O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Avatar

A tragédia que quase aconteceu.

 ●  + 51 comentários  ● 

No regresso do jogo com o Astana, a comitiva do Benfica passou momentos de terror no avião.

Uma turbulência invulgar quase que literalmente provocou a queda do avião que trazia os nossos de volta a Lisboa. Segundo vários elementos da comitiva, a sensação é que o avião ia-se partir em dois ou quebrar de alguma forma.

O mesmo aconteceu com o avião dos miúdos.

Felizmente regressaram em segurança.
Um abraço a todos.

51 comentários via blogger

  1. Não vi qq jornal de referencia fazer alusão a isto.
    Só o pasquim do papa-croquetes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Xuto na xinxa, Vai ver o jornal "Abola"

      https://view.publitas.com/benficaholic/abola_27-11-2015/page/1

      Lê na última página!!!

      Eliminar
    2. Posso garantir que aconteceu, até porque conheço quem tenha vindo num dos aviões. Não foi bonito!

      Eliminar
    3. Por acaso li, no café.
      Eu falei em jornais de refrencia e não em pasquins.
      Alias refiro o pasquim do papa-croquetes como o noticiador do caso. O que acho duvidoso.

      Eliminar
    4. Mas porque carga d'água é que o Cazaquistão (e não só) pertencem æ UEFA? Porque a entidade seríssima que é a UEFA aceitou o pedido do Cazaquistão, e entidade ainda mais séria FIFA o aceitou.

      Eliminar
    5. Então se "ABOLA" é o pasquim do papa-croquetes, qual seria para ti o Jornal de referência?

      Eliminar
    6. Jornais generalistas diarios. E acabou para gente que acha que a bolha é jornal de referencia. Para evitar dizer, a ignorantes da cena jornalistica.

      Eliminar
    7. "Jornais generalistas diarios" tipo o cm essa referencia do jornalismo portugues.

      Eliminar
  2. Boas Sombras,

    Ainda bem que essa tragédia não aconteceu.... (ironic mode on) só quando o vieira fôr a pilotar a sua avioneta privada (ironic mode off)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A estupidez a ir tão longe como a distância geográfica.

      Eliminar
    2. Ora aqui está a prova de como ser anormal não escolhe clubes...

      Eliminar
  3. A Bola faz referência ...

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que correu tudo bem. Sendo do nosso clube ou adversários, é algo que se quer nestas viagens é que corra sempre tudo bem.

    ResponderEliminar
  5. Por acaso tinha pensado nisso..

    Qual a necessidade de fazer uma viagem assim tão longa e morosa de uma só vez?!

    Custava muito aterrar, fazer uma escala a meio do caminho?!

    Digo eu que sou um liego na matéria. Mas que tinha lógica e era aconselhável, era!!

    Ainda bem que tudo correu pelo melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 8/9 horas de Viagem em avião não é assim tanto... Os Transatlânticos fazem sempre entre 8 a 12 horas sem qualquer problema...
      Eu próprio já fiz algumas de 12 e nunca tive nada a salientar...

      Já agora de referir que o avião não era um avião normal, parece que era um autêntico Hotel voador!!!

      Eliminar
    2. Eu já fiz uma viagem de avião de 19 horas, Londres-Sidney com paragem técnica em Bangkok. Qual é o problema?

      Eliminar
    3. Hum.. 19 horas é dificil, porque numa aeronave comercial do tipo Airbus 330-300 ou num Boeing 777-200 com velocidades máximas proximas dos 950 kms/hora correspondentes ao mach 0.84, entre LHR-BKK são aproximadamente 12 horas, e de BKK para SYD são aproximadamente 9 horas, e digo aproximadamente, porque depende muito da direcção e força dos ventos e de outras condições atmosféricas, para lá do tráfego aéreo existente no momento da aterragem ...

      Eliminar
    4. Se é difícil ou não, não sei. Mas fiz, era uma carreira normal da BA, Londres-Sidney num 747 jumbo. Por acaso até fui em 1ª classe pelo que não custou muito )))


      Eliminar
    5. carreira normal... mas por acaso há carreiras anormais ?
      747 jumbo...desde 1970 que os 747-100/200/300/400, 400 SP ,747-8 e o mais recente 747-8F sempre conhecidos como Jumbo ...
      Agora essa do " por acaso até fui em 1ª classe " é que custa a engolir sobretudo porque a BA deixou há muito de voar para Sidney,com o 747 e a escala técnica era em Singapura ...
      Tenho a sensação que estás a regar um bocado :),
      Ainda te recordas quantas poltronas tinha o Upper Deck do tal 747 jumbo ...

      Eliminar
    6. Não estou a inventar. Qual o interesse?
      A paragem foi em Bangkok, lembro-me bem porque até sai do avião mas por pouco tempo.
      Tinha 16 lugares em 1ª classe. E viajei não só para Sidnei como para as Caraibas na BA em 1ª classe. Uma vez até tive de dar lugar a Sir Paul McCartney e toda a sua grande família que iam para a Jamaica com as nanies e filhotes. Imagina só!
      Também fiz Londres-NY no Concorde na BA. Tens dúvidas?
      Cantas muito mas não me encantas.

      Eliminar
    7. Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!

      És muito divertido... agora diz-me onde é que conseguiste contar os tais 16 lugares ?

      http://www.britishairways.com/pt-pt/information/modalContent/about-ba/fleet-facts/boeing-747-400/boeing-747-400_4-class-275-seatmap.html

      http://www.britishairways.com/pt-pt/information/modalContent/about-ba/fleet-facts/boeing-747-400/boeing-747-400_4-class-299-seatmap.html

      http://www.britishairways.com/pt-pt/information/modalContent/about-ba/fleet-facts/boeing-747-400/boeing-747-400_4-class-345-seatmap.html

      E ainda fica um pequeno link para tu aprenderes algo mais sobre a frota da B.A... anjinho !

      http://www.britishairways.com/pt-pt/information/about-ba/fleet-facts/boeing747-400

      Eu também sou mentiroso, só que não minto tanto ...

      Eliminar
    8. Não digas asneiras, ó Catedrático da Treta.

      Enquanto a BA voou para a Austrália (deixaram de o fazer no início do milénio), as escalas da companhia podiam ser feitas em SIN, BKK ou mesmo NAR. E tanto podiam ser paragens para reabastecimento e limpeza da aeronave, como stop overs de 24h.

      E eu sei bem do que falo porque por motivos profissionais, vivi entre 1999 e 2003 na Austrália Ocidental e, durante esse período, fiz mais viagens LIS <> AUS do que aquelas que me consigo lembrar.

      Aqui que dizes é real, Anónimo. Não ligues às alarvidades desse bitrolho, que nunca deve ter ido para lá de Salamanca.

      PS: Só tenho pena de não ter voado no Concorde. Mas vi-o descolar muitas vezes mesmo à minha frente, de LHR e do JFK.

      Eliminar
    9. É que nem o exemplo que colocaste no teu próprio post soubeste interpretar convenientemente, ó Catedrático da Tanga. Porque está lá bem escarrapachado que *NÃO* existem lugares de 1ª Classe no "Upper Deck" da BA em vôos intercontinentais, existem sim, lugares "Club World" (Business Class). Exclusivamente.

      Ficas então a saber que as aeronaves 747 que voavam para a Austrália, eram exclusivamente da variante "400". Pelo menos, nas dezenas de vôos que fiz na BA para lá, foi sempre esta a variante do 747 utilizada pela British, E nesta variante, os lugares de 1ª Classe estão *TODOS* localizados no "Lower Deck", logo abaixo do cockpit. Tanto na V1 como na V2.

      Mais: Existem 14 lugares lugares "standard" de 1ª Classe no LD, mas a configuração pode ser facilmente alterada para 16, como Anónimo (e muito bem) disse aqui. Até porque vi isso acontecer por várias vezes neste tipo de aeronave.

      Para a próxima, investiga melhor antes de debitares disparate, para evitares fazer a figurinha de urso que aqui interpretaste na perfeição. Just sayin'.


      Cumpts.

      Eliminar
    10. Oh leãozinho burro, onde é que tu leste escrito por mim estar a First Class alocada no Upper Deck? - Eu limitei-me a perguntar ao anónimo que " até foi por acaso na 1º.classe ", se ainda se recordava do numero de poltronas do upper deck...
      Agora tu leãozinho burro e cagão, quiseste dar uma de espertalhão...mas deste com os burrinhos na água !
      Para terminar e devolver-te ao jardim zoológico, queria só dizer-te que a BA nunca voou para NAR que é o código IATA do aeroporto da cidade de NARE na Colombia... o que tu pretencioso de merda querias dizer era NRT que é o código IATA de NARITA,aeroporto de Tóquio...e se tu perdeste o conto ás viagens que fizeste entre Lisboa e a Oceania entre 1999 e 2003, o que direi eu que andei lá durante 31 ANOS ...e já agora a Salamanca já foi, a Badajoz comprar caramelos também, mas na minha viagem de finalista em 1963 consegui chegar até Sevillha...
      Quando souberes qual é a diferença entre um STOPOVER, um LAYOVER um OPEN-JAW voltamos a falar,porque desta vez escusavas muito bem de ter passado por IGNORANTE, mas se souberes quantos stopovers e open-jaw são permitidos na BA numa viagem on-way ainda só capaz de te oferecer um bilhete para ires ver o Glorioso jogar contra o A.Madrid ... :)

      Eliminar
    11. Simba, claro que é verdade. Os jumbos da BA em que eu viajei tinham apenas 16 lugares em 1ª classe que eram à frente mesmo atrás da cabine. Eu e a minha mulher até fomos convidados pelo comandante para nos sentarmos na cabine e ver o avião a aterrar em Sydney.
      O Catedrático da treta deve ser igual ao outro. Tem a mania que sabe de aviões mas nunca deve ter levantado os pés do chão.

      Eliminar
    12. Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade...

      Aristóteles

      Eliminar
    13. Oh... Enganei-me no código do aeroporto de Narita. QUE GRAVE!

      Tu deves ter andado 31 anos foi a apanhar no cú. Só disseste asneiras e ainda chamaste mentiroso a uma pessoa que além de ter dito a verdade, provou saber muito mais do que tu sobre o assunto, seu bitrolho mitómano. E para tua informação, durante décadas, a BA nos seus vôos de Londres para a Austrália, fez escalas em Singapura, Bangkok, Kuala Lumpur, Tóquio e Hong-Kong.

      Para encerrar o assunto de vez, um "STOPOVER", define uma paragem por "24h ou mais", enquanto o LAYOVER são todas as paragens de "menos de 24h"... Que foi exactamente o que disse no meu 1º comentário, ó labrego.

      Enfim... És mais um daqueles parvalhões ignorantes e complexados conhecidos como os "Sábios da Wikipédia".

      Eliminar
    14. Amigo da Onça29/11/15, 18:31

      Simba, estou contigo , se o meu clube nos últimos 35 anos só tivesse ganho 3 campeonatos nacionais, eu também ficava chateado se viesse um gajo do Benfica comer-me as papas à cabeça... agora dizeres que o homem andou 31 anos a apanhar no cú e que está mal ! - Agora vê lá tu, se por hipótese meramente académica, o homem fosse teu pai e não sabias daquela facadinha no matrimónio, tu agora eras o Simba, filho da puta... o que diga-se de passagem era muito mau !
      Portanto vê lá isso, e evita extrapolares para lá daquilo que é o mínimo admissível e ... não sejas INÁCIO !

      P.S. olha que eu até sou da Académica

      Eliminar
  6. Até o Eusébio anda farto das exibições do benfica, e fez por mostrar isso mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ve la é se ele nao te mostra a ti qualquer coisa...
      estas a fazer por merecer

      Eliminar
    2. Se for um voucher para um jantar no museu da cerveja já era ótimo...

      André Sousa

      Eliminar
    3. MARQUÊS DA PRAIA E MONFORT

      Eu dou-te um voucher e se conseguires jantar com ele avisa-me para eu ir tb...Se não conseguires pagas-me o voucher de volta que custa €3,50...Quanto à viagem gostei de ler aqui alguns palpites.Então os aviões só caiem em viagens longas.Nos Açores e na Madeira foi um azar do caraças.Cairão com cerca de uma hora de voo. Deixem de dizer idiotices.Ainda bem que nada aconteceu e agora é prepará.los e recuperá-los para 2ªfeira.

      Eliminar
  7. Estas situações não são muito frequentes mas acontecem, sobretudo quando as aeronaves entram numa zona de nuvens que devem ser evitadas a todo o custo. São os cúmulo-nimbos, os maus da fita que tem causado muitos suores frios a pilotos e copilotos mas sobretudo a passageiros, porque podem ser portadores de gelo e o " pássaro " quando sai dessa zona trás a lata toda machucada...
    Recordo aqui a tragédia do Airbus 330, voo AF 447 Rio-Paris da Air France que caiu no mar no dia 01 de Junho de 2009 pelo facto de ter entrado e podia e devia ter evitado num zona de turbulência que provocou o congelamento de indicadores exteriores fundamentais para as informações a prestar aos instrumentos manuseados pelos piloto e copiloto !

    Eu sei que existe muito boa gente que provavelmente já deixou de tomar o p.almoço, o almoço ou o jantar a bordo devido a pequenas turbulências, apesar de ter no papo algumas centenas de horas lá em cima, ainda continuo a considerar o avião o transporte mais seguro do mundo porque esta foi a minha praia durante mais de 30 anos,... agora " infelizmente " vivo da avença que o LFV me paga mensalmente para encher o saco a certos benfiquistas de fachada, e o A.Martins e o Kafka I e o Jota Pê sabem muito bem onde eu quero chegar ...


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "agora " infelizmente " vivo da avença que o LFV me paga mensalmente para encher o saco a certos benfiquistas de fachada, e o A.Martins e o Kafka I e o Jota Pê sabem muito bem onde eu quero chegar ..."

      Interessante!!!

      Eliminar
    2. Ahahahahah! O último parágrafo, muito bom!
      Eu nem isso, faço o mesmo mas o Vieira não me paga nada. LOL!

      Eliminar
    3. Zé do Telhado28/11/15, 20:38

      Catedrático o AF que vinha do Rio despenhou-se, por causa do co-piloto novato, que teve o tempo todo desde os 35000 pés com o nariz do avião virado para cima enquanto este caía em queda livre, além disso engaram-se a passar os comandos para o piloto que estava a dormir e que acordou ao ver que havia problemas. O congelamento aconteceu aos 38000 pés, mas quando começou a descer descongelou e os aparelhos funcionaram correctamente a partir daí, o problema foi que os computadores ignoraram os dados porque o avião estava a ser mal manobrado. foi mesmo a incompetência do co-piloto mais inexperiente juntamente com a azelhice do piloto e do outro co-piloto não terem reparado que os comandos nunca passaram para o piloto, que causaram o desastre, não foram cá as condições climatéricas nem os equipamentos electrónicos. Claro que é sempre complicado acusar pessoas que morrem, mas não se pôde ocultar os factos. Na altura meteram-se as culpas nos equipamentos, mas o resultado final das auditorias feitas a frio e à margem da imprensa sensasionalista, meteram as culpas nos pilotos, e nem havia outra hipótese.

      https://en.wikipedia.org/wiki/Air_France_Flight_447

      Eliminar
    4. Zé do Telhado, tudo isso que vem no Wikipédia está mencionado no relatório oficial da comissão de peritos que investigou o acidente, e foi a versão que passou para a comunicação social, no fundo uma conjugação de erros humanos, falha dos equipamentos originados pelas condições atmosféricas porque aquela área é bem conhecida por todos os pilotos que vão e voltam da América do Sul por passarem por uma zona conhecida como de convergência intertropical que provoca sempre um balancé desgraçado. Daí que há informações que nunca transpiram para cá para fora,que asseguram que tudo começou a partir da entrada da aeronave dentro da dita intertropical como se vesse entrado no olho de um furacão...

      Eliminar
    5. Ze do telhado29/11/15, 10:01

      A wikipedia, o relatório oficial, o programa Seconds From the Disaster. Houve falha dos equipamentos a uma certa altura, mas um avião não pode ser pilotado apenas pelas máquinas por isso vão lá pilotos e estes foram incompetentes. De certeza que o que aconteceu não teria sido a primeira vez, nem será a última, os pilotos não estão lá só para descolar e aterrar o avião.

      Eliminar
  8. Fonix... tudo acontece esta época, bolas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E sustos com aviões também já não é a primeira vez nesta temporada... Chiça!

      Eliminar
    2. Shadows, o incidente que houve no voo da equipa B, não foi susto nenhum, simplesmente um senhor sentiu se mal, e o avião aterrou normalmente soque noutro aeroporto, não dramatizes! =)

      Eliminar
  9. Já não se qual de nós , talvez eu!!
    - Vamos dizer mal do BdC!, saiu mesmo agora das calças. Bicho estranho que mais parece o tampo de uma cadeira onde toda gente se senta, já não sei de nada e duvido de tudo, e porquê? Pós a policia judiciária no caso leeks, mas descendo ao fundo é ele que sabe mais que todos, não deveria ser investigado? Lá onde se confunde lama com fezes está a gente da laia dele, que se esquece rapidamente do passado.
    A impotência não perdoa e por mais buracos que procure, mesmo em anões e múmias, continua a ser um frustrado e um grande patareco. Eis senhores a reflexão de dois-tintos, de hoje, se eu revelar uma verdade, com base em documentos verdadeiros, sou um criminoso, se minto sem provas sou um talento?

    Ass: Only Red wine

    Quanto ao aviº ,foi do frio,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um post e mais de vinte comentários sem falar do Sporting, estava a ser bom de mais. Agora só falta falar nos vouchers, eu não sei se é verdade e tu sabes se é mentira? É uma verdade com base em documentos verdadeiros ou uma mentira sem provas?



      Eliminar
    2. Acima de tudo respeito por todos que aqui escrevem, lugar-comum dos BONS!!
      Anónimo, eu não fiz, nem faço comentários pejorativos do SCP, instituição, nem dos adeptos. NUNCA!
      Mas no Olimpo dos Otários ( ou otávios, nem sei pronunciar) é falado voucher para razões específicas ou em produtos específicos, que são?! (é o meu conselho), investiguem.
      Não se podem falar em documentos que estoira os nervos a alguém, anda um lunático cagalume acorrentado aos vochers, doyen, esse é um trabalhador infatigável da mentira e calúnia, provas, ZERO!
      Se existem vochers? Existem. Foram entregues? Sim.
      Mas para que razões específicas ou em produtos específicos, que são ou foram utilizados?
      Não tenho de atacar SCP, vai na posição que merece.
      Agora "o artista" que não poupa esforços para criar abajurs de decência, não consegue provar nada , para mim é assento de cadeira, uma criatura em regime full time da mentira, documentos nas mãos dessa criatura "justiceira" são papel higiénico onde ele pode limpar a boca e dentes.

      Ass: Only Red Wine (dois-tintos)

      Eliminar
  10. Alguns de voces brincaram com a situacao mas quem vai la dentro e que sabe as aflicoes que passa,eu ja fiz uma viagem Roma Telaviv ta calado ai ate ia saindo do quarto do banho com com as cuecas e calcas em baixo a coisa apertou,fiz outra Toronto Venezuela Caracas passei quase todo o tempo a rezar nem ao Bruno de Carvalho desejo isso que e a pessoa que mais deste neste momento mesmo muito mais que o PDC,ainda bem que os nossos rapazes chegarm saos e salvos nao desejo isso a nenhum clube do Mundo ao contarrio de um sportinguista amigo vejam la amigo mas o odio pelo Benfica e tanto que chegou a dizer ou desejar que o aviao que transporta-se o benfica caisse ja la vao uns anos mas desta nunca mais me esqueco por isso o Sporting passou a ser a equipa para mim mas rastejante que as proprias cobras no entanto desejo as equipas Portuguesas e todos quanto viajam de aviao que Deus os acompanhe sempre.

    ResponderEliminar
  11. Já que estamos numa de aviões, 15 minutos depois de descolar da Rep. Dominicana rumo à Jamaica, para umas merecidas férias neste último verão, o motor do avião após 8 ou 9 explosões pegou fogo. O piloto conseguiu desligar o motor e fizemos uma aterragem de emergência no mesmo aeroporto da Rep. Dominicana. Estava tudo incrédulo. a olhar uns para os outros sem saber bem o que fazer, dar as mãos aos familiares, até que vem aquela voz muito calma e suave do capitão, tentando explicar a situação e o que iria ser feito. Bem, esta voz tão calma e suave teve o efeito contrário, provocando o pânico a bordo. Foram 15 minutos de regresso de puro terror. A aterragem só com um motor acabou por correr bem e, exceptuando duas senhoras que desmaiaram, lá passou. Sei que alguém ainda conseguiu fazer o vídeo que depois passou na RTP:
    http://www.rtp.pt/noticias/mundo/chamas-em-aviao-da-white-airways-obriga-a-aterragem-de-emergencia_v840939
    Malditos aviões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os problemas que normalmente surgem com os aviões fretados (charter ) podem resumir-se em duas simples palavras: ...
      Manutenções Inadequadas !

      Eliminar
    2. Não é capitão, é comandante.

      Eliminar
  12. Shadows, também não colocas o teu táxi ao dispor do Benfica...
    Graças a Deus que nada aconteceu. A águia dobrou as tormentas. Grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu é que tens pinta de fogareiro, meu caro. Porque não colocas tu o chaço ao dispor? :)

      Eliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes