Sobre rodas
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Sobre rodas

 ●  + 18 comentários  ● 
Talvez o Benfica deva repensar a estratégia para o Hóquei em Patins, modalidade que atinge níveis de corrupção dignas de fazer inveja à era dos 'Xitos' do Futebol. É que não faltam sequer proeminentes 'pintos'... O decisivo clássico de ontem é mais uma vez prova disso. Desde logo começou a jogar-se cedo com encomendas à la Tó Neves a meio da semana. Dizia a 'douta' figura que a «outra equipa tem sido bem apoiada», talvez para despistar os mais incautos que não sabem que Joaquim Pinto e Luís Peixoto têm selo de garantia azul e branco. Aliás, livre-se a dupla de arbitragem de não seguir o guião no Dragão Caixa. Caso tal 'calamidade' aconteça, a polícia e os stewards - escolhidos a dedo e coniventes - poderão desaparecer e deixá-la a par com a fúria popular.

Também o agendamento por parte do organismo foi o habitualmente apetecível, convenientemente poucas horas antes do futebol – é o habitual 2 em 1. São ‘pormenores’ e talvez se justifique a insistência, isto apesar da última vez vez que o Benfica lá se deslocou - para outro jogo decisivo - não ter podido sequer contar com o ringue à hora prevista - por «motivos de segurança» segundo constou, e com isso teve de esperar na camioneta dado que o Futebol jogava pouco depois e haviam muitos perigosos adeptos por perto.

No ringue do Dragão Caixa o Benfica jogou como nunca e perdeu como sempre. Apesar de várias vezes na frente no marcador, cedo se perceberam as habilidades em torno da gestão de faltas por parte de Joaquim Pinto e Luís Peixoto. O FCPorto por seu turno nem precisou de fazer uma exibição portentosa, bastando aos seus atletas caírem - nem sempre da forma mais ortodoxa - para que a dupla de arbitragem assentisse às pretensões dos atletas que contavam com o sintonizado bruar dos acéfalos nas bancadas. Foi uma sinfonia perfeita com uma 'envolvente fantástica', e apesar de não termos o 'previlégio' de ter o Porto Canal a fazer a transmissão, o branqueamento a cargo da RTP2 não ficou muito aquém das expectativas, não faltando sequer nos festejos dos golos do FCPorto fazerem-nos sentir que a equipa encarnada era estrangeira e de «terra de mouros».

No final todos ficaram felizes; propalou-se o «grande jogo de Hóquei em Patins». Os cabeçudos encarnados fizeram as delícias, não só contribuíram para sanar as depauperadas contas da modalidade do rival, como fizeram parte dos cânticos que a corja ladrava em uníssono, aos quais não faltaram os «olés». Estão habituados a vencer assim e não importam os meios. E cantou-se «campeões, campeões, nós somos campeões», não fosse a competitividade da modalidade estar reduzida a cinzas e muitos dos demais vassalos adversários serem para cumprir calendário.

Venha 2012/2013.

18 comentários blogger

  1. Subscrevo integralmente caro Bolandas!

    ResponderEliminar
  2. 100% de acordo.

    Nota: Orientem-se lá com a colocação das postadelas que a este ritmo um post de hoje de manhã já está desactualizado para se copmentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Conde de Vimioso tinha colocado essa questão em tempos. Tentamos organizar-nos da melhor forma possível, este post por exemplo saiu com uma diferença suficiente em relação ao último - 2 horas. Tentem também organizarem-se, na direita está o «NOVO GERAÇÃOBENFICA NO SEU EMAIL», subscrevam e serão notificados atempadamente cada vez que há um novo post.

      Eliminar
  3. E é assim que se perpetuam comportamentos e atitudes! Das principais modalidades amadoras, única que não tem playoffs - se calhar até dá jeito!

    Só tenho pena que como cidadão não possa decidir onde é aplicado o dinheiro dos meus impostos! A RTP não via um chavo!

    ResponderEliminar
  4. Deixem lá isso, não falem, o SLB é um clube Ècumenico...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que identificar a corrupção e combatê-la, mas tendo sempre presente que da mesma forma que o FCPorto não construiu a teia de influências dos últimos 30 anos só com base em guerrilhas, também não a conseguiremos desmantelar apenas e só com elas. O Hóquei está minado e precisa de uma revolução, e penso que há provas mais do que suficientes para se provar que não basta ter uma boa equipa porque os factores externos aparecem sempre nos momentos chave.

      Eliminar
  5. Vergonhosa a arbitragem ontem no hoquei. Assim é impossível ganhar áqueles cabeçudos!
    Viva o Benfica
    maria

    ResponderEliminar
  6. Com muita pena minha, pois cresci a ver hoquei no grande C.A.C.O., já desisti de acompanhar os jogos do campeonato de hoquei em patins. A modalidade mais corrupta em Portugal. Já estou farto dessa vergonha.
    Nem os jogos da selecção de hoquei, que outrora paravam o país, dão vontade de ver.
    Ter a certeza que por mais que os nossos jogadores lutem, há um sistema que não os vai deixar triunfar, tira completamente a vontade de acompanhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Shadows
      Ai que saudades me dá ao falares do C.A.C.O.
      A primeira vez que vi ao vivo um jogo de hoquei em Patins do nosso Glorioso foi em 1967, e estava eu na tropa no quartel dos Sapadores de Caminho de Ferro que fica paredes meias com o campo do CACO.
      Olha-me só quem vi jogar:
      RAMALHETE - CASIMIRO - GARRANCHO - JORGE VICENTE - LIVRAMENTO
      Simplesmente a nata do Hóquei em Portugal!!!

      Eliminar
    2. Grande Viriato,
      Um cinco fantástico!!! E tempos fantásticos esses...
      O meu pai levava-me a ver hoquei ao C.A.C.O. sempre que eles jogavam. O meu grande apreço pelo hoquei vem daí, do
      Clube Atlético de Campo de Ourique - C.A.C.O., que deu ao hoquei português alguns dos melhores praticantes que a modalidade já viu.
      E por lealdade a esse hoquei puro, duro, emocionante e justo é que me dá nojo assistir ao hoquei atual.
      Aliás não é por acaso que a nossa selecção não faz nada de jeito à anos. Dados viciados não produzem grandes atletas.
      Um grande viva ao C.A.C.O., um dos berços de ouro do nosso hoquei.

      Eliminar
  7. Águia Preocupada06 fevereiro, 2012 18:04

    Na realidade já cansa! Todos trabalham; todos gastam dinheiro, todos ambicionam... Mas no final ganha sempre o mesmo!
    Ontem, a arbitragem ardilosa, sabendo que os corruptos possuem jogadores exímios na marcação de livres e penaltis , nem teve que se preocupar muito para cumprir o que o papa determina. Bastou aproveitar as simulações sábias e oportunas dos seguidores do dono e missão cumprida!
    Quanto ao bailador Luís Baila foi igual a si próprio. Por momentos pensei estar a sintonizar o Porto Canal (que nem conheço) tal o entusiasmo e euforia que colocava ao relatar os golos dos corruptos. E fazia-o de tal maneira desabrida e descarada, que me levou a escrever ao Provedor. Não dá em nada, mas o bailarino vai pelo menos saber que é alvo de reclamação.
    A única solução para esta situação, era o Benfica fazer todos os jogos, mas recusar-se a jogar com os corruptos. No fim o resultado é o mesmo... ou não será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao porto canal, simplesmente pus-lhe um cadeado no meu plasma.

      Eliminar
    2. Eu também ia por aí Águia Preocupada, penso que o regulamento autoriza até 3 faltas de comparência, Dragão Caixa seria sempre fim-de-semana de descanso.

      Eliminar
  8. Boa tarde

    e que tal simplesmente abandonar a modalidade e deixa-los a ganhar titulos sozinhos.

    Será que não chega 11 anos seguidos de roubalheiras ?

    Luis Ferreira socio 15609

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não devemos sucumbir a estratégias podres, isso é o que eles querem. O Benfica é o clube que pratica esta modalidade há mais anos a nível mundial, ainda recentemente vencemos a CERS e Taça Continental (não da forma como gostaríamos), penso que isto de alguma forma é demonstrativo que o problema está nas benesses que concedem aos nossos adversários.

      Eliminar
  9. Anda o Benfica a fazer investimentos loucos nas modalidades para nada ganhar.

    Hoje as modalidades estão resumidas ao Benfica e aos corruptos. O Belenenses está em vias de extinção e os lagartos que só apostam no andebol penso que até aqui vão deixar de fazê-lo.

    Estou também convicto que essas equipas da Madeira e Açores, suportadas pelo orçamento das regiões levarão também o respectivo corte. O scorruptos tentarão a todo o custo manter-e, sem grande orçamento, que não precisam, pois basta-lhe apresentar-se em campo e a engrenagem se encarregará de os levar em ombros.

    Hoje falamos do hoquei, mas amanhã será do Basket e depois a segui do Andebol.

    Da parte da direcção Benfica nem um soluço se ouve, vemos os jogadores e treinadores falarem timidamente da acção dos árbitros.

    Será preciso muita coragem para na hora H fazer um ameaço de abandono?

    Sinceramente ouço falar muito em ecletismo mas farto-me de ver os nossos pavalilhões com meia duzia de assistentes.

    Para quê então tamanho investimento? Se nada ganhamos quanto até temos melhores equipas, que andamos lá a fazer?

    Para quê o ecletismo....

    ResponderEliminar
  10. É claro que esta situação não pode continuar. É necessário enfrentá-la de uma vez por todas; há que identificar, sem erro, a origem desta problemática e tomar medidas drásticas.

    Provávelmente acontece o mesmo que no futebol; Associações "colonizadas", recrutamento, formação e avaliação dos Árbitros sob controle, e "milícia" vigilante.

    Olhos nos olhos, há que dar um murro na mesa, exigindo responsabilidades, com argumentos dissuasores.

    Estude-se o assunto, identifiquem-se medidas e convoque-se uma Assembleia Geral para debate e tomada de posição.

    Quem cala consente.

    Tem a palavra a Direção.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares