O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Uma Taça de Desilusões I

 ●  8 comentários  ● 
Portugal, 5 de Dezembro de 2011

A eliminação da Taça de Portugal volta a colocar na ordem do dia o debate sobre o verdadeiro objectivo da SAD do Benfica, que parece estar (ou é “obrigada” a estar) mais voltada para a vertente económica do que para a vertente futebolística.

Em 11 participações na Taça, deste “projecto” desportivo de Vilarinho/Vieira, falhamos a final por 9 vezes (!) o que é um registo pobre para a equipa com maior número de vitórias nesta competição. O registo de eliminações apresenta algumas curiosidades. Assim, fomos eliminados 2 vezes por FCP, Guimarães e Marítimo, 1 vez por SCP e Leixões (nas grandes penalidades) e 1 vez pelo Gondomar da 2ª B. Das 8 eliminações na prova a um só jogo, cedemos 2 vezes (FCP e Marítimo) depois de jogarmos primeiro em casa. O Guimarães neste período foi a única equipa a eliminar-nos 2 vezes em nossa casa. E foi em nossa casa que sofremos a maior humilhação da nossa história na prova, ao sermos eliminados pelo Gondomar da 2ª divisão B.

Na questão casa e fora, nestas 8 eliminações jogamos 6 vezes em casa, o que diz bem do que significa o actual Inferno da Luz para os nossos adversários: zero! Mas bom, temos um estádio novo (por pagar), cadeirinhas estofadas (para outros incendiarem), lojas de comida em todos os pisos, cobertura em todo o estádio (ao contrário dos “pobres” do Barcelona que só tem cobertura em menos de num terço do mesmo), etc. E todos nos elogiam ...

Para o Sr.º Vieira está tudo bem, “temos outras provas para ganhar”. Ou seja, a Liga dos Campeões, o Campeonato e a Taça que ninguém Liga, e por isso mesmo os árbitros parecem ter autorização para, de vez em quando, errar a nosso favor de forma grosseira.

Convenhamos que o Sr.º Vieira e a equipa que lhes escreve os discursos, sabem contornar o desânimo dos adeptos, de cada vez que perdemos uma competição. Porque há que alimentar a ilusão, a chama, o apego à equipa, pois há bilhetes e muito merchindising para vender, a Sporttv factura menos quando andamos cabisbaixos, etc, etc. E se não vendermos, o Benfica fica nas mãos dos Bancos a quem devemos mais de 240 milhões de euros de empréstimos.

É este o Benfica da refundação que falava há dias, o Dr.º Domingos Soares de Oliveira (que não mente pouco) em entrevista ao jornal do Benfica.

Sem querer ser mauzinho, o Benfica perdeu este jogo porque foi buscar um guarda-redes para agradar à comunicação social e a todos os que dentro do Benfica, acharam um erro tremendo gastar 8 milhões no Roberto quando tinham ali 60% do português Eduardo por 4 milhões. Se a estupidez futebolística fosse música, o Benfica tinha a melhor orquestra do campeonato, por larga margem!

Eduardo estava condenado a ser um fracasso no clube do seu coração. Porque a pressão de ganhar é superior à de Braga e Génova, e porque trazia de Itália (onde há maior cultura defensiva) uma média de golos sofridos de 1,4 golos por jogo! Roberto sofreu 0,92 e foi o que se sabe. Mas no Benfica ninguém pensa, porque quem paga os prejuízos é o dinheiro dos sócios ...

Claro que podíamos falar de arbitragens. Apesar de termos sido prendados com 1 penalty duvidoso (só pela televisão, porque no campo qualquer um marcava), voltamos a ser penalizados em 2 foras de jogo inexistentes (mn 31 e 59) e o adversário voltou a beneficiar do critério disciplinar “largo” aos mn 22 e 29, não levando 2 cartões amarelos! O truque de sempre que ajuda a aumentar os níveis de confiança do adversário. Quem ainda não sabe porque razão os nossos adversários metem mais o pé contra o Benfica do que contra o SCP e o FCP, depois de se gastarem 160 milhões de empréstimos bancários nas contratações de 10 épocas, ou é burro ou continua a brincar com o dinheiro dos sócios ....

Se estendermos a análise das questões de arbitragem às outras 9 eliminações, iríamos concluir que em pelo menos 5 (!) houve erros de arbitragem com influência directa no resultado: FCP (Carlos Xistra, 2ª mão, 2010/2011), Guimarães (Elmano Santos, 2009/2010), Leixões (Olegário Benquerença, 2008/2009), SCP (Jorge Sousa, 2007/2008) e novamente Guimarães (Jorge Sousa, 2005/2006)...

8 comentários blogger

  1. Antes de responder às criticas ao texto, se as houver, e se eu puder cá vir, quero registar que tive a sensação que seríamos eliminados quando soube a constituição da equipa. Entre as mais destacadas o regresso ao modelo 4-4-2 em losango e o Eduardo na baliza.

    Contra uma equipa moralizada, em 4º lugar na Liga, logo com boa qualidade, em casa deles, isto era arriscar demasiado. E quando se arrisca demasiado temos de estar 100% confiantes na baliza. E eu não estou quando sei que é Eduardo.

    Poderão dizer-se, como de costume, mil e uma coisas que podiamos ter feito e não fizemos. Golos que falhamos e não devíamos, substituições que deviam ter sido feitas e não foram, etc, etc. É o tal debate que fazemos há 2 décadas sem chegarmos a lado algum.

    O Benfica pagou um preço elevado pela incompressível politica de aquisição, dispensa, venda e empréstimo de guarda redes neste defeso, uma politica que anda ao sabor das criticas da comunicação social, onde pululam os "fretistas" e uma cambada de gente que não quer bem ao Benfica, ou porque são pagos para tal, ou porque têm visões clubisticas distintas, etc.

    ResponderEliminar
  2. patriarca disse:


    Está á vista os resultados "das Poupanças" de jogadores do JJ !!
    E ainda por cima coloca na baliza O FRANGUEIRO do eduardo.
    Se ele joga na baliza com aquele "MIUDO" que estava como suplente NÂO TINHAMOS SIDO ELIMINADOS, mas não o JJ só gosta de colocar a jogar os jogadores que ele quiz que viessem para o Benfica, os outros os BONS, coloca-os a jogar porque a isso é obrigado, mas do Benfica ELE estásse nas Tintas.

    ResponderEliminar
  3. MEOs
    O primeiro golo que o Eduardo comeu, era indefensável. Já quanto ao segundo podia e devia fazer melhor.
    Não foi por aí que perdemos e estou a lembrar-me de uma defesa de golo certo que ele evitou.
    O problema é que perdemos bolas de baliza aberta - até tu Aimar? - e entrámos com muitos segundas linhas.
    O Aimar devia e podia entrar de inicio (entrou na piscina da Naval) e descansava nesta 4ª.Feira.

    ResponderEliminar
  4. Registem as contas na Coluna das Aguias Gloriosas! As taças do Sporting... Ah mas no Benfica luta-se dinheiro e n por títulos! Ooops

    ResponderEliminar
  5. Águia Preocupada05 dezembro, 2011 22:25

    Não vi o jogo, apenas o resumo e só ouvi até ao 2-1!
    Contudo e atendendo que no futebol nada é absoluto (a não ser os favores aos corruptos!) e que muitas vezes o factor sorte tem um valor muito importante e neste jogo ela, a sorte, não nos acompanhou, não posso deixar de achar que a culpa é apenas e só de Jorge Jesus.
    Este era um jogo de extrema importância, disputado com uma equipa que está muito bem e ainda por cima no estádio do adversário! Se JJ quisesse ganhar, não se punha a inventar pois é sabido, só ele é que ainda não sabe porque é burro, que sempre que o faz as coisas correm mal!
    Sem jogo de importância pela frente, estamos apurados para a fase seguinte da Champions e o próximo é adversário ainda não ganhou um único jogo, pelo que ter medo disto é pura cobardia, JJ tinha mesmo era que entrar com a equipa principal! Podíamos perder na mesma, mas não nos deixaria este vazio e este amargo porque gosta de inventar,só porque sim...
    Não foi, quanto a mim, pelo Eduardo que perdemos.
    O primeiro golo é um bambúrrio que só acontece uma vez na carreira dum jogador! O segundo é mais culpa do defesa que lado a lado com o madeirense, não tem o discernimento de meter o pé à bola e mandá-la para a bancada!
    E depois, bom, porque não culparmos os jogadores da frente que rematam de olhos fechados? Até parece que nunca viram uma baliza, tantos e tão grandes foram os falhanços!?
    Já escrevi muitas vezes e repito: O Benfica precisa duma mentalização de vitória e ambição. Porque digam o que disserem, é coisa que não tem... Aliás como também não tem quem dirige o clube! E se de cima o exemplo não é de ambição e de exigência...

    ResponderEliminar
  6. Olha lá 'oráculo eagleo1' e qual é a tua sensação para quarta-feira ?! Já agora informa-nos antes do jogo !
    Saudações benfiquistas

    ResponderEliminar
  7. Portanto, o Benfica perde para a Taça de Portugal fora com o Marítimo (actual 4º classificado da 1ª Liga) e a culpa disso é da SAD do Benfica??!!

    Meu, o que é que tu andas a fumar??!?!

    ResponderEliminar
  8. Enquanto houverem visionários no Benfica que preferem arrecadar 800.000€ do que passar uma eliminatória da taça de Portugal, as coisas não podem dar certo.
    Sim, a passagem á fase seguinte da Champions estava garantida, e não me digam que em primeiro é melhor porque apanhamos os segundos classificados, para mim é treta, pois a diferença é nula entre equipes de topo.
    Assim sendo, porque não colocar a equipe principal contra o Maritimo, que estava moralizado, está em 4º na Liga e jogava em casa?
    Não percebo, ou melhor percebo os 800.000€ a chamar...
    Daí percebo que atribuam culpas á SAD pela derrota, pois não acredito que o JJ seja assim tão teimoso e inventor como faz parecer.
    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking