'Eusébio é bom, mas teve azar de coincidir ao mesmo tempo que Pelé.'
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

'Eusébio é bom, mas teve azar de coincidir ao mesmo tempo que Pelé.'

Avatar
 ●  + 19 comentários  ● 
Já várias vezes que escrevi que não aprecio muito o Ronaldo, fora de campo. Mas dentro das 4 linhas, é sem dúvida dos melhores que já se viu.

Daí ter alguma dificuldade em compreender como a imprensa portuguesa, tão hábil que é a não noticiar factos reais como as Escutas do Apito Dourado ou o falso ano de fundação do FC Porto, dá eco a qualquer declaração que menospreza o valor de Cristiano Ronaldo relativamente a Leo Messi.

Desta vez as declarações vêm de Henrik Larsson a uma rádio com um nome que deixa poucas dúvidas de onde é. 
É como ler no jornal 'O Jogo' um entrevista a Artur Jorge, que declararia que 'Jorge Jesus é bom mas teve azar em coincidir com Vítor Pereira'.

Ronaldo já deu provas em 2 grandes clubes e na selecção. E o seu nível exibicional e qualitativo mantém-se, ou até mesmo subiu.

Quanto a Messi, basta sair do Barcelona para a selecção que...nada. 

Patriotismos foleiros não, mas já que censuram tantas notícias importantes, que tal não darem eco a estas entrevistas encomendadas pelo Barcelona? Não vos ficaria mal...

Perguntem aos verdadeiros apreciadores de futebol, os ingleses, quem é que preferiam. E estiveram lá os dois a jogar, Eusébio e Pelé.   

19 comentários blogger

  1. É o problema das mesmas ideias repetidas, acaba-se por acreditar nelas e deixar que orientem todos os juízos.

    O Ronaldo não é o primeiro a quem o fazem, não será o último.

    ResponderEliminar
  2. Tanto alarido por um sujeitando que nos faltou ao respeito em pleno Estádio da Luz...ainda por cima um blog benfiquista a falar duma pessoa que nunca esteve ligada ao clube.

    Filipe Pimenta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SE FOSSES HOMEM TINHAS UM NOME MAS NAO ES: CLUBISMOS A PARTE EU SOU BENFIQUISTA ATE NO INFERNO MAS SE O CR7 VOS FALTOU AO RESPEITO E PORQUE TAMBEM A MUITOS ADEPTOS ORDINARIOS QUE SO VAO AOS ESTADIOS PARA OFENDER OS JOGADORES E ELES TAMBEM SAO SERES HUMANOS EU COMO BENFIQUISTA E PORTUGUES E GOSTANDO MUITO DE FUTEBOL SO POSSO DIZER FORCA CR7 ES O MELHOR

      Eliminar
    2. Filipe, eu não sou nenhum fanático. E entre Ronaldo e Messi...no futebol jogado, no que cada um já provou, Ronaldo será sempre melhor.
      Se isso te incomoda...o presidente do Benfica na noite das eleições mandou alguns sócios do Benfica para o car....isso já é aceitável?

      Eliminar
  3. Sim, a vida particular de Ronaldo é uma vergonha... Onde já se viu ter muito dinheiro, carros e boas casas? Ele tinha era de ser humilde e ter uma casita modesta, um carrinho em segunda mão e distribuir a fortuna por todos os fãs o os que não gostam dele. Ele devia era ser um borgas e ter uma vida boémia e depois andar-se a arrastar dentro de camo. ele devia era vestir sempre roupas da feira ou em segunda mão em vez de andar por aí armado ao cágados com roupa de marca!! Doações a instituíções de caridade? Bah... Banal... Ele devia era dar o carcanhol aos fãs e não fãs...

    A vida que ronaldo leva é uma vergonha e um insulto para quem ganha pouco!! Ai Messi também ganhas milhões? Mae é um rapaz recado que concerteza tem uma casita, um carrinho em segunda mão e quiçá uma lambreta de 1960. O rapaz nem sai de casa!!! As grandes marcas bem tentam contratá-lo para fazer os anúncios mas o rapaz não quer porque a humildade é tal que acha que já recebe demais. Por falar em receber, segundo dizem, ele é tão mas tão humilde que até dá 90% do seu ordenado a várias instituíções de caridade. Há também quem diga que ele, ao contrário de Ronaldo, só vive para o futebol, de tal forma que já chegou a fazer uma directa onde esteve sempre a treinar os dribles, passe e remates, enquanto Ronaldo lá andava na sua vida boémia com umas cervejas nos queixos.

    ResponderEliminar
  4. messi na seleçao nada???LOOOOOOOOOOL mano vai atirar da ponte 25 d abril que percebes de futebol para caralho looooool

    ResponderEliminar
  5. Vai um texo um pouco grande:
    Infelizmente nos dias de hoje e de há uns anos a esta parte, criou-se esta coisa que não é mais que uma histeria em torno de qualquer desportista, que qualquer um que aparece é o melhor de todos os tempos, e na maior parte das vezes, isto é dito por gente demasiado nova, que nunca viu na vida jogar determinados jogadores ou atletas de qualquer modalidade, reduzindo as avaliações que fazem a uma questão de números.
    Entre estes que agora está na moda, pois todos os dias é noticias de ex jogadores, dirigentes e sei lá mais o quê, tudo opina sobre quem é quem, na minha modesta opinião CR é mais completo e Messi é mais decisivo, com a vantagem de jogar numa equipa melhor colectivamente, a melhor da actualidade, o que obviamente lhe facilita um pouco mais a vida, mas onde Messe é absolutamente decisivo, no rendimento ao nível de selecções, apesar de CR jogar numa selecção mais fraca que a Argentina o rendimento de ambos não difere muito, quando seria natural Messi, marcar uma maior diferença para CR7, sucede é que CR7 apesar de jogar numa selecção mais fraca, tem obtido muito mais sucesso que Messi, que na selecção não fez nada de relevante e CR7 tem uma final do Europeu, e uma semi-final e mais uma semi-final de um mundial, a meu ver gostar mais de um ou de outro, tem a ver mais com que tipo de jogador de futebol gostamos mais.
    Em relação a serem os melhores de sempre, Ronaldo, Zidane, Ronaldinho, CR7 e agora Messi foram todos apelidados dos melhores de sempre, assim como este Barcelona ser a melhor equipa de sempre, vou dar a minha opinião, nenhum dos que citei é o melhor de sempre, nem os jogadores nem o Barcelona.
    Em relação às equipas se for pelos números, várias equipas fizeram melhor que o Barcelona e na minha óptica jogando um futebol muito mais atractivo, a mim ver jogos do Barcelona faz-me sono. Colectivamente o Ajax de Cruyff era bem superior, assim como o Milão dos holandeses, individualmente, vi equipas com jogadores muito superiores a este Barcelona, ou seja com mais e melhores jogadores individualmente, o próprio Real Madrid de Raul, que ganhou igualmente 3 Taças dos Campeões em 5 anos.

    ResponderEliminar
  6. Quanto a jogadores o melhor que vi e que mais gostei apesar de ser muito novo, foi o magrinho Cruyff, era fenomenal a jogar e a liderar, coisa que nem CR7 nem Messi o são, aliás estão muito longe de o ser, nenhum é líder e que arraste uma equipa atrás deles, tal e qual como fez um dos maiores de sempre dentro dos relvados, que guiou uma selecção banal a campeã do mundo, e um clube do meio da tabela de Itália ao estrelato, Nápoles, falo de Maradona, que a meu ver era melhor que CR7 e que Messi, o pé esquerdo de Maradona foi o melhor pé tecnicamente falando que vi na vida, a bola viesse de que lado e forma viesse, chegava ao pé dele e ele acariciava de tal forma que ela ficava a sorrir, mesmo hoje com aquela barriga, aquele toque de bola é inconfundível, Platini uma vez disse a Zidane, aquilo que tu fazes com uma bola de futebol, ele faz isso com uma laranja, foi uma pena a falta de cabeça fora dos relvados, mas se alguem sequer tiver duvidas daquilo que afirmo, é só ver uma serie da Gazzeta Dello Sport de 10 DVD, com toda a historia de Maradona em Itália.
    Podia falar depois de fabulosos jogadores como Van Basten, Zico, o tão odiado Platini, Kevin Keegan, Beckenbauer, os nossos Chalana e Figo, Overath, outros que não vi jogar como Gento, Puskas, Di Stefano, Garrincha, Bobby Charlton, e o mago Pelé, que digam o que disserem foi um fabuloso jogador que fez coisas incríveis, um tal de George Best, Muller, Drº Socrates, Falcão, Júnior, um tal de Rivelino que disse ao pele o que tu gostavas era de ter um pé esquerdo como este, Antognoni, o fabuloso Conti de 1982, Sheva, Maldini, Savicevic, e outros que não me vêem à memoria agora, que considero uma tremenda injustiça dizer que estes são os melhores de sempre, não digo que muitos que falei fossem melhores, até porque coloquei jogadores dos quais gostava imenso Quanto a jogadores o melhor que vi e que mais gostei apesar de ser muito novo, foi o magrinho Cruyff, era fenomenal a jogar e a liderar, coisa que nem CR7 nem Messi o são, aliás estão muito longe de o ser, nenhum é líder e que arraste uma equipa atrás deles, tal e qual como fez um dos maiores de sempre dentro dos relvados, que guiou uma selecção banal a campeã do mundo, e um clube do meio da tabela de Itália ao estrelato, Nápoles, falo de Maradona, que a meu ver era melhor que CR7 e que Messi, o pé esquerdo de Maradona foi o melhor pé tecnicamente falando que vi na vida, a bola viesse de que lado e forma viesse, chegava ao pé dele e ele acariciava de tal forma que ela ficava a sorrir, mesmo hoje com aquela barriga, aquele toque de bola é inconfundível, Platini uma vez disse a Zidane, aquilo que tu fazes com uma bola de futebol, ele faz isso com uma laranja, foi uma pena a falta de cabeça fora dos relvados, mas se alguem sequer tiver duvidas daquilo que afirmo, é só ver uma serie da Gazzeta Dello Sport de 10 DVD, com toda a historia de Maradona em Itália.
    Podia falar depois de fabulosos jogadores como Van Basten, Zico, o tão odiado Platini, Kevin Keegan, Beckenbauer, os nossos Chalana e Figo, Overath, outros que não vi jogar como Gento, Puskas, Di Stefano, Garrincha, Bobby Charlton, e o mago Pelé, que digam o que disserem foi um fabuloso jogador que fez coisas incríveis, um tal de George Best, Muller, Drº Socrates, Falcão, Júnior, um tal de Rivelino que disse ao pele o que tu gostavas era de ter um pé esquerdo como este, Antognoni, o fabuloso Conti de 1982, Sheva, Maldini, Savicevic, e outros que não me vêem à memoria agora, que considero uma tremenda injustiça dizer que estes são os melhores de sempre, não digo que muitos que falei fossem melhores, até porque coloquei jogadores dos quais gostava imenso e não se eram não dos melhores de sempre, mas uma coisa vos digo deram mais prazer vê-los jogar quês o dão estes hoje em dia.
    e não se eram não dos melhores de sempre, mas uma coisa vos digo deram mais prazer vê-los jogar quês o dão estes hoje em dia.

    ResponderEliminar
  7. Depois tem um pormenor ou vários, que faz com que para mim tenham tido mais valor, as condições eram infinitamente piores, a recuperação física nada tem a ver com a de hoje, Eusébio, 7 operações àquele joelho, quantos jogos infiltrados, relvados todos empapados, campos pelados, equipamentos, bolas e botas pesados, o futebol era mais ofensivo, mas não da forma como as pessoas de hoje pensam, o famoso catenaccio, já vem desde os anos 60, ou seja as equipas italianas sempre souberam defender, não pensem que era tudo para a frente, os jogadores não tinham nenhuma protecção do que quer que seja, havia caceteiros inimagináveis no futebol de hoje, Stiles, Schwarzenbeck, Votgs, que fez a maior marcação individual a um jogador até aos dias de hoje na final de 1974 a Cruyff, só comparável àquelas que Gentile, fez em 1982, naquele que foi o melhor mundial que vi, a Zico e Maradona, pancada de todas as formas e feitios, camisolas rasgadas, etc. A década de 80, em Itália era um espectáculo, pois jogaram lá todos os melhores jogadores da época e em condições extremamente difíceis, como não existe hoje qualquer campeonato que se quer se aproxime em qualidade, com varias grandes equipas, onde as equipas só podiam ter 3 estrangeiros ao contraio de hoje, que como o nosso Benfica, joga sem um único português, o que faz com que as equipas fossem muito mais equilibradas, e só brilhava quem era realmente bom, por isso aquilo que fez Maradona daquele Nápoles é grandioso e o por isso ainda hoje e será sempre assim, será considerado um deus para eles, quanto ao futebol de hoje em dia, na minha modesta opinião é fraquíssimo, a qualidade geral dos jogadores fraquíssima, o poderio financeiro de certas equipas torna o equilíbrio que havia antigamente uma miragem nos dias de hoje, o que desnivelou totalmente o futebol entre ricos e pobres e não entre grandes clubes e pequenos clubes, o que faz com que muitas vezes um bom jogador numa equipa muito boa como por exemplo a do Barcelona, possa parecer muito melhor jogador do que aquilo que é verdadeiramente o seu valor individual, porque verdade vos digo Messi é um dos grandes, e mesmo assim para mim já vi melhor que ele, quanto aos restantes melhores que Xavi, Iniesta, quase todos os que falei são superiores
    Quanto a equipas o melhor que vi foram, Ajax, Holanda74, Milão, e para o fim aquela da qual ainda hoje sei os nomes de todos os jogadores, Brasil 1982, se puderem arranjar os jogos desse mundial e verem, apreciam bem a qualidade daquele futebol, não é há toa que mesmo sem ganhar o mundial muitos milhões de brasileiros a consideram a melhor de sempre do Brasil, discutível, mas de qualquer forma demonstrativo da sua incrível qualidade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Zé, muito mas mesmo muito obrigado por esta lição de ver futebol que nos dás a todos. Todos fossem capazes de ver bola como tu.
      Eu lembro-me de um bom jogador ser aquele que mantinha uma regularidade de boas exibições ao longo das épocas.
      Agora qualquer coxo que faça 2 ou 4 jogos melhores já é uma vedeta e já ninguém admite que esse jogador ainda tenha muito a provar.
      Sabes um jogador que nunca esqueci? Paolo Rossi!

      Eliminar
    2. Esse tipo o Paolo Rossi, deu-me um grande desgosto em 1982 ao marcar 3 golos ao Brasil e ainda marcou um 4 que foi anulado, foi a tarde da vida dele, e em 3 jogos decidiu o mundial, marcou 6 golos de enfiada, seguidinhos, mas atenção que a Italia tambem tinha uma grande selecção, com Scirea, Cabrini, Gentile, Antognoni, Conti, Rossi, Tardelli, Graziani, Altobelli, Bergomi novinho ainda, o veterano Zoff, Orialli, Colovatti, faltou-lhes o Bettega, um grande jogador

      Eliminar
    3. Foi exactamente esse jogo que me marcou. Essa selecção de Itália era fantástica. Aquele festejo do Tardelli ficou na história!
      O que prova que não faltam jogadores fantásticos, numa altura em que o nível dos melhores era bem melhor que agora.
      Com melhores condições, o nível actual dos jogos é mais baixo. É o que penso.

      Eliminar
  8. http://justicabenfiquista.blogspot.pt/2013/02/a-ditadura-das-transmissoes-televisivas.html

    ResponderEliminar
  9. Shadows tu queixas-te de patriotismo foleiros mas tu mesmo estás a fazer a mesma coisa...este patriotismo bacoco começa a chatear...agora um jogador para provar que é o melhor do mundo tem de sair da equipa que o formou e criou e fez o que ele é agora??? Então todos aqueles grandes jogadores que ficaram no mesmo clube desde que iniciaram a sua carreira não são tão bons como outros que saltam de clube em clube??? O que me chateia mais nos portugueses é que quando alguém opina acerca de quem é o melhor e tal se não é o Ronaldo ou o Mourinho não é patriota e o diabao a quatro...e sim o problema do Ronaldo foi que ele nasceu na mesma era do Messi...Para mim o Ronaldo com 28 anos tem mais 2 ou 3 anos para ganhar alguma bola de ouro, mas precisa de uma epoca muito má do Messi para isso acontecer...e ao contrario do Ronaldo, o Messi já não está lutar para ser o melhor do mundo, mas sim, para mim, o melhor de sempre e para isso basta, acho eu, vencer um campeonato do mundo, aí já está no top 3 e a lutar pelo 1 lugar...

    João Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João, o Messi nunca será o melhor de sempre. Por várias razões, algumas delas mencionadas atrás pelo Zé nos seus comentários.
      Mas por outra razão essencial: os grandes jogadores são-o sempre em qualquer lugar. O Ronaldo já provou isso.
      E cada vez mais lês opiniões de grandes jogadores do passado a defender também isso.

      Patriotismo foleiro é destacar coisas sem valor. Destacar o excelente futebol do Ronaldo não é ser foleiro, é ser justo.
      E não deixar que menosprezem isso para valorizar um jogador que provou até agora menos que o Ronaldo...não. Não contes comigo.

      Eliminar



  10. Tenho andado arredado e quero continuar mas abro esta excepção para te dizer que concordando com tudo o que dizes direi, porque penso que não viste. o mundial de 70 no México.

    O Brasil tinha, Carlos Albero, Gerson, Rivelino, Tostão Jairzinho e Pélé, entre outros.

    Essa foi a equipa que melhor vi praticar e então essa final com a Itália que o Brsil ganhou por 4-1 foi um sonho.

    Os melhores de sempre e por ordem para mim. Maradona, Eusébio, Pélé e Cruift.

    Maradona e Eusébio levaram equipas às costas enquanto Pélé e Cruift tinham também uma grande equipa a acompanhá-los.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conde não vi, era demasiado pequeno, e por isso não falei neles como não falei da Hungria de 54, mas esse Brasil tinha jogadores fenomenais. O Jairzinho foi o unico jogador até hoje a marcar em todos os jogos de uma fase final de um mundial
      No que diz respeito aos jogadores, a meu ver tem muito a ver com o tipo de jogador que gostamos de ver, eu gosto de jogadores como o Chalana, Figo, Conti, CR7 do Man United, Cruyff, Maradona, Zico, Van Basten, ja diferente, mas de uma elegancia e de uma classe notaveis,para mal dos nossos pecados pois foi ele que fez um passe fabuloso em Viena e impediu que tivesse concretizado o meu maior sonho enquanto benfiquista que era ver o Benfica ser campeão europeu, mas é um sacrilegio dizer que um deles é o melhor de sempre, devemos é aprecia-los, porque se for por numeros Pelé será toda a vida o numero 1, para além de toda a sua inegavel categoria, ganhou algo dificil de repetir 3 mundiais, sendo que em 2 deles foi a figura maior e num outro só jogou um jogo, lesionou-se e o maior foi o Garrincha, que se fosse nos dias de hoje não tinha jogado a final desse mundial por castigo

      Eliminar
  11. eu não tenho idade para ter visto tais jogadores, aqui mencionados, a jogar dado os meu 20 e poucos anos mas nessa discussão sobre Pele há algo que me deixa sempre na dúvida. Se nos dias de hoje se diz que não podemos avaliar o que um jogador brasileiro faz no campeonato do brasil (por varios factores, futebol lento, com mt espaço, fraco tacticamente, pouco intenso, etc) nessa altura era mais nivelado com a europa? é que se não era qual é a lógica do seu endeusamento? apenas pelos mundiais?

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares