Parabéns!!
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 30 de julho de 2018

Parabéns!!

Avatar
 ●  + 34 comentários  ● 


Parabéns aos miúdos por uma prestação fantástica.
Mesmo quando as coisas pareciam complicar-se, souberam reagir e demonstrar que lutam até ao fim.

Parabéns em especial a Hélio Sousa. Haverá quem não sabe ou não se recorda, mas o Hélio foi campeão do mundo de sub-20 em 1989, num título inédito para Portugal.

Melhor que ninguém, ele sabe o que este título pode significar para estes miúdos, para os clubes e para a selecção. 

Espero que os clubes saibam dar seguimento a este trabalho de Hélio e da sua equipa.

Eles são os melhores da Europa da sua geração. E será contra muitos desses que jogarão no futuro.

Os clubes têm que ser capazes de deixar estes miúdos crescer e não bloquearem o seu desenvolvimento por preferirem ir à América do Sul buscar miúdos dos outros. Para quê pedir tempo para um puto de fora quando não se dá esse tempo aos que cá estão?

E na selecção sénior têm que ter a coragem de renovar a equipa. Não faz sentido continuar a chamar Bruno Alves, Moutinho e outros que já não têm nada de extraordinário a dar quando temos miúdos com grande futuro e que só precisam de oportunidades e que acreditem neles.

Hélio Sousa, assim como Carlos Queirós em 1989 e 1991, acreditou neles, formou um grupo solidário e de qualidade e conseguiu. 

O que mandará mais? O dinheiro ou o futuro?

34 comentários blogger

  1. Rui Benfiquista30 julho, 2018 12:07

    As mentalidades terão de mudar, e hoje é mais fácil um miúdo impor-se que a meia dúzia de anos atraz, que se coloquem rescisões altas, em caso de venda que sejam por esses valores, para se justificar a não inclusão nos planteis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como se tem visto no próprio SLB, as rescisões hoje em dia raramente são cumpridas. E mesmo quando isso acontece, nunca é pelo valor integral mas em prestações.

      Eliminar
    2. Tirando o Oblak, o Benfica nunca recebeu o valor da clausula de rescisão de nenhum jogador.

      Eliminar
    3. Concordo que as cláusulas são um excelente factor de negociação mas tb temos de entender que 15 milhões pela maioria dos jogadores que lá estão neste momento é mais que justo

      Obviamente não se aplica a Jota

      Eliminar
    4. Anonimo das 13h29 tas enganado, o witsel tambem foi pela clausula de rescisao!

      Eliminar
    5. "E mesmo quando isso acontece, nunca é pelo valor integral mas em prestações"

      Ser pago pelo valor integral ou ser esse mesmo valor pago em prestações não é EXATAMENTE a mesma coisa?

      Por vezes, devias parar antes de escrever para não sermos levados a pensar que certos comentários são só assinados por ti...penso eu de que!

      Eliminar
    6. Nunca é a pronto mas sim a prestações...é o que dá escrever à pressa! :) Obrigado pelo reparo!

      Eliminar
    7. Não foi apenas Oblak,o Witsel também saiu pela cláusula.
      Mas as cláusulas não são valores absolutos, são apenas indicadores, como um seguro.
      Nunca ninguém recebe a totalidade do seguro.

      Eliminar
  2. "O que mandará mais? O dinheiro ou o futuro?"

    Eu diria que nem uma coisa nem outra... o que manda mais, é a necessidade premente de ganhar.
    Quando não se ganha, aparecem os intolerantes a não ganhar colocando tudo em causa... mesmo quando se ganha em 4 anos seguidos quase tudo o que haveria para ganhar.

    "Espero que os clubes saibam dar seguimento a este trabalho de Hélio e da sua equipa."

    Concordo mas acho que a frase está incompleta.
    Espero que os clubes saibam dar seguimento a este trabalho de Hélio e da sua equipa, tal como o Hélio que soube dar seguimento ao excelente trabalho dos clubes.

    Para se deixar estes miúdos crescer, é necessário perceber que pode custar títulos.
    Na minha opinião, mais importante do que colocá-los no plantel, é deixa-los jogar. Para se deixar estes miúdos jogar e crescer, é necessário perceber que pode custar títulos. Não que não sejam competentes, mas porque precisam errar.
    Quando se percebe, que dificilmente terão minutos na equipa principal, é muito mais importante colocá-los em clubes onde possam jogar, errar e crescer. De modo a que o seu processo evolutivo não estagne, e que todo seu potencial vá brotando evidenciando as suas características.

    Abraço,
    GG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GG, "pardon my french" mas parte do que escreves é "bullshit". Passo a explicar: a formação é um mito que os presidentes dos clubes têm explorado em benefício de empresários e comissionistas.

      O grande mérito é do Hélio e da sua equipa técnica, e não dos clubes que se limitam a empurrar os putos para equipas B ou para clubes menores esperando que evoluam por geração espontanea.

      A maioria não vingará ao mais alto nível e esses terão mesmo que seguir um caminho alternativo. No entanto, os putos "maravilha", aqueles em que se vê grande potencial têm que ter espaço nos seus clubes para jogar. Esses não são 10 ou 20 por temporada. Serão 3 ou 4 em média.

      O que não é aceitável é aquilo a que me referi no post: mandas putos com 18 e 19, já identificados com o clube e o campeonato, rodar para outro lado enquanto vais buscar putos de 20 ao estrangeiro e que precisam também de tempo e espaço. Para quê pagar 5 milhões por esses jogadores quanto temos cá qualidade?

      Os putos não custam títulos. Esse é outro mito que interessa vender quando se pretende justificar os erros próprios. 3 ou 4 miúdos com qualidade têm tanta legitimidade para merecerem aposta como um Filipe Augusto, um Cervi, um Grimaldo ou outros que foram ou são tão defendidos apesar de não mostrarem nada de especial.
      Erros destes são justificados pela "estrutura" e apagados. Se for um puto, é crucificado e é logo retirado da equipa.

      Os putos crescem muito mais fazendo uma temporada inteira com a equipa principal, sentindo que acreditam neles, vendo e aprendendo com os mais experientes do que ir para um clube longe de casa, sem acompanhamento nem apoio e esperando que tudo corra bem.

      O que custa títulos é encher um plantel de jogadores medianos que não estarão à altura das exigências de vestir o Manto Sagrado.

      Eliminar
    2. Desculpa lá Shadows, mas bastou ler o teu primeiro paragrafo para se perceber que o único "bullshit" é aquilo que escreves e passo a explicar:

      Primeiro dás os parabéns por uma enorme conquista dos jogadores formados nas várias academias que existem por aí, logo depois dizes que a formação é um mito.

      Não nos faças rir.

      Se a formação estivesse assente em maus princípios estes jogadores não ganhavam nada! Não venhas com demagogia barata, não ganhas nada com isso.

      Cumprimentos

      Eliminar
    3. se vivessemos num mundo perfeito , tinhamos dois GR suplents um do outro , Oblak e Ederson ,dois centrais top : Lindelof e Ruben Dias , dois def direitos do melhor que há , Nelson Semedo e Cancelo , um meio campo de Luxo : Gedson , Bernardo Silva , e Renato Sanches ,com André Gomes na espreita como podes ver ainda na linha avançada tens Guedes no minimo: quando dizes esses não são 10 ou 20 por temporada. Serão 3 ou 4 em média. Podia ser se todos num espaço de 4 anos tivessem continuado no SLB . É incrivel o viveiro benfiquista que qualidade , e ainda havia Pelé e Danilo que sairam infelizmente e ainda falta ver que será de José Gomes , Florentino ,Jota , Embaló , Pêpê , Ferro , sinceramente nao conheço mais nenhum clube que tenha tanta qualidade nas suas camadas jovens, mas se nao somos os melhores , andamos lá perto e tudo isto so é possivel graças ao Betão.
      Mas concordo contigo em certos aspectos como tais como , nao apostar nos jovens , para apostar em Felipes Augustos , eu desde o ano passado que sou um critico de Felipes augustos e o outro Danilo (levamos logo com os dois) quando eu falava de Gelson e Florentino varias vezes , mas discordo quando nao gostas de Grimaldo ou de Cervi , para mim sao jogadores À Benfica , a raça a velocidade e a qualidade tecnica estao la e podem evoluir , e o Grimaldo é tipo Fejsa com imensas lesões.

      Eliminar
    4. Não querendo tirar o excelente valor do trabalho do Hélio, nem ao Rui Jorge, o grande mérito é da mudança de paradigma em relação aos miúdos, equipas B, do aporte competitivo que trazem e do excelente trabalho em formação que se faz neste país e não só nos 3 grandes, (não sei como está o caso do SCP, BdC na altura tinha despedido 30 treinadores, Mil Homens agora trabalha na Luz), mas trabalha-se muito bem em Portugal na formação.

      A outra questão é a entrada nas equipas A's, e aí é mais fácil numas que noutras, por exemplo no SLB não há margem de manobra para miúdos crescerem, basta ver o que acontece ao primeiro empate, todos os adeptos dizem que sim à formação até ao primeiro resultado menos positivo, aí já é "entrar de estaca", créditos firmados" e outros soundbites, no FCP não tenho uma ideia formada, no SCP é infinitamente mais simples porque é clube que apesar de dar alguma luta em 40 anos ganhou 4 campeonatos.

      Pessoalmente sinto alguma contradição entre as minhas opiniões acerca da especialização precoce, o futebol profissional, e a exploração de trabalho infantil, o facto de haver um retorno financeiro inquestionável, estamos a atalhar etapas de aprendizagem em favor de uma industria de entretenimento.


      Voltando ao futebol, acho que todos nós devíamos aproveitar o facto de Jorge Castelo ultimamente fazer algum comentário na abola tv para aprender alguma coisa, para os mais distraídos foi só o primeiro doutorado em futebol em Portugal, e o primeiro que vi defender o que mais tarde veio fazer caminho na metodologia do treino especialmente com Mourinho.

      Eliminar
    5. "A formação é um mito..."

      O Shadows quer dizer que a formação é uma crença (veiculada pela estrutura do Benfica - estrutura essa que no seu entender só existe na vertente propagandística, no resto não existe estrutura nenhuma no SLB), crença que os benfiquistas têm mas que não é verdadeira

      "... clubes que se limitam a empurrar os putos para equipas B ou para clubes menores..."

      Afinal existe formação ou não? Esses putos nascem por geração espontânea?

      E esses mesmos putos, produto da formação-mito, deveriam ir para para os plantéis principais?

      "3 ou 4 miúdos com qualidade têm tanta legitimidade para merecerem aposta como um Filipe Augusto, um Cervi, um Grimaldo..."

      E o que tem feito o Benfica nos últimos anos?

      Época 2017/2018 - Rúben Dias, Varela, Keaton Parks, João Carvalho, Diogo Gonçalves.
      Época 2018/2019 - João Félix, Gedson, Alfa Semedo.


      Há muito a fazer em termos de aproveitamento dos jogadores da formação. O principal é não os vender logo, sempre que vingam, como o Renato, o Lindelof, o Semedo, o Ederson e outros.
      Também as condições contratuais com que são emprestados os que não se assumem no onze, não me parecem as que melhor defendem os interesses do Benfica.

      Sou dos que considera que LFV se aproveita do clube (é uma convicção minha, não tenho provas) através das compras e vendas de jogadores às pazadas que faz anualmente.

      Daí a dizer que a formação é um mito e que os "putos" não têm oportunidades, vai uma grande distância. Porque não é verdade.

      Saudações
      JVP

      Eliminar
    6. O Joao Filipe foi para o Benfica com 10 ( DEZ ) anos, fez toda a sua aprendizagem no Benfica,foi campeão juvenil, junior, e espero que venha a se-lo também como senior. O Helio foi somente um bom jogador que fez a aprendizagem como treinador e teve o bom senso para aproveitar o bom trabalho efectuado dentro dos clubes.

      O resto é paisagem !

      P.S. conheci o Jota durante o tempo que passou e jogou pelo Ginasio de Corroios pois o campo fica a 5 minutos da minha casa...e não, não sou o olheiro que o indicou ao Benfica ��

      Eliminar
    7. Shadows,
      Estas desculpado quanto ao teu francês horrível... ;)

      Nem sei o que te diga...
      Espera lá... Então para ti, o Benfica ter formação, equipa B e sub 23 agora, é empurrar jogadores deixando-os a definhar.
      Devias apresentar queixa Shadows...

      Mérito ao Hélio nem sequer se questiona. Não valorizar o trabalho dos clubes nestas conquistas, não leves a mal, mas é "riscar pouco disto".

      Que a maioria não vingará, é um dado adquirido. Sabes porquê? Porque o nível competitivo é diferente. E não é só no Benfica ou em Portugal, é assim em todo MUNDO.
      Por isso, nesta fase das carreiras, é importante decidir bem e consoante o jogador que temos pela frente.
      Uns evoluem bem nas equipas sénior ao lado de grandes jogadores, mesmo que com poucos minutos.
      Outros por não jogar, perdem-se como jogadores.
      Outros precisam elevar o nível competitivo, mas não em demasia, se não nem sequer nos Setubais (com todo respeito) jogam...
      Para outros, é importante verificar em que sistema táctico joga a equipa que recebe o jogador por empréstimo, a fim de evoluir as principais características do jogador.
      Para outros, é importante que jogue numa equipa que defenda muito, para desenvolver a debilidade a defender... na mesma razão de ser, outros numa equipa que ataque;
      Para outros, que se escolha uma equipa que aplique o mesmo modelo e sistema da equipa que empresta.
      Para outros, é importante ficar em Portugal e ter apoio familiar por perto... para outros sair do país, pois ao sair da academia denota ter más companhias e um agregado familiar que não ajuda.
      Para outros, é importante terem um treinador que os mime... para outros treinador ríspido e disciplinador seria o ideal...
      ......entre tantas coisas mais, que podem e devem ser analisadas. Percebendo bem, que cada caso é um caso, e que nada deve ser deixado ao acaso para maximizar todas as hipóteses de que dê jogador.

      Todos os pormenores contam... Porque é alta competição. Só os melhores triunfam.

      Muitas coisas terão que ser melhoradas no Benfica, mas onde conheces que não seja???

      Nunca devemos deixar o sentido critico... mas devidamente construtivo. Fará de ti, de mim e toda gente, melhores pessoas diáriamente.
      Elogiar justamente, quando normalmente se critica, é uma enorme responsabilidade intelectual, que nos dá elevada base moral na critica.

      Orgulha-te de ter uma das melhores formações do mundo, deixa as mágoas para trás (se as tens), e vive o Benfica.

      Abraço,
      GG

      Eliminar
    8. @Paulo Duarte,
      Concordo inteiramente. O boost competitivo foi dado com as equipas B.
      Na fase final da formação, se me dessem a escolher entre B e sub 23. Eu escolhia colocar os miúdos na B.
      Para mim, é o degrau correcto antes de chegar lá acima.
      ---------------------

      Tive o prazer de ter formação com Jorge Castelo.
      Com ele, aprende-se a analisar o que muitos acham acessório.
      É um grande senhor do futebol.

      Eliminar
    9. GG, 2 coisas fundamentais: a minha única mágoa é quando o SLB não ganha um jogo! :) A segunda coisa é que, na minha óptica, a formação só deve existir para alimentar a equipa principal e para cumprir o papel social a que o SLB está historicamente obrigado a desempenhar.

      Daí pode e deve ter escalões desde os benjamins até ao que se chama a equipa B. Sou contra a criação de escalões alternativos como os sub-23 ou outros que sejam equivalentes. Os recursos são limitados e o SLB não os tem ilimitados para manter centenas de miúdos(acompanhados das estruturas obrigatórias para o efeito) em trabalho. É demasiado caro. Defendo que a formação não é uma fábrica de dinheiro mas de talentos, afunilando a selecção dos melhores até ao último escalão. Por isso, quando leio que o Seixal se paga a si próprio, além disso não ser verdade, as evidências mostram que o SLB não pagou um cêntimo do seu passivo com o Seixal ou até com outros negócios da equipa principal.
      Preferia um campeonato de reservas que uma equipa sub-23.

      Como benfiquista, orgulho-me da história do clube e dos valores que o guiaram durante décadas.

      Não me orgulho de negócios, de vendas ou likes.

      Não me orgulho de que seja apresentado como bandeira de vitória a venda apressada e desenfreada de jovens em que a maioria não tem estrutura familiar que suporte uma mudança de país. Em que ficam entregues a si próprios, num país estrangeiro e sem acompanhamento personalizado. E como benfiquista, acho que isso deveria vir antes de qualquer outra coisa.

      Eliminar
    10. A geração de ouro foi campeão do mundo e sem betão mas os Otarios aqui deste blog os vieirista andavam rezar para serem campeos para depois vir dizer que betão é que é e agora pergunto eram todos do Benfica? No Porto também tem betão? Tenham vergonha na cara antes falar.
      Qual era vosso clube antes de Luís Filipe Vieira?

      Eliminar
    11. O Brasil também foi campeão sub-20 em 1983/85 e só voltou a cheirar em 1993 e teve que esperar 10 ANOS para voltar a pegar no caneco !
      Deixa de ser pobre de espirito e começa a pensar com a cabeça em vez de utilizares a cabeça dos dedos dos pés !

      P.S. sabes porque motivo é que a ARGENTINA e o BRASIL são os países com mais títulos desde que esta competição começou em 1977 ? ... pensa nisso !

      Eliminar
    12. Pois estás a darme razão não interessa o betão quando não tens talento certo? senão inglaterra ganhava tudo com as instalações que tem e não ganha nada certo?

      Eliminar
    13. O Jota começou no Benfica com 7 anos. Ainda ontem o disse!

      Eliminar
    14. @Tiago,
      Já o disse e volto a dizer. O teu tipo de comentários, apresentam-te de cima abaixo.
      ------------------------------
      Shadows,

      Temos mágoas iguais, com ideias bastante diferentes. ;)

      O Benfica desempenha como nunca, esse papel social que falas. Não é uma escola de futebol de elites, e tem uma fundação que faz um trabalho que nos deve a todos orgulhar.
      Mas o Benfica não é nenhuma santa casa, tem objectivos que nunca devem descorar.

      Também não sou propriamente a favor dos sub 23, principalmente quando temos as equipas B. Os recursos são limitados e devem ser bem canalizados para o que realmente importa. Mas reparares, o orçamento anual de uma sub23 não será nada por aí além. Com a venda de um jogador que se destaque cobres o orçamento anual por alguns anos.

      Concordo também que as escolas não são fabricas de dinheiro, mas tem que ser rentáveis. O afunilamento de que falas é feito desde as escolinhas até aos B. Só alguns no final de todas as etapas, estão preparados para a alta competição.

      E sim, o Seixal paga-se a si próprio e várias vezes. Desafio-te a fazeres essa avaliação :)

      Os miúdos sem estrutura familiar tem mais dificuldades, mas nenhum desdenharia ir para fora ganhar 5 ou 10x mais, aquilo que ganha por cá.
      O Benfica aqui, não pode mais uma vez, fazer de Santa Casa. Deve fazer o máximo por eles sim, mas deixa-los seguir o seu trajecto. Tenho a certeza, de que todos vão do Seixal melhores pessoas.
      O acompanhamento posterior desses miúdos, deve ser feito essencialmente por estruturas familiares e por quem gere a carreira deles. Empresários, gestores de imagem, gestores de carreiras etc... Como em todo lado, também aqui, existem bons e maus profissionais.

      Eliminar
    15. " Pois estás a darme razão não interessa o betão quando não tens talento certo? "

      Já percebi que tens muitas dificuldades para interpretar aquilo que os outros escrevem, e depois fazes a leitura e tiras as conclusões que melhores se ajustam aos teus pontos de vista!

      É exactamente ao contrário daquilo que escreveste, porque se o talento fosse a condição única, o Brasil não tinha estado 10 anos e depois mais 10 e depois mais 8 para voltarem a ser campeões daí que volto a repetir:O talento só, NÃO CHEGA ponto !
      Percebeste ou preferes que escreva tudo de novo ?

      Eliminar
  3. Shadows, concordo em parte com o teu post, aliás sempre defendi que primeiro deve ser feita uma avaliação do que existe no seixal e se existem os "sobredotados" que rapidamente integram o plantel principal, então a prioridade tem que ser mesmo essa, para que de futuro falar da formação não seja algo que cada vez mais deixaremos de acreditar, porque apenas servirão para mover dinheiro e interesses!!

    Mas depois tens o reverso da medalha, como tu dizes a um puto para não sair do clube se o clube X ou Y oferece o dobro ou o triplo do salário e estão na alta ronda dos colossos mundiais ?? dou-te apenas dois exemplos bem recentes Renato Sanches e Dalot do FCP, aqui ninguém coloca em causa que eles adoram o Benfica e o FCP respetivamente, mas o dinheiro e a projeção em outros tipos de liga mais fortes e mais vistas mexem muito e mexem com tudo...!!

    Por exemplo temos agora o "novo" puto maravilha que todos falamos Gedson ou Félix podes escolher ;) agora imagina tu que os putos fazer uma época a um nível muito interessante e no final da época aparece um colosso com 35-40M para os vir buscar, inclusive triplicando-os o vencimento,tu como presidente negas a transferência?? claro que não negas, porque uma coisa é falarmos e debatermos opiniões em blogs mas a realidade é outra e estás sempre nos holofotes de toda a gente.. Há sempre contas a pagar e a gerir, e a nossa realidade é mesmo essa não te podes dar ao luxao de rejeitar 35-40M por um jogador nestas condições, o negocio tal como tu sabes é o momento, e acredito que o próprio LFV os queira segurar o máximo de tempo possível, mas obviamente não é possível porque não podemos competir com determinados clubes a nível de vencimentos, logo a tua margem negocial é nula e procuras sim o melhor negócio e o negocio possível que te permita arrancar um lucro máximo!!

    Agora compreendo o teu exercício e faz todo o sentido nesta altura se tivéssemos conseguido manter os Ederson, lindelof, cancelo, bernardo, renatos etc.. poderíamos ter uma equipa fantástica, mas infelizmente essa não é a realidade, a realidade é sim ficarmos o máximo tempo com estas "pérolas" e aquando das suas vendas fazermos o máximo de encaixe possível, depois volta tudo à estaca zero, descobrir novos cancelos, renatos edersons, etc...E SERÁ SEMPRE ESTA A REALIDADE DIGAM O QUE DISSEREM OS DSO E O LFV!!

    Para terminar não podemos dizer que o homem vende tudo o que dá comissão, parece que está a bater o pé aos 30M do Lyon ;) até admira, quando e na minha opinião Conti está mais que pronto !! já está a ganhar pontos LFV ;)

    Gonçalo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dos 35 ou 40 entram na SAD 15 ou 20, achas isso boas decisões?

      Eliminar
  4. Parabéns porque ganharam, sim, é verdade.
    Mas por pouco poderiam ter deitado tudo a perder, quando a vencer por uma margem confortável de 2 golos bem perto do fim, se deixaram empatar, sofrendo 2 golos em 1 minuto.
    Há muita instabilidade nas equipas portuguesas, muita intranquilidade, muita ansiedade mesmo sem haver razões para tal.

    A vantagem no marcador, que tranquiliza e sossega quase todas as equipas, nos portugueses põe-nos nervosos, intranquilos, desastrados, desconcentrados...

    O filme de ontem, por acaso terminou bem. Mas vezes sem conta me lembro de ter acabado mal, porque as equipas vão-se abaixo mentalmente, recuam, recuam, defendem baixando muito o bloco e o "azar" acontece.

    São estes aspectos que não há meio de serem trabalhados e melhorados.
    Depois falamos em azar, infelicidade...

    ResponderEliminar
  5. As gerações de 1989 e depois de 1991, não deram assim tantos nomes que se tivessem consagrado.
    Meia dúzia deles, se tanto.
    Recordo-me bem desses Mundiais (Riade e Lisboa) e o que prevaleceu foi a força do colectivo, aqui e ali pincelada com a classe de um João Pinto, de um Figo, de um Rui Costa...

    Da "fornada" de 1989, salientaram-se Fernando Couto, Paulo Sousa e João Vieira Pinto.
    De 1991 destacaram-se Peixe, Jorge Costa, Rui Costa, Figo.

    De onde se conclui que mais de 75% passa ao lado de grandes palcos, grandes clubes.

    Quero porém realçar que estas duas "fornadas" de jogadores que se sagraram campeões mundiais em 1989 e 1991, deram-se a conhecer jogadores que porventura poderiam ter melhor sorte, caso tivesse bons agentes que os representassem bem, como agora há.

    Lembro-se, entre muitos outros, do Paulo Madeira (1989), Valido (1989), Hélio (1989), Capucho (1991), Tozé (1989), Gil (1991), Abel Xavier (1991)...

    ResponderEliminar
  6. O Joao Felipe e mesmo um predestinado ao nivel so mesmo do Joao Cancelo e Oblak falando ao nivel do Seixal tendo a vantagem de jogar na posicao mais valiosa do futebol actual. Na minha opiniao tendo em conta que nem Cervi nem Rafa sao jogadores para algum dia jogarem num clube top 7, era ja vender um e integrar o JF na equipa A.

    ResponderEliminar
  7. FERNANDO PIMENTEL,

    Vamos com calma nessas análises, porque com a idade dele também os Cavaleiro, o Miguel Rosa, Nelson Oliveira, etc.. davam cartas!! a este nível é tudo mais fácil, quando chegam depois a seniores é que veremos o andamento, deixemos o miúdo crescer com calma, sem precipitações, porque caso mantenha o potencial e a performance que todos auguramos, terá muito tempo pela frente!!

    Gonçalo.

    ResponderEliminar
  8. "O Joao Felipe e mesmo um predestinado ao nivel so mesmo do Joao Cancelo "

    A sério?

    " era ja vender um e integrar o JF na equipa A."

    Conseguiste escrever isso sem respirar?

    Nem Joao Cancelo algum dia atingirá o nível actual do Jota, nem este Jota está física e mentalmente preparado para ser lançado " às feras "...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida. Muita gente sem noção a escrever o que não sabe nem tem ideia.
      Para que serve termos técnicos com dezenas de anos de experiência pagos principescamente a trabalhar no clube, quando podíamos ter tantos especialistas da net a intervir no clube?
      Um desperdício de dinheiro!!

      Eliminar
  9. Há jogadores que fazem um bom Mundial/Europeu e depois "desaparecem".
    Um jogador, para se guindar a um patamar de excelência, precisa de continuidade, de regularidade.
    Hoje fazem meia dúzia de jogos bem conseguidos, marcam uns golitos e já são considerados estrelas do futebol Mundial.
    Para miúdos com 16, 17, 18 ou 19 anos, é o pior que lhes pode acontecer é verem as capas dos jornais e lerem que são os melhores do mundo e arredores e que todos os colossos do futebol europeu andam atrás deles.
    Há pouco trabalho mental, o que provoca deslumbramento, ilusão e queda dolorosa quando aterram.
    Tem havido tantos exemplos ultimamente...
    Os clubes também têm a sua quota parte de responsabilidades em muitos dos fiascos a que temos assistido : têm pressa em vender pintos ao preço de galos feitos.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares