O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 2 de abril de 2010

O Futebol... Negócio!

 ●  6 comentários  ● 
Já com os olhos postos na próxima época, identifico três grandes desafios que o Benfica terá que preparar de forma atempada e muito cautelosa:

1. Revalidação do título nacional - não me passa já pela cabeça não conquistar este ano

2. Garantir uma equipa para Champions que nos permita chegar pelo menos aos 1/8 de final

3. Renegociação dos direitos televisivos

Com impacto directo sobre estes três factores e com interesses contrários aos do SLBenfica estão mais três questões:

a) Eleições para a Liga de Clubes

b) Arbitragem na FPF

c) "Dormir com o Inimigo" Joaquim Oliveira

Vamos ser objectivos, o futebol é cada vez mais um negócio e... de milhões! Como tudo o que envolve dinheiro... movimenta interesses e, num país em que a justiça é, talvez, um dos factores de maior embaraço para o país... esses interesses são então explorados e corrompidos de forma impune.

Desenganem-se os que acreditam que algo acontece por acaso no futebol... e não falo apenas na "casa dos outros", mas também na nossa. Não foi por acaso que Vieira em tempos disse que não poderia envolver-se no futebol, e não é por acaso que agora - com o título no horizonte - já diz que é o responsável pelas decisões. Não foi por acaso que chamou Rui Costa e agora o afasta. Não foi por acaso que sempre clamou da amizade com Camacho ou mesmo Fernando Santos e agora diz que nunca teve tamanha ligação como tem com Jesus. Etc. etc. etc.

Onde quero chegar é que o futebol é paixão... para os adeptos! E negócio para... os intervenientes.

Há muito, mas mesmo muito, tempo que é conhecida a frase que agora já nada se faz por "amor à camisola" e ela corresponde à verdade. Nem presidentes, nem jogadores ou treinadores sem movem por outra coisa que não... a cor do dinheiro.

Desenganem os que acreditam que David Luiz, DiMaria, Javi Garcia, Cardozo ou Ramires ficarão no Benfica apenas porque sim e porque podem jogar bem na Champions e fazer umas coisas giras. Ou mesmo Jorge Jesus, se tiver a oportunidade de entrar (ainda mais) no "radar" do Mundo e levar um clube de topo a lutar por grandes conquistas e treinar grandes jogadores... obviamente que irá ter esse desejo.

Ou seja, para manter parte destes jogadores e a equipa técnica é preciso ir mais além do que apenas fazer um campeonato de grandíssimo nível - como está a ser feito. É preciso garantir um conjunto de receitas que nos permitirão investir no plantel sob três prioridades:

I. Colocar o contrato de Jorge Jesus ao nível da qualidade que ele tem. Um treinador como Jorge Jesus tem que ter um contrato na ordem dos 1,5 a 2M€/ano + prémios.

II. Não cometer os erros do passado e investir primeiro nos que já cá estão, revendo as condições de jogadores como Coentrão, Saviola e Javi Garcia. E quando falo em rever condições, não falo em aumentar-lhes o ordenado, mas sim o rendimento variável - aquele de depende do cumprimento de objectivos pessoais e desportivos.

III. Reforçar a equipa com dois a três jogadores de topo, como este ano aconteceu com Saviola, Ramires e Javi Garcia.

Vamos então aos três factores de deveriam/deverão estar a ser preparados de forma acautelada para a próxima época: 1. Revalidação do título nacional - não me passa já pela cabeça não conquistar este ano; 2. Garantir uma equipa para Champions que nos permita chegar pelo menos aos 1/8 de final 3. Renegociação dos direitos televisivos;

Todos estes elementos devem ser vistos forma integrada com que já foi acima referido. Ou seja, será absolutamente determinante para a construção do plantel da próxima temporada, garantirmos o incremento justo das receitas com os direitos televisivos. Isso terá um impacto directo na liquidez que nos permitirá a construção do plantel (a par das receitas com vendas de jogadores) e com a preparação adequada da estrutura desportiva para atacar o título e a caminhada na Champions em 2010/11.

Tendo isto em conta, eu penso que Luis Filipe Vieira, a confirmar-se o que vem nos jornais, está a jogar o jogo certo, porém não pode esquecer-se que o adversário não é o amigo que ele pensa, ao mesmo tempo que conhece bem os pontos fracos da nossa negociação:

a) O contrato está em vigor - AINDA QUE SEJA ILEGAL E LOGO SE HOUVESSE TOMATES, RESCINDIA-SE UNILATERALMENTE!!!

b) O Benfica é quem tem a urgencia no incremento das receitas

c) O clima de constante corrupção da justiça nacional e especialmente desportiva, afastam os investidores estrangeiros que possam ter interesse em avançar com propostas.

O canal BenficaTV avançou e penso que utiliza-lo como ponto forte da negociação é utópico. Basta olhar para esse Europa e para clubes com canais de televisão (ManUtd, Barça, Inter, Real, etc.) e ver que nenhum preferiu investir nos meios e recursos necessários para deter os direitos e negociar directamente o retorno (publicidade, revenda, etc.).

Assim, penso que o "grand finale" desta história vai ser o que Domingos Soares Oliveira e Luis Filipe Vieira têm vindo a preparar os sócios: Renovação dos direitos televisivos com Joaquim Oliveira por um valor na ordem dos 15 a 20M€/ano. Justo...? Eu diria que sim, mas que implicará um conjunto de efectivas cedências por parte do Benfica, pois na ausência de investidores... Oliveira vai "jogar em casa".

Quem pode ser o factor-chave desta equação???? Exactamente aquele último a quem Luis Filipe Vieira - interesseiramente - piscou o olho: JOSÉ EDUARDO MONIZ e a Ongoing. Contudo, isto implica que até lá essa empresa consiga definir a sua posição na Impresa e/ou TVI - algo que está dificil.

Por outro lado, a "entrada em cena" dessa entidade, com a sua relação com a PT e com o que esta entidade investiu para viabilizar a BenficaTV, poderá dar dimensão ao canal... contra uma dependência de longo prazo do Benfica face à PT.

Se tal me desagrada? Depende do formato, porque se tal garantisse a negociação dos direitos de namming do Estádio, poderiamos estar - aí sim - a falar de valores na ordem dos 30 a 35M€/ano, durante um prazo obrigatoriamente nunca inferior a 8 anos.

Com a venda - parece-me inevitável - de David Luiz e DiMaria estamos a falar de cerca de 70M€ de receita. Se conseguirmos adicionais 20M€ com a renegociação dos direitos... estamos a falar de quase 100M€ que nos permitiriam:

» Segurar Jorge Jesus com um contrato à altura das suas competências de Manager! Sim, era fundamental dar visibilidade nesse processo que, mais do que treinador, Jorge Jesus passaria a ocupar o cargo de Manager do SLBenfica, formalizando aquilo que já é hoje real: que tem acção determinante na coordenação e direcção de todo o futebol - e que deveria ser alargado à formação.

» Fazer regressar à Luz Simão Sabrosa! Com a saída de DiMaria, o regresso do "dono do nº20" com 30/31 anos e ainda muito para dar ao SLBenfica. Estimo que uma verba na ordem dos 12 a 15M€ seriam suficientes para o fazer regressar e a vontade do jogador existe.

» "Limpar" muito do lastro que ainda existe com jogadores excedentários que apenas estão a ser fonte de encargo, casos de Makukula, Yebda, Beto, Marcel, Filipe Bastos, Shaffer, Patric, Balboa, Binya, Leandro, Zoro, Adu e mesmo Urreta. Penso que entre poupanças em salários e receitas de eventuais vendas, poderiamos chegar aos 10 a 12M€. Juntar a estes jogadores com Weldon, Eder Luis, Mantorras, Filipe Menezes, Luis Filipe, Moreira e Jorge Ribeiro... talvez cheguemos aos 15M€, o que praticamente pagaria a transferência de Simão.

» Integrar jovens portugueses na equipa, preferencialmente da formação: Roderick Miranda e Nélson Oliveira à cabeça, puxando para clubes competitivos da Liga Sagres jogadores como Yartey, Miguel Rosa, Ruben Lima e David Simão. E finalmente, integrar na Vitalis jogadores como Mario Rui, Danilo Pereira, Lassana Camará, Bakar, Ruben Pinto, Keita, Jean Silva, Evandro Brandão e Adul.

» Manter ligados ao Benfica e emprestados a Clubes da Sagres ou Vitalis jogadores como André Carvalhas, Ivan Santos, João Pereira, Romeu Ribeiro, André Soares, etc.

» De nomes para reforçar o SLBenfica não poderei ir muito longe, pois nesse pormenor deposito total confiança na imensa capacidade e conhecimento do futebol Mundial de Jorge Jesus, consolidado em aquisições já muitíssimo seguras de nomes como Fabio Faria e Franco Jara.


Estou assim, absolutamente convicto que mesmo que saiam três a quatro jogadores de topo do plantel (eu aposto, como sabem, em três - David Luiz, DiMaria e Ramires, sendo a incógnita Cardozo), temos condições para formar uma excelente e equilibrada equipa, inclusivamente com "injecção" de Portugueses.

Uma equipa que poderá inclusivamente sobrepor-se aquilo que serão as investidas do Sistema que se está a aproveitar do facto do SLBenfica estar totalmente adormecido no que diz respeito ao futebol jogado fora das quatro linhas, mantendo-se à margem das eleições para a Liga de Clubes ou não estando à margem, está totalmente fora do poder de decisão.

Temo, como sabem, sobre este facto que a influência da amizade de Domingos Soares Oliveira com Fernando Gomes, levem este a influenciar Vieira para o Benfica apoiar a sua candidatura à Liga, nos moldes como já aqui demonstrei serem totalmente "MONTADOS" com o FCPorto.

Também na FPF o Benfica parece estar adormecido, nada fazendo para influenciar e incentivar a reposição da legalidade naquele organismo. O maior clube português tem a responsabilidade de intervir, propor soluções, dar visibilidade sobre a indignação, promover acções concertadas entre os clubes das principais associações... enfim, um conjunto de acções que permitiriam a curto/médio prazo posicionar um futuro líder para aquele organismo, até agora DOMINADO INTEGRALMENTE pelo FCPorto.

Como está bom de ver, está a jogar-se muito fora das quatro linhas, no que é o "futebol negócio". Só um clube é capaz de cativar o investimento das empresas nacionais (e internacionais) de dimensão, mas esse investimento/parceria é afastado por um clima de constante corrupção a que nenhum investidor quererá ficar associado ou penalizado por isso.

É, também, por isso que tantos "patrões" do nosso futebol tanto trabalham para manter a corrupção bem à vista de todos!

6 comentários blogger

  1. Caro GB, como referi no blog Futebol "O Desporto Rei", Urreta tem o perfil indicado para colmatar a saída de Di Maria. Tem apenas 20 anos e é um jogador bastante esforçado, veloz, tecnicamente evoluido, etc...Não nos podemos esquecer do jog(ã)o que o jovem fez ante o FC Porto.

    Na minha opinião, penso que Ramires e Cardozo são bem capazes de permanecer na Luz.

    Cumps.

    ResponderEliminar
  2. Não punha o Urreta naquela lista. Tem estado bastante bem no Uruguai, ao que parece, ainda é bastante novo, tem vontade e qualidade e já mostrou que a camisola não o atemoriza.

    ResponderEliminar
  3. 1. Revalidação do título nacional - não me passa já pela cabeça não conquistar este ano (MEU AMIGO MUITO SINCERAMENTE CADA QUAL TEM A SUA OPINIÃO, MAS COMO É POSSIVEL ESTE SEU PENSAMENTO DEPOIS DO GRANDE ESCANDALO DE ARBITRAGEM NA PEDREIRA, FOI SEM DUVIDA A MAIOR ROUBALHEIRA DESTA LIGA E QUE VEIO DEMONSTRAR QUE ESTA MESMA LIGA ESTÁ AINDA MUITO LONGE DE ESTAR DECIDIDA. É A SUA FÉ? OK, QUEM SOU EU PARA O CONTRARIAR, MAS NÃO ACHA MESMO QUE UM POUCO MAIS DE CALMINHA NÃO SERIA MAIS SENSATO?

    ResponderEliminar
  4. O Simão nese momento é uma sombra do que já foi. Perdeu a explosividade e velocidade que são essenciais no seu jogo, seria um erro gastar 12M mais o seu salário monstruoso.
    E para mim o Urreta com 19 anos é melhor que Di Maria quando tinha essa idade.


    ps:fui o unico que lhe apeteceu partir o focinho ao boi do domingos quando aparece na sala de imprensa a desculpar o arbitro com aquela cara de hipocrita , depois de ser escadanlosamente beneficiado?

    ResponderEliminar
  5. Meu caro GB apenas um cenário hipotético:

    Fernando Gomes presidente de Liga, marca uma Assembleia Geral para decidir sobre direitos televisivos. A Sporttv que está a pagar um total de digamos cerca de 40 milhões (acho eu, mas o número certo para o caso também não interessa muito)vem com uma proposta de 45 milhões de bolo total. Ora com os clubes a ver se sobrevivem seja de que maneira for, com este aumento (nem que fossem 50 cts) aprovam logo uma coisa:
    Dar poderes totais a Fernando Gomes para negociar em nome de todos e em exclusividade. Resultado`: É aprovado que nenhum clube pode negociar individualmente as suas transmissões. E oo SLB tem que comer e calar. Acha isto realizável?

    ResponderEliminar
  6. Calminha, quanto a conquista do titulo nacional.
    E por demais evidente que o sistema esta bem forte e cheio de saude.

    Basta ver que quem, numa das melhores epocas de sempre do Benfica, nos persegue e o Braga...
    Isto quando o Benfica ainda so perdeu 11 pontos no total do campeonato.

    Considero muito dificil a revalidacao do campeonato. Com a eleicao do Fernando Gomes para a Liga, e a influencia dos corruptos na FPF parece-me obvio que as coisas nao serao nada faceis.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking