A importância de entrar a ganhar
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 9 de agosto de 2011

A importância de entrar a ganhar

 ●  + 2 comentários  ● 
Tendo em conta que o campeonato começa esta 6ª-feira com um Gil Vicente-Benfica é essencial salientar que o campeonato português costuma ficar definido nas primeiras jornadas!
Nos últimos anos, tirando uma ou outra excepção (como o Benfica de Quique Flores) normalmente quem se encontra em primeiro lugar ao fim das primeiras 7 ou 8 jornadas é campeão. E quem não acredita nisto basta ir ver a lista de líderes por essa altura e o campeão no final da época.
Com a diminuição do número de clubes na primeira Liga, o número de jornadas desceu para 30 o que leva a que quem ganhe uma vantagem decisiva nas jornadas iniciais muito dificilmente a perderá.

Por isso torna-se essencial para qualquer clube com aspirações ao campeonato entrar bem no campeonato.
Comparemos os adversários de Benfica, Porto e Sporting nas primeiras seis jornadas do campeonato:
Benfica:
Gil-Vicente (fora)
Feirense (casa)

Nacional (fora)
Vitória de Guimarães (casa)
Académica (casa)
Corruptos (fora)
Paços de Ferreira (casa)
Beira-Mar (fora)

Porto:
VSC (fora)

Gil Vicente (casa)

Leiria (fora)
Setúbal (casa)
Feirense (fora)
Benfica (casa)
Académica (fora)
Nacional (fora)

Sporting: 
Olhanense (casa)
Beira-Mar (fora)
Marítimo (casa)
Paços de Ferreira (fora)
Rio Ave (fora)
Setúbal (casa)
VSC (fora)
Gil Vicente (casa)

Olhando aos vários calendários constatamos que o Porto tem o calendário mais acessível nas primeiras jornadas até ao jogo com o Benfica que será em casa. Tem uma deslocação complicada a Guimarães logo na primeira jornada mas depois não tem que fazer deslocações longas (excluindo até Leiria) e, tirando o Guimarães, todos os clubes que vai enfrentar são macios - os dois clubes que subiram de divisão na época passada, o satélite Setúbal e os amigos de Leiria. Posteriormente jogará com o Benfica em casa, no clássico que ganhou 18 vezes nos últimos 20 anos para o campeonato.

O Sporting tem um começo de campeonato relativamente acessível pois não tem derbies e os únicos jogos complicados são com o Paços na 4ª jornada e com o Guimarães na 7ª fora de casa. Contudo como os lagartos andam a atravessar uma fase patética pode ser que escorreguem em mais algum campo.

Quanto ao que nos interessa, o nosso Benfica começa com dois jogos acessíveis: uma deslocação ao Minho benfiquista a abrir e a recepção ao Feirense. Contudo depois tem três jogos contra 3 adversários complicados e contra os quais perdeu pontos na época passada: Nacional, Guimarães e Académica.
De seguida terá o jogo mais difícil e para o qual todos os membros da estrutura encarnada deverão estar mentalizados que não será mais um jogo de futebol mas sim uma batalha.
Claramente o Benfica tem o calendário inicial mais complicado dos três grandes jogando contra 4 adversários difíceis nas primeiras 6 jornadas.

Como tal a preparação da equipa para estes jogos tem que ser bem feita:
- Não se pode inventar a nível táctico ou no onze inicial para estes jogos devendo entrar sempre os melhores jogadores e os mais rotinados em campo,
- É necessário mentalizar a equipa para a importância que estes jogos têm para a definição do campeonato e não deixar que se dispersem com Ligas dos Campeões ou possíveis transferências,
- Avisar os jogadores de que terão que jogar o dobro para compensar as arbitragens caseiras que são costume nos nossos jogos.

Além disso Jesus não pode inventar e a Direcção tem que fazer o seu trabalho. Será nestas jornadas iniciais que se verificará se a contratação de Carraça se revelou acertada e se este dirigente conseguirá impedir que os árbitros roubem o Benfica. Será também necessário encostar o Vítor Pereira á parede para que as nomeações escandalosas do começo da época passada não se repitam.

Acho que o Benfica esta época tem um plantel tão bom como o de á dois anos com o qual fomos campeões mas isso não bastará para o Benfica ser campeão. Também será necessário prevenir manobras de bastidores que acontecem todos os anos e prejudicam o Benfica e o treinador terá que tirar todo o potencial dos jogadores.
Estou optimista? SIM!

P.S.- Não tenha pena nenhuma desta besta ter perdido os dentes. Quem é que atura ladrões á porta de casa??

2 comentários blogger

  1. É vital que a Direcção se mantenha vigilante em relação ao trabalho de JJ, para impedir "invenções"! E n me venham com estórias, uma coisa é interferir, outra coisa é ser vigilante! Sobretudo LFV/Rui Costa. E também deve ser vigilante e pressionante em relação às arbitragens! Deve manter Vítor Pereira sobre apertado escrutínio, para impedir malabarismos recompensatórios em relação ao que se passou na Supertaça e ao Proença! Aqui entra António Carraça, blindando os jogadores de polémicas e dando o corpo ao manifesto!
    Aos jogadores, entrega total! Motivação extra! Aos que sabem o que é ser campeão pelo SLB, passem aos outros a soberba sensação de festejar um título com a nossa camisola!
    E aos magníficos adeptos que estarão em Barcelos é "apertar" com o Gil Vicente! E empurrar as nossas tropas ao assalto à baliza contrária!
    Com'on Benfica!

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares