O Benfica é Ecuménico!
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 4 de fevereiro de 2012

O Benfica é Ecuménico!

 ●  + 16 comentários  ● 
O recente empréstimo de Ruben Amorim ao Braga, levantou uma onda de indignação entre a generalidade dos Adeptos Benfiquistas, revoltados com o clima de hostilidade e violência com que os nossos têm sido brindados nos últimos anos na cidade de Braga e que por isso entendem que os nossos Dirigentes devem manter o distanciamento institucional e rejeitar negócios que possam ser favoráveis àquela instituição. Não falta até quem atribua esta cedência a alegados interesses pessoais do nosso Presidente associados à relação empresarial que parece tido com o Presidente daquele clube.

Diz o adágio popular que “quem não se sente não é filho de boa gente”. Cabe aos nossos Dirigentes e, por maioria de razão, ao nosso Presidente, defender, institucionalmente e adequadamente, os interesses do nosso clube, bem como, decidir da aplicação de restrições aos negócios com quem nos prejudica. Porém, esta é uma matéria assaz melindrosa, na medida em que, tais restrições, normalmente, têm um efeito de boomerang que pode acabar por prejudicar mais o nosso clube que o visado.

Já referi em crónica anterior o cerco múltiplo que o lóbi azul e seus cúmplices, há décadas, tentam impor ao Benfica; financeiro, institucional, desportivo, social e na comunicação social. Têm consciência de que a força do nosso clube provém da grande simpatia popular de que disfruta e por isso, estou convicto, que elaborou e tem em marcha um plano de desgaste desse apoio, fomentando contra nós a hostilidade dos adeptos dos seus dependentes aliados e da opinião pública. São, quanto a mim, os casos do Braga, da Académica, do Setúbal, do Olhanense, do Leiria, do Portimonense, do Nacional, do Sporting…eventualmente outros.

Responder na mesma moeda é pois uma armadilha na qual não devemos cair; é exatamente o que pretendem. Retaliar, nestes casos, gera sempre uma espiral de picardias e agressões verbais incompatíveis com os valores e a identidade Benfiquista, que constituem, em primeira análise, a nossa grande força, pois são esses mesmos valores que suscitam a adesão popular ao nosso Benfica. É isto mesmo que eles querem destruir e que nenhum título substitui.

Por outro lado, temos, sempre, que saber olhar para além das circunstâncias, ou seja; neste caso, temos que saber respeitar as instituições e os seus adeptos leais, apesar dos marginais infiltrados, dos adeptos intolerantes e dos dirigentes vendidos. È esta atitude que os vai exasperar ainda mais e consolidar e expandir o apoio ao nosso Benfica.

O Benfiquismo é sinónimo de competência, coragem, lealdade, ecletismo e ECUMENISMO! Ou seja, da capacidade de relacionamento sem discriminações; nem em função do território, nem de raça, nem de sexo, nem de religião, nem de política, nem de qualquer outra.

O Ecumenismo é a matriz dos Verdadeiros Grandes clubes

Um abraço a todos

16 comentários blogger

  1. Trocado por miúdos: TEMOS QUE COMER E CALAR !!!

    Meu Caro António Barreto: Há 2.012 anos andou aqui pela Terra um Homem bom que pregava e fazia o bem, amava tanto os seus inimigos que até Lhes dava a outra face...
    Sabemos todos qual foi o resultado de tamanha bondade, no Monte das Oliveiras!!!

    ResponderEliminar
  2. Bom artigo António, que assino por baixo. Ripostar é um erro crasso, e megalomanias em torno do 'orgulhosamente sós' só dará azo a um maior extremismo. Apesar de pouco popular entre os benfiquistas mais fogosos, creio ser o caminho a seguir. Fazes bem insistir nessa ideia e creio que o artigo em que abordaste essa temática foi o que te debruças sobre o anti-benfiquismo.

    ResponderEliminar
  3. Devo deduzir então que se emprestassemos o Ruben, a qualquer outro clube, estávamos a fazer o jogo dos nossos inimigos?????????

    Este texto não me parece fazer muito sentido, daí a atitude dos adeptos que estão fartos de ser humilhados, sobretudo pelos nossos.

    cumpts

    SLB1958

    ResponderEliminar
  4. Comentário lúcido e no qual concordo em absoluto.
    É preciso ser inteligente para passarmos por cima das armadilhas que nos tentam pôr no caminho.

    ResponderEliminar
  5. Pois deixemo-nos então enrrabar por todos então, ou assobiamos para o lado e deixar que tudo aconteça!
    António Barreto já começas a ser um advogado do diabo (LFV) sempre que existe um ruído em volta do presidente do SLB vens em sua defesa de forma subtil! Mas agora os sócios não podem lutar contra as injustiças só porque temos no nosso ADN ecutismo?? O 25 de abril aconteceu...

    ResponderEliminar
  6. Ora aí está. Alguém lucido e com mais que dois neurónios.

    Andámos 20 anos em picardias e qual foi o resultado? Eu sei e vocês sabem.

    Temos que ser mais inteligentes do que os corruptos que tudo fazem e farão para não estarem sózinhos nesta guerra conta o Benfica.

    Esta é a forma correcta de actuar. Quer muitos queiram, ou não, a estratégia mais a acertada é a da actual direcção.

    E muitos (não digo todos) dos que não vêm isto é porque algo mais alto os move. Penso eu de que.

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Amigo Viriato: Desta vez ficou zangado! O fascínio da pessoa que refere - Jesus Cristo -, que se espalhou pelo mundo e resistiu até aos nossos dias, constituindo o sustentáculo ideológico das sociedades mais desenvolvidas do planeta, reside precisamente na lucidez e coragem que teve em universalizar a sociedade, acabando com a discriminação dos “ímpios” e “blasfemos”, condenados ao ostracismo pelos regimes teocráticos da época, que, expressamente, os excluía das preocupações governativas e religiosas. Foi um reformador revolucionário da vida quotidiana, prepotentemente regulamentada pelas escrituras vigentes, e aplicada pela ditadura religiosa. Não se esqueça da cena do templo onde, num acesso de indignação, escavacou aquilo tudo, expulsando os especuladores, lembre-se da nobreza do seu gesto relativamente a Maria Madalena e outros casos nos quais revelou o seu humanismo e universalidade. E venceu! A sede do cristianismo estabeleceu-se na capital do império que o crucificou! Aqui para nós que ninguém vê; sou um admirador profundo de Jesus Cristo. Mas nem sempre das práticas religiosas subsequentes, nem das hierarquias eclesiásticas e práticas de beatitude, muitas vezes hipócritas. Confesso que há ocasiões em que também tenho vontade “de escavacar tudo”…mas, o Benfica deve responder sempre com elevação nunca dando a outra face.

    Olá Bolandas: folgo que tenhas a mesma opinião.

    Caro 1958: Claro que não; essa ilação não está implícita na minha crónica. É para mim óbvio que a nossa Direção, num gesto de grande nobreza, respeitou os interesses do seu Atleta, tendo em conta a sua preferência, absolutamente compreensível. Ruben Amorim aspira à integração na Seleção e o Braga, onde poderá jogar com mais regularidade, ou até ser titular, poderá proporcionar-lhe essa possibilidade em virtude da sua atual competitividade. Por outro lado, foi renovado o seu vínculo ao Benfica o que poderá vir a traduzir-se num encaixe financeiro resultante de eventual valorização do atleta, que, neste momento, não seria possível no Benfica. Por outro lado ainda, esta medida, contribui para equilibrar e atenuar a nefasta influência azul numa cidade com tantos e tão bons Benfiquistas. Foi por isso, uma medida de gestão de grande alcance.

    Caro Quala: Obrigado. Ora nem mais; enquanto Adeptos, devemos usar a inteligência e que exigimos aos nossos Atletas nas quatro linhas.

    Caro Bruxo: Estás mesmo zangado hem? Vou fazer uma confissão; é verdade que não gosto de criticar um Benfiquista; seja Atleta, Técnico, Dirigente, Funcionário ou Adepto, mas não hesito em fazê-lo desde que suportada pela racionalidade, como é o caso. Com que então LFV é, para ti, “o diabo” hem? Não achas que estás a exagerar? Lê as minhas respostas anteriores, analisa-as e volta a comentar, pois espero que fiques melhor esclarecido do meu ponto de vista.

    Caro Kako: também revela lucidez e é, sobretudo dela, que o nosso Benfica necessita.

    Um abraço a todos

    ResponderEliminar
  8. Águia Preocupada05 fevereiro, 2012 16:01

    Já aqui escrevi e opinei que parece que já há quem atire a toalha ao chão. Não é fazendo guerra por guerra que se resolvem as coisas.
    Não advogo que devamos responder às provocações com outras provocações nem com atitudes que de alguma forma demonstrem que estamos a dar alguma importância a esse tipo de gente!
    Como a minha mãe me ensinou, nada melhor que o desprezo... Mais cedo ou mais tarde, os nossos detractores virão comer-nos à mão!
    Agora deixarmos que nos comam por tolos, NUNCA! Este empréstimo não tem qualquer estratégia de defesa dos interesses do Benfica! Tem isso sim, o cheiro nauseabundo da defesa dos interesses pessoais e negociais e LFV. Achar o contrário é fazer de tolos os que, como diz o povo, se sentem porque são filhos de boa gente!

    ResponderEliminar
  9. Meu caro António.
    Com a sua ilustrosa pessoa nunca me zango, antes pelo contrário, é um deleite ler o que escreve e bendita foi a hora em que entrou para este naipe de escribas.

    Sim, o exemplo de Jesus Cristo que morreu pregado na Cruz serve para muitas leituras. Nas missas os Padres dizem-nos que, com aquele gesto, quis salvar a humanidade, mas o que é um facto é que morreu mesmo...por ser bom.

    Vamos lá então dar outro exemplo, que diga respeito ao tema:
    Pode um Porta-Aviões daqueles de ultima geração,(como é o caso do nosso Glorioso) ter receio de meia dúzia de fragatas de guerra, daquelas que estão encostadas no Alfeite????

    ResponderEliminar
  10. Caro António Barreto

    Concordo consigo e acrescento.

    Em Dezembro 4 directores da formação do Vitória de Guimarães pediram a demissão por discordarem da participação dos Sub15 no Torneio dos Campeões organizado pelo Benfica.

    A direcção de Emílio Macedo, desde logo teve "guerrilha" interna da corrente pró-FCP e pró-Benfica. Houve quem pedisse desculpa da aproximação ao Benfica ao Pinto da Costa.

    A direcção vai cair agora e irá acontecer a viragem.
    Vamos ver o Guimarães a colocar-se ao FCP e o Sp Braga de novo com óptimas relações com o Benfica.

    A U. Leiria já está. Marítimo há de vir.


    Para memória futura :)

    ResponderEliminar
  11. António Barreto05 fevereiro, 2012 18:51

    Caro Águia: compreendo a sua indignação, mas não partilho da sua leitura deste caso pelas razões que expus nas respostas anteriores. Abraço

    Amigo Viriato: Obrigado. Receio, medo, são palavras que não cabem no léxico Benfiquista…mas, respeito…sempre! Relembro o efeito de boomerang; só é respeitado quem sabe respeitar. Nem António Salvador, nem Mesquita Machado são o Braga, nem tão-pouco Pinto da Costa é o Porto; para além deles, estão instituições centenárias que lhes sobreviverão, com muitos adeptos exatamente como nós. São eles que merecem respeito. Um grande amigo, na sequência de um grave infortúnio que, infelizmente, lhe coube, costuma dizer: Os amigos são como as estrelas; podemos não as ver, mas sabemos que estão lá! Bonito, não é? Abraço.

    ResponderEliminar
  12. António Barreto05 fevereiro, 2012 19:08

    Caro Snortinho: desconhecia tais “manobras” no Guimarães; no entanto, as dificuldades desportivas e financeiras que atravessa são sintomáticas e recorrentes nos clubes que fazem frente aos “sistema”. É assim que a “exemplar estrutura” os captura e fideliza. Estou convicto de que, atualmente, não têm a mesma capacidade de manobra de que disfrutavam. Pouco a pouco, o poder está a fugir-lhes das mãos, embora haja ainda um longo caminho a percorrer. Abraço

    ResponderEliminar
  13. @António Barreto,

    Claro, aliás a expulsão de Pouga hoje é a prova viva disso. Até com os árbitros devemos ter negócios. Como eles passam por dificuldades financeiras há que ajudar. E assim funciona o tal sistema.

    ResponderEliminar
  14. Joao Paulo Costa05 fevereiro, 2012 22:51

    Peço imensa desculpa mas nós benfiquistas somos mesmo masoquistas e passo a explicar:

    - Preocupamo-nos, com tudo o que o benfica faz, conjecturamos sobre o porquê do capdevilla jogar, o porquê do R. Amorim ter ido para o Braga, etc. etc.. Baseado em Quê? no que dizem jornais... Pelo que sei e sou de perto, ha jogadores com muito potencial do braga que ficaram ligados ao Benfica e o Braga paga algo ao benfica...

    - Não se vê falar no que os jornalistas (ainda agora ouvi oRui Santos e tive de mudar de canal) que criticam o nosso clube por esta ou aquela razao...

    - Nao se vê o que tentam minar com dezenas de noticias dos jornais com hipoteses do nosso jogador A ou B poderem ir para o estrangeiro...

    Tantas razoes para defendermos o nosso club mas nao estamos preocupados com isto ou com aquilo, a´te parece que os nossos inimigos estao a conseguir minar a nossa cabeça ao conseguir pôr uns benfiquistas contra outros...

    Nao digo que nao estou preocupado com os contratos, nao digo que nao estou preocupado por pagarmos cerca de 80 salarios de jogador mas sei que isso poderia ser discutido entre Maio e Agosto (ou ate as eleicoes) mas até lá temos de lutar todos para ter a casa cheia...

    Sou de Barcelos e estou feliz oorque o FDS foi bom e porque ja comprei o meu bilhete para o Porto e vou tentar cumprir a minha parte e apoiar a minha equipa...

    Abraço a TODOS...

    ResponderEliminar
  15. Caro Carlos: também acho que a expulsão de Pouga, hoje, foi uma punição excessiva e prejudicou o espetáculo, mas, está a ser injusto com as insinuações que faz. O Benfica mereceu ganhar, apesar da excelente réplica do Marítimo. Naturalmente que está triste com o seu Sporting. Acredite que também me preocupa; o Sporting que eu conheci e respeito não merece o que lhe têm feito. Não me parece que Godinho Lopes seja o homem certo, apesar de já ter pensado o contrário. Por outro lado, Domingos Paciência nada tem a ver com a identidade Sportinguista; e o Sporting tem uma fortíssima crise de identidade que não se compadece com demagogias. O sucesso constrói-se lentamente, pacientemente, passo a passo, com inteligência e honestidade; não está ao virar da esquina, nem nas mãos dos vendedores de ilusões, nem em alianças com trafulhas, esperando umas migalhas em troca da militância antibenfica. Abrantes Mendes era o homem certo e não faltam respeitáveis ex-Atletas Sportinguistas com capacidade de agregação identitária dos Adeptos. Melhores dias virão. Abraço.

    Caro J. Paulo: Então é da bela cidade de Barcelos, da qual guardo breves mas gratas recordações! Ainda fazem a exuberante festa das cruzes? É fundamental que não nos deixemos manipular pelos veículos da propaganda azul assim como é importante estarmos atentos ao que se passa no nosso clube numa perspetiva de crítica construtiva. Abraço.

    ResponderEliminar
  16. joao paulo Costa06 fevereiro, 2012 14:21

    Caro Antonio: Sim ainda se fazem as festas das cruzes, se bem que agora eles festejam vitórias sobre tudo o que é verde e azul :)

    Em relação às guerras, eu sei bem o que sofro pois vivo em Barcelos, pacato mas trabalho e a minha TODA, excepto dormir é em Braga e posso dizer que até ao ano passado era horrivel estar a ver um jogo com os bracarenses (quase todos ex benfiquistas) pois pareciam caes raivosos, ate se espumavam todos, por isso sei o que é viver perto deles. A coisa acalmou este ano e já pude ao estadio ver o Glorioso, coisa que continua impossivel fazer no dragão... Esses são impossiveis de aturar, cegos (mais do que nós) mas uma coisa nao se lhes pode apontar, é desunião entre eles. Eu sei que eles têm um presidente que mais parece um ditador (a ver pelo jogo da taça contra a Academica, em que desceu ao balneario e mandou sair o treinador para insultar os jogadores todos e lhes dizer que podiam sair todos mas que o treinador ficaria; isso tudo na presença do MACACO da claque)

    A atençao que peço, e dada a paixao que temos que nos faz ser cegos para o lado que nos interessa, é que me diz para termos algum cuidado na forma como se abordam determinados assuntos pois podemos cair numm ponto perigoso pois temos tanta paixao que podemos dizer coisas que pode magoar. E para mim, Geração, Aguiapreocupada, Antonio Barreto, Viriato, com pontos de vista tao distintos têm uma coisa em comum: O SEU AMOR AO BENFICA e as vezes esquecemo-nos disso, daí o meu reparo, apenas isso.
    Um abraço

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares