O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


21 de junho de 2010

"Sem dinheiro, não há palhaços"

 ●  17 comentários  ● 
Os comunicados à CMVM dão conta de uma entrada de 12M€ fruto da alienação de 40% do passe de Airton (avaliado então em 7M€) e 50% do passe de Kardec (avaliado em 6M€) à Benfica Stars Fund, assim como 50% do passe de Ramires à Jazzy Limited (!!!!) por 6M€.
Fontes CMVM (link1; link2)

Todos sabem que eu associo os fundos de jogadores a antecipação de receitas e por consequência, a antecipação de receitas, representa falta de liquidez e necessidade de ir buscar dinheiro hipotecando os passes dos jogadores.

Ora, com mais estas alienações, arrisco dizer que não há jogador no SLBenfica, com potencial de valorização, que não tenha os seus passes no Benfica Stars Fund (já lá vamos ao "caso Ramires").

Esta estratégia só nos garante duas coisas: 1. Antecipação de uma parte do valor da venda do passe; 2. Redução do potencial de retorno financeiro com a transferência do jogador.

Podem dizer o que quiserem a título de redução do risco e blá blá blá... vençam lá campeonatos e digam-me quem é que sai a ganhar, o Benfica ou a ESAF...

O caso de Ramires, desde a sua chegada no verão do ano passado que o GB diz que 50% dos 7,5M€ foram "adiantados" por Kia e Bertolucci, com a expectativa de vender o jogador no final do ano para Itália ou, preferencialmente, Inglaterra (falava-se do City como hipótese mais forte). Esta recente "manobra" de alienação de 50% do passe do jogador a uma tal de Jazzy Limited que nem o Google conhece, antecipa que o Benfica está a retornar ao Bertolucci (em dobro) a parte do seu adiantamento, ao mesmo tempo que lhe garante 50% do valor da futura transferência.

Contas de merceeiro: Os empresários (como quem Vieira dizia que não negociava) emprestaram ao Benfica 3,25M€ para o Benfica adquirir a totalidade do passe de Ramires. Agora, recebem via Jazzy Limited, 6M€ (o dobro) e quando o jogador for transferido recebem mais 50% do valor da transferência (apontemos a 20M€... são mais 10 que vão direitinhos para os empresários). UM PÉSSIMO NEGÓCIO para um jogador que está no Mundial e conta com tantas utilizações como jogos que o Brasil já teve.

SIM... Nestas operações está muito por explicar ao nível do que se refere as contas do SLBenfica, ou seja, porque continuamos a precisar de antecipar receitas e comprometer o potencial retorno efectivo de uma transferência de jogadores; e também no que diz respeito ao Ramires, à identidade da Jazzy Limited e, acima de tudo, ao facto de um jogador que está em alta, está no Mundial, é utilizado e tem uma clausula de 30M€... ser avaliado em 12M€.

Tem a palavra o Sr. Presidente, para evitar mal entendidos e conclusões erradas. Ahhhh... e já que vai falar, explique, por favor, as palavras do Luisão: BOMBA ou INVENÇÃO? É aguardar

17 comentários blogger

  1. hummmm....já está a ser areia a mais para a a minha camioneta.
    Clausula de 30 kilos, quando hoje, os proprietários dessa tal clausula, avaliam o produto no valor de 12. Deste modo, estamos a dar um sinal claro de fragilidade para um possível comprador...penso eu de que...

    Obrigdo GB pela tua cristalina explicação que, até um nabo como eu nesta coisa de números em euros, a compreende

    ResponderEliminar
  2. Não é de agora...mas não consigo confiar em LFV. Ao longo destes anos em que é presidente quantos bons negocios fez ele para o Benfica? Quantos jogadores foram bem vendidos? Não me lembro de nenhum! E quantos foram mal comprados? Perde-se a conta!Tudo o que conseguiu fazer foi á custa de endividamento e de hipotecas de receitas futuras!
    Mas a nivel particular a historia já é outra: conseguiu tornar-se num dos homens mais ricos de Portugal!
    Há aqui qualquer coisa que não bate certo, que não entendo neste gestor (ou, por outro lado entendo muito bem!).
    Desconfio que se soubessemos de quem é esta JAZZY teriamos uma surpresa (ou não, pelo menos para mim).

    ResponderEliminar
  3. Ó José?
    Tu de Benfiquista tem pouco ou nada mesmo,penso eu de que, mas como este Blogue é aberto a todos, sejas bem vindo.
    Essa de ser o LFV um dos mais ricos de Portugal com insinuações a negócios de futebol, senda a vítima o Benfica, É PALEIO ou melhor,são ARROTOS próprios dos androides e dos seus submissos.
    Deixa lá estar o LFV com todos os seus erros e virtudes...CONFIO INTEIRAMENTE NELE, embora aqui e ali, nisto ou naquilo, não compreenda à primeira, mas quem está ao leme é que sabe o RUMO!!!

    ResponderEliminar
  4. É que és mesmo "merceeiro"!!!

    "Contas de merceeiro: Os empresários (como quem Vieira dizia que não negociava) emprestaram ao Benfica 3,25M€ para o Benfica adquirir a totalidade do passe de Ramires. Agora, recebem via Jazzy Limited, 6M€ (o dobro) e quando o jogador for transferido recebem mais 50% do valor da transferência"

    Agora os empresários recebem 6M€ ou foi o Benfica que os recebeu?

    ResponderEliminar
  5. Está tudo bem explicado. Kia e Bertolucci avançaram com 3,75M e pretendiam ficar com 50% do passe. Contudo o Benfica não aceitou esses termos e fizeram um acordo de reavaliação futura do passe (com min e max definido) e nessa altura "acertar contas" e transferir os tais 50% do passe. Convém recordar que se houvesse capital disponível não seria necessário o tal empréstimo - sendo assim teve que se aceitar os tais termos do acordo.
    Assim, aquando da aquisição pagou-se 7,5M pelo passe, registou-se na contabilidade um activo de 7,5M (preço de aquisição) e um passivo (empréstimo) de 3,75M.
    Agora nos termos do acordo foi feita a tal reavaliação para se proceder a honrar os 50% do passe para os empresários.
    Assim, com o tal max e min estabelecido em função de certos requisitos, reavaliou-se o passe em 12M. Fez-se a transferência de 50% do passe contra o pagamento de 2,25M e a anulação do passivo de 3,75M.
    No futuro, se for vendido por 20M, o Benfica recebe 10M e qual a mais valia obtida?
    Simples: MV = 10M - (3,75M - 2,25M) = 8,5M
    MV empresários = 10M - 6M = 4M
    Não deixa de ser um negócio atraente para ambos, pois o Benfica está a ser ressarcido pela reavaliação do jogador.

    ResponderEliminar
  6. Palhacada...........
    SLB4EVER Rumo****

    ResponderEliminar
  7. Boa análise NR.

    Também não me parece nada de estranho.

    ResponderEliminar
  8. A analise esta bem feita. No entanto, para mim nao deixa de ser um mau negocio para o Benfica!
    Quanto muito tinham deixado definido quando o jogador foi adquirido o ano passado que os empresarios Bertolucci e Joorabchian tinham opcao de compra sobre metade do passe por 6 milhoes de euros!!

    E acho muito mau negocio a venda de 40% do passse do Airton por 3 milhoes de euros (!!). Isso para mim e um valor absolutamente ridiculo!!!!!

    Isto para mim sao maus negocios e nao ha outra maneira de o por. Uma explicacao tem que ser dada.

    E o departamento de Comunicacao do Benfica anda de ferias?? Calem mas e os jogadores porque isto ja anda a deixar os nervos em franja a muitos adeptos.
    Esta prre-epoca esta a fazer-me lembrar aquela em que o Fernando Santos foi despedido para meterem o Camacho: so tiros nos pes e no final acabamos em quarto.

    ResponderEliminar
  9. Caro GB, penso que desta vez não estiveste tão bem como é habitual. Penso que a melhor explicação cabe ao NR que, no meu entender, definiu bem o caso.
    Penso que desta vez, sem ironias, fizeste contas de merceeiro.
    quanto ao bom ou mau negócio, veremos. Repara que se o Benfica tivesse 7,5 milhões para pagar pelo Ramires há um ano não precisava do Kia para nada, mas não tinha e precisou. E tu achas que ele emprestava 3,75 milhões durante um ano de borla? Santa inocência...
    Tomando como partida os "teus" 20 milhões que o Ramires pode valer agora ( e que nem a cláusula são), o Benfica ganhará 8,5 milhões. Se o tivesse pago todo o nao passado poderia vir a ganhar 12,5. Vê lá se a diferença é assim tão grande... Kia e Bertolusci arriscaram 3,75 milhões há um ano. um ano depois, o Benfica não cumpre o que prometeu (apesar de campeão) e eles arriscam mais 2,5 milhões e querias que eles não tivessem nenhuma segurança? Como disseste no Post de ontem, haveria que negociar a permanência de Ramires mais um ano. Ai tens a negociação...
    Só mais um dado: neste momento, o Benfica arriscou só 1,25 milhões líquidos em Ramires e tem 50% do seu passe. Se algo acontecer ao Ramires (lesão, desvalorização, etc.) quem é que achas que perde mais: o Benfica ou o Kia?
    Sobre Airton e Kardec: recebemos 6 milhões e vendemos cerca de 50% de ambos. Sabes quanto custaram os dois há seis meses? Não chegou a esse valor, como sabes. Os dois são suplentes e provavelmente continuarão a ser. Achas que já valem o dobro do que valiam há seis meses? quantos jogos completos fiseram? quantos golos? Por amor de Deus... Porqu não falas no caso do Urreta? Por quanto comprámos? Qual a nossa percentagem no passe dele? por que é que Jesus não quer e o presidente tem de o meprestar e vai resistindo a pôr-lhe clásula?
    Gostava de saber a tua opinião sobre isto?
    OFF TOPIC: o que achas da notícia do DN sobre Sarabia? e por que razão Roberto nunca mais é confirmado à CMVM? Afinal desta vez a CMVM não obrigou a nenhuma confirmação ou desmentido... estranho!

    Um abraço
    Gabriel

    ResponderEliminar
  10. Penso que não é de somenos relembrar que, provavelmente, de outra forma, não teríamos o jogador a actuar no Benfica...
    O que sei, e isto é factual, é que temos os direitos desportivos de um jogador da selecção do Brasil. E também sei que, dos 7,5M€ investidos, recuperámos 6 e mantemos 50% do passe. As ofertas de gaziliões de euros pelos nossos jogadores só são boas se existirem... Que conversa é que querem que o LFV faça? Já foram à feira da ladra alguma vez? Tem mais é que puxar para cima e depois logo se vê... Além do mais, não se esqueçam que os clubes estrangeiros aliciam os jogadores com ordenados 2 ou 3 maiores do que o auferido no Benfica. Depois é só desgastar... É o Benfica que precisa de dinheiro, é o jogador que telefona todos os dias a pedir para sair...

    ResponderEliminar
  11. Não é invenção que já ouvi as declarações do próprio Luisão na Antena1. Estou parvo. Era um jogador que gostava pela postura, mas decai na minha consideração :(

    ResponderEliminar
  12. Gabriel: Penso que a obrigatoriedade de informação à CMVM só existe quando o passe é avaliado por mais de 5M€...

    ResponderEliminar
  13. Muito bem! Discussão esclarecedora de pormenores que muitos benfiquistas desconheciam.
    Continua GB, só não erra quem não fala (escreve)!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  14. NR, altera lá as continhas considerando que o Benfica pagou apenas 1,5M€ ou seja, imagina que o jogador não foi financiado em 50% mas sim na totalidade... e agora o passe é dividido ao meio.

    Aguardo o teu comentário

    ResponderEliminar
  15. É a mesma coisa porque é indiferente quem fez financiamento!
    MV SLB = 10M - 1,5M = 8,5M
    MV Jazzy = 10M - 6M = 4M
    Tens que ver no global se ele custou 7,5M e for vendido por 20M existe uma MV de 12,5M que estão repartidos pelas 2 entidades...

    ResponderEliminar
  16. Vamos lá ver uma coisa...as clausulas servem apenas como defesa do clube perante investidas de clubes mais fortes. É uma forma de obrigar os clubes a negociar.

    Vieira é um dos homens mais ricos do país pq fez negócios fabulosos com terrenos na Expo. E eu não gosto do homem mas não acho q esteja a prejudicar o SLB. Acho sim que ele não sabe mais ...

    ResponderEliminar
  17. Nem acho que seja uma questão de saber mais ou não pois até considero que tem feito um trabalho notável desportiva e economicamente, pese embora existam uns flops em termos de contratações.
    Nesta questão em particular o que salta à vista é:
    1. Na altura da aquisição do Ramires, além de não existir liquidez, existiam 2 empresários que estavam bem empenhados em trazer o Ramires para a Europa não por solidariedade para com ninguém mas sim para rentabilizarem um investimento.
    2. Mesmo que o LFV conseguisse arredar os empresários da jogada, que não parecia fácil pois o Inter também tinha algum interesse apesar da reticências, não ía ser fácil conseguir financiamento porque o Benfica estava já a investir muito e não conseguia um empréstimo adicional sem pagar juros exorbitantes.
    3. O Benfica, tal como os outros grandes se pretenderem um financiamento bancário para adquirirem jogadores têm um juro bastante alto (a rondar os 10% - basta ver o porquê dos empréstimo obrigacionistas com um juro de 6%) pois os bancos sabem que tal investimento é de risco - para mais quando se fala de dezenas de milhões.
    4. A questão do Star Funds ou da alienação parcial dos passes dos jogadores está associada a uma partilha de riscos do investimento entre o Benfica e o investidor externo.
    Apesar de saltar à vista que os empresário vão ganhar um dinheirão, foi o acordo possível para termos o Ramires, nem que seja por uma época.
    Para terminar deixo uma questão, e se tivesse sido feito o mesmo com outras aquisições como Makukula, Balboa ou afins? Aí aposto que toda a gente nem se lembrava de apontar o dedo a LFV.
    PS: espero que o caso Luisão seja bem conduzido pois ficar sem a dupla de centrais duma só vez ía ser muito complicado.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking