SL Benfica toma posição acerca da nova lei contra a violência do desporto
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 23 de julho de 2019

SL Benfica toma posição acerca da nova lei contra a violência do desporto

Avatar
 ●  + 25 comentários  ● 

"A nova lei contra a violência do desporto recentemente aprovada pela Assembleia da República merece a contestação do Benfica, pois opõe-se à constituição obrigatória dos Grupos Organizados de Adeptos. Os responsáveis benfiquistas alegam a inconstitucionalidade da lei, baseando-se no artigo 46 da constituição, onde está expresso que "ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação".

Os responsáveis benfiquistas alegam que os dados que o clube dispõe dos elementos afetos aos No Name Boys e Diabos Vermelhos, por estes serem praticamente todos sócios e portadores de Red Pass, seria suficiente para apresentar às autoridades responsáveis pela segurança nos estádios.

Nuno Gaioso Ribeiro e João Costa Quinta, vices-presidentes do Benfica, consideram que a lei que irá entrar em vigor na época 2020/21 é insuficiente e que, por isso, irão procurar sensibilizar os órgãos de soberania destas lacunas, para que esta possa ser alterada." - Record.

--------------------------------------------

Quem acompanha o NGB sabe que me revejo completamente nesta posição do SL Benfica no que diz respeito a esta lei.

Por várias vezes analisamos exaustivamente a lei 39/2009 e todas as suas falhas.

Esta nova lei ainda é pior que a anterior. A questão do cartão de adepto é do mais ridículo que já vi.

Esta posição do SL Benfica é bem oportuna e certamente que, se a mantiver, será o garante de que esta lei será ainda alvo de revisão antes de entrar em vigor.

Como prometido, iremos publicar um texto sobre o tema amanhã.


25 comentários blogger

  1. Não esquecer que a entrada em vigor do RGPD (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados) alterou substancialmente o fornecimento e gestão dos dados pessoais.
    Há constrangimentos de variadíssima ordem. Já nem me refiro à suposta inconstitucionalidade da medida.
    Em Portugal como eu ontem referi, temos a tentação de discutir temáticas e matérias, como se vivêssemos em 1950.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. deves colocar essa questão da constitucionalidade ao teu partido .aquele que votas ...é esse partido que a suscite junto TC.MAIS eu como benfiquista não estou preocupado com a lei tu estás assim tão incomodado?

      Eliminar
    2. Nos termos do RGPD é licito o tratamento dos dados pessoais para o cumprimento de uma obrigacao legal.

      Eliminar
    3. Negativo. Nos termos do RGPD é obrigatório pedir autorização à pessoa em causa, aliás foi lor isso que o RGPD foi criado, para acabar com os abusos das empresas, dos teus dados pessoais. Com o Regime de Proteção de Dados, qualquer entidade é Expressamente OBRIGADA a pedir autorização de uso dados pessoais

      Eliminar
  2. Este absurdo entendimento de culpar as claques pela violência que grassa no desporto e de modo especial no futebol, é de levar qualquer cristão às lágrimas.
    Multem-se os papagaios dos directores de comunicação e demais dirigentes desportivos, mas multas a valer, que lhes façam doer (como em Inglaterra) e veremos como muita coisa se altera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anonimo das 19:19 completamente de acordo,se aplicassem multas que doessem como doem em Inglaterra a violencia no desporto diminuia consideravelmente,mas em Portugal castiga-se em lume brando,por isso os incendiarios continuam incendiando as velocidades nas estradas continuam na mesma,a violencia no desporto cada vez mais intensa independetemente de serem claques organizadas ou nao,façam como disse o Bruno Lage prendam essa gente proibam essa gente de entrar num estadio de futebol ou em qualquer outro recinto desportivo,o desporto e uma festa ha que o viver apaixonadamente mas respeitando-se uns aos outros.

      Eliminar
    2. Errado!! É preciso sim mais restriçao as claques e á merda que fazem nos estadios por esse mundo fora! Os NN neste capitulo estao como os super dragays e ss claques dos esverdiados....sao uma merda! A mim faz me confusao ver parte do estadio da luz que está destinada aos NN quase sempre vazia com a maior parte a funar charros e a maltratar tudo o que nao é do Benfica com a agravante de terem "regalias" que outro tipo de socios nao teem! É preciso sim mais mao pesada para os diretores de comunicaçao e paineis de comentadeiros de todos os clubes, sao uma vergonha!
      NN quanto ás claques do Benfica que se portem como deve ser porque os factos nao desmentem que alguns dos que la andam deviam ser proibidos de entrar em estadios!

      Eliminar
    3. Pedro, lamento... mas também está errado.
      Por esse mundo fora, o combate à violência no futebol faz-se punindo os indivíduos que têm comportamentos incorretos.
      Não é punindo as claques, ou os grupos de adeptos (seja lá o que isso for) ou punindo os clubes. É punindo as pessoas.
      Em Inglaterra foi isso que fez a diferença, com a criação da Football Banning Order.
      “FBOs, introduced by Football Spectators Act 1989, may ban an individual from football grounds in the United Kingdom for two to ten years, with provisions for individual cases. Supporters may also be barred from using public transport on matchdays, and from town centres and built-up, high-risk areas prior to and following matches.”

      Eliminar
    4. Só porque uma medida resulta não significa que seja justa, moral ou legal.

      A não ser que um dirigente desportivo cometa um crime, tal como apelar à violência ou ameaçar, então devem ser livres de dizerem o que querem.

      Enquanto continuarmos a culpar dirigentes, claques e clubes pela falta de acção das autoridades contra os INDIVÍDUOS que praticam as ilegalidades, continuaremos a caminhar na direcção errada.

      Mas se querem uma ideologia de culpa colectivista, estilo comunismo ou nacional socialismo...

      Eliminar
  3. acontece que o tal gaioso que dizem ser admnistrador da Sad não conhece algo simples., NENHUM CIDADÃO PODE PEDIR A INCONSTITUCIONALIDADE DE UMA LEI .o gaioso tem que estudar mais um bocadinho ou pedir ao gabinete de crise que lhe explique a forma como pode o SLB agir. NÃO É DESTA FORMA ABSURDA E ANALFABETA QUE se AGE... O SLB PAGA A ADVOGADOS a Preço de ouro e permitem que estes palermas da Sad digam tal estupidez vou ensinar o gaioso; OH HOMEM VCE OU EXPÕEM ESSE PROBLEMA AO PROVEDOR DE JUSTIÇA E ELE SUSCITA A QUESTÃO AO TC. , Ou um partido político pode fazer isso ou PR. VCE REALMENTE É UM CROMO SENHOR GAIOSO .BASTAVA FALAR COM VENTURA QUE ELE ENSINAVA LHE ISSO QUE ATÉ COMEM JUNTOS NA LOUNGE ... TUDO A NOSSA PALA... OU ENTÃO TELEFONAVA AO SEU AMIGO AHHHH DR RUI GOMES DA SILVA QUE TAMBÉM LHE ENSINAVA ISSO. NÃO NOS ENVERGONHE PORQUE CADA VEZ QUE ABRE A BOCA ...SAI.... JÁ ASSIM FOI QUANDO A SAD FOI NOTIFICADA VCE FOI PARA UM PROGRAMA TV SÓ DIZER BURRICE. DEDIQUE SE PESCA.... advogado diabo

    ResponderEliminar
  4. Ponto importante: seja a nova lei o que for, os processos não transitados em julgado morrem, o que é de toda a justiça!

    ResponderEliminar
  5. Muito mais importante do que criar leis é fiscalizar a sua aplicação! Todos os polícias conhecem as caras dos arruaceiros e todos nós conhecemos a cara dos asquerosos protagonistas dos programas em que discute tudo menos futebol. Haja vontade de acae com a violência como houve em Inglaterra e facilmente se resolve.

    Avante Plo SLB

    ResponderEliminar
  6. Sinceramente, não percebo o drama do Benfica com as claques. Ao longo doa anos têm existido tantos problemas que é normal que a lei fique mais apertada. Ainda para mais, em nada o Benfica é prejudicado com a aplicação da lei, pelo contrário, terá menos problemas. A ideia que passa é que o Benfica tenta proteger os elementos das suas claques, e isso é algo vetado ao insucesso nos tempos que correm.

    Acho que não fica nada bem o clube com esta posição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica não pode obrigar ninguém a nada, é anti-constitucional, ponto.

      Existe uma razão pela qual temos constituição... talvez não saiba.

      Eliminar
  7. já é alguma coisa, mas não vale de nada apenas dizer que é inconstitucional temos de fazer tudo para que ela segue o tribunal para este se prenunciar.

    ResponderEliminar
  8. Constituição e RGPD

    Esta nova lei e da que está em vigor vão contra a constituição da República Portuguesa e o RGPD um regulamento Europeu

    mais, é criminoso um governo e instituições desportivas inventarem leis e esquemas como o cartão adepto para privar os cidadãos dos seus direitos fundamentais da liberdade

    E absurdo retirar cadeiras das zonas das claques

    Este Governo PS, a Liga do Rolha e a FPF do nandinho das faturas lutam exaustivamente para o regresso ao APITO DOURADO aos anos 90
    Só falta meter grades

    O Estádio da Luz e o Benfica devem ir até às últimas consequências neste caso legal e desportivamente

    PS. não fosse isto sério por ter sido aprovado pelo PR, diria que o Benfica registasse 5 elementos de claques e retirasse 5 cadeiras na caixa de segurança...ao lado colocava 5 cadeiras azuis e verdes para governantes, e dirigentes da FPF e liga.

    Este é o tempo da justiça

    PS2. Que tem o NGB a dizer do Cashball e das recentes notícias da TVI que não apareceram na SIC nem na RTP nem fizeram capa nos jornais da Cofina?

    ResponderEliminar
  9. Qual é o mal de termos uma claque organizada/"legalizada"? Para quê esta guerra sem sentido? Qual o mal de se formalizar a situação? Agora tem de estar on line o nome dos membros de todas as claques em Portugal, isso é óbvio e tem de ser proibido, cânticos ofensivos para com o adversário, racistas, que promovam a violência - os filhos da puta e cenas. Quem cantar essas merdas deve ser proibido de voltar a entrar nos estádios, bem como outros tipos de violência como insultar ou agredir espectadores dentro do estádio, essas pessoas devem ser identificadas e com 2 testemunhas ser imediatamente levadas para fora do estádio pelos stewards. MÃO DE FERRO PARA TODO O TIPO DE MERDAS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro moleculas, o problema é que é anti-constitucional, e isso não à volta a dar, a constituição existe por uma razão. A livre associação sem registo é importante para evitar ideologias nocivas, tais como despotismo, colectivismo, fascismo.

      O problema é um e apenas um, as autoridades não actuam perante o crime, ponto. Cânticos racistas são ilegais, agredir é ilegal, deflagrar material pirotécnico em local publico ou sem autorização ou licença é ilegal.

      A lei só tem que ser uma, aqueles que alegadamente cometem actos ilícitos dentro de um recinto desportivo são identificados e preventivamente impedidos de entrar em recintos desportivos pelas instâncias desportivas. Após a conclusão do processo criminal as instâncias desportivas levantam ou mantém a proibição. Simples.

      Eliminar
    2. Podemos proibir assobiar em escala crescente...mas podiamos proibir peidar...e arrotos tambem...e barulhos de carro ja que um nazi foi atropelado...e apitos dourados...alusoes a prostitutas...a pedras e autocarros...a varandins...e a muros...e a policias que em mau dia que espancam avo e pai a frente dos filhos?

      Mas tarjas em que se atacam dois dos pilares basilares do estado de direito que e o poder legislativo e o judicial...e um bom exemplo do porque desta guerra...podias expandir um pouco sobre esse assunto ja que estas com a mao na massa?

      E no meio dos ultras agarrar testemunhas?!? alias vai para o meio do pessoal no estadio agarrar testemunhas que o tratamento e igual.

      Se calhar sou antiquado, mas se para mim sempre foi livre sou contra ser proibido para os que veem a seguir.

      Eliminar
    3. Caro Anónimo, não sei se respondia ao meu comentário, mas aqui vão os meus dois tostões:

      O seu primeiro paragrafo é o exemplo perfeito de que a censura simplesmente não resulta, quando paramos de reprimir? quantas pessoas tem que se sentir ofendidas para que algo tenha que ser proibido? Na minha opinião só e e apenas acções que colocam em causa a integridade física de outra pessoa deveriam ser punidas. Tudo o que é cantar, gritar, berrar, desde que não seja uma ameaça à integridade física de alguém, é deixar, e a sociedade que condene na praça publica quem o faz.

      Quanto à famosa tarja, para mim apenas serviu para atestar à irracionalidade e ignorância de quem a fez, de quem a autorizou e de quem a mostrou. Adeptos de um clube tremendamente beneficiado ao longo de dois anos tem a lata de fazer aquilo... enfim, tenho pena deles. Se é ilegal não sei, na minha opinião não deveria ser, mas se algum dos intervenientes da tarja sente que a imagem dele sai denegrida, é livre de colocar um processo em tribunal contra quem fez a tarja.

      Nunca haverá testemunhas dentro dos ultras/claques, ou seja, actos ilícitos como violência tem que dar origem a detenções em flagrante delito, e/ou, através de câmaras de segurança de alta definição proceder-se à identificação dos sujeitos.

      No dia em que as forças de autoridade imporem a lei dentro dos recintos desportivos, as coisas melhoram, mas não existe interesse nisso, é muito melhor cobrar multas avultadas aos clubes para que os amigos todos na Federação e Liga possam ter ordenados bem chorudos.

      Eliminar
  10. É verdade que o Novo Geração Benfica tem inspirado algumas tomadas de decisão da direcção, embora mantendo o tom do seu discurso crítico, doa a quem doer.

    ResponderEliminar
  11. As coisas sao mais faceis quando se tem uma hierarquia, e se for assente em criminosos chibos (o real motivo pelo qual nao vao dentro), melhor.
    Primeiro porque operam fora da lei e a pedido, e segundo, chibalhada veterana ja se sabe que e de confianca.
    E quando acenados com um tacho que da visibilidade social, ate coreografias efemeninadas eles metem nas claques.
    Usamos com frequencia estas membranas sociais para dividir o trigo (gerencia) do joio (o povao).

    Mas como temos uma constituicao onde decidiram por obra do acaso escrever umas coisas...e melhor mandar para o supremo que eles percebem mais disso do que nos.

    Ate esse se pronunciarem, tal como diria esse grande sabio portugues varias vezes recitado em tascas por todo este Portugal: "E manda-los a todos foder".

    ResponderEliminar

  12. Felizmente prefiro utilizar o dinheiro para outros fins em vez de pagar bilhetes de jogos de futebol.

    Já não vou a um estádio há mais de 20 anos.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares