O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Tarda... e falha?

 ●  8 comentários  ● 
Há dias, um amigo dizia-me que o problema do SLBenfica não é a "agenda" pessoal e profissional de Luis Filipe Vieira, a subjugação de Rui Costa aos pés de Vieira, os negócios fundamentais que ficaram pelo caminho ou mesmo os mal feitos que acabaram por aparecer. Dizia esse meu amigo, que sabe do que fala por conhecimento próprio das pessoas e dos factos, que estava absolutamente seguro da vontade férrea de Luis Filipe Vieira e seus mais próximos pares de vencer e entrar na história do futebol nacional e mundial.

Perguntei eu: Então qual é o problema?
A resposta foi pronta: Por muita vontade e disponibilidade que tenham, não conseguem evitar serem amadores, a gerir recursos profissionais de forma amadora... procurando com isso resultados profissionais.

Contrapus imediatamente com o argumento da profissionalização do clube e as iniciativas levadas a cabo por elementos dedicados e 100% profissionais.

Obtive uma resposta fria e objectiva: Qual foi a parte que não entendeste de "gerir recursos profissionais de forma amadora". Ou seja, há profissionais de elevadíssima qualidade no SLBenfica, porém, todos acabam por reportar a alguém que depois gere e coordena o seu trabalho de forma amadora, mas exigindo-lhes resultados profissionais e do mais alto nível.

Detive-me a pensar sobre este tema e, apesar de poder aceitar algum excesso na atribuição do termo "amador" a quem tem historial e legado no mundo empresarial como tem Luis Filipe Vieira, Rui Cunha, Domingos Soares Oliveira, Teresa Claudino ou mesmo Rui Costa, friamente tenho porém que reconhecer que ao nível do que realmente alimenta todos os segmentos do clube em termos de reconhecimento e enriquecimento (o conhecimento na gestão desportiva)... deixa muito a desejar.

Já muito aqui falámos na forma como os nossos dirigentes são por várias vezes "engolidos" por ferozes raposas velhas deste escorregadio e corrupto mundo do futebol. Não quero (maaaaais uma vez) bater na velha tecla do impacto de tratar o SLBenfica como uma empresa e não como um clube desportivo - não vamos voltar aos temas da comunicação, da gestão desportiva, da gestão de carreira dos jogadores, da capacidade de antecipação, da "montagem da teia" de presença no mercado, das parcerias para a formação, etc. Não vamos também dar o exemplo das modalidades onde o ex-parceiro (João Coutinho da Naturplan) virou um responsável com resultados interessantes em cima da base deixada por Fernando Tavares.

Ao cabo da terceira jornada de futebol, dei-me ao trabalho de ir procurar acompanhar os percursos dos jovens do SLBenfica. Fiquei muitíssimo desiludido! Nem uma boa marca para recordar, num demonstrativo exemplo de falta de critério na gestão do percurso destes activos que custam dinheiro ao SLBenfica.

Como sabem, o GB é um defensor absoluto do elevadíssimo investimento na formação e, como tal, um forte defensor da "realidade FCBarcelona", aplicado a todas as modalidades e especialmente ao futebol, ou seja, o Clube Total que começa a ser delineado nos objectivos finais e é estruturado desde a formação para o atingir - e não é só no futebol!

Há uns tempo, no tópico Por falar em dinheiro... eu perguntava "quanto nos custa o Caixa Futebol Campos?" ou se será que só serve para as "primadonas" treinarem em condições de luxo, num luxo típico de quem é tão privilegiado que não precisa de apoio de ninguém e que "trata a pressão por tu"...?

Olhando só para o futebol, os treinadores que viram passar as equipas de 88, 89 e 90 pelas suas mãos devem estar tristíssimos de ver todo esse trabalho deitado pela janela em prol de jovens, habitualmente brasileiros, que nunca demonstraram ter mais qualidade do que os nossos jovens.

Esses mesmos treinadores que ao longo dos anos foram treinando os miudos que mais tarde sentiram um "fosso" enorme quando chegou a hora de subir aos séniores, simplesmente... porque era tudo diferente: Os responsáveis não os conheciam, as tácticas eram diferentes, as velocidades também, até os modelos de jogo e treino... de igual, apenas a camisola.

Ora, quando para um jovem que chega dos juniores, depois de largos anos na formação, a única coisa que é igual ao que trazia é... a camisola, efectivamente, o jovem da formação torna-se "apenas mais um" a entrar para o plantel e, pior ainda, não enche capas de jornais, não é endeusado pelos sócios e nem sequer é visto como um reforço.

Estes jovens, rapidamente se tornam um fardo empacotável para os primeiros clubes que aparecerem ou, se puder ser, todos para o mesmo clube que facilita a tarefa. Para a Luz, enquanto eles encostam à margem do futuro que sempre ambicionaram, chegaram jogadores de qualidade duvidosa e cujos salários individuais custam mais ao SLBenfica do que custou todo o percurso de todos esses jovens juntos.

Olhando para o actual plantel, continuo sem perceber porque continua o medo em apostar em Miguel Vitor e Roderick para suportar David Luiz e Luisão; em apostar em Ruben Lima ou Mário Rui na alternativa a Coentrão; em apostar em David Simão ou Miguel Rosa, em Yartey ou Nelson Oliveira?

Na Luz, custam milhões aos sócios (ou deverei dizer antes aos accionistas?) as transferências de jogadores como Balboa, Luis Filipe, Marcel, Sidnei, Roberto, Eder Luiz, Fillipe Bastos, Filipe Menezes, César Peixoto, Fábio Faria, Weldon, Shaffer, Patric, Sepsi, Jorge Ribeiro, Moretto, Bynia, Makukula ou mesmo Mantorras!

Dir-me-ão, os mais desconhecedores, que Nelson Oliviera, Miguel Victor, Roderick, Ruben Lima, Mário Rui, Saná, Yartey, Danilo Pereira, Oblak, Rafael Costa ou Leandro Pimenta não terão qualidade para jogar no SLBenfica.

Assumindo que teriam razão - que não têm - a pergunta que se impõe é: E os outros? Quanto custaram e que utilidade tiveram? Se é para arriscar falhar... prefiro arriscar com os nossos jovens!

Mas a pergunta que se impõe é: Mas porque raio havemos de falhar? Porque não se canaliza todos os anos uma fatia dos milhões mal gastos para a formação?

... no sentido de acabar com os recibos verdes dos prospectores e treinadores?
... no sentido de apostar na formação de treinadores, modelos e jogo e conceitos de formação?
...no sentido de apostar nos melhores valores desde cedo e tornar o percurso para os seniores como um acto natural, minimizando o impacto em jovens de qualidade?


Por muito que custe aos comuns adeptos do endeusamento dos jogadores, aos adeptos que têm orgasmos com qualquer um que vista a camisola do SLBenfica (mesmo que nada nos traga), a realidade é que mais do que todos esses (na generalidade, mercenários) o SLBenfica é feito pelo 12º Jogador.

Aquele do qual todos os benfiquistas fazem ou deviam fazer parte... e, acreditem, os "meninos" da nossa formação em campo não são mais do que a imagem de cada um de nós. O saber, sentir e amar o Clube e poder expressar isso em campo, com a camisola do SLBenfica vestida.

Todos os anos a aposta real na formação tarda... e falha! Acumulamos os erros e abusamos das tentativas de "passar a imagem" que apostamos na formação. Cavamos cada vez maior "fosso" entre as ambições dos jovens e a possibilidade de tornarem o sonho realidade...

O GB pelas oportunidades aos nossos jovens da formação!!!

PS- Por falar em "tarda... e falha" não me cheira nada bem a história do Hleb. "Por horas" já estiveram também Falcão, Alvaro Pereira, James Rodriguez, entre outros. (não que este possa ir parar ao FCPorto, mas porque possa efectivamente nunca chegar).

8 comentários blogger

  1. um problema que podem dizer que não é so nosso mas de todos os clubes, é um mal do futebol, e é verdade, mas não quer dizer com isso que tenhamos de nos acomodar...

    simplesmente o mercado futebolistico tornou-se como um mercado petrolifero ou de especulação imobiliaria, há dinheiro a fazer, e aparecem os "tubarões" vulgo empresários para rentabilizar o negócio. como camadas jovens rentabilizadas no proprio clube nao dao comissoes, nao interessam ao negocio. é preciso convencer os clubes k o melhor é mesmo ir comprar fora, compras os jovens dos outros enquanto vendemos/dispensamos os nossos. e este mercado ja esta tao instituido, que ja ninguem mete em causa estes "agentes" dispensaveis, tal como ninguem mete em causa que tem de se ter um seguro automovel, obrigatorio por lei...e a fifa é completamente complacente com este flagelo! tambem devem receber o deles...enquanto isto continuar, o futebol como conhecemos, o da emoção, da mistica morrerá aos poucos, enquanto vemos equipas e selecçoes cada vez mais descaracterizadas e estandardizadas, onde ver um gana x alemenha é igual a ver um estados unidos x coreia do sul...equipas com 11 estrangeiros e sem ninguem que realmente saiba o que significa aquela camisola...e os clubes, os responsaveis por o futebol ser o k é, os jogadores valerem o k valem, morrerem aos poucos, subjugados a uma inflação cada vez maior dos activos futebolisticos, com passivos cada vez mais esmagadores...ou alguem mete travao nisto ou o futebol como o conhecemos acabará de vez....

    ResponderEliminar
  2. para mudar isso ao nivel do nosso clube, temos de saber o k keremos, e nao o k os outros vao pensar disso ou axar k é melhor para nos.

    o benfica tem de perder a "vergonha" de nao ter de comprar jogadores por 10M, para ir buscar um jovem das camadas jovens a custo 0, com ordenado reduzido, mas com todo o potencial, com amor a camisola, e com o conhecimento total do nosso futebol e da grandeza do nosso clube...

    mais ainda k tds os ganhos futebolisticos que dai pode advir, ate poderemos ganhar jovens mais apaixonados pelo benfica e não so pelo dinheiro e pela fama de ir correndo para os grandes campeonatos da europa.

    pk kem gosta do seu clube, pensara, para que ir para outro clube, eu quero fazer este clube o maior de todos, e aqui ganharei o k kero ganhar no futebol. outro clube me oferece 200 em vez de 100? com 100 ja sou feliz e nao preciso de mais...

    é um espirito que ai sim faria reviver a mistica do que é jogar no benfica...

    sonho? pode ser...mas se tds puxarmos para o mm lado, eu acredito...

    ResponderEliminar
  3. Mas será que ninguém no Benfica vem denunciar as arbitragens do Porto e do nosso Benfica, ou vamos continuar coniventes como fomos até aqui na eleição do presidente da Liga e no apoio ao Carlos Queiroz?
    Para quando uma demonstração de força da massa adepta do Benfica!?

    ResponderEliminar
  4. Anónimo, não falo mais de uma direcção da Liga que o SLBenfica apoiou e que o SLBenfica se recusa a apontar o dedo.

    Quanto às arbitragens, com tanta coisa por resolver em casa, não me vou preocupar com os outros...

    ResponderEliminar
  5. Ora aqui está um dos temas que mais gosto de ver discutido.
    Mas porque carga d'agua não se aposta em nenhum dos nossos nabos (salvo seja) da nossa quinta do Seixal?
    Humberto Coelho,Sheu,Nené,Vitor Martins,Simões, Bastos Lopes (manos) José Luis e tantos outros vieram de onde???
    E não fomos a muitas finais dos Campeões Europeus com essa gente???

    Vivemos num mundo onde o vil metal impera e reina. Por vontade dos Empresários que proliferam como moscas, as transferências seriam todos os meses.

    Mas alguém acredita que, num plantel de 25/27 jogadores não cabem todos os anos, 1 ou 2 saídos dos nossos Júniores???

    Ainda me lembro da estreia do António Bastos Lopes com 18 anos, idade júnior, nas antas contra o foculporto, por impedimento do titular.
    Estávamos todos receosos do "puto" mas fez um jogão e pegou de estaca, por curiosidade o resultado foram 2-2
    Romantismo no futebol? Onde isso já vai!!!

    ResponderEliminar
  6. Não é só arbitragens do Porto, é do Braguinha também...

    Geração Benfica, a temática levantada pelo post é sem dúvida muito importante e concordo que poderíamos estar a aproveitá-los de melhor forma (nalguns casos, porque há outros em que sinceramente não vejo nada de especial neles, como por exemplo o Danilo Pereira - embora os italianos pareçam malucos com ele).

    No entanto, creio que este ano (e o ano transacto também, de certo modo) já temos uma série de jovens emprestados e com condições de crescerem: casos mais óbvios, até por serem os que acho terem mais potencial, o David Simão em Paços - ainda por cima o treinador é o Rui Vitória -, o Miguel Rosa (grande época no Carregado o ano passado) no Restelo e o Roderick e o Nélson Oliveira se sempre forem emprestados a clubes da 1ª Liga. O Miguel Vitor é um caso à parte porque já tem experiência relevante de 1ª Liga. Comparado com há quatro ou cinco anos atrás, em que não se vislumbrava futuro, existem boas perspectivas a meu ver de no próximo ano integrarmos alguém no plantel. E tanto mais haverá oportunidades de lançar um ou outro jovem com sucesso quanto mais forte estiver a equipa, naturalmente.

    ResponderEliminar
  7. Caso a caso:
    Mário Rui – Considero que para ele este ano é muito importante rodar, daí considerar que até nem se optou mal.
    João Pereira – Vai para o segundo ano no Fátima e vai manter o mesmo nível futebolístico. Este seria já um ano para subir á 1ª Liga. Este fim de semana infelizmente para o João as coisas saíram-lhe mal. Marcou um auto-golo e ainda fez um penalty…
    Miguel Victor – Mostrou ter qualidade para fazer parte do plantel principal. É claramente superior ao Fábio Faria. Nunca acusou a “pressão” de jogar na equipa principal.
    Roderick – Temos central e podemos ter Trinco de qualidade. Felizmente está no plantel principal.
    Ruben Lima – Não percebo onde possa ser inferior ao Peixoto como suplente do Fabio Coentrão.
    David Simão – O Rui Vitória conhece-o bem da formação do Benfica e de o ter treinado no Fátima no ano passado. Espero que este ano no Paços de Ferreira sirva para amadurecer o seu futebol e dar-lhe um outro ritmo de jogo. Parece-me que a grande “pecha” do David seja o facto de ainda não ser suficientemente rápido a definir os lances. (Aquele pé esquerdo pode fazer milagres)
    Miguel Rosa – Acompanhei a carreira do Carregado na temporada passada. Foi de muito longe o melhor jogador e melhor marcador da equipa. Infelizmente nem merece ir no estágio de pré-temporada…
    Yartey – Quem é que falou em “abre-latas”?
    Danilo – Espero estar enganado, mas podemos ter perdido mais uma pérola…
    Leandro Pimenta – Continuamos á espera de encontrar um médio defensivo para compor o plantel? Pois, mandamos um para o Fátima…

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking