O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Sven Goran Eriksson sem papas na língua.

Avatar
 ●  9 comentários  ● 

A primeira passagem pelo Benfica:

"Na última época em Gotemburgo, 1981/82, Eriksson ganhou tudo: campeonato, Taça e Taça UEFA. E então apareceu o Benfica. Ele diz que aceitou de imediato e relata a chegada a Lisboa, com centenas de pessoas no aeroporto. «Pensei que estavam ali à espera de um primeiro-ministro ou outro alto-dignitário, mas estavam à minha espera.» Depois, conta como foi conduzido direto à sala de troféus da Luz: «Estava a abarrotar de taças. Nunca tinha visto nada tão impressionante. Foi quando percebi o que esperavam de mim no Benfica. Calculo que tenha sido essa a razão por que me mostraram aquela sala.»

Depois, recorda como Fernando Martins teve dificuldades em impor o seu nome num «clube muito conservador» como o Benfica, e como foi ganhar para a Luz «quatro ou cinco vezes mais» do que ganhava na Suécia. Conta como ficou «chocado» quando chegou ao treino e percebeu que a equipa tinha 45 jogadores. Fala de um clube que tinha «estagnado» e que precisava de uma «revolução», e explica como escolheu Toni para adjunto porque sentiu logo empatia com o antigo jogador.

As recordações misturam a paixão da família por Portugal e os grandes jogos europeus. A final da Taça UEFA perdida para o Anderlecht em 1983 - «a minha primeira grande derrota» - e a eliminação com o Liverpool na Taça dos Campeões na época seguinte, quando começou a pensar se «teria chegado ao limite com o Benfica»".

Benfica, a segunda vez:

"A Fiorentina era pequena de mais para ambição de Eriksson e por isso, quando voltou a aparecer o Benfica, com a Taça dos Campeões como meta, ele voltou. Para um futebol diferente, diz. «Durante os cinco anos que tinha estado fora de Portugal, o futebol lá tinha-se tornado mais sujo, mais corrupto. Havia muitos escândalos e havia sempre conversas sobre árbitros. O Porto tinha-se tornado muito mais poderoso.»

O segundo período no Benfica inclui um relato detalhado da visita às Antas no famoso campeonato de 1991 decidido por César Brito, «um jogador periférico de que ninguém voltaria a ouvir falar». «Quando chegámos ao balneário, estava trancado. Pedi aos seguranças para o abrirem, mas eles ignoraram-me por completo. Pinto da Costa, o presidente do FC Porto e o homem mais poderoso do futebol português na altura, apareceu, a dizer que de acordo com as regras, o balneário dos visitantes só tinha que estar disponível uma hora antes do jogo. ‘Respeito muito o senhor Eriksson como pessoa’, disse. ‘Mas guerra é guerra.’»

«Quando o balneário foi finalmente aberto», continua o livro, «descobrimos que tinha sido pulverizado com um químico qualquer que tornava impossível respirar. Os nossos jogadores tiveram que se equipar no átrio, cá fora. Perguntei a um funcionário do Porto se podíamos pelo menos ter acesso ao relvado, mas as ordens de Da Costa eram que a equipa visitante só podia subir ao relvado meia hora antes do pontapé de saída. Quando subimos para o campo, o relvado estava tão molhado que dificilmente conseguíamos fazer um passe, e as linhas tinham sido redesenhadas para tornar o campo mais pequeno. O nosso banco tinha sido colocado quase em linha com a área de penálti, e preso de forma que era impossível movê-lo.»

Veio a terceira época no Benfica, que «foi um pesadelo». Eriksson diz que foi Gaspar Ramos quem o convenceu a ficar mais essa temporada, o que «foi um erro». Conta como conheceu nessa altura Pini Zahavi, até hoje um dos empresários com mais peso no futebol mundial e com quem manteve relações desde então, e lhe comprou Yuran e Kulkov. «Tínhamos dois jovens médios, Rui Costa e Paulo Sousa, que se estreavam na primeira equipa, mas éramos fracos na frente e não sei como consegui montar uma defesa. Os reforços russos nunca se adaptaram.» Yuran «gostava da boa vida, mas não estava habituado ao dinheiro; não confiava no banco e guardava o dinheiro no colchão»". - MaisFutebol.



9 comentários blogger

  1. Ao menos sabes as razoes da guerra que o Pinto da Costa falou? ou não interessa? Antes disso o Porto com PdC mantinha boas relações. O problema para vcs é que PdC era mais que um presidente, era adepto ferrenho, mas muito inteligente, e não se ia subjugar ao "grande" benfica como tinha sido até essa altura. Vosso clube comprou a guerra na altura. qt ao resto é só demonstrativo das vossas reais razoes do inicio de vossa decadencia que nada tem haver com "sistemas" que existiam mas quem mais beneficiava era o mais poderoso, o vosso clube. PdC conseguiu inverter esse sistema mais ao seu favor, mas nunca deixou de vós beneficiar tb, ao contrario daquilo que vcs julgam que fazem creer. é uma questao de honestidade e inteligencia moral que me leva a falar assim e admitir certos factos, e vos impede a vcs que optaram pelo lado da hipocresia. qts vezes vcs ganharam ao Porto estes ultimos 5 anos? e acham vcs que sao melhores e seriam justos campeoes? sem conseguirem nos ganhar uma? lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves estar sob o efeito de algum alocinógenico! Queres ver que o porto e o seu pdc venceu todo com jogo limpo. Recorda só que apesar de tudo esse clube azul foi condenado por corrupção desportiva. As evidências eram tantas que foi impossível evitarem isso. Claro que não vos aconteceu nada, mas isso já era querer muito.

      Eliminar
    2. Ó adorador de corruptos vai pregar as tuas sabujices para outra freguesia,o porko senil não é mais do que um vulgar criminoso protegido por políticos e agentes da injustiça corruptos como ele o resto é conversa de alterne a que tão bem estais habituado.

      Eliminar
    3. Corrupto nem palavras bem escritas e com todos os acentos conseguem fazer esquecer o que foi o sistema e a corrupção do teu clube nestes ultimos 30 anos desde a ascenção desse verme do desporto e da sociedade Portuguesa em geral chamado pinto da costa no tempo do Koeman ganhamo-vos duas vezes no campeonato e não fomos mesmo assim Campeões, isto responde á tua afirmação final, o Youtube não mente é como o algodão está lá tudo escarrapachadinho e mesmo assim voces continuam a negar todas essas evidencias, se tivesses vergonha nem vinhas a um blog de Benfiquistas, olha eu nunca cliquei num unico blog ou site corrupto.

      Eliminar
    4. Este comentário do IGNORANTE adepto do Fruta Corrupção do Porto, demonstra bem o porquê dos PORTISTAS ACÉFALOS FILHOS DA FRUTA não terem problemas de consciência de aceitar que o CRIMINOSO PINTO DA COSTA, cúspide na história do FCP e na memória do seu fundador, ao aceitar que fosse inventada uma outra data de fundação e um outro fundador. Assim foi criado o FRUTA CORRUPÇÃO DO PORTO, com sede na FRUTARIA DA MADALENA.

      Anti-Portista Acéfalos Filhos da Fruta

      Eliminar
  2. . PdC conseguiu inverter esse sistema mais ao seu favor, mas nunca deixou de vós beneficiar tb, ao contrario daquilo que vcs julgam que fazem creer. é uma questao de honestidade e inteligencia moral que me leva a falar assim e admitir certos factos, VL lecomo ves nao isso que eu disse, eu admito que fez uso do tal "sistema", mas nao foi inventado por ele, ja existia e ele, uma especie de BdC hoje, mas ainda mais lutador e inteligente virou o jogo a seu favor, em vez de se subjugar ao poder centralizado dos de lisboa. pq acham que se fala hoje em uniao dos 2 de lisboa? Qt ao resto... cegos pela mentira agradavel, ignorancia, ingenuidade e desonestidade. como se os tais mais poderosos(tal como vcs se assumem ate aos anos 90) nao tivessem benecios e maior influencia. sempre foi assim em toda a sociedade e continuara a ser neste modelo social. ia ser ofutebol diferente nao? e mais com os vicios sociais inerentemente enraizadas na portuguesa. areia para os olhos consegue o vosso orelhudo para com vcs, nao as vossas estorias demagogicas para conosco,

    ResponderEliminar
  3. Oh! corruptos, vocês não tenhem vergonha na cara!!
    Se a tivessem nem entravam nos blogues benfiquistas!! Eu nunca entrei, nem nunca entrarei!
    Querem o quê? Atenção! Por mim eu vos ignoro completamente!O Clube que eu amo me chega e
    me basta, já vocês andam sempre a mendigar a atenção dos outros. Que pena! Mesmo com todas
    as vossas roubalheiras não se sentem satisfeitos, é muito triste!
    Já agora ,não é com roubos escandalozos que vocês crescem, antes pelo contrário cada vez mais se afundam
    mais na vossa imundíce!

    ResponderEliminar
  4. "areia para os olhos consegue o vosso orelhudo para com vcs"

    La nisso tens razâo...

    ResponderEliminar
  5. tens a dignidade moral de um escaravelho, ve-se pela tua educaçao!! de resto ninguem mendiga nada, assim como vcs tentam defender a vossa verdade acreditem nela ou nao, nós portistas também defendemos a nossa verdade!!! e tu não és ninguem para impedir ou sequer apelar que assim nao seja, caso contrario, estavaas bem era a viver na coreia do norte!!!! so demonstram a vossa atradez, eu, falando por mim, apenas sinto rivalidade e amo meu clube, o que for além disso é de retrogado, como tu fazes aqui exemplo.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking