Exclusivo NGB: Ideia 1. - O Presidente
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 2 de novembro de 2013

Exclusivo NGB: Ideia 1. - O Presidente

 ●  + 13 comentários  ● 
Iniciamos este dossier/projecto de partilha de ideias com a comunidade benfiquista pela figura do Presidente. Recordamos mais uma vez que é um trabalho de ideias para partilhar com a comunidade, um trabalho anônimo e sem qualquer objectivo (ou seja, o mensageiro não tem qualquer relevância, mas sim discutir o conteúdo).

As ideias que vamos apresentar são abertas à comunidade benfiquista para que sejam melhoradas, trabalhadas e que um dia, se tiverem valor possam até ser adoptadas pelo Clube. São de cariz totalmente amador e exterior ao SLBenfica, ou seja, não têm em conta variáveis desconhecidas do "grande público" e que, obviamente, têm que ser tidas em conta na análise de viabilidade das ideias apresentadas.

O mais alto representante da nação benfiquista é, habitualmente, o alvo preferencial de todas as perspectivas e criticas nos momentos menos bons do Clube, nomeadamente nos resultados negativos.

É fundamental fomentar uma cultura de relação com os benfiquistas assente em três pilares:
- Emoção
- Comunicação
- Proximidade

O objectivo deste reposicionamento da relação do Presidente com os sócios será o de mais facilmente obter a compreensão e tolerância nos momentos menos positivos, bem como acelerar o processo de adesão e galvanização nos momentos positivos.

1.1 Liderança pelo Exemplo

O SLBenfica sempre é um clube de base popular, onde os adeptos querem seguir o exemplo da liderança e se revêem no no Presidente, sendo o primeiro polo de execução da mensagem. Não se pode dividir esta massa “una”.

É importante quebrar os “protocolos presidenciais” e aproximar o Presidente dos adeptos pelo exemplo, de forma a que os adeptos sintam que o Presidente é a representação fiel dos seus sentimentos e paixão:


1.2 Comunicação como factor diferenciador
A forma de comunicar para o exterior do Clube, necessita de ter sempre em conta os seguintes aspectos:


É preciso falar a lingua dos sócios e explorar os factores que nos motivam e/ou preocupam:

Que titulo terá a notícia? FUNDAMENTAL: Assumir sempre que toda e qualquer comunicação exterior será notícia e é importante predefinir os seguintes factores para influenciar a forma como a notícia chegará aos benfiquistas e outros publicos-alvo:

Que mensagem?
» O que queremos dizer? Que mensagem pretendemos passar ao publico alvo? Quais os conteudos mais fortes que não podem falhar? Que destaque será dado pelos jornalistas?

Que forma?

» A mensagem deverá ser exposta em função dos objectivos da mesma: Formal/Discursada ou “Improvisada”/Falada (nunca há improvisos); Verbal ou Escrita (Comunicado); Inserida num contexto ou propositada/provocada? Curta ou Extensa; Imperativa ou Colaborativa?

Que Publico-Alvo?
» Quem é o destinatário? Uma comunicação exterior com destinatários internos? Adversários? Benfiquistas? Sócios?

1.3 A proximidade - Lado a lado com os nossos

O Presidente deve impor a si próprio uma cultura de proximidade com os benfiquistas em geral e com os sócios em particular, além do movimento integrado nas Casas do SLBenfica.
Suportado na maior emotividade e comunicação efectiva com os benfiquistas, deverá expor mais a sua presença no quotidiano do SLBenfica, na relação diária com o “benfiquismo”.


A proximidade com todos os benfiquistas envolve-os no processo e na estratégia da Direcção.

O envolvimento proativo de todos os notáveis e menos notáveis, fomenta um processo de união em torno de um projecto, motivado pelas percepções de:

- contributo comum
- motivação colectiva
- trabalho de equipa
- objectivo único: O melhor para o SLBenfica

Todas as iniciativas que não tiverem estas premissas, serão eliminadas naturalmente pela “maquina” de sócios.

1.4 Perspectiva Interna - Reogranização da SAD

Já aqui escrevemos imensas vezes sobre a relevância de reestruturar a SAD.

O cargo de Presidente do SLBenfica, e por inerência presidente do maior accionista da SAD, deveria ser remunerado. Não por uma perspectiva financeira, mas porque no Sec XXI, os clubes são geridos como empresas e carecem de dedicação a tempo inteiro e, consequentemente, remuneração pela actividade em função dos resultados.


Criação de um nucleo estratégico suportado entre o Presidente (do Clube e SAD), o CEO da SAD e responsável por toda a estratégia, comunicação e liderança do futebol do Clube, e o Administrador Financeiro como suporte à actividade, de controlo financeiro e não como elemento decisor ou de definição estratégica. Este tema e respectiva organização proposta já foi mais que detalhada aqui no blog.

A criação da figura de CEO da SAD, a reportar directa e unicamente ao Presidente, com autonomia para liderar todo o futebol do SLBenfica é fundamental. O Presidente Luis Filipe Vieira não tem essas competências.

O esboço, sujeito obviamente a ajustes de fundo, para renovação/reoganização da SAD já não é novo aqui no blog:

13 comentários blogger

  1. Luiz Sousa - Portista02 novembro, 2013 14:59

    Mais um importante contributo para o futuro do slb...(só o li cruzado - é longo - e não me interessando, não deixo de apontar que é um trabalho pensado e estruturado, por isso continuo a dizer o mesmo que disse do 1ª...espero que os benfiquistas continuem a ignorar o apresentado e a apoiar o fantastico projecto do LFV, que nos ultimos 10 anos permitiu ao FCP ter o melhor resultado de sempre.
    Não entendo pq tantos aqui vêm APENAS criticar este blog e os seus posts e em nada contribuem para o clube, a nao ser com $ que nao dá para tapar o buraco negro do passivo que absorve tudo e ainda aumenta brutalmente cada época.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu apelido é Borrego e sou Portista.

      Luiz fico no mínimo incrédulo que esteja tão atento ás contas do Benfica e pelos vistos tão distraído com as nossas. Não sei se entende o mínimo de contabilidade e gestão, mas para quem está por dentro do assunto, percebe que um dos parâmetros mais importantes na analise de avaliação de uma empresa e o seu real potencial de valorização é a sua capacidade de gerar receitas constantes no tempo e não através de resultados extraordinários, que são sempre incertos. Assim basta analisar o item dos resultados operacionais ( sem vendas de jogadores- receita extraordinária) para perceber que o SLB está muito melhor estruturado economicamente que o FCP; o nosso rival teve um lucro de cerca de 7M, e agora vá ver os nossos.

      Como sabe estes negócios com Russos a pagar acima do preço de mercado, não vão acontecer sempre e depois quero ver como vai ser. Já o SLB se mantiver a performance este ano igual ao ano de 2012/13, adicionando apenas os valores actuais dos 220 mil assinantes da BTV, e terá um resultado positivo semelhante ao nosso de este ano e sem necessitar de vender jogadores, ou seja, recorrendo a receitas extraordinárias. Só assim se explica que ano após ano o SLB consiga financiar no mercado a juros mais baixos que o FCP.

      Borrego

      Eliminar
    2. O sr. Borrego disse tudo.
      Mas o que o sr. Borrego não percebeu é que os portistas que entram em blogues benfiquistas fazem isso com um único propósito, tentar destabilizar o Benfica porque sabem que há muito benfiquista que lhes dá importância e o ouve.

      Eliminar
  2. Este blog tem-se caracterizado por uma postura completamente anti LFV. Os argumentos dados, são por vezes compreensíveis e merecedores de apoio, no entanto a norma é uma crítica porque sim e porque não, sem qualquer base construtiva que possa ajudar o Benfica. Tal atitude merece da minha parte total desacordo. Esta mensagem ao contrário do habitual parece ter uma intenção algo construtiva que saúdo.
    As perspetivas dadas nos vários pontos são aquilo que qualquer adepto do clube gostaria de ver num presidente e eu não fujo à regra.
    No entanto no ponto 1.4 afirma q o presidente deve ser remunerado! Muito estranha esta opinião. Para mim é um orgulho ter um presidente que prescinde do seu vencimento, para além disso, pode abrir ainda mais o apetite a candidaturas com interesse de se servir do Benfica em vez do contrário. Ter um Presidente remunerado não é garantia de ter um Presidente mais empenhado ou mais profissional, recordo por exemplo o caso do nosso rival da 2ª circular. Quando José Ed. Betencourt foi presidente do sporting, ouvi alguns adeptos desse clube a comentar que achavam muito bem ir receber um ordenado milionário porque era um excelente gestor. O resultado dessa gestão foi uma tristeza… para os lagartos. Recordo ainda o esforço ridículo que este presidente dos lagartos fez para agradar aos adeptos saltando e cantando quando venceu as eleições. Para mim um presidente pode ser autêntico, não precisa de agradar a gregos e troianos, tem fundamentalmente de ser é competente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se estás preocupado que um presidente servir-se do BENFICA em vez de servir o BENFICA... pensa bem em quem votas. Se votas em vieiras, damásios e vales.. já se sabe no que vai dar.

      Eliminar
    2. Utah, isso da remuneração é como tudo na vida: uma faca de dois gumes. A tua crítica é válida, como também é a minha que faço de seguida.

      Um presidente como o LFV é um presidente a "part-time". Ele adjudica muita coisa para os restantes administradores (são cerca de 11 - uma equipa de futebol). Isso até prejudica a comunicação que hoje em dia é em 'tempo real', logo exige-se um presidente com disponibilidade absoluta. Dada as circunstâncias, para tal é necessário uma certa profissionalização.

      Aliás, o presidente do clube até pode não ser remunerado, mas o presidente da SAD pode e deve, dada a conjectura e exigências profissionais.

      Para além disso, quem nos garante que LFV não acaba por ganhar doutras formas? Por exemplo, as contratações e transferências de jogadores são propícias para haver desvios de dinheiros com as "n" percentagens de comissões. Não estou a dizer que o LFV faça isso, mas dada a pouca transparência dos negócios, a dúvida irá sempre persistir, até porque o nosso presidente tem uma fortuna que não pára de aumentar, numa área de negócio que sofreu uma acentuada contracção nos últimos anos. Isto leva a muitas interrogações.

      E, se eu ver com quem o LFV se dá (Joaquim Oliveira, António Salvador, etc)... diz-me com quem andas, que te direi quem és.

      Uma coisa concordo plenamente contigo: « Para mim um presidente pode ser autêntico, não precisa de agradar a gregos e troianos, tem fundamentalmente de ser é competente.»

      Eliminar
    3. Luiz Sousa - Portista03 novembro, 2013 17:24

      Utah,

      Remunerado ou sem remuneração... na minha opinião totalmente indiferente!
      Ou alguem é tão "anjunho" que pensa que qq presidente não retira o seu qinhão de tudo o que se passa à volta do clube?
      Essa do LFV não receber um salario é apenas para "enganar" sócio... mas tá tudo bem!

      Eliminar
    4. Concordo totalmente com o Utah e faco deles as minhas palavras. Portanto parabens a quem escreveu e deu ideias e desenhou os graficos, etc
      O problema da remuneracao surge quando temos um Presidente dedicado a 100% e sem rendimentos para levar uma vida digna do cargo que desempenha.
      No caso de LFV sabemos perfeitamente que ele não necessita de sacar dezenas de milhares de euros por mes do SL Benfica e eu saudo-o por tomar essa opção.

      Eliminar
    5. Luiz,

      E o que tens a dizer quanto ao nosso presidente Pinto da Costa ser remunerado? E em relação aos chorudos prémios que ele e o resto dos administradores sacam pele única e exclusiva performance desportiva, não tendo em conta a performance económico-financeira, ou seja, por absurdo podem gastar como loucos em jogadores, endividar o clube até ao tutano, abrir falência, hipotecar o presente e o futuro, como aliás já acontece, e não consequências nenhumas para a actual péssima gestão; já ganhar mesmo que custe a falência, os elementos da conhecida estrutura é só encher os bolsos. Pelos vistos o Luiz, só consegue ver vermelho, mas azul já não vê um forno á frente dos olhos.

      O Luiz, por acaso já percebeu que grande parte das nossas transferencias são efectuadas através de off shores? Que nunca ninguém sabe quem são os beneficiários das mesmas... e que quando compramos, vendemos, recompramos e voltamos a vender, todos os custos são sempre por conta do FCP... Como os 8 milhões de comissões pagos pela super estrela planetária Danilo, lateral direito que custou tanto como dois Jackson!!!

      Olhe é para o que se passa com o nosso clube e para quem anda a encher os bolsos com o nosso FCP. Ou não sabe que o presidente nunca teve dinheiro para mandar cantar um cego e hoje tem tudo e mais alguma coisa até contas bancarias em off shores.

      O meu apelido é Borrego e sou Portista, mas não sou cego e muito menos daltónico.

      Eliminar
  3. Novo Geração Benfica,

    Antes de mais, congratulo pelo teu artigo e por todo o trabalho que tiveste a organizar isto e na sua apresentação. Ficou excelente. Quanto ao conteúdo, penso que está um pouco académico. Aliás, como poderia não ser?

    Para mim, o maior problema da comunicação está, tal como nos grandes treinadores, na capacidade de operacionalizar todos esses parâmetros e conhecimentos.

    Depois, não descordando de todo do que escreveste sobre "Liderança por exemplo", a verdade é que quando olho para outros grandes clubes europeus, por exemplo o Man United e o Arsenal, não vês os seus presidentes muitas vezes nos jogos. Não deixa de ser por isso que os seus treinadores são os mais apoiados pela estrutura... Este é só um exemplo, de que o que escreveste, embora seja bom para as vistas, não é de todo fundamental.

    Para mim, "liderar por exemplo", no que toca ao presidente, é evitar existir "pontas-soltas". E isso passa por o presidente não ter "amigos" que são "inimigos" do clube. Isso passa por o presidente ter uma gestão desportiva e financeira completamente transparente e não apenas dizê-lo de boca para fora. Sem dever, nada terá a temer. Sem dever, poderá questionar outros da praça pública que são indignos e imorais. Sem dever, terá sempre um acréscimo de confiança não só de todos os sócios e adeptos, como também de outras entidades. E isto cria uma certa blindagem a determinada comunicação social.

    Depois, a estrutura... muita gente e no fundo quem fala é só o presidente? O presidente não pode estar sempre em cima das coisas. De vez em quanto poderá dar o seu "bitaite", sobretudo quando as coisas atingem determinadas proporções e esferas. Mas, de resto, o presidente deveria ser o "último homem da defesa". Precisamos é de um "ponta-de-lança" e de um "médio 10" e por fim de um excelente "guarda-redes". Acho que este último poderá e deverá ser o administrador ligado às finanças ou até mesmo o presidente se tiver essa pasta. O "médio 10" deverá ser o director desportivo. Este deve ser o elemento que deve falar sobre políticas desportivas/contratações/empréstimos, etc. O "ponta-de-lança" terá sempre que ser o treinador e um ou outro jogador referência, pois são os elementos mais activos no que toca a comunicação. A juntar tudo isto está o "sistema de jogo" que mais não é que a equipa de comunicação do clube. Ela é que tem de definir e assessoriar todos estes "players", todos os dias. Ela tem de ser o braço direito, se não for, terá que ser o esquerdo. Tem é de estar lá sempre e em cima do acontecimento.

    Quanto menos locutores houver, melhor. Jogadores e treinadores devem falar numa base semanal. O presidente só quando necessário. O administrador financeiro, o mínimo e indispensável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nos clubes ingleses creio que não existem eleições. É normal não haver uma ligação tão grande com o presidente.

      Eliminar
  4. Gostei bastante de ler. Faltam mais artigo como este, a propor ideias concretas, à blogosfera BENFIQUISTA. Venham os próximos capítulos !

    ResponderEliminar
  5. BENFIQUISTA DO CORAÇÃO03 novembro, 2013 10:59

    CAMPEONATO PORTUGUÊS ????
    UMA MENTIRA TOTAL

    DEPOIS DE VER CEDRIC NO ULTIMO MINUTO
    IMPEDIR UM GOLO COM O BRAÇO SOBRE
    A LINHA DE GOLO, CONTRA O MARÍTIMO
    E ESCANDALOSAMENTE NÃO SER MARCADO PENALTI

    E DEPOIS DE VER SER MARCADO NO FIM DO JOGO
    UM FORA DE JOGO A UM AVANÇADO DO BELENENSES

    REFORÇAMOS QUE ESTE CAMPEONATO É UMA TRETA

    BENFICA PREJUDICADO COM MARÍTIMO, SPORTING, BELENENSES
    TERIA NESTE MOMENTO COM VERDADE DESPORTIVA MAIS 5 PONTOS

    CORRUPTOS AJUDADOS CONTRA PAÇOS, GUIMARÃES E BELEM (QUE ATÉ DAMOS DE BARATO)
    TERIAM MENOS 4 PONTOS

    LEÕEZINHOS AJUDADOS CONTRA BENFICA E MARITIMO E PREJUDICADOS CONTRA RIO AVE
    TERIAM MENOS DOIS PONTOS

    CLASSIFICAÇÃO ACTUAL COM VERDADE DESPORTIVA
    BENFICA NA FRENTE COM 6 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE OS CORRUPTOS
    E COM 7 PONTOS A MAIS QUE SUBMISSOS QUE TAMBEM MAMAM

    À FPF, VITOR PEREIRA E APAFS RECEITAM-SE ÓCULOS DE FORTE GRADUAÇÃO

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares