Portugal 3 - Espanha 3 - Novo Blog Geração Benfica
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Portugal 3 - Espanha 3

Avatar
 ●  + 73 comentários  ● 

Ronaldo demonstrou que a maturidade foi a melhor coisa que lhe aconteceu. Que jogo!

Fernando Santos comprova que é o encolhido do costume, com um Moutinho inútil, um Bruno Fernandes colocado no sítio onde nunca jogou e com o seleccionador a não perceber que tinha que dar gás ao miolo em vez de colocar o André Silva. Adrien em vez de Moutinho era a decisão óbvia.

Seja como for, Portugal depois deste jogo pode ambicionar um bom Mundial. Mas "make no mistake": a história não se repete. Se Portugal quer ir além, tem que fazer mais.

73 comentários blogger

  1. Acho que tivemos muita sorte e um Ronaldo incrível.

    Temos Cedric a dar chouriço na frente e Nelson Semedo ficou em casa. Temos Rúben Dias no banco e Fonte a ser comido a torto e a direito. Temos Manuel Fernandes no banco e Moutinho e Bruno Fernandes em campo. E acho que o André Silva devia ter entrado mais cedo, o Guedes também estava fora dela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso o mesmo. Ou muda muita coisa ou não vamos longe. Ruben Dias no banco não lembrava ao diabo mas lembrou a um santo(s).

      Eliminar
    2. Jogar o Ruben Dias para a equipa jogar com um a menos? Não obrigado. Lá não há colinho como cá na paróquia....

      Eliminar
    3. Fonte esteve muito mal nos dois primeiros golos da espanha. O anónimo das 22:39 deve perceber que repetir muitas vezes um disparate não o torna verdadeiro. Já basta a overdose de sporting a que estamos sujeitos há mais de um mês para ainda ter de ler os estribilhos verde e azuis neste blog.

      Eliminar
    4. Alguém que avise disse o Tite para não convocar o Philips.

      Eliminar
    5. Deves estar a confundir o R´uben Dias com algum putanheiro do clube da fruta.
      Ameaças de morte aos árbitros, fruta, bmw´s e setecentinhos é no clube das PUTAS!

      Eliminar
    6. Por não haver colinho viu-se a prestação do Bruno Fernandes.

      Eliminar
    7. A equipa da federação jogou com vários a menos. Jogou sem lateral direito, ou com um mini lateral direito, jogou com o meio campo com um a menos, não sei o que andava por lá um montinho qualquer, jogou com centrais velhos e coxos...o que vale é que não há cahs-balls nem invsões de centros de estágios dos árbitros para os coagir, nem Estoril gates como cá no tugal.

      Eliminar
    8. E, pronto, como é normal a sectária 'visão' dum rastejante e rasteiro lagarto !...

      Eliminar
  2. Sempre a mesma bosta, nunca conseguimos dominar um jogo contra um adversário de peso. Minutos atrás de minutos sem conseguir tocar na bola.

    Tudo o que este gajo conseguiu foi graças à categoria e inspiração dos atletas. Rui Vitória baza!

    Oops, enganei-me na equipa, mas o texto serve na perfeição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda assim existem diferenças. Este consegue alterar o esquema tático durante o jogo sem fazer substituições, já para não dizer que este não vive a repetir o que lhe correu bem no passado.

      Eliminar
  3. Este FS faz-me lembrar RV: que duas nulidades!..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o Europeu foi zero de FS? Que triste comparação.... comparar FS a RV....É de muito mau gosto...

      Eliminar
    2. Eu acho que os jogadores di SLB vão fazer a diferença neste Mundial....

      Eliminar
    3. O esferovite !!!

      Eliminar
    4. Ambos têm uma sorte do caraças e um "resolvedor": um tem CR7, o outro tem 10NAS.

      Mas quando o "resolvedor" faltou, o primeiro soube ser campeão europeu, já o segundo só não ficou em terceiro porque o Marítimo foi amigo!

      Eliminar
    5. Como os do zmerding...

      Eliminar
    6. Qual é a seleção do mundo que domina a Espanha? Algumas podem ganhar mas dominar...

      Eliminar
  4. O problema de Portugal é que jogou provavelmente contra o melhor meio campo do mundo. Por isso é indiferente jogar com o Moutinho, o adrien ou o Manuel Fernandes. Não íamos cheirar a bola na mesma.
    Falta um número 10 como o Rui Costa ou o deco. E falta uma defesa muito mais agressiva.
    Mas hoje tivemos uma exibição fabulosa do melhor jogador do mundo. Se mantiver o nível podemos aspirar a fazer uma grande prova.

    ResponderEliminar
  5. make no mistake lool
    Moutinho teve bem. Tanto ele como o William tiveram muito bem a ocupar o espaço à frente da defesa.
    Cedric e Fonte, esses sim, é um escândalo como são titulares em detrimento de Semedo ou Dias.
    Fernandes muito pouco, mas claramente que não é efetivo naquela posição.

    Espero q tenhas deliciado com a exibição do Guedes. Só joga em transições. 30 milhões, obrigado.
    Jogar no Valencia é uma coisa; jogar para ganhar contra tudo e todos como num Benfica, contra equipas fechadas, é outra inteiramente diferente. É um talento, mas tem muita sopa que comer.

    De resto, foi o possível frente à principal candiata ao mundial, juntamente com Brasil e Alemanha. Deliciosos os espanhóis- Obriga-te a ser impotente, e agradecer por tal qualidade futebolística. Mas Portugal com um Bernardo mais em jogo, o mesmo Ronaldo, e um jogador mais em forma na esquerda, pode ir longe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Moutinho ESTEVE bem. Tanto ele como o William ESTIVERAM muito bem a ocupar o espaço à frente da defesa."

      De tal modo e com tanta eficiência que o William - Aahhh, Aahhh, Touré - Carvalho, me fez lembrar do Benfica dos tempos de Souness e de ! ... Michael Thomas!!!

      Eliminar
    2. São cenas. A Espanha, fora o lance do golo do Diego Costa que é falta, não foi capaz de criar uma oportunidade pelo centro do campo. William esteve impecável. Falhou numa transição ou outra, mas no posicionamento esteve muito bem. Mas pronto. O Samaris e o Danilo é que são bons.

      Eliminar
    3. Jorgen80
      Tu de bola és uma bola o Guedes não jogou nada mas também jogo fora do seu lugar mas quando se quer falar mal tudo vale certo lol

      Eliminar
    4. Vi o mesmo que tu..O william é um pastelão..Não tem nem velocidade nem intensidade para grandes jogos..e depois contra uma equipa como a espanha essas lacunas são mais que evidentes..O Fernando "o polvo" tem nacionalidade portuguesa..Não percebo por que nunca foi opção..tambem acho que Portugal deveria ter jogado com o bloco mais alto durante todo o jogo..

      Eliminar
  6. Ronaldo foi super mas os outros náo estiveram á altura de um mundial.
    O complexo de inferioridade dos nossos jogadores perante os espanhois foi confrangedor. Muita cerimónia , sempre na expectativa, muito pouca iniciativa e muito disparate.
    A defesa mete dó e o william carvalho sem a bola é demasiad mau.
    Eu substituiria o patricio pelo beto, o fontes pel ruben, o guerreiro pel ricardo e o william pelo adrian.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tirando Ronaldo a diferença de qualidade técnica entre os jogadores Portugueses e os Espanhois é abissal. Nenhum deles seria seleccionável para a equipa espanhola.

      Eliminar
    2. O Ronaldo não tem técnica nenhuma. No united tinha. O Bernardo Silva tem.

      Eliminar
    3. O anónimo disse tudo. Dos 23 português só Ronaldo e Bernardo entravam na roja, e o primeiro somente por ser o 2º melhor do mundo.

      Eliminar
    4. Que exagero. Faltaram lá os do benfica...
      O caceteiro Ruben Dias nem jogou. E FS fez bem... assim jogou com e equipa inteira até ao fim...

      Eliminar
    5. Como o caceteiro William Carvalho?

      Eliminar
  7. Beato Santos no seu melhor

    Um merdas

    ResponderEliminar
  8. E o Gonçalo Guedes foi o 2º melhor em campo!

    E neste post fica retratada a Seleção com camisola vestida!

    O Guedes foi protagonista em 3 lances, quais?

    Julio Loureiro (Fafe)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não! O segundo foi o Ricardo e o terceiro o bigodinho. Só depois vem o Guedes.

      Eliminar
    2. O melhor foi o danilo!

      Eliminar
    3. Os melhores em campo foram os jogadores do benfica....

      Eliminar
  9. O Ronaldo complica-me a vida que o homem não tem limite. O que ele faz hoje nos primeiros 45 minutos está ao nível das exibições do Pelé contra Itália em 70, ou de Xavi frente à Alemanha em 2008. Não falhou uma tomada de decisão, muitas vezes de costas para a baliza, e com marcação cerrada.
    Nem quero pensar o que faria numa Espanha ou Alemanha, sempre com a bolinha disponível para ele.
    Astro.
    Cheguei a coloca-lo top 15, depois top 10, e vai para top 5. Pelé, Maradona e Messi no trono.

    ResponderEliminar
  10. Águia Preocupada15 junho, 2018 21:53

    Praticamente só vi a primeira parte. A segunda vi a espaços. Achei que a defesa esteve muitos furos abaixo do que vi,por exemplo no Euro de França. O Cédric, o Guerreiro, o Bernardo Silva ou estavam nervosos ou estão em baixo de forma. Concordo que o Moutinho tenha jogado. Contra os espanhóis, que são só candidatos e favoritos era preciso experiência em campo. E o Moutinho tem-na! William esteve igual a si próprio. Nunca o achei o craque que muitos pintam!
    Guedes, também nervoso e as bolas não chegavam lá! Ronaldo esteve inspirado. Mas não se pode ser só o melhor do mundo... É preciso demonstrá-lo!
    Foi um bom resultado, tendo em conta que o adversário foi SÓ a Espanha! Acho que este resultado nos traz alguma esperança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "não se pode ser só o melhor do mundo... É preciso demonstrá-lo!" dizer depois de Ronaldo ter feito um hattrick contra a Espanha e nao ter mesmo a noção de nada ou entao estar com uma azia do camandro.

      Eliminar
    2. O Guerreiro foi melhor em campo de Portugal não teve medo jogar

      CR7 THE BOSS

      Eliminar
    3. Guerreiro, fontes e william defendem muito mal. Pepe já não é o que era . Patrício está nitidamente afectado.

      Eliminar
    4. Águia Preocupada15 junho, 2018 23:56

      António Pereira!

      Azia é coisa que não tenho. E se há alguém que admira o Cristiano como jogador, como atleta, sou eu! Que não hajam dúvidas, ok?
      Mas na realidade, sendo o melhor do mundo tem que mostrar! Ou isto é ganhar fama e deita-te a dormir?
      Azia teve ele, de não ter sido ele a marcar os golos contra a Argélia no amigável...
      Azia teve ele, por não ter sido ele a marcar na final da Champions... E para tirar o protagonismo ao Bale, inventou aquela frase enimática, para falarem dele!...
      Percebeste? Admiro-o como futebolista, já o seu carácter deixa algo a desejar!
      Pronto! Tenho dito! Agora bate-me se quiseres!

      Eliminar
    5. O Patrício foi ontem aquilo que sempre foi !...Muito Bom entre os postes e mediano, para ser meiguinho, nas saídas a cruzamentos quer por baixo quer as alturas.

      Achas que foi o grande culpado em algum dos golos sofridos ?!...Não foi !!!

      Eliminar
  11. Nada a dizer.
    Portugal esteve igual a si próprio e a Espanha foi o que costuma ser.
    O problema é que nós andamos há dois anos deslumbrados e a pensar que somos a melhor selecção europeia. Depois, quando nos calha jogar com adversários de categoria, são evidentes as inúmeras insuficiências.
    Em 2 anos, tivemos dois jogos a sério : um com a França na final do Euro 2016 e agora com a Espanha.
    Contra a França, valeu-nos a superação, o espírito de sacrifício. Porque, quanto a futebol, foi pobre, muito pobre mesmo. Mau de mais para ser verdade.
    Não esquecer que no Euro 2016 ganhámos apenas 1 jogo (País de Gales) no tempo regulamentar. Todos os outros foram empates sofridos, prolongamentos penosos e grandes penalidades.

    Agora com a Espanha, valeu-nos um super Ronaldo e como de costume, toda a sorte do Mundo.
    Podíamos ter saído deste jogo com uma goleada histórica.
    Se a Espanha materializasse a superioridade asfixiante, estaríamos todos esta hora a encontrar culpados.

    Resumindo e concluindo :

    Portugal e o Fernando Santos, não convencem. Andamos há 2 anos a passar pelos intervalos dos pingos da chuva, jogando contra selecções medianas e fraquitas.
    Mas já sabemos que quando nos tocam selecções fortes, mostramos na verdade o que (não) valemos.

    Uma última palavra para Bernardo Silva e Gonçalo Guedes : completamente inexistentes. Sem dimensão nem categoria para estes palcos exigentes.
    Correm muito, esforçam-se muito, mas a produção é miserável.
    Provavelmente não terão culpa.
    Quem coloca dois criativos a correr atrás da bola em acções de sacrifício e em missões defensivas, terá quanto a mim mais responsabilidades.

    Em suma, Um Fernando Santos igual a ele próprio.
    Uma espécie de Rui Vitória, embora mais...religioso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois o Europeu foi um acidente.... és mesmo burro....

      Eliminar
  12. Hoje, quem quiser ser uma grande equipa, tem de ter uma qualidade de passe imaculada.
    Portugal joga na base do chutão para a frente e fé no Ronaldo.
    No Benfica também é parecido : pontapé para a frente e fé no Jonas.

    Fico sem saber se esta pobreza exibicional é inevitável ou se com qualidade dos jogadores portugueses poderíamos e deveríamos mostrar muito, mas mesmo muito mais.

    Está a nascer uma nova espécie de treinador português : o que joga para não perder.
    Ao longo dos tempos há sempre um treinador que marca a forma como todos os outros abordam o jogo.

    O Artur Jorge marcou uma época, dando aso a uma série de clones (até como falavam);
    Depois o Ericksson revolucionou completamente a forma de jogar (defender sempre longe da baliza);
    Veio o Mourinho (a primeira parte da carreira dele, porque a segunda mete nojo de tanto defender);
    E agora parece que a forma de jogar das equipas do Fernando Santos também já tem inúmeros seguidores : jogar para não perder e esperar que algo extraordinário aconteça. Entre os quais o "nosso" Ruizinho Derrota, o qual, para ser clone do Santos, só lhe falta mesmo o crucifixo no bolso e o frasquinho de água benta.

    ResponderEliminar
  13. Moutinho inutil que dizer de gonçalo guedes....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Guedes fez a assistência para o 2º golo. A maçã podre fez o quê?

      Eliminar
    2. O Gonçalo Guedes (e o Bernardo Silva !) ESTEVE presente nos únicos 10' em que a selecção da fpf conseguiu equilibrar o jogo !...

      Eliminar
  14. Se a intenção de Santos, como aliás de costume, era defender, defender, defender, fiquei sem perceber a titularidade do Gonçalo Guedes, do Bernardo Silva e até de certo modo, do Bruno Fernandes.
    É de uma parvoíce sem limite, recorrer a dois criativos puros, para andar a correr atrás dos espanhóis e da bola.

    Enfim, este Mundial irá colocar tudo no lugar e a selecção portuguesa onde na verdade deve estar : na segunda linha das selecções.

    Desta vez o 3º classificado do grupo não se apura;
    Se passarmos, não iremos jogar contra uns desgraçados quaisquer;
    Além das mais fortes selecções europeias, estão também em prova, as sul americanas;

    Acho o actual Fernando Santos pior ainda do que aquele que foi corrido para a Grécia, sem ideias, apenas e tão somente, com uma obsessão : não perder os jogos.

    Quanto à Espanha, acho-a perfeitamente inconsequente.
    É sem sombra de dúvidas a melhor selecção do Mundo em termos de qualidade de passe, mas quanto ao resto, até mete impressão tanta complicação.
    Parece que querem entrar com a bola pela baliza dentro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Águia Preocupada16 junho, 2018 00:05

      "Quanto à Espanha, acho-a perfeitamente inconsequente."
      Talvez não seja tanto assim! Mas na verdade irrita-me este futebolzinho de passinhos de meio metro, estilo o tic tac do Barça de Guardiola! Coisa irritante! Não há futebol como o inglês! Tudo aquilo é movimento, não param, atacam sempre sem cessar! Não há cá tricot nem rodriguinhos estéreis!

      Eliminar
    2. Pois o Europeu já esqueceste. E cada cromo neste blogue....

      Eliminar
  15. Cedric em vez de Nelson Semedo é absolutamente inacreditável, o Semedo é simplesmente melhor em tudo.
    José Fonte é titular porque Fernando Santos nunca teve a coragem de lançar o Rúben Dias durante o ano.
    William lamento mas não tem qualidade, é gritante a falta de agressividade, a lentidão e a quantidade de vezes que simplesmente decide não se mexer...
    João Moutinho não tem lugar nesta selecção à mais de 6 anos... entendo as suas qualidades mas mais do que defender razoavelmente bem, é nulo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cedric defende melhor e é mais regular que semedo. Semedo fez um mau ano no barcelona: muito tímido e com medo de ter a bola.
      Concordo com as outras observações mas este ano, neste momento a opção por moutinho é correta. Adrien não está bem e danilo não está lá. Pena que ruben neves não tenha sido convocado. Daria mais a esta selecção que o manuel fernandes.

      Eliminar
  16. Não vi quase nada do jogo, excelente resultado, tinha metido a cruz na Espanha, tinha dito que se vencia Marrocos e que se empatava com o Irão, a vitória do Irão hoje vem complicar as contas. Pelos comentadores da rtp ao resto da equipa só faltava o colete e o guardanapo no antebraço, aquilo parecia que era o rei sol e os seus cães amestrados tal é o culto da personalidade sobre o CR.

    ResponderEliminar
  17. o bruno fernandes nunca jogou naquela posição mas jogar a duas velocidades parado e paradinho não ajuda nada.
    isto para não falar naquele maravilhoso jogo defensivo em que terá feito a melhor, com os olhos, cobertura defensiva que eu já alguma vez vi.

    ResponderEliminar
  18. A vaca vai dando o seu leite, mas um dia acaba.

    Quando vejo esta selecção jogar, só me dá saudades do euro2000 lol

    Marcámos pela via dos incríveis e estranhamente imaturos erros espanhóis. Bem, deu certo.

    ResponderEliminar
  19. Viva a Oliveirense!

    ;)

    ResponderEliminar
  20. Varela para o Nottingham. Por 15 milhões. Aqui até ficava com vergonha alheia. Não quero negócios de mentira no meu Benfica.

    ResponderEliminar
  21. Dá pena ver esta selecção jogar...
    Pobreza franciscana.
    Este treinador é uma vergonha.
    Jogar futebol não é isto.
    Andar atrás da bola 85m!!!
    Se não fosse o ronaldo, enfim... pelo menos não perdemos.
    Zappa

    ResponderEliminar
  22. Em 27 comentários salvam-se 2 ou 3. O resto é só falar mal de tudo e de todos. Triste fado português! Força Portugal!!!

    ResponderEliminar
  23. Empatar com a Espanha é sempre um resultado positivo, o pior é o pior...
    Verificamos que os defesas laterais (Cédric e Raphael Guerreiro) estão muito lentos e raramente sobem com critério; o meio-campo joga sempre a baixa rotação, perdendo muitas bolas e não sabendo construir jogo; valeu desta vez (como quase sempre) o Cristiano Ronaldo para nos salvar da derrota.
    A dupla de centrais deve ser a preocupação principal de Fernando Santos. Pepe e Fonte já não são rápidos e novos e parecem estar em baixa de forma. Quem sofre 3 golos (ainda que seja contra a Espanha) é sempre um mau prenúncio para se conseguir ganhar.
    Portugal foi campeão Europeu sem saber nem escrever e a história não se vai repetir nem daqui a 50 anos. Brasil-Alemanha serão os finalistas!

    Saturnino Dias

    ResponderEliminar
  24. Alberto Benfiquista16 junho, 2018 08:28

    Doí o coração não ter nenhum jogador do SLB na equipa titular da Seleção Portuguesa.


    Dizia o Pinóquio dragarto vieira que o Glorioso ia ter a espinha dorsal da seleção nacional.

    Nem um único jogador do Benfica a titular.


    O estranho é ainda existirem Benfiquistas a caírem nestas mentiras do dragarto Vieira.

    P.S:Parabéns ao Ronaldo pelo terceiro golo.Um livre soberbo.

    ResponderEliminar
  25. Para além da exiição de Ronaldo a única coisa positiva que tiro da exibição da equipa nacional é que os campeões começam sempre mal e vão em crescendo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito da exibiçao dos jogadores do benfica na selecçao portuguesa. Benfica uma grande escola de formação..
      Glorioso sempre!!!!

      Eliminar
  26. Ninguém domina a Espanha apesar de algumas seleções poderem ganhar.

    ResponderEliminar
  27. Espanha pode jogar com a Alemanha, Brasil ou França e perder mas nunca será dominada. Aquele meio campo tem demasiada qualidade e por isso se voltarmos a defrontar a Espanha temos que assumir a nossa inferioridade e dar peso ao meio campo para sairmos em força.

    ResponderEliminar
  28. Há dois aspectos positivos: 1) Não perdemos; 2) Temos margem de melhora. Na defesa, talvez com a entrada do RD, mas ele também tem lacunas e não tem experiência de selecção A. Devia-lhe ter sido dada antes do mundial. E no meio-campo, seria interessante ver a equipa com Adrien em vez do William e os dois Fernandes. Os 3 com capacidade de recuperação, pressão e de esticar o jogo quando for necessário. Lá na frente, como titulares BS, Guedes e CR7, sendo que só o último é indiscutível.

    ResponderEliminar
  29. O Guedes fez um jogão.

    Tão mas tão grande que já lhe valeu a alcunha de Ducatti ... ou melhor ... Zundapp

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi como o Bruno Fernandes.

      Eliminar
  30. nao tens ninguem melhor que o Moutinho. o Adrien nao está em forma, resultado de nao ter jogado muito e nota-se que esta muito lento. apesar disso o Moutinho é melhor.

    o problema nao foi o Moutinho. O problema é mesmo que so temos 2 homens que nao tem medo de ter a bola no pé: Ronaldo e Bernardo. o resto andava tudo cheio de medo

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares