Rui Vitória: o rescaldo, por Caça Gambuzinos
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 16 de fevereiro de 2019

Rui Vitória: o rescaldo, por Caça Gambuzinos

Avatar
 ●  + 37 comentários  ● 
Mais um excelente texto do nosso colega Caça Gambuzinos:

Passado pouco mais de um mês da saída de Rui Vitoria do comando técnico do Benfica, já podemos fazer uma avaliação mais justa e calculista sobre os seus três anos e meio de trabalho.

Começando pelos factos, Rui Vitória ganhou 6 títulos, 2 deles Campeonatos Nacionais.
Se Rui Vitória tivesse saído do Benfica no final da sua segunda época (com o tetra no bolso) teria sido para sempre recordado com um dos grandes senhores a passar pelo banco do nosso clube. O problema é o descalabro a que se assistiu depois.

Descalabro esse para o qual, sejamos justos, muito contribuiu a delapidação do plantel com que a direção brindou o então treinador do Benfica. Relembramos que saíram quatro titulares (!) e que nenhum dos seus substitutos apresentava a qualidade do jogador que foi vendido (Ederson, Nelson Semedo e Lindelof) ou despachado (Mitroglou).

Com um plantel mais fraco, Rui Vitoria tinha de mostrar saber técnico e tático para colmatar o talento perdido. Não demonstrou. A época foi paupérrima, com o corolário do embaraço a ocorrer na Liga dos Campeões, na qual a prestação do Benfica foi, numa palavra, vergonhosa. 

Depois da epopeia europeia, o Benfica perde o título em casa, contra o grande rival, num jogo em que Rui Vitoria só não meteu em campo mais trincos para segurar o pontinho porque só podia fazer três substituições.

No ano seguinte chegam vários reforços (dos quais apenas Vlachodimos não é despachado em janeiro), mas a verdade é que a qualidade de jogo do Benfica não melhora.

Não há fio de jogo. Não há jogadas estudadas. O Benfica ganha fruto de genialidades individuais. Se há trabalho tático nos treinos, o mesmo não é visível nos jogos. A banalidade do discurso do mister arrasta-se até ao relvado e é uma agonia ver os jogos do Benfica.

A contestação dos adeptos, naturalmente, sobe de tom. E o discurso “choninhas” do Rui degrada-se de jogo para jogo, indo até ao ponto de afirmar não sentir contestação dos adeptos (quando no estádio já havia quem levasse lençóis de cama de casal para abanar na direção do mister).

E quando a situação parecia insustentável e a Direção estava de acordo em prescindir dos serviços do treinador, há um épico volte-face, protagonizado por Luis Filipe Vieira e uma luz (afeta a outro clube, certamente), cuja identidade um dia saberemos quem é.

Resultado? Mais um mesito de mau futebol que culminou com a mais do que esperada troca de treinador, com Rui Vitória a ir pregar a máxima “o caminho faz-se caminhando” e o “se fosse fácil não era para nós” para a Arábia Saudita.

E, para mim, foram exatamente estas “frases feitas” que mancharam o percurso de Rui Vitória, naquela que é uma das suas grandes lacunas enquanto treinador de equipa grande:
não tem discurso que se adeque à dimensão do clube que representa, enraivecendo os adeptos com desculpas de mau pagador, discurso monocórdico e vazio de conteúdo e, essencialmente, não assumindo qualquer responsabilidade pelo futebol oco e agonizante que a sua equipa protagonizava.

Depois de um jogo que a sua equipa não ganhou e / ou jogar pauperrimamente, um adepto de um clube grande não quer ouvir dizer “fizemos o suficiente” ou “temos muita confiança no nosso trabalho”. Nem quer saber quem é um bom chefe de família e quem não é. Quer um murro na mesa e que se assuma responsabilidades. Quer que se assuma que se jogou mal e que a partir da agora vai haver mais raça e atitude. Quer que joguem os melhores e que os RedPass sejam apenas para os sócios. E, mais importante, quer que aquele seja apenas um jogo mau e que os jogadores mostrem qualidade já no jogo seguinte. 

Um adepto de um clube grande não admite que o seu treinador lhe diga que “temos de saber conviver com o insucesso”.

A falta de frontalidade e o alheamento da realidade face ao péssimo desempenho desportivo da equipa não caiu nada bem no seio dos adeptos e sócios do Benfica. Rui Vitoria demonstrava constantemente que via um jogo diferente de toda a gente, parecendo, amiúde, satisfeito com a pobreza futebolística da sua equipa. O que é impensável no Sport Lisboa e Benfica.

Os discursos de Vitoria na hora da derrota eram capazes de irritar o mais pacifico dos monges budistas. A mim, pelo menos, causavam-me uma urticária danada e uma vontade tremenda de perfurar os tímpanos com um compasso.

E embora muitos apontem, e bem, que Rui Vitoria não é o principal responsável pelo falhanço da última época e meia, a verdade é que quem ia para as conferências de imprensa debitar banalidades era ele.

Está, então, na altura de fazer um ponto prévio: ao contrário do que este texto possa aparentar até aqui, eu fui um dos defensores de Rui Vitoria até outubro de 2018.

Embora a fundamental capacidade tática do mister estivesse longe de me convencer, a soma das restantes partes do seu perfil de treinador tinha, para mim, saldo positivo.

A postura do Rui foi uma lufada de ar fresco após seis anos de Jorge Jesus e temos sempre de enaltecer quem neste mundo de parasitas que é o futebol apresenta uma postura digna e de valorização do desporto. E, essencialmente no seu primeiro ano, foi atacado por todo o lado e soube, quase sempre, responder com elevação e de acordo com os valores que o SLB deve promulgar.

E não nos podemos esquecer que foi ele que nos deu o tricampeonato, com recorde de pontos e que foi, indiscutivelmente, um dos campeonatos mais saborosos de sempre, ganho ao Sporting de Jesus. 

Foi aqui que o Rui mostrou a sua principal qualidade: capacidade de unir um balneário em torno de um objetivo comum. E para além dos dois campeonatos, o legado de Rui Vitória estende-se também à concretização da tão esperada aposta na formação que rendeu muito ao nosso clube quer financeiramente quer, finalmente, desportivamente. Antes dele, Bernardos e Cancelos eram emprestados “com umas cláusulas”.

Por isso é que eu agradeço ao Rui pelos dois excelentes primeiros anos e defendo que tem mais competência que aquela que demonstrou na reta final da sua estadia no Benfica. Infelizmente, a última imagem é sempre a mais forte, pelo que se tivesse tido o sentido oportunidade de ter sabido sair na altura certa, teria saído por cima e... com margem de manobra para um dia voltar a passear aquela gravata foleira pelo banco do Benfica. 

Com o arrastar daquele período de agonia, quer do ponto de vista do espetáculo futebolístico, quer do ponto de vista comunicacional, o nosso amigo Rui Carlos não só perdeu a oportunidade de poder haver algum saudosismo pelo seu período enquanto treinador, como duvido seriamente que algum dia volte a treinar um clube da dimensão do Sport Lisboa e Benfica. 

Com muita pena minha, pois desejo-lhe os maiores sucessos pessoais e profissionais. É aquele caso de que até simpatizamos com o tipo e achamos que é genuinamente bom moço, mas é preciso mais.

Embora despedir um treinador não possa ser uma solução para ser aceite de ânimo leve e que Vieira, e bem, nos últimos anos resistido à chicotada psicológica, mesmo quando muitos pedem a cabeça do treinador, a verdade é que há uma máxima universal para qualquer clube de futebol: quando o plantel já não acredita na capacidade do treinador é difícil. Muito difícil.

TEXTO DA AUTORIA DO BENFIQUISTA CAÇA GAMBUZINOS

37 comentários blogger

  1. Obrigado por este comentàrio,que reflete bem o meu pensamento sobre a passagem de Rui Vitoria no Benfica.
    mas o problema continua com este presidente que tenta passar pelos pingos da chuva e carregar as culpas sobre todos,

    ResponderEliminar
  2. Não acredito que o Shadows esteja a aqui com uma espécie de acto de contrição, relativamente a Rui Vitória, e sem reticências. Ainda assim, saúdo-te, Shadows, porém sem deixar de te dizer uma coisa que todo o Benfiquista (assim mesmo, com letra maiúscula) deve ter sempre presente: juntos, somos mais fortes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó SARAIVA, tira a remela dos olhos. O Shadows que é um escriba de excelência, não foi o autor desta saborosa peça...que assino e aplaudo!!!

      Dá as saudações ao Caça Gambuzinos que é o bebé mais recente aqui do Lage, aliás, do NGB!!!

      Eliminar
    2. O Jorge Mendes que o diga, se juntos somos mais fortes!

      Eliminar
  3. Bicadas a LFV à parte, penso que a esmagadora maioria dos benfiquistas se revê neste post. Parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na boca de muitos, quem se revê neste post é mau benfiquista. Ou não?

      Eliminar
    2. Discordo. As bicadas ao LFV têm de ser patentes. Foi ele que nos últimos anos se tem encarregado de destruir plantéis. Ele e a sua corja de dragartos.
      Porém, concordo que a maioria dos Benfiquistas se revê no post.

      Eliminar
    3. Não perceber que era o problema e não a solução, a quando da luz do Vieira, estragou tudo. Até o respeito que tinha pela pessoa foi-se. Mais no caso dele que não deve ser pobre.
      Alguém que é despedido, sabe, e continua não tendo orgulho, continuando no cargo porque o patrão não conseguiu arranjar melhor?
      Resumindo: sem orgulho próprio, amor próprio, vale 0, nada.

      Pp

      Eliminar
  4. Uma "avaliação mais justa e calculista..."

    Calculista pode significar fazer cálculos, ou agir por interesse.
    No post não há cálculos nenhuns.

    Era mais interessante se houvesse alguns dados estatísticos sobre a passagem de Vitória pelo Benfica, comparando-o com outros treinadores.

    JVP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Era mais interessante se houvesse alguns dados estatísticos sobre a passagem de Vitória pelo Benfica, comparando-o com outros treinadores."

      Estou muito de acordo com este repto. Mas há que comparar com treinadores que tenham herdado grandes plantéis a jogar um grande futebol. Não é herdar uma equipa trabalhada por quique flores...

      Eliminar
    2. Quique Flores que ganhou 2 ligas europa? Tão mau que ele era.

      Eliminar
    3. Herdou uma equipa treinada por quique flores... e Pablo Aimar,Saviola, Javi Garcia,Ramires,Coentrão...

      Eliminar
  5. Águia Preocupada16 fevereiro, 2019 12:34

    "defendo que tem mais competência que aquela que demonstrou na reta final"

    Não é preciso defenderes. Ele tem mais competência. Mostrou isso nos dois campeonatos que ganhou!
    Só que: "Quando um quer e muitos não querem", palavras dele, dizem bem o que se passou e que omitiste: Os jogadores, maus profissionais, digo eu, boicotaram o trabalho do treinador. Não foi só Vieira que boicotou ao fragilizar a equipa com os €€€€€ das vendas! Foram também os jogadores e toda uma conjuntura que se alinhou para mal do nosso clube.
    Se no primeiro campeonato, a nação benfiquista se uniu contra os detractores do outro lado da segunda circular, neste último, o Benfica desuniu-se, devido às inúmeras situações em que a direcção se envolveu e que se abateram sobre o clube!
    E como diz o povo: "Na casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão!" E no Benfica destes últimos dois anos, o pensamento, a preocupação e concentração foram desviados e descurados em favor de valores ou falta deles que denegriram a imagem e o nome do Benfica.
    E foi Rui Vitória que deu muitas vezes a cara... Quantas vezes com argumentos que não lhe competiriam a ele mas a quem prevaricou!
    Já disse e repito: Rui Vitória não será um treinador de topo! Mas os dirigentes que estão no Benfica também não o são!
    Não podemos pois, assacar todas as culpas ao ex-treinador. Quiçá, será ele o menos culpado!

    ResponderEliminar
  6. 100% de acordo com o seu post Shadows!
    Carrega Benfica!

    ResponderEliminar
  7. Artigo de opinião e por vale o que vale. Uma opinião como outra qq, seja a minha ou do José Mourinho. Ainda assim estranho uma coisa e corrijo outra. Estranho que se diga q o discurso de um treinador de equipa grande é fundamental pq para mim nao é de todo essencial- fica bem e tal mas o que importa é jogar bem e acima de tudo ganhar- quem ganha até pode falar como o jesus ou o petit. O que corrijo é que dos reforços nao ficou só o gr, ficou tb o gabriel que tem sido SÓ essencial nestes jogos desde que o Vitória saiu.

    ResponderEliminar
  8. Viva,

    Concordo co praticamente tudo mas falta ai referir um jogador no ataque ao Penta que foi Gonçalo Guedes, pode ter saido em janeiro e se saiu nessa altura foi porque se estava a destacar e muito no SLB, que o tivessem segurado.

    De resto de acordo e seguir em frente, tanto que se defendeu aqui que devia ser Jorge Jesus o seguinte, ia rebentar com o projeto que faz todo o sentido.

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Se Rui Carlos merecia sair? Merecia.
    Se os jogadores lhe fizeram a cama? Fizeram. Não é possível uma diferença abismal no jogo jogado e na atitude dos jogadores em tão curto espaço de tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que dúvida.
      Isso é mais transparente do que o espelho da madrasta da Branca de Neve.
      Fizeram-lhe a cama, e com todos os requintes.
      É só ver o MU com Mourinho e agora sem Mourinho.

      Eliminar
  10. Quando ganhamos devemos reflectir ainda mais que quando perdemos. E deixo aqui uma linha d epensamento, para que a "era Lage" não venha a ter o memso fim que a anterior: pode um grande clube de futebol mundial renovar contratos com jogadores na condição do Luisão, Jonas e Salvio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poder pode...faz sentido? Nenhum! Já percebemos que o lage não olha a nomes e o salvio é carta fora do baralho. O jonas e craque mas não volta a ser ele e mais 10 devido à condição física ( ou falta dela). Estou curioso para perceber se existirá revolta dos vips considerando a qualidade apresentada pela equipa

      Eliminar
  11. Espero que os tenha apanhado todos.

    ResponderEliminar
  12. O texto poderia ter só uma frase e dizer o mesmo - o RV não é, nunca foi, e nunca será um treinador competente.

    Se fosse, o discurso ou seria condizente ou não interessaria para nada.

    O resto é conversa para encher chouriços (no pun intended).

    JR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão mau tão mau que o jorjum até fugiu das arábias para não ser passado por ele mais uma vez lol

      Eliminar
  13. Concordando ou discordando do texto... Não vejo qualquer interesse em fazer, nesta altura, uma análise deste género.
    Com a equipa e os adeptos galvanizados, qual o propósito de mexer em algo que, nesta fase, em nada ajuda o clube?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ajuda o clube?! Para que se estuda História? Não será para não se cometerem os mesmos erros do passado?!! Eu até compreendo qual o teu objectivo, é limpar a merda que a direcção fez, pois como fiel servo que és, é esse o teu papel!

      Eliminar
  14. Este comentário não está relacionado com o assunto, mas sugiro que sirva de base para um próximo post:

    Controlinveste vai para insolvência com dívida de 548 milhões ao BCP e Novo Banco
    "Holding" de Joaquim Oliveira vai ser extinta. Os bancos deverão ficar com direitos sobre as participações na Olivedesportos e na Sport TV.

    Isto significa que os media poderão a breve trecho deixar de desempenhar um papel anti-Benfica com o têm feito até agora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto significa que foi graças aos boicotes dos Benfiquistas que a controlinveste do Olibeiredo se afundou.

      Estamos de parabéns!!!

      Eliminar
    2. Podia ser um post sobre a Controlinvest como podia ser sobre a Promovalor, Capital Criativo ou outras...

      Sejamos sérios, os fantasmas não estão só fora de casa... O mundo não está contra o Benfica. Lá dentro há muito vigarista. E eu conheço um bem GRANDE.

      Eliminar
    3. Se conseguires provar que a promovalor lesou o SLB como durante decadas a olivedesportos fez, a comparação fazia sentido, assim é apenas parvo...estupido o que acabas de escrever...

      Eliminar
    4. Foi graças aos boicotes? Foi graças aos roubos que há anos andaram a fazer! Outro sem noção!!
      Que dividas tem a Capital Criativo? Outro que confunde dívidas com calotes!
      A Controlinveste está falida porque tem calotes, dívidas e respectivos juros que não consegue pagar.
      Onde é que eu já ouvi isto?

      Eliminar
  15. RV teve dois anos bons a gerir a motivação de homens revoltados om JJ e a aproveitar o trabalho de JJ. Teve um ano péssimo quando pretendeu impor as suas ideias e já nada restava de JJ. Na minha opinião RV treina mal e fala pior, como a maioria dos treinadores. Não tem capacidade para revolucionar mas pode ser útil para gerir. Boa sorte ao RV que sempre gostei como homem.

    ResponderEliminar
  16. à um ano atras contratamos pouco e mal este ano contratamos muito, até em valor, e quase sempre mal.
    e a grande culpa do rui foi ter papado com tudo sem fazer exigências.

    também não acho que o rui seja tão mau como o pintam agora mas ele já era limitado antes de cá chegar agora as suas qualidades, e características, são para determinadas situações e essas ficaram esgotadas o ano passado.

    sobre o discurso dele que até foi muito elogiado nos dois primeiros anos sofre sempre com os maus momentos, e são raríssimos os bons discursos quando as coisas correm bem, basta ver agora o mourinho.
    alias o mestre da porcalhota também era assim quando as coisas não corriam bem a culpa era de todos, inclusive os tratadores da relva, menos dele.

    ResponderEliminar
  17. Muito bom. Equilibrado, correcto e educado.
    Quanto à famosa luz que apareceu ao nosso presidente, claro que agora é fácil brincar/gozar com isso, evidentemente, o homem não foi feliz... trata-se de um homem simples, cuja capacidade argumentativa não é o seu melhor, ele somente tentou replicar o mesmo que fez com Jesus: contra tudo e contra todos (eu por acaso sempre o apoiei nessa renovação) renovou após termos perdido tudo no final da época e depois foi o que se viu, ganhámos tudo intramuros na época seguinte. O que terão dito os inteligentes nessa altura sobre a renovação de Jesus? E quando estávamos a 8 pontos do Sporting de Jesus também o que terão dito sobre a teimosia do presidente em manter Rui Vitória? Conclusão, como não há treinador que não cometa erros, também não há presidente, umas vezes acerta outras falha, convém é que acerte mais...

    ResponderEliminar
  18. Isto é o que dá só saber ver, do futebol, os resultados e os lances de notoriedade...

    Ele nunca foi nem nunca será treinador para o nível do Benfica. Nem nos dois primeiros anos, em que acabou por ganhar, nem nos seguintes, em que os resultados foram miseráveis.

    Mesmo nos dois primeiros anos, as limitações gritantes do seu conhecimento do jogo, e por inerência, as limitações gritantes do nosso modelo de jogo, foram sempre obscenamente evidentes. Jonas foi o seu abono de família, e não só pelas dezenas de golos que marcou...

    A verdade é que ganhámos os dois campeonatos, apesar do mau futebol, com muitíssima sorte em tantos momentos decisivos, e outras tantas ofertas dos rivais - o Sporting, no ano do tri, e os frutistas, no ano do tetra. Bastava ter acontecido o que era de longe o mais provável em dois lances decisivos dos dois campeonatos e tínhamos perdido ambos: bastava Bryan Ruiz ter conseguido empurrar aquela bola para dentro da baliza deserta um metro à sua frente (mais um eterno LOL na história lagarta), no ano do tri, e que João Carvalho não tivesse conseguido marcar um golo em pleno Dragão, no ano do tetra...

    ResponderEliminar
  19. Por falar em "debitar banalidades", ocorre-me que o pior é ser-se idiota.

    ResponderEliminar
  20. Texto que descreve o nosso sentimento relativamente ao último ano! Parabéns! Continuar a apoiar!!!

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares