O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Doping? Eles corriam...corriam tanto...tanto...mas como conseguiam?

 ●  22 comentários  ● 
Eles corriam....corriam muito...mesmo muito....O marcador do golo do empate o espelho da equipa. Era defesa direito, mas também interior direito e extremo direito. Ele descia e subia todo o flanco....atacava, sprintando. Recuperava a bola, sempre sprintando. Todo o jogo. Sem quebras. Ele e os outros 10 da equipa. Que Gallo... Eu assisti a tudo isto. A meu lado, um par de médicos que estranhavam, estranhavam muito mesmo, a forma como a equipa forasteira corria. Sempre a chegar primeiro à bola, sempre a ganhar as bolas divididas. Sempre a correrem os noventa minutos, sem quebra de ritmo. Mas a correrem e a rematar com pouca clarividência. Sempre. Mas muito. E então alguém verbalizou o que todos estavam a pensar: "estes tipos correm que se fartam...devem ter uma preparação especial". E então lembramo-nos do livro do ex-jogador Fernando Mendes. E como algumas equipas fazem para correr...correr mesmo muito... Claro que nós sabemos que o controlo anti doping é muito eficaz em Portugal. Afinal quase ninguém é apanhado...épocas inteiras com zero a um caso positivo. Só pode ser porque prima a verdade desportiva...só pode.... Porque em boa verdade vos digo...uma equipa que corre tanto...que chega sempre primeiro, disputa os primeiros lugares do campeonato...não está na metade baixa da classificação...só pode ser porque apenas correm muito de quando em vez.... P.S. Caros leitores, esta "estória" é mera ficção nascida num Domingo à noite....qualquer semelhança com algo que tenham visto ontem à noite é mera coincidência.

22 comentários blogger

  1. Paulo...do meu lugar pensei o mesmo e os meus habituais companheiros de bancada todos comentaram o mesmo. A comparação pode e deve se feita em toda a linha na próxima semana. Posturas do treinador, jogadores e presidente do Gil Vicente.

    ResponderEliminar
  2. Xangai vermelho23 janeiro, 2012 12:22

    Ridicula a tua afirmação, e mais espanto ainda é pública-la aqui! Chegaram primeiro á bola?? Pois, com falta de querer do benfica em fases do jogo...Se percebesses de um pouco de futebol e preparação de equipas deverias saber que depende de vários fatores, a força mental, o sistema de jogo utilizado, a condiçao da equipa, a concentração, o estado do relvado, etc...enfim uma data de coisas que desconheces! Vamos por partes, têem um treinador adepto do zporting, um presidente do FCP, jogadores alguns formados no FCP e equipas do norte...é normal sentirem-se motivados!
    Curioso mesmo é o discurso do presidente do Gil Vicente no final...

    ResponderEliminar
  3. Simplesmente o trabalho fisico no Benfica é inexistente ou mau.

    Só por uma equipa ter feito um jogo enorme, começar a entrar logo no campo do Doping é muito feio. Mas enfim é o país que temos. Pessoas que falam do Desporto de Alto-Rendimento, e que provavelmente numa exercicio fisico fizeram na vida.

    ResponderEliminar
  4. O Fiuza armado em pedinte na Luz para explicar o resultado,
    ficou em silencio na fossa das antas, apesar de prejudicado pela arbitragem(não expulsão de um porko) e saber que os porkos têm o orçamento mais elevado do campeonato.

    Que eles vinham bem preparados vinham. Vamos a ver no jogo proximo em Barcelos. Até o treinador já disse que com eles é sempre assim. Será? ou foi apenas para desactivar a bomba?

    ResponderEliminar
  5. Não costumo entrar muito por esse tipo de justificação. Mas na verdade, ontem a ver o jogo pela tv, dei comigo a pensar que o Maxi estava a cair de forma tal a facilidade com que ficava sempre para trás nos sprints.

    LG

    ResponderEliminar
  6. Na minha opinião, há que comparar o que será feito para a semana, e depois tiramos conclusões. é preciso ver que a motivação deles para nos defrontar não é a mesma do que contra equipas da parte inferior da tabela, nem as estratégias de jogo são as mesmas. eles fizeram realmente um grande jogo, muito bom este Gil. Veremos então para a semana como será. mas enquanto não tivermos respostas conclusivas e não analisarmos o próximo jogo, temos que dar mérito ao Gil e valorizar a nossa vitória. eles também fizeram um excelente jogo no dragão onde foram roubados descaradamente.
    Vitória sofrida,como iremos ter muitas mais neste campeonato

    ResponderEliminar
  7. Não entro por aí, os adversários do Benfica têm o seu valor e há que enaltecer isso.

    ResponderEliminar
  8. Todas as equipas ganham uma "força divina" quando jogam contra o benfica nao e so o Gil Vicente, fazem sempre o melhor jogo da epoca contra o benfica e o resto e conversa, agora quero ver se contra os Corruptos e contra os Girassóis jogam assim.

    ResponderEliminar
  9. É uma verdade que eles correram muito. Digo até que foi das equipas que mais vi correr até hoje. Nem em finais de campeonatos do mundo, Europa ou Champions eu vi equipas lutar tanto e estar tão bem fisicamente. Não sei se é doping mas pelo menos aqueles jogadores tinham uma motivação extra. Para a semana se conseguirem/quiserem fazer o mesmo podemos ficar com 4/5 pontos de vantagem dos corruptos. O problema é... Alguém acredita que o Gil volta a fazer um jogo como fez ontem na luz???

    ResponderEliminar
  10. Eu não digo que seja doping mas compreendo perfeitamente as dúvidas dado o histórico deste nosso campeonatozito...

    Mas a verdade é que contra nós correm sempre mais, lutam sempre mais, refilam sempre mais. Pq? Acho que todos sabemos pq...

    Este mesmo Gil Vicente irá jogar em breve com fcp e scp....cá estaremos para ver como se portarão. Acredito que se jogarem como ontem não perdem com os verdes...

    ResponderEliminar
  11. O livro que explica os bastidores do doping no futebol profissional chama-se "Jogo Sujo" e foi publicado pelo Fernando Mendes, internacional português, ex-jogador do Sporting, Benfica, Belenenses, Porto, Boavista,...

    Quanto ao leitor "Adepto" que dizer? Joguei futebol ao mais alto nível, fui internacional jovem por Portugal, sofri com os "sumos" que nos davam para aumentar o rendimento...com as injecções para os campos pelados enlameados e coisas quejandas...com 15 anitos...E faço desporto regularmente, corro a Maratona....Saudações benfiquistas

    ResponderEliminar
  12. O Pintor do relvado de alvalixo é que não deve andar muito longe da verdade.

    Equipamento exterior: AMARELO
    Equipamento interior: AMARELINHA

    penso eu de que....
    Na próxima jornada arrastam-se.....

    ResponderEliminar
  13. Catedral dos sonhos23 janeiro, 2012 18:03

    Digam-me uma substância dopante que seja rápida a sair do organismo??? È que sou muito leigo em relação a isso!

    ResponderEliminar
  14. Catedral dos sonhos,
    A análise à urina para detectar alguma substância dopante é uma treta.
    Se querem mesmo apanhar os dopados só com uma análise ao sangue.

    Havia quem no clube corrupto fosse ao controle vestido de gabardine...porque o mijo do bebé de uma qualquer creche de Contomil, ia debaixo do sovaco.

    Havia outro clube do norte, em que o mijo puro e bom, vinha de outra sala contígua àquela onde se estava a proceder à colheita, através de um tijolo falso...

    ...ando muito pela net....leio muitas coisas....

    ResponderEliminar
  15. Caro catedral:

    Hormonas de crescimento. Só muito recentemente se desenvolveu um método de deteção, julgo que ainda indisponível em Portugal.

    Não é detetável, nem na urina nem no sangue!

    Messi tomou hormonas de crescimento durante largos anos da sua juventude para tratamento médico.

    ResponderEliminar
  16. Como muito bem diz o Antóno Barreto, as hormonas de crescimento são um facto. E existem em Portugal.

    Também sabemos que os andrades em particular, e o norte em geral, têm estado à frente no "estudo" de substâncias dopantes, chegando a utilizar os júniores como cobaias, tal o descaramento. Basta ler os testemunhos nos livros de antigos jogadores.

    Também é amplamente conhecido a mania que Antero Henriques tem, sucedendo a outros do mesmo clube, de pagar dinheiro ao "staff" das equipas adversárias do Benfica. É um estratagema relativamente barato, que não dá muito nas vistas (ninguém que recebe dinheiro dá com a língua nos dentes) e que dá resultados palpáveis, desgastando o adversário directo (Benfica).

    Especialmente quando são equipas pequenas, como Feirense e Gil Vicente, cujos ordenados não são muito elevados.

    Vejam-se os comentários hoje do presidente do Feirense, Rodrigo Nunes, 6 dias antes do jogo já diz que quer pontuar contra o Benfica. O que é um facto é que nunca se ouvem estas coisas quando jogam contra o Porto. Não que não seja legítimo querer ganhar, mas o timing e a ânsia de o fazer estão bem patentes e a mim, que tenho ouvido musical, "soa-me a esturro".

    Dado o hábito e a altura ser estratégica - começo da 2ª volta, com eles a 2 pontos - quase que aposto que há dinheiro na próxima semana. Quaisquer 30.000€ chegam.

    E para não pensarem que estou a inventar, ou que lanço suspeitas infundadas, deixo um testemunho de alguém que viveu por perto uma situação semelhante:


    "Fui ver um jogo no norte de Portugal (Gil Vicente), com Duarte Gomes a apitar. Fui ao estádio apoiar. Até aqui tudo normal.
    O que tornou este jogo diferente é que ia rever um amigo de longa data, meu companheiro dos tempos de liceu, que trabalhava nesse clube. Ele que foi jogador e é grande benfiquista deu-me convites para ir assistir ao jogo. A mim e a um amigo.

    O facto de ver o homem festejar o golo caseiro junto à linha de forma efusiva fez-me confusão mas entendi pelo profissionalismo. 
O ar muito desapontado que mostrou após o jogo perto da garagem dos jogadores já me deixou intrigado. Afinal o clube onde trabalhava não tinha perdido e o Benfica conseguiu empatar perto do fim salvando um ponto.
 Contra este pensamento ele desabafou: "esse golo do Benfica fez com que os mil e tal euros que me calhavam fossem por água abaixo".
 Eu e o meu amigo admirados ainda comentámos: "bem, grande prémio de jogo que vocês tinham...".
    
Ele esclareceu: "FOI UMA ATENÇÃO QUE O CLUBE PRINCIPAL DA CIDADE INVICTA ENVIOU PARA DISTRIBUIR PELO GRUPO EM CASO DE VITÓRIA".

    Assim mesmo, sem rodeios e à frente de mais pessoas. Com naturalidade.
 Confirmei depois que é uma prática corrente, não me admira que este ano o Braga tenha aderido à moda dos seus grandes aliados. 
Por acaso o amigo que assistiu à cena nem é do Benfica e anda pela blogosfera".



    Eu gostava que pessoas sérias, benfiquistas ou não, que soubessem destas coisas o denunciassem.

    ResponderEliminar
  17. Catedral dos sonhos24 janeiro, 2012 09:58

    Manuel, acredito mais na tua "teoria" do suborno, aliás confirmo que é uma prática muito corrente em qualquer parte do país!
    Mas a questão é, o Benfica já não deveria estar preparado para isso?! Porque raio agora dizem que equipas como o Gil Vicente recorrem a doping? Não sabem sequer o que isso implica na vida de um profissional de futebol, e não estou a falar em sumos ou injeções para debelar lesões! Falo em alterações de foro de aumento de resistência fisica não se dissipam de um dia para o outro! Não se fazem controlos por consulta...

    ResponderEliminar
  18. Eu quero acreditar que num mercado "concorrencial" práticas monetárias de estímulo a equipas contrárias devem anular-se por práticas concorrentes equivalentes.

    Aquilo que me preocupa é a "saúde" desportiva e a verdade no caso de equipas e jogadores que correm sem parar....

    ResponderEliminar
  19. Desta vez não compraram nenhum jogador da equipa contrária? reformulo: desta vez não contrataram nenhum jogador da equipa contrária?

    Filipe Martins, um Portista em Lisboa

    ResponderEliminar
  20. Num mercado concorrencial, a corrupção é ilegal. Assim como o cartel (*) é prática ilegal nos países civilizados que obedecem e fazem cumprir as leis do mercado.

    Pagar a um concorrente para "lixar" a vida a outro, - "vender a pele" ou fazer "dumping" - é práctica corrupta e ilegal, seja em que país for. Só num país de gente medíocre e chico-esperta, que não consegue ganhar com "práticas" honestas (ganhar através da competência, por exemplo) como Portugal é, se pode ouvir ou ler alguém defender tais práticas.

    Já agora gostava de saber, e que me explicassem bem, que "práticas concorrentes equivalentes" são essas que anulam a corrupção? Significa fazer o mesmo?

    O Djanini que o Benfica comprou ao Leiria um mês antes do jogo (apenas e porque o Leiria precisava urgentemente de dinheiro para pagar dívidas antigas ao fisco e os ordenados dos jogadores) foi apenas o melhor jogador no Leiria-Benfica. Quase ia marcando.

    Já o jogador Atsu, o melhor jogador do Beira-Mar, foi impedido de jogar contra o seu clube, um dia antes do Porto-Beira-Mar, com a desculpa habitual de lesão, embora não fosse especificada o tipo de lesão. Apenas 4 dias depois já estava de novo curado pronto para jogar contra o 3º qualificado, o Braga, tendo sido o melhor jogador da sua equipa.

    Isto chama-se cartelização do campeonato. Corrupção ao mais alto nível. Que eu saiba, até agora nenhum jogador do Benfica foi ainda impedido de jogar contra o seu clube, com o qual tem contrato.

    Por aqui se prova que um andrade em Lisboa é igual a um andrade no Porto. A doença é a mesma. A localização geográfica das pedras debaixo das quais os bichos campeiam não muda a sua atitude desonesta, apenas as simpatias clubísticas o fazem.


    * CARTEL, Econ. Acordo limitado e temporário entre empresas de um dado sector a fim de obter ou defender uma posição dominante num dado mercado.
    (Em "Dicionário da Língua Portuguesa da Academia de Ciências").

    ResponderEliminar
  21. Bem não aceitaram o primeiro volto a insistir. Hormonas de crescimento destinadas a um jogo só???

    Pensei lá um bocadinho...

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking