O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 2 de maio de 2013

O caminho "marítimo" para o título

 ●  7 comentários  ● 


Portugal, 2 de Maio de 2013



Com a vitória (difícil) no campo do Marítimo, todos nós pensamos que o mais complicado está feito e o título de campeão está ali ao virar da esquina do jogo com o Estoril. Mal seria se depois de abrirmos o caminho “marítimo” para o título, acabarmos nas “espreguiçadeiras” das praias do Estoril...

Numa análise muito fria, podemos concluir que sim, que está, se ganharmos ao Estoril. Mas deixa de estar, se não ganharmos ao Estoril e o FCP fizer melhor resultado do que nós contra o Nacional.


Nesta parte final das provas, com total comprometimento na Liga Europa e presença na final da Taça de Portugal já garantida, o mais complicado para os jogadores é a parte mental. Que implica com a concentração e atitude adequada, nos jogos que faltam.


Vi no jogo com o Marítimo uma atitude recorrente no Benfica, que é o relaxamento generalizado à espera que o 2º golo simplesmente aconteça. Sem fazer muito, o adversário começa a acreditar, faz o seu jogo e se tem a sorte de marcar um golo, tudo volta ao início. Com a diferença que entretanto a dinâmica do jogo favorece o adversário e não a nós, que entretanto, relaxamos.


Aconteceu na última final da Taça de Portugal com o Setúbal. Também marcamos cedo, aos 4/5 mn, também de penalty, e no final o Setúbal de Rachão (onde está ele agora?) deu a volta ao marcador, para grande tristeza. E a dobradinha lá se foi...


Agora num jogo crucial, estava a ver o mesmo filme. Valeu o intervalo para dar um abanão à equipa e voltarmos a ver a mesma entrega, raça, atitude de conquista, competência, que vimos na maior parte dos jogos da época. E se tivemos sorte com o auto-golo, também tivemos azar com duas bolas nos postes, por isso o merecimento da vitória não se pode por em causa.


Como se percebeu (quem percebeu, a Direcção demorou mais de 8 dias...) na semana posterior ao derby, a campanha “Liga das Capelas” destinava-se a condicionar a arbitragem a favor de FCP e SCP (os que mais criticaram um suposto beneficio ao Benfica por parte do árbitro Capela), e também a condicionar a arbitragem do jogo da Madeira, mas aí, contra o Benfica. E tudo funcionou bem: o FCP teve mais 1 penalty claro não assinalado contra, com 1-0 no marcador e a escassos minutos do final do jogo, depois de já ter tido um penalty assinalado a seu favor e que era inexistente. O SCP ganhou 2-1 com 1 golo em fora de jogo, tão televisivo como os lances que manipularam no derby, e o Benfica que até viu o árbitro assinalar 1 penalty clarinho sobre Lima, mais tarde na hora do “aperto” viu o mesmo árbitro sonegar outro penalty clarinho sobre Cardozo.


Bem, funcionou quase bem (na perspectiva deles), porque apesar disso o Benfica ganhou, ficando aberto o caminho “marítimo” para o título...

Independentemente do resultado que consigamos na Liga Europa, mais logo, o importante é ter a cabeça fria na 2ª feira contra o Estoril. A ansiedade será o nosso pior inimigo. A possibilidade de nos deslocarmos a casa do principal rival com 4 pontos de avanço (no mínimo) poderá condicionar o sub consciente dos jogadores. Que poderão também ser influenciados pelo resultado contra o Fenerbahce. Vamos esperar que tudo corra como até aqui: bem!


Para terminar, o Benfica através do seu Director de Comunicação, deu uma conferência de imprensa na qual rebateu a campanha que o FCP à boleia do SCP, encetaram na comunicação social para desacreditar os méritos da nossa equipa. Sabendo da dificuldade e importância que tinha o jogo do Marítimo para o Benfica e a vitória que o FCP precisava sobre o Setúbal, mais a importância de vencer o Nacional por parte do SCP para não ficar fora da Liga Europa, essa campanha visava condicionar a arbitragem desse fim de semana. O Benfica só reagiu após a vitória sobre o Marítimo. Se repararem, João Gabriel estava só na sala. O Presidente do clube e SAD não estava. Mas tinha estado com Jesus na conferência de imprensa que anteviu o jogo com o Marítimo.


A atitude de Vieira (ausência institucional nessa conferência de imprensa), deve ser interpretada como um sinal para o exterior. Um sinal de que o Presidente não considera importante a argumentação sobre erros de arbitragem e seus favorecimentos a uns e prejuízo para outros. Deixou que se fizesse apenas para contentar os adeptos do Benfica. O que para mim é apenas mais um sinal de que ele se está a marimbar se somos “roubados” ou não, para ele o que interessa é navegar no mar de conhecimentos e relações que o mundo de futebol lhe deu. E no qual ganha muito dinheiro.

7 comentários blogger

  1. Há muito a criticar na actuação do Vieira mas não acho que ele devesse estar presente na conferência de imprensa. Num mundo ideal, deveria ter sido o próprio LFV a falar, mas como sabemos ele precisa de ler os seus discursos. Nesse contexto fez bem em não estar presente, pois haveria sempre que argumentasse que ele é que deveria ter falado. Espero que ele não perca essa oportunidade.
    Agora Vieira tem, hoje mesmo, uma excelente oportunidade mediática de deixar claro que era o Benfica a falar através de João Gabriel, deixando-se fotografar e filmar bem perto do mesmo João Gabriel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma opinião diferente da minha. Compreendo e aceito, mas penso diferente. Obrigado na mesma.

      Eliminar
  2. Ao contrário de alguns, gosto de ler este tipo de posts, ajuda acima de tudo a pensar no futebol jogado e a realidade de uma euforia um pouco exagerada á volta do Benfica neste momento!
    È importante saber "ler" como o Benfica mudou o seu futebol nas ultimas 6 7 jornadas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Considero o comentário elogioso. Apenas procuro mostrar que há outras formas de ver e sentir o Benfica. Serei diferente? Talvez. Mas não é por isso que me sinto menos Benfica... :)

      Eliminar
    2. Post Scriptum: não sou dos mais lidos, mas a média anda nos 400 por post ... este por acaso não chegou lá ... :)

      Eliminar
  3. Lol suposto beneficio do Capela? nao foi suposto.. foi mesmo beneficio, que queiram disparar para cima do porto pela moral que tem em falar quando ganham da maneira que ganham tudo bem, mas tendo sido voces beneficiado em Penaltys claros que nao foram assinalados e depois ainda vem dizer de boca cheia que nao houve beneficio nenhum ( isto n quer dizer que a diferença de planteis e valores individuais nao se tenha notado e por isso acabaram por ganhar bem o jogo ) so vos mete no mesmo lugar que eles, tambem ainda ninguem esqueceu a conferencia de imprensa do Joao gabriel depois da final da taça da liga que toda a gente sabe como foi ganho por voces, sao farinha do mesmo saco e pronto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aguiar, em matéria de arbitragem não vou recorrer ao chavão que muitos benfiquistas utilizam de que o FCP não tem moral para falar disso.

      Tu falas do Capela não pelo que viste no jogo jogado, mas no que viste tele-visionado. Porque o critério da SportiTV foi o que mais interessava ao teu clube: condicionar a arbitragem dos jogos seguintes.

      Seguramente não viste a SportiTV mostrar e repetir até à exaustão, nem os midia lisboetas sportinguistas, mas que vivem à custa do Benfica funcionam como uma cadeia de supermercado, o penalty mal assinalado a favor do FCP contra o Setúbal, falhado, nem viste o penalty claríssimo a favor do Setúbal, não assinalado quando o resultado estava 1-0 e o jogo se aproximava do fim.

      Não viste nada disto nem o golo em fora de jogo de centímetros do SCP. Tão de centímetros quanto as alegadas faltas que tu julgaste ver a favor do Benfica, depois de muitas repetições e ampliações. Das tais que, quando é a favor do teu clube, dizes que o árbitro não dispõe desses meios tecnológicos no campo.

      Mas como não gosto de perder uma conversa sobre arbitragens vais fazer o seguinte. Vais rebobinar o jogo e vais parar no mn 3 e 55 s. E seguramente verás um lance que a SportiTV sonegou porque não dava jeito: a cotovelada de André Martins em Enzo Peres.

      Para quem defendeu a expulsão de Matic por pisar sem querer, o pé de Bruma, seguramente vais concordar que era lance para expulsão. Aos 3mn 55s. Depois avanças mais um pouco e v~es o Bruma ter uma entrada por trás no Gaitan. Daqueles que quando é dos jogadores do Benfica, vês o painel do JOGO dizer "entrada por trás, em tackle deslizante, pondo em causa a integridade fisica do adversário. Cartão amarelo alaranjado".

      Percebes? Tu falas do que te mostraram, mas não te mostraram tudo e tu pensas que els foram sérios a falar do tema. Tão sérios que 8 dias depois se esqueceram, porque aí os beneficiados foram os do costume.

      Se quiseres continuar a falar deste tema, estou no www.basta2002.blogspot.com e continuamos ...

      Eliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking