O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. novogeracaobenfica@gmail.com


25 de outubro de 2011

Questões laterais...

 ●  5 comentários  ● 
Não gosto muito de discutir "tecnicidades" dos bastidores do futebol português. Não sei das manobras de bastidores, nem me debruço sobre elas e nem tão pouco tenho "inside informants". Apenas acompanho a opinião de especialistas na matéria. Vejo que existem muitos actores em redor do Sport Lisboa e Benfica e não observo que o clube tenha vantagens nisso! No mínimo, não encabeça futebol português. Nem no campo financeiro, nem no desportivo. Tenho a consciência perfeita que muito do que não temos ganho nos últimos 20 anos passou pelos bastidores, mas também pelo que não foi feito no planeamento desportivo! Atribuir os nossos insucessos só à gestão desportiva é erróneo, mas também é errado ilibar o que se passa nos corredores. E uma vez "rebolei-me" a rir quando um "BL" desta vida afirmou categoricamente que eu (e outros bloggers) tinhamos aspirações e uma agenda escondida em relação ao clube!

Serviu este parágrafo para introduzir daquilo que mais gosto: o futebol jogado. E de discutir políticas desportivas. Hoje à baila num jornal veio a pretensa ida ao mercado do SLB para adquirir um lateral esquerdo e um direito. Bom, os jornais valem o que valem! Mas muitas vezes valem mais do que pensamos (lá porque não nos agrada não quer dizer que seja falso). Olhando ao plantel o que observamos? À direita, existe um bom lateral direito de raiz e uma adaptação. Duas, se considerarmos Miguel Vítor. À esquerda, Emerson (que ainda não me convence) e Capdevilla, que não convence JJ. Ora perante tal cenário é perfeitamente admissível a necessidade de adquirir dois laterais, sobretudo se Cap pedir para sair. Agora pergunto eu: nos últimos 3 anos, quantos laterais direitos foram adquiridos? De repente, lembro-me de Patric, Wass e André Almeida (também médio). Para a esquerda, César Peixoto, Shaffer e Carole, para além de Emerson e Cap. Estamos a falar em 8 jogadores! Em apenas 3 anos... Como é que se adquire tantos jogadores para duas posições e vemos que o plantel continua necessitado? Quanto dinheiro foi gasto e continuamos debilitados? Porquê? Já descontando André Almeida, olhando só a Patric e Wass, como é possível termos contratado ambos, sem que nenhum tenha qualidade para envergar a nossa camisola? Porque contratámos Carole (sub 20 francês), se temos o lateral sub20 português e este ano ainda adquirimos mais dois laterais esquerdos? Já nem falo na hipótese de adquirir um terceiro.

Há que pedir um pouco mais de rigor. Não sei que é o responsável directo, mas LFV tem que se manter atento a isto. E não permitir o constante delapidar das finanças dos clube! O Benfica tem de ser mais rigoroso na hora de escolher os seus alvos. OK, temos realizado boas vendas, porém temos contratado muito lixo, temos adquirido jogadores com pouco critério e isso origina que hajam muitos jogadores com contrato com o SLB sem qualidade para tal e podem condicionar as opções por excesso de estrangeiros (Eduardo).

5 comentários blogger

  1. Ora aqui está uma questão pertinente, porque apesar de termos contratados tantos continuamos coxos nesses lugares.

    Agora, os que vêm o copo meio vazio, dirão que a questão é pertinente e a pergunta faz todo o sentido.

    Os que vêm o copo meio cheio dirão que; aqui del-Rei que está este blogue de novo a dizer mal do LFV.

    Mas a realidade é que estamos mesmo COXOS, naqueles dois flancos da defesa.

    ResponderEliminar
  2. Coxo (mental) é alguém que pensar que Miguel Vítor é alternativa e Emerson ou Capdevila não!

    ResponderEliminar
  3. De acordo!!!

    Mas...

    Emerson tb ainda n me convenceu a 100%, assim como Máxi quando chegou. Aliás, penso até que estamos perante um Máxi da esquerda. Chega, faz um jogos bons, outros menos bons até que se afirma. A ver vamos...

    Quanto á direita, Nelson poderia ser uma alternativa interessante, pois é português, tem qualidade, já cá jogou, é Benfiquista.

    Quanto aos jornais, as pesoas tendem a confundir duas coisas distintas, uma coisa é o Benfica sondar alguns clubes para saber as condições de compra de determinado jogador para depois definir qual deles vai "atacar" ou é estar efectivamente interessado em comprar. A maioria das noticias são os empresário que mandam lançar as noticias,pois souberam que o Benfica questionou as condições do jogadores.

    ResponderEliminar
  4. Na gestao de LFV so contratamos um lateral de jeito..LEO!
    Tudo o resto teem sido adaptações felizes,flops e casos esquisitos como Carole e Capdevilla.
    De Todos Um

    ResponderEliminar
  5. Concordo absolutamente com este comentário! È preciso ter mais rigor na hora de escolher! Chega de contratar por contratar. Agora que temos Luis Martins e Carole ambos internacionais sub20 há que apostar neles senão for mais para suplentes, agora é escusado ir ao mercado! Estamos na presença de 2 grandes jogadores que apenas necessitam de minutos de jogo! Há que apostar e lapida-los!!

    Em relação a vendas/compras no mercado de Inverno a minha opinião é a seguinte: Libertar Capdevilla e apostar mesmo em Luís Martins como alternativa a Emerson. No lado direito deixava ficar tal e qual como está. Se queremos um Ruben Amorim motivado e com uma boa presença no balneário este tem de ter alguns minutos e na posição de Defesa Direito, cumpre! Tem muita vontade e querer que por vezes é mais importante que atributos técnicos!

    Acho muito importante que JJ vá fazendo alguma rotação com os Defesas Centrais coisa que ainda não aconteceu há excepção de castigos e lesoes. È importante dar minutos de jogo a Jardel e Miguel Vitor e no próximo jogo com o Olhanense poderia ser já lançado um deles!

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking