As Eleições da FPF estão longe de ser... Tudo
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

As Eleições da FPF estão longe de ser... Tudo

 ●  + 12 comentários  ● 
Caros amigos, vamos lá com mais calma no tema das eleições da FPF. Não será seguramente a eleição de Seara ou Loureiro que vão acabar com o Sistema, nem sequer a eleição de Franco que o vai fazer perdurar. Vamos lá ver isso:

O Sistema em Portugal é composto por diferentes pilares: Desde logo a Imprensa (pela influência do Oliveira), seguindo-se, imagine-se, os regulamentos disciplinares e de competição da Liga (estes controladíssimos pelo Fernando Gomes depois de termos permitido que fossem "desenhados" pelo Guilherme Aguiar... e imaginem, Fernando Seara fazia parte desse grupo de trabalho) - é nesta questão dos regulamentos que entram os delegados e observadores, esses sim os principais responsáveis por os árbitros fazerem o que lhes apetece, simplesmente... porque podem.

Ora, actualmente a FPF serve para muito pouco no quadro do futebol profissional. No limite serve de recurso regulamentar disciplinar (o CJ da FPF é liderado também por gente ligada ao FCPorto). No futuro, além desta componente, passará também a ter a responsabilidade sobre a arbitragem - nomeações.

Quem considerar que passar a arbitragem para a FPF e ter depois esse organismo com uma pessoa isenta é resolver o problema do futebol português... está enganado. Ajudará, claro, a que uma pequena parte do Sistema fique comprometido (as nomeações), mas tudo o resto... continuará entregue aos de sempre.

Ao contrário do que muitos tentam dizer, o problema na arbitragem não está em Vitor Pereira. Nomear os árbitros vale o que vale, quando a seguir há todo um Sistema que influencia a sua prestação através de jogadas de bastidores com os observadores e delegados da Liga. São esses que lhes "vão ao bolso" se lhes derem más notas, são esses que lhes permitem errar... e esses mantêm-se na liga, bem como todo o regulamento disciplinar e da competição que está cheio de "esquemas" que, principalmente, o FCPorto conhece bem.

Para o bastião da FPF representar um factor decisivo, é preciso que haja "mão de ferro" de quem para lá for para comprar uma "guerra" pela credibilidade com a Liga, expondo e desafiando os regulamentos disciplinares e da competição - revisão de castigos (e afins), estrangeiros, etc. - e chamando a si os delegados e observadores. Sinceramente... não creio que Seara seja essa pessoa, Hermínio Loureiro, talvez.

Isto para dizer que, sendo fundamental e de elogiar a vontade e iniciativa do SLBenfica para não deixar que esta eleição seja mais um passeio para o Sistema, é importante que todos percebam que isto não vai resolver os males do futebol português. Longe, muito longe, disso.

Onde se começarão a resolver os problemas do futebol português será na "expulsão" de Joaquim Oliveira do SLBenfica (não esquecer a saída dele da SAD, também), será o fim do financiamento do Sistema que, com isso, controla e "se passeia" na imprensa desportiva promovendo/enterrando jogadores, dirigentes e árbitros, e influenciando a opinião pública.

O rompimento do SLBenfica com o Joaquim Oliveira será o princípio do fim deste e com ele irão todos os que têm protegido as suas manobras financeiras e abrir-se-ão as portas para um novo rumo na imprensa desportiva em Portugal. Daí em diante, todos os corruptos se sentirão menos protegidos. Se juntarmos a esta componente a revisão dos regulamentos da Liga... aí sim.

Isto então para explicar que é importantíssimo que se garanta que o próximo presidente da FPF seja alguém isento e honesto. O SLBenfica estará a fazer o seu trabalho nesse sentido. Mas é preciso que ninguém considere que o trabalho acaba aqui ou sequer que vai resolver seja o que for no imediato. Para algo mudar no futebol português, além da liderança da FPF, é preciso mudar os regulamentos da Liga e correr com o Joaquim Oliveira (pelo menos) do SLBenfica.

12 comentários blogger

  1. Mas o sistema perder o controlo não só nas nomeações de árbitros, mas também nos avaliadores é que lhes vai custar.

    Eles vão deixar de decidir os árbitros que ficam ou não na primeira liga.

    Os árbitros continuarão a ser tendenciosos, mas as notas que daí advêm já serão mais condizentes. Ou seja, "roubou" tem negativa, e quem muito "roubou" vai descer de divisão.

    Resumindo, vai deixar de haver tanta protecção nos árbitros para se pavonearem como querem.

    ResponderEliminar
  2. Estranho é o Soares Franco, supostamente não ter vida para ser presidente do sporting e de repente...aparecer como candidato a presidente da federação?? Isto trás água no bico...penso que, infelizmente, está encontrado o novo presidente da FPF, tendo em conta o poder que o FCP tem junto dos clubes através de jogadas conhecidas, junto da liga (aka fernando gomes), associações de futebol (aka lourenço pinto) como podemos vêr...é só somar o n.º de votos! Duvido que neste momento o Seara se apresente como candidato, pois que apoios terá o Seara? O apoio do benfica não chega! A candidatura do FSF entala o Sporting...e deixa o benfica sozinho...que fará o nosso presidente? Apoiar novamente um candidato que não é mais que um fantoche dos corruptos???

    ResponderEliminar
  3. Exatamente, o sistema está muito para além daquilo que é a Federação ou a liga, é como dizes um enorme pilar de poder, com um conjunto de tráfico de influências que vão muito para além do futebol e do que se passa nas 4 linhas.
    Contudo, será bom que surja alguém credível, com o mínimo de seriedade e imune a pressões quer na Presidência da direcção, quer no conselho de Justiça e de arbitragem, o que diga-se, é já de si, um pedido de extrema exigência.

    ResponderEliminar
  4. Como disseste e bem, estas eleições n são tudo! Porque a FPF é só um pilar do sistema! Porém, é um pilar! E qualquer edifício fica bem mais frágil sem um dos seus pilares!
    A questão que dá importância vital a este acto eleitoral prende-se tão só com o contar de espingardas para o futuro desmoronar dos demais pilares! A saber: a imprensa, que não estará tão condicionada, porque mais clubes vão exigir atenção, estando fora da "elite" andrade! Na Liga as posições vão se extremar, em vez de seguir as mesmas tendências fétidas e por fim a própria arbitragem vai estar mais escrutinada por mais gente, logo n pode cometer as cavalidades que tem cometido!
    No meu tópico coloco esta questão das eleições a par dos direitos televisivos! São duas batalhas que a serem ganhas serão fim do polvo! Porque o resto virá por arrasto! Por isso sim, não sendo a FPF tudo, não se pode de maneira alguma permitir que o CRAC tome de vez de assalto o órgão!

    ResponderEliminar
  5. Ah,
    Descurar estas eleições, como o SLB descurou as da Liga seriam (mais) um erro fatal que nos penalizaria muito! E pensar que só o fim da Olivedesportos resolve a coisa é tb isso um erro! Porque de uma coisa sei: com ou sem SLB, o que o Olibeirinha quer é bolso cheio! Ao Sporting cabe escolher o lado que defende! E espero que LFV n se deixe seduzir pelo canto de sereia do sistema...
    E outra coisa que nos esquecemos: Soares Franco na FPF? E competência para isso, tem? O trabalho no Sporting n augura nad de bom...

    ResponderEliminar
  6. Bom post. Estou de acordo com a maioria dos argumentos que são pertinentes e verdadeiros.

    Contudo, existe um aspecto que me preocupa de sobremaneira. Trata-se da interferência dos bancos (leia-se BES).
    É sabido que o Oliveira está enterrado até ao pescoço com dívidas a Bancos. Tudo isto não seria problemático até OUT/2008. Mas depois do crash em que as participações sociais desvalorizaram drásticamente (não esquecer que a maioria dos créditos estão garantidos pelas acções detidas nas grandes empresas). O Oliveira deve milhões ao BES (créditos para comprar Lusomundo, tsf e afins, jornais, acções ZON e PT, etc)e para mal dos nossos pecados o BES é o maior credor do Benfica.
    Se for verdade o pré-acordo do SLB com o Paes do Amaral, o Oliveira não tem como ir a jogo, só lhe restando uma hipótese: Pedir ao amigo Ricardo que "interceda" junto do Benfica para que seja possível a renovação do contrato mas por valores mais baixos que 40M. E o amigo Ricardo que nem sequer quer sonhar em perder os milhões metidos no Oliveira (as garantias actualmente valem muito pouco e não cobrem nem 1/3 do capital mutuado)vai convencer o Benfica que o melhor para todos é renovar-se o contrato com o Oliveira, sem prejuízo do BES poder aqui e ali renegociar os créditos do Benfica para condições mais interessantes e que de certa maneira poderão fazer esquecer a diferença de valores entre a proposta do P.do A. e a da Olivedesportos.

    Este é o meu receio e se acontecer, nunca mais nos livraremos do Oliveira e o sistema corrupto proliferará por muitos e muitos anos. Veremos!

    ResponderEliminar
  7. o herminio é sportinguista, ou seja é fraco.
    se apertarem bem com ele, ele verga.
    ja foi ameaçado antes, se continuarem ele vai se abaixo, nao o queremos lá.
    sempre é melhor ter la um da nossa cor, pode mais facilmente divulgar tudo.

    ResponderEliminar
  8. Um presidente na FPF que não seja submisso ao mafioso de contumil é essencial para que a luta contra a corrupção ganhe alguma força. Não resolve tudo como é óbvio mas é essencial que o Benfica e o Sporting ponham lá alguém imune ao sistema corrupto.
    Quanto ao oliveirinha, espero com alguma ansiedade o desfecho das negociações das transmissões dos jogos do Benfica, se o Benfica mudar de ares como eu espero, será o principio do fim do oliveirinha e um abalo de todo o tamanho na organização criminosa de contumil.

    SAUDAÇÕES GLORIOSAS

    ResponderEliminar
  9. As eleições da FPF estão longe de ser tudo..mas estão perto de ser o início do fim do Papado...

    ResponderEliminar
  10. O Benfica deveria fazer tudo por tudo, para lançar Herminio Loureiro!
    O Seara é um caguinha, cobarde, fraco e medroso! É menino para saltar fora, e deixar o Vieira descalço!!! (a ver vamos)

    ResponderEliminar
  11. WOW...o cenário que o Johnny Rook traçou é assustador. E mais assustador é pq tem tudo para ser real. cada vez mais só acredito no corte com a Olivedesportos quando o vir confirmado.

    É importante q o sistema perca esta guerra da FPF mas não será por isso que deixarão de controlar os árbitros...eles são os mesmos, já estão no bolso deles.

    ResponderEliminar
  12. Se vamos acreditar nos milhões para aqui e para ali, não saimos disto. É preciso uma ruptura com a situação. E correr com o Oliveira é essencial, pois corta-se tambem com o esquema mafioso de controlo financeiro aos apaniguados do conselheiro familiar.
    Venha o Pais do Amaral, pois mesmo não pagando (?) os 40 milhões os efeitos colaterais vão esgotar o sistema. Com ou sem BES, já que há outros bancos dispostos a negociar com este Benfica. Os tempos de há 10 anos passaram mesmo.
    Viva o Benfica

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares