O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Quem prefere ver na liderança da Comunicação do SL Benfica?

domingo, 31 de maio de 2015

Corruptos ou aprendizes de corruptos? Não obrigado.

Avatar
 ●  + 22 comentários  ● 


A Supertaça ideal. 

sábado, 30 de maio de 2015

Leiam o post anterior, mas...

Avatar
 ●  + 18 comentários  ● 
Querem um treinador que respira sucesso e Sport Lisboa e Benfica?

Carlos Lisboa!!!! És o maior!!!!!!!!!!!!!

OS FACTOS: O que vai acontecer ao SLBenfica sem Jesus

Avatar
 ●  + 69 comentários  ● 

Resposta: NADA! Porém isso não invalida uma nota prévia: eu só pretendo com isto contribuir para o fim dessas conversas apocalípticas de que sem Jesus não voltamos a ganhar, por mim já sabem que prefiro manter o treinador, ainda que não fique em pânico se ele sair.

Vejamos o percurso de Jesus:
- 89/90 a 92/93 no Amora
Chegou à II Honra, desceu em 91/92 e venceu a II B em 92/93
- 93/94 a 96/97 no Felgueiras
Subiu à I Divisão em 95/96 e desceu no ano seguinte 96/97
- 97/98 no U. Madeira
13º na Div. Honra
- 98/99 a 99/00 no Estrela da Amadora
Dois oitavos lugares
- 00/01 a 01/02 no Setúbal


Subiu o Setubal e ficou em 13º no ano seguinte
- 2002/03 no Estrela da Amadora


Subiu o Estrela (3º na II Honra)
- 2003/04 no Guimarães
14º na I Divisão
- 2004/05 no Moreirense
Desceu o Moreirense à II Liga
- 2005/06 no Leiria
Sétimo lugar a 5 pontos da Europa


- 06/07 e 07/08 no Belenenses
5º e 8º lugares
- 2008/09 no SCBraga


5º lugar
- 2009/10 a 2014/15 no SLBenfica
Campeão em 09/10, 13/14 e 14/15, uma Taça Portugal e uma Supertaça (6 Taças da Liga)

Convenhamos, Jesus cresceu tanto com o SLBenfica como o SLBenfica cresceu com Jesus.

Se tomarmos o percurso do Rui Vitória, por exemplo, em 4 épocas no Fátima subiu a equipa duas vezes à II Liga, desceu uma e manteve outra. Depois dele nunca mais o Fátima voltou a esses "palcos".

Lançou o Paços de Ferreira para um patamar onde nunca tinham chegado, ficando a um ponto da Europa em 2011, alicerces aproveitados daí em diante.

No Guimarães teve um 6º lugar, um 9º e um 10º, uma Final da Taça de Portugal vencida ao SLBenfica de Jorge Jesus e este ano fez um 5º lugar.

Ora, porque motivo, olhando aos percursos destes dois treinadores haveremos de acreditar que, por exemplo, com Rui Vitória o SLBenfica ficará atrás do FCPorto ou de um SportingCP com Jorge Jesus?

A título de exemplo, com recursos muitíssimo limitados, muito mais limitados do que Jesus tinha por exemplo em Braga ou mesmo no Belenenses (onde teve jogadores como Weldon, Silas, Rolando, Amorim, Eliseu, Meyong, Ze Pedro, Hugo Leal, Dady...), Rui Vitória fez um trabalho fabuloso no Guimarães com a necessidade de muitas vezes utilizar jogadores da equipa B.

É muito fácil olhar para a estatística de Jorge Jesus no SLBenfica onde teve DiMaria, Saviola, Aimar, Garcia, Witsel, etc.

Mas não podemos considerar que outro com capacidade fará pior que Jesus!

Não percam hoje...

Avatar
 ●  + 6 comentários  ● 
A estatística que acaba com o "mito Jesus"...

Enquanto discutirem a estatística de Jesus, só estarão a dar força aos que acreditam que sem ele será tudo igual.

Não percam 

O grande Otto Gloria!

Avatar
 ●  + 37 comentários  ● 


Querer rebaixar um grande treinador como Otto Gloria, que não tinha Taças da Liga ou Supertaças para encher currículo é de uma desonestidade enorme. Mas é o que certa comunicação social faz hoje.

Otto Gloria além de um grande treinador no Benfica venceu também mais Taças de Portugal pelo Belenenses e pelo Sporting.

Foi ele que montou e deixou os alicerces do Benfica bicampeão europeu.

Era ele o treinador de campo no inesquecível mundial de 1966.

Um grande senhor que nunca será suplantado por taças da Liga.

Já agora, amanhã publiquem que Jorge Jesus tem um palmarés no Benfica muito maior que o Mourinho.

Jorge Jesus, o Treinador mais vitorioso de SEMPRE!

Avatar
 ●  + 60 comentários  ● 
Por Benfica Eagle 

Jorge Jesus tornou-se hoje no Treinador do Benfica mais vitorioso de SEMPRE!!!
1º lugar - Jorge Jesus (6 épocas. 09/15): 10 TÍTULOS!
3 Campeonatos
1 Taça de Portugal
5 Taças da Liga
1 Supertaça
2º lugar - Otto Glória (8 épocas. 54/59 e 68/70): 9 TÍTULOS!
4 Campeonatos
5 Taças de Portugal
Em mais de 111 anos de história nenhum treinador do Benfica conquistou tantos títulos como Jorge Jesus.
Tal como no passado teria sido impensável pedir que Eusébio "reduzisse" o salário após as muitas conquistas que obteve, também considero que é IMPENSÁVEL, a alegada tentativa de Luís Filipe Vieira em forçar Jorge Jesus a reduzir o seu salário!
A Benfica SAD em 2013/2014 (12 meses) e 2014/2015 (9 meses), acumula 28 Milhões de lucro, com 6 títulos conquistados!!!
Na época anterior a Jorge Jesus ter entrado para o Benfica (época 2008/2009) a Benfica SAD acumulou 35 Milhões de prejuízo, com 1 taça da liga conquistada!!!
No período de 6 épocas, a Benfica SAD TRIPLICOU a facturação (de 55M€/Ano para 185M€/Ano) à custa dos muitos sucessos desportivos nacionais (10 títulos), boas performances europeias (6º lugar no Ranking da UEFA e 2 finais europeias) e das excelentes valorizações de jogadores realizadas por Jorge Jesus (Mais de 400 Milhões de euros em vendas de jogadores).

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Dobradinha conseguida!

Avatar
 ●  + 31 comentários  ● 

Blatter reeleito. A corrupção venceu.

Avatar
 ●  + 2 comentários  ● 

Há demasiada gente a "alimentar-se" da mesa da FIFA para que Blatter caísse.

A reeleição deste senhor é o sinal perfeito da podridão que varre a cúpula do futebol mundial.

Os otários dos adeptos pagam isto tudo.

O tão falado "Manto Protector" está à venda...

Avatar
 ●  + 5 comentários  ● 

O Apocalipse depois de Jesus (por José Marinho)

Avatar
 ●  + 45 comentários  ● 

Grande texto na página de Facebook do José Marinho:

O PARADIGMA DE JESUS! 
Jesus disse que mudou o paradigma do futebol do Benfica, nos últimos seis anos. 
Tem razão e não é justo que existam benfiquistas que não reconheçam essa mudança. Essa, para mim, foi a grande conquista de Jesus e de quem apostou nele, há seis anos, para treinar o clube. 

Com Jesus, o Benfica estabeleceu um novo equilibrio de poderes no futebol, dentro e fora do campo. E mostrou ao presidente do Benfica que a verdadeira mudança teria de começar dentro do campo, para se poder alcançar alguma coisa fora dele. O respeito dos adversários, das instutuições e dos árbitros. 

Não foi só no 4-4-2 ousado e fulgurante de Jesus que as coisas mudaram. O Benfica voltou a ser temido e respeitado e isso é mérito principal de Jesus, pela forma como conseguiu envolver uma estrutura nesse objectivo de mudança. 

Porém, como sempre acontece neste tipo de relação de mestre-aluno, o Benfica e a sua estrutura comportaram-se como um aluno dedicado, que faz os trabalhos de casa e que, a partir de uma certa altura, acompanha e até substitui o mestre. E é disso que Jesus, actualmente, não se dá conta. Não percebe que as coisas, actualmente, não são como eram há seis anos. E se Jesus mudou o paradgima do futebol do Benfica, mudou-o tanto que lhe deu a hipótese de aprender e até de arriscar a uma nova mudança de paradigma, mas desta vez sem Jesus. 

A esta hora que escrevo, sinceramente, não sei se é isso que acontecerá. Se Jesus levará o seu paradigma para outro lado. Mas o que sei é que Jesus deve preparar-se para a eventualidade do Benfica não se assustar com a ideia de iniciar uma nova mudança de paradigma do seu futebol, sem Jesus. Eu acho, honestamente, que o treinador do Benfica pensa que o futebol do Benfica será uma espécie de “ou eu ou o caos”. Creio que se engana, porque o grande mérito de Jesus, por sinal, não foi a mudança de paradigma. Foi a mudança de mentalidade. E se o treinador do Benfica deseja mesmo continuar no Benfica, se calhar, está na altura de perceber que há sempre um momento em que a cria ultrapassa o criador. E que, agora, Jesus poderá ser vítima do seu próprio sucesso e da forma como conseguiu, lá está, mudar o paradigma do futebol do Benfica. 

Posto isto, ainda acredito que seja possível uma renovação de contrato de Jesus com o Benfica. E desejo-a, por uma questão de justiça, de coerência e sobretudo de estabilidade. Mas não temo a sua saída nem prevejo o caos se ela se verificar. Há dois anos, sim, seria arriscado. Agora não. 

 Entretanto vamos lá ganhar a sexta Taça da Liga, por favor.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

A venda de Cancelo: Começou a Propaganda!

Avatar
 ●  + 17 comentários  ● 
Amadeo Salvo em 21 de Agosto de 2014: «Cancelo é propriedade da Meriton e passará a ser do Valência» in Maisfutebol

«É um futebolista jovem, que vem cedido pelo Benfica, mas é propriedade da Meriton, e como Rodrigo e André Gomes no momento da compra do clube passará a ser jogador do Valência. Praticamente podemos dizer que é um jogador do Valência».


Amadeo Salvo em 28 de Maio de 2015: «Valencia só conseguiu negociar a forma de pagamento de Cancelo»  in Record (via Marca)

«A compra foi demorada porque tentámos obter outro tipo de condições. Mas no fim apenas conseguimos negociar a forma de pagamento de maneira a que não nos fosse tão prejudicial. Isto durou dois ou três meses. Foi uma decisão da administração»

Em que ficamos Amadeo Salvo? Memória curta? Mentiras? Propaganda?

Para finalizar por hoje...

Avatar
 ●  + 49 comentários  ● 

O discurso de que só Jorge Jesus pode levar o Benfica aos triunfos é ridículo.

Jorge Jesus antes do Benfica, durante 20 anos de carreira, não ganhou nada. Andou por clubes secundários e não valorizou nenhum jogador em milhões de contos ou euros.

A realidade é que qualquer outro treinador com algum currículo hoje tem oportunidades lá fora para trabalhar e crescer. Jorge Jesus teve o Mónaco e pouco mais. O resto não passaram de sondagens ou pouco mais que isso. Nem o Milan, que é tão invocado como tendo oferecido uma fortuna a Jorge Jesus, nunca passou de pouco mais que uma sondagem. E quando viram o que o treinador do Benfica queria receber por mês, a coisa morreu.

As limitações de Jorge Jesus são claras. Não é uma crítica ao treinador. É uma constatação.

O Sport Lisboa e Benfica tem que continuar a evoluir. Não pode ficar refém de um treinador de 61 anos sem qualquer margem de evolução.

Vir apregoar “grandes vitórias” quando se fala em Jorge Jesus é querer fazer o mesmo que ele nas suas entrevistas de auto-contemplação: passar a mensagem de que é o melhor treinador do mundo, quando está bem longe de o ser.

Comecemos por este campeonato que agora termina.Fomos campeões e foi atingido um objectivo que não era cumprido há muito tempo: o bi-campeonato. Mas há coragem para olhar para o que realmente se passou?

A equipa andou em esquema de pré-época até perto do fim de Janeiro. Inaceitável numa equipa de topo. Mas é o normal com Jorge Jesus.

Jorge Jesus a fim de salvar a sua pele sacrificou as competições europeias. É um facto e que custou muitos milhões de euros ao clube. Como custaram milhões de euros as sucessivas eliminações precoces da Champions. Costumam fazer estas contas?  

Em Dezembro já estávamos fora de cumprir 50% dos objectivos: competições europeias e Taça de Portugal.Só com o conforto mental de não ter mais jogos dessas competições para planear e gerir é que Jorge Jesus foi capaz de ir pouco a pouco melhorando algumas exibições da equipa.
Ainda assim, as exibições fora de casa quase sempre foram fracas, com a excepção de Barcelos.

Mas o ponto mais importante passa pelo que se passou nos jogos decisivos do campeonato: os últimos. Esses é que decidiram o que aconteceu.

Quando recebeu o FC Porto, o SL Benfica demonstrou uma incapacidade brutal para matar o campeonato.Ficou à mercê de um golo à Kelvin. Foi humilhante chegar ao final da primeira parte sem praticamente 1 remate à baliza. Isto perante o FC Porto do Lopatego, um medíocre basco que se julga uma espécie de Mourinho.

Depois no jogo de Guimarães, mesmo com as oportunidades falhadas, o resultado final foi 0-0. Se dependesse do seu resultado, o Benfica não teria ido para a última jornada campeão nacional.

Esta é a realidade. Seja com o Braga, o Sporting ou o FC Porto, o SL Benfica de Jesus é isto. Tudo à rasca e sempre com inúmeras desculpas para os erros. Egos cheios de vitórias na Taça da Liga? É uma competição que deve ser sempre um complemento de uma temporada e não a justificação de uma época.

Ontem foquei o resultado do Sevilha e a “bi-Liga Europa” porque é disto que a história falará. E quando um Dnipro ou um Braga chegam à final da Liga Europa…querem mesmo comparar com a Champions?
A renovação de Jorge Jesus só fará sentido numa perspectiva de continuidade e por um custo inferior.

Um novo paradigma é necessário no Sport Lisboa e Benfica: menos investimento, menos custos e mais eficiência. E rentabilização das oportunidades sucessivas na Champions League, coisa que com Jorge Jesus está provado que é impossível.

Quem não entender isto e vier com as contas de merceeiro das “vendas”, omitindo as aquisições, os vencimentos, os custos de manutenção, os juros gigantescos pagos todos os anos e toda a restante árvore de custos deve ser bom é para jogar Monopólio.

Por mais desculpas que queiram dar...

Avatar
 ●  + 26 comentários  ● 

...Traffic no centro do escândalo de corrupção que envolve a FIFA.

A mesma empresa que manda no Estoril. A empresa que manda no mais recente amigo de Pinto da Costa chamado Tiago Ribeiro.

O tal que foi porta voz dos clubes da Liga. O tal que convenientemente não viu as agressões ao presidente da AF Lisboa.
O tal que tem sido visita regular a certa marisqueira.

Serão decerto mais teorias da conspiração. É tudo gente séria.

Muito se falou no Manto... este é LINDOOOOO!

Avatar
 ●  + 23 comentários  ● 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Quanto ganha Unay Emery?

Avatar
 ●  + 90 comentários  ● 

43 anos e já com 2 Ligas Europa ganhas.

Tanto pânico por um treinador de futebol. Há milhares deles. Querem ver que só um é que serve?

E mais: os colaboradores do clube estão lá para servir o clube ou para servir os seus interesses?

Fosse um jogador que apregoasse todos os finais de temporada que ambicionava ir para outros clubes e seria enxovalhado.

Tenham noção da realidade. Quantos treinadores do Benfica puderam estar 3 temporadas seguidas no lugar sem serem campeões nos últimos 20 anos?

Quantos tiveram ano após ano melhores jogadores e investimento?

O futebol não foi inventado em 2009.

Se Jorge Jesus se moldar ao que o Benfica precisa, que fique. Se não for assim, o Benfica não pára. Desde 1904.

Jorge Jesus: A questão que se coloca não é a permanência

Avatar
 ●  + 32 comentários  ● 

A questão mais relevante a ter em consideração neste processo em torno de Jorge Jesus é:

- O que leva um Presidente a "cortar ao meio" o salário de um treinador bi-campeão e que, mais que isso, venceu 3 em 6 campeonatos, uma média que já não se via desde o final da década de 80, portanto há 30 anos?

Se em conseguirem responder a esta pergunta eu talvez consiga entender melhor este processo!

MAIS: O que justifica o risco de deixar de ganhar, o que queimará totalmente o treinador que se seguir (até pode ser o Mourinho) quando ao manter este treinador, mesmo que não ganhe, haverá uma muito maior tolerância dos adeptos (e votantes nas próximas eleições)?

A política dos 225 milhões de lucro que está a arruinar o Benfica

Avatar
 ●  + 110 comentários  ● 
Top 10 Transferências Últimas 6 Épocas
Eu fico a aguardar sinceramente pelo génio das contas que me vai explicar como deve de ser, como é que um clube que nos últimos 6 anos regista um saldo positivo entre compras e vendas de 160 milhões de libras (225 milhões de euros ao câmbio atual!!), (*fonte transfermarkt )pode vir dizer coisas como “o clube não vai poder continuar a investir ao nível dos últimos anos”, e a politica seguida pelo clube obriga à venda de jogadores!

Que a politica obrigue à venda de jogadores, eu entendo perfeitamente! O que eu não entendo é como é que um clube que faz 225 milhões de euros brutos de lucro em 6 anos com a sua politica de transferências, arrasa com essa politica, invocando que o clube não mais tem condições para a manter!

Ou sou eu que sou tolinho e não entendo nada disto ou então anda aí muita gente autenticamente a “empranhar” pelos ouvidos. É isso mesmo, não há outra palavra! Porque na verdade, o que eu constato é que maioria da malta vai na cantiga, e chega mesmo a acreditar na propaganda que lhes querem vender!

Anda aí muita malta a acreditar que a Direção do clube tem sabido inventar muito dinheiro para reforçar o plantel todos os anos, e que tudo isto tem sido um grande esforço e réu teu teu pardais ao ninho! Mas isso é um engano completo. Isso só seria verdade se durante estes cinco anos tivéssemos assistido à manutenção de todos ou quase todos os craques que temos, e a direção puxasse de ainda mais 25 milhões para melhorar o que de bom já tínhamos!

MAS NÃO FOI ISSO QUE ACONTECEU, e é bom que de uma vez por todas os benfiquistas se consciencializem disso. Nos últimos 6 anos em média, o Benfica gasta 30 milhões e vende 68 (!!), ou seja não investe porra nenhuma, bem pelo contrário. Encaixa sim 38 milhões de lucro brutos todos os anos que são gastos no Universo Benfica, pelo que me custa realmente a perceber, como é que a propaganda passa por nos vender a imagem que esta politica tem acarretado muitos custos ao clube e nos faz caminhar para a ruína!

A não ser claro, que a uma politica que tem funcionado excelentemente como o provam os números, tenha  sido ainda descoberto um upgrade perfeito:

No Benfica descobriu-se a fórmula de nos próximos 6 anos se conseguir, não 225 milhões de lucro mas 325 (!!), e pasme-se, sem investimentos de vulto. Os 325 milhões vão ser conseguidos só com as pérolas que vêm da formação e com os Hassans que vêm quase de borla do Rio Ave!

Pelos vistos, a ideia que nos querem vender é que comprar por 10 e vender por 30 é errado e uma politica que o clube não mais pode suportar. O futuro é pois vender por 30 aqueles que criámos desde pequeninos. Se assim for, encantado da vida. O problema é que eu não acredito que isso seja possível!

Feito o desabafo, se me disserem que não mais o clube pode suportar a massa salarial que tem neste momento, aí até vou concordar. Mas isso não tem nada a ver com política de transferências que tem vindo a ser seguida, nem com os dois ou três jogadores que se compram por bom dinheiro todos os anos e que saem pelo triplo dois anos depois.

Isso tem a ver sim com os outros 20 que se contratam todos os anos, que custam muitíssimo dinheiro em ordenados e nunca entram nas contas da equipa. Para esse sim, é que as camadas jovens do clube deveriam ser a alternativa, e aí sim, muitíssimo mais barata.

Porque isto do campeonato dos euros é tudo muito bonito. Até eu, embriagado pela máquina propagandista, dou por mim a ficar triste com a  notícia da lesão do Sálvio, porque coitados de nós, já não vai ser vendido!

Mas espera lá! Eu devia era estar feliz! Eu devia estar feliz porque o Sálvio vai ficar e eu vibro é com os bons jogadores e não com o campeonato dos euros! Mas não. Até eu por vezes vou no engodo, como se isto do campeonato dos euros seja uma competição a ganhar tal como é o campeonato nacional!

Claro que tudo isto é especulativo, e cá estaremos para ver nos próximos meses que politica vai de facto ser seguida. Mas dou por mim a verificar que anda aí muita gente a acreditar que o Benfica pode vender as duas últimas pérolas que lhe restam, pode prescindir do treinador do BI para poupar um milhão de euros (!!), e basta virem 2 ou 3 do Rio Ave e 4 ou 5 das camadas jovens, para que no Benfica tudo se mantenha como está e continuemos a somar taças para o museu.

Pois a esses, desculpem desiludir e o facto de eu poder estar a ser o mensageiro da desgraça, mas é que se for esse o caso, nada se vai manter como dantes. Se Jorge Jesus sair como acho que vai sair (e já que anda por aqui tanta gente a tentar adivinhar, também eu vou adivinhar que no próximo fim de semana Jorge Jesus irá ser anunciado como treinador do Real Madrid), o próximo treinador não pode entrar num contexto tão fragilizado como esse.

O próximo treinador do Benfica, e para mais se for um técnico barato, sem projeção nem força mediática, vai herdar uma perigosíssima herança. As comparações com Jorge Jesus serão inevitáveis, e esse é um contexto, em que mais do que nunca, o novo treinador precisará de um Benfica forte e que lhe dê os meios para vencer a dificílima batalha que terá pela frente!

Em jeito de conclusão, e repetindo aqui que este é um exercício meramente especulativo e aqui estaremos para verificar o que de facto o futuro nos traz, como já aqui disse várias vezes, tudo isto é muito bonito no papel e o ah e tal e vamos emagrecer os custos e cortar salários a quem desempenha as suas funções acima das melhores expectativas, mas...

...E se o Porto não tiver de emagrecer?! E se o Porto continuar a investir?!

Será que a malta acredita realmente que com menos meios do que a concorrência vamos continuar a ganhar e que milagres como o deste ano acontecem vários anos seguidos?

Qual é pois a prioridade do Benfica? Emagrecer os custos ou ser competitivo? O que me diz a minha consciência é que tem sempre de ser a segunda. Emagrecer os custos terá o aplauso dos benfiquistas desde, claro, que o Benfica  continue a ganhar. Sem vitórias nada feito!

No dia em que os Benfiquistas perceberem que se afinal o Porto não precisa de emagrecer (ou que pelo menos foi capaz de emagrecer em aspetos que não afetam a competitividade da equipa), ou no dia em que perceberem que o Porto em Dezembro já vai com 7 pontos de avanço na Liga, eu sei o que irá acontecer!

Os Benfiquistas irão questionar como é que o clube que mais fatura em Portugal tem de emagrecer e os outros não têm, porque é que o que fatura mais joga na Liga Europa e o que fatura menos joga na Liga dos Campeões, e que raio de coisa era aquela de se vir invocar que uma politica de transferências que em 6 anos dá 225 milhões de euros de lucro bruto não mais pode ser seguida porque nos fazia caminhar para a ruína!

Eu assumo a minha incredulidade por uma afirmação tão estapafúrdia, mas tenho a certeza que há alguém neste blogue que me vai explicar tudo muito direitinho.



O ajuste fundamental.

Avatar
 ●  + 55 comentários  ● 

As palavras de DSO, como o Benfica by GB destacou no post anterior, não deixam margem para dúvidas.
O futuro do Benfica passa por fazer mais...com menos. É um caminho a que os clubes portugueses não podem escapar.

Daí que o sinal que será dado pelos valores de uma eventual renovação do contrato de Jorge Jesus seja fundamental.

Como escrevi ontem, defendo que se possa renovar o contrato a Jorge Jesus desde que o seu vencimento seja reduzido e que os prémios de vitória no campeonato sejam indexados à performance nas competições europeias.

É fácil mandar números ao ar com os valores das vendas dos últimos anos. Mas e que dizer dos custos com aquisições e salários?
Têm contabilizado os milhões que o Benfica perdeu durante estes anos que não se qualificou para os oitavos de final da Champions?

O que espera um patrocinador como a Emirates? Visibilidade. É o campeonato nacional que a dá? Claro que não. São as competições europeias. Em especial a Champions.

É desnecessário o discurso dos coitadinhos de que não podemos competir com outros clubes mais ricos. A história dos clubes portugueses sempre foi a inferioridade de meios mas qualidade, humildade e crença superiores.

Quem estiver disposto a trabalhar com o que o Benfica pode dar, será o próximo treinador.

terça-feira, 26 de maio de 2015

DSO: O que quer dizer "Investimento menor" e "apostar nos jovens"

Avatar
 ●  + 38 comentários  ● 
Fez algum furor hoje a afirmação de Domingos Soares Oliveira sobre o investimento no plantel na próxima época: "Temos uma formação que nos permite apostar nos jovens, o que permite investir menos em ativos."

E sobre a velha conversa de que o Benfica precisa ou não de vender jogadores ao que parece DSO teve uma saida à Sporting tipo "pro ano é que é": "No modelo que temos hoje sim. Este modelo implicou até agora um grande investimento, a ultima década foi a de maior investimento por parte do Benfica. Daqui para a frente, teremos um modelo diferente".

Ora, a leitura daqui decorrente é clara e o futuro treinador terá que atacar as competições com o seguinte modelo:

1) dominar o mercado nacional de jogadores,
2) apostar em parcerias futuras para trazer jogadores de potencial (os nomes de Zivkovic e Jovic são os mais falados)
3) integração de e potenciação de jovens da formação do SLBenfica

No primeiro ponto está à vista da todos; Dálcio, Marçal, Ederson, Hassan e Diego Lopes são nomes que se destacaram no campeonato nacional e que, mesmo que não venham a jogar pelo SLBenfica, estarão "sob controlo".

No segundo vector desenganem-se os que pensam que o SLBenfica vai pagar 20, 30 ou 40M por estes jogadores. O objectivo destas contratações será chegarem como "ponte" de adaptação para clubes de maior dimensão à semelhança do que aconteceu com Ramires e Markovic. O Benfica investirá pouco, mas obviamente que terá direito a apenas uma parte da receita da futura venda. Fair enough!

Por fim na formação o SLBenfica tem a próxima época com valores seguros para integrar no plantel como "reserva" dos titulares, como são os casos de Teixeira, Guedes, Lindelof, Semedo e Nuno Santos - mais que isto parece-me excessivo e "apenas para a fotografia", mas a boa notícia é que para a época seguinte já vemos despontar João Carvalho, o astro Renato Sanches, Gonçalo Rodrigues, João Nunes... enfim. O SLBenfica pode efectivamente considerar que o "viveiro" tem qualidade para (com moderação) ser um fornecedor de qualidade todos os anos.


De resto, temos um plantel de base sólida com Julio Cesar, Luisão, Maxi, Jardel, Eliseu, Samaris, Salvio, Pizzi e Jonas, aos quais temos que juntar Fejsa, André Almeida, Talisca e Amorim, mas também jogadores de qualidade que ainda "não apareceram" como Cristante, Mukthar e Jonathan. 

É esta base sólida que vai fazer permitir que este modelo resulte.


Duvido que as receitas desta temporada vão além de Gaitan e, eventualmente, Lima (noutra dimensão financeira), porém Artur, Ola John, Benito, Sulejmani, César, Lisandro, Derley confirmando-se a saída serão também um alívio financeiro.

Porém, esta "mudança de modelo" creio que irá afectar também o treinador, pelo que confio pouco na viabilidade de estar a implementar um modelo destes e manter 4M€/ano brutos ao treinador. Não está aqui em causa se eu concordo ou não que não se renove pelo mesmo valor, o que está em causa é que duvido que neste contexto de modelo de gestão isso aconteça.

Porém isso não quer dizer necessariamente a saída de Jesus. Quais serão as opções?

....

....

....

Pois, essas mesmas... não há! O Jesus vai para onde? Para o Sporting ganhar 4M€ pagos pelo accionista de referência, mas depois sem matéria prima para ganhar e sem um presidente com miolos com quem vai passar o tempo a embirrar? Pois..:

Vai para o FCPorto? Sim, até porque eles estão cheios de dinheiro para lhe pagar 4M€ e ainda a rescisão do Flopetegui, deve ser dinheiro dos titulos que ganharam nos últimos dois anos...

Além disso estas duas soluções têm um tremendo risco (mesmo asssumindo que lhe pagariam os 4M€); O de ter que enfrentar o repúdio dos benfiquistas, sim todo os que aqui desejam a sua continuidade e o passariam a odiar como odiaram João Vieira Pinto. E ainda o risco maior de... não ganhar.

É que aqui no SLBenfica pelo menos sabe que, mesmo com menos no bolso, pode ir buscar mais em prémios porque tem matéria prima (se calhar não a que ele pede) para lutar por títulos e tem uma estrutura sólida.

No estrangeiro sobra o quê? Espanha? Quem? O Getafe, não? E em Inglaterra? o Man Utd? Com o feitio dele e sem dizer uma palavra de castelhano e inglês, "faziam-lhe a folha" em num piscar de olhos... Nem Mourinho resistiu.


Dito isto, estou optimista para o trabalho que nos está a ser preparado para a próxima temporada, penso que é notório o elevado conhecimento e experiência que a estrutura do SLBenfica tem e está em claro crescimento, anulando por completo aquilo que em tempos se identificava como diferença para a "super estrutura" do FCPorto.

Se eu tivesse que apostar diria que virão aí duas ou três contratações de grande potencial, serão integrados cerca de quatro jogadores da formação e talvez um ou dois oriundo do mercado nacional... e que Jorge Jesus acabará por aceitar ficar no SLBenfica com novas condições.

Oficial BTV: Taça do Rei e Supertaça Espanha

Avatar
 ●  + 8 comentários  ● 
A BTV vai transmitir a final deste ano da Taça do Rei e a Supertaça de Espanha no início da próxima época.

Chuuuupa Oliveira!!!

Renovação com Jorge Jesus? Sim! Mas...

Avatar
 ●  + 22 comentários  ● 


A renovação de Jorge Jesus é o grande tema do momento.

Quero saudar todos os que partilharam a sua opinião no post de hoje sobre a renovação ou não de Jorge Jesus. Sem dúvida que contribuíram para se entender o que pensam sobre o tema, com a excepção daqueles muito poucos que acham que o dinheiro do Benfica é como o do Monopólio.

Na minha perspectiva, e se calhar isto vai surpreender quem acompanha o NGB com regularidade, eu defendo a renovação do contrato a Jorge Jesus. Sim. Mas com condições:

- Renovação por 3 anos

- Redução do salário bruto para 3M/ano

- Escalonamento de prémios:

1,3M pela vitória no campeonato se atingir quartos de final da Champions ou Final da Liga Europa

1,8M pela vitória no campeonato complementada pela vitória na Liga Europa com prémio de 1M

1,8M pela vitória no campeonato complementada pela vitória na Champions com prémio de 1,8M

0,5M pela vitória no campeonato, sem mais nenhum troféu

0,7M pela vitória no campeonato com pelo menos: Taça de Portugal(0,35M), Taça da Liga(0,25M) ou Supertaça(0,15M).

- Inclusão obrigatória no plantel principal de 4 jogadores portugueses da equipa B a tempo inteiro, sem rotação pela Equipa B

Na minha opinião, esta base de trabalho obrigaria a outro tipo de gestão da parte do treinador do Benfica, obrigando-o a colmatar as suas principais falhas nestes 6 anos de Benfica.

A baixa no ordenado seria devidamente premiada por resultados, que é assim que deve ser.

Não posso concordar com quem defende a manutenção do ordenado de Jorge Jesus nos mais de 4M/Ano. Isso quer dizer que logo à partida metade do que a Emirates vai pagar ao SLB seria para pagar ao treinador.

O treinador é um elo importante, mas olhemos para o que o mercado paga aos treinadores. Não podemos pagar ao nível de clubes que facturam várias vezes mais que nós.

Além disso, o SL Benfica, apesar do aumento das receitas dos últimos anos, não foge às dificuldades de tesouraria. As vendas em massa desde o final da temporada passada deveriam ser um sinal claro para os adeptos, mas ainda há quem fale de milhões como se estivesse a falar de meia dúzia de euros.

A crise mundial deveria ter ensinado alguma coisa sobre o problema do endividamento excessivo. Sobre R&C e contabilidades no mínimo habilidosas. Como não me parece que esse venha a ser o caminho do Glorioso, saúdo que LFV desta vez possa aproveitar a oportunidade para redimensionar os custos da estrutura do futebol, equipa técnica e jogadores incluídos.

Nem vou por outros temas que deveriam ser alvo de uma reestruturação como o elo entre o treinador e o presidente. Claramente falta alguém, com poder, para gerir 24h/dia o futebol do Benfica. Mas isso fica para outro dia.

Não fará qualquer sentido que o investimento em jogadores, a matéria prima que ganha campeonatos, seja reduzido mas que exista alguém que passe ao lado desse redimensionamento de custos.

Nem sequer compete ao SL Benfica ter que compensar com um contrato milionário a falta de oportunidades de que Jorge Jesus parece sofrer. Pelo menos nos clubes onde ele ambiciona estar. O Sr.Jorge Mendes que o compense. A surgir essa oportunidade do outro mundo, seria agora no Real Madrid. Parece que incrivelmente a escolha vai para o Benítez que beneficia de uma muito boa imprensa mas que já não mostra nada há muito tempo.

Se não for para Jorge Jesus se ajustar aos objectivos do Sport Lisboa e Benfica, que são o mais importante, então acho que o clube deve começar um novo ciclo, com um novo treinador, mais jovem e com ambição.

Dos nomes que têm vindo a lume, rejeito por razões diferentes Paulo BentoJosé PeseiroPaulo Sousa ouVítor Pereira.

Fiquei surpreendido com o trabalho de Nuno Espírito Santo em Espanha, mas não esqueço o seu papel de palhaço no FCP.
Leonardo Jardim confirmou que é um excelente treinador em França.

Marco Silva, apesar do esforço de certos sectores do Sporting, do Benfica e de alguns jornalistas em diminuir as suas qualidades e trabalho, demonstrou no Sporting a sua bagagem. Quantos treinadores conseguiriam trabalhar um ano inteiro com o presidente contra si? E o Sporting não teve centrais de jeito a época quase toda…

Rui Vitória parece-me uma espécie de Peseiro. Bom técnica e tacticamente, mas fraco no balneário e na gestão das situações de maior pressão. Tenho muitas dúvidas.

As minhas escolhas passariam, por razões diferentes, por Marco SilvaLeonardo JardimFrank de Boer ouRonald Koeman(agora que tem na equipa técnica o seu irmão Erwin).  

Mas à falta de disponibilidade destes, o que será o mais provável, penso que a escolha de LFV passará por Rui Vitória.

No entanto, torno a dizer: se Jorge Jesus estiver disposto a ajustar-se às condições e prioridades do clube, que fique. 

Formação: Two down, two more to go...

Avatar
 ●  + 23 comentários  ● 

Vamos deixar claro uma coisa: Não fui eu que disse as frases acima, foi o Presidente do Sport Lisboa e Benfica. Não vamos aqui julgar a minha opinião, vamos analisar a situação em si e se fazem sentido as expectativas criadas pelo Presidente.

Já aqui vimos que não está em causa fazer um 11 formado na Luz, o que faz sentido é aproveitar dois/três jogadores para o plantel como soluções válidas para serem trabalhadas pelo treinador.

Agora, o Presidente fala em impor jogadores da formação, o que me parece desadequado, mas em contraponto com isso... vende os que tem por 15M€ (já se comenta hoje que pede mais 15M por cada um dos jogadores do Deportivo - Helder Costa e Ivan Cavaleiro).

Eu não tenho dúvidas que, pelo menos o Ivan, brevemente iremos ver anunciada a sua saída, mas há uma coisa neste processo que me assusta:

15M€ pelo André Gomes quando ele tinha 90min jogados é assustador! 15M€ pelo Cancelo que nunca jogou no SLBenfica e no Valência mostrou que precisa de muito trabalho pela frente é absolutamente impensável de ver acontecer... se derem 15M€ pelo Ivan, bom isso será quase "caso de polícia" (passo o exagero).

O Ivan, na minha óptica é o menos forte de todos e o André o que tem menos potencial face ao Bernardo e até ao Cancelo (se tiver a sorte de o trabalharem bem naquela cabecinha).

Eu estou bastante apreensivo com estes valores que já foram vinculados. Espero pela confirmação oficial do SLBenfica, tal como fez com o Bernardo Silva, de que realmente encaixou os 15M€, é que se financeiramente é um caso raro no futebol mundial venderem-se jogadores por 15.000.0000€ sem que nunca tenham justificado serem transferidos por 5.000.000€, não é menos estranho que isso aconteça com vários e sempre com o mesmo comprador.

Eu gosto que o Benfica ganhe dinheiro, mas como sócio gosto de perceber o sentido desses negócios para que de hoje para amanhã não esteja a olhar para o SLBenfica e para o NovoBenfica, if you know what I mean.

A situação de Jorge Jesus. Renovar ou não renovar?

Avatar
 ●  + 44 comentários  ● 

Será neste momento o tema em que os benfiquistas mais pensarão.

As perguntas que coloco são estas:

- Deve o Benfica renovar com Jorge Jesus?

- A renovar, por quanto tempo? E por que salário?

- Deve ser imposto um número de jogadores da formação como parte do plantel principal?

- Se Jorge Jesus sair, quem escolhia para o seu lugar?

São perguntas básicas mas essenciais para este momento.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Tuco, Viana e Cacau juntos nas "Residências Seniores"

Avatar
 ●  + 8 comentários  ● 
Depois de 5 anos, salvo erro, de glória entre títulos europeus e nacionais, o Tuco decidiu passar para uma fase mais tranquila da vida dele e passar a jogar apenas por prazer de andar em cima dos patins, como ja tinham feito Cacau e Luis Viana e juntam-se agora de novo os três no Hóquei do Sporting.

A ideia que dá nestas contratações é a de vermos renascer uma equipa de glórias do SLBenfica, assim tipo equipa de veteranos, é como se no futebol agora o Tondela fosse buscar o Simão Sabrosa, Nuno Gomes, Paulo Sousa e Rui Costa para assumir a luta pelo título na próxima época. 

Ah e tal oh GB mas eles ainda jogam bem! Pois claro que jogam! Tantos anos na Luz não foram por acaso e além disso a qualidade desaparece, simplesmente deixa de se manifestar quando é sujeita a contextos de segunda categoria.

Rui Moreira mantém bloqueio ao FCPorto

Avatar
 ●  + 9 comentários  ● 
Algo vai mal a norte...

... Depois de Rui Rio não abrir as varandas do município ao FCPorto, agora é Rui Moreira que, desde que foi eleito em dois anos NUNCA permitiu festejos do FCPorto nas varandas da Câmara Municipal do Porto.

Está tudo contra o FCPorto!

O agente Filipe Silva vai ficar impune?

Avatar
 ●  + 17 comentários  ● 


As agressões efectuadas sob a capa da farda da PSP não podem passar com um simples “castigo”, como se estivéssemos a penalizar um miúdo que bateu noutro miúdo.
O agente Filipe Silva demonstrou uma brutalidade incompatível com a sua profissão e posição.

A PSP, como qualquer outra força da ordem, tem uma posição relativa no sistema português. Em lugar nenhum da constituição lhe é fornecido o poder absoluto de agredir qualquer cidadão, sem razões válidas e previstas na lei.

As imagens da CMTV foram claras. Não existiam motivos para as agressões bárbaras ao cidadão e à sua família.

Um agente da autoridade transporta consigo uma responsabilidade enorme de fazer cumprir a lei, que deve ser complementada por tacto, bom senso, empatia, capacidade de avaliação rápida, cabeça fria e respeito pelos cidadãos.

Um agente da autoridade, em especial quem está em forças de reacção rápida ou de intervenção, não pode ser alguém desequilibrado ou incapaz de manter o controle dos seus sentidos e acções.
Naquela situação, o agente Filipe Silva demonstrou uma manifesta falta de características humanas para ser um agente da autoridade sob pressão.

Nada naquela situação, em que um pai de forma legítima acudia ao filho mais novo depois de muito tempo presos numa bancada sem condições mínimas, justificou as agressões e a voz de prisão.
Qualquer um, no mínimo, teria respondido com um par de palavrões a alguém que demonstrou não ter qualquer sensibilidade humana face a um miúdo que estava apenas a beber água.

Esta situação não pode passar sem um castigo exemplar para este acto bárbaro, digno de uma ditadura e não de uma democracia.

O agente Filipe Silva, que nem a humildade de se desculpar publicamente pelo que fez, não pode continuar a usar farda e arma.

OFICIAL: João Cancelo transferido para o Valência CF

Avatar
 ●  + 38 comentários  ● 

 
Jovem "made in" Caixa Futebol Campus
 
João Cancelo transferido para o Valência CF
 
A Benfica SAD chegou a acordo para a transferência, a título definitivo, de João Cancelo para o Valência Club de Fútbol, equipa que já representava por empréstimo.
 
Chegado ao SL Benfica aos 14 anos, proveniente do Barreirense, o atleta foi opção regular ao longo da sua evolução no Clube preferencialmente como defesa lateral direito, tendo alinhado pontualmente noutras posições do campo.
 
João Cancelo completa 21 anos na próxima quarta-feira e é produto da formação de elite "made in" Caixa Futebol Campus, sendo chamado regularmente aos escalões jovens da Seleção Nacional de Portugal.
 
Depois do pleno de títulos na Formação do Clube (Iniciados, Juvenis e Juniores) e da rodagem adquirida na equipa B do SL Benfica, estreou-se pela equipa principal em Janeiro de 2014, numa partida da Taça da Liga.
 
É encarado como um dos mais promissores talentos da sua geração e prossegue agora a sua carreira numa das principais equipas da Liga Espanhola.

Fonte: Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica http://www.slbenfica.pt/noticias/detalhedenoticia/tabid/2788/ArticleId/41904/language/pt-PT/.aspx


Nada que já não tivéssemos avisado neste Blog há 1 ano. Depois de Bernardo Silva, é a vez de a venda de Cancelo ser anunciada, e a próxima deverá ser a de Ivan Cavaleiro.
 
Comprova-se que na altura tínhamos razão, e Luís Filipe Vieira não explicou, na altura, todos os factos dos "empréstimos".
 
Esperemos que o valor da transferência seja mesmo os 15M€ da cláusula de opção, conforme foi hoje noticiado pela comunicação social espanhola.
 
No Relatório e Contas do 3º Trimestre, a ser conhecido daqui a 1 semana, o valor da transferência deverá constar no documento da Benfica SAD.

Talvez os portistas saibam

Avatar
 ●  + 17 comentários  ● 
Depois do túnel, agora é o colinho... Eles nunca falham, os outros é que não os deixam ganhar. Isto parece o Benfica de há 10 anos.

Mas há uma dúvida que tenho: se eles são assim tão prejudicados ou melhor se acham que somos tão beneficiados, porque raio anda tudo tão aborrecido com jogadores e equipa que até com pás e picaretas os recebem?

Há qualquer coisa entre a verdade dos factos e a mensagem que eles querem criar que não bate certo!

A arbitragem.

Avatar
 ●  + 15 comentários  ● 

A visão sobre a arbitragem pelo ex-árbitro Reborn:

Tratando-se da última jornada do campeonato, optei, até pela pouca importância em termos objetivos do jogo para a tabela classificativa, apenas um breve apanhado da actuação de Nuno Almeida. Não existe necessidade de moer os nossos leitores com uma análise de um jogo que foi no fundo um jogo de festa, mais do que qualquer outro aspecto.

Ainda assim, e porque também a semana passada por motivos de disponibilidade, não consegui a análise do jogo Guimarães - Benfica, gostava de tecer alguns comentários ao sucedido.

Durante a época muitos se foram queixando do dito colinho ao Benfica. Este discurso, diga-se, até por muitos portistas e sportinguistas foi sendo desmistificado, sobretudo já depois do titulo conquistado pelo Benfica.

Infelizmente a demência clubística de muitos não lhes permite congratular quando os outros, mesmo não sendo taxativamente melhores, são mais regulares.
Do adepto comum é expectável, dos que aqui vem à caixa de comentários tecer sempre a mesma ladaínha, é até normal: fazem-no porque isso os faz felizes, e para isso estamos cá nós: para contribuir para a sua felicidade dando-lhes importância às ignóbeis opiniões em termos de arbitragem que vão tecendo.

Já me custa a entender mais quando as queixas provem de outros niveis, em niveis mais elevados e vindos de colegas de profissão que são incapazes de reconhecer a sua incompetência e a competência dos outros. Custa-me a entender, mas são técnicas que vamos vendo desde tempos idos e que não surpreendem. 

Sucintamente falando, esta foi uma época onde apesar da pouca diferença pontual, a arbitragem acaba por não ter influência nas posições cimeiras. Todos foram prejudicados e todos foram beneficiados.

Muitos dizem que o titulo foi oferecido por Tiago Caeiro do Belenenses, eu diria, que se o golo mal invalidado a Maxi Pereira tivesse subido ao marcador em Guimarães aos 14 minutos, o Benfica teria sido campeão sem ajudas no Restelo. Pormenores que acabam por passar porque a festa acabou por acontecer.
Artur Soares Dias fez um trabalho muito fraco. Perdoou cartões atrás de cartões a vimaranenses, e poupou a expulsão a Otávio em pelo menos uma ocasião. É verdade que também acabou por cometer alguns erros a favor do Benfica.

Mas no somatório, se hoje ainda se decidisse alguma coisa, talvez o lance de Maxi tivesse tido a sua importância. E se o Porto tivesse ganho? Rico colinho diria eu....

Esta conversa do colinho que tanto enjoa como o campeonato do Capela, e como o campeonato que se lembrarão de inventar se houver tri, são histórias da carochinha. Pessoalmente durmo bem com elas porque me consigo isentar da clubite.
Apesar de benfiquista, sinto que o Benfica foi um campeão sem ajudas, como senti em muitos anos que o Porto também o foi. Não em todos, mas em muitos anos. Foram melhores, venceram porque eram os melhores, talvez tivessem tido mais erros a favor. Quando se ataca mais, a tendência é essa...por isso...ponho de parte as simpatias clubisticas, e digo sem pejo que venceu uma equipa sem grandes auxilios arbitrais. Que, refira-se, na minha opinião, acabam por ser humanos, e não premeditados...ou pelo menos penso assim, para não ter problemas de consciência da actividade que desempenhei.

Hoje Nuno Almeida quis entrar na festa...e tanto entrou que deixou os jogadores do Maritimo com 2 cartões por mostrar. O mal nem esteve muito nele...teve alguns erros, é certo...talvez quisesse que todos se divertissem, mas falhou aqui e acola para os dois lados...contudo sem influência.
Já o seu assistente Luís Ramos, foi um terror. Sinto-me sempre triste quando tenho de mencionar que um dia corre mal a um companheiro ou ex-companheiro...mas hoje não foi o seu dia. Falhou, falhou sempre contra o Benfica, e falhou com pouca margem de justificação no lance do golo de Jonas.

Mesmo em movimento rápido, e em imagem corrida, se verifica que Jonas está atrás da linha da bola...sendo que pouco depois corta novo lance quando Lima estava totalmente em jogo uns bons 2 metros...lances grosseiros...muito grosseiros! 

Mas, para que não me atirem já a benfiquice acima, confesso que acho que o golo anulado a Marega (o segundo anulado), poderia ter subido ao marcador. É certo que nas imagens parece ligeiramente adiantado..mas é dos tais lances que sou apologista que o árbitro assistente deveria ter deixado seguir.

Mau jogo dos assistentes. Muito mau. Com a agravante de ter lesado a verdade do melhor marcador do campeonato. Será que Jackson teve colinho? Ou será que aqui os erros já foram normais?

Imagine-se que Jackson não tinha marcado 2 golos ilegais em Penafiel? Imagine-se que Jonas tinha marcado 3 golos limpos (como marcou) e não lhe tivessem anulado erradamente 1? Pois é...seria bonito que a Liga da Verdade do Rui Santos também falasse sobre estas coisas.
Para mim, são erros..acontecem...mas se o campeonato do Benfica é colinho, então Jackson a melhor marcador é colinho. Mas disto ninguem quer saber, ou pelo menos não é importante! Não o será certamente para Jonas, muito menos para todos os ferverosos do Benfica. Mas cairá muito depressa no esquecimento dos adversários, ao contrário dos campeonatos capelas e dos colinhos.

No final costumam ganhar os mais regulares..nem sempre os melhores. O Porto tinha um plantel globalmente superior ao Benfica, e precisa de um escudo protector para justificar um falhanço rotundo. Os tolinhos caem na cantiga...os tolinhos portistas, como se fossem os sportinguistas ou os benfiquistas...os verdadeiros adeptos...e à muitos, até vendo nas redes sociais, pedem justificações a quem as devem pedir: jogadores e treinadores....

Ganhou uma equipa sem ajudas. Foi um campeonato limpo. Como foram muitos ganhos por outras equipas. As equipas devem começar a preocupar-se mais em tentar ser mais competentes, e perder menos tempo com arbitragens. Essas devem ser deixadas para as caixas de comentários dos blogs onde se destilam muitas vezes barbaridades que me fazem crer que existem pessoas pagas para as dizer, porque duvido que a estupidez seja tanta.

Essa foi uma grande vitória do Benfica dos últimos anos. Tentar ser melhor, e perceber que mesmo com erros de arbitragem se pode vencer. O Porto venceu muitos anos porque foi melhor. O apito dourado não se esquece...mas talvez mesmo sem ele, o Porto tivesse vencido 90% dos campeonatos que venceu. Esta é a dura realidade. Se és competente, disciplinado, estruturado, arriscaste a vencer mais vezes que os outros.

O Benfica está melhor. 

Para terminar direi, e por coerência: o Benfica teve colinho? Não..não teve! Jackson venceu com colinho a bola de prata? Não..não venceu! Ambos beneficiaram de erros humanos a favor e contra...é assim a vida...o Porto teve 2 hipóteses de ganhar ao Benfica e não venceu nenhuma...Jonas teve oportunidade de marcar mais golos e atirou ao lado em muitos jogos. Jonas esteve fora no ínicio do campeonato...Jackson parado 1 mês por lesão...não quero nem vou restringir a vitória do colombiano a decisões de arbitros assistentes, chama-se desporto...e no futebol, enquanto o paradigma não se alterar, o árbitro vai decidir muita coisa...não tirem é o mérito de quem vence! Hoje em dia, os competentes vencem mesmo quando o erro humano arbitral acontece. Venceu o Benfica e venceram Jackson. Os parabéns aos dois!

Sexta-feira darei uma análise cuidada da final da taça da liga, e porque a final da taça é também um evento rei do nosso futebol, será também feita a análise ao Sporting-Braga.

Para a próxima época continuarão se assim for do interesse de todos as análises ao jogos do Benfica, porque este é um espaço do Benfica. Outras análises serão feitas consoante a importância do jogos.

Até às finais do próximo fim de semana!!! 

domingo, 24 de maio de 2015

Museu Cosme Damiao ENCERRADO pela Direcção

Avatar
 ●  + 9 comentários  ● 
Comunicado:

De modo a facilitar a entrega dos troféus que andam a ser conquistados a um ritmo quase diário, a Direcção encerrará o museu até ao reinício da próxima temporada, até para assegurar aos adeptos que quando visitarem o museu, possam ver todos os títulos ao invés de obrigar a visitas sucessivas para ver todo o espólio do museu.

Então mas agora é tudo nosso?

Avatar
 ●  + 12 comentários  ● 
Mas agora não há competição em que o Benfica não vença?

Isto tirando o Andebol, depois de mais uma conquista hoje do Hóquei frente ao Sporting, pelos vistos este ano o Benfica vai limpar as modalidades todas, taças incluídas!

Lindo!!

Avatar
 ●  + 16 comentários  ● 

sábado, 23 de maio de 2015

Ele já percebeu, Bernardo! E nós também...

Avatar
 ●  + 51 comentários  ● 


"Sabia que enquanto continuasse a atual equipa técnica não teria hipóteses. Na minha opinião não acreditou em mim. Espero continuar a demonstrar que ele estava errado na altura." Record

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Não é assim que se defende Jesus! Até porque ele não precisa de defesa...

Avatar
 ●  + 12 comentários  ● 

Sinceramente há discussões que ainda não consegui perceber... Ao cabo de 6 anos não consigo perceber o interesse em discutir Jorge Jesus na dimensão dos defeitos e virtudes.

Custa-me que quem gosta tente defender com argumentos obtusos e quem não gosta procure pequenas minudências para suportar essa posição.

Recuso-me discutir se os antecessores de Jesus tiveram ou não os mesmos milhões que ele enquanto o argumento disso for que nos últimos 20 anos quase não ganhávamos e que Quique Flores teve muitos investimentos, quem lê isto até parece que Quique Flores teve esses 20 anos no Benfica... e que o investimento feito nos empréstimos de Suazo e Reyes. Recordo que as aquisições de DiMaria (19 anos) e Cardozo já vinham do ano anterior de Fernando Santos.

Ao admitir essa conversa terei que me esquecer que Quique Flores liderava a Liga quando fomos ROUBADOS na Luz com o Nacional com um penalty que nunca existiu e no Dragão com o penalty fantasma do Yebda e com isso em dois jogos passámos da liderança para trás do clube da corrupção.

Mas não quero mesmo entrar por aqui porque não quero reduzir a comparação que se tenta fazer entre os últimos 20 anos antes de Jesus... e os últimos 6 anos com Jesus. SIMPLESMENTE É UMA COMPARAÇÃO ABSURDA!

Antes de Jesus havia no Benfica jogadores como Moretto, Bynia, Miguelito, Manduca, Zoro, Derlei, Paulo Jorge, Makukula, Manu, Bergessio, Sepsi, Edcarlos... querem mesmo que continue?

Quando Jesus chegou ao SLBenfica, DiMaria iniciava a terceira época e depois de deixar o 3º anel à beira de um ataque de nervos, com Quique Flores (ou melhor com Paco Ayastaran), David Luiz, DiMaria e Cardozo fizeram um trabalho físico que lhes permitiu no ano a seguir aparecerem já na pré-temporada a "parecerem outros". Querer acreditar que Jesus fez magia em três semanas é apenas obtuso.

Onde quero chegar com isto é que Quique Flores faria o mesmo que Jesus se tivesse chegado ao SLBenfica quando Jesus chegou ou com o que Jesus teve? Claro que não...

O único ponto que penso que é fundamental é que não se extremem posições. Nem Jesus "fez magia" nem o passado poderia ter feito o que Jesus fez. Mas outros no seu lugar, possivelmente não teriam feito igual a ele (porque ele é dos melhores) mas seguramente que não teriam cometido alguns erros que lhe custaram caro (apenas porque o perfil é outro!), falo por exemplo de Fernando Santos que possivelmente ainda estaria no SLBenfica se tivesse tido este tipo de materia prima, o que não faz dele um treinador tão bom com Jesus... mas é seguramente muito bom. O Quique Flores também saiu para vencer uma Liga Europa, mas precisou de jogadores de qualidade.

Essa discussão do que Jesus fez e outros não fizeram é absurda, porque Jesus não esteve no passado distante nem os outros estiveram no presente.

Jesus beneficiou de um presente muito melhor do que o passado fora, por mérito de Luis Filipe Vieira que, errando bastante em questões básicas acertou e melhorou mais do que falhou, e um desses méritos do Presidente foi a dada altura ter reconhecido que Jesus teria que ser por momentos o Director Desportivo e o Treinador. Hoje em dia nem Jesus nem ninguém pode nem tem que o ser no SLBenfica. Uns anos anos, a Jesus teria acontecido o que lhe aconteceu em alguns clubes quando foi despedido... teria saido do SLBenfica pela porta pequena também, pois era "outro Benfica".

Não importa reduzir os méritos de Jesus, nem importa elevar os méritos de outros que não conseguiram o mesmo que ele. Importa perceber o que é uma grande verdade e foi aqui exposta pelo Redmoom. Vieira e Jesus são a melhor opção que podemos ter para esses cargos. Não porque sejam Deuses, mas porque são o melhor que a nossa vista, conhecimento e carteira alcança.

Se vou cair nessa discussão do que dizem de Jesus, dos elogios? Claro que não... só quem não percebe a dimensão da "máquina" Benfica é que pode ignorar as coisas que são feitas e ditas "por encomenda" com objectivos claros. Mas não é só no Benfica, é em todo o lado! Chama-se "real politiq"... mas sim, eu também prefiro acreditar que os ex-jogadores resolveram todos mandar videos para o SLBenfica a dar os parabéns e com uma mensagem de grande determinação, ao invés de pensar racionalmente que foi uma "manobra" de marketing (bem feita!) do SLB! O facto de não ter sido inusitado, não quer dizer que não tenha valor.

Nem tudo é branco ou preto!

Bernardo Silva, um de nós!

Avatar
 ●  + 13 comentários  ● 

Confesso Presidente, que duvidei que fosse capaz!

Avatar
 ●  + 20 comentários  ● 
Não, não vou aproveitar este momento em que o Benfica está em alta para dizer “Granda Presidente, estive sempre consigo e sempre soube que eras o maior!”

Não seria verdade. Já houve alturas em que estive mais com LFV, outras em que estive menos, em termos da avaliação que faço do seu trabalho...

...Mas acho que posso dizer sem qualquer margem de erro que estive do seu lado durante a maior do tempo, nomeadamente nos tempos mais difíceis, nos tempos em que as vitórias desportivas eram uma paisagem com que só podíamos sonhar...

Nos tempos em que vitórias nem vê-las, quem se lembrar do que era este blogue há 5/6 anos atrás, lembrar-se-á certamente que da minha parte sempre houve a defesa acérrima deste presidente e do seu trabalho, contra a critica, muitas vezes destrutiva que muitos fizeram do que ia fazendo, às vezes até entrando por caminhos de ordem pessoal, sustentado obviamente pela frustração (que entendo obviamente) que era ver o FCP levantar todos os canecos ano após ano.

O papel do Redmoon deste blogue há 6 anos atrás era na realidade isso mesmo: quase sempre a defesa de LFV contra os ataques que diariamente lhe eram feitos.

Esses foram tempos em que compreendi e vi o esforço. Que vi um clube reerguer-se lentamente, construir um estádio, andar com a casa às costas, a jogar no Estádio Nacional e a treinar em Massamá, construir Seixais e pagar contas antigas, enfim, criar condições para que um dia o Benfica pudesse voltar a ser grande e ganhar de forma sustentada...

O Benfica não ganhava? Não, não ganhava, mas não tinha condições para ganhar, isso era claro para mim... Não tinha planteis ao nível do FCP, não tinha verbas para aquisições ao nível do FCP, não tinha sequer os benefícios arbitrais do FCP... O FCP ganhava, e para mim, justamente!

Se há altura em que mudei o chip por assim dizer em relação a LFV foi na altura em que é o próprio a assumir que a reestruturação do clube está feita, e em que assume uma reeleição sob a bandeira do “mandato dos resultados desportivos.”

Ora, a partir daí, e ao ouvir LFV assumir que estávamos em condições de disputar as competições de igual para igual com o FCP, o mandato dos resultados desportivos foi um desastre e era resultados que eu lhe exigia, porque de facto, pouco ou nada ganhámos. Ora era por este falhanço estrondoso que LFV tinha de responder, até porque essa era a bandeira assumida da sua reeleição.

No mais assumo aqui aquilo que sempre defendi: LFV não tem de perceber muito de futebol, como eu acho que não percebe. Eu não lhe exijo isso. O que eu lhe exijo é que ele assuma que não percebe. Sempre que LFV informou (ameaçou) os Benfiquistas que iria acompanhar mais de perto a pasta do futebol eu torci o nariz, porque daí nenhum bem poderia vir para o clube. E nunca veio.

O papel de LFV é gerir o clube, criar condições para que o clube cresça (e isso tem-no feito), e angariar receitas para que o investimento no futebol possa ser ao nível que precisa ser feito para que os sonhos dos Benfiquistas sejam realizáveis. Sem dinheiro não há sonhos nem competência que nos valha.

Em relação ao futebol, o que LFV tinha de fazer era delegar... O que fez brilhantemente com Jorge Jesus, e também com Rui Costa para não sermos injustos...

Com Jesus no relvado e LFV no gabinete, LFV fez tudo bem feito. E esse é para mim o seu grande mérito: ter apostado nos Recursos Humanos certos finalmente, e ao fim de vários anos a dar tiros nos pés, ganhou a aposta.

Ora aquilo que foi diferente nestes últimos seis anos foi... Jorge Jesus.
Jorge Jesus treinou, encantou, ganhou, escolheu muitíssimo bem vários jogadores, soube valorizá-los, vendê-los por muito dinheiro, continuar a contratar, a investir, a manter a roda a girar.

Se JJ foi importante nestes seis anos na parte desportiva, não tenho a menor dúvida que para LFV foi também uma cartada importantíssima e muitíssimo feliz para que o clube pudesse ter dado o salto qualitativo que deu ao nível das infra-estruturas e da estabilidade.

Mesmo no ano do desastre e das 3 finais perdidas no espaço de uma semana, no final da época não deixou de se realizar muito dinheiro em vendas de jogadores... E se calhar o Benfica até precisava bem mais do dinheiro do que dos títulos!

Por isso, para mim LFV voltou a passar a ser o presidente certo para o Benfica na altura em que o mandato dos resultados desportivos passou a ter resultados desportivos. Tão simples como isso.

E não, não atribuo nenhum mérito especial a LFV neste Bi-Campeonato. Não lhe atribuo mais méritos no futebol do que atribuo nas imensas vitórias que temos obtido nas modalidades por exemplo. Mas isto não é denegrir o seu trabalho de maneira nenhuma. Isto é apenas considerar que LFV foi brilhante na criação das condições para que o futebol e as modalidades pudessem ganhar, mas que depois as questões do terreno, têm outros intérpretes, jogadores e treinadores e pessoas com muito mais mérito do que ele.

LFV é para mim o presidente certo para o Benfica neste momento. Mas continuo a não lhe reconhecer grande competência em termos de gestão de uma máquina gigantesca como é o futebol...

1. Continuo a achar que o dossier Cardozo por exemplo foi há dois anos muitíssimo mal gerido. Não se arrasta um problema de uma época para a outra e se anda 4 meses a desvalorizar um ativo publicamente. Não se cria ao treinador uma guerra nas bancadas, ter um treinador fragilizado pelo final da época anterior, e ter metade do estádio a gritar Jorge Jesus e a outra metade a gritar Cardozo. Isto é um erro absolutamente inadmissível!

2. Continuo a achar que um clube que assume que quer ganhar tudo, ou vende as suas pérolas no Verão ou não vende em Janeiro. Não vejo Pinto da Costa cometer esse erro (corrijam-me se estiver enganado). Com Matic se calhar, a Liga Europa tinha sido nossa. E já sei o blá, blá blá dos jogadores que exigem sair e temos que lhes fazer a vontade... Mas não pode ser assim. Um clube como o Benfica não pode colocar em causa os objetivos e sonhos de tanta gente para satisfazer os caprichos de uma pessoa. Se no Porto funciona, no Benfica também tem de resultar;

3. Continuo a achar que perder-se 6 titulares indiscutíveis numa só época é meio caminho andado para se viver uma época desastrosa. Esta foi de sucesso mas tinha tudo para correr mal;

4. Continuo a achar que vender-se Witsel e Javi no último dia do mercado é mandar o treinador para a forca e comprometer o seu trabalho irremediavelmente. Já sei que correu bem e apareceu Enzo, mas também podia não ter aparecido;

5. Continuo a achar que anunciar um Benfica Made in Benfica e 7 jogadores da formação no plantel  principal do próximo ano faz pouco sentido e coloca pressão estúpida no treinador. Essa aposta pode ser feita sem anúncios. Não é LFV que tem competência para avaliar talento e formar plantéis. Esse é o papel do treinador. Se LFV assume essa bandeira, também tem de assumir que o treinador estará a salvo se os resultados não forem o que ele espera.


Por isso, na minha forma de ver, LFV continua a cometer erros sempre que tem de intervir diretamente no futebol. O que não lhe retira o mérito em tudo o que de excelente tem feito em outras áreas.

Para mim, e como sabem, a grande fatia do mérito deste Bi-Campeonato é atribuída aos jogadores e principalmente ao treinador... Assim tem de ser, tal como no Chelsea o grande obreiro da vitória não pode ser Abrahmovic... O que foi diferente este ano não foi o russo, foi o José Mourinho!

Jorge Jesus tem sabido encontrar solução para todas as dificuldades, algumas delas até colocadas nas suas mãos um tanto infantilmente pelo próprio presidente.



LFV é o presidente certo para o Benfica neste momento? Absolutamente. Tal como Jorge Jesus é o treinador certo, uma dupla de excelência, cada um na sua área e ao leme das responsabilidades que lhes competem.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica