O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


24 de janeiro de 2013

Barbaridades

 ●  14 comentários  ● 

Aimar é provavelmente o jogador mais simpático do Benfica nos últimos 20 anos. É gentil. Não faz ondas. É elegante. Tem fair play. Trata bem os adeptos – e estes, com total justiça, colocam-no num pedestal. Ao falarem do jogador argentino, os benfiquistas adoptam uma pose reverencial. O tom de voz é baixo e os gestos são contidos – exactamente o contrário do que acontece com as palavras.

Por gostarem tanto do jogador, os adeptos do Benfica esquecem-se que o Aimar que eles idolatram nunca esteve em Lisboa. Nasceu na Argentina, brilhou no River Plate e, depois de viver os seus melhores anos de vida futebolística em Valência, aterrou no aeroporto da Portela. Quando chegou ao Benfica, o jogador que foi um dia já não existia (para quem tem dúvidas, veja os melhores vídeos dos seus tempos de juventude em fernandoesteves.com, bem como aquilo que Messi dizia sobre ele quando era um menino, e tire as suas conclusões. Aviso para benfiquistas: pode ser uma experiência dura).

Observar os truques de Aimar com a camisola do River Plate é um exercício simultaneamente único e penoso. Único porque dá a oportunidade a quem gosta de futebol de observar um jogador de eleição, um pensador, um líder e um desequilibrador nato. Penoso porque esse atleta nunca passou pelo campeonato português, demasiado fraco para atrair futebolistas desse calibre na melhor fase das suas carreiras.

Aimar é – foi? - um génio com ideias e substância. No livro “O Erro de Descartes”, o neurocientista português António Damásio defende que o criador perfeito não é aquele que tem as ideias mais incríveis; é o indivíduo que, perante a imperatividade de decidir entre muitas opções possíveis, escolhe rapidamente a melhor para si ou para o grupo em que se insere. Aimar fazia isso semanalmente no River Plate, onde se tornou a alma da equipa quando ainda era um pós-adolescente. E repetiu-o no Valência, clube onde ainda hoje o seu nome provoca nostalgia entre os adeptos. Em Portugal, nada disso aconteceu. Não há dúvidas de que Aimar, que afinal ainda não é desta que vai para o Dubai, será eterno nos corações dos adeptos do Benfica. Mas é uma ilusão e um logro pensar que ficará na história do clube. E isso diz tudo sobre a sua passagem por Portugal.

Por Fernando Esteves, editor da Sábado. In Record.

Depois de escrever uma barbaridade destas chego á conclusão que existe gente que devia ser proibida pelos tribunais de escreverem uma linha que fosse sobre futebol.
E a mente brilhante no Record que achou boa ideia dar espaço num jornal desportivo para se ler algo tão estúpido devia ser despedida. Um desperdício de espaço.

14 comentários blogger

  1. Owww amigo vermelhusco n fike assim desse jeito homem,voçê n reparou k o escrevinhador fernando esteves so kiz dar a conhecer o seu site !?!? Além do mais é só mais um anti. Deixe-os ladrar k a caravana vai passando...

    ResponderEliminar
  2. Dediquem-lhe umas palavrinhas:

    https://www.facebook.com/festeves2

    ResponderEliminar
  3. Este FE, tem um curriculo de maldicência já muito vasto. Fez a sua aparição no finado "Independente", e logo demonstrou uma enorme apetência para o sensacionalismo bacoco,com opiniões muito básicas e sobretudo com pseudo informações de uma parcialidade para lá do irracional.
    Preza e cultiva demais a sua imagem, daií que tenha um blog profissional que encaixa como uma luva na sua personalidade delirante..." Alterego"
    já foi condenado duas vezes por difamação.

    http://www.simedicos.pt/Noticias/Reviravolta-para-Fernando-Esteves-jornalista_6227.aspx

    ResponderEliminar
  4. tem muitas bnarbaridades e mts verdades , aimar é um jogador genial , mas passa muito tempo no estaleiro e nunca foi mt regular .
    mas a mim preocupa me mais carlos martins , carlos martins é ainda pior que o aimar , ate dá a ideia q ja nasceu lesionado fds .

    ResponderEliminar

  5. Eu li pela manhã essa (ao que para não baixar o nível, chamo) coisa e não resisti a comentar.

    Não é novidade, de quem vem, até acho normal, agora como esse indivíduo consegue produzir tanta diarreia verbal é que me faz espécie.

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  6. Foda-se!

    Este indivíduo é tão estúpido que quando morrer vai para o inferno. Fazer companhia a pedroto. E ao pôncio. E depois o peidolas tb lá vai ter...

    Agora vou ali vomitar e já volto.

    ResponderEliminar
  7. Só faltou chamar estúpidos aos adeptos do Benfica por terem a opinião que têm de Aimar.
    Um artigo típico de um aziado.

    ResponderEliminar
  8. Epá, se a estupidez pagasse imposto esse animal sozinho cobria o défice português numa única declaração!

    ResponderEliminar

  9. Como o Aimar já terá passado a pior fase de lesões e vai continuar no Benfica, este artigo é excelente para o motivar. O Benfica só tem a ganhar.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
  10. Águia Preocupada24 janeiro, 2013 21:35

    É só mais um a achar-se genial (por ter opiniões tão bombásticas e genuinas...puxa!) e a querer protagonismo.
    Deixá-lo ladrar sózinho. Que sabe ele dos sentimentos dos benfiquistas, ou da história futura do Benfica!? Mas que presunção mais ridícula!
    Faz-me lengrar aquele jornalista(?) que ressabiado escreveu: "Afinal Ericsson não é tão bom treinador assim... Dêem-lhe o Rio Ave ou o Beira Mar e vejam se é campeão"! Mas ca ganda descoberta que esta gente faz... Mourinho foi campeão no Leiria? NÃO!!! E o bitó virá um dia a ser cãopeão noutro clube que não seja os corruptos? NÃO!!!
    LADRA CÃO, LADRA!

    ResponderEliminar
  11. A azia dele é o Aimar estar no MAIOR e não no clube dele...

    ResponderEliminar
  12. Eu partilho um pouco da opinião dele no que toca ao futebol de Aimar, não parei no tempo em que jogava no River como o autor fala mas o Aimar em termos futebolisticos já não dá o que esperamos dele, isto é, não podemos ter um jogador só porque a história dele fala por si. Aimar já não vai dar futebol jogado ao Benfica, está sempre lesionado e por isso mesmo nunca irá estar em forma, agora se é importante no balneario??Isso é outra história...Sou um super fã de Aimar mas sou realista o tempo dele acabou no Benfica, pelo menos a jogar!

    ResponderEliminar
  13. Caros;

    Este Esteves é um doente pelo FC Porto. Basta ver pelo seu perfil.

    https://www.facebook.com/festeves2

    Para além disso basta, igualmente, ver pelo artigo que escreve sobre LFV e o Benfica em Dezembro.

    Saudações.

    ResponderEliminar
  14. Aimar vai na 5ª epoca no Benfica, e tirando a primeira, onde o seu rendimento foi mais intermitente, mas mesmo assim fez uma jogada que fica na memoria de todos que a viram, a famosa rabona a isolar o Suazo, além das suas jogadas, assistencias e pormenores maravilhosos, após essa primeira epoca os seus problemas fisicos estabilizaram e desde essa epoca tem sido de grande regularidade, foi decisivo na epoca do titulo e nas outras duas fez varias series de jogos consecutivos, este ano realmente é que não sei o que se passa, infelizmente tem sido pior que o primeiro ano, mas AImar é só o jogador de maior classe do Benfica, ainda hoje e o unico de classe mundial, nos ultimos anos quando fui ver o Benfica, fui lá para o ver jogar, um pouco a fazer lembrar antigamente quando se ia ver jogos de equipas para ver determinado jogador jogar, e aquilo que se vê o Aimar fazer no RIver Plate, tambem já o fez no Benfica em varias ocasiões, como naquele golo contra o paços onde fintou 4 ou 5 jogadores e finalizou com grande categoria, ou como no derby contra o Sporting no ano do titulo onde marcou os dois golos, o 2º de grande execução, ainda bem que o Aimar se vai manter no Benfica mesmo que seja apenas até ao fim da epoca, mas infelizmente só neste país é que um jogador com 33 anos está velho, aliás olhando para a sociedade no geral em Portugal, é caso para dizer parafraseando um filme, que este país não é para velhos, e acrescento, nem para velhos nem para ninguem, é um país de gente convencida e de gente que se julgam iluminados.
    Avé Aimar foi um prazer teres jogado no Benfica, que continues por muito tempo, pois o teu futebol é do mais belo que já vi e olha que já vi muitos jogadores

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking