O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 18 de junho de 2013

A Estrutura do SLBenfica na visão do NGB

 ●  10 comentários  ● 


... Não sei se será na visão da equipa do blog NGB, ou apenas na minha, mas penso que depois dos últimos tópicos sobre este tema, é de fundamental justiça dar a minha opinião sobre a "renovação/remodelação" que foi feita.

Antes disso, deixar-vos aqui novamente o que escrevi neste contexto:





Recordei estes tópicos porque, ao contrário de muitos que escrevem por aí, não gosto especialmente de aparecer nos bons momentos a dar palmadinhas nas costas, mas pelo contrário gosto de ajudar a melhorar as coisas que estão menos bem. Para os bons momentos há muitos que gostam de aparecer...

Voltando à questão da dita "Estrutura". Quem teve oportunidade de ler estes tópicos percebeu que não sou minimamente favorável a uma estrutura presidencialista de disponibilidade limitada, como também não concordo que o Director Geral tenha poderes limitados pelo humor e disponibilidade do Presidente.

Advoguei, nestes últimos anos (e posso ir procurar os tópicos que fui escrevendo há mais de dois anos dando conta disso) que o maior problema do SLBenfica é mesmo a falta de uma estrutura competente de apoio ao futebol em particular, mas ao clube em geral.

Este tópico é unicamente baseado nas notícias que estão agora a surgir e coincidentes em si mesmas no conteúdo. Ou seja, aparecem agora as noticias já mais consolidadas que a renovação é feita nessa mesma estrutura e tem acima de tudo cinco rostos fundamentais:

- O Presidente, Luis Filipe Vieira
- O Treinador, Jorge Jesus
- O Director Geral, Lourenço Coelho
- O Administrador, Rui Costa
- O Director do Caixa Futebol Campus, Armando Jorge Carneiro

O primeiro, segundo vai sendo informado por diferentes orgãos de comunicação social, irá estar mais presente no dia a dia da equipa, que será acompanhado a plenos poderes por Lourenço Coelho. Ora, se isto é o que referi no tópico Carta Aberta ao Presidente do Sport Lisboa e Benfica de que o Presidente deveria estar mais dedicado ao clube, mesmo que isso representasse ser remunerado... Fico feliz que aconteça - e não me desperta especial carinho que o faça sem ser remunerado. Entendo que o deve ser, não enquanto Presidente do Clube, mas enquanto Presidente da SAD, e muito em função dos resultados desportivos do Clube.

Outra nota para o que também defendi nesse mesmo tópico, mas também no Dispensas na Luz (continuação), que o Director Geral deve ter plenos poderes para gerir todo o dia a dia do futebol profissional e todos os departamentos que o lidam com o mesmo (médicos, jogadores, etc. disciplina, autoridade, etc.). Esse mesmo indicador está bem claro no que escreve hoje o Record sobre as novas funções de Lourenço Coelho. Mais uma excelente notícia.

No que diz respeito à escolha em si, de Lourenço Coelho, para o cargo, não foi o nome que identifiquei, mas como já aqui muitas vezes escrevi, não me prendo a nomes. Não queria que fosse a pessoa A ou B. Tinha a minha perspectiva baseada no conhecimento externo do SLBenfica, mas reconheço em Lourenço Coelho, como muitas vezes já o escrevi, uma enormíssima competência, benfiquismo e muito know-how que estava efectivamente desaproveitado ao ser "abafado" pelo inerte do António Carraça.

Duas pequenas notas para o cargo, ou melhor para os poderes do Lourenço Coelho: 

- 1) Entendo que o Jorge Jesus deveria reportar ao Lourenço Coelho e não ao Presidente, sendo o Lourenço a única figura de acesso directo ao Presidente em termos de reporting hierárquico - desta forma evitar-se-iam "bypasses" ao Director Geral e, consequentes situações de conflito interno. 
- 2) Outra área que deveria estar sob a alçada do Lourenço Coelho - não sei se estará ou não - é a Comunicação do futebol. De uma vez por todas que saia da responsabilidade do João Gabriel e que passe a ficar na directa responsabilidade do Director Geral - acabem-se com os comunicados e passe a haver maior acção e discurso directo.

O treinador Jorge Jesus mantem toda a sua área de influencia e vê agora alargada a sua acção à equipa B, onde foi colocado um treinador "menos credenciado" (Helder Cristóvão) e que aceita assim ficar na sombra da acção de Jorge Jesus. Não sei se concordo com esta perspectiva, entendo que o treinador do SLBenfica deveria estar focado naquilo que faz dele dos melhores da Europa: TREINAR e ORIENTAR a equipa. Só isso!

Por outro lado, o facto de se manter a reportar directamente ao Presidente e agora a equipa B ter também o Armando Jorge Carneiro como responsável máximo... deixa-me bastante desconfortável em relação a um factor importantíssimo numa organização: RESPONSABILIDADE!

Ora, Jorge Jesus reporta ao Presidente e intervem na equipa A e B. Lourenço Coelho, reporta ao Presidente e tem plenos poderes em todos os dossiers menos na componente técnica e estratégica (que fica a cargo do Presidente e o treinador). Logo aqui há lenha para haver lume. O Lourenço a gerir o futebol de uma forma e depois o Presidente e o Jesus a fazerem determinadas coisas à sua maneira... tem tudo para correr mal.

O mesmo com a equipa B, onde aí o caso ainda fica mais complexo, pois a tudo o que acima se escreveu... ainda se junta.... Armando Carneiro. Que salada russa! Ou alguém faz muito pouco em certas componentes, ou se todos exercerem o respectivo cargo, vai dar granel.

Mas tudo isto a fazer fé no que está escrito sobre a reorganização da estrutura directiva do SLBenfica. Obviamente que nada disto deve ser clarificado pelo SLBenfica, era o que faltava... Não devemos esperar que ninguém no SLBenfica venha dizer quem faz o quê, nem quem reporta a quem. Esse assunto só diz respeito ao foro interno do Clube.

Por fim, Rui Costa. Um pseudo-alargamento de funções! Continuo sem perceber o que faz no SLBenfica ou que fará. Novamente, ninguém tem que o clarificar, nem eu tenho que perceber.

Factualmente é Administrador da SAD, foi um dia anunciado como responsável por todo o futebol do SLBenfica e Director Desportivo, cargo que "perdeu" há três anos para no ano passado ser dado a conhecer alegadamente como responsável por toda a prospecção do SLBenfica.

Contudo, nunca aparece a apresentar os jogadores que a dita "prospecção" descobre, como terá sido o caso dos sérvios do SLBenfica... mas aparece nos sorteios dos jogos e nas assinaturas de contratados de jogadores de segunda linha, como foi o caso do Mitrovic - e só mesmo porque o jogador mandou a foto para o Twitter, porque nem oficial foi.

No mínimo, é estranho!

Agora, é dado como tenho "via verde" de acesso aos treinadores de todos os escalões... e acompanhar de perto todos os jogadores profissionais do clube e os emprestados.

Ora isto parece-me uma boa medida, mas que me levanta duas dúvidas:

1) Um Administrador da SAD a fazer/coordenar relatórios de prospecção?
2) Um Administrador da SAD responsável pelo acompanhamento dos jogadores? Então que raio faz o Director Geral?
3) Um Administrador da SAD com acesso ao treinadores de todos os escalões? Então e como fica o Jorge Jesus e o tal "modelo de uniformização táctico e de treino"?

Isto tudo para dizer:

- Fico contente pelo redesenho e correcções, mas entendo que há aqui questões que potencialmente podem não correr da melhor maneira.

Uma organização que se preze tem que ter uma estrutura de responsabilidades muito bem definida, e as mesmas têm que ser estanques. Ou seja, no que é responsável um colaborador/profissional, não o é outro... Por outro lado, o líder da organização não pode ser o único responsável por tudo, suportado em meros executantes.

A fazer fé nas noticias coincidentes em diferentes orgãos de comunicação social. entendo portanto que há conflitos de responsabilidade na nova estrutura que, a serem uma realidade, deveriam ser corrigidos antes de se arrancar para um novo ciclo de liderança. E esses conflitos não podem ser minimizados naquela velha máxima de "o Presidente é que manda e nesses casos impõe-se a máxima presidencial". Errado! Isso não pode acontecer e se assim for, vai novamente e mais uma vez correr mal.

Temos tudo para que corra bem... não fiquemos reféns dos desejos de alguns, colocando em causa o bom trabalho de todos.


Entretanto, para finalizar, sobre o triste e vergonhoso episódio do Comunicado de ontem, depois retirado sem sequer um pedido de desculpas pela forma (não pelo conteúdo, ainda eu discorde desta "onda de comunicados"), e sobre o lamentável comportamento do Presidente da mesa da AG na passada semana... não vejo outro caminho que não seja haver consequências efectivas para os respectivos responsáveis por estas duas situações. Não só porque os sócios merecem que assim seja, como também para dar um sinal claro aos demais que fazem parte do SLBenfica, que não se podem repetir situações destas e que, como diz o Presidente, ninguém está acima do Clube e dos sócios.

10 comentários blogger

  1. Geração, o que importa mudar nomes ou pessoas se o "modus operandi" é o mesmo?! O que importa ter lá as pessoas se as coisas funcionam como estavam a funcionar? Diz-me lá o que pensas que vai mudar no Benfica com estas trocas para tapar olhos?

    ResponderEliminar
  2. Ainda acerca do comunicado de ontem para muitos de vocês foi uma vergonha o Benfica tem que dar o exemplo , mas qual exemplo qual carapuça se fosse pela minha parte seria ainda pior ,porque a maioria dos jornalistas portugueses não passam de uns verdadeiros filhos da puta porque passam a dizer mal do Sport Lisboa e Benfica a maior instituiçâo portuguesa , se eu fosse presidente do clube muitos desses cães nem as patas lá punham o que eles mereciam era uns valentes enxertos de porrada assim piavam mais fino.
    Quanto aos comentários de alguns bloguistas que se sentiaram chocados com o comunicado tenho pena que defendam mais essa cambada de xulos e antibenfiquistas primários que o Sport Lisboa Benfica , tenham vergonha.
    Benfica sempre.

    ResponderEliminar
  3. O esforço é apreciável, e certamente benfiquista.
    Mas não me parece totalmente honesto escrevermos sobre personalidades que apenas conhecemos pela comunicação social, e sobre estruturas profissionais onde nunca estivemos, nem trabalhámos (perdoem-me se não for esse o caso).
    É claro que a opinião é livre. Mas, quem somos nós para falar sobre Carraça, sobre Lourenço Coelho, ou sobre Rui Costa (salvo, neste caso, enquanto formidável jogador que foi)? Na verdade, só quem lá trabalha, e conhece as coisas por dentro, poderá ter uma opinião fundamentada sobre os acertos a fazer, sobre eventuais anticorpos que existam ou possam vir a existir, sobre profissionalismo das pessoas, ou a forma de trabalhar de cada um.
    Sem esse conhecimento, tudo o que dissermos não passa de manifestos de estado de alma, que podem ser interessantes para os leitores (e neste caso até são), mas de pouca utilidade para o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vindo de quem vem este comentário é, no minimo, jocoso!

      Eliminar
  4. http://www.abola.pt/nnh/comentarios.aspx?id=409457

    ResponderEliminar
  5. GB, percebi a tua ideia mas não saberemos, por agora, se o Lourenço está acima ou abaixo de JJ na "cadeia de comando"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E desejavelmente não deveremos informados. O SLBenfica não tem que dar conta publica, nem aos sócios, de como as coisas funcionam.

      Limitei-me a analisar em função dos dados disponiveis. Ou seja, se os orgãos de comunicação social estiverem certos sobre a reorganização e respectiva "cadeia de comando" (como bem referes)... tem tudo para correr mal, uma decisão bem tomada.

      O problema, e por isso escrevo antecipadamente, é que isso acontece muitas vezes no SLBenfica. Tomam-se boas decisões... mas da forma errada, o que coloca em causa os resultados obtidos.

      Eliminar
  6. http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior_premium.aspx?content_id=828109

    Esta nova estrutura só mesmo p/ rir! Vieira, a face mais visível de 12 anos de profunda incompetência futeboleira, a liderar o Futebol é o fim da picada! Um indivíduo que pouco ou nada percebe do assunto... Incapaz de assumir responsabilidades, incapaz de falar aos sócios.... E em Maio teremos mais do mesmo, cobardia de um presidente que só pensa em eternizar-se!!

    ResponderEliminar
  7. Que importa quem está em que lugar, ou quem está acima de quem, se já se percebeu que toda a estrutura está condicionada ao ego do treinador, vai mandar na equipa principal, na equipa B, nas dispensas e nas contratações, pouco importa quem vai ser o diretor geral, pois o treinador vai responder diretamente ao Presidente. Em que clube é que existe algo semelhante? Que eu me lembre existia no Man United mas aí traduzia-se em titulos!
    Seria possivel algum clube no mundo investir milhões em reforços, ter um treinador 4 anos em que teve carta branca para por e dispor em tudo o que era relacionado com o plantel, no final desses 4 anos esse treinador ganhar 1 campeonato, 3 taças da liga, perder uma final da taça contra uma equipa que ganha toda junta por ano o que ele ganha sozinho, perder 2 campeonatos depois de ter 4 e 5 pontos de avanço, queimar jogadores só porque não lhe cairam no goto, insistir teimosamente noutros que toda gente vê que não têm qualidade, inventar sempre que chegam os jogos decisivos, amedrontar-se sempre que defronta o maior rival, e no final esse treinador ver o seu contrato renovado pelos mesmos valores, com o bónus de ganhar um prémio chorudo segundo consta por ganhar o campeonato( para mim isso é uma obrigação e não devia ser motivo de prémio) e ainda ver os seus poderes reforçados?
    Claramente não, acho que tudo se está a preparar para termos uma época de desilusões, primeiro porque não vejo em JJ com o ego que tem capacidade para encarar os jogadores e conseguir motivá-los depois de tudo o que aconteceu no final da época, depois porque parece-me que neste momento não existe quem mande no futebol do Benfica e por fim estar dependente do treinador é um erro crasso, pois imagine-se um inicio de época com uma ou duas derrotas, os adeptos a manifestarem-se, o treinador cai e o que fica, uma estrutura fraca, desorganizada e sem capacidade de resposta pois estava toda dependente de um elemento.
    Para mim deviamos ter um diretor desportivo que conhecesse bem o Benfica, que dominasse por completo tudo o que diz respeito ao futebol Português e Internacional, conhecesse o cheiro do balneário, com capacidade de liderança e também dominasse o futebol jogado dentro das quatro linhas.
    Esse Diretor Desportivo responderia ao Presidente e juntamente com este e o diretor do departamento de Scouting tratariam de todas as contratações e dispensas ouvindo o treinador apenas em questões pontuais e de pormenor, tendo o treinador apenas e só a função de treinar a equipa. Assim sempre que entrasse um novo treinador toda a estrutura estava montada e este apenas tinha pilotar a máquina que lhe colocassem ao dispor, não havendo a situação de cada vez que viesse um treinador sair meia equipa e vir outra.
    Para facilitar a transição de escalão penso que seria também importante todas as equipas jogarem num determinado sistema, 4231, sendo que será bem mais fácil potenciar um jogador que sempre jogou numa determinada posição, tendo rotinas da mesma, do que potenciar um jogador que vai jogando em 2 ou 3 posições não ganhando rotinas em nenhuma delas.
    Para finalizar, penso que também o departamento de comunicação devia ser repensado, pois as ultimos comunicados chegam a ser anedóticos, esse departamento para além de uma comunicação sóbria e assertiva na defesa dos interesses do Benfica, devia também preparar jogadores, treinadores e se necessário até o Presidente para todas as aparições publicas, falando todos a mesma "lingua" e não se dar o que acontece actualmente em que cada um diz o que lhe apetece, muitas vezes dizendo o Presidente uma coisa e o treinador outra.
    Pelo amor que tenho ao Benfica espero estar enganado e que na próxima época possamos ter os exitos que nos escaparam nesta.
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  8. ""Por discordarem “frontalmente” dos critérios e de avaliação bem como “dos critérios interpretativos” que deram origem às classificações da época 2012/2013, mais de uma dezenas de árbitros recorreram das mesmas para o Conselho de Justiça da FPF. Record teve acesso aos fundamentos dessa contestação que, entre outros, envolve os árbitros Paulo Baptista (despromovido) e Hugo Miguel""

    RECLAMAREM ????????????
    EHEHEHEHEHEEHEH
    DEPOIS DO PENALTI EM PAÇOS
    E DO PENALTI SOBRE AIMAR EM COIMBRA
    JÁ DEVIA TER HAVIDO IRRADIAÇÃO

    ERROZINHOS QUE DERAM TÍTULOS

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking