Sobreviver num ambiente minuciosamente preparado para o ver morrer
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Sobreviver num ambiente minuciosamente preparado para o ver morrer

Avatar
 ●  + 18 comentários  ● 
Sobre Roberto escrevi aqui há umas semanas que, a fase que ele atravessava, aniquilado totalmente pela imprensa, adversários e até por nós benfiquistas, mais do que um teste à sua qualidade era um teste ao seu carácter.

Sejamos claros, as primeiras semanas que Roberto passou na Luz não foram apenas umas semanas infelizes, futebolisticamente falando. Tratou-se sim de um assassinato público, em que o alvo nem sequer era o guarda-redes mas, sim o Benfica como um todo, a sua estrutura técnica e directiva, num objectivo claro de descredibilizar todo o clube, instalar a desconfiança e a dúvida, fazer de Roberto a face visível da contestação que ameaçava subir de tom, resultado de agendas bem mais dúbias do que os objectivos que aparentavam.

Ele foram piadas de capoeiras, foram anúncios de Donis e guarda-redes brasileiros e italianos reformados anunciados todos os dias nos jornais, ele foram piadas de 8 milhões de euros, opiniões científicas de adeptos, dirigentes, jornaleiros e paineleiros, e até nós, benfiquistas, ajudámos à festa. Para alguns, cada frango foi mesmo recebido em apoteose, especialmente por aqueles que lutam há anos desesperadamente para ascender ao poder, e que vêem nestas pequenas "infelicidades" as oportunidades e as portas que se vão abrindo.

E não é, evidentemente, que não tenhamos direito às nossas opiniões, direito a criticar ou a não concordar com certas contratações. O que acho é que há um tempo certo para tudo, e que há alturas em que devemos colocar as nossas opiniões para segundo plano, e que, em vez de colocarmos também nós o nosso pé em cima da cabeça dos náufragos e empurrá-los ainda mais para baixo, o nosso dever como adeptos e sócios de um clube é, antes de mais, dar a mão aos "nossos" para não os deixar morrer.

E é por isso que me agrada profundamente esta recente reabilitação do Roberto, que tem sabido resistir a tamanha pressão, a uma corda ao pescoço com um rochedo na ponta e dois Boeing 767 poisados sobre a sua cabeça, e mostrar já algumas qualidades num ambiente hostil e totalmente adverso, em que o mais fácil seria mesmo continuar a errar ou até desistir. A verdade nua e crua, é que todo este folclore criado em seu redor, teve sempre como objectivo a chacota e o perpetuar dos erros, nunca a sua redenção.

Quero com isto dizer que é o melhor guarda-redes do mundo ou que já vale 8 milhões de euros? Evidentemente que não. Mas, até prova em contrário, admiro sempre gente com esta força de carácter e que acredita na sua causa. As defesas dos últimos jogos, aquele penalty defendido contra o Setúbal, a firmeza com que Roberto segurou aquela bola como se segurasse a vida, e a aconchegou redondinha junto ao peito arrepiou-me, é uma imagem que disse tudo o que lhe ia na alma, de alguém que sabe, como já antes sabia, que este ambiente criado à sua volta era um monstro e uma luta desigual que tinha de vencer sozinho.

Estranhamente, ou talvez não, os “assobiados” da Luz são sempre os mais trabalhadores e os melhores profissionais, em oposição aos ídolos das bancadas que sempre foram os Rogers e os Sabrys, jogadores com mau balneário, egocêntricos e elementos "estranhos" à equipa, que sempre fizeram questão de montar o seu próprio show em detrimento do colectivo.

Falando ainda de assobios, não poderia deixar de lembrar aqui Abel Xavier, provavelmente o jogador mais assobiado por adeptos benfiquistas nos passados trinta anos. O homem simplesmente não podia participar no jogo sem ser vaiado ainda antes de tocar na bola. Este Abel não era um primor de técnica nem craque nenhum mas, este Abel destruímos nós com a nossa intransigência, o mesmo Abel que saiu da Luz pela porta pequena ferido de morte no seu orgulho e na sua honra. Se calhar não teve a forca mental de outros para dar a volta por cima, poder-se-á dizer. Mas esse "coxo" Abel Xavier, convém lembrar, saiu da Luz para jogar ainda em clubes banais como o Everton, PSV, Roma, Liverpool e Galatasaray.

E é por estas e por outras, que normalmente me coloco ao lado dos mais "fracos", dos Robertos, dos Abeis e dos Peixotos, e vejo as suas lutas um pouco como as minhas.

Poderão dizer, há algo de muito romântico neste sentimento. Talvez mas, simplesmente não consigo ficar indiferente, quando vejo alguém lutar tão afincadamente contra a lógica dos números e, heroicamente tentar sobreviver num ambiente minuciosamente preparado para os ver morrer.

Por eles e por nós Benfiquistas, só posso mesmo desejar que sejam felizes.

18 comentários blogger

  1. Finalmente, um post que eu chamaria de "civilizado", que não é habitual neste blogue, e que eu não desdenharia de assinar por baixo.

    Os ataques ao Roberto foram ataques ao Benfica, por pessoas com intenções dúbias, fazendo o favor aos nossos inimigos, nunca com a intenção de defender, em última análise, o clube, mas atacando-o através da pessoa do Roberto.

    E foi isto que toda a CS ao serviço dos nossos inimigos fez. Dando eco e amplificando a contestação interna que se via e ouvia pela blogosesfera.

    ResponderEliminar
  2. Finalmente algo consciente de que os inimigos não se poderão aproveitar para o habitual bota-a-baixo.

    ResponderEliminar
  3. Apoiado a 1000%. Espero que o Roberto nos cale a todos (sim, porque eu também não o perdoei após a derrota com o Nacional).

    ResponderEliminar
  4. RedeMoon,

    Há algo romântico sim, em quem, como tu, revela nas ideias e no carácter um sentimento apaixonado e nobre, que evoca no seu estado de alma a chama imensa e as emoções próprias... dos BENFIQUISTAS!

    Trato-te por tu, espero que não leves a mal, porque ao ler muitos dos teus textos, sinto reflectido o meu benfiquismo e sinto-te como um familiar próximo...

    Neste, então, foi surpreendente. Vi-me de repente de volta aos tempos do Mourinho e àquela sua explicação da razão porque o Sabry não entrou em campo - tinha demorado oito minutos a calçar as chuteiras – lembro-me de ter pensado “agora sim o Benfica vai para a frente”. Não foi!!!

    No Domingo dei o maior salto da noite quando Cardozo fez aquele chapéu ao RP, mas o raio da bola não entrou, estava convencido que ele ia marcar três!
    Houve benfiquistas que defenderam que fosse castigado. Como é possível? Valeu-nos que este balneário não tem nada a ver com o passado e Luisão é um Senhor Capitão!!!

    Roberto foi condenado à morte e muitos benfiquistas entraram nos festejos fúnebres antes do tempo! Como ateu convicto não acredito em milagres. Acredito em convicções fortes e por vezes os inocentes salvam-se por existir alguém que acredita neles e vai até ao fim! Se Jorge Jesus não o têm colocado no banco (muitos só queriam ver na bancada) o Benfica, neste momento, estaria em convulsão interna!

    Não podia concordar mais quando dizes que nosso dever, como benfiquistas é dar a mão aos nossos! Acrescento também, sabendo que partilhas o mesmo, que o nosso dever É DAR A MÃO AO NOSSO BENFICA!

    Deixem-nos de críticas fáceis e de ódios de estimação. Os tempos são de união. Há mundo diabólico à nossa volta, com uns a vomitar ódio por todos os poros e outros, nas salas dos chitos deste país, a prepararem a degola ao nosso Benfica!

    Ps: Devias postar mais, pois o teu contributo ao benfiquismo faz-me acreditar que vamos conseguir dar a volta…

    ResponderEliminar
  5. Nesse aspecto es como eu. Tambem torco pelos jogadores assobiados e com que as vezes o pessoal mais gosta de implicar. Claro que ha aquelas excepcoes em que os jogadores demonstram que sao mesmo fracos que doi (Michael Thomas, Steve Harkness por exemplo) e causam prejuizo demais.

    Quanto ao Roberto, na minha opiniao e um jogador que esta a crescer e nota-se que ja tem alguma confianca. Agora e manter-se mais uns dois jogos sem sofrer golos para estabilizar de vez.

    No jogo contra o sporting estava a ver o jogo com um "benfiquista" atras de mim que passou o jogo TODO a insultar o roberto e a dizer mal dele.

    ResponderEliminar
  6. sou sempre contra os assobios, seja para quem for, porque não é assim que se diz a alguem que deve fazer melhor, e que se ajuda o clube a ser mais forte...é o botabaixismo.

    kuanto ao roberto, lamentações todos temos e eu lamentei como todos so que sem assobiar como alguns, agora o k eu defendia na altura que ele estava mt inseguro e a equipa tb nao confiava nele é k nao fosse posto a titular, mas nunca tira-lo da equipa...ate disse isso mm num topico k escrevi sobre ele a umas semanas, na altura imediatamente anterior ao fexo do mercado.

    ResponderEliminar
  7. Até que enfim um post de um lúcido e "verdadeiro" benfiquista. Assim, sim dá gosto vir novamente a este blog.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  8. Inspirem-se rapazes. Vamos vencer

    força BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAA...

    ResponderEliminar
  9. @Oscar-R
    Obrigado pelas palavras. Os elogios são recíprocos, já que, pelo que vou lendo, identifico-me quase sempre com o que escreves.

    E sim, de facto, acho que sentimos o Benfica da mesma maneira.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. RedMoon, texto bonito, romântico... mas convenhamos pouco assertivo quando estamos a falar de milhões de euros.

    Esse romantismo deveria estar integralmente guardado para aqueles que entram um dia, pelo seu próprio pé ou estimulados pelo Clube, aos 8, 9, 10 anos de idade para, POR AMOR e PAIXAO vestirem a camisola do Benfica e jogarem futebol.

    Esses, andam ali na Luz durante anos a fio à procura do sonho e ouvem de muitos que como tu pensam "ainda é cedo", "não tem qualidade", "falta experiência", etc.

    Esses, andam ali anos a fio sem nunca pedir nada em troca. Muitas vezes pela paixão ao futebol e Amor ao Benfica.

    Para esses sim todo o meu romantismo.

    Dos que chegam à Luz resguardados em Milhões de custos para o Clube e milhares (ou milhões como é o caso do exemplo que dás) de custos por ano para lhes pagar o vencimento, nao consigo ser romântico, não consigo olhar para o fado do coitadinho, dos fracos...

    Sobre esses peço a mínima ou nula margem de erro a quem os trás e aos próprios que sejam capazes de fazer merecer aquilo a que eles também não perdoam a ausência: OS CHORUDOS ORDENADOS

    Apoiaria esse romantismo se nesses periodos eles fossem os primeiros a considerar que valeria a pena, se justificam menos, receberem menos.

    O futebol de Romantico tem ZERO, meu caro.

    ResponderEliminar
  11. é só reparar nos bons jogadores que foram assobiados no Benfica e que depois comprovaram serem bons!

    e reparar nos "bons" jogadores do Porto que depois comprovaram só serem bons no Porto. mas também isso não é difícil. que o diga o Rolando e o Álvaro Pereira que cometem penaltis atrás de penaltis e os árbitros amigos não assinalam... assim é muito fácil ser bom, porque é impossível "errar". e ser treinador de uma equipa que entra em campo com 14 jogadores também é muito fácil. assim qualquer táctica é vencedora!

    ResponderEliminar
  12. @Geraçao Benfica

    ...e é precisamente porque para ti o futebol de Romantico tem ZERO, que me orgulho de olhar para ele de outra maneira.

    Sem ofensa, claro:))

    ResponderEliminar
  13. Bom, RedMoon... pareceu-me uma resposta vazia de argumentação, o que em nada corresponde ao que escreveste no tópico.

    Sustentares o que escreveste (e bem) num "é precisamente porque para ti é branco, que para mim é preto"... parece-me pouco característico de ti.

    Como diria o outro "you can do better than that". Ou será que escrevi alguma inconsistência no comentário?

    ;)

    ResponderEliminar
  14. @Geração Benfica

    Não é falta de argumentação. Eu não percebi foi o que é que não é claro no que escrevi.

    Ou melhor, o que não percebi é a parte que estás a criticar em relação ao que escrevi.

    O que é que o Roberto tem a ver com os 8 milhões que custou?

    O Roberto é um jogador de futebol como outros, que teve um preço acordado entre direcções, chegou à Luz porque alguém o escolheu, para desempenhar o seu papel o melhor que faz.

    Se culpados há num hipotético erro de casting, a culpa é de outros, não é dele. A mim, se me pagassem também ia lá dar uma perninha.

    Agora, sou contra assobios e, tendo evidentemente opiniões em relação aos jogadores que fazem parte do plantel, tento manifestá-las da forma menos lesiva possivel para os jogadores.

    Se isso é ser romântico, então sim, sou romãntico, enquanto vestirem a minha camisola são dos meus.

    Aliás, como sabes até vivo em Inglaterra, e garanto-te, neste país ninguém assobia jogadores da própria equipa.

    São românticos? Se calhar sim, se calhar por isso têm a melhor liga de futebol do mundo.

    ResponderEliminar
  15. Com o devido respeito e sem pretender entrar na discussão entre o GB e RM, gostava de deixar aqui um "pouco" do meu romantismo no futebol, com uns extractos que retirei do blog: "O OUTRO LADO DO FUTEBOL, num post publicado por NM em 30/Agosto/2007,

    É sobre um clube, inglês, como não podia deixar de ser, que me faz sonhar (que utopia a minha) poder um dia haver algo de semelhante no nosso Benfica...

    Intitula-se: "You'll Never Walk Alone"
    "O portão dos sonhos..."
    Começa assim:
    «Existem certas e determinadas coisas que nunca vou conseguir explicar, uma delas é o porquê de quando se festejam golos eu tenho de abraçar toda a gente, apertando com convicção»

    Adiante, escreve isto:
    «Tentamos cantar nos momentos em que os adeptos do Liverpool se calam, mas são apenas 10 segundos porque havia sempre um cântico a seguir ao outro cantado por todo o estádio, gostei de quase todos os cânticos do Liverpool, mas há um que não me esqueço, todos os adeptos do Liverpool levantam o braço quase todos em sinfonia, abrindo a mão em sinal de que ganharam 5 Ligas dos Campeões e depois cantam o “We Won it Five times” desmoralizando-me por completo, ou seja não humilha o adepto adversário, mas faz contudo obter todo o seu respeito, mostrar quem é o Liverpool.»

    E mais adiante:
    «Mas calma, se julgam que os adeptos do Liverpool se calaram estão bem enganados, cantaram logo após o golo do Benfica o YNWA, foi o YNWA que eu nunca tinha visto, foi mágico, foi sublime foi qualquer outra coisa que não se consegue descrever, foi único!
    E no fim do jogo? Os adeptos do Liverpool a baterem palmas aos nossos jogadores que tinham ficado a festejar connosco perto da bancada, nós é claro que retribuímos o apoio aliás o 1º YNWA foi cantado por adeptos do Benfica, foi um momento incrível e mais, no final do jogo os jogadores do Liverpool subiram ao relvado para fazer exercício e alongamentos, e é então que nós começamos a bater-lhe palmas sendo retribuído por quase todos os jogadores do Liverpool.
    Um tal de Beto foi titular nesse jogo, e que jogo que fez, não consigo destacar mais ninguém porque todos tiveram ao seu melhor nível, ao nível do grande Benfica!»

    O Liverpool tinha acabado de ser eliminado dos quartos de final da liga dos campeões pelo Benfica e os seus adeptos “não os deixaram caminhar sozinhos” e tendo no fim aplaudido o adversário… Ah e reparem na referência a um tal de Beto: um dos jogadores mais criticado e mais assobiados do plantel dessa época e que faz um grande jogo num momento épico do Benfica!!!!
    Leiam o post na íntegra porque vale a pena, não o conhecia, encontrei-o enquanto procurava exemplos de romantismo no futebol e claro lembrei-me do "You'll Never Walk Alone"

    http://outroladodofutebol.blogspot.com/2007/08/you-will-never-walk-alone.html


    Sem racionalidade não existimos, mas sem romantismo nada vivemos...
    O post do RedMoon tem o romantismo da pureza do adepto e tem também a análise racional e objectiva das circunstâncias que Roberto encontrou e viveu na sua integração no Benfica, bem como os casos de jogadores medíocres muito aplaudidos e outros de melhor qualidade sempre assobiados.

    Fico embaraçado ao pensar que posso dar a ideia que corro em defesa do RedMoon e ataco o Geração, mas são apenas as convicções que me agitam!

    PS:
    Geração, não me esqueci da questão das eleições (dos 43 anos), já me esclareci e só não comentei por falta de oportunidade. Apesar do meu romantismo prezo muito a minha racionalidade!

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  16. Olá

    Antes de tudo devo dizer que sou Portista e não tenho qualquer intenção de vir aqui provocar. Passando ao lado dos insultos baratos a pessoas como eu que são frequentemente feitos aqui e, em geral, em todos os blogs afectos do Benfica, gostava de salutar o autor deste post e a saudável discussão que vejo que suscita.

    Cumprimentos a todos

    Pedro Silva

    ResponderEliminar
  17. Mais um excelente comentario Oscar-R, nao evidentemente porque me defenda a mim, mas porque 'e um comentario que expressa os teus sentimentos e vem acrescentar mais qualquer coisa ao debate.

    Ate porque aqui nao se trata do Redmoon ou do GB. O GB,quando por sua iniciativa abriu o seu espaco a outros opinadores, ja sabia que outras opinioes surgiriam, nao necessariamente sempre em concordancia com a sua.

    Discordo dele em algumas questoes,noutras concordo, mas no essencial estamos aqui para discutir ideias respeitando as opinioes de cada um.

    Cumprimentos, e sejas sempre bem vindo para expressar as tuas opinioes, mesmo que um dia nao coincidam com as minhas:)

    ResponderEliminar
  18. caro anónimo, acho que falo tanto por mim como por todos os outros colaboradores e fundador do espaço, quem nos insultamos aqui são todos os portistas que são marcadamente anti-benfiquistas, não têm qualquer vergonha, recorrem aos insultos, agressões, guerra psicologica e que não olham a meios para atingir fins.

    eu sei que a maioria dos portistas são pessoas de bem e eu gosto muito das gentes da cidade do porto e do norte, e desde já convido-o a que se assim o entender que nos visite e comente o que achar que deve comentar.

    aceitamos com muito agrado comentarios de adeptos/socios de outros clubes que sejam esse tipo de pessoas e que saibam ter discussoes salutares.

    cumps

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares