O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


19 de março de 2014

A hipocrisia dos novos defensores dos árbitros e da verdade desportiva.

Avatar
 ●  18 comentários  ● 

20 de Novembro de 1988 - 
Apesar da sua avançada idade, Carlos Pinhão é barbaramente agredido em Aveiro, depois de jogo 
Beira Mar-FC Porto, por elementos ligados ao FCP. Processo judicial acabará por ser arquivado por "falta de provas".
No mesmo dia em que Carlos pinhão é agredido, Martins Morim, colega de jornal de Carlos Pinhão, é também alvo da fúria dos adeptos do clube da cidade invicta. Entre os agressores destacava-se Tónio Maluco, conhecido adepto portista. O guarda Abel diz aos jornalistas que «era melhor do que cair por uma ribanceira».

5 de Março de 1989 - 
Eugénio Queirós, jornalista do Correio da Manhã/Record, é agredido no Estádio do Restelo por seguranças de Jorge Nuno Pinto da Costa, que o empurram violentamente para fora do corredor de acesso à cabine do FC Porto. O jornalista ainda apresenta queixa na PJ mas acaba arquivada por "não se conseguir identificar os agressores".

24 de Setembro de 1989 - 
João Freitas, jornalista de A Bola, é agredido barbaramente perto dos balneários do Estádio das Antas. Foi assistido no Hospital de Santo António e identificou Vergílio Jesus e um tal Armando entre os agressores. A queixa foi arquivada porque a estemunha principal, o agente da PSP Oliveira Pinto, disse que não se lembrava de nada.

4 de Outubro de 1990 - 
Na véspera do jogo Portadown-FCPorto, Manuela Freitas do jornal Público foi ameaçada e insultada no 'hall' do hotel por integrantes da comitiva portista.

24 de Outubro de 1990 -
José Saraiva, chefe de redacção do Jornal de Notícias, é agredido à porta de casa por dois indivíduos. O JN tinha publicado uma notícia envolvendo Pinto da Costa no famoso caso "Aveirogate". Nunca chegou a haver queixa judicial.

1990 - 
Santos Neves, jornalista de A Bola, quase que se despista em plena estrada no Porto, por alguém lhe ter desapertado as jantes do carro. Nunca se provou quem foi o autor.

28 de Abril de 1991 - 
Incidentes de violência no FC Porto – Benfica. Um dos clássicos mais quentes de sempre, o FCP recebe o Benfica naquele que é o jogo decisivo do título. O mote é dado logo à chegada da comitiva benfiquista, uma tarja com os dizeres "Ide sofrer como cães"(lembra-vos alguma coisa mais recente?) é pronúncio do que se vem passar a seguir. 

Os jogadores do Benfica foram obrigados a equipar-se nos corredores, pois o balneário tinha sido empestado com um cheiro nauseabundo e tóxico. 

Nesse dia o presidente João Santos e Gaspar Ramos são ameaçados de morte pelo guarda Abel, e a comitiva benfiquista é apedrejada logo desde a saída do hotel. Alheio a estes episódios, o Benfica de Erikson ganha este jogo por 2-0 graças a dois golos de César Brito, consequentemente sagra-se campeão poucas jornadas mais tarde. 
Carlos Valente, o árbitro do clássico - só a muito custo consegue sair do estádio, no meio de insultos e algumas agressões que o deixaram a cambalear. A escolta policial consegue, por fim, retirá-lo do estádio.

1 de Setembro de 1992 -
António Paulino, jornalista do Expresso é agredido à porta do seu jornal na redacção do Porto, segundo o próprio, por Pinto da Costa, o filho e Joaquim Pinheiro. Tudo acontece porque queriam sabem que teria sido o jornalista responsável pela notícia sobre um processo de Alexandre Pinto da Costa.

10 de Março de 1993 - 
Agressões à equipa da RTP (Paulo Martins/Pedro Figueiredo) no relvado nas Antas no final do Porto-Famalicão, o jornalista Paulo Martins está no relvado a tecer os comentários finais a um jogo entre o FC Porto 0-1 Famalicão quando um elemento não identificado do público entrou pelo campo dentro e agride à palmada a equipa da reportagem da RTP. Tudo foi transmitido em directo, toda a gente viu, contudo o jornalista da RTP e a própria RTP não apresentaram queixa à Justiça. As frases de Pedro Figueiredo ficam para a história, «Estou a ser cuspido (...), estão a pôr em causa a minha integridade física»

1993 - 
Pedro Figueiredo, jornalista da RTP1, é agredido no Estádio do Bessa no final de um Boavista-FC Porto. Não houve queixa judicial porque a empresa não autorizou.

11 de Dezembro de 1994 -
Marinho Neves, jornalista da Gazeta dos Desportos e autor do livro sobre corrupção na arbitragem "Golpe de Estádio" é alvo de uma emboscada à porta de casa por dois indivíduos. Processo judicial vem a ser arquivado na PJ do do Porto por "falta de provas", apesar de haver cinco testemunhas que nunca foram ouvidas e de a queixa se fazer acompanhar com uma fotografia dos agressores.

5 de Março de 1995 -
No intervalo de um FC Porto-Benfica, José Pratas, o árbitro do encontro, é insultado e agredido no balneário. Quando volta ao terreno de jogo faz uma arbitragem absolutamente vergonhosa, beneficiando claramente a equipa da casa. O FCPorto vence o jogo por 2-1.

28 de Fevereiro de 1997-
Fernando Mendes, jogador do FC Porto, agride o bombeiro Joaquim Grilo, de serviço no Estádio José Gomes, após um empate a 2 bolas com o Estrela da Amadora.

22 de Março de 1998 - 
O Benfica joga em Guimarães, para o campeonato, e o seu autocarro é apedrejado à passagem pela cidade do Porto por supostos adeptos portistas.

Junho - 
Dia de FC Porto - Benfica em Hóquei em Patins, o Benfica sagra-se campeão nacional e os adeptos do Benfica invadem o ringue para festejar, Paulo Alves, então defesa azul-e-branco, agride um jovem na cabeça, deixando-o gravemente ferido.

20 de Setembro de 2000 - 
Matt Fish, jogador de Basquetebol, é agredido por nove ou dez indivíduos nos escritórios da secção de Basquetebol do FCP. A agressão foi orquestrada e presenciada pelos dirigentes Fernando Gomes e Fernando Assunção.

30 de Outubro de 2000 - 
O FC Barcelona sagra-se campeão europeu de Hóquei em Patins no Pavilhão das Antas, no final da partida, regista-se uma invasão de campo por parte dos adeptos portistas e registam-se algumas agressões, com o ministro da administração interna de então, Fernando Gomes, a assistir da bancada.

25 de Janeiro de 2005 - 
Ricardo Bexiga, vereador do PS da Câmara Municipal de Gondomar é violentamente agredido no Parque de Estacionamento por dois indivíduos encapuzados, contratados pela ex-namorada de Jorge Nuno Pinto da Costa, Carolina Salgado.

6 de Abril de 2006 - 
Carolina Salgado, ex-companheira de Pinto da Costa, é agredida por Pinto da Costa e dois indivíduos. Acaba por acusar Pinto da Costa, o seu motorista e um segurança de a terem agredido a pontapé na casa da Madalena, bem como à irmã grávida na altura. O motorista retirou um faqueiro da casa e ameaçou que lhe espetava uma chave num olho. Foram observadas no Hospital Santo Silva e apresentaram queixa na GNR.

27 de Janeiro de 2008 - 
«Autocarro encarnado fugiu a emboscada. [no regresso de Guimarães]» - Jornal A Bola, 27 de Janeiro de 2008.

25 de Fevereiro de 2008 - 
Após sair dos estúdios da SIC em carnaxide, o jornalista Rui Santos é atacado por 3 indivíduos encapuçados e armados com barrotes. O caso foi abafado quando se percebeu a quem os indivíduos estavam ligados. Após este acontecimento, Rui Santos não mais voltou a falar de algumas questões que tinha levantado sobre a questão financeira da SAD do Futebol Clube do Porto.

8 de Abril de 2008 - 
Paulo Assunção foi abordado por 5 indivíduos que lhe disseram «... se não renovas até quarta-feira levas um tiro no joelho».

21 de Dezembro de 2008 -
O motorista da Liga, incumbido de acompanhar e conduzir os quatro integrantes da equipa de arbitragem - estava à porta do seu automóvel quando foi agredido por Rui Carvalho, assessor de imprensa do FC Porto. No mesmo dia vários jogadores e técnicos do Marítimo são agredidos no túnel de acesso aos balneários.

7 de Março de 2009 - 
João Pedro Silva, jornalista da RTP, após entrevistar Jesualdo Ferreira, foi abordado pelo funcionário do FC Porto (e seu ex-colega da RTP) Rui cerqueira, que o acusou de fazer "perguntas encomendadas" e lhe disse, em frente a várias testemunhas: «és um filho da puta, um bardamerdas, és muito pequeno para mim».

1 de Maio de 2010 - 
O autocarro do Benfica foi apedrejado na chegada ao Porto, na véspera do Clássico.

2 de Maio de 2010 - 
Na madrugada do dia de Clássico FC Porto - Benfica, a Casa do Benfica de Gaia é vandalizada.
No percurso para o Estádio do Dragão, o autocarro do Benfica viria a sofrer novo ataque com pedras e bolas de golfe, uma das quais por sorte não fere Pablo Aimar com maior gravidade.

7  de Novembro de 2010 - 
Autocarro do Benfica é atingido por pedras e bolas de golfe no trajecto para o Estádio do dragão. Vidro da frente fica partido.

2 de Fevereiro de 2011 -
Em vésperas de Clássico FC Porto - Benfica, a contar para as meias finais da Taça de Portugal, a Casa do Benfica em Gaia foi mais uma vez vandalizada, desta feita às 4 da manhã do dia do jogo.
Depois do Clássico FC Porto - Benfica, jogo que o Benfica venceria por 2-0, a viatura encarnada é apedrejada já na A1, antes das portagens do Grijó, no regresso a Lisboa. Um vidro partido, entre outros danos.

21 de Março de 2011 - 
No regresso da deslocação à Mata Real, o carro onde Luís Filipe Vieira seguia foi atingido por um saco de pedras, ferindo o presidente encarnado e o motorista, na face e mão esquerda. O veículo seguia pela autoestrada que une Paços de Ferreira ao Porto quando foi atingido.

2 e 3 de Abril de 2011 - 
Várias Casas do Benfica vandalizadas.

27 de Novembro de 2011 - 
O presidente do FC Porto Pinto da Costa insulta um jornalista da TVI no final do jogo entre o FC Porto e o Sp. Braga, no Dragão. Tudo sucedeu numa zona do Estádio do Dragão vedada ao público. De acordo com testemunhas, o jornalista Valdemar Duarte, que narrou a partida em directo, foi confrontado por Pinto da Costa depois de descer da tribuna de imprensa. Nessa altura, o presidente portista, rodeado por elementos do clube, insultou o jornalista. Um pouco depois, uma das pessoas que acompanhavam Pinto da Costa agrediu Valdemar Duarte. Mais à frente, junto à entrada da sala de imprensa do Estádio do Dragão, seguranças ameaçaram fisicamente o jornalista, pressionando-o para que abandonasse de imediato as instalações. As ocorrências foram comunicadas a elementos da Polícia de Segurança Pública em serviço no Estádio.

5 de Abril de 2012 - 
A poucos dias do dérbi em Alvalade, as Casas do Benfica de Quarteira, Faro e São Brás de Alportel são alvo de atos de vandalismo na madrugada, em Quarteira, a fachada foi pintada de verde e em São Brás de Alportel foram cortadas as bandeiras do clube.

27 de Fevereiro de 2013 - 
O autocarro do Benfica é mais uma vez apedrejado, desta feita à saída de Braga, depois do jogo no Axa a contar para as meias-finais da Taça da Liga, do qual os encarnados foram eliminados. Vários blocos de cimento foram arremessados na direção do veículo, que seguia numa das variantes que dão acesso à saída da cidade, partindo um vidro partido numa zona lateral a meio do autocarro onde felizmente não seguia ninguém.

------------------------------------------------------------------

Apesar de muito longo, este post visa lembrar a alguns e dar a conhecer a muitos o porquê de o FC Porto e o 'seu' sistema serem o principal alvo a denunciar e a abater no futebol português.

É este FC Porto que vem acusar outros de coação?!?

É altura de os principais responsáveis do futebol português, os dirigentes, passarem a ser o melhor exemplo do combate à violência e à batota.

É hora de termos um futebol livre do que está relatado acima.  Ninguém pode vir pedir um 'Basta' se não o fizer através de uma revolução firme e exigente, mas apenas nas instituições.

Não exijam responsabilidades se omitirem as vossas. Querem um futebol limpo? 
Então mudem os dirigentes bafientos do passado!

Eu apelo ao Presidente do Sport Lisboa e Benfica para o fazer já. Aproveite a tentativa de golpe na Liga de Clubes para assumir uma candidatura alternativa, com gente nova. 
Mobilize e una em torno dessa candidatura todos os verdadeiramente interessados numa mudança.

Todos os que queiram participar terão de estar ao mesmo nível de envolvimento. Todos deverão ter igual participação e decisão. 

Não quero substituir este sistema podre por um em que seja o Benfica o beneficiado.
Quero um em que todos sejam tratados da mesma forma e estejam sujeitos à mesma sorte. 

Mais uma vez insisto: Benfica e Sporting têm que estar na linha da frente desta mudança.

E tu? Apelas ao presidente do teu clube?

(fonte e mais informações da história da corrupção aqui)

18 comentários blogger

  1. Grande post! Eu também quero o mesmo que tu
    "Não quero substituir este sistema podre por um em que seja o Benfica o beneficiado.
    Quero um em que todos sejam tratados da mesma forma e estejam sujeitos à mesma sorte. "

    Parece-me é que o presidente do sporting quer um sistema que o beneficie ao clube dele!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não acreditaria tanto nisso. Parece-me mais que BdC terá é que decidir quais os conselhos a que vai dar mais atenção. É que tem num ouvido uma tendência e noutro outra.

      A que ele escolher vai marcar o futuro do Sporting. Isso garanto-te.
      A mim, o que me interessa é que nas alturas próprias todos os agentes do futebol possam entender que sem um futebol limpo e apenas sujeito aos acasos normais, este desporto não tem futuro entre as pessoas de bem. Ficará reservado aos acéfalos, atrasados mentais e marginais.

      Eliminar
  2. Alma Encarnada19 março, 2014 09:45

    Bom dia

    Aquilo que você pretende é um futebol limpo de esquemas e mentiras, que é o que qualquer pessoa de bem quer. Mas no nosso futebol, face à laia de dirigentes que temos, é quase impossivel isso suceder. O que querem é ganhar a todo o custo, seja como for.
    O melhor exemplo de momento é apreciar a honestidade intelectual do pseudo arauto da verdade desportiva, o voz de eco presidente dos lagartos, e as sua intervenções baseadas numa estratégia de ruido e guerrilha em que prevalece a mentira dita até à exaustão como forma de a transformar em verdade, para estarmos conversados sobre o que nos espera.
    Já cá ando há muito e tenho para mim que a melhor forma do Benfica contribuir para não ser comido é ganhar, ganhar e ganhar, sem batota, porque os derrotados gostam de bajular os vencedores.
    Por outro lado, lê-se, vê-se e escuta-se a comunicação social e conclui-se que a eles não interessa a paz e a tal verdade desportiva, seja lá isso o que for. O que eles querem é que haja merdas e quando não as há fabricam-nas, empolam-nas e manipulam o que lhes dá jeito. Basta ver hoje a capa do record para estarmos conversados. A estes, a resposta deveria ser ficarem a braços com a devolução de milhares e milhares de exemplares, por falta de quem os compre, talvez aí, com as calças na mão, passassem a ser mais sérios.

    Cumprimentos Benfiquistas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da minha parte, não compro um jornal desportivo há séculos. Gosto de ler as opiniões dos outros e isso seria a única razão pela qual os compraria. No entanto, quando assisto ao saneamento que muitos benfiquistas sofreram n'A BOLA, por exemplo, não posso comprar um jornal para ler o MST ou o RM.

      O que temos de fazer é de uma vez por todas termos dirigentes que jogam em 2 tabuleiros. No caso do Benfica, tem sido o grande problema. Damásio foi um caso perfeito disso.

      Daí e indo novamente ao encontro do que escreves, a classe dirigente tem que ser renovada. Como em tudo na vida. E sem essa renovação profunda, nada mudará.

      Eliminar
    2. Tens um mamar tão doce :)

      Eliminar
  3. Mostrem isto aos comentadores do benfica na televisão ( João Gobern, Fernando Seara, e Rui gomes da silva) gostava de ver a cara dos comentadores do porto e as desculpas que eles inventavam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles sabem tanto ou mais do que está aqui escrito.

      Eliminar
  4. Meus amigos RESERVADO??? Tenham lá calma e mais humildade não chegou o ano passado para aprenderem a lição? Continuem...
    Desculpa desviar do tema!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Pedro, entendo mas discordo. Mediante o futebol e capacidade da equipa, não se aceita outro resultado que não a vitória. Ontem colocamos um post sobre a tarja reservado. Quando puderes comenta lá, sff.

      Eliminar
  5. isto sim é um contributo de indelevel valor em prol do Benfica e da verdade desportiva. Faz tempo que nao lia aqui um artigo de denuncia e memoria que nao.fosse apenas contra benfiquistas. É temoo de nos.deixarmos de golpes de estado e nos unirmos em vilta dos nossos que sao aqueles que defendem o nosso clube. Parabéns ao autor destas memórias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ATF, agradeço as tuas simpáticas palavras.

      Mas quero dizer-te isto: aqui não se fazem posts contra benfiquistas. Na pior das hipóteses, fazemos posts a criticar pessoas que no momento estão no Benfica.

      Benfiquistas somos eu e tu. E tantos outros milhões. Aqueles não são adeptos. São profissionais muito bem pagos e que têm de render consoante o que auferem. Daí que o grau de exigiência, por ser o Benfica e pelo que ganham, ter que ser elevadíssimo.

      Eliminar
    2. Discordo. Benfiquistas para mim são os adeptos que defendem o Benfica, faça chuva ou faça vento. Os outros que se dizem adeptos e criticam sem critério apenas por interesses próprios ou deficiência mental não são benfiquistas.

      Eliminar
  6. A estratégia do Bruno de Carvalho é dividir para reinar. Foi a estratégia de Pinto da Costa há vários anos atrás. Como tal, esta será uma luta para ser travada pelo Benfica e por si só. Acredito que haja alguns clubes que se queiram aliar a nós, mas a sua maioria está ao lado do poder instituído e esse pertence a Pinto da Costa. Os clubes "mais pequenos" que pensem e que olhem para o passado. Não me parece que as parcerias com o Porto lhes tenham sido realmente benéficas. Que o digam o Guimarães e o Paços de Ferreira....
    E não me parece que esetjamos no caminho certo ao apoiarmos gajos como o Nando....
    Cumps.

    ResponderEliminar
  7. Como os corruptos já nos andam a acusar, nos comentários a este e outros blogues da gloriosoesfera, convém lembrar que, no ano passado, um adepto do Braga morreu atropelado quando fugia dos super-dragays, contando com a incúria/conivência da PSP, que deixou que o autocarro em que seguiam tivesse parado na via rápida. Caso abafado pela comunicação social: não houve estrondo em jornais ou telejornais, e os brácaros corruptos ainda os protegeram. Não evitaram que os moradores do bairro do falecido tivessem elaborado um comunicado em que explicavam toda a situação.

    ResponderEliminar
  8. Shadows parabens pelo excelente post...o que citas eu ao longo dos tempos fui assistindo a essa podridao feita pelo fcp ate ao ano de 1969 altura em que saio do pais...em 1966 ou 1967 assisti uma vez a um jogo entre o fcp salvo erro,com o Estrela Vermelha de Belgrado(para a Taca das Cidades com Feiras)(ainda se usava almofadas para a malta se poder sentar pois os assentos era de cimento e claro frio...acontece que o jogo correu mal ao fcp salvo erro empataram 1a1(ja foi ha muitos anos)e o arbitro estrangeiro(estes na altura,ainda nao conseguiam controlar)para eles o arbitro foi o culpado)antes de acabar o jogo os adeptos portistas como prova de reprovacao ha arbitragem,comecou a voar pelo estadio centenas de almofadas em direcao ao campo que mais pareciam discos voadores...outra vez fui ver um fcp/SLB com tres amigos la da terra,claro estavamos juntos e sem aderecos ao nosso SLB porque ja nessa altura ja era perigoso os benfiquistas se manifestarem acontece que ao nosso lado estava um casal ela benfiquista ele portista...acontece que quando o SLB marca um golo a rapariga salta de alegria pelo golo marcado e qual nao e o nosso espanto ve o tipo lhe mandar ca uma grande bofetada ficando-lhe os dedos marcados na cara...claro que a moca chorou ostensivamente...nos so aplaudimos o golo e a malta que estava ao nosso lado olharam-nos com olhos de poucos amigos...nos devagarinho la fomos saindo do local...como se ve ja nesse tempo ja era perigoso ver jogos do SLB no porto...
    por isso tudo que contas neste post e do conhecimento da maioria dos benfiquistas...
    Um abraco
    Antonio Macedo

    ResponderEliminar
  9. Espectacular Post !!!
    Cronologicamente como deve ser. Lembrar a alguns,mas principalmente usando a pedagogia para informar os mais novos.
    A falta de valores morais no nosso desporto até poderá ser reflexo de uma ditadura. Os anos oitenta aumentaram o "cooperativismo" do passado. Das lutas sindicais até ao "poder de quem o tem", ou seja o poder dos Milhões. O nosso quintal desportivo continuou a ser um veiculo de promoção, quer pessoal, quer do poder politico. Assim aquela coisa do "medo" continuou de forma impune a construir novos Impérios. "Rabos de palha" nos locais das decisões, aqueles lugares das eleições não faltam em todos os quadrantes deste Portugal.
    No que ao futebol diz respeito, este imbecil assistiu desde as guerras dos homens do futebol à entrada dos novos doutores.Choque de gerações com pessoas formadas sem terem sido jogadores da modalidade. Mou será um exemplo, assim com o queiroz ou jesualdo. Mas no que diz respeito ás leis do futebol os vários poderes políticos, os vários governos nunca tiveram "mão firme" num sistema desportivo para este país. E caiu sempre nas Instituições desportivas o desenvolvimento da pratica desportiva e principalmente as "linhas por onde se cosiam as leis". Ficaram criadas as condições, utilizando os "rabos de palha" e os negócios para se instalar um poder no futebol português. Desde a violência ao viciar das decisões, já vão para 33 anos que se começou a distribuir "FRUTA",
    O também 33.º, é o Presimente do Futebol Clube do Porco desde 1982 com um golpe em noite europeia. Para além da fruta dá ouro e politicamente foi um estratega, minou desde políticos, aos agentes dos clubes adversários. Quando entrou o ivic ou o rei artur até se poderia aceitar( eu não aceitei;), mas o passado do nosso 33º presimente de braço dado com o velho corrupto quando introduziu o veiga de forma tão visível deu aquilo que eles mais queriam. Para além de adiar a mudanças profundas ainda se dá apoio ao nando das farturas suceder um madaíl (psd) surgido da negociação do totonegócio.
    Na vossa sondagem procuram uma solução. Este imbecil sabe que tem que passar por "todos acima". Mas enquanto os adeptos não tiverem a consciência que são eles é que pagam a ganancia dos homens, e que são eles os "usados",muita vezes gozados pela emoção do desporto isto não vai lá. Anonimamente as massas são propagandas e têm memoria curta. Dão-se rebuçados e as pessoas acreditam.
    Numa das datas que referes este imbecil demorou 7 horas para por-se a caminho da Capital. Foi no dia 28 de abril de 1991. O Homem da serra tinha espetado 2 no galinheiro deles. Tive que correr muito e foi uma excursão de portistas de Alcântara que me abrigaram numa primeira fase ;) Gratos aqueles amigos da outra cor, o meu grupo perseguido e agredido saiu para os lados de braga (ainda era amiga;).
    Mais relatos te poderia mencionar desse dia, mas aquilo que transmiti ao longo dos anos, após esse dia em que também o jorge perestrelo foi pontapeado naquele antro foi que se não houver um poder politico de medidas firmes isto nunca mudaria. Até digo que só quando morrer um dirigente ou arbitro às mãos de um "atrasado mental" da massa anónima é que vai haver desportivismo.

    nota: há pessoas boas e más em todos os clubes, agora sadicamente o gosto pelos Milhões é tanto que o bandido com mais amor pelo clube ganha. E assim tem sido, o velho corrupto até têm envenenado os adversários, minando-os com agentes profissionais. desde 1982 que os 2 primeiros classificados não eram os da Capital;)

    Vivas ao eterno Benfica. que os homens passam...

    B T T

    ResponderEliminar
  10. Shadows tudo o que tens aqui é verdade, mas infelizmente os adeptos do Benfica enveredaram pelo mesmo caminho, logo a nossa moral tambem não é muita, era muita se tivessemos trilhado outro caminho, mas os nossos adeptos acham que têm que responder à anormalidade com tanta anormalidade ou mais, e isso leva voluntariamente ou involuntariamente a situações complicadas e até de mortes.
    Continuo a dizer o problema do Benfica não ganhar nos ultimos 20 anos, não são 30 são 20, tem mais a ver com incompetencia, más decisões e má estrategia desportiva do que propriamente com o sistema, se fosse por causa do sistema de 1980 até 1994 o Benfica não teria ganho aquilo que ganhou, mas é a minha opinião, de alguem já distanciado do futebol e deste gente que gravita à sua volta

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking