Para que a Mentira não se torne Verdade!
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Para que a Mentira não se torne Verdade!

Avatar
 ●  + Sem comentários  ● 

FCPorto: Mestres da MENTIRA!
Uma das calunias repetidas até à exaustão por essa gentalha sem escrúpulos é o "caso Calabote". Neste post, ficaremos a saber como e quando surgiu este caso, por Alberto Miguéns a quem agradeço ter acedido ao meu pedido. Aos javardos que o poder politico e o judicial teimam em deixar à solta, o Benfica e os Benfiquistas têm a obrigação de os desmascarar sem contemplações. Para que a mentira não se torne verdade, importa DIVULGAR!


Durante 20 anos ninguém se lembrou de Calabote, porque nada se passara e o FCP foi campeão. Em 1977, quando o Benfica começou a contestar os favores (descarados) ao FCP nesse campeonato de 1977/78, o treinador do FCP, José Maria Pedroto (tal como o jogador António Oliveira), respondiam sempre da mesma forma: "O que vocês queriam era o Calabote!". E como já ninguém se lembrava do que se passara, foi fácil enganar as pessoas, até porque ele (eles) não diziam a que jogo se estavam a referir. 

Foram alguns - principalmente Pôncio Monteiro - que começaram a inventar, dando a entender que o Calabote beneficiava o Benfica em todos ou em muitos jogos: penáltis a favor e nenhum contra, expulsões, tempo de compensação absurdos até o Benfica marcar, etc. Depois é que se começou a falar nesse jogo de 1959, mas o "pessoal já tinha emprenhado pelos ouvidos".

José Maria Pedroto era mestre do disfarce. Criava uma cortina de fumo à volta de um assunto sem nexo, (mas interessante e apaixonante de mexerico), para "trabalhar" noutro!

A estória do Antigo Regime - criada já por Pinto da Costa - é similar à do Calabote. Esta serviu para esconder os roubos a favor do FCP; a do Antigo Regime serve para justificar a competência do FCP, que só não ganhava antes porque o Fascismo protegia o Benfica. Mas só foi criada 30 anos depois do 25 de Abril. Claro, pois se a calúnia fosse lançada logo a seguir, virava-se contra o FCP, porque ainda estava viva muita gente (incluindo portistas) que sabia que o FCP estava ligado ao poder e o Benfica não! Seria o ridículo total. 

Durante muito tempo o SLB é que foi o clube da Democracia: 30 anos entre 1975/94, o SLB conquistou 10 Campeonatos e o FCP apenas 8. E em Taças de Portugal o SLB conquistou 7 e o FCP apenas 5. Afinal o Clube da Democracia, (quando a Democracia estava próxima da sua origem), era pior - 13 títulos - que o Clube do Antigo Regime - 17 títulos. Ou seja, mais 4. E todos os clubes que foram de regimes: Dínamo de Moscovo (URSS), Dínamo Berlim (RDA), Steaua (Roménia), Dukla Praga), assim que caiu o Regime, acabaram, enfraqueceram ou mudaram de nome. Mas o Benfica logo a seguir à queda do Estado Novo, foi tricampeão! Para clube do Regime conquistar logo um tricampeonato, não foi mau.

Quer Pedroto, quer Pinto da Costa, entre muitos defeitos, têm (pelo menos) uma virtude. Conhecem muito bem a Fauna do Futebol Português e o próprio País, em termos de elites políticas, económicas e jornalísticas. Sabem que o que conta é a aldrabice, desde que a consigam transformar numa Lenda. É disto que se gosta! Foi isso que Pedroto fez com o Calabote. É isso que Pinto da Costa faz com o Antigo Regime e tudo o mais.


NOTA:
É mentira que Guilherme Aguiar não mencione (como ele afirmou no programa) o nome do Calabote desde que a família se indignou! Só nesta época já falou (pelo menos) duas vezes no Calabote, quando RGS no início mostrou indignação com arbitragens a favor do FCP ou a prejudicar o SLB. O Guilherme é um demagogo. Um político tuga, no "melhor" exemplo dado há mais de 100 anos por Eça de Queirós!

Alberto Miguéns - in MasterGroove

0 comentários blogger

Enviar um comentário

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares