O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Rúben, Jesus, desestabilização e correntes de opinião

 ●  22 comentários  ● 
Mais uma vez discordo da corrente e volto a repetir se não perceberam ainda que Jesus é um alvo para esta comunicação social, corrupta e desestabilizadora?

Estou à vontade para falar disto, porque sou anti-Vieira. Mas não sou anti-Benfica e quando percebo que querem atacar o Benfica, tenho de sair para a luta.

O treinador do Benfica sempre foi e será um elo fraco no Benfica, enquanto tivermos um presidente tipo rainha de Inglaterra nas mãos dos Bancos.

Foi assim com Souness, com Heynckes (este teve um período de bonomia até perder o campeonato), Jesualdo (na 2ª época após ter substituído Toni), Camacho (no 2º ano mesmo depois de ter ganho a Taça ao FCP), Trappatoni (por ser treinador defensivo o que vai contra a tradição do Benfica), Koeman (porque muito cedo ficou para trás do FCP, 6 pontos ao final da 1ª volta), Fernando Santos (idem quando em Março estávamos a 2 pontos do FCP e disputávamos os quartos de final da Taça UEFA), Camacho (porque já nao era o mesmo de antes, o tal que também foi criticado por "só" ter ganho a Taça ao FCP) e Quique Flores (porque a equipa não convencia, embora tivesse sido roubada em casa do FCP e com isso não tivesse recuperado a liderança do campeonato).

Até Jorge Jesus no ano passado, escassos 6 meses depois de ter ganho o titulo brilhante que ganhou, já tinha capas no RECORD a dizerem "com Jesus pelos cabelos". Jesus só não saiu porque LFV terá percebido ou que a indemnização a pagar era incomportável para os cofres da Luz, ou que mudar o treinador que tinha ganho um campeonato era uma ingratidão e uma burrice. Passado 1 ano, estamos em 1º lugar e chegamos aos oitavos da Champions, facturando uma receita FUNDAMENTAL para equilibrar a ruinosa gestão que tem sido levada a cabo.

Posto isto, não percebo porque razão os colegas insistem em alinhar na procissão anti-treinador do Benfica, quando a vossa dedicação benfiquistas deveria empurrar-vos em sentido contrário. Porque os meus caros têm memória.

E se JJ que ganhou um titulo à 1ª (Amorim quanto jogou nesse ano e porque não bufou como agora?), como é possível alvitrar-se que não tem mãos para uma equipa de topo? Querem ver que o Villas Boas sem árbitros, é que tem?

Fala-se  de Saviola de Capdevilla, etc. Mas bolas, isto não e normal numa equipa que tem 2 bons jogadores para cada lugar? Não é isso que a comunicação social defende, os analistas defendem, os benfiquistas acham bem, etc, para explicar que o ano passado não tínhamos tantas soluções no Banco? E que no ano de Quique o banco também não era bom? E que Camacho não tinha banco? Já esqueceram meus caros?

Ah pois é. Ter 2 jogadores por posição não é só vantagens. E qualquer pessoa que pense o futebol sem ler jornais, chega a essa conclusão! Porque todos querem jogar e alguns não jogam tanto. Logo pensam nas suas carreiras, no seu futuro, na sua desvalorização, porque não jogando, desvalorizam-se e ganham menos em futuros contratos.

O problema é que a comunicação social vende facilidades em certas ideias (tipo, o Benfica precisa de ter um bom banco), mas esconde as dificuldades (todos querem jogar).

A situação de Rúben é de extrema injustiça e ignorância. Mas ele vai tirar o lugar a quem? Ao Bruno César? Ao Gaitan? Ao Maxi Pereira? Quem sugerem os meus caros leitores?

Rúben jogou contra o Gil Vicente e empatamos, sendo os 2 golos da sua responsabilidade embora só o culpe no 1º (falhou remate e isolou adversário que faz golo), jogou contra o Marítimo na Taça perdemos, ok jogou contra o Manchester e empatamos, mas bolas, temos uns poucos resultados negativos e o Rúben está em metade! É significativo? Não sei! Sei que não dá para ele se por em bicos de pés, como está.

Agora se for verdade que o FCP está por trás desta jogada, os meus caros mais uma vez fizeram figura errada, pois duvidaram de quem vos deu alegrias e apostaram no foco de desestabilização!

Desculpem se toco na sensibilidade de alguém, mas não sei defender o Benfica de outra maneira. Não faço gestão de temas, de agendas, etc. Digo o que me parece correcto em face de cada situação.
------------------------------------
Texto escrito pelo eagle01

22 comentários blogger

  1. O Eagle01 tem toda a razão e só não entende isso quem não quer!
    Os que defendem o Amorim com tiradas tipo "ah o Capdevila é melhor que o Emerson, e o David Simão não é convocado e o zé maria era um alentejano porreiro, devia ter lugar no Benfica" estavam habituados era a Nelos e Tavares e aí os Amorins ou qualquer Maniche ou Edgar saído dos juniores eram quase Messis (ou na altura Zidanes).

    Agora, com o plantel que o Benfica tem Amorim tem lugar ao meu lado, na bancada a apoiar o seu clube do coração ou então no raio que o parta!

    ResponderEliminar
  2. Pois eu começo por te dizer que nao sou anti nada nem ninguém. No Benfica muito menos... Mas também nao sou pro-nada a nao ser o próprio Benfica.

    Ser anti-Vieira não é ser benfiquista. Quanto muito podemos discordar do Presidente ou melhor das suas decisões.

    Feita esta introdução, vou dizer-te o que me veio a cabeça quando li o que escreveste: "e no Pai Natal? Tu acreditas?"

    Eis um belo exemplo do que descrevi no blog como Sidroma Calimero. Tudo e todos têm culpa, menos nós próprios.

    Falaste em estatística do jogos do Ruben, mas eu gostava que recordasses em quantos desses o Ruben teve a oportunidade de jogar na posição onde era preterido para jogadores de qualidade inferior como Aírton ou Matic. Por menos que isso, tens um ódio visceral ao Vieira...

    O Ruben representa para mim, enquanto Benfiquista, a marca da humildade e se tivetes oportunidade de falar com alguns jogadores, verás como até traços de capitão lhe atribuem. Mas como todos os seres humanos, tem limites.

    Voltando ao teu email, antes de atacares quem está fora, pára para pensar o que fazem os que estão dentro e que permitem ou motivam que certas situações sejam usadas contra nos.

    Deste o exemplo de um rol de treinadores. Vou dizer-te o que marcou a diferença entre eles: todos foram "atirados" a relação com o exterior sem qualquer apoio - ao contrario do que se passa por exemplo no FCP - sem preparação deixaram-nos enterrarem-se e serem esmagados... Enquanto isso os dpt de comunicação brincavam aos comunicados e discursos para as casas do Benfica.

    A diferença marcou-a Trap que sozinho sabia mais que a estrutura toda e mesmo assim teve a retaguarda de Veiga.

    No FCPorto apenas Mourinho conseguiu superar ainda mais a já organizada maquina de protecção aos deles. E olha onde ele anda.

    No Benfica, que título fantástico falas? Aquele que ganhamos na ultima jornada ao Braga? Aquele que veio nas asas de um super DiMaria? Jesus é muito bom treinador, claro que é, mas nao façam dele um grande treinador de topo porque nao é. E pior de tudo é um péssimo condutor de homens como vários exemplos demonstram.

    Podes usar o jargão cómodo das opções, dos dois jogadores por lugar... Mas o desafio é saber tomar essas opções de forma a maximizar todos os recursos e nao apenas um deles. Isso faz de apenas alguns... Os melhores.

    Quando Jesus for capaz de falar das vitorias nas 1a pessoa do plural, talvez muitos destes casos deixem de acontecer.

    Até lá, passando a frente de uma ridícula associação desta caso com o FCPorto, lembra-te que a imprensa ganha bem mais com as nossas vitorias do que com as derrotas...


    Isto tudo para dizer que antes de culparmos os outros, temos que ver o que estamos a fazer para evitar certas situações.

    ResponderEliminar
  3. E de mim, mereces... Um grande aplauso!!!

    ResponderEliminar
  4. MAS ATENÇÃO: Nada disto que disse atrás desculpa o Amorim!

    O jogador, com toda a razão que possa ter, não tem qualquer justificação para desrespeitar a hierarquia do Clube. PONTO FINAL

    ResponderEliminar
  5. E sobre a questão da imprensa ganhar mais com as nossas vitórias, estou a falar de VENDAS de jornais e audiências na TV, obviamente.

    Cabe-nos saber usar isso em nosso proveito para ter o que se costuma chamar de... "ter boa imprensa".

    ResponderEliminar
  6. GeracaoBenfica. Desde quando é que Rúben Amorim foi ou passou a ser um trinco? Nunca foi. Nem sequer tem características para o ser (ganha poucas bolas de cabeça e no corpo a corpo é fraco). Ele sempre foi um médio de transição e mesmo assim a melhor posição que fez no Benfica foi lateral direito (apesar de ter jogado a interior direito várias vezes). Lembro-me de jogos de Rúben Amorim na época do titulo melhores que os de Maxi. Foi ele que criou golos importantes como foi o caso no Nacional-Benfica ou Benfica-Sporting. Foi dos mais utilizados em 2009-2010. Na época passada se não fossem as lesões provavelmente seria o 12º jogador e este ano apesar da concorrência que nunca tinha existido nas épocas anteriores também foi utilizado várias vezes (e em jogos extremamente importantes). Do que é que se pode queixar um jogador destes? Se não quer fazer parte do plantel do Benfica sendo até um jogador bastante utilizado pode fazer as trouxinhas e ir para outro lado. Mas uma coisa é certa. Será o inicio do fim da sua carreira. Quem não se lembra de Edgar, Hugo Leal ou Manuel Fernandes que podiam ter sido grandes jogadores e não passaram de jogadores medíocres.

    ResponderEliminar
  7. João, concordo em absoluto com a questão de se não sabe respeitar as opções... pode sair.

    A questão está na forma como as opções são tomadas. Se calhar se houvesse maior capacidade de gestão dessas opções pela estrutura, o Ruben jogava o mesmo ou pouco mais e seria um activo importantíssimo pela polivalência e utilidade, como foi em 2005.

    O Ruben é médio PONTO! Box to Box, trinco, interior... chama-lhe o que quiseres...

    ResponderEliminar
  8. GeracaoBenfica. Já me esquecia que Rúben Amorim já este ano também foi capitão.

    Quanto a Jesus não ser um bom condutor de homens gostava de saber como era possível termos ido a uns quartos de final e umas meias finais da Liga Europa, de termos ganho um campeonato e um segundo lugar numa das épocas mais vergonhosas a nível de arbitragem e de duas taças da liga (muitos desvalorizam mas ganhamos uma ao Porto em que eles jogaram com todos os titulares e nós sem 5 habituais titulares). Para além disso contradizes-te. Ganhamos um titulo nas asas de Di Maria. Mas esse Di Maria esteve cá dois anos e foi 0. Foi preciso vir o mau condutor de homens conduzir esse rapaz à melhor venda do nosso clube.

    ResponderEliminar
  9. caro geraçãobenfica, o ruben é jogador do benfica ponto. e só tem que jogar onde e qd o seu treinador entender. Ninguem o obrigou a assinar pelo benfica e muito menos tinha no seu contrato que só podia jogar a médio. Sálvio por exemplo era 2o avançado, JJ colocou-o a médio direito, gaitan era 2o avançado e JJ colocou-o a médio esquerdo. Amuaram??? não me parece.

    ResponderEliminar
  10. João, vamos lá ver se nos entendemos na questão do condutor de homens VS bom treinador.

    Eu NUNCA disse que o Jesus não era um mto bom treinador a nivel táctico e operacional no trabalho de treino. NUNCA DISSE ISSO!

    A questão do condutor de homens está na forma como fala com os jogadores, na forma como evita mal entendidos através de uma comunicação leal e antecipada, na forma como dá oportunidades em momentos chave quando sabe que o jogador está motivado para as ter e agarrar, na forma como não tem decisões pré-definidas ou imutaveis quando um jogador justifica em campo que ele seja flexivel na decisão, etc.

    Percebeste?


    Quanto à questão do DiMaria, vamos mesmo continuar o resto da vida a insistir em comparar um jogador que chegou aos 18/19 anos e na forma como ele saiu aos 21?

    Estranho, estranho, na imensa qualidade que ele tem e sempre teve, seria ele não ter evoluido. Um astro daqueles até comigo evoluia.

    O trabalho do Jesus pode e deve ser elogiado, mas não nessas coisas... porque aí eu não acho que tenha sido ele o grande diferenciador.

    ResponderEliminar
  11. Redceltic, trabalhas? ou estudas?

    Imagina seres chefe de sala de um restaurante importante, uma função que sempre gostaste e de repente haver alguém que te diz que ali só podes ser o tipo que trata do molho mais especial do restaurante... e quando tu nem sequer percebes nada de cozinha.

    O molho vai saindo mal e tu sentes que também é culpa tua... mas na verdade insistem que ali estejas a fazer o molho, algo que não gostas... e vês outros de vez em quando a substituir um grande chefe de sala... mas com menos qualidade do que tu.

    Diz lá o que fazias sem inventares contos cor de rosa...

    ResponderEliminar
  12. GeracaoBenfica, trabaho na função publica por sinal. e desde há 6 anos vejo o meu ordenado diminuir só pq quem manda acha que só os funcionários publicos devem pagar a crise. O que faço? continuo a trabalhar na esperança que algum dia seja recompensado pelo que vou fazendo. pq? pq preciso do dinheiro para viver. se calhar é disso que o menino ruben não precisa? mas pq? pq ganhou muito já no benfica.

    ResponderEliminar
  13. Boas,

    Alguem sabe se existe online alguma informação sobre as actividades (treinos/jogos) no Caixa futebol Campos.

    queria lá levar a minha filha amnhã (6ª feira/30) mas não sei se vamos poder ver alguma coisa...

    Abraço

    ResponderEliminar
  14. A questão está:

    Não na valia do jogador, mas sim na sua atitude de desobediencia e com antecedentes de falta de respeito a JJ (lembram-se da tirada dele, R A, aquando foi convocado por P Bento ?).

    Portanto, escusam de arranjar culpados para ele, porque já não é nenhum gaiato.

    Só tem que se aguentar às consequencias e que vá prá PQP. O Benfica já aguentou muitos merdosos para aguentar mais um. Fora com ele da equipa e que vá ao europeu com bilhete, se quizer.

    ResponderEliminar
  15. Caro companheiro benfiquista Geração:

    Perdoa-me se vou ofender algum ego, mas tenho mesmo que dizer isto. A malta Lisboeta (regra geral) tem uma cultura e um modo de estar diferente da malta do Norte do país. Não vou dizer que é melhor ou pior, digo apenas que é diferente. E basta ver que normalmente quem é de Lisboa tem empregos muito "xpto", é só consultores e gestores e sei lá mais o quê. Gente que obviamente também é muito necessária, mas que tem um modo de ver as coisas diferente. E por muito que tentem ter um discurso muito elaborado, com palavras muito bonitas, na prática isso dá a soma de zero.
    E por isso mesmo vou usar a minha maior qualidade enquanto pessoa do Norte, frontalidade.
    Epá deixemo-nos de merdas e de palavriado que fica bem num blog. Estamos aqui a discutir futebol. FUTEBOL. E desde quando é que o futebol é algo eloquente e elaborado?! E já que falaste no Trapattoni, vou-te relembrar quem esteve com ele no banco, nos treinos, nos jogos. Um senhor chamado Álvaro Magalhães. Alguém que tinha a eloquência duma pedra, era bruto que nem cimento, mas caralho quando era para incentivar um jogador, aí é que ele arregaçava a voz! E o certo é que resultou! Claro que ele não tinha perfil para ser treinador principal, mas como dinamizador foi a referência no balneário dessa época. Creio que muitos de nós já jogamos, e outros continuam a jogar, à bola com os amigos. E como tal, todos nós sabemos que quando estamos a perder e a jogar uma merda, é preciso alguém dentro do campo que dê um puto dum grito para acordar o povo todo.
    Eu posso-te dizer que já tive os dois tipos de treinadores. Aqueles que sabem muito, têm muita teoria, são "condutores de homens", e no entanto no plano da motivação não conseguiam sequer espicaçar um Bull Terrier. E aqueles que se calhar mal sabem que tática a equipa está a utilizar, mas que mandam um grito que um gajo até começa a correr mais depressa.
    Não digo que um é melhor que o outro. Mas um treinador tem que ter estas duas vertentes. Exemplo: Mourinho. Conhece a tática e técnica do futebol como ninguém, mas quando é preciso mandar umas caralhadas a alguém para abrir a pestana, também o faz. E o quê que isto tudo tem a ver com o caso?
    Epá o Rúben, que é um tipo muito porreiro que tenho o prazer de conhecer, por vezes tem este síndrome de Lisboeta (e que me perdoem os Lisboetas, eu adoro a cidade e adoro as pessoas, moro cá há alguns anos): Não pode ouvir ninguém a gritar com ele que irrita-se logo. E um jogador de futebol tem que saber que a humildade é a sua melhor qualidade. Tem que saber ouvir umas caralhadas quando for necessário! E isso não quer dizer que o treinador goste pouco dele, antes pelo contrário. E não me venham com essa merda de jogar ao meio ou a lateral. Fodasse, qualquer um de nós dava o tomate esquerdo só para poder vestir a camisola gloriosa! E nisso o Rúben tem sido um exemplo para todos os jogadores lá, já que tem jogado em "n" posições e cumpre sempre! Se não é o que ele quer? Epá se calhar não. Mas eu também não quero muita coisa e tenho que comer com isso. E esse menino por muito que não goste de jogar a lateral, recebe muito dinheiro para fazer isso. Portanto devia sentir-se um privilegiado, ponto final.
    Saltou-lhe a tampa? Epá temos pena. E o que se passou nem teve a ver necessariamente com a posição de jogar. O menino teve a aquecer muito tempo e não entrou, e no final do jogo foi ordenado que fizesse um treino ligeiro com os outros suplentes. "Não faço treino nenhum, doem-me os joelhos de andar a aquecer a segunda parte toda, vai pró caralho". Desculpem mas isto não é coisa que se diga a um superior hierárquico, à frente de toda a gente.

    ResponderEliminar
  16. Agora o Jesus. O Jesus não é certamente a pessoa mais educada do mundo. Novamente, ele tem a graciosidade de um elefante numa loja de porcelana. Mas isto é FUTEBOL. E nisso, exclusivamente nisso, porra viva o Jesus. Não é o treinador perfeito, de vez em quando mete água valente e inventa. Mas em 90% das vezes faz um trabalho fenomenal de motivação. E o trabalho dele enquanto condutor de homens não é dar festinhas nos pirilaus dos ricos meninos jogadores. É motivá-los. E ele é pago para escolher os melhores jogadores para cada jogo. Se acerta ou não, isso é outra história. Mas ele tem a legitimidade de escolher se quer usar o jogador A ou B.
    Este é o meu ponto de vista. Deixemo-nos de merdas e de paninhos quentes. O Rúben fez cagada da grossa e ponto final. Tudo o resto é ir pelos caminhos da comunicação social e empolar uma situação que ao pé daquela em que a prostituta uruguaia quase andava à bofetada com o vitó, é uma brincadeira de meninos.

    ResponderEliminar
  17. Parei de ler quando falaste do trapatoni. que me lembre ele à que quis sair... n vale tudo para bater na direcção....

    ResponderEliminar
  18. Caem que nem patinhos, o ano passado era o Roberto ,este ano é o Amorim... a mesma cartilha há 30 anos e não aprendem? Já tou como diz o outro... foda-se.

    Bom ano.

    José Carvalho

    ResponderEliminar
  19. Jorge Jesus pode ter culpas no cartório neste caso mas o sr Rúben Amorim teve uma postura inadmissível e pouco inteligente. Se pensa que é através dessas birrinhas que vai chegar ao Euro2012, então que se desengane... O Ruben sempre foi visto como 1 jogador psicologicamente forte e inteligente, se começa a colocar em causa os seus pontos fortes, então o Paulo Bento dispensará a sua chamada.
    É necessário ainda salientar que o jogador em questão já participou em 14 jogos distribuídos por campeonato, taça e Champions, mesmo tendo passado por uma pré-época na qual ainda recuperava duma lesão gravíssima que o afastou dos relvados durante quase toda a época passada.
    Com a chegada da taça da liga, o jogador teria mais oportunidades para tentar recuperar a sua melhor forma física o que lhe poderia proporcionar mais oportunidades futuras, desta feita nas competições principais. O jogador, mesmo assim, preferiu estragar tudo.
    Rúben ainda vai a tempo de mudar tudo, mas se insistir na saída... então que o Benfica o venda ou o empreste.
    Quanto ao sr JJ que esteja mais atento e que não embirre com mais jogadores. Já tivemos as birras com o Capdevila e Amorim, será que ainda teremos mais alguém até ao fim do ano?

    ResponderEliminar
  20. A quem se dá maior responsabilidade, mais se exige.
    Nada justifica a falta de educação para com ninguém(e não apenas para com o superior hierárquico), mas realmente a paciência tem limites.
    Acham que é apenas o Amorim que está com problemas com JJ?
    Não é. Mas os outros 3 que apenas trocam com JJ as palavras mínimas possíveis, têm outro peso e JJ não lhes pode tocar.
    Vejo muita gente a escrever, mas poucos sabem a história toda.
    O Amorim podia ter-se comportado de outra forma,mas quem é o responsável por levar a bom porto o grupo é JJ. E por isso tem que ser ele a fomentar a união e não o contrário.

    ResponderEliminar
  21. EU CADA VEZ FICO MAIS ESPANTADO COM O BENFIQUISMO DE ALGUNS DOS ESCRIBAS DO BLOG... MAS ENTÃO É UM ACTO DE AMOR AO CLUBE, DE BENFIQUISTA, ALGUEM QUE REFERE A EXISTENCIA DE OUTROS 3 JOGADORES QUE FALARÃO O MENOS POSSIVEL COM JJ...ESTOU A VER QUE O SOUBENFICA ERA APENAS UM ENTRE VARIOS...SAUDAÇÕES A TODOS QUE QUANTO A MIM JÁ FUI.

    ResponderEliminar
  22. Shadôs,
    que declaração infeliz. E não estendo o lençol porque era dar milho aos pombos. Mesmo que fosse verdade.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking