O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Quem prefere ver na liderança da Comunicação do SL Benfica?

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Benfica à prova de bala

Avatar
 ●  + 31 comentários  ● 


Ponto 1: Não acredito no “Nós somos os bons e os outros são todos maus.” Todos temos telhados de vidro. No que respeita a episódios infelizes e violentos no futebol, todos os clubes têm algo de que se queixar... mas também algo de que pedir desculpas.


Mas depois dos mais recentes episódios, mais um autocarro do Benfica apedrejado de uma ponte acima do Rio Douro, é hora de dizer basta! Basta! Não porque nós Benfiquistas nunca tenhamos sido violentos contra alguém, mas porque os apedrejamentos de autocarros e viaturas presidenciais do Benfica deixaram de ser uma exceção, para passarem a ser a regra, quase um modo de vida!

O que se pede neste post é ideias. Ideias de Benfiquistas. O que pode o Benfica fazer para limitar esta tragédia? Não vou sugerir que tipo de ideias devem ser, porque cada Benfiquista é livre de pensar o que quiser e eu não devo limitar o pensamento de ninguém. Peço apenas ideias criativas, e com isto quero dizer que não acho criativo alguém sugerir que o que o Benfica deve fazer é incendiar o autocarro do Porto com os jogadores lá dentro quando este passar a portagem de Alverca da próxima vez. Essa não é a forma como eu vejo o futebol, embora admita que possa ser a visão de alguns.

Ainda assim, e porque com o parágrafo acima já estou de certa forma a limitar as ideias (coisa que não queria fazer) incendiar autocarros não seria nunca uma medida que o Benfica-Direção pudesse tomar. Essa seria sempre uma medida dos adeptos, nunca do clube. O que se pede é medidas para os dirigentes do clube tomarem, para que sejam pró-ativos e não reativos. Deixemos pois o Benfica de fora no que respeita aos 10000 tacos de basebol que este blogue já encomendou dos Estados Unidos para serem distribuídos gratuitamente por Benfiquistas altos e largos e habituados a cortar lenha!! 

Eu sugiro três medidas: 

1. Ameaçar colocar no autocarro do Benfica vidros à prova de bala. Não sei quanto custa tal obra (uma cabine de vidro anti-bala de um autocarro da Carris custa 5000 euros), mas é obrigação primária do Benfica defender como pode os seus profissionais. Não é justo para os jogadores que cada vez que o autocarro do Benfica passa o Douro, os jogadores temam pela vida e se refugiem nos corredores. Também, tal “ameaça” obrigaria o governo a tomar medidas. Duvido que os governantes deste país queiram tamanha publicidade, que o mundo inteiro saiba que está em Portugal o primeiro clube de futebol a precisar de viajar no seu próprio pais com vidros à prova de bala. Nem em África!!

2. Não compreendo como é que acontecimentos destes acontecem repetidas vezes. O Benfica conhece seguramente os seus percursos e as pontes por onde passa, os locais seguros e os becos que oferecem mais riscos. É obrigação do Benfica comunicar antecipadamente aos órgãos competentes, que a partir de hoje só inicia viagem rumo às cidades a Norte, com garantias antecipadas de que a Ponte A ou o túnel B tem policiamento à altura. Sem garantias de segurança não há viagem, não há jogo, a Liga que resolva depois o problema.

3. O Benfica deveria ser o primeiro a promover a gravação video de dentro do autocarro. Fotografias não chegam. É preciso mostrar gravações que suportem as nossas queixas e comprovem o terror que se passa lá dentro. 


Outra medida que há muito defendo para lutar contra o Sistema corrupto do futebol português: 

1. A Direção do Benfica e os treinadores do Benfica deviam deixar de assumir qualquer candidatura pública a títulos em Portugal. O que o Benfica devia dizer publicamente (bem diferente do que depois se diz no balneário) e isto independentemente de no campeonato se estar em primeiro lugar ou em terceiro, é que “O objetivo do Benfica é ficar em segundo lugar. Ficar em segundo porque, como todos sabemos, o primeiro lugar está entregue por decreto e rege-se por outras regras.”

Com isto consegue-se:

- Minimizar o impacto dos nossos desaires. Ser segundo é ser-se campeão do Campeonato limpo;

- Desvalorizar totalmente as vitorias corruptas, tipo: “Vocês ganham um campeonato particular, o campeonato da fruta que é um campeonato que vocês disputam sozinhos.”

- Passar uma mensagem uniforme nos meios de comunicação social, nacional e estrangeira, que atraia atenção para as vergonhas que se passam cá dentro.

Acho que às vezes não é preciso sujarmo-nos muito, manchar muito o nosso nome ao partirmos para atos que condenamos nos outros. Em suma, acho que às vezes não é preciso falar-se muito para nos fazermos ouvir. 

Este é apenas o meu quinhão da festa, medidas com que, claro, podem discordar. Vamos lá então Benfiquistas: Que podem os dirigentes do nosso clube fazer para, sem nos corrompermos moralmente, enfrentarmos esta teia de poderes que nos diminui e asfixia?

O que significa para si, benfiquista ou não benfiquista, o anúncio do Benfica sobre a Premier League?

Avatar
 ●  + 28 comentários  ● 



O que beneficiará o Benfica deste acordo? 

Deixem a vossa opinião.

Que melhor prenda no dia do aniversário?

Avatar
 ●  + 33 comentários  ● 
Para a época 2013/14 Comunicado: A Premier League em exclusivo na Benfica TV

A Benfica TV adquiriu para as próximas três épocas desportivas (2013-2016) os direitos televisivos da Barclays Premier League. O acordo abrange um total de 380 jogos por época, divididos em 38 jornadas.

Com mais de 720 milhões de telespectadores em mais de 212 países, a Liga inglesa é das competições profissionais mais populares a nível mundial.

O sucesso da Premier League foi construído com base no talento dos melhores jogadores a nível internacional e de uma estrutura de competição altamente profissional. A partir da nova época 2013/14, a Barclays Premier League vai ser transmitida em Portugal e em exclusivo pela Benfica TV.

“A inovação é um valor permanente do Benfica e o facto de podermos oferecer, nos próximos três anos, os jogos da Liga inglesa a todos os portugueses, e não apenas aos benfiquistas, é algo que me enche de orgulho e aponta o caminho que queremos para a Benfica TV”, afirmou Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica.

Richard Scudamore, Director Executivo da Premier League, manifestou igualmente a satisfação pelo acordo alcançado: "Estamos extremamente satisfeitos pela Benfica TV ter investido nos nossos direitos de transmissão. Estamos ansiosos por trabalhar com o Benfica e estamos confiantes de que irão transmitir a Barclays Premier League de forma abrangente e inovadora para os nossos fãs em Portugal."

Em complemento à transmissão dos jogos da Liga inglesa, a Benfica TV transmitirá mais três programas semanais, cuja produção é da responsabilidade da Premier League:

a) “Premier League Review”, um programa sobre os melhores momentos dos jogos realizados em cada fim-de-semana;

b) “Premier League Preview”, uma antevisão da jornada seguinte;

c) Um terceiro, o “Premier League World”, um magazine televisivo que faz uma viagem sobre toda a actualidade da Premier League com entrevistas, resumos dos jogos, estatísticas e que recorda, ainda, momentos do passado que fazem parte da história da competição.



A ser esta notícia o principio daquilo que eu imagino, só posso dizer Obrigado Senhor Presidente. Os Benfiquistas hoje só podem estar muitíssimo felizes!!

Isto é o que o vai imortalizar Sr. Presidente. Isto é dar voz aos Benfiquistas!!

Obrigado por ter sabido resistir em tempos dificeis, por ter sabido viver durante tantos anos com os miseros 7.5 milhões com que esses chulos nos premiaram pelas audiencias que lhes demos.

Anuncie lá os jogos do Benfica oficialmente na Benfica TV, para eu tratar definitivamente de cancelar a minha subscrição do canal da concorrência.

28 de Fevereiro de 1904

Avatar
 ●  + 4 comentários  ● 






A hipocrisia não tem limites.

Avatar
 ●  + 17 comentários  ● 

"Tendo conhecimento do incidente ocorrido com o autocarro do Sport Lisboa e Benfica, não posso deixar de lamentar e repudiar o ato praticado», diz António Salvador em comunicado.

«No Estádio, bem como nas suas imediações, tudo foi tranquilo, nada fazendo prever que na viajem de regresso a Lisboa, e já a cerca de cinco quilómetros do Estádio Axa, alguém cobardemente atacasse o autocarro e a comitiva do Sport Lisboa e Benfica».

«Este ato, isolado, que certamente envergonha todos os bracarenses, não pode nem deve ficar impune. Apelo às autoridades competentes, não só para encontrar os responsáveis por tão repugnante ato, mas também a adoção de medidas para prevenir que no futuro não voltem a verificar-se incidentes, deste ou de qualquer outro tipo», frisa o presidente dos arsenalistas. 

«Tanto eu, como o Sporting Clube de Braga, estaremos sempre disponíveis para cooperar na erradicação da violência no desporto." - António Salvador.

Recordo a mesma conversa deste senhor a seguir aos ataques da claque do Braga aos adeptos do Paços de Ferreira. 
Viu-se em Guimarães o efeito dessas palavras. 

Alguém que é o responsável pela instalação em Braga de uma cultura de ódio ao Benfica vem agora com palavras de repúdio.
Morde a língua, Salvador. Talvez te faça efeito.

Enquanto os jogadores do Benfica estavam a ser apedrejados em Braga...

Avatar
 ●  + 9 comentários  ● 

"28 de fevereiro de 2013, o primeiro dia de A BOLA Moçambique, projeto moçambicano falado em português.
A BOLA Moçambique foi ontem apresentada em Maputo, na véspera do primeiro número sair para as ruas. Uma festa da lusofonia, com a feliz coincidência de se ter realizado no mesmo dia em que foi assinado um protocolo de cooperação nas áreas da juventude e desporto, entre os Governos de Moçambique e Portugal.

A festa teve o brilho conferido por cerca de uma centena de convidados, desde logo Fernando Sumbane Júnior, ministro da Juventude e Desportos, e Miguel Relvas, ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares de Portugal. Mas esta foi também uma festa de desportistas, que juntou os presidentes de diversas Federações moçambicanas e portuguesas. A que se juntaram dirigentes portugueses, como o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e do SC Braga, António Salvador.

Numa festa também de desportistas, destaque ainda para um heróis, o ex-basquetebolista Amade Mogne, e de outros que dizem muito aos dois países, como Augusto Matine, que recebeu A BOLA num abraço apertado. Naquele abraço, a união Moçambique-Portugal, num projeto que tem nome de A BOLA Moçambique e que não é um jornal português no País. É, como foi salientado na apresentação, um jornal moçambicano que fala português.

Os moçambicanos acordam hoje com A BOLA nas mãos. A sua A BOLA. Estamos juntos!" - in Pasquim do Serpa.

Regressou a campanha de intimidação do norte corrupto.

Avatar
 ●  + 15 comentários  ● 

Não que os nortenhos sejam todos assim. Felizmente a esmagadora maioria são gente fantástica.
Mas infelizmente há uma pequena franja bélica que sob o comando do papa corrupto, herdeiro da carcaça do odioso Pedroto, persiste nos mesmos métodos.
Neste momento vital para o desfecho do campeonato, e aproveitando a derrota do Glorioso na Taça da Liga, o ataque bárbaro ao autocarro do Benfica serviu para tentar fazer regressar à mente dos jogadores o terror das visitas ao norte.
Tudo serve para desestabilizar o Benfica. 

O jornalista Carlos Daniel produziu as seguintes palavras: 
"Continuem alguns a semear ódio clubista também aqui no FB, intolerância e desrespeito, e depois chorem lágrimas de crocodilo porque alguém se vai magoar a sério. Brincar, gozar até, é normal, da rivalidade vive também o nosso gosto pelo jogo. Ódio e violência não, sobretudo quando há energúmenos criminosos à solta. Como os que esta noite apedrejaram o autocarro do Benfica. É inadmissível. Mas a polícia está mais interessada em multas de 80 à hora por excesso de velocidade na Estrada da Circunvalação." - retirado do Master Groove.

São jogos seguidos em que alguns adeptos do Braga (ou portistas encapotados), insistem em semear a violência por onde passam. Continuam impunes. O que será preciso acontecer para a PSP do Porto e de Braga terem vergonha na cara e começarem a prender esta gente? Morrer alguém? 

O que será preciso acontecer aos jogadores do Benfica ou aos seus adeptos para que o presidente do nosso clube tome de uma vez por todas uma atitude contra estas agressões?

Quem andou a semear o ódio bracarense ao Benfica? 
Porque o Benfica não corta relações com este Braga de Salvador?


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mais uma do Terrorista SALVADOR!

Avatar
 ●  + 19 comentários  ● 

ULTIMA HORA: Autocarro do SLBenfica apedrejado.

via twitter de Alan Kardec (@alankardec31)..
«Uma VERGONHA! Graças a Deus ninguém se feriu! Como ainda fazem essas coisas? Uma grande pedra poderia...
Graças a Deus, ninguém nessa poltrona na hora da pedra! Até fez um rasgo na poltrona! Vergonhoso isso!!»



TERRORISMO sem fim de António Salvador



adenda: Ganda Quim!! (e ganda árbitro!)







Parabéns Sr.334.000€!!!

Avatar
 ●  + 49 comentários  ● 
Roderick e Martins no meio campo, no 4-4-2 que nunca funcionou nos jogos importantes, depois escolhe esses 2 grandes marcadores de grande penalidades que são o Luisão e o Roderick.

Se era para abdicar da Taça da Liga, era ter sido eliminados muito antes e poupavamos esse esforço.
Ou não aparecíamos para jogar depois da decisão da FPF.

Agora chegar à meia-final e colocar uma equipa com um meio campo que de rotinas e forma física não tinha nada...e ainda por cima colocar a marcar 2 penalties decisivos jogadores que não têm experiência dessa pressão, parece que era a gozar.

Mas os adeptos é que não percebem nada disto. Só o mestre da táctica é que sabe ver bola.

A arrogância de JJ está espelhada na atitude com que acaba de entrar na flash-interview.
Não assume que tomou decisões e que essas mesmas decisões custaram a final.

Desigual

 ●  + 3 comentários  ● 

Portugal, 26 de Fevereiro de 2013

Depois da última jornada da Liga de Futebol, parece-me que ficou evidente como esta é uma competição desigual, onde o Benfica tem de jogar muito mais para ser superior aos adversários, enquanto o FCP não. Vamos a factos.

No jogo contra o Nacional, com 1-1, um defesa cortou uma bola com o braço, estando o árbitro assistente bem posicionado. No jogo contra a Académica, aos 48 mn e com 0-0 no marcador, dois defesas adversários embrulham-se num cruzamento, levantando um deles o braço à altura superior à da cabeça, braço que contactou – fora do seu movimento normal - com a bola. Em nenhum dos casos, os árbitros incluindo assistentes, assinalaram grande penalidade.

No FCP – Rio Ave, com 0-1 no marcador, um remate desferido a pouca distância (2 ou 3 metros) foi cortado com o braço de um defesa do Rio Ave. Grande penalidade assinalada de pronto.

Instantes cruciais das partidas, situação de empate ou derrota que podem ser transformadas em situação de vitória ou de empate, mas curiosamente, só o FCP é que beneficia do critério dos árbitros. Desigualdade.

Mas se repararmos nos penaltys sofridos por Benfica e FCP, e reportando-nos a todo o campeonato, verificamos que também neste parâmetro há desigualdade. Enquanto Carlos Xistra e Vasco Santos não conseguiram ver remates cortados dentro da grande área do FCP, pelos braços e mãos de Alex Sandro, contra Braga e Moreirense, com 0-0 em ambas as situações, por mera coincidência (seguramente) o mesmo Carlos Xistra conseguiu ver duas grandes penalidades contra o Benfica em Coimbra, em que numa delas Maxi contacta o avançado fora do limite da grande área e noutra Garay corta uma bola antes de contactar com o avançado. E assim, com estes critérios desiguais, o Benfica sofreu 2 golos de grande penalidade (e perdeu 2 pontos) e o FCP nenhum. Quem não sabe de onde vem a melhor defesa e a boa pontuação do FCP, tem de estar mais atento.

A desigualdade continua também noutras áreas laterais ao futebol, como seja na comunicação social. Assim, vemos jornalistas com algum sentido de missão, perguntar diligentemente ao treinador e presidente do FCP, o que têm a dizer sobre a grande penalidade que deu a vitória ao Benfica contra a Académica. Mas quando se trata de sabermos o que acham Jesus e Vieira sobre os penaltys que foram assinalados a favor do FCP contra o Olhanense, com 1-1, e Rio Ave com 0-1 por duas vezes, os mesmos jornalistas esquecem-se de perguntar. Estamos a falar daqueles que depois classificam os lances e falam dos erros dos árbitros nos jogos. Que envolvem Benfica e FCP também. Será de esperar alguma imparcialidade, ou a mesma desigualdade de critérios?

Por último, e porque esta luta de Jesus e seus bravos jogadores é totalmente desigual (não é por acaso que as estatísticas de títulos ganhos pelo FCP cresceram vertiginosamente depois da Liga do Porto organizar as provas e, mais recentemente, Fernando Gomes ser eleito presidente da Liga primeiro, e FPF depois), temos também, enorme desigualdade de atitudes nos dois presidentes dos clubes. Assim enquanto o presidente do FCP fala e volta a falar de arbitragens, mesmo que há tempos tenha dito que “só fala de árbitros quem é parvo ou estúpido”, o presidente do Benfica saiu da hibernação em que estava mergulhado nestes dias que quase toda a gente falou de penaltys, excepto ele, para vir dizer aos sócios que têm de emprestar mais 80 milhões. É que o milagre económico está com umas certas dificuldades em “arrancar” e ao fim de 12 anos a divida bancária continua a crescer, cerceando a liberdade futura do Benfica e de quem vier a pegar nele, mais o património que resta do clube que fica comprometido às entidades bancárias que cobrem os prejuízos desta gestão ruinosa. A Benfica Estádio SA já se foi, falta o Centro de Estágio do Seixal.

A Vieira só faltou dizer que “tivemos cá um aldrabão e ainda hoje estamos a pagar a factura”. Se calhar esse papel vai para o agora promovido a expert de economia e finanças, Pragal Colaço. 

Tirar o pé? Não, carregar!

 ●  + 5 comentários  ● 
Mais logo, na meia-final em Braga para a Taça da Liga, sou da opinião que Jorge Jesus deve carregar. E carregar é desde que o apitador inicia até que termina o jogo.

E para carregar, hoje jogaria com os menos utilizados, por exemplo:

Paulo Lopes, Maxi, Jardel, Roderick, Luisinho, Gomes, Martins, Pablo, Urreta, Gaitán e Rodrigo
(sendo que Martins mais atrás, Pablo mais à frente - mas é sempre uma incógnita)

A partir do momento em que envergam o manto, é para ganhar!

Choradinhos e lamúrias, eis o fado de que o Benfica não precisa

Avatar
 ●  + 39 comentários  ● 

Em duas palavras, já enjoa. Em quatro: já roça o ridiculo. Nélson para aqui, Nélson para ali. E sobre um jovem da equipa B, Miguel Rosa, promovem-se baixos assinados e petições para EXIGIR que Jorge Jesus o inclua na equipa A. Só rir!


E segundo alguns, hoje também não devíamos comparecer em Braga. Devíamos sim ter abdicado da Taça da Liga em PROTESTO contra a não exclusão do Porto desta competição. É o que eu chamaria de um terrível complexo de inferioridade, como se o Benfica tivesse alguma vez de se envolver ou fazer choradinho sobre este assunto.

E se não é complexo de inferioridade, gostava de perguntar aos eruditos de tais ideias, se no caso de ter sido o Setúbal em falha e não o FCPorto, também defenderiam que o Benfica desistisse dessa Taça. É que se é só por ser o FCPorto, está respondida a minha pergunta.

Isso sim, seria o maior enxovalho que o meu clube poderia sofrer. Desistir por causa de terceiros, desistir por causa de um problema no qual nunca estivemos envolvidos, desistir de lutar dentro do campo, ser acusado de sair por estar com medo.

Mas voltando ao Nelson, lá está, hoje de manhã, mais um post sobre o miúdo, porque de facto o moço é um injustiçado. E depois aqueles, que como eu, não percebem este bater no ceguinho, têm de levar com comentários do tipo “não se percebe esta animosidade em relação ao Nélson Oliveira”.

Mas qual animosidade?

O que a malta não percebe é este endeusamento de alguém que até hoje não mostrou rigorosamente nada para merecer tamanha proteção e elogios.

O Nélson não merece mais proteção nem animosidade do que o Rodrigo ou do que André Gomes ou do que o Zé da Esquina!

O que a malta não percebe é que apenas porque o Nelson Oliveira até hoje ainda não foi capaz de se impor em NENHUM clube (nem no Paços era a principal figura ou titular indiscutível), se ponha sempre tudo em causa MENOS a qualidade do jogador que até hoje ainda não foi capaz de mostrar no futebol sénior.

Essa é que é essa...

O que a malta não percebe é que se culpe sempre tudo e todos menos o jogador... O que a malta não percebe é que na idade dele já pareça um resignado e mostre tanta falta de nervo e sangue na guelra.

O que a malta não percebe é que se traga à baila uma notícia sobre o Rodrigo para criticar Jorge Jesus...

O Jorge Jesus tem Cardozo, Lima e Rodrigo, qualquer um deles a milhas de distancia em termos de qualidade (NESTE MOMENTO) do que o Nelson Oliveira. Que há a apontar a Jorge Jesus ou ao Benfica? Porventura o Nelson Oliveira faz-nos falta neste momento? Andamos com problemas de golos?! Mas aquilo é o quê? Um jardim infantil?

Se de facto o homem é craque, que prove que é craque. O que o Nelson tem de fazer é mostrar valor, esteja onde estiver, e se deixem de queixinhas e vitimização.

Mas o Nelson nunca tem culpa de nada. É sempre uma vitima disto tudo. Até o clube para onde foi (porque pediu para ir) é o clube errado, coitado, e a culpa é do Benfica. É de rir!!

No seu primeiro jogo na Corunha marcou um golão, e veio logo um post à baila, de que estava ali o Eric Cantona que o JJ desaproveitara. E que fez esse Cantona desde então?

No Corunha teve três treinadores e não calçou com nenhum!! Essa é que deviam explicar. Devem ser os treinadores que são todos cegos. Eis um clube em ultimo lugar e desesperado de golos, tem no plantel um Van Basten e preferem o Pizzi!!

Mas só porque alguém viu no Nelson (por amizade se calhar) algo que até hoje os treinadores (vários) não viram (oxalá venham a ver porque eu também QUERO que o rapaz vingue), o Nelson tem de jogar sempre e merece tudo (mesmo não produzindo) a ver se pega. Se calhar o melhor é no próximo ano ir para a segunda liga espanhola a ver se joga. Ou então para o Benfica B, mas isso, se calhar o menino não quer, porque o seu estatuto merece mais.

Choradinhos e lamurias, eis o fado de que o Benfica não precisa.

SOLIDARIEDADE PRECISA-SE

 ●  + 2 comentários  ● 
Procura-se um dador compatível com Carlos Puyol para efeitos de doação de um rim.


O defesa central do Barcelona encontra-se em estado crítico no hospital após ontem á noite ter sido alvo de uma bárbara destruição do seu sistema renal durante o encontro Barcelona-Real. Informações sobre o paradeiro do perpetrador deste ataque devem ser dirigidas para caixa de comentários abaixo.


Benfica B na Tapadinha.

Avatar
 ●  + 9 comentários  ● 



"Luz verde para a Tapadinha. O estádio do Atlético foi ontem inspecionado e aprovado, estando habilitado a receber os jogos da equipa B do Benfica. A ideia é que seja já a partir da receção ao Portimonense, sábado à tarde.

Como Record adiantara na edição de ontem, o recinto do clube de Alcântara estava sinalizado e era forte hipótese para acolher a formação dirigida por Norton de Matos. Assim, de acordo com o previsto, António Carraça, diretor para o futebol do BenficaEmídio Fidalgo, coordenador da Comissão Técnica da Liga, e elementos da Benfica TV deslocaram-se ontem de manhã à Tapadinha para se inteirarem das condições do estádio. Na sexta-feira, será a vez de especialistas avaliarem o relvado.

Com a Tapadinha (Alverca também estava na agenda), foi encontrada uma solução para um problema levantado publicamente por Jesus no início do mês: o relvado da Luz tinha muita areia, devido à sobrecarga de jogos (das equipas principal e secundária do Benfica)."

Uma boa escolha. A Tapadinha é um estádio com boas acessibilidades, e muito bem localizado.
Teho excelentes recordações pessoais da Tapadinha. 
E o Atlético é um clube histórico português que merece ser apoiado.

Que traga muita sorte aos jogadores da equipa B do Benfica! 

Jesus sobre o seu trabalho com Nelson Oliveira

 ●  + 17 comentários  ● 

«O Rodrigo não tem estagnado em nada, tem vindo a evoluir, face à qualidade do plantel ora joga mais, ora menos, está num setor onde há mais de duas opções, a evolução de um jogador não se faz só se joga no domingo», começou por destacar. 

O jovem avançado continua, portanto, a merecer a confiança do treinador e, à partida, será opção para o jogo desta quarta-feira frente ao Sp. Braga. «Ele está a crescer e se jogar vai fazê-lo dentro da qualidade que tem. Quantos mais anos passarem, mais potencial ele vai mostrar», destacou ainda o treinador na antevisão do jogo da meia-final da Taça da Liga.

Ah espera... é sobre o Rodrigo! Pensava que o Jesus estava a falar sobre o potencial do Nelson Oliveira e no seu investimento (do JJ) em desenvolvê-lo.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Nota Rápida sobre os 80M€

 ●  + 12 comentários  ● 

Não me apeteceu ir à procura do histórico, mas acho que começámos com 20M, depois 40M, 50M... e agora 80M€ de empréstimo obrigacionista - se tiver pachorra para ir procurar, corrijo esta parte, mas sei que houve uns três.

Na prática o empréstimo é subscrito, o Benfica recebe esse valor todo e paga um juro que no último foi, salvo erro, de 6%. Ou seja, 6% de 50M são 3M€ "on top" do empréstimo... à mesma taxa são quase 5M€ com os 80M€.

Isto falando apenas do primeiro ano, como os juros são anuais, há que considerar 6% sobre os 80M no primeiro ano, mais 6% sobre os 85 (capital + juros do primeiro ano) no segundo e assim sucessivamente.

No actual momento económico, um dos factores de sobre-envidividamento das familias foi o "crédito fácil" que permitiu a muita gente fazer créditos sobre créditos que hipotecaram todos os seus activos ao ponto de os começarem a vender para pagar empréstimos que entretanto se transformaram em responsabilidades imensas.

Fica, para já, o desabafo de desejar que não seja esse o caso do SLBenfica que, aparentemente, tem usado sucessivos empréstimos para pagar os anteriores e colocar mais um valor em cima.

E mais ainda fica o desejo de que não se esteja a aproveitar os bons momentos desportivos para fazer passar estes "actos de boa gestão" no... barulho das luzes.

Vendas de Kompensan e Rennie disparam na Catalunha...

Avatar
 ●  + 19 comentários  ● 

...à custa daquele treinador português que insiste em provar que é melhor que os outros. 

E daquele jogador que insiste em mostrar que dentro das 4 linhas, jogue em que clube for, faz a diferença.

O Hormonas hoje nem vê-lo. Vai dormir a chorar agarrado às Bolas oferecidas pelo Sepp.

Jorge Jesus PARA FICAR!

 ●  + 11 comentários  ● 

Quem me conhece sabe que não morro de amores por Jorge Jesus. Nem tenho que o fazer. Não é suposto estar grato ao treinador por fazer aquilo para o qual é pago, como não fico grato ao Lima, ao Salvio, ao Simão, ao Luisão, ao Rui Costa... enfim. Eu sou mesmo é do Benfica, perdoem-me se tenho alguma dificuldade em constituir Deuses os homens que são muitíssimo bem pagos para nem sempre cumprirem.

Dito isto, o facto de estar em pleno desacordo com muito do que Jorge Jesus diz e algumas coisas que faz, entendo que muita da responsabilidade deve ser assacada à estrutura incapaz do SLBenfica:

Muitíssimo deficiente comunicação, com elevada incapacidade de antecipar o tipo de questões colocadas ao nosso treinador e com isso incapaz de o ajudar a responder de forma que seja utilizada em favor do grupo, em favor do Clube e em protecção dele próprio. Só há um treinador no Mundo capaz de fazer isso e na Luz acham que é sempre o que está no SLBenfica, mas enganam-se... ele já saiu há uns anos e dá-se pelo nome de José Mourinho.

Na mesma medida, ainda no domínio da Comunicação, não temos uma estrutura capaz de "se mover" perto dos jornalistas e respectivas redacções (jornais e tvs) por forma a condicionar num sentido positivo o tipo de informações que circulam, as questões que são colocadas, enfim...

Isto gera um efeito de "salve-se quem puder" e de "falamos a uma só voz, mas cada um tem a sua" que coloca não poucas vezes Jesus numa posição muitíssimo difícil perante os sócios.

No mesmo sentido, Jesus gere os recursos da equipa como entende! Neste domínio, nem José Mourinho faz um trabalho exemplar, mas os títulos conferem-lhe a capacidade de exigir que assim o seja por onde passa. Jesus não tem esse capital de crédito (titulos) e a estrutura tem que ter a habilidade (mas acima de tudo a competência) para saber fazer prevalecer as suas regras... sem se impor no trabalho do treinador.

Novamente, tal como na comunicação, apoiar o treinador a maximizar o retorno das suas acções.

Nas contratações, penso que já haverá "dedo" superior ao de Jesus (ou pelo menos várias vezes acontece), pelo que eu diria que estes dois factores (Comunicação e Gestão de Recursos Humanos) são dois elementos que se o SLBenfica souber efectivamente endereçar, irá potenciar muitíssimo as competências técnicas de Jorge Jesus e maximizar os resultados do treinador, dos jogadores, da equipa, do Clube...

E num cenário de maximização, 2, 3, 4 milhões de euros são valores que têm fácil e rapidamente retorno no Clube, a começar pela estabilidade conferida à gestão técnica da equipa (olhe-se para o ManUtd).

Desperdiçar tudo isto e apontar o dedo unicamente a Jorge Jesus perante o insucesso da equipa na conquista de titulos, bem sei que é confortável para todos os que continuam a assobiar para o lado na estrutura directiva do SLBenfica e de todos aqueles que optam pela critica fácil.

Contudo, esses rapidamente se irão arrepender um dia que Jorge Jesus tenha a oportunidade de potenciar todo o seu conhecimento técnico e táctico no treino de futebol, um dia que protegido por uma estrutura forte que o apoio e o "molde" a uma realidade que o ajude a maximizar os resultados e a não ser "apanhado de surpresa" obrigando-o a jogar no campo onde é mais infeliz: Na improvisação e espontaneidade fora das quatro linhas.

Mesmo esquecendo esse arrependimento, a ideia é deixar cair Jesus para trazer quem?

Van Basten, Preud'homme, de Boer, Hidjiink, Malesani? Ou os nacionais Rui Vitoria, Paulo Bento, Sergio Conceição, Peseiro, Fernando Santos...

O que algum destes alguma vez já justificou mais que Jorge Jesus? Como se comportarão estes perante a falta de estrutura para os ajudar e proteger?

Mesmo Trapattoni, com todo o seu curriculum e experiência, precisou da protecção inatingível de José Veiga (e viu-se onde este acabou) para se aguentar na Luz.

O mexe e remexe da próxima temporada

 ●  + 14 comentários  ● 
No seguimento do tópico anterior do Redmoon, gostaria de deixar uma sugestão para uma correcta gestão dos activos mais jovens do SLBenfica. Alguns jogadores que poderão tornar-se casos de grande competência e valorização para o futuro de curto prazo do SLBenfica. A saber:

- Jan Oblak (Rio Ave)
- Nelson Oliveira (Corunha)
- Miguel Rosa (equipa B)
- David Simão (Marítimo)
- Derlis Gonzalez (juniores)
- Diego Lopes (está no Rio Ave)
- Sancidino Silva (juniores)
- João Cancelo (equipa B)

Depois há ainda os recém contratados: Bryan Garcia, Diogo Rosado, Rui Fonte, Rojas... que não tenho conhecimento dos mesmos para saber da sua perspectiva futura.

Relativamente aos emprestados, não me parece que nenhum dos jogadores deva regressar ao SLBenfica já na próxima temporada, por motivos distintos, vejamos:


- Oblak, está a fazer uma ENORME temporada ao serviço do Rio Ave e como expliquei nos comentários do tópico do Redmoon, mm GR que está "sempre em jogo" tem os niveis de concentração permanentemente activos e se for bom GR, tende a destacar-se. 

Dificil, dificil é quando chegam a grandes clubes e passam 85 minutos sem estar em jogo e de repente têm que fazer uma defesa que vale um jogo. Foi precisamente isto que "matou" Roberto e que o faz de novo no Saragoça voltar a exibir-se a bom plano.

Nesse sentido considero que Oblak se deveria manter em Portugal, mas emprestado a um clube com maior solidez defensiva e, portanto, menos activo durante todo o jogo: Guimarães, Marítimo ou mesmo Braga.

- Nelson Oliveira, teve uma temporada... perdida! Totalmente perdida! Foi muitíssimo mal escolhido o Clube por parte de Jorge Mendes. A escolha foi tardia e acabou num clube sem rumo e, pior ainda, que já tinha um avançado "histórico" no clube e outro cujo empréstimo era preciso rentabilizar a curto prazo (Pizzi).

Como habitualmente o jogador foi por ali "abandonado" e erradamente a sua situação não foi revista em Janeiro. Deve, portanto, regressar a Portugal para ser emprestado - na minha opinião- a um clube com ambições reais e que jogue futebol de ataque. Tal como o Oblak, a minha sugestão fica no eixo Guimarães, Marítimo, Braga. 

Já aqui escrevi no tópico Rubrica GB: Braga x Guimarães que entendo que a inclusão do Nelson Oliveira na aquisição do Eder do Braga seria uma excelente perspectiva para o SLBenfica (e para o Braga). O SLBenfica valorizava muito o Nelson, o Braga com sorte saia até a ganhar em termos de jogador e ainda recebia o dinheiro da transferência (7 ou 8M€) e o Ruben Amorim em definitivo, que com a ascensão do André Gomes não faz sentido regressar.

- David Simão, está claramente numa época de arranque. Afirmou-se a titular de uma equipa competitiva e faz alguns jogos de grande qualidade, mas falta-lhe "pegar na equipa às costas" como faz o Miguel Rosa e assumir-se como decisivo. Para o próximo ano, novamente o empréstimo com esta característica: manter um elevadíssimo grau de competitividade para que o David se assuma de vez.

- Diego Lopes, está no clube certo e este ano já foi jogando (está no primeiro ano de senior) e deve continuar o seu percurso para que possa (ou não) vir a confirmar o elevado potencial.

Quanto aos que estão esta temporada no Clube (equipa B e Juniores), à excepção do Miguel Rosa, a minha sugestão é o empréstimo em Portugal na I Divisão, no caso do João Cancelo, e a equipa B para os restantes.

Clubes como Paços Ferreira, Rio Ave, Académica, etc são os clubes certos para uma primeira temporada do João Cancelo na divisão mais importante do futebol nacional. Derliz e Sancidino terão na equipa B um importantíssimo processo de transição acompanhado (deseja-se).

Esperemos que haja capacidade do SLBenfica para gerir bem estes activos que potencialmente poderão vir todos ou quase todos a ser atletas da equipa principal a curto/médio prazo. Acredito que temos ali potencial para obter no mínimo 5 em 8 atletas que se valorizarão e valorizarão a equipa principal.

Concorrência de peso

Avatar
 ●  + 24 comentários  ● 

Quando se fala em Jorge Rojas, Miralem Sulejmani, e Djuricic, como sendo já contratações fechadas para a próxima época, importa perguntar, quem estará por detrás destas contratações?


Jorge Jesus? Quero acreditar que sim, até porque no que respeita a olheiros, confio bem mais no olho do Jorge Jesus do que no de Luís Felipe Vieira.

Mas qual Jorge Jesus? O Jorge Jesus treinador desta época ou o Jorge Jesus treinador da próxima?

É que se não é Jorge Jesus o treinador da próxima época, todas estas contratações serão no mínimo questionáveis. Rojas e Djuricic por exemplo, não foram nada baratos. E se o Benfica não nada, como sabemos, em dinheiro, importa perguntar se haverá depois dinheiro para satisfazer os reais desejos do novo treinador. É que se não houver, começamos mal.



Outro reforço que por mim regressaria na próxima época para nunca mais da Luz sair seria Jan Oblak, um exemplo de sucesso daquilo que deve ser o percurso evolutivo de um jovem jogador de um grande clube português e que teve de provar em clubes mais modestos valor para justificar o seu regresso.

Chama-se Jan Oblak, e não diz “portuguesa” no campo da nacionalidade no cartão do cidadão.

Mas tem 20 anos e já é internacional A pela seleção eslovaca, e tem tudo para ser um guarda redes de craveira mundial.

Nada de relaxamentos Sr. Artur. Cheira-me que para o ano a concorrência vai ser de peso.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

E se isto fosse na Luz?

Avatar
 ●  + 15 comentários  ● 



Uma Farsa!


Estão a matar o futebol.

Avatar
 ●  + 2 comentários  ● 

Os confrontos que aconteceram em Guimarães este fim de semana mostraram o pior do actual panorama desportivo português.
Há demasiada gente a ir aos estádios e a dirigir o futebol que não gosta de...FUTEBOL.

Depois da vergonha que foi a perseguição aos adeptos do Paços de Ferreira em Braga, e que curiosamente passaram impunes, este fim da semana num jogo que opunha 2 clubes com uma rivalidade enorme, o organizador do jogo resolve não ter policiamento no estádio.

O resultado foi o que se viu. 
Gente selvagem que não sabe se comportar em sociedade e tornou um desafio de futebol numa batalha em que cobardes que só sabem agir em matilha arremessaram tudo o que tinham à mão. Cobardes que em matilha apanharam um adepto do Braga sozinho e foi dar murros e pontapés até que alguém o puxa e o empurra dali para fora.

Dizem-me que esta gente gosta de futebol? Não. Esta gente devia ser proibida de entrar num estádio.

Infelizmente, todos os clubes têm adeptos assim. Adeptos não de futebol mas da violência.

Mas que dizer dos dirigentes? São os maiores culpados!

São eles os primeiros a incitar ao ódio entre os clubes, são eles que não hesitam em pagar milhões de euros em comissões a empresários, mas que regateiam alguns milhares para pagar o policiamento dos jogos.

Dirigentes que não gostam de futebol, mas que amam os milhões de euros com que beneficiam dos negócios que fazem.

Juntando estes tristes acontecimentos à falta de credibilidade do futebol português e à sua falta de transparência, não é de admirar que muitos dos verdadeiros amantes do futebol se afastem dos estádios.

O futebol português é um lodo. E se nem nas bancadas os apreciadores de futebol podem estar, então vão matar o futebol em muito pouco tempo.

O jogo não vale nada sem adeptos. Lembrem-se de que são os adeptos o verdadeiro motor do desporto!!

Sobreviverá o futebol sem adeptos?

Nota: Viram as palmas com os adeptos da bancada central brindaram os agressores? Seja em que estádio for...esta gente merece não ter policiamento e sofrer na pele o que é ser agredido por uma horda. Depois talvez pensem 2 vezes antes de aplaudirem a selvajaria. 

Francamente João Gobern, assim NÃO!

 ●  + 8 comentários  ● 

JOÃO GOBERN É INGÉNUO OU EXCESSIVAMENTE EDUCADO?

COMENTÁRIO SOBRE O COMENTÁRIO


João Gobern é no panorama do comentário desportivo português um caso à parte. Vê-se que é uma pessoa bem formada, com grande consciência cívica, educado nas suas críticas e moderado nos seus aplausos. Talvez por isso tenha sido banido do comentário crítico desportivo da RTP. Um operador de câmara apanhou-o a fazer um gesto de regozijo por o Benfica ter marcado um golo ao Braga, quase no fim do jogo, que lhe assegurava a vitória numa partida que tinha sido muito difícil.

O realizador não teve qualquer problema em pôr as imagens no ar e a RTP hipocritamente despediu-o como comentador.

Se a RTP, nomeadamente a RTP Porto, pusesse no ar os aplausos que os seus “independentes jornalistas” desportivos fazem quando o Porto marca um golo, nem seria necessário fazer a tal remodelação de que fala o Relvas. Já tinham sido todos despedidos. Mas como as imagens de João Gobern vieram para o domínio publico, a “ética” desportiva da RTP impôs o seu despedimento. A mesma “ética” que os impede de parar as imagens para que se possa medir bem o off side de Moutinho contra o Málaga ou a mesma “ética” que os impele a passar as imagens em câmara lenta sempre que convém distorcer a realidade, imagens que às vezes nem sequer passaram à velocidade normal.

Se houvesse ética na RTP, a primeira coisa que a sua administração deveria fazer era acabar imediatamente com os programas desportivos comentados por adeptos dos clubes ou de pessoas que estão a soldo do clube que representam. Como aqui tantas vezes se tem dito, são programas anti-futebol, estupidificantes e que só propagam no país o atraso mental. E deveria manter programas desportivos de qualidade, compostos por comentadores independentes e com a presença de um árbitro na análise da jornada do fim de semana e das jornadas europeias. Com uma condição: todos os comentadores, bem como o próprio árbitro, teriam de declarar publicamente as suas simpatias clubistas. Quem não declarasse ou fizesse batota, do género o meu clube é a selecção nacional ou a Académica, não poderia participar. Só assim se elevaria o nível do comentário desportivo e se atribuiria alguma dignidade ao futebol enquanto desporto para ser visto.

Tudo isto a propósito de João Gobern participar num programa desportivo para o qual não está manifestamente talhado e que jamais conseguirá morigerar com comentários sérios porque não está a tratar com pessoas como ele. Está a tratar com pessoas que frequentemente estão de má fé e sempre imbuídas do maior fanatismo. Se vivessem um pouquinho mais a sul, onde o “desporto” é outro, toda a gente sabe onde eles militariam e o que fariam, caso dedicassem a essa outra causa o mesmo fanatismo e o mesmo fundamentalismo com que defendem o seu clube.

Se o João Gobern pensa que pode modificar o programa em que participa, então ele está a ser um grande ingénuo. Se actua como actua apenas por educação – e não há nenhuma razão para supor que essa não seja a verdadeira causa do seu comportamento – então deve retirar-se.

Ele, por muito que isso custe à sua integridade moral, não pode estar num programa daqueles para elogiar o adversário diga o elogio respeito a jogadores, a dirigentes, a treinadores ou o que quer que seja, nem para dar razão aos seus adversários seja qual for o assunto. Se isso afronta os seus princípios que ao menos fique calado quando os outros abordam esses temas ou lhe solicitam que o faça. Que João Gobern analise com frieza o modo como eles actuam contra ele: sempre que um ou outro dão razão a alguma coisa relacionada com o clube que JG defende, é para logo a seguir poderem desferir com mais intensidade e, pensam eles, credibilidade, um ataque feroz contra esse mesmo clube.

Isto não quer dizer que o clube de JG esteja bem representado nos programas homólogos da concorrência. Não está. Entre a exaltação permanente e o radicalismo insustentável e a sonsice de quem não defende coisa alguma e só lá está por razões que nada tem a ver com o Benfica há um imenso caminho que poderia ser percorrido.

Mas o ideal, o ideal mesmo, era que esses programas acabassem!

Ricardo Viana de Lima


domingo, 24 de fevereiro de 2013

Glorioso - Paços em 5 linhas

Avatar
 ●  + 12 comentários  ● 
Muito sucintamente, até porque o jogo foi simples nos detalhes e relativamente fácil de analisar, aqui vai:
O Benfica ganhou novamente com muita justiça, sem deslumbrar. Teve mérito, mas para mim o que realmente foi determinante não foi nem o mérito do Glorioso, nem a rotação do plantel, nem as tácticas ou estratagemas do JJ. Foi o timing dos golos. Isso é que tramou o Paços. Enquanto o primeiro deixou-os desnorteados, o segundo praticamente acabou com a ilusão deles em pontuar na Luz. O resto... foi natural!

Venha o porto C!

Jesus, Moniz e Varandas

 ●  + 11 comentários  ● 
Comecemos pelos vice presidentes. Já todos sabemos que o único vice presidente que era (sim, era) activo e proactivo na defesa do SLBenfica foi "encostado". Sem ele, o SLBenfica é Lúis Filipe Vieira e o seu homem de confiança Domingos Soares Oliveira.

Quem tem visto a BenficaTV e a desgraça de conteúdos temáticos que assemelham o canal a uma televisão da igreja IURD onde o "Deus" é o Presidente, dá bem para ver que Moniz ainda (?) não tem qualquer intervenção nem na BenficaTV... Nem na Comunicação dada a insistência presidencial do regresso de João Gabriel, claramente um bom profissional na sua área, mas não no futebol/deporto.

Na mesma medida João Varandas Fernandes ressuscitou hoje para dizer, imagine-se, que Jesus deverá sair se não vencer o campeonato. QUE ABSURDO! Andar tanto tempo calado para agora abrir a boca e dizer esta parvoíce/estupidez.

É caso para perguntar ao fantoche vendido nas eleições se o Jesus ganhar a Liga Europa e a Taça de Portugal deve ser também dispensado? Não tem qualidade um treinador que "só" ganhe a Liga Europa...

Como sabem eu também acho que Jesus tem que melhorar em vários aspectos, mas muito e muito pior que isso são as incompetências e insuficiências comportamentais da direcção e administração da SAD do Clube que como sempre deixam os profissionais do clube em roda livre, entregues a si próprios.

Varandas Fernandes, como Vieira tanto gosta de fazer, deve ser daqueles que gosta de aparecer para a fotografia no final do ano para dizer "Ganhámos". Mas se algo correr mal e não houver sucesso desportivo, é dos que aparecem a dizer "eles perderam".

Portanto num clube onde a estrutura de apoio ao futebol é muitíssimo amadora, impreparada, incompetente e pouco qualificada, torna-se obvio pedir ao treinador para ficar entregue a si próprio e no final cobrar-lhe resultados desportivos, para os quais ninguém quis nem soube contribuir.

Claro está que aquilo que gente desta merece é mesmo que o Jesus aproveite o que a lei contratual lhe permite e assinar contrato com o FCPorto para a próxima temporada. Faria a vontade a Pinto da Costa e a todos aqueles na estrutura do Benfica que culpabiliza o Jesus pela incompetência dos que não se permitem responsabilizar pelos próprios erros.

Mesmo Jesus penso que ficará satisfeito por finalmente poder trabalhar num clube que o proteja, que tenha uma estrutura que o prepare para comunicar com os jornalistas e adeptos e que não o abandone á sua sorte, nem nos bons nem nos maus momentos.

Continua o circo das vaidades na Luz.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Mais um campeonato mais uma corrida!

Avatar
 ●  + 28 comentários  ● 
FCP, 7 penaltis a favor e 0 contra! 7-0!
Vira o disco e toca o mesmo.

Um vídeo do passado do presente e do futuro!
época 2011/12


O futebol português é uma FARSA!..e é assim há muitos anos.
A impunidade e falta de vergonha tudo permite.
Mas isso, sinceramente, já nem me preocupa.
O que me preocupa é que nós deixamos!
E muito mais grave, APOIAMOS!



ADENDA:

DAQUI


Penalty sobre Ukra
FCPorto 2-1 Rio Ave



O assalto ao Sporting.

Avatar
 ●  + 10 comentários  ● 

Li há pouco Marinho Neves falar em assalto ao Sporting e devo dizer que concordo. 

Depois de anos a ser empurrado para a 2ª divisão dos 'grandes', o Sporting tem um alvo pintado bem na sua cara.
Quem está a apontar a arma? O chamado 'sistema', com o FC Porto à cabeça.

Desde que me lembro de pensar neste assunto, que sempre achei a mesma coisa: o FC Porto e o 'sistema' não têm força para enfrentar um Benfica e Sporting fortes e independentes.

A aposta de Pinto da Costa sempre foi ter pelo menos um aliado em Lisboa. Ele percebeu que sem um aliado em Lisboa, o seu plano de dominar o futebol português teria os dias contados.

Nos últimos anos, o Sporting tem sido esse aliado. O chamado 'projecto Roquette' passou pela cooperação sem reservas com o FC Porto, deixando para o Sporting o estatuto de 'melhor dos segundos'. Desde que ficasse à frente do Benfica.

Foi esse tipo de dirigentes, servis aos sistema e anti-benfiquistas, que levaram o Sporting ao estado calamitoso em que se encontra hoje. Esqueceram o que era sentir o clube no coração e preferiram sentir os euros nos seus bolsos dando em troca a cabeça do leão como sacrifício de louvor ao FC Porto.

Assim como no Braga se inseriu em alguma massa associativa o ódio ao Benfica, no Sporting aquela sã rivalidade foi substituída por um 'cagar' nos resultados do clube desde que o Benfica não fizesse melhor.
O azar foi esse. Benfica fez bem melhor

E agora não há mais como disfarçar. O Sporting bateu no fundo, mas mesmo assim os 'Roquettes' não querem largar o corpo moribundo do leão. Têm que comer tudo até ao fim.

José Couceiro é o rosto desses senhores. E do 'sistema'.

Esgotado o efeito do 'flopJesualdo FerreiraCouceiro já começou a atacar Godinho Lopes na imprensa, tentando passar a ideia de rotura. Nada mais enganador. São farinha do mesmo saco.

Couceiro foi um falhanço como treinador e em especial como dirigente desportivo. No próprio Sporting.
Mas houve algo que aprendeu no FC Portoa servir Pinto da Costa.

Não conheço Bruno Carvalho ou Carlos Severino a fundo para saber se também são mais do mesmo.
Mas quanto a Couceiro não há dúvidas. É mais um pau-mandado.

As eleições no Sporting servirão para manter o controlo do clube nas mãos dos seus principais inimigos.

Lembram-se da 'afinação' que levou Godinho Lopes à vitória? Não duvido que aí venha outra 'afinação'.

Tudo para servir o FC Porto e o 'sistema' e para branquear a gestão danosa que o 'projecto Roquette' fez no Sporting.

Juntando um Sporting moribundo a uma FPF nas mãos do FC Porto...os tempos não vão ficar mais fáceis.

Quem julga que o Benfica não se deve importar com o que acontece no rival da 2ª Circular é, no mínimo, ingénuo.

Rubrica GB: Braga x Guimarães

 ●  + 13 comentários  ● 
Parece que ainda não é desta que o Sérgio Conceição volta ao activo. O António Salvador não estava a espera de ter que esperar tanto tempo, isto porque o Eder lá marcou mais um bom golo e inaugurou o marcador em cima do intervalo (quando escrevo estas linhas).

Mais este golo do Eder fez-me lembrar num bom "desenho" para o ataque da próxima temporada do SLBenfica:

- Comprar o Eder ao SCBraga, dando como retorno, além do necessário dinheiro, o empréstimo do Nelson Oliveira por uma temporada. Enquanto ele não jogar uma época inteira em alta rotação, não há como ele "pegar" no Benfica.

Esta operação não só valorizaria e potenciaria o Nelson Oliveira, na sua região Natal (o que até lhe daria estabilidade emocional), como nos daria um substituto natural de Cardozo que já entrou nos 30 e não sendo um jogador fisicamente muito dinâmico, a partir de agora fisicamente será sempre a perder dimensão. É o melhor momento para realizar o negocio com Cardozo.

Mas permitia-nos também manter a aposta em avançados de qualidade, com capacidade física, capacidade finalizados... E português de selecção nacional.

Fica a ideia...


Factos e notas soltas

Avatar
 ●  + 7 comentários  ● 
- Continuam as renovações a jogadores das camadas jovens.
Depois da onda de renovações milionárias na equipa principal, prosseguem as renovações nas camadas jovens. Continuo sem perceber a política do Benfica neste capítulo. Não consigo decidir se é boa, se é má. Se por um lado acho bem que se garanta o futuro dos nossos jovens, por outro não vejo uma aposta efectiva neles. Assim sendo, afinal qual é o objectivo? Nunca os vamos conseguir valorizar e vendê-los pelas cláusulas de rescisão se não jogarem… E depois, continuamos a apostar na contratação de jovens estrangeiros promissores para o JJ valorizar, coisa que ele já provou ser bem capaz de fazer. Será que sou o único a ver o paradoxo disto tudo? É que não consigo ver isto como uma política comum, nem equilibrada. Dá a ideia que o JJ tem os jogadores que pretende para valorizar, e que os contratos com os putos servem apenas para mandar areia para os olhos dos benfiquistas.
- Continua a incerteza, pública, quanto ao futuro de JJ.
Ao que parece, a próxima temporada está já a ser preparada, com a antecipação devida. Pelo menos assim indicam as possíveis contratações. Tendo em conta que estes reforços terão o aval do JJ, será que esta incerteza é verdadeira? Não será o JJ que está fazer esta preparação? Acho, e espero bem que sim. Se assim não for, então quem estará a planear a próxima época?
- No futebol, continuamos em 4 frentes, com destaque para a invencibilidade nas provas nacionais.
Facto indesmentível. Grande mérito para o JJ por não ter repetido o mesmo erro das épocas anteriores: assiste-se a uma melhor (mas ainda imperfeita) gestão do esforço e rotatividade do plantel. No entanto, entramos na fase das decisões e o discurso de receio de quebra física e de preocupação com o campeonato (quase ignorando as outras provas) não me parece o correcto. Revela falta de ambição e falta de confiança nos jogadores que jogam menos. Espero sinceramente que o discurso tenha segundas intenções e que seja diferente no balneário.
Aproveitando o tema, e voltando ao jogo de 5ª feira, confesso que tive vários sentimentos diferentes durante a partida, no que diz respeito à exibição e ao nível de cansaço da equipa. Primeiro, e com o perigo dos ataques iniciais do Bayer, só me veio à cabeça os erros do passado e que a equipa estaria de facto cansada. Depois, mais racionalmente conclui que as última exibições do Benfica se deviam aquilo que eu antes pedia: a rotação do plantel. Ora, em vez de criticar as opções do JJ, optei por reconhecer que não faria sentido criticar a menor inspiração do Benfica, já que a mesma se deve a algo que muitos benfiquistas defendiam no passado. Assim, agora que a rotação é uma realidade, não seria justo culpar o JJ… No fim do jogo, percebi que tivemos sorte, mas ainda assim, começo a pensar que estes domínios de jogo consentidos ao adversário fazem parte da estratégia do JJ para salvaguardar a equipa. Espero que seja mesmo verdade…
- Continuam as notícias sobre a contratação de Djuricic e Sulejmani.
Ao que parece, serão 2 diamantes para o JJ lapidar. Se assim for, que sejam bem vindos. Mas também digo que só aceito de bom grado estas contratações se de facto os jogadores forem bem melhores do que aqueles que já temos (na formação, na equipa B ou emprestados a outros clubes). Caso contrário, poderão ser mais um tiro no pé, financeiramente quero eu dizer.
- A corrupção desportiva em Portugal continua ao rubro.
O que dizer do Boavista, da FPF, da Liga de Clubes, do Fernandinho e sua equipa… Antigamente as coisas ainda era dissumuladas, e ainda conseguiam enganar as pessoas. Agora é tudo às claras e só não vê quem não quer. Infelizmente, tanto é assim no desporto como na política e na economia. Os portugueses que continuem a exibir os seus dotes artísticos a cantar “Grândola Vila Morena” e que fiquem quietos que assim é que as coisas se resolvem. Enfim…
- Mais uma vez os ingleses demonstram estar um passo à frente no futebol, ao decidir adoptar a tecnologia da linha de golo.
Podemos esperar medidas semelhantes no futebol português lá para o ano de 2214, data expectável para a conclusão da limpeza de toda a merda que grassa na sociedade e no desporto tugas.
- Rui Santos mais uma vez demonstra a sua idiotice.
Acreditam que este animal diz que a Académica foi prejudicada com o penalty, inexistente segundo ele, assinalado nos descontos??
Juro que ainda não percebi se este gajo é portista, sportinguista ou simplesmente parvo.
- O sporting prossegue a sua caminhada, com esforço  e dedicação, rumo à belenização do clube.
É triste, mas é verdade. Ainda ontem Moita Flores disse isso mesmo. É mau para Lisboa, é mau para o futebol, e na minha opinião é mau para o Benfica. No entanto, não consigo ter pena da esmagadora maioria deles (exceção feita aos verdadeiros lagartos), pois fazem jus ao ditado “diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és!”.
E mais, se o Bruno de Carvalho, que ainda não ganhou as eleições e já fala como se fosse presidente, for eleito então prevejo mesmo um futuro bem negro para o clube dos viscondes. 

RECUSA-TE a discutir com corruptos!

Avatar
 ●  + 5 comentários  ● 


"Quando ganhares vergonha na cara por aceitares tudo em troca de títulos, vem cá e sê educado. 
Até lá, ficas a nadar no esterco, que é onde gostas de estar".

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Uma ideia que penso ser boa !!!

 ●  + 9 comentários  ● 
Caros Benfiquistas,

Venho hoje aqui propor-vos uma ideia que, a ter a recepção positiva que espero da parte de TODOS os Benfiquistas, vão ver que é como aquele ditado;

NÃO CUSTA NADA, MAS DÁ MILHÕES !!!

Dão licença que vos explique?

Então aqui vai;

Já todos ouvimos falar na obrigatoriedade de se pedir facturas em todos os serviços que nos prestam, e o Governo como bom Samaritano e Filantropo que é, até nos banqueteia com 250 euros se formos eficazes nesse pormenor, conforme se pode verificar a seguir;


 ""O Governo anunciou ontem um incentivo fiscal para quem pedir factura na compra de bens e serviços nos sectores da restauração, hotelaria e reparação de automóveis. Mas, para recuperar 250 euros - o tecto máximo permitido pela medida -, o contribuinte terá de gastar 26 739 euros. A dedução, em sede de IRS, corresponde a 5% do IVA que é cobrado sobre o bem ou serviço adquirido, que é de 23%. Ou seja, para atingir os 250 euros, é necessário pagar cinco mil euros só de IVA, o que corresponde a bens e serviços no valor de 21 739 euros. Contas feitas, o contribuinte paga um total de 26 739 euros."" (Retirado do Correio Manhoso)

Se todos entenderem  a noticia como eu, verificamos que o Governo nos brinda com estima e elevada consideração 10 Mililitros de sangue de um porco para podermos fazer uma morcela, se lhe dermos 10 varas deles, e se calhar, têm que ser porcos pretos criados no campo, para a carne ser mais tenra e saborosa.

Há para aí um androide porco sujo a cuspir no prato, que acha melhor dizer ao Governo para ir "tomar no cu" sobre a obrigatoriedade de se pedir facturas, mas como também acho que cada um leva onde quer - e quem fala em barcos é porque quer embarcar -  podemos aproveitar essa benesse que nos dá o Governo, para uma acção muito mais Altruísta, que explicarei mais adiante.

Ao que parece, o fisco anda a ser confrontado com milhentas facturas em nome do Sr. Passos, em resultado de uns quantos tugas brincalhões.

Se o Fisco aplicar a lei, o Sr. Passos Coelho vai passar por grandes  sarilhos, ou por Sarilhos Grandes como queiram, porque anda a gastar mais do que o que ganha.  Quando se der conta que pode ser reembolsado em largos e fartos milhares de euros, acredito que pensará em alterar a lei.  É que segundo as notícias, o homem já tem a  haver quase um Milhão de euros...e só pode embolsar 250...tanto dinheirinho atirado à rua...


Depois de lerem estes interins e entretantos, eis onde é que quero chegar;

Porque não distribuirmos o altruísmo de que vos falo, para uma obra mais NOBRE???
O que proponho eu?

Que cada Benfiquista peça facturas em nome da FUNDAÇÃO BENFICA, cujo número de contribuinte é: 509.259.740 contribuindo assim para uma causa muito mais justa como é na realidade a nossa Fundação, que a todos nos enche de orgulho.

Atenção pois. Apontem num papelinho o nome e numero da Fundação, metam-no no bolso e, quando pedirem uma factura de qualquer bem, vamos dar euros ao nosso Glorioso e mão à troika de  Gasparinos que nos oprime.


Entretanto, podemos fazer já nos próximos dias uma acção mais séria,  que passa por incluir  o numero de contribuinte da FUNDAÇAO no preenchimento do IRS, na secção 901, que consigna 0,5% do Imposto liquidado a favor das Instituições particulares de Solariedade Social, ou pessoas colectivas de utilidade pública (artº.32º. n.6)
É que se não inserirmos lá o numero fiscal da nossa Fundação ou de outra Instituição qualquer, os 0,5% ficam para o Gaspar. 

 O nosso lema é;  E PLURIBUS UNUM

.

FC Porto e Boavista: Fernando Gomes continua a construir o seu legado.

Avatar
 ●  + 14 comentários  ● 

O ex-administrador para a área financeira do FC Porto durante o período do Apito Dourado, e actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol entrou numa nova fase do seu mandato na FPF
A fase da pouca-vergonha.
Ao pé dele, Gilberto Madaíl é um menino.

Em pouco menos de 15 dias, a FPF mantém o FC Porto na Taça da Liga contrariando a opinião generalizada de juristas como o especialista José Manuel Meirim, e agora dá mais uma machadada na credibilidade da justiça desportiva ao abrir as portas ao regresso do Boavista à 1ªLiga profissional portuguesa. Algumas das implicações desta última decisão já foram abordadas pelo GB no post 'A coincidência da decisão do Boavista'.

Esta decisão não implica só a reintegração do Boavista. Pode e certamente irá implicar uma indemnização choruda aos axadrezados, e em consequência, ao sistema corrupto.
Eugénio Queirós no Record avança com um valor superior a 50 milhões de euros.

Mas isto não chega. As vozes orientadas pelo papa já falam na extinção da Taça da Liga para fazer face ao calendário mais apertado da próxima temporada. 

Depois da falta de condenações no Apito Dourado, apesar das escutas inequívocas, e agora com esta decisão 'por prescrição', a justiça e o dirigismo desportivo batem no fundo.

Na próxima época haverá mais um elo alinhado com o papa das brasileiras de 25 anos.

Sinceramente, por muito que se goste de futebol, por muito que se goste do Benfica, este tipo de decisões fazem perder qualquer vontade de ver jogos em Portugal.

Não sei o que é preciso acontecer mais para que se perceba que o tempo corre contra a verdade desportiva.

Não sei o que tem que acontecer mais para alguns dirigentes desportivos perceberem que Fernando Gomes e o seu acólito Tiago Craveiro têm uma missão. E estão a cumpri-la.


É TUDO À BRAVA! TOMARAM CONTA DE TUDO E NÓS DEIXAMOS! e apoiamos!

Rubrica GB: A coincidência da decisão do Boavista

 ●  + 12 comentários  ● 
Ficámos ontem a saber que à hora do jogo do SLBenfica para as competições europeias, na FPF fazia-se justiça (dizem eles) ao repor o BoavistaFC na primeira divisão.

Este processo tem algumas coincidências interessantes, mas as principais sao associadas ao que habitualmente fica associado na justiça portuguesa à... Corrupção da Justiça!

Ou seja, os tribunais civis coincidentemente disseram que não havia material de prova utilizável para fazer descer o Boavista. A justiça desportiva diz agora que o Boavista não pode descer, não porque não seja verdade os motivos que os acusaram, mas, imagine-se, porque a justiça desportiva demorou muito tempo a constituir a prova valida e a proceder à decisão.

Inacreditável. Nem no Burkina Faso ou no Congo assistimos a estas palhaçadas sem que haja alguém que meta juízo (ou uma bala, nesses países) na cabeça dos corruptos trambiqueiros que fazem estas vergonhas.

Mas desenganem-se os que consideram esta decisão surpreendente. Na minha opinião, estava mais que preparada e para depois de o Boavista limpar boa parte da merda criada pela familia Loureiro e pelo lixo para lá varrido pelo Sistema corrupto do futebol português.

Os Loureiros beneficiaram do sistema, enriqueceram, o Boavista serviu de "saco de merda" para aguentar com o lixo do Apito Dourado, ficaram na merda, sem dinheiro nem vida...

... Mas qual bom samaritano, apareceu há um mês João Loureiro a recandidatar-se a Presidente do clube, e a ganhar (que sócios mais burros!!!!).

Claro está que o ex vocalista do Ban (só de imaginar isto até dá vómitos!!) não veio para ser presidente do clube da II Divisão B ou III Divisão. Ele veio para voltar a estar no centro da corrupção e já alinhado com esta decisão que viria a ser tomada agora.

Na altura afirmou que ainda não era o momento para assumir também a Presidencia da SAD. Pudera, mas claro está que agora passará brevemente a ser o momento.

Iria parecer mal ele aparecer já depois da decisão tomada, motivo pelo qual apareceu antes. Os sócios sao burros, mas talvez não sejam assim tanto (ou se calhar são).

O futebol português nunca vai mudar! E a culpa é dos adeptos...

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Ola John e Matic tramam Jorge Jesus.

Avatar
 ●  + 30 comentários  ● 

É o que parece face ao discurso do treinador do Benfica, antes, durante e depois desta eliminatória com o Bayer Leverkusen.
Parece que Jorge Jesus estava chateado por os jogadores terem conseguido vencer a eliminatória.

Estar a disputar uma competição europeia mas passar o tempo a dizer que o importante é o campeonato, que o importante é a Académica, o Paços de Ferreira...enfim. 

Será que sou só eu que fico incomodado com este discurso de Jorge Jesus?

Não será normal é o treinador do Benfica querer lutar pela vitória em todas as competições e não estar permanentemente com este discurso de Calimero?

Parabéns pela passagem e que venha o Bordéus

Objectivo: VENCER!

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica