Missão cumprida
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


domingo, 18 de setembro de 2011

Missão cumprida

 ●  + 4 comentários  ● 
Após outra vitória do Benfica, vamos ao Dragay empatados pontualmente com os Corruptos! Isto quando o Benfica tinha pela frente um calendário inicial muito mais complicado que o Porto. Desde o começo do campeonato já levamos com três equipas que nos derrotaram na época passada e com o vice-campeão europeu. Na frente doméstica foram todos vergados e o campeão inglês podia ter ido pelo mesmo caminho se houvesse melhor pontaria frente á baliza.
Enquanto isso os Corruptos perderam hoje pontos frente a um dos clubes que subiu de divisão esta época (fazendo um erro que o Benfica também tinha feito frente ao Gil Vicente) e tiveram pela frente um calendário bem mais acessível.

Esta dupla jornada europeia/interna deixou-me bastante optimista para o resto desta época pois tornou-se claro que o Porto sem Hulk em campo não é a mesma coisa e que o Benfica tem um banco muito mais recheado de alternativas reais. Alternativas que permitem uma maior rotatividade sem que a equipa se ressinta com isso. Basta ver que hoje Javi Garcia, Aimar e Gaitán não jogaram de início e Cardozo não jogou os 90 minutos.

Nota-se que esta é uma equipa muito diferente da da época anterior. O futebol jogado pode ser menos entusiasmante e esmagador mas nota-se que é uma equipa muito mais madura, que sabe controlar melhor os espaços e com muito maior equilíbrio entre defesa e ataque.

Hoje viu-se um Benfica que partiu imediatamente para cima da Académica, quiçá com motivação extra pelo empate dos Andrades. A equipa partiu para cima dos estudantes que por seu lado não se encolheram e tiveram as suas oportunidades de perigo ás quais Artur respondeu bem.
O Benfica teve duas oportunidades negadas por Peiser antes de Bruno César fazer o golo após assistência de Saviola. O argentino pode andar desinspirado mas mesmo assim consegue ser importante na manobra ofensiva da equipa enquanto que Bruno César demonstra o seu valor com uma veia concretizadora interessante. Diria que mesmo desinspirado, Saviola é um jogador que mete respeito a qualquer equipa e melhor que quase todos os avançados deste Campeonato.

O resto da 1ª parte foi totalmente dominada pelo Benfica, excluindo o golo contra a corrente da Académica. No entanto, Nolito voltou a demonstrar que é um fora de série e numa grande jogada individual em que se meteu pelo meio dos jogadores adversários conseguiu marcar um grande golo. Custa a crer que este jogador anda-se perdido na divisão secundária de Espanha na equipa B do Barcelona. Tem um bom toque de bola, não tem medo de partir para cima do adversário e uma grande capacidade concretizadora. É um sólido exemplo de que existem jogadores da cantera em que vale a pena apostar e muito dirigente e técnico do Barcelona deve estar arrependido de não ter acreditado nele.

Na 2ª parte, o jogo decorreu a um ritmo mais lento mas como o resultado ainda não dava garantias Jesus decidiu resolver de vez a partida e meteu de uma assentada Aimar e Gaitán no lugar do desinspirado Saviola e de Bruno César. A dupla argentina veio revitalizar a equipa e Aimar até marcou de cabeça (!) aproveitando uma saída em falso de Peiser. O jogo não acabou sem que Nolito marca-se mais um golito. :)

No balanço final tem que se salientar que apesar de tudo a Académica não veio jogar com a táctica do ferrolho. Pedro Emanuel hoje aprendeu uma lição importante: só garganta não chega para ganhar ao Benfica.
Bom jogo do Benfica que garantiu com este resultado que o campeonato não ficará decidido á 6ª jornada no Dragão independentemente do resultado desse jogo.

Positivo - Boa resposta dada pelas alternativas Nolito e Bruno César. Entradas de Aimar e Gaitán mexeram com a equipa.

Negativo - Artur poderia ter feito melhor no golo da Académica.

P.S.- infelizmente, por motivos profissionais e pessoais esta época não conseguirei escrever crónicas dos jogos do Benfica de forma assídua. No entanto, acho que existem outros escribas neste blogue para cobrir esta minha indisponibilidade como o pjsimoes que escreve textos óptimos em que discute o que mais devia interessar aos adeptos: os jogadores, tácticas e afins em vez de manobras sujas de bastidores que é o que se costuma discutir quando se fala de bola em Portugal.

4 comentários blogger

  1. Boa analise ao jogo!!! O Benfica dominou, marcou, sofreu, marcou, controlou, marcou e tornou a marcar.

    Agora, é não colocar demasiada pressão na equipa para o jogo contra os corruptos.

    Um jogo do tipo que fizemos com o Manchester seria mais que suficiente para vencer o jogo.

    ResponderEliminar
  2. E uma pena Vermelhusco essa tua falta de tempo...mas convém não esquecer que o nosso AMADO CLUBE, merece todos os sacrifícios!!!

    ResponderEliminar
  3. Claro Viriato! Dentro dos possíveis continuarei a contribuir.

    ResponderEliminar
  4. Uma jornada bem positiva para o Benfica até ao momento, porque viu o seu mais directo rival tropeçar de forma inesperada e cumpriu a sua obrigação de ganhar.
    Julgo que estas pequenas rotações que JJ vai fazendo na equipa, são importantes porque permitem que o desgaste de certos jogadores seja melhor gerido e o seu nível físico possa ser mais alto em alturas mais avançadas da época e porque mostra um plantel com mais e melhores soluções.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares