O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Poder de síntese

 ●  8 comentários  ● 
Estive eu ontem tão empenhado a escrever o elogio (devido) à Administração da SAD pela capacidade de potenciar as receitas e o nosso amigo Bola7 sai-se com esta: "Aqui está a prova em como a entrada de dinheiro não é problema no Benfica. É mesmo uma máquina a gerar o dito. Mas atendendo ao deficit crónico do clube, percebe-se que o verdadeiro problema reside na forma como se gasta…"

Também o Sr. Atletismo, o sportinguista Prof. Moniz Pereira, resumiu bem a minha preocupação pela falta de paralelo na gestão desportiva dos desempenhos empresariais: "estas novas personagens que estão e os que querem estar nos clubes podem ser muito boas com contratos, balanços e dinheiros, mas de desporto percebem pouco. O que é mau".

Tenho muito a aprender... eheheh!

8 comentários blogger

  1. Meu caro GB: por vezes custa-me a perceber os seus raciocinios! Aquilo que o SLB jogou o ano passado, a capacidade de construir aquela equipa, não representarão até a parte mais importante para o alcançar dos resultados contabilisticos a que o estudo faz referência? Isto no país da FPF da Treta, dos campeonatos da fruta, e do Mamão Oliveiredo! Não lhe parece estar na forja apesar da venda do passe de alguns jogadores um SLB igualmente ganhador, forte e ao nivel dos melhores da história do slb?
    saudações benfiquistas

    ResponderEliminar
  2. Quanto às declarações do Prof. moniz elas naturalmente referem-se ao seu Sporting e ao momento que ali se vive! O seu transporte para o slb parece-me abusivo! Quanto ao Bola7 , espero que o futuro proximo, particularmente com o continuar dos exitos desportivos e sobretudo a renegociação dos direitos televisivos, lhe transmitam uma outra visão acerca da realidade...

    ResponderEliminar
  3. Amigo Socio slb nº 218219,

    NÃO! Começando pelo fim, o que diz o Prof Moniz Pereira, excepção feita ao FCPorto, acho que é um factor comum ao Sporting e ao Benfica. E quando assim não é, como é o caso dele no SCP e do João Coutinho no Benfica... os resultados estão à vista. So que infelizmente a feira de vaidades nestes dois clubes é grande e há muita gente interessada em aparecer "colada" ao futebol... os resultados também estão à vista.

    No que diz respeito ao potencial do SLBenfica, o Bola7 refere e bem que somos uma máquina de fazer dinheiro... o problema é onde e como o gastamos. Sim, comprámos Javi, Saviola, etc... mas também desbaratamos muito, mas mesmo muito dinheiro.

    ResponderEliminar
  4. amigo Socio slb nº 218219 ...espero que sim...

    ResponderEliminar
  5. Não percebo a excepção feita ao FCP, não percebo!

    O que se diria da gestão do SLB, se numa década tivesse feito tanto dinheiro em venda de jogadores, ganho tantos títulos e tivesse o passivo que tem! Para além de nas modalidades amadoras e tirando o Hóquei nada de especial se ver, e ainda dispor de um centro de treinos à borla!

    Se a excepção feita ao clube da fruta tem por base, apenas e só, os títulos que ganha no futebol, eu passo, sou daqueles que se enoja com os que ganham com batota e a história está aí, registou bem, tal sistema corrupto e disso o nome FCP, nunca mais se limpará!

    Só temos de esperar para todos vermos as belas contas do FC da Fruta! Aí muitos se vão surpreender! Só sei que se fosse o LFV, que neste defeso não tivesse ido ao mercado buscar um ponta de lança, e depois víssemos o clube da fruta vir ganhar-nos em casa e praticamente arrumar-nos da taça, o homem era crucificado, e aí estava a prova da sua incompetência e da falta de dinheiro!!!
    E o que se diria pelos milhões pagos por um tal de Walter que é muito bom jogador mas não joga...

    Como é o FCP e ganha títulos, lá não falta dinheiro, vê-se...

    Poder síntese qualquer um pode ter, a dificuldade é escolher o lado que se quer seguir!

    ResponderEliminar
  6. Temos uma base sólida, que está a ser continuamente aprimorada, mas as estruturas para um clube moderno, bem gerido em termos desportivos e financeiros já estão criadas.

    É obvio que o Benfica continua a estar muito dependente das receitas extraordinárias para reequilibrar as contas, e esse é o presente desafio, mas o caminho para a diversificação e aumento de receitas correntes dependerá sempre da qualidade das equipas do futebol. E isso implicou investimentos em jogadores que não renderam. À medida a organização interna do clube só foi clarificando e consolidando, os erros de casting têm-se reduzido face a um passado não muito longíncuo, a que se acresce, nos últimos 3 anos, o renascimento do sector da formação no clube. Hoje, podemos claramente dizer que o Benfica é um clube com planeamento e profissionais de qualidade, havendo boas perspectivas de se manter na liderança do futebol e nas diversas modalidades, com vários jogadores criados em casa.

    Assim sendo, acredito que mantendo a presente orientação desportiva do clube, teremos no espaço de 6 anos um clube equilibrado, com menor pressão vendendora e ainda melhor classificado no ranking dos maiores clubes de futebol do nundo.

    Saudações Benfiquistas,
    Hugo

    ResponderEliminar
  7. O Benfica, na componente empresarial, tem sido gerido de forma competente! Na gestão do futebol tem sido fraco! Porque em 9 anos de LFV no futebol, o que ganhámos? O dinheiro realizado na época passada deve-se à qualidade do futebol, algo devido a JJ! Inaginem se nestes anos todos tivessemos tido uma gestão do futebol mais competente, onde estaríamos neste raking! Fizemos bons negócios, é verdade. Mas... de novo comparemos as receitas nas eras pre e pós JJ! Pois é! E outra pergunta: quanto dinheiro gastámos em aquisições na gestão LFV? Pois... Qual o balanço na era pré JJ? Pois...

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking