O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


26 de fevereiro de 2011

EM GRANDE: SLBenfica ao Ataque

 ●  Sem comentários  ● 
Um reparo apenas a este comunicado - continuamos com medo de ligar Joaquim Oliveira e a Sportinvest/Controlinveste a estas movimentações e investidas contra o SLBenfica. Mais do que um ataque a um merdoso de meia tijela, denunciar quem o protege seria bem mais importante.

Como é público, em devido tempo e de várias formas, o Sport Lisboa e Benfica denunciou o facto de um jornalista que integrava a editoria de desporto da Agência Lusa desde o dia 1 de Novembro de 2009, vindo dos quadros do Jornal de Notícias, manter uma prática difamatória, parcial e tendenciosa em relação ao tratamento que dava a toda a matéria noticiosa do SL Benfica.

Houve, de resto, várias denúncias e queixas feitas pelo Sport Lisboa e Benfica à ERC neste sentido, principalmente porque a Agência Lusa tem responsabilidades de carácter público, pelo que os seus profissionais devem ter um redobrado cuidado na maneira como exercem a sua profissão.

Apesar do nosso esforço, da matéria de facto que foi enviada ao Presidente da Agência Lusa e à própria ERC, o jornalista Francisco J. Marques continuou a exercer as suas funções com total impunidade e protegido por algumas pessoas que, agora, terão de responder pelo facto.

Em jornalismo não há coincidências. O carácter e o propósito da pessoa em causa ficou bem expresso desde cedo. As motivações eram evidentes e a intencionalidade de algumas notícias também.

Pois bem, ficou a saber-se, esta semana, que Francisco J. Marques, assumiu finalmente o lugar que merece e para o qual tanto trabalhou: coordenador do sítio do FC Porto e da revista “Dragões”.

Nada que nos surpreenda. O que verdadeiramente nos surpreende é a cegueira ou, pior, a cumplicidade de quem durante todos estes anos permitiu que, com intenções claras, certas notícias tenham nascido e merecido guarida numa agência noticiosa que tem por obrigação preservar a imparcialidade, garantir a neutralidade dos seus jornalistas e, acima de tudo, servir o interesse público.

Esperamos agora, por uma palavra quer dos responsáveis da Agência Lusa, quer da ERC e, ao mesmo tempo, recordamos algumas das pérolas que o senhor Francisco J. Marques já tinha publicado antes de chegar à Lusa:
- “O denodo com que João Leal, director do departamento Jurídico da FPF, escreve que o FC Porto não recorreu e omite que o recurso de Pinto da Costa pode ter óbvios efeitos sobre a condenação do clube caso venha a ser considerado procedente pelo CJ indicia uma inaceitável tomada de partido. Diabolizando o FC Porto, claro!”
Francisco J. Marques in JN a 04/06/2008

- “Há em Portugal uma abissal diferença de tratamento mediático dos jogadores do FC Porto e dos jogadores de Lisboa. É uma verdade tão evidente quanto inconveniente, mas basta uma leitura superficial da imprensa para observar como os jogadores do Benfica e do Sporting beneficiam de uma imprensa muito mais simpática.” Francisco J. Marques in JN a 3/12/2007

- “No Dragão, o FC Porto manteve a cadência (…) mostrou uma diferença para a concorrência que é quase pornográfica”
Francisco J. Marques in JN a 10/3/2008

Efectivamente, o pior cego é sempre aquele que não quer ver.

0 comentários blogger

Enviar um comentário

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking