O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


12 de novembro de 2013

To be or not to be, to talk or not to talk...

 ●  30 comentários  ● 


Portugal, 12 de Novembro de 2013

No sábado à noite logo após a épica vitoria sobre o SCP, comentei com um amigo benfiquista com quem partilho muitos momentos de benfiquismo (bons e maus), que “foi um bom jogo, com muitos golos e muita emoção, mas amanhã o que vamos ver e ler nos jornais será bem diferente”.
Também foi nesse sentido que ao falar na sexta-feira, com um cliente adepto do SCP, quando ele desejou que “fosse um bom jogo, que ganhe o melhor e que não haja casos de arbitragem”, eu respondi que também esperava o mesmo, mas que quanto á arbitragem, ficasse “descansado” que a comunicação social iria desenterrar os casos que fosse possível.
Não estou portanto, surpreendido com o caminho que as “coisas” tomaram após a vitória do Benfica sobre o SCP, justa, sem grandes penalidades e sem golos em fora de jogo. O Benfica, como JJ tem vindo a frisar (apesar de muitos adeptos do Benfica não perceberem), está a subir de forma e apresenta um colectivo mais forte do que há um mês atrás. Seguramente daqui a um mês estaremos ainda melhor.
O SCP bateu-se bem, trabalhou muito e acabou por ser “beneficiado” por um 2º golo que raramente marcam, na sequência de um canto. À primeira vista, diria que a defesa do Benfica, em particular Luisão, foi lenta a abordar o lance. Mas no dia seguinte vi que o Manchester ganhou 1-0 ao Arsenal (líder do campeonato) com um golo praticamente igual, e fiquei mais descansado.
Este 2º golo do SCP aconteceu pouco mais de 15 mn na segunda parte, ou seja, relativamente pouco tempo para que o esquema táctico do Benfica (4-2-3-1 com um único avançado) desse os seus frutos, o tal 4º golo da tranquilidade. Pelo contrário, ao cair para o lado do SCP, o golo complicou tudo para o nosso lado. Cenário normal nos jogos com resultado de 2 golos de diferença...
O 3º golo do SCP, que alguns irão mais uma vez atribuir ao mau posicionamento da defesa (que “azar” já não termos o Roberto) ou ao misticismo dos descontos, é um golo que na minha opinião, nasce mais de um erro de Ivan Cavaleiro que não soube pensar o jogo naquela fase crucial e fez falta escusada em zona complicada. Uma característica dos jovens que se vão afirmando na equipa principal, é não pensarem bem o jogo, não tomarem as melhores decisões. Falta de maturidade. E numa equipa constantemente pressionada como o Benfica, a margem de erro dos jovens jogadores é muitíssimo menor.
No final, e apesar deste erro de Ivan Cavaleiro, ganhamos com a ajuda de Patrício, o SCP – estranhamente - não teve andamento para o Benfica nos últimos 30 mn, e acabou por cair, como se costuma dizer, de “cabeça erguida”. Parabéns a todos os intervenientes que proporcionaram esse grande espectáculo a quem pôde assistir, em particular aos que foram ao estádio, com grandes golos, grandes jogadas e muita entrega física sem maldade.
Ora já sabemos que o futebol português, ao contrário do futebol de outros países, tem 3 fases bem distintas, com impactos geridos de formas muito variadas e com distintos objectivos. Temos o antes do jogo, os 90 e tal minutos do jogo, e o pós jogo. Normalmente o pós jogo é a fase que dura mais e onde se revela a baixa qualidade ética e moral dos outros protagonistas: dirigentes, comentadores e jornalistas.
A actual Direcção do SCP surpreendeu-me pela negativa. Não esperava a traulitada verbal de um Presidente que tem dado exemplos de inteligência na gestão financeira do seu clube/SAD e que tem sabido agregar a cultura leonina em torno de um objectivo futebolístico de médio – longo prazo.
Bruno de Carvalho não podia agarrar-se desesperadamente às ampliações e repetições da Sporttv, para julgar o trabalho do árbitro. Porque sabe que as ampliações e repetições são escolhidas por critério, e naquela estação raramente têm algum paralelo com a proporcionalidade dos erros dos árbitros em relação aos dois clubes. Como já se tinha visto no caso Capela.
Falar de “erros sempre para o mesmo lado” não é de pessoa séria, idónea, justa, mas sim de um adepto tendencioso a quem chegaram informações distorcidas (pela Sporttv) porque no campo não viu nada daquilo que depois criticou. Não viu porque não existiu. Não existiu fora de jogo de Cardozo no 3º golo, como não existiu fora de jogo de Capel no 1º golo (na dúvida favorece-se quem ataca), não existiu penalty de Luisão porque este abordou a bola antes do jogador do SCP, pode existir penalty de André Almeida porque já se viu que em Portugal os critérios nesta matéria são muito distintos de árbitro para árbitro, e de camisola para camisola, pode ter existido um fora de jogo mal assinalado a Sílvio aos 50 mn, que na sequência podia ter dado o 4-1, mas que não mereceu da Sporttv o destaque que mereceram outros lances de centímetros. No lance do 4º golo existiu penalty sobre Luisão, e a sermos tão rigorosos teríamos de falar num penalty e numa expulsão não assinalada (mais a imagem de Patrício poupada). Existiu falta, no lançamento de linha lateral que o precede? Já se viram tantos lances iguais, nuns marca-se, noutros não se marca, porque razão teria de existir premeditação contra o SCP?
Bruno de Carvalho sabe que os homens do apito não têm televisão em campo e têm de decidir com base no que vêem, com base no bom ou mau posicionamento no terreno de jogo, com base na boa ou má capacidade de interpretar lances mais fáceis ou mais difíceis. Se Bruno de Carvalho quer que na dúvida os árbitros apitem a favor do SCP, então é apenas mais um desqualificado que veste a roupa do Sr.º Doutor mas que tem as cuecas sujas, como tantos outros que por aí andam, seguindo aquela velha afirmação de Pimenta Machado.
Não quero reduzir este tópico do debate a um “falar ou não falar” das arbitragens. Os que falam demais como o SCP. Os que falam de menos como o Benfica. A solução estará sempre no meio. Porque os clubes têm de saber defender os seus interesses, num determinado contexto competitivo manobrado por diversos “actores”. E há actores que prejudicam o espectáculo subvertendo as leis do jogo. Não foi o caso de Duarte Gomes, o árbitro que ficou ligado ao famoso penalty que só ele viu sobre Jardel em 2001/2002, e ao título que o FCP comemorou no estádio da Luz, em que aos 5 mn parou uma jogada de contra ataque perigoso do Benfica, para marcar falta contra o FCP...

30 comentários blogger

  1. Não concordo com a sua apreciação sobre o 3º golo do Sporting - "nasce mais de um erro de Ivan Cavaleiro que não soube pensar o jogo naquela fase crucial e fez falta escusada em zona complicada" - trata-se de uma simulação descarada do jogador do Sporting e de mais um erro da arbitragem... sugiro que reveja o lance...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim farei.. mas como Duarte Gomes "ajudou" o Benfica segundo a "matilha leonina", estava a partir do principio que assim era...

      Dito de outra forma, fomos para prolongamento porque o Duarte Gomes ofereceu mais um golo ao SCP... e "ajudou" o Benfica...

      Eliminar
  2. 1º o montero antecipou-se a luisão que ficou a ver navios ou a pensar na morte da bezerra e em vez de xutar a bola, xutou montero, depois no lance do Almeida dependendo do arbitro e do seu critério pode ou nao ser penalty, mas depois num criterio mais rigido tem de marcar penalty no 4º golo do luisão.. que eu saiba um penalty antes de um golo é sempre golo e nao penalty, porque se invalidasse o oglo para marcar o penalty estaria a prejudicar a equipa que marcou, e ai nao estariam a falar de um penalty que ficou por marcar mas sim dum golo invalidado ( ainda por cima em caso de falhar ), como ganharam nao vos serve de muito a historia da arbitragem, serve mais o branqueamento a favor do espectaculo ou do erro do patricio ( que o foi ), falam que houve lances em prejuizo dos 2, houve sim, a diferença é que os erros que prejudicaram o benfica NAO FORAM 2 PENALTYS e isso faz toda a diferença, no entanto no jogo de alvalade nao falaram de outra coisa durante meses a nao ser do golo do Montero, que afinal agora ja é milimetrico tal como o do cardozo. mas por exemplo nao repararam na quantidade de porrada que Maxi deu e como por milagre conseguiu acabar o jogo.. .ai ja nao foi erros em prejuizo das 2 equipas, outra questão é dos pedidos de relatorios noutros jogos, referindo-se ao jogo por exemplo do maritimo, quando nesse jogo assistimos a uma das arbitragens mais vergonhosas contra o sporting e essa sim completamente descarada em termos de inclinação do campo, a diferença é que tivemos alma para dar volta ao resultado, a mesma alma que nos fez empatar o jogo na luz, mas ja se esqueceram do penalty do Rio Ave, tendo na altura o Leonardo Jardim e muito bem ter referido que nao falava de arbitragens porque da mesma maneira que tinha sido prejudicado naquele jogo, ja tinha sido beneficiado noutros, ou seja falou num mau dia do arbitro, o que fez o benfica quando empatou com o belenenses?... isto de pedir seriedade aos outros quando convém tem muito que se lhe diga quando o exemplo em casa nao é o melhor, e o mais engraçado nisto tudo é que ataca-se e bem um arbitro que é pra la de pessimo e que fez uma ma arbitragem apesar da intensidade do jogo ( sao pagos e preparados pra isso ?) e as virgens ofendidas vem logo todas defender o menino e o seu clube, veja-se casos da APAF e sei la mais o que, quando o JJ referiu com todas as letras que o arbitro nao apitou porque nao quis ( falando neste caso no proença ) até que tiveram de pedir desculpas. ou seja, nos 2 casos e bem criticou-se o arbitro, neste caso o benfica de uma forma mais agressiva, e os tratamentos são completamente diferenciados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó meu caro a falta sobre luisão é muito antes do golo acontecer e nos penalties não se deixa prosseguir a jogada por ser promissora, marca-se penalti e expulão do jogador com 2º amarelo. O Montero entra de sola a bola por trás e isto é jogo perigoso.

      Eliminar
    2. Como você é adepto do SCP, vou levar isso em consideração. 1) não há 2 penaltys a favor do SCP, há eventualmente um, de André Almeida, 2) Luisão não faz falta sobre Montero, porque Luisão disputa a bola. Montero vem de trás, ou de lado, mete-se à frente dele. Se eu for de carro a 50 km/h e um peão se atirar para cima de mim, eu é que sou o culpado? Pois é esse o principio das coisas no futebol: Luisão jogou a bola, mas alguém lhe apareceu à frente, de pé em riste,e acabou sendo derrubado 3) Silvio não beneficiou do principio "na duvida beneficia-se o atacante" e como deve ter reparado, ele podia ter cruzado para Cardozo que estava em boa posição (podia ser o 4-1). Isto sim, é um erro de arbitragem, porque ao contrário de outras situações não beneficiaram o atacante e ele estava em posição - aparentemente - legal, 4) Como já alguém aqui disse, o golo que levou o SCP para prolongamento nasce de uma falta mal assinalada de Ivan Cavaleiro. Qual a sua perspectiva desse lance? É que o possível penalty de André Almeida, aconteceu no prolongamento, 5) Somando tudo, quando fala de um mau árbitro, está então a referir-se à arbitragem que não foi assim tão má como você, para variar, pintaram, ou está a referir.se à simpatia clubistica?

      Quanto ao resto, você fala do SCP - Marítimo uma vez mais apoiando-se na manipulação que a Sporttv e a SIC fizeram. Há 1 penalty contra o SCP (por derrube com ponta da bota no calcanhar), há 1 penalty contra o Marítimo com expulsão e o que houve mais? Houve os lances dos amigos da Sporttv e SIC que "criaram" mais um penalty contra o Marítimo, com o defesa do Marítimo com as mãos atrás das costas quando leva a bolada. Essa gente não se mede quando se trata de falar do (deles) SCP...

      Essa gente é a mesma que no Marítimo - Benfica não repetiram o 1º golo do Marítimo, de penalty que nasce de um fora de jogo claro (e não do dedo mindinho, como Cardozo), não repetiram ou desvalorizaram o penalty sobre Lima a terminar o jogo e mais GRAVE não mostraram lance aos 22 mn em que Gaitan é agarrado pelo pescoço sendo impedido de entrar na grande área do Maritimo (livre e expulsão). Estava 0-0, compreende porque não houve polémica?

      Falam do Rio Ave mas a minha opinião é que a sorte foi ser o Rio Ave. Se aquele lance acontecesse num jogo com o Benfica o critério seria diferente. Quer de Carvalho quer de Leonardo (que, faço-lhe justiça, só falou porque o "picaram" quer fora - jornalistas - quer dentro, Bruno Carvalho ou estrutura do SCP).

      Quando o Benfica falou do jogo do Belém, já foi tarde. Tinhamos sido roubados no Funchal e curiosamente, em Alvalade. Mas aí, a sua memória já não se recorda do penalty perdoado ao SCP, com Mauricio às cavalitas de Cardozo na zona onde caiu a bola. Lembra-se? Sabe quem era o árbitro? O sportinguista Hugo Miguel.

      Um mau árbitro...

      Quando vocês quiserem falar de roubos de arbitragem, sejam sérios e ponderados...

      Eliminar
  3. O Patricio salvou o Jesus, essa é que é a verdade.... o resto é conversa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê? Impediu que os romanos o matassem e impediu a crucificação?

      Eliminar
    2. Felizmente temos sempre alguém: o Patricio, o Cardozo, os sérvios, etc... há sempre alguém a "salvar" Jesus....

      A isto chama-se perseguição.. pois na realidade Leonardo Jardim em 3 jogos com os grandes não ganhou 1, o que para uma equipa com as ambições (legitimas) do SCP, é muito fraco...

      Mas fica descansado, que para o campeonato a diferença de golos será maior..

      Eliminar
  4. Concordo planamente vimos o mesmo jogo, em relação a muita gente parece que viram um jogo diferente (pode ter a ver como cada um de nos vê o futebol). Quanto aos casos do jogo discordo do Penalty do A.Almeida para mim NÂO existe nada ele estava quase de lado e a pouco mais de um metro do adversário a bola tanto podia ir ao braço como a cara, existe mão mas é casual, no lance do 3º golo o IVAN esteve mal a falta foi sacada é certo, ouve pelo menos um amarelo mostrado ao Benfica que não concordei, quanto aos foras de jogo o arbitro deixou jogar e fez bem a não ser no lance do Sílvio em que a bola caiu nos pés do Cardozo e podia ter dado golo. Muito sinceramente considero uma PALHAÇADA o barulho todo que se faz sem razão nenhuma, esta atitude do Sporting a fazer-se constantemente de vitima só fica mal. Claramente existem pessoas a mais no futebol.

    O L. Jardim podia ter dito: "Foi um grande jogo com muita emoção, grande espectáculo... o Benfica provou ser melhor equipa NESTE JOGO portanto parabéns a eles... apesar de estar triste pela derrota os meus jogadores mostraram o seu valor, e prova que estamos no caminho certo a equipa ainda é jovem só temos que continuar a evoluir, acredito que no próximo jogo para o campeonato iremos dar ainda mais problemas e dores de cabeça ao Benfica que neste jogo... era um jogo difícil de arbitrar, pode dizer-se que ouve erros aqui e ali mas não foi por isso que perdemos... não acho que foi por termos azar que perdemos, marcamos o 1º golo num dos primeiros remates que fizemos, o 3º golo foi nos descontos, o que é certo é que sofremos 4 golos em que podíamos e devíamos ter feito melhor foi isso que decidiu o jogo" EU TERIA RESPONDIDO ASSIM APÓS O JOGO

    O Benfica ganhou bem e se tem jogado os últimos 30 minutos da 2ªparte com mais frescura e intensidade o jogo tinha ficado 4 ou 5 a 1, temos melhor equipa melhores jogadores melhor quase tudo, se em Alvalade a jogarmos mal e com a equipa cheia de problemas físicos empatamos e até podíamos ter ganho quanto mais agora a jogarmos já muito melhor que nessa altura e ainda por cima em casa.

    João Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem... mas repare que eu apenas coloco a hipótese de alguns árbitros marcarem esse tipo de lances sobre André Almeida, e outros não... para mim não é penalty note-se... mas para outros árbitros, é ...

      O SCP tem sempre este tipo de estratégia com Benfica, Bruno Paixão e Duarte Gomes (apenas e só com estas entidades) porque sabe que tem a Sporttv do lado deles.. todos os lances em que o Benfica sai prejudicado pelas decisões dos árbitros, raramente são repetidos e muito mais raramente são alvo de "polémica"... olhe só o golo do Belenenses que foi abafado por um suposto "também têm de jogar mais" ...

      Eliminar
  5. Curioso que ainda n ouvi ng falar de uma lance na area do Sporting em q a bola bate na coxa do defesa e dps bate no braço. Foi a sensação que tive do lance, mas que mais um vez a realização da sporttv nao repetiu o lance para as duvidas serem dissipadas.

    A Sporttv csguiu manipular os lances que bem entendeu. Por exemplo no 3o golo do Cardozo repetiram de todos os angulos possiveis e cameras lentas para tentar inventar um fora de jogo inexistente. E no lance que deu o 1o golo do SCP, em q pode existir duvidas no posionamento do Montero q inicia a jogada, qtas repeticoes tivemos direito? uma! Vergonhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais do mesmo meu caro.. o problema é que é assim há anos, e nós a vê-los passar.. em 2003 ainda lhe fomos dar 10 anos de contrato... (já tinha ouvido falar do lance que referes ... e curiosamente foi apenas mais um lance que não entrou nas contas do debate.. porque não dá jeito ao SCP.... rever polémica do caso Capela.. foi igual...)

      Eliminar
  6. Gostava de ver o autor a escrever este texto depois da vitória do FCP em pleno estádio da luz por 3-2.(golo de Maicon em fora de jogo). Pois é, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. Lances duvidosos quando o benfica é beneficiado é melhor não falar de arbitragens, quando são os outros, liga-se o sistema de rega e apaga-se a luz.
    Eduardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que escrevi sobre isso... a roubalheira foi tanta e mais uma vez manipulada, que tive de escrever... o golo do Maicon foi apenas o lance mais polemizado por interesses invios desta mesma fdp de Sporttv e seus sequazes..

      Eliminar
    2. Como és do FCP lembro-te. Expulsão perdoada a Álvaro Pereira por entrada em tackle de frente sobre Maxi Pereira, na 1ª parte. Expulsão perdoada a Djalma no inicio da 2ª parte por entrada a matar sobre Gaitan, ele que já tinha um amarelo. Expulsão de Emerson por duas faltas em todo o jogo, a 2ª das quais não oferecia perigo pois Maxi estava de frente do jogador do FCP (comparar com os lances anteriores de Djalma, e foram vários sem sanção), ainda na 1ª parte falta assinalada ao ataque do Benfica após roubo legal de bola ao Moutinho, na 2ª parte contudo o FCP marcou o 2º golo após recuperar a bola em falta sobre Witsel e quando devia estar a jogar com 10 por expulsão de Djalma... a seguir Proença expulsa o Emerson como já referi ...

      Quando quiseres falar de arbitragens, tens de te documentar melhor e não acreditares me 1ªs páginas de jornais ...

      Eliminar
    3. Se vamos por ai, que me dizes da falta sobre o Aimar no lance do 2.º golo do benfica?
      Eduardo

      Eliminar
  7. Eagle,

    Excelente post, e de facto a arbitragem não influenciou o resultado final da eliminatória. Contudo, é um facto que a Comunicação Social manipula, e tenta retirar o devido mérito ao Benfica, quer neste jogo, quer noutros jogos.

    E poderemos mesmo recordar o jornal A Bola, e as capas respectivas daquele jornal apos jogos com casos, e isto no passado recente, e é recorrente A Bola lesar e prejudicar o bom nome do Benfica, assim, recordo capas respectivas :

    Março de 2012 Benfica 2 Porto 3 "FORA DE JOGO"!

    Abril de 2013 Benfica 2 Sporting 0 "OBRA DE ARTE DE GAITAN"!

    10 Novembro de 2013 Benfica 4 Sporting 3 "ESPLENDOR NA LUZ"!

    Como podem atentar, capas vergonhosas e que sobretudo visam lesar e prejudicar deliberadamente o Benfica com títulos inquinados e "inclinados"..

    Alexandre O´Neill

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que interessa as 1ªs páginas se nas interiores malham em tudo que é Benfica?

      Se reparares, falei neste texto em especial das televisões.. mas acho que não percebeste ...

      Quanto ao titulo que recuperas do "fora de jogo", se fores honesto escreves aqui o resto dos destaques da BOLA ao lado e por baixo desse titulo, ok? Branqueamento total dos erros do Proença, não concordas?

      Eliminar
    2. Quanto ao titulo do golo do Gaitan, não acompanhas o que escrevo por aqui... nesse jogo houve mais do mesmo: O Benfica a jogar e ganhar bem e o SCP a lamuriar-se, pela televisão, de supostos erros dos árbitros, naquilo que ficou conhecido como Liga Capela, mas não Liga Hugo Miguel...

      Tenho o jogo gravado na box, por isso quando quiseres, e se és cá de cima, posso convidar-te a vires cá ver comigo e apontares os erros a favor do SCP, que eu aponto os erros a favor do Benfica, os tais que nunca ninguém quer falar...

      Eliminar
  8. Luiz Sousa - Portista13 novembro, 2013 09:50

    O Inchadito do presidente do sporting queria fazer o mesmo papel ridiculo no Dragao...teve azar, levou 3 e nem sequer miou pois não havia nada por onde pegar! Depois do que fez ao arbitro e das palavras que disse ainda fica mais ridiculo, tendo em atenção o ultimo paragrafo do comunicado do sporting depois do jogo contra o FCP em que dizia que saber ganhar e saber perder é algo que se tem que aprender... o rasteirinho deste Inchadito é como os peixes, morre pela boca 15 dias depois!!

    Aqui pode tem razao na mao do Andre Almeida...os comentarios e post que vejo neste blogue e noutros benfiquistas dizem que é criterio e por isso "passa"!! Não foi isso que eu li em tantos casos bem menos evidentes (o Jogador tinha o braço bem afastado do corpo) quando sao jogadores do FCP a levar com uma bola no braço (o ano passado o Alex Sandro apenas protegeu o peito e cara e eu só via comentarios de roubo descarado...)
    Enfim, pelo menos sejam coerentes e assumam que foi penalty e já agora porque nao dizem tb:o arbitro, socio do slb fez de proposito para que o benfica nao ficasse me risco e a época terminasse...!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só posso comentar o 2º parágrafo...

      Na época passada não foi apenas o Alex Santos no jogo de Braga, como sabes.. foi em mais duas ocasiões pelo Otamendi e Danilo: contra o Moreirense, Danilo (vitória 1-0 mas penalty de Danilo não assinalado com 0-0) e na 1ª jornada em Barcelos, Otamendi, com 0-0 ... mas claro, a Sporttv (e o JOGO) deu uma ajuda e vocês ficaram a falar de 1 penalty a vosso favor (existente) na parte final do jogo....

      Há outro lance do Danilo, mas como não recordo de momento, não falo...

      Não há comparações entre as jogadas de Andebol dos jogadores do FCP e as do Benfica. Porque as do FCP são repetitivas e não é por acaso que vais buscar 1 exemplo desta época, para tentares "limpar" os muitos exemplos da época passada a favor do FCP. Neste caso, e de acordo com algumas opiniões, o lance do Ivan Cavaleiro no final, que dá o empate ao SCP não existe. Se não existe, o SCP perdia nos 90 mn e não havia lance do André Almeida... Correcto?

      Quanto ao lance do Ivan, podes pegar no Guimarães - FCP e arranjares um lance, um ÚNICO lance, em que o teu FCP foi penalizado com uma falta semelhante. Consegues arranjar? Se não conseguires, dou-te os últimos 10 anos de campeonato... a ver se chegamos a algum lado...

      Eliminar

  9. O Leão, as chuteiras e a merda do nosso futebol

    Nunca percebi muito bem que raio de mal te fizemos, futebol português. Sinceramente. Não sei se foi por usarmos Portugal a seguir ao Sporting Clube, mas não acredito que seja por aí, pois basta atentar no nosso palmarés para percebermos o que temos feito pelo nome deste país nas mais diversas modalidades. Não sei se é por termos escolhido a cor verde, o que também seria estranho dadas as cores da nossa bandeira. Não sei se é por termos formado dois jogadores eleitos «melhor do mundo», que te servem de bandeira quando te dá jeito. Não sei se é por, com a nossa constante aposta na formação, evitarmos que a nossa selecção esteja ao nível de uma Finlândia. Não sei, não sei mesmo. Mas que me faz muita confusão, lá isso faz.

    Sabes, na minha ingenuidade de criança, estava tudo bem. Fazia das derrotas um drama pessoal, tentando recuperar das mesmas no alcatrão da minha rua. O ser melhor do que os outros em campos onde as balizas eram cubos de pedra e fazê-lo dizendo ser os jogadores do meu clube, com a verde e branca vestida, amenizava a dor. Foi, por isso, chocante, passar a perceber algumas coisas. Cresci na década de 80, estás a ver, aquela onde se abriu caminho à afirmação de um clube do norte que trouxe um novo paradigma: para se ganhar, vale tudo. Do mais rasteiro e nojento, leia-se. O que ia vendo, à medida que crescia, atraiçoava o meu conceito de futebol. E obrigava-me a fazer um esforço, para acreditar que esse mesmo futebol pode ser aquele que se nos cola à pele em férias de verão passadas aos pontapés na bola. Em domingos de manhã em que se jogavam dérbis entre pracetas. Em horas passadas a uma máquina de escrever, transportando para o papel de um arcaico jornal de rua as emoções que vivia com os meus amigos.

    Sei que isto vai parecer-te estranho, mas, por mais que tentes e continues a tentar, esse continua a ser o meu conceito de futebol. Sem fruta, sem túneis, sem um patético árbitro de bigode a fugir de uma equipa inteira, sem a complacência de uma federação que permite a não convocatória para o mundial daquele que era o nosso capitão para, logo a seguir, lhe abrir as portas de um rival, sem respeito pelos jogadores made in Portugal, sem paineleiros escolhidos a dedo, sem capas de jornais nojentas, ofensivas e mentirosas, sempre com o mesmo alvo. Acredito que, a esta altura do texto, já consigas antecipar o que vou dizer-te, certo? Isso mesmo, não podia ter escolhido melhor clube do que o Sporting Clube de Portugal! O tal que, nos últimos trinta anos, tem sido tão mal tratado e tão desrespeitado pelo país que, orgulhosamente, carrega no nome.

    «E porque razão decidiste escrever-me?», perguntas tu, com essa hipocrisia tão tua. Olha, meu triste futebol português, decidi escrever-te porque, no sábado à noite, assisti a mais um episódio que, ao contrário do que defende uma determinada personagem do teu elenco, te torna sujinho, sujinho. Mas o pior estava reservado para os dias seguintes. Então não é que se dá um verdadeiro levantamento nacional, apontando-nos o dedo por estarmos indignados? Então não é que nos dizem para ficarmos calados, porque foi um grande jogo e até fica mal falar de arbitragem (custa-vos pensar no 5-3 e não ver o campo inclinado por terceiros, não custa?). Sim, a hipocrisia atingiu o seu ponto de rebuçado. O problema é que o recheio tem um sabor tão bafiento, que qualquer Leão que se preze o cospe imediatamente.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema dos leões é apenas um: falta de fair-play. Vai daí invocam uma cabala nacional contra eles, apoiam-se nas imagens escolhidas a dedo pelos que defendem as cores leoninas na comunicação social, vêem repetições e mais repetições, ampliam, vêem de vários ângulos, escutam comentários de painelistas e paineleiros escolhidos a dedo, que dizem "ah, sim, parece-nos que foi contacto" e concluem que o árbitro, esse tal que não viu as dezenas de repetições que são cuidadosamente servidas nos programas dos "trios" (para quem ainda não percebeu para que servem), afinal "errou"..

      São todos contra o leão pois claro... Porque o leão não tem opinião sobre o fora de jogo assinalado ao Sílvio, aos 50 mn com 3-1, um lance em que ao contrário de outros, não foi dado o beneficio da duvida ao atacante, atacante que por sua vez até poderia estar mesmo em jogo aprestando-se para fazer um cruzamento perigoso para um Cardozo sem marcação. O leão não tem opinião sobre o tal lance que dá o 3º golo ao SCP. Falta de Ivan? Se o árbitro marcou, é porque foi... o problema só surge quando o árbitro não marca aquilo que o SCP queria que fosse marcado! Aí, o árbitro já não tem direito a ter opinião... devia marcar e mais nada...

      E porque o leão não tem opinião? Porque os lances que mencionei, apenas dois, não são colocados de vários ângulos e muitas repetições para que todos percebam que afinal, o Benfica foi prejudicado em lances com interferência no resultado...

      Todos contra o leão? Francamente.. vejam se se curam dessa mania de grandezas.. ao futebol português faz falta sim, um SCP de gente sensata e desportista....

      Eliminar
  10. Tudo isto tem uma explicação, obviamente que tem: o objectivo de transformar-te num futebol disputado a dois. Um azul e um vermelho. E, face a esse objectivo, é um tremendo aborrecimento ter os gajos de verde vivos, entusiasmados e com uma perspectiva de futuro que, para gáudio das gentes que chafurdam na merda que és, ó futebol português, andava arredada do universo leonino. Pior, é um aborrecimento os gajos de verde terem percebido, de uma vez por todas, que estar próximo dos azuis é viver com uma faca espetada nas costas. Estratégia seguinte? Alimentar a ideia de que, nesta nova era, seria fantástica uma reaproximação entre Sporting e Benfica e que dessa reaproximação ficaria o futebol português a ganhar.

    Lá está. Ficaria o futebol português a ganhar. Como ficou, no sábado, onde passou quem se queria que passasse. É assim que funcionas, triste futebol português. Importa lá que o árbitro, adepto confesso dos vermelhos, tenha sido uma terceira e forçada escolha. Importa lá que tenham existido dos penaltis, claros, por marcar. Importa lá crucificar o guarda-redes da selecção, a quatro dias de um jogo decisivo, para encapotar a vergonha que se viu (já agora, esse lance nasce de um lançamento mal executado. Sim, sei, tenho que calar-me e dizer «que grande jogo que foi!»). Importa lá que o tal treinador do «limpinho, limpinho», tenha voltado a tentar arranjar merda no final do jogo, procurando pegar-se com o médico do Sporting. Tal como não importou, por exemplo, que esse mesmo clube, a quem, supostamente, devemos juntar-nos, tenha tido o orgulho de exibir uma tacinha de cerveja conquistada da forma que todos sabemos.
    Como facilmente perceberás, futebol português, não há margem para reaproximações, muito menos quando isso apenas vem potenciar a vontade dos que vestem de vermelho: conseguir ocupar o lugar nos bastidores que, na maioria das vezes, continua a ser ocupado pelos que vestem de azul.

    A tudo isto, meu pestilento futebol português, respondo-te com as imagens dos milhares de Leões que, nesta mesma noite inclinada de sábado, deram uma prova inequívoca da sua força. Para mal dos teus pecados, meu merdas, o chavão «o Sporting está de volta!», deixou de ser claim de uma direcção se rumo para o clube. Nós estamos mesmo de volta, futebol português! E, imagina tu, o espírito que se vive entre nós, Leões, do presidente ao adepto em missão na Gronelândia, como que nos transporta para aquela década em que cresci. Para aquela década em que, enquanto tu ias ficando cada vez mais nojento, o nosso presidente, João Rocha, comprava, do seu bolso, pitons para as chuteiras dos jogadores e, ele mesmo, ajudava a apertá-las na sola das chuteiras. É, futebol português, voltámos a ter pitons próprios para jogar no lodaçal em que te transformaste. E isso está a deixar-te doente, não está?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um copy/paste do Comando C lol... Quero ver um testamento deste (e bem escrito por sinal) do proxima vez que o zbordem for beneficiado, e sabem muito que ao longo da epoca o vai ser e mais que uma vez... Fico a aguardar... ;)

      SG

      Carlos Marques

      Eliminar
    2. Não leste nada do que eu escrevi.. é pena... adeptos como tu sofrem de claustrofobia leonina ...

      Felizmente aqui em cima, onde moro, na 2ª feira pude conversar com dois adeptos do SCP que, um deu-me os parabéns e disse que não liga às televisões e jornais, outro reconheceu que o SCP jogou bem e teve azar com o erro do Patrício... tal e qual...

      Há adeptos do SCP que percebem que na época passada ficaram em 7º lugar, ou seja, para além de FCP e Benfica, houve mais 4 equipas à sua frente... coisa que pelos vistos, alguns adeptos do SCP lhes custa a perceber ....

      E assim vivem de Capelas e Duartes, sem saber que o Hugo Miguel qe roubou 1 penalty com mais de 2 metros de altura em Alvalade, é adepto do SCP.. porquê? Porque eles não confessam no facebook, apenas dizem aos amigos... sortilégios desta comunicação social...

      Eliminar
  11. Excelente post!

    Finalmente alguém lembra esse caso da perigosa jogada de contra ataque do Benfica parada aos 5 mn para marcar uma falta contra o FCP!

    Roubo escandaloso e a melhor prova de como teríamos triunfado nesse jogo, como em todos os outros, não fosse a vergonha habitual da arbitragem!!!

    E sempre a quererem esconder estas realidades indesmentíveis com títulos de jornais que nos manipulam!

    Alguém deve denunciar isto!

    Pergunto-me porque não faz o Benfica um comunicado a recordar esta jogada em que fomos escandalosamente roubados por este árbitro!!

    BASTA!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, infelizmente o Benfica somos nós e nada mais. Nós, a história e as equipas que nos representam.. a Direcção do Benfica tem outros objectivos, e desde há muitos anos... Transformar o BENFICA no Besfica ...

      Nesse jogo, foi o FCP que fez um comunicado a dizer que houve 15 erros do árbitro. E tiveram o desplante de falar desse lance como uma "falta inexistente", quando o Aimar acabou por levar cartão amarelo por ter protestado (2 em 1, ajudou o FCP e condicionou o nosso organizador de jogo). Que fez a Direcção do Benfica? Nada! O Sr.º Vieira, o tal homem que reconhece já ter sido homem de confiança de Pinto da Costa, em tempos, afirmou que "só falaremos depois do jogo da Taça para evitar aquecer o ambiente" ...

      Veio o jogo da Taça e fomos incrivelmente roubados... meu Deus, o que é que esta gente do SCP sabe de roubos de arbitragem? Saviola agarrado por Sapunaru quando estava isolado na direcção da baliza, com 0-0, falta e expulsão por assinalar, e nada do Xistra. Depois vimos há dias, um jogador do Braga ser expulso por derrubar um jogador do SCP a mais de 30 m da baliza e dizemos que "sim, o árbitro esteve correcto". E esteve. Atrás é que não esteve e ninguém quis saber. Porque era a favor do Benfica. O FCP com 10 nunca ganhava ao Benfica, mas pelo contrário, com esse lance galvanizaram-se porque perceberam que o árbitro estava do lado deles. Já com 0-1 o Cebola dá uma trouxada no Maxi e não leva o competente 2º amarelo. Depois marcam o 2-0 quase 2 metros em fora de jogo, quando nessa mesma 2ª parte, o Cardozo tinha sido impedido por 3 vezes de se isolar, devido a foras de jogo inexistentes...

      Mas estes adeptos do SCP sabem o que é ser roubado? Eles vêem é muita televisão...

      Eliminar
    2. Ainda bem que não sou sportinguista. Mas também não sou benfiquista. Sou portista, mas não sou doente. Sei ver que o Porto é beneficiado em alguns jogos, mas também sei ver que o Benfica também o é. No ultimo campeonato ganho pelo Benfica, apesar de jogar um futebol que dava prazer ver, foi, também por isso, muito beneficiado. Agora não é por ter sido que eu digo que não mereceu ganhar. Mereceu. `´E pena que a maioria dos Benfiquistas não consigam ver mérito nenhum nas Vitórias do Porto ou de outro Club qualquer. Só as do Benfica é que são Grandes vitórias, contra tudo e contra todos. Se uma pessoa independente (talvez de Marte ou de outro planeta qualquer, porque terreno pode ter tendências) chegar ao fim do campeonato e analisar os favorecimentos ou os lances prejudiciais dos 2 ou 3 grandes irá verificar, que mais lance, menos lance, foram todos, mas todos beneficiados em alguns pontos)
      Eduardo

      Eliminar
    3. Luiz Sousa - Portista13 novembro, 2013 18:07

      Concordo com o Eduardo...

      Respondendo à resposta do eagle01 ao meu comentario acima.

      Claro que a bola vai à mão ou ao braço... mas não é a intencionalidade que deve ser analisada e punida? Ou será que o facto de mesmo num movimento natural do braço (ficando mais afastado do corpo), não intencional, este impedir a bola de seguir na direção da baliza ou de jogada perigosa tb deve ser assinalado penalty?

      O ano passado o FCP teve varios lances em que manifestamente o movimento foi natural (claro que uns olhos benfiquista dirao que foi de proposito) e em alguns foram assinalados penalty e noutros não.
      Recordo o escandalo que fizeram os benfiquistas e a Com Social por não ser assinalado penalty quando uma vez o Rolando a deslizar num relvado molhado, sem olhar para a bola e esta lhe bater no braço junto ao chão... ele tinha intenção de cortar a bola? Não...entao, na minha opiniao, não se marca penalty!
      Defendo isso para FCP ou slb ou qq outro jogador

      Recordo tb que numa época os jogadores do slb tinham o truque de chegar junto à area e mandar a bola contra o braço dos defesas (não era passe nem nada...era mesmo tiro ao corpo a ver se batia no braço) e muitas vezes sacarem penalties...
      Se não há um movimento em função da direção da bola para a impedir de passar não deveria ser considerado. Mas volto a perguntar: e se por causa disso a bola não entra na baliza, já se marca?
      Não sei...mas se me quiserem esclarecer agradeço

      Eliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking