O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O Peso da Sinceridade

 ●  3 comentários  ● 
Em tempos o jogador de futsal do SLBenfica foi por mim dura e directamente criticado pela forma como demonstrou vontade de sair, na minha perspectiva com bastante ingratidão. No rescaldo da lesão grave que afasta o melhor jogador europeu e um dos três melhores do mundo do Camp. Europa de Futsal, Ricardinho deu uma entrevista de coração aberto ao DN (link).

Duas ideias fortes a reter:

- Depois de tantos anos no SLBenfica, entende que precisa de um novo desafio para dar (ainda) maior visibilidade ao seu percurso, (ainda) maior dimensão financeira à sua vida e um novo estímulo competitivo à sua motivação.

- Não perde, antes pelo contrário, a vontade de fazer a transição do futsal para o futebol 11, tendo já tido convites - desde o SLBenfica até clubes da II e I Divisão da Liga.

Ora, se da outra vez condenei totalmente a forma (e conteúdo) das palavras do Ricardinho, desta vez entendo que a entrevista foi bastante mais ponderada e, principalmente, de um enorme respeito para com o SLBenfica.

Olhando para as duas ideias fortes da entrevista e olhando para a inigualável capacidade deste jogador, fica nas próximas linhas o repto do GB para que o SLBenfica consiga capitalizar a inevitabilidade da saída do Ricardinho:

De acordo com o que o Ricardinho diz na entrevista, a saída dele ficou praticamente acordada entre as partes (com a redução para 50% - 250.000€ - da clausula de rescisão) quando da renovação do contrato para 2014, que mais não foi do que uma amenizar das consequências da entrevista anterior do Ricardinho.

Por outro lado, o jogador quer maior dimensão, melhores condições financeiras e... transitar a curto/médio prazo para o futebol profissional - revelando que essa possibilidade esteve em cima da mesa mesmo no tempo de Fernando Santos, por muito que custe aos benfiquistas admitir que o jornal Record estava efectivamente correcto quando avançou com a bomba, como aliás confirma o Ricardinho na entrevista de hoje.

Ora, posto isto, porque não permitirmos ao Ricardinho que saia, sim, do futsal do SLBenfica... mas não do Clube?

Porque não permitir ao Ricardo melhorar tudo o que pretende melhorar, mas dentro de uma casa que conhece, se habituou a admirar e respeitar?

Porque não integrar o Ricardinho no plantel da próxima temporada, permitindo-lhe essa experiência e transição, garantindo à partida a possibilidade de reverter o percurso caso a experiência não seja compensador para o jogador e para o Clube, o que não acredito que venha a acontecer, pois estou certo que o Ricardinho até no futebol 11 será um craque?

Fica, mais um, desafio lançado pelo GB à Direcção do SLBenfica. Muitos têm sido aceites, muito do que tenho escrito tem sido levado a cabo e, comprovadamente, com sucesso.

Fica mais uma ideia, sugestão, desafio... o que lhe quiserem chamar.

3 comentários blogger

  1. Caro Geração, sinceramente, até pelas suas caracteristicas, julgo que não é exequivel a sua ida para o futebol 11, muito menos de um clube com a dimensão do nosso.
    O futsal em nada tem a ver com o onze, são jogos completamente distintos, baseados mais em piques curtos e muita capacidade técnica, já o onze, é um jogo muito mais longo, de piques curtos e longos e jogado num campo 4 vezes maior.
    Sinceramente, acho essa ideia absurda, isto seria tornar um enorme jogador de futsal, num vulgar jogador de futebol.
    Quanto às suas metas a médio prazo, são aceitáveis e compreensíveis num jogador com a sua dimensão.

    ResponderEliminar
  2. Já tentaram tornar o Madjer, um craque no futebol de praia, num jogador de futebol de 11 e quem assistiu a dois ou três treinos diz que roçou o patético.

    Isto do Ricardinho é tão absurdo como pensar que o Kobe Bryant seria um bom jogador de voleibol.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite
    Caro Jotas, gostaria de lembrar que o Deco no Brasil começou por ser jogador de Futsal e depois passou para jogador de futebol 11.
    Já foi considerado dos melhores do mundo, porque não, o Ricardinho?

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking