O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 2 de novembro de 2010

Benfica 4 Lyon 3 Capazes do melhor e do pior

 ●  14 comentários  ● 
Um jogo que o Benfica parecia ter completamente sob controlo e com um resultado super-moralizante contra uma equipa que nao sendo um dos colossos europeus esta sempre presente na fase eliminatoria da Champions e joga taco a taco contra esses colossos.

E a diferenca entre o Lyon e o Benfica tornou-se evidente na segunda parte num aspecto: a experiencia dos primeiros e a ingenuidade da equipa do Benfica e da equipa tecnica.

Na primeira parte viu-se que de facto JJ tinha razao quando disse que conheciam muito melhor o Lyon: manietou completamente a manobra da equipa adversaria e mesmo sem exercer aquela pressao asfixiante que caracterizou a nossa equipa o ano passado (falta disponibilidade fisica de algumas unidades e tactica de outras para fazer este sistema funcionar) conseguiu-se fazer uma troca de bola fluida entre os membros do meio-campo, ser mortifero nos lances de bola parada e no contra ataque.

Na minha opiniao Salvio foi o "joker" que baralhou a tactica do Lyon que garantidamente estava a espera do Aimar e nao se soube adaptar ao esquema differente adoptado pelo Benfica.
Ironicamente a indisposicao de Aimar contribuiu para a vitoria. O miudo deu bastante trabalho pela faixa direita, combinou razoavelmente bem com o Maxi (que esta em pessima forma, apesar de se notar que o empenho e o mesmo) e apareceu bastante bem integrado na manobra ofensiva da equipa.
Contudo, os elementos de maior destaque na primeira parte foram o Carlos Martins e o Coentrao.
Carlos Martins foi o melhor em campo tendo estado envolvido nos 4 (!) golos da equipa: marcou de forma eximia o livre do primeiro golo e o canto do terceiro e esteve impecavel na forma como se envolveu nos contra-ataques que resultaram no segundo e quarto golos da equipa.
Quanto ao Caxineiro, ja comecam a faltar palavras para descrever as suas exibicoes: raca, tecnica, pulmao e agora qualidade na finalizacao. Marcou 2 golos sem necessitar de dominar a bola dando a aparencia de que esta nao tem segredos para ele.
Na primeira parte, a defesa tambem funcionou bem e ate o Peixoto jogou bem.

Na segunda parte o Benfica voltou a entrar muito bem no jogo, a dominar e a dar a impressao de que mais rapidamente chegaria ao quarto golo que o Lyon ao primeiro e tal aconteceu ao minuto 67 quando o Carlos Martins isolou Coentrao que fez um chapeu monumental a Lloris.

E a partir deste momento, o Benfica fechou a loja e saiu do campo e o que se viu foi outra coisa. Da forma como elogio Jorge Jesus por ter apostado em Salvio tambem tenho quue o criticar pelas substituicoes feitas. Se era para segurar o resultado e poupar jogadores para o jogo de domingo como a saida do Carlos Martins comprovou entao era essencial segurar o meio-campo defensivo (ainda para mais com a pessima exibicao do David Luiz) e fazia-se entrar o Airton em vez de Menezes. A entrada de Weldon e Jara ainda sao justificaveis para se apostar no contra-ataque, mas Menezes??? Nao que seja mau, mas e lento, pouco pressionante e nao recupera bolas.

Se a equipa acabou o jogo com o coracao na boca foi por causa da ingenuidade de Jesus que fez uma pessima gestao do banco. Nao se compreende a teimosia/obssessao de JJ em recusar meter mais que um trinco em campo quando tal e necessario. A conta disso a defesa ficou vulneravel pois o David Luiz esta completamente desnorteado e nao se encontra em campo e o Roberto vai ter que voltar a enfrentar os seus fantasmas no jogo com o Dragao. Algo completamente evitavel se JJ tivesse resguardado melhor o sector defensivo!!

A equipa deste ano e completamente diferente da do ano passado: nota-se que nao existe a mesma disponibilidade fisica dos jogadores que havia no ano passado para fazer pressao alta e mesmo de um jogador crucial para fazer isso funcionar que e o Ramires. Alem disso o Lyon nao e uma equipa do campeonato portugues! Sabem jogar a bola e nao perdem a cabeca facilmente, tem estofo de quem joga na Liga dos Campeoes. JJ precisa de compreender isso. Inadmissivel estourar o capital de confianca adquirido com os primeiros 4 golos com 3 golos evitaveis.

Agora la vamos ter que aguentar as bocas de que o Benfica nao tem banco (como esta escrito na cronica do Publico e ja ouvi dizer na Sic Noticias) quando o que faltou foi inteligencia ao JJ para defender o resultado.

Positivo: 70 minutos iniciais. Exibicoes magistrais de Carlos Martins, Coentrao. Segundo jogo a marcar de Kardec. Boa entrada de Salvio.

Negativo: Jorge Jesus: pessima gestao do jogo apos a obtencao do 4-0 sem saber resguardar o sector defensivo contra uma equipa de alta craveira e jogadores excepcionais. Se este jogo fosse a eliminar tinhamos perdido por sua culpa.

14 comentários blogger

  1. jesus nao errou. as substituicoes foram mas, é certo, mas ele nao tem a culpa toda, nao tem culpa das desconcentracoes no 4-2 e 4-3. que culpa tem jesus do erro monumental naquele canto do 4-2? que culpa tem na saida disparatada do roberto?????

    o 4-1 tem que se dar merito ao lyon, certo?

    o david luiz fartou-se de ganhar bolas. injusta a violencia com que o criticas, tem sempre que haver um bode expiatorio.

    e agora atacam o jesus por todos os lados...


    o que aocnteceu foi acima de tudo o estoiro da equipa aliado a desconcentracoes. eu prefiro salientar o inacreditavel que é estar a ganhar 4-0 ao semifinalista da champions passada.

    ResponderEliminar
  2. Foi o melhor que podia ter acontecido ao Benfica, pois assim os benfiquistas não entraram em êxtase ou em euforia, e levantavam vôo, se tivéssemos ganho por 4-0. E perdíamos, de certeza absoluta, em Contumil. Assim, regressámos à terra, onde devemos estar, com os pés bem assentes na terra, e vamos tentar ganhar o jogo aos andrades.

    ResponderEliminar
  3. A crítica ao jJ não se entende. Então ele é que está a jogar? Fartou-se de dar indicações para dentro do campo durante todo o jogo, esteve quase para ser expulso por isso, e se o Benfica tivesse perdido a culpa era dele?

    Enfim, adeptos de futebol que pensam com o traseiro. Gostava de saber se são assim tão exigentes consigo próprios no seu local de trabalho, ou na sua vida. Aposto que não!

    ResponderEliminar
  4. boa análise vermelhusco. JJ desceu a terra nos dias que antecederam o jogo e isso viu-se nos primeiros 70 min, mas jesus voltou a sucumbir ao seu ego e não fez teve o pragmatismo para fazer o necessario e proteger o resultado alcançado.

    podia ir para o jogo do dragão com uma grande bagagem de moral e todos os jogadores motivados, assim vai ter de gerir muito bem o estado fisico e anímico da equipa nestes dias que faltam a vizinha ao porto, e vai ter de meter na cabeça dos jogadores que é para ganhar, mas a jogar com cabeça claro...jogar fora e ainda por cima com os corruptos é o jogo mais complicado que podemos ter...

    ResponderEliminar
  5. Se este jogo fosse a eliminar tinhamos perdido por sua culpa..

    E assim ganhamos por culpa de quem !vocês são como o resultado deste jogo UM RESULTADO ENGANADOR ! QUE FEZ O LYON PARA MERECER marcar três golos ! sorte ? sorte ! que o BENFUCA não teve a tal estrelinha ,mas e melhor assim que ir de peito feito par<a o ladrão ..
    OBRIGADO BENFICA por esta noite memoravél...

    ResponderEliminar
  6. Caros comentadores. A opiniao e de quem a escreve.
    Na minha opiniao JJ fez uma pessima gestao do jogo apos o 4-0. Nao e por berrar que faz melhor gestao do jogo. Ponto final.

    E desculpem la se me custa compreender como e que sofrer 3 golos nos vai ajudar contra o Porto. O que esta equipa precisa e de confianca e nao de mais fantasmas.

    E o David Luiz esta num pessimo momento de forma. No segundo golo deles, o Gomis aparece vindo das costas do David Luiz, que estava responsavel pela sua marcacao e marcou (o Luisao tambem dormiu no lance).

    ResponderEliminar
  7. Não concordo com a análise. É irrelevante lembrar que se a eliminatória fosse a duas mãos, o benfica tinha perdido. Se isto fosse uma eliminatória, se calhar as substituições tinham sido outras.

    Acho perfeitamente natural as substituições feitas por Jorge Jesus, num jogo com resultado 4-0 aos 70 minutos de jogo: O jogo com o FCPorto é mais do que decisivo, e bem mais importante que este. Se este era o dia D de decisivo como o Darthvader dizia, o de domingo é o dia E de época.

    Não tenhamos ilusões: os proximos 6 meses desta epoca jogam'se domingo no Estádio do Dragão, e os três jogadores que foram substituidos hoje são aqueles que em caso de um azar, uma lesão por exemplo, não teriam substitutos à altura.

    Saiu Kardec porque Cardozo está lesionado

    Saiu Saviola porque não há substituto à altura.Jara está verde

    Saiu Carlos Martins porque na hora do jogo Jorge jesus não sabia ainda sequer o que se passava com Aimar e se estaria disponivel para o jogo do Dragão.

    Jorge Jesus fez gestão de plantel. Venceu o jogo de hoje, está bem preparado para domingo.

    Só com muito, muito azar, o Benfica perderia um jogo que vencia por 4-0 aos 75 minutos.

    ResponderEliminar
  8. Ahh, e não esquecer que Carlos MArtins saiu imediatamente a seguir a um remate feito para a bancada, em que acabou a queixar-se de um pé.

    E Jorge Jesus ia arriscar deixá-lo em campo, não sabendo nada sobre Aimar?

    ResponderEliminar
  9. RedMoon, compreendi o teu ponto de vista mas tenho de concordar com o Vermelhusco.

    A coisa era fácil e os que sairam seriam os mesmos.

    Jogámos em 4x4x2 clássico, portano bastava alterar para o 4x3x3 com as saídas de Kardec, Saviola e Carlos Martins, entrariam Jara, Airton e Menezes. Jogar com o Menezes a médio centro é a mesma coisa que não estar lá ninguém e foi aí que esteve o erro. Mas prefiro salientar, sem dúvida, a grande exibição do Benfica. Perante o semi-finalista do ano passado, uma equipa super experiente e de enorme qualidade, dominámos por completo as operações e estar a ganhar por 4-0 nem nos nossos melhores sonhos. Muitos de nós já viam com bons olhos um empate quanto mais esta saborosa vitória.

    ResponderEliminar
  10. Quando digo menezes a médio centro, digo só com uma dupla de médios onde Javi foi obrigado a andar a cobrir os buracos do Menezes. Com Menezes e Airton lado a lado e com Javi nas costa a coisa chiava mais fino.

    ResponderEliminar
  11. Redmoon, nao tive problema com quem saiu nas substituicoes mas sim com quem entrou e na ordem em que entrou.

    Acho que sofremos os 3 golos a conta disso. Concordo com a poupanca de Saviola, Kardec e Carlos Martins mas nunca com a entrada de dois avancados e um medio ofensivo sem velocidade e capacidade de recuperacao de bolas.

    Devia ter entrado o Airton ou em vez do Weldon ou do Menezes para dar cobertura e suportar o pressing final do Lyon.

    Penso que esta bastante claro que nao concordo com a teimosia em nao se por outro trinco em campo para ssegurar resultados tranquilos quando e preciso poupar os jogadores fisicamente. Se tiveres algo a dizer sobre isso, por favor refuta a minha opiniao.

    No entanto, tambem saliento que JJ esteve bem em por o Salvio no onze inicial.

    ResponderEliminar
  12. exactamente, aki a questao prende-se realmente com a não colocação do airton, por muito k tivessemos sofrido 1 golo, nao seria nada do k se passou e a equipa teria uma maior embalagem para o dia E como chamas, eu chamei isto dia d nao so pela champions mas tambem como possivel catapulta para o jogo do dragao, mas nada esta perdido claro.

    viremos baterias para os corruptos, desde k a equipa entre em campo com espirito de sacrificio e entreajuda eu acredito ser possivel vencer la.

    ResponderEliminar
  13. A verdade é que não houve maturidade para manter o resultado. Pode ser que o jogo com o FCP nos traga isso, tal como fez na época passada na Luz. Não compreendo como jogadores com potencial como o Felipe Menezes, o Jara e ainda outros como o Felipe Bastos (há dois anos) "não comem a relva" quando se lhes oferessem oportunidades de se mostrarem. São macios e individualistas. Pode ser que regresse como o Coentrão, mas é realmene uma pena ver que o plantel tem jogadores optimos mas dão garantia, na pratica, uns 15 ou 16! Uma equipa de topo não se pode permitir que conceda 3 golos em 20 minutos quando esteve a ganhar 4-0!A responsabilidade não é do JJ mas dos jogadores que abrandaram! O javi não acompanhou o adiantamento dos jogadores no 4-1. Peixoto ficou a dormir e deixou 2 jogadores sozinhos no 2º poste. Roberto, intranquilo, em vez de ficar na baliza faz aquela saida completamente desnecessária. Enfim, foi uma importante vitória, mas que serve para se lembrarem que é preciso concentração e agressividade os 90 minutos. Bem me lembro do Urreta, a roubar bolas e impedir o Porto de ter tempo para pensar o jogo. Grande vitória a do ano passado na Luz!

    ResponderEliminar
  14. Concordo com o comentário ao jogo e a critica á substituição de Martins por Menezes qd deveria ser Airton.
    Mas reparem que os golos são devido aos erros de pormenor do SLB.
    4-1- Falha do nosso meio campo porque não acompanha a subida do médio do Lyon, vejam q Javi e Martins correm atrás do homem q fez golo, mau posicionamento táctico.
    4-2- Se o Benfica defende á zona nos cantos tem q atacar a bola e ocupar uma determinada zona, David Luis ficou a ver o Gomis atacar a bola vindo de trás para a frente.
    4-3- Erro do nosso G.Redes, saida muito mal calculada.
    3 erros, 3 golos.
    São os pormenores que definem os jogos.

    André

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking