Meias rotas?
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 29 de abril de 2013

Meias rotas?

 ●  + 14 comentários  ● 


Portugal 28 de Abril de 2013

Infelizmente a viagem à Turquia não correu bem e perdemos pela 1ª vez nesta Liga Europa. Ao cabo do 7º jogo na fase a eliminar, perdemos. E perdemos por 1-0 um dos piores resultados que nos podia ter acontecido, dando crédito à estatística.
Efectivamente desde a época 84/85 que não damos a volta a uma eliminatória, na qualidade de visitados, com derrota na 1ª mão por 1-0. A comunicação social não referiu, mas na qualidade de visitantes sim, conseguimos na época de 1999/2000. Depois de perdermos na Luz por 1-0 (“frango” de Encke), fomos à Roménia vencer o Dínamo de Bucareste por 2-0 (golos de Maniche e Chano). E com isso fomos a 1ª equipa portuguesa a conseguir eliminar um adversário, depois de derrotados em casa na 1ª mão.
Voltando ao jogo, parece-me que estamos a pagar o preço de estarmos envolvidos em várias frentes desportivas. O nível de desgaste físico e essencialmente mental, é muito forte. E o dos adversários não! Tanto Fenerbahce como Chelsea apenas lutam pelos lugares da Champions, tarefa que lhes está mais ou menos facilitada. Pelo que se podem concentrar mais na Liga Europa.
Esta questão do desgaste só encontra excepção no Bayern de Munique. O Borussia de Dortmund está como os nossos adversários da Liga Europa. O Barcelona e Real Madrid, mais os catalães, também lutam ou lutavam por 3 objectivos. Parece que a final está mais ou menos emparelhada, depois dos resultados da 1ª mão.
Posto isto, o que mais se pode dizer? A táctica do jogo para mim foi a correcta: 4-2-3-1. Devido à rotação de plantel, castigos e lesões, jogou Aimar na posição 8 e André Gomes na 6, um apoiando o avançado com o toque de criatividade que sempre espera dele, o “menino” colaborando na difícil tarefa de recuperar a bola e colocá-la jogável nos processos ofensivos.
Terá faltado apenas algum toque de qualidade ao futebol de Aimar, na medida em que fomos pouco acutilantes no ataque, na 1ª parte. Terá faltado também alguma qualidade defensiva aos nossos defesas laterais. Mas esta é uma velha questão que não se pode colocar de modo simples e linear, pois foi com estes dois defesas que chegamos a uma fase tão adiantada da prova. É verdade que também chegamos com o Emerson (mais defensivo) aos quartos de final da Champions. Mas bem sabemos como é difícil a um treinador optar por defesas laterais mais tácticos. E Emerson acabou por pagar – estupidamente - por isso.
Sobre a derrota, é lamentável que a comunicação social mantenha a mesma cretinice no abordar das bolas nos ferros, como tinha demonstrado na manipulação dos supostos erros de arbitragem do jogo com o SCP. Falaram muito da “sorte” do Benfica nesses lances, mas esqueceram de referir que o golo dos turcos nasceu de um canto que era um pontapé de baliza a favor do Benfica!
Claro que também podemos interpretar isto, não como uma forma cretina de ver o futebol, mas uma forma de “propagandear” este “futebolês” no qual os erros de arbitragem contra o Benfica não podem ser destacados! A favor, mesmo que suportados com repetições e ampliações de imagens que o árbitro não tem em campo, sim, aí sim, tem que se dar destaque. Muito destaque! Tudo funciona numa lógica de condicionar árbitros e observadores, e esta cretinice é a que melhor serve os interesses do “sistema” do “futebolês”.
E por isso quando FCP ou SCP são beneficiados por erros de arbitragens, nunca há “polémica” (o tal adjectivo que o jornalista “cola” na noticia, como quer e para quem quer, ou lhe mandam). Ainda ontem o FCP teve mais um penalty inexistente a favor, com 0-0 (do mesmo árbitro que em Coimbra assinalou 2 inexistentes contra o Benfica) e teve mais um penalty perdoado contra (reveja-se a posição do árbitro – de frente para o lance, perfeita leitura do mesmo), na altura em que ganhava apenas por 1-0. Que lemos hoje na cretina comunicação social acerca disso? Nada! Nada vezes nada. Prejudicar os adversários do FCP é uma forma de fazer futebol tão natural como o ar que respiramos. É essa a mensagem que a comunicação social quer que seja consumida pelo adepto, dirigentes, árbitros, etc., todos!
Voltando à meia-final da Liga Europa. Temos um desafio muito complicado pela frente, mesmo com 3 jogadores adversários impedidos (nós temos um, para já). O Fenerbahce apenas jogou uma vez fora, na 2ª mão. Foi contra a Lázio. E empatou a 1 golo! Nas duas outras eliminatórias jogou sempre fora na 1ª mão. Num caso empatou 0-0 no BATE Borisov, no outro venceu 1-0 no Vitoria Plekzen (que eliminara antes o Nápoles com agregado de 7-0!).
Jesus já bateu tantos recordes no Benfica. Espero que bata mais um e se torne no primeiro treinador, no intervalo de 28 anos, a vencer uma eliminatória europeia depois de ter perdido na 1ª mão por 1-0. Mas vai ser difícil...

14 comentários blogger

  1. Já agora, bem podes referir que nós não podemos dar tudo nesta prova porque andam a dar "mãozinhas" ao Porto... Em contraste com o ano do vilas boas, onde o Benfica foi empurrado para baixo e eles puderam fazer tudo.

    O campeonato devia estar resolvido, o Benfica ia à madeira cumprir calendário e ia dar tudo na liga europa.

    Assim sendo, deixo aqui os parabéns aos verdadeiros campeões portugueses: o Benfica. Se por acaso ganharmos na liga corrupta, melhor. Se não, por favor não se esqueçam disto porque temos uma equipa do caraças, uma equipa de campeões e só não temos a taça da liga porque fomos roubados em Braga... pois... fantástico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Se tivessemos gente que nos defendesse e conseguisse por em respeito a arbitragem, o FCP já tinha levado uns quantos penaltys e a estas horas estavamos a gerir o polantel. E assim não sei. Até o Vitor Pereira pediu ao árbitro Mota que estivesse num dia sim. Meu Deus ao que chegamos ...

      Eliminar
    2. Nem mais.

      Embora eu ache que a política de silêncio tem funcionado mas acho incrível como o Benfica com uma equipa que joga 20 vezes mais que os corruptos vai lutar até à última pelo título... o Porto com uma equipa que joga quase ao nível do Benfica (caso do vilas boas, embora acredite que sem aquele início a história era diferente) ganha o campeonato à vontade... Por isso é que o Benfica não pode dar tudo na europa. Já em 2009/2010 foi a mesma história... só jogámos 20 vezes mais que o Porto, 15 vezes mais que o Braga (que tinha de jogar em campos alargados para ganhar e tal) e só ganhámos o campeonato na última jornada... e fomos eliminados pelo Liverpool num ano em que tínhamos tudo para ir à final (e até ganhar) a liga europa...

      Eliminar
  2. Este jogo com o Fernerbache, fez-me recordar a eliminatória com o Olympiakos em 83-84.
    O Olympiakos, também teve bolas no poste, 2 creio e falhou um penalty! No final do jogo, os jogadores do Benfica, ficaram satisfeitos com o resultado, como quem diz, foi bom perder por um, na Luz damos a volta a isto!
    E é o vai acontecer 5ª feira, 3-0 e estamos a caminho de Amesterdão!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, já não me lembro desse jogo, mas obrigado pela recuperação.

      Pode ser que sim. Oxalá que sim ...

      Eliminar


  3. Pese todo o desgaste estou convicto que vamos à final.

    Quanto ao resto completamente de acordo.

    É preciso é hoje arrumar já uma questão para calar estes piadeiros que andam por aí a piar debaixo da asa do pinto corrupto.

    É a esses que temos que dar já a estocada para os arrumar de vez e depois o resto vê-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Hoje? Nâo sei .. uma semana a malhar na arbitragem do Benfica-SCP, a Direcção do Benfica ausente, a arbitragem sob fogo cerrado .... já tivemos aí os resultados: FCP perdoam-lhe mais um penalty contra, SCP marca outra vez em fora de jogo ... se a tendência logo se mantiver, logo somos prejudicados. Nada que não estejamos habituados ... NO fim vem o Sr.º Vieira e diz "temos de jogar mais" e lá vem mais uns milhões de jogadores que ele, os Bancos e os empresarios agradecem ...

      Eliminar
    2. Caro eagle01 a direcção não esteve ausente, deixo-lhe aqui o link http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=818224 do que Vieira disse no sábado na inauguração da casa do Benfica de Santo Tirso...a comunicação Social é que não lhe deu o destaque que dá ás palavras dos corruptos!!!

      Eliminar
  4. Apenas uma ressalva ao seu post Sr. Eagle01: " Terá faltado também alguma qualidade defensiva aos nossos defesas laterais. Mas esta é uma velha questão que não se pode colocar de modo simples e linear, pois foi com estes dois defesas que chegamos a uma fase tão adiantada da prova"

    O titular da lateral direita nos 6 jogos anteriores da Liga Europa não foi o Maxi, mas sim o André Almeida! E a nível defensivo nota-se bem a diferença.

    ResponderEliminar
  5. Julgo que estás errado, mas não vou contestar porque não tenho elementos aqui (é uma boa questão que vou analisar depois). De qualquer modo e porque André Almeida estava castigado, aqui está um bom exemplo de como fazemos bons resultados com defesas que defende melhor do que atacam. O que vem de encontro ao que defendi o ano passado acerca de Emerson.

    E vem questionar a apetência que no Benfica temos por defesas que ataquem muito, tipo Coentrão ... depois não chegamos a lado nenhum e caso esta derrota seja marcante, aqui temos o exemplo das equipas com defesas "atacantes"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não teria feito a ressalva não se não tivesse a certeza do que escrevo! Se fores ao site da liga Europa, poderás confirmar isso...desde já digo-te que o André Almeida tem 540 minutos disputados na competição (fui confirmar) o que dá 6 jogos x 90minutos.

      O ideal seria ter um lateral mais ofensivo e outro mais defensivo para cada uma das laterais, para de acordo com o adversário e competição se poder escolher. André Almeida foi uma boa solução arranjada pelo Jesus...só tenho pena que o Silvio que está emprestado ao Corunha pelo Atlético de Madrid não tenha vindo, seria também ele uma boa alternativa.

      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Se o dizes assim com tanta firmeza, acredito. Mas tenho de ver quanto jogaram Melgarejo e Maxi para podermos fazer uma análise mais segura e conclusiva. Eu até torço por defesas que defendem melhor do que atacam, e vinquei isso várias vezes aqui no Blogue o ano passado, em defesa de Emerson.

      Alguns não perceberam infelizmente.

      Talvez a melhor solução seja como sugeres, um defesa que ataque mais, e um que defenda melhor, em ambas as alas da defesa. Gera equilíbrios quer defensivos e ao mesmo tempo não prejudica o pendor ofensivo da equipa. Uns contrabalançam os outros, mesmo que em posições distintas do campo, há um movimento de conjunto que pode gerar melhor futebol.

      Cps

      Eliminar
  6. Justiça seja feita ao arbitro Manuel Mota, depois de todas as duvidas levantadas fez um trabalho bem razoavel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas,

      Eu por acaso deixei um comentário em que sugeri que o seu trabalho só poderia ser avaliado no final. Sei que os árbitros estão condicionados, mas há uns mais facínoras do que outros. E este Mota ainda não atingiu a bitola dos facínoras...

      Mas podia ter marcado outro penalty sobre Cardozo, porque existiu de facto ...

      Eliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares