These foolish things
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

These foolish things

 ●  + 12 comentários  ● 

Dos jornais:

“Neste capítulo, Jesus teve quase sempre carta branca e a maioria dos reforços contratados no último ano e meio resultam de pedidos expressos do treinador benfiquista. Como é o caso de Nicolás Gaitán, jogador que tem sentido enormes dificuldades para se impor no onze das águias” – João Rui Rodrigues, RECORD, 8 de Novembro de 2010 (no rescaldo da goleada no estádio da “Galinha”, tudo servia para “filosofar”. Até o Gaitán que por acaso marcou lá um golo, na época seguinte, e que tem mostrado ser jogador de elevado recorte técnico”)

“Para já, Jesus continua. Mas se não voltar a ter a equipa do seu lado, a época do Benfica passará de mal a pior. Estará Jesus à altura deste desafio?” – José Delgado, ABOLA, 26 de Novembro de 2010 (se a questão residia em saber se a equipa estava do seu lado, o resto da época confirmou que sim. A arbitragem é que esteve contra. Apesar de ainda hoje, muitos adeptos defenderem o contrário)

“Depois de despachar Quim de forma pouco digna no defeso passado, Jorge Jesus elevou a fasquia e foi ainda mais longe. O avançado não foi apenas preterido agora, quando o seu vínculo contratual chegou ao fim. Aquele que é (e continuará a ser durante muito tempo) um dos jogadores mais concretizadores da história centenária do clube da Luz (e um dos nomes mais sonantes de todo o futebol nacional) foi humilhado, vezes sem conta, por um técnico que, depois de ganhar um campeonato, passou a pensar e agir como se fosse a figura encarnada mais consensual depois de Eusébio.” – Luís Avelãs, RECORD, 16 de Junho de 2011 (a seguir foi humilhado por Leonardo Jardim, sendo corrido para a 2ª divisão inglesa e quanto ao ser um dos maiores concretizadores da história centenária do Benfica, ficou uns lugares abaixo de Cardozo. E do Lima já agora).

“Mais do que discutir as razões que levaram a este desfecho - lamentado pelos fãs do capitão benfiquista e por aqueles que, mesmo admitindo que ele já não tinha lugar na equipa, gostavam de o ver despedir-se do clube de outra maneira – e que continuarão, seguramente, a ser matéria de muitos fóruns, ....” – António Magalhães, RECORD, 16 de Junho de 2011 (gostavam de o ver despedir-se de outra maneira, os seus fãs ou os jornalistas? Como se despediram do FCP, Vítor Baía e Domingos, dois “emblemas” do clube? Como se despediu Nuno Gomes do Braga? Quem não sabe de onde vem a substancial antipatia por Jesus, mais uma vez tem de buscar resposta nos “media...).

Comentário final sobre o tema “media” vs Jesus: depois de pedirem, exigirem o despedimento de Jesus, na sequência da derrota com o FCP e eliminação da Champions para a Liga Europa, Jesus conseguiu bater o recorde de 17 anos de jejum nas meias finais de uma competição europeia, estabeleceu o recorde de 18 vitórias consecutivas em todas as competições, inclusive na Alemanha e em casa do FCP para a Taça, facturou dezenas de milhões de euros e o Proença continuou a errar da mesma maneira, nas duas épocas sequentes. Se Jesus tivesse saído, teríamos tido o mesmo sucesso relativo? Proença teria sido melhor?

Título “Águias na corrida por Jackson Martínez”, por Redacção de ABOLA, 6 de Maio de 2012: “depois de ter sido noticiado como alvo do interesse de FC Porto e Liverpool, o avançado colombiano Jackson Martínez estará também nas cogitações do Benfica, segundo noticia a imprensa daquele país”. (a BOLA ao serviço do “sistema” para branquear o custo e a necessidade de contratar o jogador. O truque de usar o Benfica, é repetitivo como nos lembramos nos últimos anos)

Título “Benfica: Holandês tem praticamente tudo acordado com as águias”, sub título “FC Porto tenta desviar Ola John”, Correio da Manhã, 23 de Maio de 2012: “O FC Porto quer desviar Ola John para o Dragão” (o CM sempre pronto a ajudar alguém dentro do Benfica, que tal como no FCP, tem de justificar o custo e a necessidade de contratar o jogador. O truque de usar o FCP continua igual).

Título “Mauro Caballero troca Benfica pelo FC Porto”, Correio da Manhã, 25 de Junho de 2012: “Mauro Caballero vai mesmo jogar no Dragão, estando no centro de mais uma “guerra” entre o FCP e o rival Benfica...” (bastou o CM avançar esta notícia e logo meio mundo nos blogues avançou para textos que punham em causa a preparação da época do Benfica e sobrevalorizavam a qualidade do jogador).


Título “Libertad espera por proposta”, sub títuloDOSSIER MAURO CABALLERO”, RECORD, 30 Junho de 2012, “Mauro Caballero é mais um jovem talento em quem os dragões parecem apostar para o futuro, mas até ao momento não se registaram avanços relativamente à sua eventual contratação” (esta notícia não podia vir no CM como é óbvio, nem podia ser analisada pelos mesmos bloggers, mas mesmo vê-se o jeito do jornalista do Record ao apelidá-lo de “jovem talento”. Imagine-se o Olá Jonh no FCP...).

12 comentários blogger

  1. Hoje inspirei-me no tema musical "these foolish things", de Brian Ferry (Roxy Music) e conciliei com um dos temas que recentemente tem mexido com o meu interesse, a comunicação social.

    Vai daí deu-me para montar este trabalho que evidencia como os temas são escolhidos com especial objectivo de tudo questionar sobre o Benfica. Um dia destes faço a comparação entre o que estes mesmos jornalistas escrevem sobre FCP e SCP, em assuntos de algum melindre. Para percebermos que de facto há mais cuidado a escrever e opinar sobre FCP e SCP, do que sobre o Benfica.

    Os adeptos do SCP irão discordar desta opinião, mas perceberão que o SCP só começa a levar "pancada" quando se torna evidente que já não ultrapassa o Benfica. Foi assim que o Paulo Bento se aguentou durante 4 anos. Veio Jesus, e o Paulo bento foi à viola. E depois dele, mais 6 ...

    ResponderEliminar
  2. Tal como deixei ontem escrito ...

    "E fico-me por aqui para não ser demasiado caústico, porque muito mais ficou por dizer sobre os tais " benfiquistas " que não lêem os jornais desportivos, não vem certos programas desportivos na televisão, não assinam a Sport TV ...
    Tretas atrás de tretas "

    ResponderEliminar
  3. Há também as "sad things" como louvar a chegada às meias finais. Outros ganham! Nós temos meias! Perdida para o Braguilha, registe-se!

    ResponderEliminar
  4. "Comentário final sobre o tema “media” vs Jesus: depois de pedirem, exigirem o despedimento de Jesus, na sequência da derrota com o FCP e eliminação da Champions para a Liga Europa, Jesus conseguiu bater o recorde de 17 anos de jejum nas meias finais de uma competição europeia, estabeleceu o recorde de 18 vitórias consecutivas em todas as competições, inclusive na Alemanha e em casa do FCP para a Taça, facturou dezenas de milhões de euros e o Proença continuou a errar da mesma maneira, nas duas épocas sequentes. Se Jesus tivesse saído, teríamos tido o mesmo sucesso relativo? Proença teria sido melhor?"

    Eagle, o teu erro é só veres as coisas pela metade, aquela que te interessa. Como dizia Jack o Estripador, vamos por partes:

    'Jesus conseguiu bater o recorde de 17 anos de jejum nas meias finais de uma competição europeia' - Recorde de quê? E caso não te lembres...perdeu com quem? E quem ganhou essa Liga Europa? Foi o grande mestre da táctica? Não. Foram os corruptos.

    '...estabeleceu o recorde de 18 vitórias consecutivas em todas as competições...' - Eu sou daqueles benfiquistas que não contam os recordes que não trazem títulos como campeão nacional, vencedor da Taça de Portugal ou vencedor de competições europeias. Esses recordes 'morais' não valem um chavo.

    '...18 vitórias consecutivas em todas as competições, inclusive na Alemanha e em casa do FCP para a Taça...' - Em casa do FCP? Queres ver que não te lembras do resultado da 2ªmão?

    '...facturou dezenas de milhões de euros...' - Quem factura e quem dá o nome e brilharete a tudo é a Marca Benfica. Essa é a grande valia. Se JJ era tão bom assim, porque nunca antes 'facturou' milhões?

    '...Se Jesus tivesse saído, teríamos tido o mesmo sucesso relativo? Proença teria sido melhor?' - Que sucesso? Não ser campeão? Não vencer nenhuma Taça de Portugal? Não vencer qualquer competição europeia? Não ganhar nada disso pode ser considerado sucesso? E quanto ao Proença, teria sido o mesmo. E será sempre o mesmo, enquanto os dirigentes do Benfica pactuarem com a direcção da FPF.
    Lembra-te que só lá estão porque o Benfica os apoiou. Por isso, qualquer queixa sobre arbitragem cai por terra. Foi o Benfica que apoiou esta gente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa lá, mas parece que o Eagle 01 só vê uma metade e tu, quem sabe para dares substância ao nick, só vês a outra metade.

      Uma bicadinha... só isso ;)

      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Porque antes dos Jesus o Benfica só vendia jogadores acima dos 30 milhões....

      Eliminar
    3. Bicadas...eu olho para a metade que me interessa sim...a dos resultados finais. Tudo o resto é areia para os olhos de todos nós.
      Farto de vitórias morais estou eu. Os maiores no Facebook, o clube com mais sócios, etc, etc...dessas vitórias dispenso saber.
      Mas foi uma boa bicada tua! :D
      Saudações!

      Eliminar
    4. É a história do copo meio cheio, ou copo meio vazio. Eu, o Eagle e o Gandaia preferimos ver o copo meio cheio e o Shadows, um homem habituado a ver o Benfica a vender por 30 kilos os jogadores, a chegar às meias finais, cheio de campeonatos no papo é que está certo! Homem ambicioso, típico macho alfa e que só se contenta com caviar da melhor procedência! Sim Shadows!...tu é que és exigente e é de adeptos como tu que o Benfica precisa(va) HÁ TRINTA ANOS ATRÁS!!!!!

      Eliminar
    5. Anónimo: assina e eu respondo-te.

      Eliminar
  5. isto é mais uma vez a prova da influencia que os media tem no dia-a-dia da sociedade, deixar que os media, digam o que lhes apetece sobre os clubes (treinadores, dirigentes, jogadores e até adeptos) vendem e compram ogadores, despedem e contratam treinadores, meus amigos temos de parar isto não faz sentido alimentar quem provavelmente mais afecta os nosso clube, os jornais desportivos!

    ResponderEliminar
  6. ENORME... postadela do eagle01.

    Nem vou comentar os comentários porque não me apetece.

    Parabéns eagle01

    ResponderEliminar
  7. Muito boa análise! Tudo para enterrar Jesus e o próprio Benfica. Querem fazer querer que o Benfica perde em todas as frentes com o Porto (a nível de contratações), e fazem de Jorge Jesus o pior treinador de todos os tempos!

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares