hostilidade pessoal que o autor parece ter pelo atual Presidente do Benfica.

      Aproveito também para lembrar que ninguém é dono do Benfica, muito menos fiel depositário do Benfiquismo.

      Não sei porque razão na estrutura do Benfica há funcionários adeptos de outros clubes e acho que o Presidente deveria explicá-la aos sócios e adeptos. Prefiro Benfiquistas no Benfica desde que competentes e leais aos clube. Porém, sei que, alguns Benfiquistas, precisamente por o serem, perdem a racionalidade e o controlo emocional imprescindíveis à gestão de qualquer empresa, criando-lhe graves dificuldades! Mas também sei, que, por vezes o fator emotivo ajuda a superar certos bloqueios.

      Relativamente à contradição que aponta, ela é apenas aparente, pelas razões que explico acima.

      Lamento desapontá-lo,mas garanto-lhe que tenho a noção exata do "seu" Benfica; divergimos no diagnóstico e nos métodos;considera que o mal está nos Dirigentes e que bastará mudá-los para o Benfica voltar aos sucessos do passado. Considero eu que, além da competência dos Dirigentes, o Benfica não terá sucesso enquanto as condicionantes exógenas;desportivas, económicas e políticas se mantiverem.

      Pois caro conde; Também eu queria manter os grandes Atletas! Então não queria? É assim que se constroem as grandes equipas! Mas tenho que lhe dizer que os tempos mudaram, por enquanto não é possível! Nem sei se alguma vez será; graças à UEFA e à UE!

      Mas como poderemos ter a veleidade de manter os grandes Atletas, com um orçamento de 100 ME enquanto os clubes do top ten, têm orçamentos superiores a 400 ME? Uma utopia caro conde, uma utopia, só alcançácel com alterações políticas de fundo ao nível da UE!

      Mas,Se tem ideias claras quanto a isso, venham elas, tal como a indicação das gorduras que refere, assim como a definição do perfil que entende adequado para a Presidência da SAD! Força! No que me diz respeito,só me interessa o melhor para o Benfica; não penso pela cabeça de ninguém mas estou atento e aberto às ideias de todos desde que tenham pés e cabeça!

      Eliminar
    2. O teu problema é que ninguém tem razão, ninguém dá ideias a não ser o senhor, ninguém ajuda o benfica, blá blá blá... enfim...todos os que não gostam do teu "querido líder"!
      Deves ter a minia que és o maior e o dono de todas as verdades e ideias para o clube! Devias escrever uma carta ao teu "querido líder", ajudavas bem mais o SLB, ou, deixa de escrever aqui!!

      Eliminar
    3. António Barreto12 maio, 2012 09:23

      E o teu problema é o escesso de serradura em vez de neurónios! E claro a cultura democrática exemplar!

      Eliminar
  14. Não há duvidas.
    Caro A. B.

    vc está a ser um empecilho para alguns escribas do NGB.

    Mas não desista, porque os seus posts são apreciados.

    Agora já é comunista... que tristeza de acusação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 21:40

      Obrigado águia. Não me importo de ser impecilho para quem quer que seja desde que pelas boas causas. E o nosso Benfica é uma excelente causa! Além de que, um homem sem "inimigos" é meio homem!

      Eliminar
  15. Aguia Preocupada

    Para louvar o teu serviço público ao SLBenfica.

    Agradecia também se possível que indicasses aqui os emails para ode envias os teus protestos porque eu acho até mais eficiente fazer copy o enviar o maior numero de vezes o mesmo texto.

    Lamentar só que também acho que até é ridículo que perante uma instituição desta grandeza sejam se reduzam a um pequeno numero o envio das muitas denúncias que deveriam ser feitas.

    Mais uma vez o lamento pela demora na criação de uma estrutura que agregue os blogues e os leve a actuar em conjunto.

    ResponderEliminar
  16. "considero o actual Presidente do Benfica o melhor Dirigente Desportivo desta 3ª República", é a sua opinião caro António Barreto. Mas está em contradição com tudo o resto que escreve. Porque o que escreve é o que LFV nunca fez nem nunca fará. Depois de mais de 10 anos de exercicio de poder acha que por artes de mágica alguma coisa vai mudar? Tambem sobre a compra e venda de jogadores sou totalmente contra as suas ideias. O Benfica só será grande quando deixar de ser um entreposto de jogadores. O Benfica tem é de criar condições para não precisar da venda de jogadores. E para começar tem de ser mais criterioso na compra de jogadores. Compra cirurgica de jogadores para postos na equipe que precisem ser reforçados em vez de resmas de jogadores. E quanto aos actuais emprestados, com excepção de 2 ou 3, vendê-los todos. Pelo menos poupava-se no ordenado de dezenas de jogadores. Há muito a fazer nesta area. Quantos jogadores, em que o Benfica gastou milhões de euros, estão emprestados? O arrumar da casa tem de começar por aqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dass...escrevi 8 vezes a palavra jogador. Sorry.

      Eliminar
    2. António Barreto10 maio, 2012 21:43

      Discordo! Peço-lhe que leia tudo de novo e reflita cuidadosamente. Verá que não há contradição nenhuma. Verá ainda que defendo algumas das coisas que refere. Leia por favor a resposta ao comentário anterior que, em parte, também se aplica ao seu.

      Eliminar
  17. ...Ao ver a obra de LFV (estádio,centro de estágio,vieiratv,perdão BenficaTv...)feita com a credibilidade da marca Benfica ,não com a marca Vieira,embora na "hora da verdade" o LFV continuará a ficar mais rico e o SLB cada vez mais pobre...se não tipo Alverca...quase me apetece dizer,quando me lembro dos "tomates" com que enfrentou o "olibocorruptedo":- volta Vale e Azevedo,estás perdoado!Lol!
    Se Vieira não aprendeu em 10/13 anos, alguém acredita que vá aprender agora? Burro velho não aprende línguas...não aprendeu,digo eu, a defender o Benfica;do "resto" bem aprendeu...

    Àparte este aspecto,apoio na generalidade este esclarecido texto de A.B.

    BENFICA SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 21:46

      Fernando, está a ser injusto com o nosso Presidente! A César o que é de César! Aponte-lhe os erros, defenda outras opções mas reconheça o mérito do que foi feito! Quanto a VA,tem a minha opinião acima.

      Eliminar
  18. julio moreira10 maio, 2012 13:40

    Ponto de ordem á mesa.
    O Benfica perdeu a actual Liga por pura incapacidade de antever as manobras que o Porto iria operar. O Benfica devia ter, a tempo e horas, AGIDO. Ao invés, tarde e más horas, a fazer fé nas últimas entrevistas, está a REAGIR.
    E. meus caros, é isto que tem de mudar.
    O Benfica tem de ser respeitado, como maior clube português, que, indubitavelmente, é.
    E, para que tal suceda, LFV tem que afrontar o sistema sem qualquer receio.
    Basta escudar-se na sua massa adepta e deitar cá para fora os pôdres do Poder.
    É APENAS isto que LFV tem de fazer. Ou seja, sem tibiezas, demarcar-se do Poder corrupto.
    Aguardemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Barreto10 maio, 2012 21:49

      Tenho reservas quanto ao campeonato em curso,quanto ao resto! No entanto, não tenha ilusões: nenhum Presidente fará o que compete aos Benfiquistas fazer! É isto que ando a tentar dizer!

      Eliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares