O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Avatar

Limpeza de balneário na TVI24.

 ●  + 34 comentários  ● 

Parece que as coisas não andam fáceis para os membros do programa “Prolongamento” da TVI.

A administração da TVI está insatisfeita com a relação qualidade/preço/audiências do formato escolhido para fazer concorrência ao “O Dia Seguinte” da SICN.

Parece que a fórmula tipo “Casa dos Segredos”(gritaria, insultos e gente reles) escolhida pela direcção de informação da TVI para esta temporada foi um rotundo fracasso e os custos em manter mais uma época este painel são demasiado elevados face ao desinteresse da maioria dos adeptos de futebol e dos patrocinadores em colarem a imagem das empresas a uma espécie de circo deprimente sem qualquer conteúdo ou contributo para um debate/discussão com elevação.

A realidade é que a aposta num formato brejeiro e com intervenientes de fraco conteúdo é apelativa para uma franja reduzida da audiência televisiva portuguesa.

Numa temporada inteira, o “Prolongamento” logrou ser o programa mais visto apenas em 3 ocasiões: aquando da visita de Bruno de Carvalho e por coincidência com a transmissão de 2 eventos desportivos cujo exclusivo era da TVI. De resto o programa da TVI24 foi copiosamente “derrotado” semana após semana.

E se olharmos ao período pós-campeonato, sem haver jogos ou “casos” para discutir, as audiências do “Prolongamento” são quase insignificantes.

O que isto diz? Que o interesse em ver uma “barracada” com o presidente do Sporting é apelativo em determinada ocasião. Mas ver semana após semana gente como o Guerra, o Serrão ou o Pina a falar de futebol e a tentarem usar palavras como seriedade ou credibilidade ninguém com 2 dedos de testa tem paciência para ver.

Por isso é que o jornalista Sousa Martins por muito que o queira fazer(e acredito que sim) não consegue emprestar a um painel de “palhaços de circo” algo fundamental: credibilidade.

Daí que em alturas de discussão de temas que fujam ao “fora-de-jogo” ou ao “eu ganhei e tu perdeste”, o “Prolongamento” vê fugir até aquela franja que aprecia “barracada” para o programa da SICN a quem queria tomar a posição de líder do cabo.

E por isso é que entre ouvir as opiniões moderadas com elevação de um ex-presidente da Liga, um ex-ministro do governo de Portugal e dirigente do Benfica, um ex-bastonário da Ordem dos Advogados e ouvir as opiniões de um painel tão fraco como o do “Prolongamento” não há dúvida quanto à escolha.

As audiências, para quem pudesse pensar o contrário, não deixam margem para erro.

Será que a TVI24 troca só os intervenientes ou também o formato? Veremos.

34 comentários via blogger

  1. acho que o tripeiro nunca foi Presidente Da liga, Só director executivo. ..

    ResponderEliminar
  2. Falta um programa que falem sobre futebol. A parte técnica e tática do futebol, para nos instruir a todos. Falar sobre sistemas táticos, controlo da profundidade, procura de espaço entrelinhas, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já existe..é o grande Área na RTP3!!
      A RTP 3 ainda agora no Euro com Rui Costa, Marco Silva, Toni, Carvalhal, Carlos Daniel, é uma escola de aprendizagem do jogo..O rescaldo do Islândia Portugal foi um excelente exemplo...Uma delícia para quem ama o jogo jogado e não falado..

      Eliminar
    2. O Carvalhal depois do jogo de Portugal deu uma aula. Muito bom.

      Eliminar
    3. Tou me a cagar para as aulas. Anda um pela TV a dar aulas e levou 8 do SLB ha uns anos.

      Eliminar
  3. Tenho pena que o programa Grande Área tenha perdido o Carlos Daniel, para mim um dos melhores analistas de futebol no momento, e também que esse programa seja de apenas 1 hora, pois é o único em que se fala verdadeiramente do mesmo.

    Tudo o resto são paneleiros a armarem-se aos cágados...

    "O Dia Seguinte" tem o interesse de se discutir o lado Burocrático e Jurídico do Desporto, porque a nível de Análise objectiva do Futebol, leia-se técnico/táctico, também pouco percebem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ultimo paragrafo é certíssimo, só o grande área se aproveita, resto é tudo lixo.

      Pedro Cunha

      Eliminar
    2. Completamente...o Grande área devia dar em horário nobre na RTP1 à segunda-feira...

      Eliminar
  4. Presidentes da Liga:
    Major Valentâo
    Manuel Amásio
    JNPC penso eu de que....!!!
    Mas isso é algum programa de desporto?Mais parece um tanque de lavar roupa muito suja,encardida.
    Então os artistas,cada um pior do que o outro, o moderador não tem classe.

    ResponderEliminar
  5. o outro ainda diz que o Benfica não é candidato a ser campeão?!

    ResponderEliminar
  6. Dois programas que não interessam... porque não terem ex-treinadores (ou treinadores atualmente sem clube) e ex-jogadores a discutirem tácticas, situações de jogo e etc? Ah, porque ao comum adepto isso não interessa... pois eu só verei programas desses quando chegar a este nível de me explicarem sobre futebol.

    ResponderEliminar
  7. Ora aí está uma questão muito importante...
    O futuro do "Prolongamento"... acho que já nem durmo hoje...

    ResponderEliminar
  8. Concordo na generalidade. Discordo apenas relativamente ao que diz respeito ao "jornalista". Está ao nível dos "paineleiros". ´

    Neste género de programas, safam-se o "o dia seguinte" e o "trio d´ataque". Tudo o resto é uma autêntica bosta televisiva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trio d' ataque?

      Com o Guedes, o Gobern, e o Bêbado?

      Minha Nossa!!!

      Eliminar
    2. LOL !!! O trio d'ataque, essa espécie d enciclopédia televisiva ....

      Eliminar
  9. O único programa com algum interesse era o ContraGolpe ao domingo à noite com o Pedro Sousa, Eladio Parames, Manuel Queiroz, R.P.Braz, etc.

    De resto é tudo deprimente.

    Desde o Dia Seguinte com o RGS a ler o guiao do costume para meter nojo, O Prolongamento com aquelas palhaçadas do M.Serrao, Pedro Guerra e afins, Trio de Ataque com o R.O.Costa bebeado e a ir ao WC com o microfone ligado e tudo, os do Correio da Manha então são do mais lixo que ha... ... é tudo tão mau, tão faccioso, tão comentado por gente que não percebe nada de bola que até faz aflição.

    Portas de Benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Contra Golpe? Deus me livre. Eladio paramés um calhau com 2 olhos.

      Eliminar
  10. Fico feliz por saber que as pessoas não papam esse programa, estabelece-se uma ideia que o povo português está a evoluir. Mesmo o dia seguinte é um enfado, arbitragens, e... ouça, ouça... fónix que tédio, gente tão douta e com tão pouco para dizer.
    Os melhores programas estão na RTP (com excepção daquele em que entra o Gobern e os outros -trio de ataque - , mais conversa de m... treta, outro tédio)... sobra o mais futebol na TVI24 às sextas à noite, que vale realmente a pena assistir, pessoas inteligentes, respeitadoras, bem dispostas e que falam de futebol com alegria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci-me de mencionar o "MAISFUTEBOL", porque também está no leque dos que considero que vale a pena ver, o problema é que como passa à Sexta, acaba por perder um pouco o interesse (Falo por mim claro)...

      Nunca gostei de fazer futurologia, prefiro discutir realidades...

      Eliminar
    2. Águia Preocupada17/06/16, 22:15

      Pode ser isso tudo, mas com aquela apresentadora patetinha... Perde todo o interesse!

      Eliminar
  11. Mais Futebol na TVI 24 Sextas à noite na TV e Linha Avançada de Segunda a Sexta de manha e à tarde na Antena 3 na rádio são os únicos programas desportivos que vejo/ouço, o resto e palha e serradura.

    ResponderEliminar
  12. Tuttifrutti17/06/16, 17:36

    O guerra tinha uma funcao, falar por cima dos outros para lhes queimar propaganda. Expliquem como se pode falar de bola com a alianca scp fcp? O alves tenta e foi cilindrado. So vejo o guerra porque tinha esperanca de ver os 3 à batatada. O carlos daniel devia treinar um clube, percebe mais de tactica que o cerebro.

    ResponderEliminar
  13. Eu sou fã do Pedro Guerra. Obviamente é um lambe-botas de primeira, mas contra dois seres humanos da estirpe do Pina e Serrão, és obrigado a descer a tal nível.
    E depois, melhor entretenimento que o Prolongamento não há. Melhor que muitas comédias de Hollywood.

    ResponderEliminar
  14. A SICN, Sinceramente....O advogado parece tio cabrita, não entendo é que como pode ser um feirante de queijos de azeite um advogado , enfim, o galego mais parece o vigário e o ex - ministro é um parvo.
    Na tvi, Sérgio Sousa Pinto, não digo mais nada....prolongamento, campeonato nacional é tudo lixo.
    E o Benfica já deu 1 ano de avanço ao SCP, acho que é tempo de acordar ! Já chega, o Benfica não deve deixar - se levar este ano como o ano passado, .....vão querer dividir, meter em causa tudo e todos, é tal ecletismo da aldrabice e os 10 anos de preparação. .....acordar!

    ResponderEliminar
  15. O Play off foi um programa sobre futebol jogado enquanto teve António Oliveira, António Simões e Manuel Fernandes.

    Depois veio o Rodolfo Reis para o lugar do Oliveira e a coisa piorou, mas ainda se manteve dentro das quatro linhas. Depois, chegou o Inácio e nunca mais foi possível ouvir falar de táctica, de técnica e de acções do futebol jogado. Um lixo, o Inácio destruindo o único programa que tinha gente de futebol a falar de futebol, capazes de elogiar o jogo da outra equipa e de criticar o jogo da sua,

    Depois, veio o papagaio do Carvalho e depois o do Dragão (quando Rodolfo percebeu ser melhor alinhar com o Inácio)e aquilo tornou-se infrequentável. Mais vale o prolongamento, de onde (pelos protagonistas) não se espera que saia senão lixo.

    ResponderEliminar
  16. A ver se qd o RGS for presidente não estará o shadows na tvi e na btv a fazer de pedro guerra...

    ResponderEliminar
  17. Nao entendo porque nao simpatizam com o Gobern sera por ter uns kilinhos a mais,pois gosto imenso de o ouvir falar e educado deixa os outros falar por longo tempo e quando retoma a palavra parecendo que se ja tinha esquecido das aferroadas que os outros dois deram nao ficam sem resposta por vezes corando o do porto quanto ao do sporting por vezes ate tenho pena entao se tem uma pinga a mais nao consegue articular uma palavra.Do Pedro Guerra estamos conversados o outro tambem nao o deixa com tanto matraca que traz pro estudio esse programa para mim morreu logo a nascensa,dos outros programas que falam desconheco algum deles please nao me falem mal do RGS defende o Benfica como poucos so que provoca muito os outros dois podia deixar-se disso.

    ResponderEliminar
  18. Sinceramente não acho que o Sousa Martins tente sequer "emprestar credibilidade", acho que ele é ainda pior que os comentadores. Não é normal que um jornalista se preste aquela figura! Pessoalmente gosto muito do Dia Seguinte, mas tenho pena que não haja bons programas com alguém independente e credível sem ser o coitado do Rui Santos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Águia Preocupada17/06/16, 22:21

      Concordo! Coitado do Rui Santos! Ah! Ah! Ah! É que ele é mesmo um coitado... Um coitadito pois o coito deve ter sido tão curto que o gajo ficou pequeno de pernas e roubado no cérebro!

      Eliminar
  19. "opiniões moderadas do guilherme aguiar" Está tudo dito quanto à tua parvoice.

    ResponderEliminar
  20. Um programa desses para ter interesse tem que ter intervenientes que percebam de futebol, que tenham acesso a informação (insiders), que sejam bons em entretenimento e que saibam socializar sem fanatismos ou insultar os outros...

    Houve uma altura em que o programa era engraçado, porque o Fernando Seara dava pontas soltas sobre os meandros do futebol em voz alta para o amigo dele Eduardo Barroso que também tinha algumas luzes do que se passava nos bastidores do Sporting...

    Desde a entrada do Pedro Guerra que o programa se tornou inenarrável, deixou de ser entretenimento para passar a ser um espaço de contra-informação agressiva em termos de comunicação, deixou de se falar de futebol sem complexos, passou-se a falar de futebol como estratégia de ataque e como tal o espectador deixou de ter interesse em ver porque é demasiado previsível o que vai ser dito, as peixeiradas não dão audiências, porque mesmo que seja uma peixeirada monumental que valha a pena ver, pode-se sempre ver numa outra altura...

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes