O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 11 de fevereiro de 2012

O Barça não é o único...

 ●  13 comentários  ● 
... A jogar um futebol de "bola no pé" com uma qualidade impressionante. Aliás, neste momento, o SLBenfica está a jogar um futebol até superior ao Barça (na qualidade do jogo e posse de bola).

A entrevista de Filipe Vieira, Nós e o Benfiquismo ED2

 ●  3 comentários  ● 

Antes de mais, envio daqui um grande abraço de parabéns à nossa Telma pela fantástica medalha de ouro que brilhantemente conquistou no prestigiado Torneio de Judo em França onde, com um ippon de 9”, derrubou a atual campeão mundial da modalidade. É um exemplo de Benfiquismo; nunca vira a cara à luta, apesar de algumas críticas patetas. Perde? Trabalha mais e volta! Perde? Volta a trabalhar mais e vai à luta! E o prémio acaba por chegar, porque quer ganhar! Mas se não ganhasse, continuaria a dar-lhe os parabéns porque é uma grande lutadora, apesar de muito jovem. Parabéns Telma.

Na crónica não referi o caso Enzo. Lesionou-se, perdeu o comboio e portou-se como uma criança mimada. Voltou, apresentou-se à Direção e ao Técnico, pediu desculpa a estes e aos adeptos, treinou e regressou à sua terra emprestado ao clube de origem. Ficou grato, tal como os dirigentes do Estudiantes, vai jogar, ganhar ritmo, recuperar anímicamente, revalorizar-se e depois então poderá regressar. Bem resolvido! Ainda por cima se tem a mãe doente. E poupam-se uns cobres. E Depois, depois…temos o Nelson; p’ra mim tá feito! A asa direita é dele e ainda pode fazer o eixo do ataque.

Relativamente ao timing da negociação dos direitos, o nosso estimado Alberto e muitos outros Benfiquistas entendem mais adequado deixar a decisão para depois das próximas eleições. Discordo e não tenho dúvidas; o timing está certo. O orçamento da próxima época tem que ser preparado quanto antes, daí a necessidade de definir o assunto a tempo de o executar sem atropelos. Por outro lado, o tempo joga a favor de JO; ou seja, quanto mais tarde forem negociados os direitos maior será a sua vantagem negocial. Não é gestor quem quer!

Agradeço a todos os comentadores. Garanto que tenho em conta e reflicto sobre as vossas opiniões ainda que contrárias, desde que sinceras. O objetivo é chegar á verdade e, se possível, ajudar o nosso clube. Para isso serve o debate inteligente, contudo, algumas coisas não discutirei. Serei o mais sucinto possível nas respostas e é verdade que terei de “morder a língua” algumas vezes.

1. Caro jota:
a. Eu disse; “conduziu o nosso Benfica ao limiar da excelência desportiva”. Significa que, quanto a mim, o Benfica, finalmente, está muito próximo da excelência global. Julgo que, por fim, ultrapassou “a exemplar estrutura”! No contexto em que tem vivido o futebol nacional e considerando o estado em que o Benfica se encontrava, considero tal um grande feito, além construção das infra-estruturas.
b. Faz todo o sentido que, antes de tomar uma decisão sobre os direitos, o Presidente saiba o que pensam os adeptos. A minha parte está feita. Abraço.
2. Amigo Viriato:
a. Assim cansa-se! Isso é que tem um pó ao JO! Abraço.
3. Amigo Jedi:
a. Mantenhamos o tratamento de antes; para mim, nada mudou. Receei que tivesses ficado zangado; ainda bem que não. Só vale a pena debater se houver abertura das duas partes. São muitas questões, mas, vamos lá tentar:
b. Quanto à excelência desportiva, tens parte da resposta em 1 a. Claro que houve erros, alguns evitáveis, outros incompreensíveis. Quem decide, tem que estar preparado para errar, sobretudo, quem tem que tomar muitas decisões diáriamente, como é o caso do Presidente do Benfica (PB). A delegação é um processo complicado, mas julgo que, finalmente, está muito próximo do ótimo; tem qualidade em todas as frentes e parece sustentável. Mas é verdade que ainda há pontos a melhorar.
c. No caso do futebol, é necessário fazer ainda melhor na prospecção e formação; Não podemos andar “vários anos” para contratar um bom GR, DE, ED, ou o que seja! O mesmo se aplica aos Treinadores. Há que melhorar, sem dúvida alguma! É imperioso errar menos mas…é inevitável! Esta é uma área relevantíssima requerendo competência máxima, e é precisamente aqui que se têm feito os maiores progressos. E é sobretudo aqui que os progressos têm que continuar pois deles depende a viabilidade financeira do clube.
d. Em todas as principais modalidades há uma clara dinâmica de evolução, ainda insuficiente; “perdemos gás no basquete, continuamos a “patinar” no andebol, estamos muito bem no vólei, e muito bem no hóquei. Neste último caso, a secção fez um trabalho fantástico, fabuloso…mas, quanto a mim, falta-nos ainda um Ramalhete!
e. Já reparas-te no trabalho extraordinário que a secção de Atletismo pela mão competentíssima Ana Oliveira está a fazer? Campeões nacionais de Júniores e Séniores, com um recordista mundial no lançamento do peso, um campeão olímpico no triplo salto e um campeão nacional do triatlo e uma futura campeã do triatlo? Já viste que destronámos o SCP nesta modalidade onde tem grandes tradições históricas?
f. Não conseguimos evoluir nem na Natação, onde o FCP dá cartas, nem no Râguebi, apesar das tentativas que parecem ter sido feitas. Há que continuar.
g. O eclectismo tem uma amplitude, julgo que, nunca atingida antes.
h. Todos erram, mas poucos aprendem com os erros que cometem. A organização do Benfica tem evoluído porque tem feito essa aprendizagem. E não podemos negar que, em todas as frentes, teríamos ganho mais numa conjuntura desportiva menos hostil, não é verdade? Não seremos honestos se, ao apontarmos os erros dos nossos, não identificarmos as condicionantes exógenas que até estão bem á vista. Relevante para mim é a trajectória de competência global crescente, apesar das oscilações. O rumo de um qualquer navio, tem que ser corrigido várias vezes durante a viagem apesar de ter sido traçado logo à saída o destino final. É que, há sempre forças aleatórias a provocar os desvios.
i. Relativamente à STV, a crónica contém a resposta, verifica ff. Há um cenário em que admito a renovação: €30M/ano, dois anos de contrato e uma participação na STV através da nossa SGPS, com direito a um lugar no conselho de Administração. Os Ingleses também usaram submarinos Alemães para os combater. É o que os azuis estão fazer, ainda não percebes-te?
j. Quanto às questões relacionadas com o Braga, não só estou inteiramente de acordo, como considero a decisão do PB um ato de gestão estratégica de grande alcance. Braga é a nossa casa no Norte, temos uma tradição de muitas décadas e devemos defendê-la persuadindo os Bracarenses que nada têm a temer de nós! Nem Mesquita Machado nem o Salvador são donos do Braga! Braga é dos Bracarenses e de todos os Portugueses, incluindo Benfiquistas, Portistas, Sportinguistas e tudo o mais. E daqui não saio! O que os azuis pretendem é que nos viremos contra eles! Releia Sun Tzu; reaprenderá muito sobre estes temas.
k. António Carraça foi uma grande aquisição; tem uma visão do futebol que vai muito para além das quatro linhas, nomeadamente quanto ao seu papel social, tem um conhecimento profundo e de admiração do universo benfiquista, tem uma extraordinária capacidade retórica e tem um conhecimento muito relevante da regulamentação desportiva e laboral, constituindo neste âmbito, uma reserva a ter em conta. Nunca mais houveram “molhadas” nos jogos e olha que não é por acaso. Não sei porque saíu do projeto da formação. Julgo que lançou as bases do fantástico projeto atualmente em curso e, provávelmente saíu por défice de resultados desportivos ou incompatibilidade pessoal com alguém.
l. O mercado de futebol globalizou-se, universalizou-se e, sendo irredutivelmente, contrário ao chauvinismo no futebol, defendo maior envolvimento do Benfica na promoção do Atleta português. É verdade que tinha um orgulho enorme quando tínhamos só Portugueses na equipa, mas, não tenhamos ilusões; os tempos mudaram e os grandes atletas são de quem paga mais. O nosso Benfica é apenas o 21º clube europeu com mais receitas! Não me venham com demagogias; a nossa realidade económica nada tem a ver com a inglesa. Este assunto tem que ser resolvido ao nível da UEFA, da FIFA e da EU, e rápidamente, visto que, está em curso uma revolução dramática no futebol português e de outros países de mercado idêntico onde a maior parte dos clubes acabarão no amadorismo. E não me venham cá com investidores externos que nada resolverão de forma sustentada. Mas, este, é assunto para crónica autónoma.
m. Norton de Matos é Benfiquista, foi ponta de lança no Benfica depois de ter atingido notoriedade no Standard de Liége. Tem um vasto currículo ligado ao agenciamento de atletas e como treinador de clubes secundários e camadas jovens. Embora sem resultados de relevo é um conhecedor profundo do futebol, enriquecido com o recente envolvimento no futebol guineense, abrindo-nos um mercado que poderá ser muito interessante. Por tudo isto concordo, até porque simpatizo com NM; fiquei com pena de não ter jogado mais tempo no nosso clube pois foi um bom PL (tinha um arcaboiço e um petardo de respeito. Se bem me lembro também jogava de luvas pretas).
n. Quanto aos fracassos no futebol dos últimos 10 anos; a resposta já está em 1 c. Em condições normais, Toni teria voltado a ser campeão, tal como Jesualdo, Camacho e Fernando Santos, apesar de todas as vicissitudes que o nosso clube atravessou. Portanto, a chave do sucesso não reside apenas na excelência desportiva, mas também na normalidade competitiva.
o. Abraço.


Continua

Cinco e mais do mesmo

 ●  4 comentários  ● 
Portugal, 11 de Fevereiro de 2012

O tema está algo ultrapassado mas creio valer a pena registar mais uns apontamentos sobre os 5 pontos de avanço que o Benfica conquistou sobre o 2º classificado, na última jornada da Liga.

Surpreendentemente, para os que defenderam que o Benfica tinha perdido 2 pontos em Barcelos, o FCP perdeu 3 pontos com este mesmo adversário. Sinal que continuam a não perceber as coisas do futebol, estes “opinion makers” ou “fazedores de opinião”, em particular os benfiquistas que escrevem no jornal Benfica e alguns outros ocs nacionais. Para isso bastou que o árbitro não decidisse de acordo com o manual, um conjunto de 3 lances (2 grandes penalidades e um fora de jogo no lance que precedeu o penalty do 2-0). Note-se que as grandes penalidades não foram consensuais entre o painel de ex-árbitros do JOGO pelo que não se deve especular com o árbitro. Mas sim com o manual...

Com 5 pontos à maior, a tarefa do Benfica ficou apenas mais aliviada da pressão semanal, mas não ficou mais facilitada. Os obstáculos continuarão a ser enormes. E as arbitragens continuarão a ser a arma principal deste “sistema” que não desistiu de oferecer o título ao FCP.

Registo os seguintes exemplos. No jogo Marítimo – Braga, o árbitro entendeu expulsar um defesa do Marítimo que jogou a bola com a mão, apesar de ser muito discutível se havia situação de golo eminente, já que Lima seguia pelo lado direito do seu ataque e não em posição frontal, para além de que havia defesas do Marítimo em posição de atacar a bola. O jogo estava 1-1. Com mais uma unidade em campo (e jogando bem, note-se), o Braga acabou por marcar o 2-1. Quando se pensava que o jogo estava arrumado, o Marítimo “acordou”. E o árbitro teve de “actuar”, primeiro não assinalando uma falta de Miguel Lopes sobre Roberge (pé alto com derrube) o que proporcionava um cruzamento para a área e uma possível situação de remate (situações a evitar de acordo com o manual) e depois, no fim das compensações, não vendo uma carga de Leandro Salino que perdeu na corrida e encostou ombro nas costas do avançado do Marítimo, dentro da área! Lance que seria grande penalidade na área do Marítimo...

Como este árbitro fez uma “boa” arbitragem, foi nomeado para o SCP - Gil Vicente onde, por razões que não sei explicar, não assinalou 1 penalty a favor do SCP com 0-0 (falta sobre Matias Fernandez), mas assinalou depois um penalty duvidoso (a posição do Onyewu em relação à grande área deixa dúvidas) contra o SCP com correcta expulsão. Teve pois interferência na eliminação do SCP ...

Porque estou aqui a dar estes exemplos, sendo que depois disto já vimos o SCP ser levado ao colo para a final da Taça, pelo Sr.º Pedro Proença?

Pela simples razão que este árbitro chamado Bruno Esteves de Setúbal, já tinha apitado o Benfica - Paços de Ferreira. E se bem estão recordados, quando o Benfica ganhava 2-0, ao mn 42 não conseguiu ver Aimar ser “atropelado” por um defesa, estando Aimar em situação frontal à baliza e bem dentro da grande área! Penalty e expulsão por assinalar. Não tendo qualquer tipo de complexos por estar a actuar na própria casa do Benfica, quando pôde assinalou penalty contra o Benfica por suposta rasteira de Luisão, um penalty aceitável no limite da tentativa de rasteira, que deu o 2-1 e alguma indefinição no resultado, que nos havia de ser favorável por 4-1.

Quem não sabe o que é o manual de arbitrar tem aqui sobejos exemplos: o árbitro não se engana a favor da equipa que está determinado a prejudicar, nem que seja num lançamento de linha lateral, o árbitro decide casos difíceis de acordo com as regras de favorecimento e não de acordo com as regras do jogo, o árbitro varia de critério de jogo para jogo consoante a equipa que se quer beneficiar ou prejudicar, sem olhar para as leis de jogo mas para o estatuto das equipas dentro deste sistema. Isto é, marca-se penalty e expulsam-se jogadores quando se tem interesse em favorecer ou prejudicar uma das 2 equipas, e não quando os lances são enquadráveis com esse tipo de decisões pelas Leis de jogo.

No final de cada um destes jogos, a comunicação social passou ao lado e referiu que o Braga jogou bem, que o SCP jogou mal e que o Benfica teve sorte ...

Não podemos pensar em facilidades até ao fim do campeonato...

Oportunidade única!!

 ●  9 comentários  ● 
Esta noticia é do interesse de todos os presidentes de sofá!!! Como tudo é sempre tão fácil, então quem quiser poderá ter a oportunidade de pegar num clube e fazer as magias que se escrevem diariamente.


"Girona foi colocado à venda por 1 euro
EQUIPA DA 2.ª DIVISÃO ESPANHOLA
O Girona, conjunto da 2.ª divisão onde alinha Yago Fernández, foi colocado à venda pelo acionista maioritário Josep Delgado por apenas 1 euro.
Segundo fonte interna, a decisão não se deve a questões financeiras mas à falta de tempo para gerir o clube."

Aqui: Record

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A fase vital da época e (ainda) a entrevista de LFV

Avatar
 ●  14 comentários  ● 
Vi com atenção a entrevista de LFV à RTP1. Como me parece unânime na blogoesfera, a jornalista escolhida para a conversa era tudo menos a indicada. O que já não surpreende, pois as últimas entrevistas de LFV às TV's(excepto a BTV) têm sido sempre moderadas por gente hostil ao clube. A diferença é que esta jornalista, ao contrário de Judite de Sousa ou MST, é uma naba. E nem a lição que lhe mandaram dar conseguiu transmitir. Sim, porque não esqueçam que ela provém daquela escola de péssimo jornalismo e falta de imparcialidade que é a RTP Porto. Enquanto o corrupto-mor é entrevistado no seu estádio e com perguntas à medida, o nosso tem que se sujeitar a isto.
Poderia não ter aceite esta jornalista? Podia, mas olhem para a RTP e vejam as alternativas. Não há. É só lixo.

Entre os assuntos abordados, o assunto dos direitos televisivos é um dos mais importantes. Interrogo-me qual será o valor que agradará a ambas as partes.
A Olivedesportos quererá pagar o menos possível e ficar longe dos 40 milhões de euros tão falados por DSO ou LFV no passado. Qual será a resposta do Benfica à oferta da OLV? Sim porque não deve ser o Benfica a ir perguntar quanto querem dar. São eles que têm que mostrar interesse em negociar. E pelo que parece logo este pressuposto de uma boa negociação foi deitado por terra.
E quanto ao clausulado do acordo, incluirá o Benfica um item onde salvaguarda que com base no share obtido pelos seus jogos terá que receber mais 50% que o clube que nesta altura detém o melhor acordo com a OLV?
E quanto à duração do acordo? E a fatia adicional dos direitos da publicidade estática?
Tudo condições essenciais para um bom acordo. Seja com quem for.

Depois de parecer que o assunto Enzo Perez seria resolvido com pulso firme, eis que LFV não só dá uma informação incompleta, como se verifica que o jogador conseguiu o seu intento. Mesmo que seja pelas razões fornecidas. Certamente que todos já assistimos a demissões 'por razões pessoais', que escondem coisas bem mais gravosas. Seja como for, as melhoras da Sra.Perez.

A renovação de Aimar é sim uma excelente notícia. Não só pela sua valia em campo, mas acima de tudo pela grandeza que Aimar revela a nível de liderança em campo e fora dele. Inteligente, cordial mas assertivo e focado, é um jogador como poucos. E quem tem o privilégio de privar com ele, especialmente os nossos jogadores mais jovens, pode e dever 'beber' da sua experiência e visão, pois terão poucas oportunidades na sua carreira de privar com pessoas do nível de excelência e grandeza de Aimar.

Já sabemos que os rankings valem essencialmente prestígio e publicidade para os nomes dos clubes. Depois de continuarmos bem colocados no ranking do séc.XXI a nível de clubes, aparecemos no excelente 21ºlugar ao nível financeiro. O que é fantástico por sermos o primeiro clube fora do arco dos campeonatos mais ricos da Europa. E sem termos ainda lucros adequados provenientes das transmissões televisivas, e estando nós num país estrangulado financeiramente desde há anos, com receitas publicitárias e de merchandising muito baixas comparativamente com esses países.
O que demonstra sem qualquer margem para dúvida a dimensão do Benfica e o potencial ainda por explorar que oferece. Um bom trabalho que tem sido realizado pela direcção do clube.

Entramos na fase vital da época e num ciclo de jogos 'de morte', como já mencionado aqui no blog. LFV tentou aparecer como o timoneiro do clube à entrada para esta fase decisiva.
De facto, é-o e deve continuar a sê-lo. Mas o seu forte não é o jogo para as massas. A oratória televisiva. Tem uma personalidade demasiado fechada para o ser. Nem Rui Costa o é. Falta um director geral para o futebol no clube, que intervenha nestas alturas e que deixe LFV para aquilo que ele sabe fazer melhor e que espero ainda o ver fazer bem nos próximos tempos: negociar.

Não um fantoche, um ser tipo 'Rainha de Inglaterra', mas alguém que seguindo orientações gerais do presidente eleito pelos benfiquistas, tenha margem e visão alargada. E personalidade que venda publicamente o Benfica como clube evoluído e dinâmico, com jogo de cintura. Não há muitos assim no universo benfiquistas. Mas existem. Duvido é que LFV tenha vontade de delegar parte do seu poder seja a quem for. Aliás, foi por isso que Humberto Coelho não assumiu o futebol do clube no princípio da época. Mas não só.

Apesar das várias posições dúbias de LFV ao longo dos tempos, e da sua fraca prestação como líder do futebol em 10 anos, decerto todos desejamos que a segunda quinzena de Fevereiro e o mês de Março nos tragam muitas alegrias e um cerrar de fileiras não só em volta da equipa de futebol, mas também das restantes modalidades em que estamos na luta.

Possa LFV com as suas decisões ser um pólo agregador do benfiquismo.

Viva o Benfica!!!

Contigo... nunca "semtigo"

 ●  4 comentários  ● 
Nós benfiquistas somos muito pródigos na criação de heróis e vilões. Encontramos salvadores da pátria e criminosos que lesam o nosso futuro com muita frequência.

Com regularidade tenho visto alguns "conotarem" os benfiquistas de vieiristas ou seguidistas ou anti seja lá o que for. Pura estupidez, digo eu.

Lembrei-me deste tema a propósito das eleições do SLBenfica e de me terem perguntado hoje se voltaria (sim, de novo) a votar no Luis Filipe Vieira. Eu respondi que, como muitos, entendo que não é um Presidente perfeito - longe disso - nem sequer comungo de muitas das suas decisões. Contudo, sei ver que tem melhorado vários aspectos do clube e é isso que pedimos a um Presidente.

Nestas circunstâncias disse, pois, que se voltasse a recandidatar-se (como espero), desejo acima de tudo que haja outros a desafiarem esta liderança e que seja possível discutir o SLBenfica com elevação e respeito pela instituição e os benfiquistas. Que seja possível discutir e debater os melhores projectos para o SLBenfica, sem estarmos a eleger heróis ou vilões.

Neste cenário, se não houver "jogadas" de última hora, como aconteceram nas últimas eleições, seguramente que escolherei um candidato e não voltarei a votar em branco protestativo. Nesse enquadramento, do que sei hoje, Luis Filipe Vieira é melhor candidato que conheço - não só por ser o único, como porque mais ninguém tem sequer demonstrado ter outro caminho para o SLBenfica.

Agora, quer isto dizer que vou coroar Luis Filipe Vieira como o grande líder e voz do meu coração benfiquista? Nem pensar! Nem ele, nem ninguém.

Hoje, amanhã e sempre terei a minha própria cabeça que, como a de Luis Filipe Vieira, comete os seus próprios erros e tem as suas próprias virtudes. Estarei cá para aplaudir aquilo para o qual elegeremos um Presidente - PARA GANHAR - e estarei também para dar a minha opinião sempre que acontecer algo com o qual acredito possa ser feito melhor e possa dar mais e melhor ao SLBenfica.

A crítica nunca fez mal a ninguém. Foi um direito conquistado com a democracia e está longe de representar uma arma de arremesso ou sequer de ameaça, mas antes um modo de enriquecimento, assim quem está no poder saiba ouvir e apoiar-se na imensidão que os elege.

Não se dividam! Não se ataquem e percebam sempre que há mais que um caminho para o mesmo destino... porque o nosso destino é o de Vencer!!!!

Para essa união, também conta ir à Luz. Atentem a este EXCELENTE trabalho do Dpt. de Marketing do SLBenfica:

Toque a reunir!!! Mês de loucos!!!

 ●  4 comentários  ● 
12-02-12: Benfica vs Nacional (campeonato)
15-02-12: Zenit vs Benfica (Champions)
20-02-12: Guimarães vs Benfica (campeonato)
25-02-12: Académica vs Benfica (campeonato)
02-03-12: Benfica vs porto (campeonato)
06-03-12: Benfica vs Zenit (Champions)
11-03-12: Paços vs Benfica (campeonato)

Como  podem ver acima, vai ser um mês de loucoS!!!! São sete jogos de grau elevado, com deslocações a Guimarães, Coimbra e á sempre difícil Mata Real, sem falar no jogo com o Zenit. Os jogos em casa são também de grau de exigência e dificuldade elevados, com o sempre difícil Nacional e com os corruptos.

É absolutamente necessário que a equipa esteja sempre muito concentrada e mentalizada que nestes sete jogos poderá estar a chave para a conquista do campeonato. Se vencermos todos os jogos o Benfica será com toda a certeza campeão Nacional e estaremos de regresso ao lote das melhores equipas da Europa, ou seja, nos quartos da Champions.

Vamos pensando jogo a jogo e o próximo é com o difícil Nacional e como os corruptos não dormem aí está o Jorge Sousa. A arbitragem até poderá ser normal mas não podemos facilitar e temos de entrar "a matar", cair em cima do adversário que nem "cães famintos" e resolver o jogo o mais cedo possível. Não nos podemos colocar a jeito do apitadeiro fazer das suas, até porque pode haver neste jogo uma oportunidade de compensar o Nacional do roubo da meia final da taça contra os girassóis.

A aposta dos corruptos é que nos próximos três jogos do campeonato, em que fazemos dois jogos fora seguidos antes de os receber-mos, o Benfica perca pontos de forma a que venham á Luz discutir a primeiro lugar. Face aos adversários que nós defrontamos, a juntar os jogos desgastantes da Champions, esta poderá ser a grande oportunidade dos corruptos nos fazerem perder pontos e tentarem o primeiro lugar aqui na Luz ou pelo menos ficarem a poucos pontos de nós. Eu não acredito que os corruptos percam mais ponto nenhum até ao jogo na Luz.

Espero que JJ faça o que tem feito até agora, que é não inventar, jogar consoante o adversário e consoante o desgaste dos jogadores sem colocar em risco as várias provas em que estamos inseridos. É sempre bom relembra o jogo da Taça com o Marítimo, porque há jogos que dá para poupar, há outros que temos de entrar com tudo.

FORÇA BENFICA!!!


"É só para vos dizer..."

Avatar
 ●  5 comentários  ● 


"..que contem comigo para mais umas festas do Benfica no Marquês!!!!"

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Filipe Vieira, Nós e o Benfiquismo

 ●  55 comentários  ● 

Apesar de muito se ter já falado sobre o tema, há ainda, há algo a dizer. Aliás, há sempre algo mais a dizer sobre o que quer que seja.

Depois de ler tudo o que aqui se publicou sobre o assunto, compulsivamente, ocorreu-me como evidente, a necessidade de se efetuar um Congresso Nacional do Benfiquismo! Há muito para esclarecer cara a cara!

O Benfiquismo existe ou trata-se apenas de “um ajuntamento de letras”? Se existe o que é? Como é que cada um de nós entende o Benfiquismo? Corresponderá a um quadro de valores sociais e humanos ou reside apenas no dogma da vitória? Poderá servir de referência às nossas vidas? Como se reflecte o Benfiquismo na Sociedade Portuguesa? É valorizado? É rejeitado? É ignorado? Há convergência ou divergência? E porquê? Como articular o Benfiquismo com a responsabilidade cívica de cada um de nós? Poderemos influenciar a convergência social com os valores Benfiquistas? É possível ser do Benfica sem compreender o Benfiquismo? É possível compreender o Benfiquismo sem ser do Benfica? Quais as fronteiras do Benfiquismo? Não acham que dava um congresso interessante? Eu não tenho a menor dúvida que sim. Ó se tenho!

O timing da entrevista foi certeiro! Permitam-me a metáfora militar; na estratégia do combate militar, em qualquer tempo ou em qualquer lugar, o comandante reúne para esclarecer e motivar as suas “tropas” antes do difícil assalto final; sabe que essa motivação, essa determinação, são a chave da vitória sobre o valoroso adversário. Foi esta a motivação de Filipe Vieira, o Presidente do Benfica! Agiu com a consciência de Líder da grande instituição que é o Benfica! Vamos à frente, vamos entrar na fase decisiva do campeonato, sabemos do que o adversário é capaz, sobretudo fora das quatro linhas; temos todos, repito, todos, os das quatro linhas e os outros, que dar o nosso melhor, cada um no seu papel. Todos pelo Benfica; no final, se for caso disso; andaremos todos à bulha, mas isso é cá co’a gente!

Quer o canal quer a entrevistadora, quanto a mim, foram inadequados; não sei bem porquê, mas sinto algum desconforto com o desempenho da Sr.ª locutora, em geral, não apenas neste caso, parece sempre demasiado crispada, incapaz de criar um ambiente propiciador do envolvimento retórico, depois, peço perdão, mas só me lembro do que disse o Vinícius; “as feias qui mi perdoem más beleza é fundámentáu!” A Sr.ª está na fronteira entre fealdade moderada e a “bélêza”. E isso conta prá mim; mi déscumpem tá?

Como já foi referido ficámos a saber que pretende manter o Aimar, o Rodrigo, o Nélson, o Jesus, toda a estrutura nuclear, tendo sempre em consideração o imperativo do cumprimento da Benfica com todos. Já sabemos há muito e não é necessário repetir, que, infelizmente, por enquanto, temos que vender um ou dois Atletas ano para equilibrar a conta de exploração. O meu sonho e, de certeza, o de Filipe Vieira, é construir um modelo económico que nos permita, um dia, não ter de lançar mão das receitas extraordinárias. Não é gestor quem quer!

Como é um Empresário a sério e não um demagogo, é contra o alargamento, como é óbvio! A promessa do alargamento foi, quanto a mim, uma desonestidade. Os dirigentes que, há última hora, mudaram o sentido de voto já estão a morder a língua! Não posso esquecer-me que Mário Figueiredo é sócio de Moreira dos Santos! Mas é que nem preciso de saber mais nada!

No entanto, quanto à melindrosa questão das alegadas dívidas dos clubes reclamadas pelo fisco, defendeu aqueles com toda a propriedade. E têm os clubes toda, mas toda, a razão! Fez-se um acordo com o Governo num determinado pressuposto, e algum tempo depois, este, lançou o euromilhões em Portugal, retirando drasticamente quota de mercado ao Totobola. Obviamente, estava, e está em causa, o financiamento da Sta. Casa da Misericórdia! Os governantes, quando deram por ela estavam “ com as calças na mão” e vai daí; venha lá o euromilhões e os clubes que se lixem! Chiça! Os clubes não têm culpa nenhuma, mas é que nenhuma mesmo!

Explicou porque resolveu deixar de falar de arbitragens; não disse mas subentende-se: é que, não adianta; ainda é pior. É que pelos vistos, o barbudo sistema ainda funciona! Não se recordam das alegadas ameaças veladas de Vitor Pereira? Acham que se Jesus fizesse as declarações que Vitor Pereira (o treinador do Porto) fez na sequência da derrota com o Gil não levava logo um castigo exemplar? Eu não tenho a menor dúvida! Portanto, em vez de paleio, trabalho! E eu gosto!

Quanto ao nosso querido Rui Costa; vocês não perceberam que o Rui estava a ser “triturado” pelos agentes da propaganda azul? Não repararam que andavam “em cima dele” (salvo seja!) por tudo e por nada? Sabem que o Rui nos dá força e querem destruir a sua imagem de competência e cordialidade, para atingir o universo Benfiquista e chegar à equipa, obtendo daí dividendos desportivos! É que, aquela gente não brinca em serviço!

Portanto, Filipe Vieira, que é um “sargalhão” , foi buscar o competentíssimo Carraça para o banco e puxou-o para junto de si, onde poderá acompanhar o dia-a-dia da gestão do clube, dando o seu parecer nas áreas da sua exemplar competência, para que, um dia, se possa apresentar perante nós como candidato a comandante do nosso querido clube. Quanto a mim, venha ele, mas primeiro, tem que aprender com quem sabe!

(É pá, isto já vai longo! Mas tem que ser!)

Disse, a respeito da venda dos direitos, que tem na cabeça um número que, quanto a si, satisfaria as duas partes. Faço uma aposta; um jantarinho em Peniche ou na Catedral; FV quer renovar o contrato com a Olivedesportos por €30M.

Sei que é complicado desenvolver uma estrutura alternativa ao nível da BTV, mas também sei que, com parcerias que aportem know-how e parte do capital (minoritário), poderá realizar-se muito mais, com a técnica do fracionamento. O arranque seria difícil, mas, não tenho a menor dúvida; a curto-médio-prazo compensaria largamente. No arranque, nos primeiros dois, três anos, lançar-se-ia uma quota suplementar voluntária para almofadar o negócio. Quando estivesse em velocidade de cruzeiro retirar-se-ia essa quota ou encaminhar-se-ia para outra valência conforme decisão em Assembleia Geral. O nível de auto-estima de todos nós elevar-se-ia sobremaneira e o parasitismo azul iria definhar (xô, xô, carraça!).

E agora, finalmente; tenho uma grande divergência relativamente a Filipe Vieira. Disse que é amigo do Joaquim Oliveira (JO) e respeito. Retirando a “demência portista a JO”, trata-se de uma pessoa de grande valor; veio do nada e fez-se o que se vê. Eu respeito muito todas as pessoas que não se conformam e lutam, lutam, para melhorar a sua vida. Uns conseguem outros não; JO conseguiu! Respeito-o. Não gosto dele, detesto-o, mas respeito-o!

Porém, Presidente, não nos diga que nos ajudou! JO, serviu-se de nós; quando estávamos no chão, derrubados pelas sucessivas e alegadas trafulhices e agressões promovidas “pela exemplar estrutura”, estendeu-nos a mão! Asfixiou-nos, parasitou-nos, financiando os adversários que nos derrubaram à margem da lei! Não me diga que não se podem rasgar contratos! Podem e devem rasgar-se os contratos concebidos para nos destruir, obtidos com vantagens leoninas da parte mais forte, esmagando, humilhando o mais fraco num momento de fraqueza deste. Faça as contas; poderei fazê-las se quiser (em esquisso) e diga-nos com franqueza: Quanto ganhou Joaquim Oliveira em todos estes anos em que nos “ajudou”? Como usa JO essa mais-valia? O que tem JO a ver com o lóbi político pela região Porto? E o que é que o Benfica tem a ver com o assunto?

Caro Presidente, já o disse múltiplas vezes e repito-o onde for necessário, considero-o um dos melhores Presidentes da história do Benfica e de Portugal. Conduziu o nosso querido Benfica ao limiar da excelência Administrativa, Técnica e Desportiva. Sei que há ainda um longo caminho a percorrer, sei que é duríssimo ser Presidente do Benfica, mas, por favor, por amor ao nosso Benfica, livre-nos de Joaquim Oliveira, Livre-nos da Olivedesportos, Livre-nos da Sport-TV, devolva-nos o nosso orgulho de sermos Benfica e Portugueses honrados. Como diziam os meus queridos e saudosos pais, antes queria comer m…a!

Um abraço a todos


(olhem, desculpem. Foi-me um cisco para uma vista!)


Ficar na História do Benfica e do Futebol. Sim ou não?

 ●  23 comentários  ● 
Sejamos claros: Não renovar com a Olivedesportos será, possivelmente, deferir o maior ataque ao Sistema Corrupto em que é sustentado o futebol português.

Penso que ninguém tem pruridos de afirmar que há corrupção (ou pelo menos "jogos de interesses" para os mais sensíveis) no futebol português. Sejam benfiquistas, sportinguistas ou até mesmo os portistas, todos concordam neste ponto, diferindo apenas nas responsabilidades por forma a "protegerem a sua dama".

Foram já vários os conhecedores dos meandros do futebol que explicaram o que eu já aqui tentei explicar também sobre a importância da Olivedesportos neste esquema que, para não ferir susceptibilidades, vamos dizer ser um esquema legal que beneficia sempre os mesmos.

Como Luis Filipe Vieira disse na entrevista, tem mais a ganhar o parceiro que tenha o SLBenfica do que o SLBenfica terá num parceiro específico. Neste sentido, parece claro para todos que os mais de 200M€ que a Olivedesportos tem de receitas pela revenda dos direitos televisivos da Liga Portuguesa, são significativamente superiores aos cerca de 50M€ que paga pelos mesmos.

Acresce a isto que a Olivedesportos é proprietária da Sporttv, e recebe pelas assinaturas mais cerca de 200M€, consideremos (por simpatia) apenas 100M€, dado que 50% da Sporttv é da ZON.

E vale a pena juntar a isto a receitas da publicidade estática e publicidade da Sporttv nos intervalos dos jogos de futebol da Liga Portuguesa? Vamos dar isso de barato também...


Com a influência que Joaquim Oliveira tem no futebol nacional é fácil perceber que estes resultados são muito apetecíveis para ajudar muitos clubes que vivem com grandes dificuldades e para ajudar a movimentar influências, como eu disse acima, "num esquema legal que beneficia sempre os mesmos".

Agora olhemos a uma realidade da Sporttv e de Joaquim Oliveira... sem os 15 jogos do SLBenfica. Ou seja, considerando que dos 700.000 clientes da Sporttv mais de metade são benfiquistas (350.000), o que aconteceria se os jogos do SLBenfica deixassem de dar?

Admitamos que 60% desistiam da Sporttv (210.000). São 63M€ de receita em assinaturas e se calhar mais uns 5M€ em publicidade (vejam como sou simpático e conservador nos números, a favor do Oliveira - dever ser pela amizade que o Presidente tem por ele).

Na prática, se juntarmos aos cerca 70M€ de prejuízo na Sporttv, outro tanto que o Oliveira deixa de receber na revenda dos direitos a todos os outros operadores nacionais e internacionais, estamos a falar de um prejuízo de mais de 100M€ (quase 150M€):

1/3 do valor do negócio multimédia de Joaquim Oliveira
(e estou a ser muito simpático!)
Qual o impacto que teria no império multimédia deste "patrão" do futebol nacional?

A alternativa? Já aqui o afirmei várias vezes e poderia perfeitamente não passar pela BenficaTV... mas perdeu-se tanto tempo a enganar os sócios neste tema, que agora só mesmo no canal do Clube se pode encontrar uma alternativa. Como? É simples...

Parceria com a PT/MEO para transmitir os 15 jogos (+ Particulares e Taças nacionais) na plataforma MEO, em exclusividade, em canal fechado por subscrição (valor de 3.00€ por jogo - mais barato que os videos do VideoClube do MEO).

O MEO ultrapassou em Novembro o milhão de clientes. Consideremos que 25% pretende ver os jogos do SLBenfica (250.000). Se considerarmos 20 jogos por ano (15 + 5 particulares) são 60€ por cliente, ou seja, 15M€ de receitas de subscrição por ano.

Se juntarmos a isto a revenda dos direitos para os diferidos e resumos para Portugal, outras plataformas e para o Estrangeiro, teremos talvez mais 10M€/ano.

E podemos juntar a publicidade estática do campo e a publicidade no canal, bem como a exploração de conteúdos multimédia, num valor aproximado de mais 10M€/ano.

Num total de 35M€ de receitas por ano para a PT/MEO e estamos a falar apenas de 30% dos clientes. Há ainda a ter em conta que neste cenário muitos clientes passariam da ZON para a MEO e possivelmente muitos mais subscreviam o serviço até a julgar pelo facto de deixarem de pagar cerca de 300€/ano na Sporttv para pagarem 60€/ano (mas apenas teriam os jogos em casa do SLBenfica).

Eu consideraria um formato muito interessante se o SLBenfica ficasse com 80% das receitas de subscrição e 20% das receitas de revenda dos direitos e 50% das receitas da publicidade ou seja, 19M€/ano de receita para o SLBenfica num cenário muito conservador.

Os custos deste projecto (por ser para os jogos em casa apenas) não seriam muito elevados, mas seriam suportados pelo parceiro que, com esta exclusividade teriam um factor diferenciador imenso perante o maior concorrente, a ZON, que por sua vez perdia em toda a linha dado ser accionista da Sporttv também.

Faz sentido ou nem por isso?

Fora de campo também damos cartas

 ●  15 comentários  ● 
"O Benfica é o clube melhor classificado fora das cinco principais ligas europeias e falha a entrada nos 20 primeiros da Deloitte Money Football League 2010/11 por apenas 12,4 milhões de euros."

"De volta ao Benfica, a Deloitte aponta a "boa base de adeptos, as excelentes infraestruturas do Estádio da Luz e a presença na Liga dos Campeões" para justificar os 102,5 milhões de euros em receitas em 2010/11."

Classificação:

1. Real Madrid (Espanha), 479,5 milhões de euros
2. Barcelona (Espanha), 450,7
3. Manchester United (Inglaterra), 367
4. Bayern Munique (Alemanha), 321,4
5. Arsenal (Inglaterra), 251,1
6. Chelsea (Inglaterra), 249,8
7. Milan (Itália), 235,1
8. Inter Milão (Itália), 211,4
9. Liverpool (Inglaterra), 203,3
10. Schalke 04 (Alemanha), 202,4
11. Tottenham (Inglaterra), 181
12. Manchester City (Inglaterra), 169,6
13. Juventus (Itália), 153,9
14. Marselha (França), 150,4
15. Roma (Itália), 143,5
16. Borussia Dortmund (Alemanha), 138,5
17. Lyon (França), 132,8
18. Hamburgo (Alemanha), 128,8
19. Valencia (Espanha), 116,8
20. Nápoles (Itália), 114,9
21. Benfica (Portugal), 102.522. Atlético Madrid (Espanha), 99.9
23. Werder Bremen (Alemanha), 99.7
24. Aston Villa (Inglaterra), 99.3
25. Newcastle United (Inglaterra), 98
26. Ajax (Holanda), 97.1
27. Estugarda (Alemanha), 95.5
28. Everton (Inglaterra), 90.8
29. West Ham (Inglaterra), 89.1
30. Sunderland (Inglaterra), 87.9

Tenho que dar o parabéns á direcção porque foi deles a responsabilidade de toda a reestruturação do Benfica, sua credibilidade e competitividade, o que permitiu com que os adeptos voltassem para junto da sua equipa de futebol o que levou também a um aumento do número de sócios. Uma palavra também para os seus adeptos e sócios que em cada dia que passa são cada vez mais e isso só engrandece ainda mais o nosso enorme clube.

Ainda a entrevista de Luís Filipe Vieira...

 ●  9 comentários  ● 

Como é já do conhecimento de todos, Luís Filipe Vieira concedeu uma entrevista à RTP, na passada terça-feira, onde abordou vários assuntos relativamente à situação actual do clube: a situação económica do clube, a renovação de Aimar, o caso Enzo Pérez, a situação de Jorge Jesus e até a temática dos direitos televisivos.

Na minha opinião, a entrevista foi bastante razoável, seguindo a “linha” das duas últimas que o nosso Presidente deu, o que coincide com a chegada de Ricardo Lemos (director de Comunicação) à Luz. Como já referi no meu último post, em anos transactos, por esta altura da época, com o Benfica a jogar desta forma, na dianteira de todas as competições em que participa, o nosso Presidente aproveitaria uma entrevista deste género para se gabar, com um nível de bazófia altíssimo. Parece que finalmente aprenderam com os erros, sendo agora um discurso muito mais simples, moderado e directo ao assunto, sem grandes rodeios (não esquecer que o segredo é a alma do negócio e nem tudo pode ser revelado de forma oficial, não vá o Diabo tecê-las!).

Os Direitos Televisivos

“A pergunta não é quanto nós queremos, mas sim quanto perderá a empresa interessada caso não tenha o Benfica. Quem trabalha com a nossa marca não tem riscos”. Penso que com esta frase LFV disse tudo, acrescentando que a alternativa é mesmo apostar num projecto da casa, com a transmissão dos jogos a ser feita através da Benfica TV, realçando ser uma opção credível. Mais novidades são esperadas até ao final de Fevereiro.

Jorge Jesus e a sua continuidade no clube

Jorge Jesus tem (apenas) mais um ano de contracto, mas o nosso Presidente está confiante de que ele não sairá na próxima temporada, pois, nas palavras de Luís Filipe Vieira, “Jorge Jesus está apaixonado pelo Benfica e pelo projecto” e “Como conheço Jesus, e pela forma como ele está no Benfica, acredito que será difícil mudar de clube tão cedo”.
Esperemos apenas que seja verdade, pois a mudança de treinador, apesar de muitos o negarem, pode ter um impacto muito negativo na nossa equipa e rendimento desportivo, já para não dizer que Jorge Jesus é dos melhores treinadores que passaram pela Luz nos últimos anos e um dos responsáveis directos pelo regresso do bom futebol e dos títulos.

O caso Enzo Pérez

Luís Filipe Vieira afirma que o caso de alegada indisciplina por parte de Enzo Pérez teve a ver com um problema familiar, nomeadamente com a doença da sua mãe. O jogador foi agora autorizado a viajar e a permanecer na Argentina, pensando-se agora que irá ser emprestado aos Estudiantes até ao final da época.

A época passada

“Quem errou fui eu, não vale a pena insistir no assunto”. LFV assume a responsabilidade pelo falhanço desportivo da época transacta, pois “quem escolhe as pessoas sou eu”, apontando a estrutura do clube e as pessoas que a constituem como a principal falha do falhanço de 2010/2011.

As jovens promessas

A situação de Rodrigo e Nelson Oliveira tem sido cuidadosamente pensada, pois o Benfica tem grandes planos para os dois, as duas pérolas do plantel. Ambos são para manter. Quanto a Rodrigo sai “se alguém pagar os 30 Milhões da cláusula”, dando a conhecer o real valor da cláusula de rescisão de Rodrigo, que anteriormente se pensava ser de 20M. Já Nelson Oliveira “é uma peça importantíssima para o futuro do clube e é para manter”, depositando assim enorme confiança no futuro dos dois jovens craques.

A renovação de Aimar

Não é uma certeza, mas em principio teremos o prazer de ver "El Mago" mais uma temporada com o manto sagrado, o que me agrada muito!

Rui Costa

“O Rui está perto de mim e isso significa alguma coisa” Rui Costa não foi despromovido, como muitos pensavam, estando hoje ainda mais próximo do Presidente. Rui Costa é o responsável pelas contratações e movimentações dos jogadores do Benfica e é o principal conselheiro de LFV.

Recandidatura

Prefere não avançar para já com nenhum comunicado oficial, preferindo focar-se no Benfica e no seu desempenho, guardando para o final da época a oficialização de uma decisão “há muito tomada”.


Penso que foi uma entrevista bem conseguida, com o objectivo de informar os benfiquistas quanto ao futuro do clube. Fica também marcada por uma entrevistadora sem qualquer qualidade e capacidade para exercer a profissão. Aguardemos pela próxima entrevista, marcada para Maio deste ano e esperemos que nessa altura o Luís Filipe Vieira que vemos na TV seja o Presidente do Benfica campeão da época 2011/2012!


Para aqueles que ainda não tiveram oportunidade de ver a Entrevista...



Na Madeira, o campo estava inclinado...

 ●  7 comentários  ● 
Assim foi mais fácil....o campo parecia inclinado...pobre Nacional...primeiro expulsaram-lhe um jogador...mas os tipos, teimosos, porfiaram e conseguiram o empate....Como fazer? Uma grande penalidade, pois então! E assim se adiou mais umas semanitas o despoletar da revolta dos associados do Sporting para com os 16 anos de Direcções que afundaram o clube, desportiva e patrimonialmente. Dizem-me que Portugal está deprimido....que era importante dar um balão de oxigénio ao Sporting para evitar uma espiral emocional negativa na alma lusa...foi então o Nacional escolhido para lhe sair a fava... É caso para dizer que houve um "Carnaval" antecipado na Choupana...

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Pedro Proença a levar o Sporting ao Jamor

 ●  3 comentários  ● 
IMPRESSIONANTE!
O Pedro Proença está, literalmente, a levar o SportingCP "ao colo" até à final da Taça de Portugal.

Inacreditável a forma como já expulsou dois jogadores do Nacional injustamente, marcou um penalty no mínimo muito, mas muito forçado e anulou um lance que Candeias se isolava para a baliza para marcar... uma falta a favor do Nacional.

E ainda dizem que são vítimas...!

Da entrevista do Presidente ficou...

 ●  61 comentários  ● 

- Fraquíssima qualidade da jornalista e do conteúdo da mesma.

- Rui Costa está a pagar pela época passada e "já não conta" para Vieira.

- Os direitos televisivos serão anunciados até final de Fevereiro e com a Olivedesportos na ordem dos 25M.

- A gestão do Benfica está pensada para contar com a venda de jogadores - ao contrario do que sempre foi dito.


Grande Entrevista RTP



terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O nosso plantel - Breve análise!

 ●  11 comentários  ● 
Feitas as apresentações, penso que devo iniciar o meu percurso neste blog fazendo uma abordagem à equipa de futebol do Benfica, a forma como está estruturada e analisando, individualmente, cada um dos elementos que constituem a equipa.

Primeiro de tudo, a baliza. Temos três enormes guardiões: Artur, Eduardo e Mika, oferecem qualidade e garantias suficientes para “encher as medidas” aos nossos adeptos, uma segurança inexistente em épocas transactas (como por exemplo na época passada, em que, com Roberto na baliza, toda a equipa e principalmente o sector defensivo ressentiam-se, “tremendo” por todos os lados). Essa segurança tem impacto directo nos resultados e nas exibições da nossa equipa, pois sou da opinião que o principal ataque é a defesa e que os jogos começam a ser ganhos lá atrás, no sector mais recuado.



O nosso sector defensivo conta com os melhores jogadores do campeonato nas suas posições, Maxi Pereira, Luisão e Garay e ainda jogadores de fácil encaixe em muitas equipas como Emerson, o veterano Capdevila, Jardel e Miguel Vitor. As jovens promessas André Almeida e Luís Martins são também jogadores que têm de ser cuidadosamente trabalhados e integrados na equipa, pois fazem parte do leque de jogadores que são o futuro do Benfica.

O nosso meio campo é de fazer inveja a qualquer equipa mundial. Um meio campo constituído por jogadores como Javi Garcia, Bruno César, Nolito, Gaitan e Witsel, um dos melhores jogadores de todos os tempos, Pablo Aimar, e ainda jogadores prometedores comoMatic e Enzo Pérez (polémicas à parte, era um dos melhores jogadores do campeonato argentino) só pode ser sinónimo de estragos, como temos visto jogo após jogo. A chegada de YannickDjaló à equipa, ainda que desnecessária (a razão desta contratação permanece uma incógnita, pois não foi pelo potencial/passado no antigo clube que foi contratado, com toda a certeza) vem apenas reforçar ainda mais o nosso já fortíssimo meio-campo. Os valores envolvidos no negócio fazem desta mudança de Djaló para o clube da Luz uma transferência pouco arriscada.

Relativamente à nossa frente de ataque, temos o nosso Cardozo, jogador pouco acarinhado pelo público, infelizmente, mas um jogador exemplar que cumpre a sua função: marcar golos. Quando falamos de bons jogadores, não nos podemos esquecer do nosso grandeSaviola. Apesar de estar a atravessar uma fase um pouco mais complicada, num momento de má forma incrível, é um jogador com grande classe e que ainda pode oferecer muito ao clube (tenho a certeza que muitos discordam). Por fim, Rodrigo e Nélson Oliveira, dois jovens com um futuro brilhante e nos quais deposito imensa confiança. Sei, pelo que já mostraram e por todas as alegrias e vitórias que ainda nos têm para oferecer que têm tudo para deixar a sua marca na história do clube, pelos melhores motivos apenas. Vejo em Rodrigo e Nélson Oliveira a futura dupla de pontas de lança do nosso Benfica! 

As lacunas do plantel são mínimas. Temos um plantel bastante equilibrado, como não tínhamos há muito, muito tempo. Aponto a posição de Defesa Esquerdo como a posição que necessita, com urgência, de ser reforçada. Emerson é um apenas um remendo. Não tem feito um péssimo trabalho, mas tem contrastado com a qualidade do resto da equipa. Necessitamos de um Defesa Esquerdo com maior velocidade e capacidade de explosão, "à la Coentrão". Capdevila, na minha opinião, seria o actual titular da equipa, pois não acredito que faria um papel muito pior do que Emerson. De resto, equipa perfeita!

Posto isto, falta apenas falar do nosso mister, Jorge Jesus. Chegou há duas épocas. Na primeira época foi campeão, montando uma equipa com culto de vitória e um futebol demolidor, goleadas atrás de goleadas. A segunda época foi para esquecer: não conseguimos o título, depois de um campeonato algo desalentador, mas chegamos às meias finais da Liga Europa e ganhamos a Taça da Liga, não compensando a terrível época, na minha opinião. Na época presente, estamos a realizar um excelente campeonato. Fomos eliminados da Taça de Portugal (através do único jogo oficial que perdemos esta época), mas estamos ainda a lutar em três frente, sendo elas a Taça da Liga, o Campeonato e a Liga dos Campeões. Temos tudo para chegar longe nesta última competição e acredito vivamente que o título de campeão Nacional e o troféu da Taça da Liga já não nos escapam.

Como vêm temos equipa para enfrentar qualquer uma. Temos capacidade de jogar “taco a taco” com equipas como o Manchester United, como ficou mais que provado na fase de grupos da Liga dos Campeões. Isto significa que temos tudo para alcançar um grande nível de sucesso nesta época e, se a estrutura da equipa se mantiver a mesma, com esta política de comunicação perfeita (nesta altura, a ganhar e a jogar como temos jogado, o nível de bazófia estaria altíssimo e já alguém teria vindo “gabar-se” cá para fora) e com a maioria dos nossos dirigentes focados em ajudar o Benfica a ganhar, sem preocupação centrada em negócios paralelos, nas épocas que estão para vir!

Guardo para mais tarde uma abordagem mais pormenorizada ao plantel do Benfica, analisando individualmente cada um dos jogadores.



FORÇA BENFICA!

Competitividade, Taça da Liga e Benfica-Marítimo

 ●  4 comentários  ● 
Julgo que todos admiramos o futebol inglês; normalmente é aberto, vertical, leal e quase sempre rijamente disputado. Independentemente da classificação, qualquer das equipas joga para ganhar, olhos nos olhos, proporcionando quase sempre belos espectáculos. Fantástico o apoio dos adeptos à sua equipa, independentemente do andamento do resultado. Admirável a sua capacidade de aplauso ao adversário valoroso, como já aconteceu ao nosso clube, nomeadamente num celebérrimo jogo com o Tottenham. Lindo!

Faz parte da cultura inglesa esta disponibilidade de, sem pensar duas vezes, enfrentar as dificuldades e tentar vencê-las. É um povo com elevada auto-estima apesar de, em minha opinião, excessivamente orgulhoso. Olhando para a História, percebemos a razão deste orgulho; o maior império colonial, a guerra dos 30 anos, a guerra dos 100 anos, a batalha de Trafalgar, a batalha de Waterloo, as 1ª e 2ª guerras mundiais, etc. Enfim, vergaram militarmente perante os rudes - à época - mas corajosos e engenhosos Americanos e, vergaram politicamente perante a engenhosa guerra económica e estratégia de não-violência do Mahatma Gandhi, com a consequente independência da Índia e do Paquistão, com que se iniciou o processo de descolonização, concluído por Portugal em 1975.

Em matéria de futebol não toleram fiteirices. O meu irmão, que, por razões de trabalho, frequenta regularmente a Inglaterra, Escócia e Irlanda, contou-me que o público escocês detestava o Capucho - lembram-se dele? Jogou no Porto e foi vendido para, já não sei que clube escocês; Rangers ou Celtic . Sabem porquê?...É que o Capucho, que até era um excelente ala direito, tinha o lusitano hábito de se atirar para o chão por tudo e por nada, sendo fortemente vaiado sempre que o fazia. Aquela gente admira a luta franca e leal. E eu gosto disso.

Gostei do Marítimo; estão de parabéns o Pedro Martins, os seus Atletas e o Carlos Pereira. Falta-lhe eficácia na finalização; uma questão de controlo emocional. Jogaram aberto, com excelente posicionamento, fantástico pressing, óptima qualidade de passe, força, velocidade, profundidade e amplitude (ai aquele Samir nas mão do Jesus!).

Mas também o Santa clara, de escalão inferior e recentemente declarado insolvente, jogou na Luz, aberto, proporcionando um espetáculo agradável!

Acho que há uma razão de fundo para este “fenómeno”. Corresponde a uma velha tese que defendo há muitos anos. A "imberbe" Taça da Liga foi lançada por Hermínio Loureiro - o Homem a quem está destinado reformar o futebol nacional e ainda não o percebeu -, para “engordar” o parco financiamento dos, sobretudo, Pequenos e Médios Clubes (PMC). É ainda o parente pobre do ludopédio luso. Aposto que, pouco a pouco, vai crescer; o principal ingrediente está lá, apesar de um certo desdém que paira no ar.

A forma como a competição está organizada, em grupos de quatro clubes, é a razão da ausência dos detestáveis autocarros que a maioria destes clubes usa no Campeonato. Pratica-se bom futebol em Portugal, mas, por uma questão de anacronismo cultural de Técnicos ou Dirigentes, ao Atletas “esgatanham-se” à frente da área por um pontinho, destruindo a razão de ser do futebol; o espetáculo! Foi, recentemente, o caso do Gil Vicente na luz; apesar de possuir uma bela equipa, acantonou os seus Atletas à frente da área a maior parte do tempo. Julgo que não estou a ser injusto. Infelizmente é geral. Fiúza tem razão quanto aos orçamentos, mas tem que incutir no seu Técnico e na sua equipa outra mentalidade. O valor do Gil está à vista.

Esta poderá ser uma solução alternativa para melhorar a competitividade no futebol nacional, com a vantagem de poder integrar mais clubes, nomeadamente do Sul. E, aqui para nós que ninguém nos vê, poderá ainda ser uma boa solução de aniquilar a “barbuda” corrupção.

Então e o nosso Benfica? Vimos boas coisas! Grande Eduardo naquela mancha fabulosa ao atarantado Samir (o nome é assim, não é?). Grande Nelson, um potentado, que alia força, velocidade, técnica, verticalidade, controlo emocional e finalização (o rapaz tem barba, por alguma razão é; por mim, acabou o tirocínio); não tenho dúvidas, temos ali atleta para fazer o flanco direito a partir do meio-campo (tá-bem-tá; ó Jesus, veja lá isso!). Fabuloso Rodrigo - parece o sudexpress - força, técnica, verticalidade e rapidez, quer com os pés quer com a cabeça! (fazia outra crónica só a descrever os golos). Generoso Aimar ,de mangas arregaçadas a defender. Muito bem o Nolito e bem o Saviola a quem só falta concentração na finalização.

Notei assinalável evolução na recuperação da bola, mas a equipa ainda abre muitos espaços no meio-campo e continua a falhar as marcações, nomeadamente nas transições. “Oferecemos” três oportunidades flagrantes ao adversário! Não pode ser! Faltou um patrão na defesa; ou o central ou o GR, ou ambos, têm que estar “ a pau” e avisar os colegas! Estas “abébias” não são para o Benfica!

Um abraço a todos

A Entrevista

 ●  9 comentários  ● 
Entre as causas de maior impacto fracturário no universo encarnado, as fissuras resultantes das derrotas da equipa de Futebol e o poder desagregador da polémica temática «negociações televisivas» poderão muito bem encabeçar a lista. Ademais, à posição inflexível de alguns que por via de «ódios de estimação» não oscilam na crítica «pró-Benfica», contrapõe-se a defesa de outros que ao esboçar a incontestabilidade, são conotados de «rebanho». Compactuar-se num hipotético meio termo vem sendo impossível, como sabemos.

Num altura em que a Benfica TV dá a conhecer mais um pouco da nobre história democrática do Sport Lisboa e Benfica – na circunstância da dramática Assembleia Geral de 1 de Julho de 1979 que veio a permitir que o Benfica passasse a poder contratar jogadores estrangeiros – talvez fosse aconselhável aspirarmos a um obrigatório salto qualitativo, algo que só poderemos almejar tendo maior tolerância à opinião contrária por um lado, e refreando os impulsos ao não dizer ou escrever imediatamente o que nos vai na alma por outro.

Desconheço o principal motivo pelo qual o presidente do Benfica estará hoje na 'Grande Entrevista' da RTP1, mas entrar em parafuso pelo timing da entrevista parece-me um tanto ou quanto desnecessário. Por dois motivos; por um lado porque Luís Filipe Vieira tem vindo a melhorar o seu discurso e decerto manterá o mote de 2011/2012, por outro porque daí poderão resultar esclarecimentos em torno das negociações televisivas.

É esperar para ver.

Início do meu contributo!

 ●  15 comentários  ● 
Benfiquistas!

O Benfica representa uma importante parte da minha vida. Sempre foi assim, sempre será. Muitos tentaram descrever a instituição do Benfica com uma palavra apenas. Acredito que muitos falharam. Quanto a mim, penso que cheguei a uma conclusão: o Benfica é “Vida”, não no sentido literal da palavra, mas no sentido espiritual. Acham exagerado? Eu não! Conseguem, verdadeiros Benfiquistas, de alma e coração, imaginar a vossa vida sem o Benfica?

O Benfica ajuda-me a aguentar uma semana inteira de trabalho, pois sei que no final voltarei a ver o Glorioso a jogar. Ser do Benfica envaidece-me. Como maravilhosamente canta Luís Piçarra “Ser Benfiquista é ter na alma a chama imensa”. Ser Benfiquista é saber sofrer. Ser Benfiquista é querer sempre mais. Ser Benfiquista é ter uma força de vontade, um querer e ambição de uma força arrasadora. O Benfica ajuda-me a mitigar raivas, dores, problemas e aflições! Ser Benfiquista é união. Digam-me que instituição vos concede tais valores, facilmente aplicáveis ao vosso dia-a-dia?

É com este pequeno discurso (um pouco carregado de clichés, é verdade) que me apresento.

A partir de hoje iniciarei o meu contributo neste grandioso Blog, contributo esse que espero que seja extremamente útil. Acompanho o mesmo desde a sua fase embrionária, ou seja, tenho plena noção acerca de como tudo funciona nesta “casa”. Desde já agradeço o convite que me foi feito, querendo apenas referir que espero cumprir com as expectativas. A escrita é uma das minhas paixões. Juntar a escrita com o meu amor pelo Benfica é uma combinação perfeita e simplesmente irrecusável. Não é a primeira vez que escrevo acerca do Benfica, tendo já colaborado em vários blogs da Gloriosasfera e sido proprietário do meu próprio blog.

Como poderão constatar, o meu amor pelo Benfica é enorme e incondicional. Apesar disso, sou racional e sei “ver as coisas como elas realmente são”, criticando quando devo criticar e apoiando e elogiando quando devo apoiar e elogiar, sem nunca descurar a verdade “nua e crua”.

Gostaria apenas de acrescentar uma pequena opinião acerca do Benfica actual. Estou plenamente convicto das capacidades do nosso plantel e penso que o título já não nos escapa. Confio absolutamente no nosso Mister Jorge Jesus, apesar de, lá está, não concordar com algumas escolhas, com algumas medidas. O meu ídolo no Mundo do futebol actual é nada mais, nada menos do que o nosso Pablo Aimar, um senhor tanto dentro como fora dos relvados. Sou anti-“gang do assobio”, aqueles que se intitulam de adeptos (mas que na verdade não passam de uns insurrectos) e que vão ao estádio com o único intuito de destabilizar e perturbar a nossa equipa. Por fim, gostaria de dizer que apoio Luís Filipe Vieira enquanto Presidente do Benfica, preferindo não me alongar neste assunto de momento.

Bom, benfiquistas, penso que as apresentações estão feitas. Espero que gostem do meu trabalho. Do meu lado, tenho a certeza que vou adorar escrever aqui!




FORÇA BENFICA! RUMO AO 33º!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

BENFICA

 ●  4 comentários  ● 
Rapaziada:, pára tudo fachavor! Ouçam lá isto:



Viva o Gloriose!

Sobre rodas

 ●  18 comentários  ● 
Talvez o Benfica deva repensar a estratégia para o Hóquei em Patins, modalidade que atinge níveis de corrupção dignas de fazer inveja à era dos 'Xitos' do Futebol. É que não faltam sequer proeminentes 'pintos'... O decisivo clássico de ontem é mais uma vez prova disso. Desde logo começou a jogar-se cedo com encomendas à la Tó Neves a meio da semana. Dizia a 'douta' figura que a «outra equipa tem sido bem apoiada», talvez para despistar os mais incautos que não sabem que Joaquim Pinto e Luís Peixoto têm selo de garantia azul e branco. Aliás, livre-se a dupla de arbitragem de não seguir o guião no Dragão Caixa. Caso tal 'calamidade' aconteça, a polícia e os stewards - escolhidos a dedo e coniventes - poderão desaparecer e deixá-la a par com a fúria popular.

Também o agendamento por parte do organismo foi o habitualmente apetecível, convenientemente poucas horas antes do futebol – é o habitual 2 em 1. São ‘pormenores’ e talvez se justifique a insistência, isto apesar da última vez vez que o Benfica lá se deslocou - para outro jogo decisivo - não ter podido sequer contar com o ringue à hora prevista - por «motivos de segurança» segundo constou, e com isso teve de esperar na camioneta dado que o Futebol jogava pouco depois e haviam muitos perigosos adeptos por perto.

No ringue do Dragão Caixa o Benfica jogou como nunca e perdeu como sempre. Apesar de várias vezes na frente no marcador, cedo se perceberam as habilidades em torno da gestão de faltas por parte de Joaquim Pinto e Luís Peixoto. O FCPorto por seu turno nem precisou de fazer uma exibição portentosa, bastando aos seus atletas caírem - nem sempre da forma mais ortodoxa - para que a dupla de arbitragem assentisse às pretensões dos atletas que contavam com o sintonizado bruar dos acéfalos nas bancadas. Foi uma sinfonia perfeita com uma 'envolvente fantástica', e apesar de não termos o 'previlégio' de ter o Porto Canal a fazer a transmissão, o branqueamento a cargo da RTP2 não ficou muito aquém das expectativas, não faltando sequer nos festejos dos golos do FCPorto fazerem-nos sentir que a equipa encarnada era estrangeira e de «terra de mouros».

No final todos ficaram felizes; propalou-se o «grande jogo de Hóquei em Patins». Os cabeçudos encarnados fizeram as delícias, não só contribuíram para sanar as depauperadas contas da modalidade do rival, como fizeram parte dos cânticos que a corja ladrava em uníssono, aos quais não faltaram os «olés». Estão habituados a vencer assim e não importam os meios. E cantou-se «campeões, campeões, nós somos campeões», não fosse a competitividade da modalidade estar reduzida a cinzas e muitos dos demais vassalos adversários serem para cumprir calendário.

Venha 2012/2013.

Explicação: Porquê de ser o Joaquim Oliveira

 ●  24 comentários  ● 
Vamos lá por de lado a paixão e trazer para a análise a racionalidade: Porque vai o SLBenfica renovar com o Joaquim Oliveira? A resposta pode parecer "rebuscada", mas até é bastante simples se pensarem um pouco na realidade dos clubes nacionais: A Banca.

Eis a minha teoria sobre isto:

99% dos clubes nacionais estão reféns da banca nacional. Facto!

Ao estarem reféns, têm inclusivamente seus representantes nas Administrações (caso de Domingos Soares Oliveira, no SLBenfica) e com isso controlam grande parte das decisões de investimentos e receitas, de modo a protegerem os seus empréstimos e garantirem que os clubes honram os respectivos compromissos.

Um dos desígnios da banca é que vale mais dinheiro garantido do que apostas de risco que possam colocar em causa os compromissos dos clubes com a banca. Olhemos agora, sob esse prisma, às duas opções do SLBenfica:

1. Vender os direitos televisivos a Joaquim Oliveira na ordem dos 22 a 25M€/ano, estendendo o contrato por mais 7 anos, portanto até 2020 ou perto disso.

2. Ficar com os direitos, suportar uma parceria com uma empresa como a PT/Meo e explorar a revenda dos direitos (para todos os que pretendam transmitir resumos, excertos, imagens, etc) e, principalmente, a publicidade.

À luz dos bancos, o primeiro cenário é dinheiro em caixa. Representa directamente passar de 7,5M€/ano para uma receita adicional de 15 a 17M€, reforçando a capacidade do SLBenfica fazer face aos compromissos com a banca, independentemente da performance desportiva.

Já o segundo cenário representa um risco imenso. Partilhar as receitas com um parceiro e, seja qual for a dimensão da receita, nunca haverá capacidade preditiva, ou seja, nunca saberão exactamente qual o valor da receita de forma antecipada, ficando dependente da performance desportiva.

No limite, no segundo cenário podemos até ganhar mais dinheiro... mas terá um factor de incerteza (logo risco) bem como influência de factores externos muito superiores. E acham que os bancos, especialmente em momentos de crise, querem risco? Nem pensar.

A triste verdade, que não desculpa a inércia do SLBenfica sobre o tema, é que o SLBenfica é dominado por interesses das entidades financeiras. Essas entidades estão-se nas tintas para o Sistema, para a Corrupção, ou para os resultados desportivos do SLBenfica... o que interessa é reduzir a exposição ao risco (reparem como esta descrição podia estar a ser feita a para descrever Domingos Soares Oliveira).

A verdade verdadinha é que o SLBenfica, ao contrário do que a Adminstração da SAD apregoa (nomeadamente Domingos Soares Oliveira), a recuperação financeira foi feita suportada no apoio de instituições financeiras, a sustentada em créditos/empréstimos e outras ferramentas financeiras. É caso para dizer que o SLBenfica não só "foi ao BES", como junta a isso o facto de "ter um pai rico" (o BES).

No início de 2000, Joaquim Oliveira soube aproveitar a "queda de JVA" que lhe fez frente e desferiu um golpe letal nos 10 anos seguintes do SLBenfica. Agora, com a crise financeira no seu ponto mais alto, vai novamente aproveitar-se da dependência do Clube face aos compromissos financeiros e continuar a prolongar os seus interesses e a financiar um sistema corrupto e os jogos de interesses que dominam o futebol nacional... à custa do SLBenfica.

Por esta altura já muitos dirão que "ah então pronto... o Vieira não pode fazer nada e até está a defender o SLBenfica". Nada de mais errado, meus amigos.

Como em tempos o "mal amado" José Veiga disse, um administrador financeiro, referindo-se a Domingos Soares Oliveira, não pode ter tanto poder e influência no Clube como o SLBenfica. Esse é o primeiro erro desta Direcção.

Claro que não está em causa a competência de DSO. Era o que faltava eu ter capacidade para julgar a sua competência. O que está em causa é a sua importância e voz activa no Clube, quando o seu papel deveria ser APENAS de gestão das finanças.

A demonstração cabal de recuperação financeira seria termos tido capacidade para cumprir os deveres com a Banca, ao mesmo tempo que reduzimos a dependência destes e, especialmente, a autonomia na gestão face aos bancos. O caminho escolhido parece ter sido precisamente o oposto: o de ver nos bancos um parceiro estratégico, conferindo-lhes capacidade de influenciar as nossas decisões (o exemplo mais gritando é o "Benfica Stars Fund") a troco de financiamento, e mais financiamento para continuar a gastar acima das possibilidades.

Quanto mais vivermos acima das possibilidades, mas faremos "o jogo da Banca" e menos o jogo das quatro linhas. É por isto que teremos que continuar a vender ano após ano jogadores como Gaitan, Javi, Rodrigo, Nelson Oliveira, Nolito, Cardozo, etc... mas não por política desportiva e sim por imperativos e compromissos financeiros.

Sabem como é, quanto mais nos atolamos no lamaçal da dependência financeira de terceiros... mais perdemos o controlo da nossa própria soberania. Olhem para os efeitos da "troika" em Portugal, Grécia, etc.

Deitar abaixo o Estádio? Não !!!!

 ●  7 comentários  ● 



YANNICK: «Estádio abaixo da próxima vez»

“Estive perto de marcar mas não consegui… prometo que da próxima vez deito o estádio abaixo”, brincou o avançado.
--------------------------------------

Mas olha lá  Floribeló,
Tu já estás  no BENFICA e não no  Ceportém.
Quem te ouve falar, acha que queres completar a obra que se propunham fazer, os falidos botofogos de alvalixo.

Limita-te a jogar bem e a marcar golos, deixa lá o estádio, não nos faças entrar em mais despesas!!!

Estou a ver que a  bimba Floribela  tem de te comprar mais roupa vermelha, inclusive pijamas e roupão  com emblemas do Benfica, para que retires algum resquício de ceportinguismo, que ainda tenhas nos teus neurónios.

Gostei que a  BIMBA, tenha vestido uma linda camisola do Benfica à tua LYONCEVIKTÓRYA, espero que a baptizes na Catedral da Luz, fazendo-a desde já sócia, a fim de se livrar do pecado original.

Já a tua BIMBA, escusa de se vestir de vermelho da cabeça aos pés, porque a nós, jamais nos enganará!!!

Mensagens do jogo de ontem

 ●  4 comentários  ● 
Impossível não alimentar a ilusão positiva criada por Nélson Oliveira sobre o futuro de um jovem formado no SLBenfica. É um orgulho para qualquer benfiquista (bom, se calhar não para tantos assim) ver um produto da nossa formação apresentar uma qualidade imensa a jogar na primeira do clube que o formou... do seu clube.

Assim Jorge Jesus queira, e ficou claro que Nélson Oliveira tem qualidade e muita, mas mesmo muita margem de progressão para nos dar muitos momentos de grande qualidade, não apenas na Taça da Liga. Como aqui defendi já várias vezes, o Nelson precisa de regularidade para, tal como aconteceu com o Rodrigo, poder corrigir algumas componentes do seu jogo.

Não quero com isto dizer que o "nosso Nelson" é melhor ou pior que seja quem for. Não o advogo como substituto de ninguém, apenas digo que merece o seu espaço e as suas oportunidades. Tal como já referi aqui algumas vezes, a dupla Rodrigo e Nélson Oliveira é demolidora na velocidade, mobilidade e intensidade.

No mesmo jogo, deu para perceber que o (futuro?) contrato de Gaitan continua a pesar-lhe muito às costas. Não sei se é coincidência ou não, mas desde as notícias que davam o acordo com o ManUtd como finalizado, o Nico basicamente parece que joga com uma mochila de 20Kg às costas. É pena, porque é um jogador fantástico!

Capdevila é definitivamente uma carta fora do baralho! Quem Jesus não lhe dirigia uma palavra nos treinos já tinha sido possível ver, parece que também nos jogos isso se verifica. A forma como se irrita quando o questionam sobre Capdevila mostra bem que o jogador é uma pedra no seu sapato. É pena! Não sendo um craque, penso que com regularidade em campo, a sua experiência seria muito útil. Desta forma, é apenas um jogador "fora dela", como diz Jesus. Jesus não o quer aqui, nunca quis...

Jesus ontem mostrou também que se está nas tintas para a história, ao fazer entrar Cardozo. A probabilidade de o paraguaio "destronar" Eusébio ao entrar a 5 minutos do fim era infíma, mas mesmo assim Nolito teve nos pés essa possibilidade. Com sinceridade, acho que se era só para os aplausos ao Nélson, não valia a pena ter tapado a porta da história ao Cardozo.

Por fim, Rodrigo. Está a tornar-se um caso sério de qualidade. O puto sobe de performance de jogo para jogo. Tem uma velocidade impressionante e uma qualidade técnica notável. Vale claramente os 6 milhões que foram abatidos ao negócio DiMaria - mas o argentino também vale mais do que um negócio envolvendo Rodrigo. Ainda assim, feitas as contas, o SLBenfica sai a ganhar com os 25M€ do DiMaria... e com outro tanto que Rodrigo vai valer. Congrats, mr. Vieira!

PS- Desnecessária aquela expulsão do jogador do Marítimo. Bem sei que o SportingCP não pode dar-se ao luxo de perder mais um jogo no campeonato, mas era preciso aquilo? Façam as contas às expulsões e amarelos penalizadores aos nossos adversários sempre que a seguir aos jogos deles com com o Benfica, vem o FCPorto ou SportingCP.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

NELSON OLIVEIRA!

 ●  30 comentários  ● 
Obrigado por me dares razão, puto! ÉS UM CRAQUE!

Ter Nolito, Rodrigo e Nélson Oliveira na mesma equipa é demolidor. Que velocidade impressionante! Sem menos classe são apoiados por jogadores como Aimar, Gaitan, Javi Garcia, Maxi...

ranking