O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 3 de maio de 2010

"A mulher de César" segundo GB

 ●  3 comentários  ● 
Mais de 12h volvidas sobre o clássico, importa completar o balanço ontem apontado em Todos felizes... Para os mais esquecidos, corria o dia 15 de Fevereiro quando o GB apresentou o tópico O Sistema a contra-atacar pelo Poder. Entre outras coisas, podia ler-se então que "O Braguilha irá mesmo ser conduzido ao título de campeão e só o MAIOR o estará a impedir". Corria a jornada 19 e o Benfica seguia na roda do Braguilha, com menos um ponto, situação que se iria inverter na jornada seguinte com a derrota oferecida dos Bracarenses no Dragay.

Dez jornadas volvidas, com muitas arbitragens - e adversários - favoráveis ao Braguilha e que os deixariam atrás do Corruptos, chegamos à última jornada do campeonato com o SLBenfica a discutir o campeonato com... O Braguilha, pois claro.

O objectivo do Corruptos para 2010 foi muito simples: Limpar-se do Apito Final e do Apito Dourado, recolocar homens de confiança no Poder da Liga e manter os da FPF e preparar à vontade a transição de poder entre a Liga e a FPF. O resto foram "fait divers" para desviar a atenção destes objectivos que levaram a que o reforço da equipa não fosse muito significativo e Juju fosse mantido no cargo, dado que andam há dois anos para correr com ele.

Pelo meio de tudo isto, importou capitalizar a parceria com Toni de Braguilha, criar na sombra o fundo e promover jogadores que permitirão ganhar bom dinheiro em torno desta época sem que seja necessário ir à Champions.

Em 2011, com o poder de volta às mãos do "dono" - e com a ajuda do SLBenfica nesse processo - adivinham-se mais quatro anos iguais aos últimos cinco... iguais aos últimos 30.

A conjuntura - e arbitragem - do dia de ontem foi uma boa demonstração desta situação. Analisemos, mesmo sem ir a jogos em que o Braguilha foi brutalmente beneficiado, como aquele em Guimarães - bastava esse jogo para o título já estar na Luz:

- Em 15 minutos após o início do jogo, já Olegário tinha mostrado amarelo a Coentrão, DiMaria e David Luiz. Ou seja, a toda a ala esquerda do Benfica e ao central mais impetuoso. Para completar o ramalhete dos jogadores mais "agressivos" do Benfica aos 15 faltava apenas Javi Garcia e Maxi Pereira. O primeiro levou-o aos 41' (antes de fechar a primeira parte - ainda com 0-0) e o segundo levou-o antes do fim do jogo.

Num total de sete amarelos distribuídos quatro deles durante os primeiros 45minutos, só faltou a Olarápio dizer aos jogadores do Benfica "joguem lá agora"!!!

Do lado oposto da barricada, Funil levou um amarelo para poder "justificar" o do DiMaria e Merdaeles levou um amarelo porque... pediu, quase. Seria escandaloso não o mostrar.

Por mostrar, ficou o vermelho a Funil por uma entrada duríssima sobre DiMaria pouco depois da meia hora de jogo e alguns amarelos a Flop, Merdaeles, NandoCacetada e Beiças Perera.

Ora, de um lado os jogadores em risco e os mais impetuosos foram prontamente amarelados e do outro aqui e ali iam-se perdoando amarelos. Quem está lá dentro vestido de camisola vermelha não tem o cérebro tolhido pela "amarelinha" e rapidamente chegaram à conclusão que se jogassem com a agressividade normal, o mais certo seria serem expulsos e/ou não terem equipa para o jogo com o Rio Ave.

Como disse atrás, só faltou dizer aos jogadores do Benfica "joguem lá agora"! Por isso, vir fizer que o Benfica jogou sem garra, sem agressividade, sem inteligência emocional por terem demonstrado nervosismo... é verdade, mas não tem a história toda contada.

Deixo-vos apenas a dúvida: Se Olarápio tem mantido o critério e amarelado o Funil no lance sobre o DiMaria aos 36' (expulsão) e marcado o penalty do Beiças Perera sobre o Maxi ainda com o resultado 0-0, estariamos perante um Benfica a jogar contra 10 e a vencer o jogo. Qual teria sido a história????

- Mas isto não acaba aqui... o que é certo é que o Benfica vai para o intervalo com o título de campeão virtual, apesar de estar a perder 1-0, pois o Braguilha empatava em casa com o Paços 0-0 e a equipa de Paços jogava na primeira parte de igual para igual.

Mas tudo mudou... num ápice e com o Corruptos a vencer desde o final da primeira parte (recordo que os jogos eram à mesma hora), a segunda parte trouxe um Paços mais permissivo e aos 55' da primeira parte a oferecer de forma absolutamente ridícula o golo ao Braguilha. Nessa jogada é possível ver:

1. O IrregularYong está em posição irregular
2. O guarda-redes não falha absolutamente nada e tem o lance controlado
3. Os defesas do Paços não acompanham os avançados e afastam-se destes quando eles avançam para a bola.
4. O guarda-redes do Paços, em equilíbrio vertical, larga a bola e... cai para trás, de forma absolutamente ridícula, abrindo caminho para o golo do jogador que estava em fora de jogo - IrregularYong.

Conforme tinha o GB escrito há quase dois meses e dez jornadas atrás, "O Braguilha irá mesmo ser conduzido ao título de campeão e só o MAIOR o estará a impedir".

Se é que era preciso, a forma como portistas e bracarenses ontem festejaram os dois resultados - o golo do Braguilha foi festejado no Dragay - deixou bem claras as intenções de ambas as equipas.

Estamos a falar do campeão em título e de outro clube que nunca conseguiu mais do que apenas a Liga Europa... e o Corruptos festejou como ninguém o facto de a vitória deles os ter deixado... Fora da Champions League. Ora, todos sabemos como esses números e receitas são absolutamente vitais para o Corruptos... e eles festejam????

Preparem-se para o jogo da Luz! Vamos vencer, mas adivinha-se um Soares Dias, Jorge Sousa ou algo parecido para ainda tentar alguma gracinha!!! Não é por acaso que o Machadês já assinou pelo Clube que separa o clube do Alves da Liga Europa.

3 comentários blogger

  1. Para além disso á um dado curioso, o JJ disse no final do jogo k pensou em nao colocar o Di maria em jogo, k nao colocou o ruben amorim por este estar tbm em risco e k ao intervalo dixe aos jogadores k tinhamos 45min + 90min para ser campeoes. E na minha opiniao eles ficaram kom ixo em mente, ora na cabeça do jogador tava a preocupação de nao jogar com demasiada agressividade pois ixo poderia prejudica los no jogo k eles ja (durante o decorrer das incidencias do jogo) sabiam k podiam ser decisivo (rio ave).
    à ainda uma coisa k me esta a remoer, é k se tivessemos conseguido marcar mais um golo ao braga nesta altura ja eramos campeoes! mas SEREMOS NA PROXIMA JORNADA!
    SAUDAÇOES BENFIQUISTAS
    audações benfiquistas

    ResponderEliminar
  2. Em 1º lugar, quero felicitar o Porto pelo 3º lugar garantido ontem à noite e que tão efusivamente foi festejado pelos seus adeptos com toda a legitimidade, um lugar no pódio justo, de uma equipa que pautou a sua época por uma teoria de vitimização constante, logo vinda daqueles que estiveram anos a fio ligados à mais negra página do futebol português.
    Apesar da vitória do Porto ter de se aceitar, pois o Benfica tem muitas culpas próprias nesta derrota, porque empatando o jogo e em superioridade numérica deveria ter outra calma e gerir a partida de outra forma e nós benfiquistas devemos assumir os nossos erros, julgo que a arbitragem teve o seu papel, mas eu até nem iria falar de arbitragem, porque acho que o Benfica, no essencial, perdeu por culpa própria, mas, depois de ouvir o que Jesualdo Ferreira disse no final da partida, acusando o árbitro de dualidade de critérios, tive de escrever no meu blogue o seguinte: "só posso concluir uma de duas coisas, ou Jesualdo está senil e já não diz coisa com coisa, ou ao analisar o jogo, fê-lo na condição de benfiquista e não na de treinador do Porto.
    De facto, só alguém que não está no seu perfeito juízo, pode acusar Olegário Benquerença de qualquer coisa em prejuízo do seu clube, quando foi precisamente o Benfica a ter razões de queixa e muitas, não só para este jogo em si, mas essencialmente tendo em vista a última jornada, os amarelos mostrados a Di Maria e Javi, foram absolutamente ridículos, Di Maria vê amarelo por ter sofrido uma falta e estar no chão com 2 jogadores do Porto a ameaça-lo e ele encolhido, não esboçando qualquer reacção, Javi Garcia vê amarelo por ter efectuado um corte limpo, transformado em livre temos ainda o caso do amarelo a Fábio, este até posso aceitar, mas estranho apenas, que os 3 primeiros amarelos mostrados aos jogadores do Benfica, tenham sido precisamente a jogadores em risco de exclusão e sem que nada o justificasse, imaginem o cenário de vitimização que seria criado se fosse ao contrário.
    Ficou ainda um penalti claro por marcar contra o Porto, Hulk mete mão na bola, a qual está bem afastada do corpo a quando do livre de Di Maria, num entanto no lance sobre Maxi Pereira dou o benefício da dúvida e o erro mais grave, está no 2º golo do Porto, aliás, um duplo erro na mesma jogada, Farias o autor do golo, está em posição irregular e Belushi faz uma simulação grosseira de penalti, logo, seria falta contra o Porto e amarelo para Belushi, por isso, acho que ninguém no seu perfeito juízo consegue perceber a que se referia Jesualdo, uma palhaçada, vindo de um homem que naquele clube, enraizou bem a sua cultura.

    ResponderEliminar
  3. Excelente Post, muito bem observado, só os menos atentos poderão acreditar que isto são meras coincidências.

    Cumpts

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking