9 derrotas em 10 jogos da Champions.
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 24 de outubro de 2018

9 derrotas em 10 jogos da Champions.

Avatar
 ●  + 62 comentários  ● 

Foto: Record

8 jogadores do SL Benfica para 6 do Ajax. 

Ainda assim, não há um jogador dos holandeses que esteja a ser marcado.

Culpar Conti por este golo é de uma desonestidade enorme. 

Este golo resulta da desorganização defensiva que é este SL Benfica de Rui Vitória.

De jogadores que não sabem quem marcar e não sabem onde estar. Organização defensiva treina-se. 

Uma equipa desorganizada ainda torna piores jogadores banais.

E já agora, alguém que ensine o Grimaldo que num remate enquadrado do adversário à baliza ou tem a certeza de que vai cortar a bola ou é preferível ficar quieto pois meter o pé como Grimaldo fez trai o movimento do guarda redes. Sempre.

62 comentários blogger

  1. Eu cá acho que o Vitória é um nabo e de facto treina desorganizações. Mas tb é verdade que essa jogada nasce de um lance em que a equipa está segura, em organização. Dá-se um erro inesperado e toda a equipa tem que reorganizar rapidamente. Dai estar tudo perdido, não deu tempo, ninguém esperava aquela bola.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segura? Viu-se, como se viu também em Atenas. Um desastre.

      Eliminar
    2. Estavamos a falar deste lance. Neste lance a equipa estava bem posicionada mas teve que reagir a um imprevisto dai estar tudo perdido. Já disse que tens razão que o vitoria é nabo. Mas este lance não tem nada a ver com isso.

      Eliminar
    3. Estou de acordo. É uma pecha dos nossos jogadores. Quando defendem só olham para a bola, esquecem o adversário. São incapazes de marcar e imcomodar os adversários, dão-lhes todo o espaço ou então fazem falta que acaba por ser ainda mais perigoso.

      Eliminar
  2. Quando não se gosta "nem com molho de tomate". Se estivessem menos jogadores do Benfica do que do Ajax era porque não recuperam defensivamente, estão mal preparados, o treinador não sabe, os jogadores não estão treinados e não pode ser. Este realmente foi o 1º golo que vi uma equipa no mundo a sofrer golo num ressalto. Como estão em superioridade numérica a defender, um dos princípios básicos do futebol. Superioridade numérica a defender, evitar a igualdade e recusas a inferioridade numérica. como o futebol é ingrato. Na Grecia ganhamos quase sem saber ler e escrever, agora tivemos oportunidades mais que suficientes para ganhar contra uma boa equipa e o Rui Vitoria não sabe nada. Já agora o Benfica está a fazer uma melhor prestação e com um pouco de sorte uma muito boa prestação na liga dos campeões, também graças ao investimento que houve na equipa.Com a equipa do ano passado era difícil fazer melhor. Quem não vê isto é porque não quer ver. Para isto melhorar Shadows a treinador. A começar pela equipa dos sub-23 por favor. Basta um mês....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro Eduardo, qual foi o resultado final? Esse é o que conta e não vitórias morais.

      Eliminar
  3. Culpar o Grimaldo ainda faz menos sentido.

    9 em 10! Tanto azar que este vitória tem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou está seguro que corta ou não mete o pé.

      Eliminar
    2. Igual o Conti, ou está seguro que corta a bola, ou mais vale acompanhar e mandar para canto. A tua lógica também se pode aplicar.

      Eliminar

  4. Shadows, isto foi apenas azar, muito azar.

    Lembras-te quando o Guimarães do RV venceu a taça no Jamor ao JJ. Esses defendiam bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses foram sobranceiros e eram treinados por uma vedeta que também nos fez perder um campeonato aos 92 minutos.

      Eliminar
  5. "Este golo resulta da desorganização defensiva que é este SL Benfica de Rui Vitória."

    Shadows, não é este golo. É este jogo, são os outros jogos, é tudo. O Benfica não é desorganizado: o Benfica é inexistente. Nas ideias, no querer, na estratégia, na garra, em qualidade, em tudo. Com o manso ao leme, o Benfica é zero. Nem com Quique, nem com Souness. De facto, já vimos maus treinadores. Depois, há rui vitória.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Este golo resulta da desorganização defensiva que é este SL Benfica de Rui Vitória."

      Shadows, não é este golo. É este jogo, são os outros jogos, é tudo. O Benfica não é desorganizado: o Benfica é inexistente. Nas ideias, no querer, na estratégia, na garra, em qualidade, em tudo. Com o manso ao leme, o Benfica é zero. Nem com Quique, nem com Souness. De facto, já vimos maus treinadores. Depois, há rui vitória.

      Calma. Estou apenas a treinar.

      Eliminar
  6. Post sem qualquer fundamento, que procura denegrir a exibição do Benfica. Eu veja pela imagem que, pelo menos, 3 jogadores do Ajax estão a ser cobertos por jogadores do Benfica. Alénm disso, esta imagem fixa não mostra a sequência da mesma. O enquadramento teria que ser desde que Menes foi até à linha, cruzou para a marca de penalti, um jogador do Benfica, crteio que André conseguiu cortar esse cruzamento e a bola ressaltou para o defesa direito do Ajax que afortunadamente introduziu a bola na baliza, depois de ressaltar em Grimaldo, que até nem era o jogador que estava mais próximo. o conselho que a Sombra dá ao nosso defesa é de quem percebe muito pouco de futebol, nunca jogou verdadeiramente futebol, ou é tendencioso. O Benfica nestes jogos tem tido pouca sorte, embora não justifique as miseráveis exibições europeias, desde o ano passado. Tal não foi o caso, porém, ontem. Quanto ao Com ti, pelo que ouvi ninguém o cruxificou, antes pelo contrário. por vezes a ânsia de dizer mal de tudo e todos tolda-nos a mente e creio que este post e ate´o anterior são disso exemplo. Há sombras que a equipa do Benmfica dispensa, sem pôr em causa críticas construtivas.
    e

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cobertos como? Visão traseira? Estás a gozar com isto Alberto? Não há um que esteja convenientemente coberto. Um que seja.

      Eliminar
  7. Concordo com a parte da desorganização defensiva, mas esse teu comentário ao Grimaldo (teu ódio de estaimacao) só revela que nunca deste um pontapé numa bola...

    Andre Jesus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. André, o Vlacho está enquadrado com o remate e o Grimaldo faz uma burrada enorme. Qualquer GR te diria o mesmo. Ou vais mesmo cortar ou está quieto.

      Eliminar
    2. São fracções de segundo. O remate é de reltivamente perto. Qualquer jogador te diria o mesmo, que meteria o pé naquela situação. Eu aqui no sofá de casa tb não meteria.

      Andre Jesus

      Eliminar
    3. Eu diria mais, o ódio ao pizzi e ao grimaldo só pode ser de quem não gosta de ver bom futebol.

      Eliminar
    4. "o ódio ao pizzi e ao grimaldo só pode ser de quem não gosta de ver bom futebol"

      Eu gosto de ver bom futebol.

      Em bom futebol não há defesas que não sabem defender e só querem correr para a frente às fintas.

      Em bom futebol não há médios que não sabem segurar a bola e falham mais de metade dos passes que fazem para a frente. Passar para trásqualquer um consegue...

      ROC

      Eliminar
    5. Eu gosto de ver futebol e dava um salário meu (que falta me faz) p ver o Pizzi pelas costas

      Andre Jesus

      Eliminar
  8. Perspectivando o jogo com o Ajax a 7 de novembro na Luz, deixo esta bela amostra do Benfica do professor Rui, a jogar na Luz Champions:

    5 vitórias:
    Galatasaray 2-1.
    Astana 2-0.
    Zenit 1-0.
    D Kiev 1-0.
    B Dortmund 1-0 (o tal resultado ridiculo).

    2 empates:
    B Munique 2-2.
    Besiktas 1-1.

    6 derrotas:
    A Madrid 1-2.
    Napoles 1-2.
    Man United 0-1.
    CSKA 1-2.
    Basileia 0-2.
    B Munique 0-2.

    Portanto, na Champions, a jogar na Luz, o Benfica do prof Rui, em 13 jogos de elevado/médio/baixo (sim, Astana) grau de dificuldade, ganhou 5 jogos, mas perdeu 6, e empatou 2... Nesses 13 jogos Champions na Luz, o Benfica marcou 13 golos (média de 1 golo marcado/jogo), e sofreu 15... Porém, com o Ajax poderá bem surgir um bamburrio à B Dortmund...

    E agora, passemos às banalidades: “É uma fase”, “vamos trabalhar”, “não vamos enterrar a cabeça na areia”, “desistir não entra no nosso dicionário”, "há mais vida para além da champions..."

    O próprio termo de ‘revolta’ usado três ou mais vezes na conferência de imprensa apela à reação, mas à perda de direção entre aquilo que é prioritário para o grupo, e não responder aos outros face ao que dizem ou fazem!

    Face ao perfil de liderança, era esperado que o professor Rui percebesse mais cedo que teria de alterar o discurso para algo de diferente. Mais incisivo e diretivo. Mais instrutivo e menos relacional. Portanto, o professor Rui, está mesmo talhado para escrever e terminar aquele manual de bolso de auto-ajuda!




    Paulo Casimiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. professores é na escola k ganham 1000 euros este prof k dizes ganha 3 milhões. E é um nabo

      Eliminar
    2. Rui Vitória é o treinador ideal de Vieira.

      Eliminar
  9. Só ontem retirei dos comentários aqui feitos em relação ao Pizzi :

    1-O Pizzi fez uma magnífica época há duas atrás. Enganou-me bem. De resto, é um jogador fantástico numa Liga de merda como a nossa; chega a este nível, nem cheira.
    2-DESTREINADOR RIDICULO!!!! PIZZI é ZERO!!!!!
    3-Já conseguiram "au"manter o Pizzi até lá. É canja!
    4-PS. Vieira, o Pizzi ganha pouco! Aumenta-o lá, homem!
    5-O pizzas soube agradecer o aumentozito que lhe deram!
    6-Três substituições para mudar o jogo e ganhar e só se lembra de tirar o Pizzi aos oitenta e tal minutos
    7-o Pizzi no meio campo, condição física atroz, não sabem marcar cantos, cruzar, fazer uma jogada com mais de três passes e sobretudo marcar golos com remates colocados a mais de 10 metros da baliza! NÃO TÊM FORÇA NAS PERNAS PARA REMATAR COLOCADO À BALIZA. Minha nossa....
    8-Pizzi só faz bons jogos contra equipas medíocres, e continua sem fazer um corte ou uma pressão na primeira fase defensiva da equipa.
    9-Pizzi cá na tuga é artista da bola fora daqui é um lol não se percebe mas OK,
    10-A Almeida e Pizzi os piores em campo
    11-Foi exasperante eu estar a dizer que o Pizzi devia ser substituído durante 30 min da segunda parte, para finalmente Rui Vitoria o tirar (tarde na minha opinião). Sou insuspeito, pois gosto bastante de Pizzi mas hoje estava morto praticamente o jogo todo.
    12-CORCHIA, GABRIEL e JONAS deviam ter sido titulares em vez do limitado ANDRÉ ALMEIDA, do mamão do PIZZI, todo-poderoso contra os clubes pequenos e do SEFEROVIC
    13-Quando o Pizzi, médio "supostamente" ofensivo faz mais passes para o nosso GR que para o Seferovic, esta tudo dito acerca da mediocridade do RV. Deve ser esta una jogada de laboratório.
    14-Concordo em relação ao Pizzi e ao Salvio, temos alternativas na equipa e se for preciso na B. Já desde o ano passado que assim é.
    15-BENFIQUISTAS ....rui vitoria...vieira....pizi....teem uma estrategica......sacar dinheiro o mais que puderem.....
    16-Um treinador que não percebe que com Pizzi no meio campo em jogos com esta exigência é o mesmo que jogar com menos 1 jogador, não serve para o Benfica.

    Tantos a verem a merda que o Pizzi é...a falta que faz um médio centro de qualidade no nosso SLB e aind aé aumentado para 4 milhões bruto ano ????
    Isto tem que chegar ao Presidente e ao RV.....Está tudo cego?????????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Vitória não vê isso.

      Eliminar
    2. ...e o Pizzi é amigo do Presidente e este que tem a chave do cofre, é sempre pródigo com os amigos.

      Eliminar
    3. Corchia até agora mostrou zero. Bem pior que o almeida.

      Eliminar
    4. O krovinovic ainda não foi vendido, porque para mim o futuro passa por ali.....

      Eliminar
  10. Não sejas "tapado". Fomos apanhados em contra pé dado a um momento infeliz de um dos nossos a partir daí foi tudo muito rápido não dá para organizar, com isto não estou a desculpar o fraco futebol da responsabilidade total do "treinador" não concordo é com a análise do golo. Jogadores banis que não têm lugar nesta ou emn qualquer outra equipa do Glorioso são o AA, o PIzzi e o suposto avançado centro Sferovic é esforçado mas isso não chega por esforçado qualquer sócio do Benfica também se esforçava. O Salvio com todos dos defeitos ainda é dos poucos que consegue levar a bola para a frente. JP

    ResponderEliminar
  11. Com o Rui professor de ginástica é sempre o mesmo, tudo ao molho e fé em Deus ou na Sra. de Fátima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não viste o jogo! Ou estiveste a ver um jogo dos regionais.

      Eliminar
    2. Eu vi o jogo e o Benfica parecece uns matraquilhos da minha terra...

      Eliminar
  12. Rv é muito, muito coerente. Para o lado mau claro, paga o benfica.
    E dêem um bife ao Grimaldinho ou então melhor, arranjem 1 defesa esquerdo a sério, para protótipo já chega. vezes de mais e sempre o mesmo erro. é um padrão e isso é que é grave.
    E o alfão mesmo aos 90 m podia ter entrado, era mais 1 m que tinha passado. coisas simples chegavam.

    ResponderEliminar
  13. Shadows, tu de bola, percebes "bola". Hoje no futebol moderno já ninguém marca ao homem, mas sim há apenas marcações à zona, só as equipas mais primitivas fazem marcação ao homem!

    Grande jogo do Benfica! Para quem estava à espera de uma equipa encolhida, com o bloco baixo, a jogar para o empate, enganou-se. Jogámos olhos nos olhos com o Ajax num jogo bastante equilibrado e o nosso pecado foi a finalização. Aliás à semelhança do Ajax que também pecou na finalização. Se fosse o Benfica a ter ganho o jogo com um golo daqueles de certeza que muitos iriam dizer que tínhamos ganho com um chouriço.

    Como dizem os comentadores na televisão, aconteceu futebol.

    Vá, agora podem-me vir acusar de tudo e mais alguma coisa...

    E PLURIBUS UNUM!

    Jaime Cancella de Abreu (Anadia)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A marcação homem a homem é mais simples e rudimentar, basta perseguir determinando oponente sempre que este cai na sua zona de ação (zona pré-determinada pelo treinador). É mais imediata, o defensor vai para onde o ofensor for (dentro dos limites impostos), mas em caso de falhanço provoca clareiras, desequilíbrios e adversário à solta. É portanto uma estratégia reativa. O “avançado” escolhe a direção, o “defesa” persegue-o.

      Uma das vantagens da marcação à zona, não obstante a maior dificuldade em implementar, porque obriga a equipa a funcionar como um organismo vivo, que todas saibam em uníssono interpretar os momentos de jogo, é que a marcação ao portador da bola é divido por mais opositores e estes atuam numa situação mais expectante e confortável. Quando enfrentam o adversário, que cai na respetiva zona de jurisdição, não estão a correr atrás do prejuízo, mas alertas e preparados. As coordenadas espaço/tempo são mais estáveis e permitem uma melhor gestão emocional e psíquica na recuperação da bola. Por sua vez a marcação ao homem é mais stressantes e mais desgastante, obrigando a um movimento constante do recuperador da bola, e portanto a uma maior descoordenação espaço/tempo, o que potencia o erro na tentativa de “roubar” a bola. Por ser reativa, quando a reação não se dá atempadamente falha-se e deixa-se o adversário à solta. Na marcação à zona, quando se erra, o adversário surge sem qualquer cobertura o que é potencialmente mais perigoso que na primeira situação. É diferente estar em posição de vantagem depois de ultrapassar o marcador direto, muitas vezes já em desequilíbrio e desenquadrado, de que simplesmente iniciar o lance sem oposição. A marcação à zona, no entanto, quando bem interpretada é mais eficiente e menos desgastante.

      JMC

      Eliminar
    2. Jaime, e onde é que eu falei em marcação homem a homem? Os jogadores do SLB marcavam quem e com que olhos? Reparaste na imagem com atenção? Se calhar não...

      Eliminar
  14. benfiquista de gaia24 outubro, 2018 12:07

    BENFIQUISTAS....este premio a pizi vai criar artritos dentro do balneario....e vieira sabe-o muito bem....

    ResponderEliminar
  15. Um grande gestor, treinador e jogador, provavelmente diretor desportivo e quiçá jornalista e médico este shadows, realmente estamos num país que não se valoriza as grandes mentes e talentos.
    Já gostei de te ler, mas hoje em dia a tua opinião é apenas a opinião do contra...a única coerência é essa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claudio, um simples benfiquista que não aceita esta mediocridade que desvaloriza derrotas e valoriza numeros do Facebook ou do Instagram. Que não compreende que se antecipem receitas para lá do mandato, que não se invista na equipa num ano de Penta mas se gastem 50 milhões em betão. Que não entende como se renovam contratos a jogadores que já não podem dar nada à equipa ou são banais e se vendam todos aqueles de qualidade superior. Não aceito que tenhamos um treinador que aposte nos Pizzis, nos Filipes Augustos e nos Salvios que falham sempre contra equipas de mais valia e deixe jogadores de mais qualidade de fora.

      Sou do contra quanto a um SL Benfica à Sporting ou à Belenenses em que as vitórias morais ou as memórias do passado são a única coisa a que se agarram. No SLB o que nos fez grandes foram os grandes triunfos em Portugal e lá fora. Foi sempre lutarmos para ganhar com qualquer um, mesmo que esse um fosse um "tubarão" como aconteceu em 1988 e 1990.

      Portanto Claudio, contem comigo para combater a mediocridade no SLB.

      Eliminar
  16. Foi um jogo de 50/50, forçámos e conseguimos vencer»
    Benfica 23-10-2018 22:49
    Por
    Redação

    Eric Ten Hag, treinador do Ajax, estava naturalmente satisfeito com a vitória diante do Benfica, destacando o futebol exibido pelas duas equipas.



    «Foi um prazer ver duas equipas com tanta vontade de jogar. Claro que fiquei satisfeito com o resultado, apesar de não querermos que o adversário tivesse tanto jogo. Tivemos de ter sempre muito cuidado, pois sempre que perdíamos a bola o Benfica partiu sempre para o ataque. Ao intervalo disse aos jogadores para terem calma e fazer o nosso jogo, atacando pelo lado esquerdo para finalizar no lado contrário. Sempre que conseguimos, fomos muito perigosos e tivemos a melhor oportunidade para marcar», disse o treinador, rematando:

    «Acho que foi um jogo de 50/50, as duas equipas poderiam ter marcado. Forçámos e conseguimos ganhar.»

    ResponderEliminar
  17. Torna-se difícil e penoso ler estes posts, onde tudo ou é branco ou é preto.

    Esse lance serve para tudo menos para demonstrar o que é pretendido.

    O que aconteceu, é que após uma boa 1ªparte, em que, com maior qualidade nos deveríamos ter adiantado no marcador (Salvio, Rafa e Sferovic), equilibramos o jogo, e estivemos bastante bem.

    Na 2ªa parte, não sei se por instruções ou falta de preparação, baixamos um pouco, especialmente nas acelerações para o ataque. Sempre um passe falhado, uma combinação errada, inferioridade numérica sistemática, e começamos a ser menos positivos.

    Nos últimos minutos, era dar maior poder físico, um Alfa viria a calhar, especialmente porque Fejsa este muito abaixo do que sabe e pode. A opção de entrar Gabriel não foi muito boa, acho-o ainda muito pesado para estes jogos com equipas com talento e velocidade.

    Aconteceu no fim o normal, as duas equipas fecharam o jogo, e num lance fortuito acontece um golo de ressalto - para mim o Conti não é culpado, o lance já tinha sido afastado, e de um remate inofensivo a 30 metros nasce um golo infeliz por desvio num pé que trai o Odisseas ,que se estava a fazer ao lance.

    Antes do jogo o Ajax era a equipa infernal que empatou em Munique e nos ia trucidar, agora é uma equipa de miúdos, inexperientes, e que tínhamos a obrigação de golear.

    Outra coisa é a mentalidade vencedora que pode estar em causa, as metodologias e o perfil de liderança do treinador, as escolhas técnicas e tácticas. E para isso há os que se escudam em resultados, se for a nosso favor o homem é o maior, se for contra não presta.

    O que interessa é o Benfica como um todo, e o que temos de perceber é a performance desportiva do Benfica nas ultimas lideranças técnicas, as condições que foram dadas ao treinador, as suas escolhas, a forma como guiou a equipa.

    Nos últimos anos, foi dado a Jesus das melhores condições que um treinador podia ter em Portugal, para mim devia ter ganho 5 campeonatos nos seus 6 anos, Esteve muito mal na CL, e bastante bem na LE, onde perdemos 2 finais, uma com mão de Britch e outra com uma equipa muito mais madura.

    Rui Vitória tem o anátema das derrotas consecutivas, tem feito CL medianas, com um plantel bom para Portugal mas desequilibrado para altos voos.

    Tem faltado algo ao nosso treinador, especialmente na área motivacional, uma maior assertividade, cuja imagem de "professor de ginástica" foi fabricada e alavancada numa surda campanha na CS, onde Jorge Jesus, um matarruano que nunca ganhou nada sem ser no Benfica, e que enquanto esteve no Sporting, e ainda hoje nas Arabias, tem toda uma corte de serviçais na merda de imprensa que temos a incensar os seus feitos.

    Quais, perguntam?

    Pois, ninguém sabe!

    A exigência, o compromisso, a vontade indomável de vencer, a ambição, são importantes no clube pela sua história, pela exigência dos adeptos, mas tem de ser alimentados diariamente, hora a hora, em cada treino, em cada disputa, em cada reuniao, da direcção, dos técnicos, nas escolhas feitas, no rumo traçado, e essencialmente nos resultados. que traduzem essas escolhas.

    Cabe á direcção do nosso clube manter estes valores do Benfiquismo, através das suas acções, do seu exemplo e da personificação dos anseios da vasta legião de adeptos do nosso clube.

    O mais importante do Benfiquismo, para mim, é E Pluribus Unum, e vou manter-me fiel a este principio sempre.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom comentário. Em relação ao que aconteceu na 2ª parte, ontem um comentador explicava o que tinha acontecido: Pizzi que tinha estado colado aos médios do Ajax, permitindo assim ao Benfica recuperar bastantes segundas bolas (eh lá! o Pizzi a fazer em bom jogo? O que é isto? Sacrilégio!) recuou uns metros em campo, desequilibrando assim o meio campo. Fê-lo porque se calhar lhe começaram a faltar as pilhas. Talvez a entrada de Alfa Semedo se recomendasse então.

      Eliminar
    2. Melhor comentário ao post...

      Eliminar
    3. Bom comentário que eu assino por baixo.

      Eliminar
    4. "onde Jorge Jesus, um matarruano ..."

      Comparar a ideia de jogo, organização colectiva de jogo do bem falante professor Rui, com o boçal e "matarruano" JJ, é comparar o incomparavel...

      Golear um Tottenham em Londres (um Benfica com segundas escolhas), ou bloquear literalmente uma Juventus em Turim com Pirlo, Pogba, Tevez e companhia, é uma das imagens de marca, ou de qualidade do "matarruano", defender bem, e defender com poucos, nem em sonhos algum dia o professor Rui o alcançará...

      Um JJ que em 12/13, perde de uma assentada em agosto Javi e Witsel (60 M€ de encaixes), perdeu também o coração da equipa, em competição com o campeonato a decorrer "cozeu" a equipa, ou o meio campo, do eterno suplente, ou do 8 Matic fez um 6 (Matic que veio do Chelsea em contra-peso no negócio David Luís), do ala Enzo potenciou um 8, isso é ser treinador. O que aconteceu nessa temporada? É verdade, perdeu tudo em duas semanas, no Dragão aos 92, em Amesterdão aos 92 (o Benfica deu um "cheirete" de bola ao Chelsea), e era inevitável, perdeu naturalmente a 3ª final com o V Guimaraes do professor de ginástica, porque o Benfica entrou em colapso psicológico.

      Provas da UEFA? quantos treinadores do Benfica alcançaram 2 finais Europeias? Guttmann (consecutivas), Erickson, e o "matarruano" JJ (também consecutivas). O professor de ginástica? Pode chegar perfeitamente a duas finais da Taça da Liga...

      Paulo Casimiro

      Eliminar
    5. Em termos de organizaçao defensiva jj era melhor sim.. ainda assim deveria ter saido dp da derrota com o braga nas meias finais da liga europa

      Eliminar
    6. Paulo Casimiro,
      eu não contesto essas qualidades do JJ, o que eu contesto é a aura que a CS lhe tenta criar, em contraponto com RV, nem sequer comparei as suas capacidades como treinadores.

      O Jesus é um bom técnico, um péssimo condutor de homens e um matarruano sem carácter.

      Mas a verdade, e isso é inegavel, é que antes e depois do Benfica não ganhou nada, e perdeu um campeonato para Rui Vitória, quando tinha 7 pontos de avanço e uma vitoria por 3-0 na Luz, o mesmo que aconteceu com Vitor Pereira, onde perde 2 campeonatos com 5 e 4 pontos de avanço em Janeiro, algo que nunca tinha acontecido no campeonato nacional.

      No 2º ano, perde 4-1 em Liverpool, 5-0 no Dragão, eliminado da taça com o Guimaraes em casa, eliminado pelo Braga na LE, ve o FCPorto celebrar o campeonato na Luz, e fica (ficamos) a mais de 20 pontos do 1º lugar.

      Teve Champions miseráveis, salvo erro uma única qualificaçaõ para a fase a eliminar, também teve os seus 5-0 com o Panatinaikos, não foram só rosas meu caro.

      Quanto a finais, o Benfica com Jesus teve o mérito de chegar a 2 finais, mas teve de ter sido eliminado da Champions, coisa que não acontecia antes, esta permissão para uma 2ªoportunidade,mas perdemos, infelizmente, como perdemos em 64, 65,67,83,88,90, mais 2 intercontinentais.

      O Jesus tem valor a potenciar jogadores que já tinham qualidade, mas porque não potenciou Melgarejo, Cortez, Emerson,Keirrison,Patric, Luís Felipe Djavan Michel, Patric, Cesar,Eder,Filipe Meneses, jogadores escolhidos por ele nas suas infinitas horas a ver futebol brasileiro, e onde deve ter telefone a Vieira a propor essas fantabulasticas contratações?

      No Benfica qualquer um se arrisca a ser campeão, disse Mario Wilson, mas Jesus pensou que ele tinha inventado o Benfica.

      Se alguma alma se lembrar de o trazer de novo, é natural que volte a ser campeão, alias, acho que cada vez mais é obrigação do Benfica ser hegemónico, mas também é natural que aposte num João Felix para lateral direito, e que traga mais um camião de brasileiros de valor duvidoso.

      Lá está, nem tudo é branco, nem tudo é preto.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  18. E contas positivas

    E está hem?!!!!

    ResponderEliminar
  19. Reparem que em contrapartida o adversário fez as marcações aos jogadores do Benfica!! Isso sim é futebol moderno.... Ou não.

    Cumps

    ResponderEliminar
  20. Se são estes os especialistas a criticar o RV não admira que ele não seja substituído.

    ResponderEliminar
  21. hahaha. Culpar o Conti do lance é dizer que o Pizzi é jogador de class mundial.
    A culpa sim é do lado direito da defesa do benfica. Olha só para aquilo. Um gajo completamente sozinho dentro de area sem um gajo a fazer pressão. O Conti e o GK salvaram a equipa de levarem 4-0 ou mais.

    ResponderEliminar
  22. Há que ter mais respeito pois somos chefes de familia.......
    (frase preferida de RV)...tudo dito....

    ResponderEliminar
  23. Tudo bem, mas discordo do que disseste sobre o Grimaldo, é um instinto que tens que te leva a cortar a bola.

    ResponderEliminar
  24. Ontem o Benfica fez um bom jogo, mas a realidade dos números é esmagadora. O azar não explica isto. Ontem uma equipa acreditou até ao fim que podia ganhar o jogo e a outra ja se estava a dar por satisfeita com o empate. No mínimo o Benfica tem de ganhar os jogos com Ajax e AEK. Não há desculpas

    ResponderEliminar
  25. Com o medroso e sem ideias RUI VITÓRIA; o limitado ANDRÉ ALMEIDA, o mamão do PIZZI, todo-poderoso contra os clubes pequenos e o SEFEROVIC que precisa de várias oportunidades para fazer o que mais interessa a um avançado fazer, ou seja, golos, a titulares vamos continuar a vencer poucos jogos com esta exigência. Pelo menos desde que ele mudou do 4-4-2 com o lento Luisão e companhia para o 4-3-3 que já não somos goleados. Falta agora CORAGEM para colocar os melhores em campo, pois começar estes jogos com as vacas sagradas André Almeida e Pizzi é começar quase com menos 2 jogadores em campo, quando temos disponíveis soluções melhores para jogos desta exigência.

    ResponderEliminar
  26. SIM, é verdade. A equipa está desorganizada e vive de inspirações individuais. R. Vitória arrasta-se penosamente no cargo, numa sucessão de erros e incapacidade mental disfarçadas com fanfarronices e desculpas mal amanhadas, a direcção não tem sabedoria para tomar as decisões mais correctas em relação à equipa nem à defesa do clube. Enfim, um castelo de cartas pronto a desabar em qualquer momento. Uma vergonha. A chacota da Europa e do país.

    ResponderEliminar
  27. depois de ter os comentários dos acólitos e dos fantoches de serviço é que percebi que ao escolher o steam me enganei e fui parar a outro jogo.
    afinal fizemos uma segunda parte olhos nos olhos e com tantas oportunidades como eles, o guarda redes deles foi o melhor em campo e eles tiraram literalmente uma bola de dentro da baliza.

    também fiquei a saber que isto é futebol a verdade é que isto acontece demasiadas vezes ao rui e a vasta maioria sempre contra ele, deve ser uma combinação cósmica como a coisa das lesões.

    ps. o menor dos culpados é o grimaldo até porque para quem já jogou futebol sabe que aquele gesto é instintivo, por muito errado que seja.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares