O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

5

 ●  19 comentários  ● 
Portugal, 19 de Dezembro de 2013
Um pouco atrasado, mas com os temas ainda relativamente actuais, hoje escrevo sobre os 5 golos marcados no Olhanense – Benfica e nos 5 golos que despediram o Villas-Boas (AVB) do comando técnico do Tottenham.
Começando com o AVB, o tal treinador que à frente do FCP ganhou todas as provas que podia ganhar na época 2010/2011, que uns tantos referenciaram como uma boa descoberta de Pinto da Costa, e outros tantos defenderam que era uma boa solução para o Benfica. Afinal quem teve razão foi a minoria silenciosa, na qual tenho o prazer de me incluir, que apostava no falhanço de AVB fora do “sistema” que comanda o “futebolês portoguês”: arbitragem e comunicação social, trabalhando em perfeita harmonia na valorização do embuste, da batota e do consequente prejuízo financeiro das SAD’s.
Este “sistema” ordena as classificações e por mais que uns histéricos peçam, todos os anos, a demissão do treinador (e viu-se o que ganhamos nos primeiros 8 anos de mandato de Vilarinho/Vieira), é um “sistema” que por força das probabilidades e dos interesses económicos em jogo, perde 1 campeonato em 5 ou 6, não por exclusivo mérito do treinador ganhador, mas porque a pressão da arbitragem abranda o suficiente para que esse treinador ganhe mais vezes. Quem não se lembra de Jorge Sousa marcar o penalty que deu a vitória do Benfica, em Leiria no último título, num lance que nunca mais marcou, nestes últimos anos?
Portanto o AVB no Benfica teria o mesmo destino que todos os outros tiveram, mas que hoje fora deste “sistema” viciado, até têm tido percursos interessantes: Fernando Santos no PAOK e Selecção Grega, Ronald Koeman no PSV, Valência e agora Feeynord. Já para não falar do “polémico” Quique, que à frente do Atlético salvou-o da descida de divisão ,e na época seguinte ajudou-os a ganhar a Liga Europa e Supertaça Europeia.
Já os ex-treinadores ganhadores do FCP, os tais que fazem suspirar uma franja apreciável de adeptos do Benfica, em particular os que gostam de escrever, pelo contrário fazem muito pouca coisa digna de registo. Jesualdo, tri campeão no FCP, já depois de ser despedido do Málaga conseguiu a proeza de, em 2 épocas no Panathinaikos, ficar fora da Champions duas vezes (eliminado no play-off) e 1 vez fora da Liga Europa (eliminado no play off). AVB vai em dois despedimentos em três épocas apenas, com plantéis de luxo. No Chelsea foi o seu despedimento que permitiu ao italiano ser campeão europeu, o grande sonho que Abramovitch não conseguiu com o “special one” nem com o “cadeira de sonho”.
Ora perante a evidência da menor qualidade de AVB relativamente ao que lhe tinham atribuído (eles, os do “sistema”), a comunicação social portuguesa, a tal do “sistema”, tudo tem feito para limpar a sua imagem. As notícias sucedem-se em catadupa. Achei piada a uma que diz que ele não subscreveu 4 das 7 grandes contratações desta época, como se isso justificasse a sua inabilidade para ganhar, fora das boas arbitragens e desta comunicação social viciada. É que dos 3 que ele avalizou, Soldado foi o mais caro – 30 milhões – e não marca golos! Para além disso, “encostou” Germaine Defoe, o melhor marcador da equipa na Liga Europa, e o Adebayor, ficando assim sem uma referência na grande área (idem nosso problema sem Cardozo, mas porque ele está lesionado), não renovou ou despediu algumas referências do Tottenham e ao cabo destes 3 meses, a equipa joga pior de jogo para jogo. As humilhações frente ao City, 6-0, já depois de ter sido goleado em casa pelo West Ham por 3-0 (com o seu único avançado no banco, Soldado).
Claro que nada disto é dito porque interessa manter a áurea de que o FCP ganha bem ganho os seus títulos nacionais, e que o problema é do patrão do Tottenham. E já agora do russo do Chelsea embora na altura ninguém se tivesse lembrado de dizer que o AVB tinha discordado de algumas contratações.
Bom, no nosso jogo de Olhão houve 5 golos, tendo ficado bem evidente as lacunas defensivas que o 4-4-2 provoca, mas que infelizmente – e mais uma vez – os tais “entendidos”, carregaram para cima do Artur Moraes.
No 1º golo, Cortez, ah não, Sílvio (português e da formação), perdeu uma bola em zona proibida, transição rápida e golo. Poucos jogadores em posição defensiva porque a maior parte estava a sair para o ataque, em posição ofensiva portanto, quando se perdeu a bola. No 2º golo, mais uma bola perdida a meio campo, rápida transição, poucos jogadores em posição ofensiva, ninguém faz pressão porque não está ninguém por ali, o adversário arrisca e tem sorte, com a bola a bater à frente de Artur Moraes e a ganhar altura. Claro que para o RECORD, o Artur podia fazer mais. Já era assim com o Roberto. Para SCP (ou Académica frente ao Benfica) seria “a bola bateu à frente e o guarda-redes nada podia fazer”.
Marcamos 3 golos, e não pelo mérito do modelo táctico, mas sim de circunstâncias do jogo. Lima em fora de jogo, marcou de cabeça – o que é raro, Matic e Suleijamn marcaram dois golos de inspiração individual. Qual a contribuição do 4-4-2? Só se fosse no congestionamento de jogadores nas imediações da baliza, como aconteceu frente ao Arouca.
Deve ser sublinhado que há 1 penalty claríssimo sobre Gaitan aos 21 mn, que o árbitro do Porto não assinalou, enquanto no jogo do SCP outro árbitro do Porto assinalou 1 penalty por falta fora do campo. Não dá que pensar, é assim mesmo: o SCP faz mais pontos que o Benfica, com árbitros do Porto. A explicação existe, mas anda tudo entretido a tentar despedir o treinador do Benfica, que nem vale a pena teorizar sobre isso...

19 comentários blogger

  1. Fraco texto.
    Se não ganhamos campeonatos mesmo depois de ter 5 pontos de avanço, nem conseguimos contrariar o sistema ao fim de tantos e tantos anos, só temos um adjectivo para quem manda no Benfica: incompetentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Incompetentes? SIm, a Direcção. 5 pontos de avanço? Fácil: 2 penaltys em Coimbra, 1 golo nascido de 1 falta inexistente em Guimarães e 1 golo emfora de jogo de 2 metros no jogo com o FCP.

      Agora vais dar-me exemplos semelhantes de algo que aconteceu ao FCP e eu prometo rever o texto...

      Eliminar
  2. Red Army Officer19 dezembro, 2013 19:08

    "e viu-se o que ganhamos nos primeiros 8 anos de mandato de Vilarinho/Vieira"
    E nos anos seguintes c/ JJ? E demorou 8 anos a Vieira, o tal que n percebe de futebol, mas que entrou no Benfica como Director Desportivo, a perceber q n podia demitir ano a ano?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pá, acho graça ao teu relativismo.. é que no mandarto de JVA, 3 anos apenas, uma das principais criticas era que o Benfica não podia estar 3 anos sem ganhar títulos.. agora já nos permitimos que em 8 anos se ganhem apenas 3, apesar da divida bancária ter subido monstruosamente com as contratações e despedimentos de Vieira?

      O Jesus é que não tem ambição? Boa ...

      Eliminar
  3. Concordo com quase tudo, mas em relacao ao 4-4-2 tenho que discordar ate poque o problema nao esta na tatica mas sim nos jogadores que nao tem caracteristicas para desempenhar a mesma.
    0ra vejamos o Bayern. M, Man United o Real Madrid ja ganharam perto de 20 tacas dos campeoes
    Jogando em 4-4-2.

    Carlos Palma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, óbviamente que há equipas que jogam em 4-4-2 e ganham. Mas dares-me os exemplos de dois colossos europeus não ajuda muito...

      O actual Bayern tenho dúvidas que jogue em 4-4-2, ao contrário do Dortmund que não tenho dúvidas... O Real? Joga só com um ponta de lança, Benzema, e outros avançados móveis, Ronaldo incluído....

      Mas qual a média de golos marcados? E sofridos? Então que conclusão tirar? Eu tiro: se tivessemos a qualidade atacante desses colossos, podiamos jogar sem problemas nesse modelo, mesmo nas competições europeias...

      O Benfica também ganhou 2 Taças dos Campeões em 4-4-2 ... mas esse tempo passou.

      Eliminar
  4. Fraco texto? Fraquíssimo!
    Só mesmo este escriba para, num parágrafo, dizer que o problema não está no treinador, e no parágrafo seguinte dizer exactamente o oposto.
    O NGB perde muita qualidade com os textos deste.....chamemos-lhe "autor".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando a mensagem não agrada, normalmente atira-se no mensageiro ... é uma táctica velha, meu caro ...

      Eliminar
  5. Grande post Eagle, concordo com tudo, não retiro uma vírgula.
    Vês tudo exactamente como eu vejo.

    ResponderEliminar
  6. explica-me como é que o defoe jogou "encostado"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... " “encostou” Jermaine Defoe, o melhor marcador da equipa na Liga Europa," ...

      Simples, o Defoe nas primeiras 6 jornadas da Premier League, jogou apenas 52 minutos ...

      Eliminar
    2. Às vezes cometo erros de português, nos textos que escrevo. Nem sempre tenho tempo para rever. Desta vez não foi o caso. O anónimo das 22:52 explicou melhor que eu ...

      Eliminar
  7. Completamente de acordo com tudo o que escreveu.

    Luis Nunes


    ResponderEliminar
  8. Vamos ser sérios que esta jornada já passou...
    Lima, golo em fora de jogo 34 centímetros 1 e 1.
    2º golo dos tripas 31 centímetros fora de jogo... 2 e 1.
    Ali no campo do vizinho, andava aquilo 0 e 0... um encosto fora do campo e dá penalti. fdx como andam com moral já nem birras fazem para marcar.
    Isto com um plantel tão valioso até faz chorar... uma missiva de natal e tal,e cada vez há mais profissionais. Enquanto o Equipe do Benfica não andar o tempo vai ao ar.
    Não há nada mudar;) o futebol por cá é de encantar...
    Comparar árbitros profissionais na tv ou jornais morre nos investimentos a comparar.
    O resto são novelas diárias de encantar ,,,

    B T T

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No jogo do Benfica vi um penalty sobre Gaitan não ser assinalado Vi 1 fora de jogo muito mal tirado ao ataque do benfica. O erro do assistente no 1º golo dilui-se nos erros ocntra o Benfica. E como foram os jogos do FCP e do SCP? Houve erros ocntra essas equipas? Sei que o SCP se queixa de um penalty sobre Montero, que não me parece que exista, embora se tivesse sido marcado, tinhamos que aceitar.. e mais?

      No geral, verificamos as arbitragens do costume. Favorecem FCP e SCP e depois compensam (com estes em vantagem no marcador), prejudicam o Benfica quando o resultado é desfavorável, e depois (às vezes) compensam...

      Não conseguem ver a diferença? Eu explico: FCP 5-1 em penaltys a favor e contra, SCP 5-2, Benfica 2-1 ... para o plantel português mais valioso na Europa, acho esta desproporção anormal e de acordo com a bitola habitual... e daqui se fazem golos que dão vitórias e pontos... estamos 2 atrás do SCP o que diz bem da nossa qualidade. COm outro treinador, outra equipa, mesmo roubo, estavamos a 6 ou 7 de atraso ...

      Eliminar
  9. Bom texto... tirando a parte que falas do penalty do Sporting... aquilo nem falta é...

    De resto volto a dizer... antes de termos a certeza que o problema é o JJ, deviamos resolver o problema da (falta de) liderança/estrutura/defesa da imagem do Benfica. Porque já vimos que os nossos treinadores só são maus no Benfica e os outros só são bons no Porto... há aqui qualquer coisa muito estranha. E não é só arbitragens.

    E mais uma vez o LFV veio abrir a boca e saiu asneira...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. Sim, a estrutura do Benfica é fraca. Os habituais dirigentes saem de uma "tropa" de oportunistas e mestres do boato, a qualidade pessoal é na maior parte das vezes baixa, e depois funciona a "táctica do cheque". Ou seja: gasta-se muito e cada vez mais, para salvar a pele deles. Despede-se o treinador para salvar a pele deles.

      Porquê?

      No futebol ganha-se muito dinheiro. ode não ser o caso da maior parte dos dirigentes do Benfica, os quais lhes basta uns minutinhos na televisão. Não digo o mesmo de Vieira que é a peça fulcral deste "polvo" que tomou conta do Benfica. Peça fulcral, mas que também é comandado. Não podemos acreditar que este modelo empresarial e sua evolução seja obra sua. Ele não tem categoria nem capacidade para lá chegar...

      O estado em que deixou o Alverca, é disso elucidativo...

      Mas a promoção que lhe fazem, numa operação concertada pela mesma comunicação social que enfatiza o lado bom de AVB e tantos outros, é uma promoção que não é inocente nem pode ser gratuita... nós pagamos, eles gastam... é isto o Benfica dos notáveis...

      Resultados? "A culpa é do treinador. Nós até lhe pagamos um balúrdio ..."

      Eliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking