O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 2 de outubro de 2010

Jorge Flores ou Quique Jesus?

 ●  7 comentários  ● 
Vamos começar pela parte do Quique Flores. O treinador escolhido pelo Rui Costa quando o Vieira precisava de se esconder atrás do "maestro", tendo saído muitíssimo mal amado do Estádio da Luz no final da época de 2008/09 que deixou o SLBenfica a 11 pontos do FCPorto.

Um treinador muito elogiado pelo GB, que bem me recordo, mas que também o fundador deste blog não foi capaz de resistir à crítica ao espanhol no final da temporada. Antes disso tinhamos ouvido falar na periodicidade táctica treinada por Quique Flores e preconizada por Paco
Ayastaran. Tinhamos também ouvido falar no trabalho físico feito durante uma época inteira em David Luiz, DiMaria, Aimar e Cardozo e que os frutos apareceram na época seguinte.

Quique Flores saiu, depois de uma temporada onde os esteios da equipa eram jogadores dispensados na época seguinte (Yebda, Katsouranis, Reyes, Suazo, Makukula, etc.). Teve Quique um DiMaria já fortalecido fisicamente (ou foi Jesus que fez tudo sozinho na pré-temporada em tempo record?)? Teve Quique um Javi Garcia guerreiro? Teve Quique um Ramires todo-o-terreno?

Para muitos foi um alívio, talvez até para o Quique Flores que no final o GB tanto criticava, mas que antes afirmava que as suas falhas se devidam ao habitual abandono do treinador por parte da estrutura do Benfica que nunca o enquadrou nem protegeu do cenário avençado da comunicação social, como o FCPorto fez por exemplo com Villas Boas este ano.

Saído então do Benfica, Quique Flores levou o Atlético de Madrid à conquista da Liga Europa na temporada seguinte, a sua primeira em Madrid, e logo a seguir "secou" o Inter de Benitez na Supertaça Europeia. Este ano, ao cabo de cinco jogos, apenas a derrota com o Barcelona o impede de estar no topo da tabela, estando em 5º a 3 pontos do primeiro. Grandes contratações? Nem vê-las, até porque o Atlético não pode e ainda deu para vender Jurado por 6,5M, Roberto por 8,5M e emprestar Salvio por 2M.

Mas o que tem o Quique a ver com o Benfica? Muito e por isso é que eu é que achei oportuno recordar o GB do treinador em tempos admirou e, como muitos, aceitou sucumbir à critica ao espanhol sem olhar ao que o condicionava, fazendo ele também parte do enriquecimento do cemitério de treinadores do Benfica, mais um que virou culpado das arbitragens que afastaram do título na Luz com o Nacional (mão inventada de Miguel Victor) e no Dragão com aquele penalty inventado... ele que voltou a por o Benfica no primeiro lugar da tabela tantos anos depois.

Este ano, sem o DiMaria que o Paco Ayastaran engrandeceu e de volta com a falta de mobilidade que o Cardozo talvez tenha desleixado depois do trabalho do espanhol, adivinhem lá quem começou a enfrentar enumeras dificuldades e a aproximar-se perigosamente de registos muito inferiores aos de Quique Flores? Sim... o tal treinador que fez milagres e pôs o Benfica a jogar dobros, quadruplos e outas multiplicações.

Onde quero chegar é às "peças jornalísticas" de análise e estatística que alguns jornais já vão fazendo, como que a começar a preparar a cama para Jorge Jesus. Os 9 pontos de atraso, não sendo irrecuperáveis, têm um grau de dificuldade muitíssimo elevado. Na Champions está visto que falta "estofo" e trabalho. Alguém vai ter que pagar a factura do que fora prometido aos sócios e já se está a ver em cima de quem está a cair.

Tal como se fez com Quique Flores (e antes com Fernando Santos), Jorge Jesus sucumbirá às análises estatísticas, à pressão dos sócios e ao "abandono" da Direcção se algo começar a tomar contornos de definitivo.

O desafio que os benfiquistas têm é o de exigir à direcção que não abandone Jorge Jesus como fez com Santos, com Quique e até com Rui Costa. Tal como esses, também Jorge Jesus não é o responsável por já não ter DiMaria e Ramires nem sequer substitutos para eles, ou por Cardozo ser displicente na sua preparação tal como foi com Ayastaran e lhe custou a titularidade na altura.

Não vou alinhar pela linha de pensamento do GB quando diz que estas "peças" são simpaticamente encomendadas pela Direcção para preparar caminho, mas resolvi escrever este texto a propósito de análises como esta do Record, do MaisFutebol ou estas três do DN (link1, link2, link3).

Estão a preparar o terreno para arrastar Jorge Jesus e Rui Costa na lama de possíveis fracassos esta temporada, o que será um grande erro.

Imagens como esta ainda vão rebentar nas mãos de Jesus este ano, se as coisas continuarem tão instáveis no campo.

7 comentários blogger

  1. Calma aí SouBenfica. O GB nunca sucumbiu às criticas ao Quique, mas criticou sim a sua postura depois de saber que era preterido. Abandalhou e isso eu nao gostei.

    Compreende-se, pois ele disse que sabia desde Fevereiro que o Jesus estava na calha e que o Vieira queria correr com ele para trazer o "treinador do povo".

    De resto, de acordo contigo. Está lentamente a preparar-se a caminha para o Rui e para o Jesus se, ao contrário do que é a minha expectativa (ou será esperança), a época não recuperar.

    ResponderEliminar
  2. Quique tal como o Fernando Santos não são tão maus como a critica os descreveu.

    Quique fez boas coisas, e só lhe aponto a falta de visão na escolha de jogadores, e uma certa indefinição táctica.

    Mas o que tem feito a diferença nos últimos anos tem sido as arbitragens. E as equipas dos dois treinadores mencionados foram muito prejudicadas.

    O Benfica tem de tentar resistir a pressão para mudar de 5 em 5 minutos que no fundo é o que os mafiosos querem, porque se tornaria mais fácil e menos evidente a roubalheira!

    ResponderEliminar
  3. Telefonei a um amigo sportinguista e dei-lhe os parabéns pelos 5-0. Disse-lhe que finalmente tinha uma grande alegria dada pelo SCP. Respondeu-me que este ano não precisa do SCP para ter grandes alegrias. Basta o Benfica.

    ResponderEliminar
  4. Tiago, essas indefinições, em grande parte deviam-se à falta de soluções

    ResponderEliminar
  5. Quique nunca teve indefinições, o sistema de Quique Flores é o 4x4x2 clássico, jogou assim quando esteve no Benfica e joga assim no Atlético. Não nos esqueçamos que apesar de todos os roubos, Aimar andava ainda em recuperaçao da malapata que o perseguiu nos anos anteriores e Suazo lesionou-se gravemente. Sempre achei o Quique Flores um treinador muito competente e sempre disse que no ano seguinte seria campeão... Não ficou e veio o JJ que aproveitou muito do trabalho de Quique, especialmente no aspecto fisico de alguns jogadores, mas em termos tácticos e dinâmincas de jogo, o trabalho foi todo de JJ porque o sistema táctico é completamente diferente.

    ResponderEliminar
  6. 1 - sempre defendi quique, e tambem defendi fernando santos daquilo que lhe fizeram (tirar-lhe o simao em cima do comeco da temporada oficial)

    2 - sempre achei quique bom treinador, e que (mesmo incluindo a roubalheira) nao resultou em portugal porque este futebolzinho nao era para ele... o problema maior foi ele nao conehcer esta realidade.

    3 - posto isto, digo-te que jesus está acima dele. nao digo em temros absolutos, digo isto em termos de benfica. para o Benfica, JESUS É INDISCUTIVELMENTE MELOR QUE QUIQUE.

    Tinha javi garcia, pois tinha: foi ele que o pediu porque sabia que ele chegava e dava show.

    tinha ramires, pois tinha, pelos mesmos motivos: ja quando treinava o estrela e o ramires tinha 18 anos o tentou contratar...

    em termos de jogos para defender quique é de facto melhor, mas para ser campao nacional o Benfica precisa de ter uma equipa esmagadora no ataque. mesmo que depois tenha dificuldades em jogos como em liverpool ou em schalke.

    E QUANTO A FOTO COM PINTO DA COSTA... JESUS TEM DIREITO A PRIVACIDADE E A VIDA PESSOAL, E SE ERA AMIGO DELE HA ANOS NAO IA FINGIR O CONTRARIO. ISSO SERIA UMA ATITUDE À... JESUALDO... E REPAREM QUE O PINTO DA COSTA EM RELAÇÃO AO JESUS NÃO FALA E ATÉ O ELOGIA MESMO SENDO NOSSO TREINADOR (AINDA SONHA NO FUTURO CONTRATÁ-LO, CLARO...)

    ResponderEliminar
  7. Não fosse o roubo do Proença no Dragão e Quique teria sido campeão. Não gostei muito de Quique mas foi mais uma das muitas vitimas dos roubos q o SLB é alvo. Estaria totalmente ao lado da sua continuidade se a direcção o defendesse atacando claramente o sistema dizendo q Quique esteve bem e só não foi campeão pq foi roubado. Se tem sido esta a postura da direcção a esta hora seria o maior defensor de Vieira e de Quique. MAs Jesus é melhor, muito melhor. Infelizmente não sabe conter o ego...

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking