Curtas: Jonas, Nova Lei Violência e Digressão SL Benfica
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


segunda-feira, 22 de julho de 2019

Curtas: Jonas, Nova Lei Violência e Digressão SL Benfica

Avatar
 ●  + 69 comentários  ● 
Jonas em entrevista ao Record
Jonas: O ex-jogador do SL Benfica afirmou em entrevista ao Record que sofreu muito nos últimos 2 anos e que teve de abandonar por um problema crónico.

Ou seja, afinal tudo o que fomos relatando nos últimos 2 anos aqui no NGB sobre Jonas, e já agora sobre Salvio, correspondia inteiramente à verdade.

Por várias vezes Jonas nem no autocarro da equipa viajava. Tinha que regressar a Lisboa de automóvel, com Júlio César, que era outro lesionado crónico.

Daí ser incompreensível como se renovou o contrato a Jonas e colocando-o como o mais bem pago do plantel. Não é para isto que existem seguros? Perguntem ao Brassard.

Mas ainda mais incompreensível é como todos no SL Benfica têm esta informação e no mercado de inverno da temporada passada ainda mandaram embora Castillo e Ferreyra, sem reforçar um ataque debilitado e que como se viu foi espremido até ao tutano, tendo a falta de opções custado as eliminações na Taça de Portugal e Liga Europa.

Por tudo isto o episódio Perin ainda é mais incompreensível.

Nova Lei sobre Violência no Desporto: Já nos referimos várias vezes sobre este tema no NGB.

Esta nova lei ainda é mais absurda e estúpida que a anterior. E é inconstitucional assim como a anterior.

Está lei chega ao ponto de definir tamanhos para tarjas. Não querem ser mais ridículos?

Vamos voltar a referir-nos a este tema de forma mais exaustiva, mas sugiro que todos os adeptos de futebol se preparem para uma guerra. Ninguém nos pode obrigar a registarmo-nos em lado nenhum para podermos ver um jogo de bola.


Digressão SL Benfica: O jogo com o Chivas não trouxe ainda grandes novidades sobre o SL Benfica 2019/2020.

O Chivas rodou e o SL Benfica também por isso não há grandes conclusões a retirar neste momento da preparação. O resultado foi o menos importante.

Mas nos 2 últimos jogos desta ICC já terão que ser diferentes não só pela dificuldade dos adversários mas porque há que dar tempo ao provável 11 de Bruno Lage para o primeiro embate desta temporada, a 4 de Agosto.

Já ansiamos todos por jogos a sério!!! :)

E fica uma recomendação a todos: não desvalorizem à partida o que esperar de Sporting CP e FC Porto.

Qualquer superioridade terá que ser demonstrada no tempo certo: em campo. Tudo o resto são conversas desnecessárias.

69 comentários blogger

  1. Amorubroaomáximo22 julho, 2019 14:03

    Ponto 1 Estranho a dispensa dos 2 avançados e jogarmos só com o Sefe e o Félix. Estranho esta situação de Perin, estamos a um nível de negligência ALTÍSSIMO.
    Ponto 2. Em Portugal o controle da violência nos recintos desportivos pode começar a ser efectivo, impedindo os prevaricadores de entrarem em recintos desportivos e falo não só de actos de violência física mas de cânticos racistas, com palavras de vernáculo ou potenciadores de violência. Claques com esses cânticos têm de ser extintas.
    Ponto 3. A equipa está bem. Confio no Nuno e no Tomás Tavares. O Porto e o SCP estão ao nosso nível, isso é muito claro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Negligência no caso Perin? Como assim? A conclusão foi não contratar. Como é que isso é negligência?

      Eliminar
    2. só o Perin vir, lesionado - o que é um GR novidade, contratar lesionados - a Lisboa é negligência só porque não somos do bota abaixo, senão seria no minimo Incompetência!

      Eliminar
    3. Negligencia seria contratar e o GR ficar sem jogar meio ano... A Juve escusa de ficar sentida com o SLB, nós é que deveríamos colocar em causa a intenção deles ao tentar vender um atleta com lesão de longa duração e ainda levar um jovem como bónus.

      Eliminar
    4. a situação dos avançados como podemos categorizá-la? E a venda de 3/5 DA DEFESA no ano do não penta com o mitroglou, como podemos categorizar essas decisões? E o facto de ainda não termos o guarda-redes e o defesa direito, havendo tanto dinheiro, não falo de contratar feras, falo de jogadores bons por 7 ou 8 milhões cada, lembro que no ano passado estávamos para contratar um guarda-redes por 7 milhões, creio, adiar para quê?

      Eliminar
    5. Jogadores bons por 7 ou 8 milhões? Não vai ser fácil para quem paga 17 milhões pelos dispensados do Nápoles. Os outros clubes não andam a dormir.

      Eliminar
    6. Moléculas, concordo que fomos negligentes com a questão do guarda redes no ano do penta. E com a venda de Nelson e Lindeloff, sem reforços à altura.
      Há muita coisa a criticar.

      Discordo quanto aos avançados... tínhamos Raul Jimenez, Seferovic e Jonas... um bom trio. E

      Discordo profundamente quanto a este ano não termos, como penso que afirma, guarda redes e defesa direito.
      Guarda Redes temos - Vlachodimos. Falta é competição à altura do greco alemão.
      Defesa direito, também temos. André Almeida teima em mostrar, ano após ano, a sua utilidade... e Ebuhei terá que ter a sua oportunidade - e espero que, recuperado, mostre que é reforço.

      Eliminar
    7. Oliver Bauman (Hoffenheim) 8, lateral direito do mesmo Hoffenheim 5 milhões, Joshua Brenet,
      de nada

      Eliminar
    8. Nuno, Vlacho e Almeida são jogadores honestos e com o seu valor, (que respeito e "aprecio") mas precisam de alternativas se existirem lesões. Gosto do Svilar, do Celton Biai e do Tomás Tavares, mas são muito jovens e sem experiência, aliás acho o Tomás de uma inteligência enorme.

      Eliminar
    9. Coragem do atual departamento médico ao assumir que Perin está neste momento incapaz. Admitamos que é a segunda vez que a Juve tenta enganar clubes PT.

      Eliminar
  2. Todos sabemos, caro corrupto que me lês, que existe uma justiça no norte e outra no sul. O tamanho da tarja está relacionado com a última tarja no estádio dos corruptos. É lidar.

    Pp

    N.B. Grande abraço irmão benfiquista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Benfiquista22 julho, 2019 15:11

      Um Benfiquista atento torna-se incomodativo, bem haja Pq, a luta contra os corruptos do norte não pode parar, saudações gloriosas directo de Palermo

      Eliminar
    2. Abraço Rui. É lidar.

      Pp

      Eliminar
    3. anónimo das 14.38h. quais são os factos que te baseias e factos verdadeiros para escreveres que existe uma justiça norte e a outra a sul? queres tu dizer que os magistrados do norte são corruptos? a PJ ? o MP? se realmente fores assertivo tens dois caminhos; dizes quem são esses tais da justiça corruptos e ou mostras factos à tua justiça do Sul se nela tens mais diria confiança. terás essa coragem ?ou não passas de ladrador se blogs.... é um desafio ... Francisco Ulrich. obrigado ao blogue

      Eliminar
    4. Fugas para Vigo.
      Tarjas gigantes.
      Invasão de centros de estágio.
      Invasão do restaurante do pai de um árbitro.
      Ameaças a cidadãos gravadas. PG
      Violência contra adeptos do Benfica com pedras na A1.
      Só do Canelas seriam n.
      De cabeça.

      Pp

      Eliminar
  3. Ponto 2. Alguma coisa tem de ser feita, mas também me parece que esta nova lei é o repisar num erro.

    Ponto 3. Verdade. Nunca mais chegam os jogos a sério!

    Ponto 1. Tens toda a razão, não fosse o facto de a realidade tem comprovado que não se precisava de Ferreyra e Castillo para vencer o campeonato. A redução do tamanho do plantel foi chave para a melhoria das rotinas e para a vitória final. Verdade que com isso se prescindiu das taças, mas o aumento de foco era essencial.

    Já agora, mesmo lesionado crónico, Jonas marcou 50 golos nas últimas duas temporadas. Tomara todos os nao-lesionados terem estes números!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 'tás no gozo só podes:"não fosse o facto de a realidade tem comprovado que não se precisava de Ferreyra e Castillo para vencer o campeonato"
      Primeiro as luzes, depois o José Mourinho, o Lage com o seu saber safou todos. Haja respeito e noção pela verdade. Haja respeito na argumentação, somos todos pessoas inteligentes, por favor.

      Eliminar
    2. Meu caro anónimo. Eu não disse que foi fácil nem que não poderia ter sido mais bem gerido (bastava RV não ter iniciado o ano para ter sido mais fácil, receio bem).

      Estou a dizer que se se teve sucesso no campeonato, isso se deve a quem trabalhou e tomou decisões. E boas. Desde o presidente, a RV (sim) e a BL... Mas também passando por um grupo coeso e com espírito de equipa, algo tão importante. Esse espírito foi criado por RV, nutrido pelo presidente, e exponenciado por BL. E Jonas e Salvio e outros que se quer correm de lá foram os esteios desse grupo. É alguma mentira?

      Se eu fizer uma aposta contra alguém, e na última esse alguém desistir, tenho menos mérito? Não percebo...

      É o mais elementar dos raciocínios: nem que se tivesse perdido o campeonato se provava que esses dois eram necessários - assim, provou-se na prática que não eram necessários para a vitória na liga...

      Eliminar
    3. Também não era preciso mudar de treinador. Para o Iluminado o RV era o treinador certo para o seu projecto.

      Eliminar
    4. PNunes, nessa base não dá para conversar, quando rejeitas o mínimo da lógica ficamos numa área de não diálogo. Mas de certa forma fazes bem o teu trabalho, para os distraídos. Enorme abraço, saúde e paz.
      PS: Valorizar a mediocridade é absolutamente legítimo.

      Eliminar
    5. Anónimo. Nem percebo onde quer chegar. A sério. Mediocridade foi no ano anterior. Este ano que passou, em que se ganhou campeonato, se foi eliminado da taça numa eliminatória com valente borra do adversário, idem na LE (embora com culpas nossas em ambos), com muito azar na LC (sim, azar, por exemplo aquela jogada do Gabriel no jogo da Luz contra o Ajax no final podia ir para os falhanços do ano), é o quê? A sério, não percebo. Algum outro clube em PT esteve melhor que nós?

      Eliminar
    6. PNunes, e quem diria que um dia eu iria concordar na totalidade com um comentário(o das 14:42) teu? :)

      Eliminar
    7. José Rama. Para mim, as melhores opções para mim teriam sido (isto escolhido na altura, não agora que já sabemos mais coisas):

      1 - Substituir RV no início da época

      2 - substituir RV em vez de seguir luzes, contratando Mourinho

      3 - substituir RV por um homem da casa.

      Eu sempre pensei que não era com BL que se ia lá. Eu estava errado. BL e quem o escolheu, certos. E ainda bem. O que não se pode confundir é dizer que não há mérito em quem participou na conquista.

      A titulo de exemplo. Ferreyra. Pode se confundir tudo. Pode se dizer que o jogador não se esforçou, que é perneta, que o clube não o aproveitou, que não presta... eu sei que no ano anterior numa das suas jogadas pensei "raios, por que não temos um PL desta classe". E no Benfica nada mostrou.

      Digo isto apenas para exemplificar que não se podem misturar a teoria e a prática. Uma coisa sim se podem avaliar sem receios: os resultados!

      Eliminar
    8. Eu não passo aqui para fazer favores a ninguém, nem tão pouco fogo de barragem. Venho porque tenho opinião própria e me custa por vezes ver injustiças ou certos comentários (como o muito que se disse de crítica critica a Jonas). Já agora, esta entrevista de Jonas prova que é um grande homem e deu mais pelo clube do que quase a totalidade dos adeptos e atletas: deu sangue e suor, e saúde. Nada a apontar, e da minha parte, muita gratidão. Ele que passe por cá quando tiver o tal curso de gestão que planeia fazer! Será certamente muito útil

      Eliminar
    9. Shadows concordas com o post do pnunes das 14:42? E que é totalmente contra o teu..

      Por acaso também concordo.. existe erros como em todos os clubes e empresas! Até acho que no Benfica existe menos do que em muitos outros clubes, muitas coisas também são bem feitas e com olho no futuro ou seja só se vê frutos muito depois..

      O problema é que tu vês erros e automaticamente vês anti-benfiquismo, corrupção, gamanço, etc..

      Jonas foi um dos melhores jogadores desde JVP e Simão.. mas para ti devia ser escorraçado, salvio a mesma coisa, mais respeito pelos nossos atletas, o nosso bom nome(especialmente junto da comunidade de profissionais) vê-se nesta coisa.. tratar mal Jonas, salvio e Luisão como tu sempre defendeste seria perder o balneário

      Eliminar
  4. "Ninguém nos pode obrigar a registarmo-nos em lado nenhum para podermos ver um jogo de bola."
    Artigo 18.º
    Apoio a grupos organizados de adeptos - [revogado - Lei n.º 39/2009, de 30 de Julho]
    1 - Aos promotores do espectáculo desportivo é lícito apoiar exclusivamente grupos organizados de adeptos através da concessão de facilidades de utilização ou cedência de instalações, apoio técnico, financeiro ou material, desde que esses grupos estejam constituídos como associações, nos termos gerais de direito, e registados como tal no CNVD.
    2 - Os grupos organizados de adeptos devem possuir um registo organizado e actualizado dos seus filiados, com indicação dos elementos seguintes:
    a) Nome;
    b) Fotografia;
    c) Filiação;
    d) Número do bilhete de identidade;
    e) Data de nascimento;
    f) Estado civil;
    g) Morada;
    h) Profissão.
    3 - O registo referido no número anterior deve ser depositado junto do respectivo promotor do espectáculo desportivo e do CNVD, actualizado anualmente e suspenso ou anulado no caso de grupos organizados de adeptos que não cumpram o disposto no presente artigo.
    4 - Os promotores de espectáculos desportivos devem reservar, nos recintos desportivos que lhes estão afectos, uma ou mais áreas específicas para os indivíduos enquadrados em grupos organizados de adeptos.
    5 - Só é permitido o acesso e o ingresso nas áreas referidas no número anterior aos indivíduos portadores de um cartão especial emitido para o efeito pelo promotor do espectáculo desportivo.
    6 - É expressamente proibido o apoio, por parte dos promotores do espectáculo desportivo, a grupos organizados de adeptos que adoptem sinais, símbolos e expressões que incitem à violência, ao racismo e à xenofobia ou a qualquer outra forma de discriminação.
    7 - A concessão de facilidades de utilização ou cedência de instalações a grupos de adeptos que estejam constituídos como associações é da responsabilidade do promotor do espectáculo desportivo, cabendo-lhe, nesta medida, a respectiva fiscalização, a fim de assegurar que nelas não sejam depositados quaisquer objectos proibidos ou susceptíveis de possibilitar ou gerar actos de violência.
    8 - O incumprimento do disposto no presente artigo implica para o promotor do espectáculo desportivo, enquanto as situações indicadas nos números anteriores se mantiverem, a impossibilidade de promover qualquer espectáculo desportivo.

    Ninguém pode obrigar um grupo a registar-se, verdade.
    Nenhum clube pode favorecer um grupo que não esteja registado, verdade.
    A lei existe, se está a ser mal aplicada ou não é outra conversa.
    As leis em Portugal normalmente são assim, dúbias, mal elaboradas (propositadamente) e por consequência mais difíceis de fazer cumprir.
    Neste caso em concreto parece-me mais uma birra de quem se diz "orgulhosamente ilegais" com a complacência da direcção do SLB.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sendo a minha opção - prefiro o meu Red Pass na bancada BTV - conheço muito boa gente que tem Red Pass na bancada onde estão os No Name. E que acompanham a equipa em deslocações fora, em grupo.
      Não se consideram membros da claque. Não concordam, nem colaboram, em ações violentas. Mas não são malucos e não se armam em justiceiros quando há porcaria.

      A lei é má. Tenta responsabilizar os clubes pela atuação de desordeiros. É à polícia e à justiça que compete zelar pela ordem e pelo cumprimento da lei, agindo e punindo individualmente junto de quem não a cumpre.

      Eliminar
  5. É intelectualmente desonesto colocar no mesmo saco o processo de renovação com Jonas - no qual o histórico médico apontaria para uma não renovação - e o processo de contratação de Perin - no qual a avaliação médica concluiu ser melhor não avançar com a contratação!!

    Se se pode aceitar como criticável a decisão da gestão em renovar com Jonas, não obstante as reservas clínicas (ignorando-se aqui qualquer efeito positivo de Jonas em campo, com golos e assistências, e no banco e nos treinos)... pela mesma linha de raciocínio deveriam estar a aplaudir o caso Perin!! O Italiano NÃO foi contratado!!

    Este post tem ainda um outro “defeito” que é colar diretamente o efeito das dispensas de Castillo e Ferreyra às campanhas nas taças. Havendo mais opções, teríamos tido mais sucesso?! Poderíamos ter tido, quanto muito...

    Mas até a crítica à falta de opções na época passada é contraditória face à crítica, este ano, à contratação de Vinicius (e mesmo Cadiz). Critica-se a falta de opções, critica-se a existência de opções...

    De acordo que não deveremos embandeirar em arco. FCP e SCP (até o Braga) com ou sem reforços, serão sempre tão candidatos como o Benfica.

    Mas é tendo isso em mente que, no fundo, não entendo a constante e persistente crítica a tudo o que se faz ou fez.
    Esquecendo que, mesmo com Jonas “em sofrimento”... mesmo sem as tais opções... mesmo com rivais difíceis... fomos e somos os campeões!

    ResponderEliminar
  6. Ponto 2
    Os adeptos que atuem de forma violenta e/ou criminosa dentro dos estádios têm de ser identificados pelas imagens do estádio, processados pelo clube e impedidos de voltar a entrar em recintos desportivos por períodos a definir pelo juiz.
    Se houver interesse em proteger o espetáculo e levar famílias ao estádio em plena segurança deve seguir-se este caminho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, prender quem comete actos criminosos e punir consoante o seu grau. Impedir de ir aos estádios é o básico, o minimo mas vá lá saber-se porque não aplicam.
      A PSP quando apanha os casuals a caminho dos estádios e fora do acompanhamento normal o que faz? Impede-os de entrar? NÃO, leva-os lá para dentro.

      Eliminar
    2. Não entendo como uns bons 2 ou 3 mil tipos e tipas não estão impedidos de entrar nos estádios. Portugal no seu melhor.

      Eliminar
    3. Pois, mas assim como se cobra multas chorudas ao Benfica para pagar as férias no Brasil?

      Infelizmente vivemos num mundo ocidental que cada vez mais quer replicar o autoritarismo colectivista, repressão à base de massas, uns fazem asneira, pagam todos as consequências.

      Para quem tem duvidas, um bando de idiotas faz asneiras, mas a culpa é de quem mesmo? Quem devia revistar os idiotas, nenhuma responsabilidade. As forças de segurança pagas pelos nossos impostos fazem o quê mesmo? Nada. Quem paga são os adeptos que não podem ir ver os jogos das suas equipas porque querem interditar estádios, e os clubes que levam com multas absurdas, e quem paga as multas no fundo são os sócios.

      Faz lembrar os saudosos tempos de Estaline e Hitler.

      Eliminar
  7. Embora me pareça que Perin seja um GR de qualidade, acho que até foi bom ele não passar nos testes porque, mais dia, menos dia, iriamos ter um GR no estaleiro! Quanto a Jonas... um senhor! Mesmo de muletas marcava golos. A lei sobre a violência no desporto apenas vai ser aplicada ao Benfica e a mais um ou outro clube, a sul de Vila Nova de Gaia!
    Os jogos que o Benfica disputou até agora, para mim, ainda não me convenceram! Certo que tem havido bastantes alterações, quer no 11 titular, quer durante os jogos e com isso, o fio de jogo (forçosamente) não é constante ou de qualidade mediana.
    Mas estou convencido que no dia 4, quando jogarmos o "amigável" com os lagartos, vamos mostrar quem é o mais forte e ganharmos o primeiro troféu da época.

    ResponderEliminar
  8. Jonas, na entrevista publicada hoje no Record, salientou o que todos nós (mais ou menos bem informados) sabíamos : o Benfica "deixou fugir" a Taça de Portugal e a Liga Europa, para apostar todas as fichas na Liga. Esta sim, era a prioridade das prioridades.
    Aqueles jogos (segundas mãos) em Alvalade e Frankfurt foram verdadeiramente surrealistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só alguém muito distraído não percebeu isso. Mas eu achei muito bem. Definir prioridades é uma das funções principais das chefias.

      Eliminar
    2. Os dirigentes do Benfica sempre tiveram a ambição e o objectivo de ganhar todas as provas em que o clube participa.
      O que aplaudes é um remedeio para os erros cometidos na gestão desportiva por uma corja de incompetentes, começando pelo presidente que de futebol percebe népia.

      Eliminar
    3. Definir prioridades é uma funções principais chefias??

      Pois é la nisso tens razão porá outro tens que admitir foi tudo mal programado certo? Tu não podes nem deves deixar de ir a duas finais quando estava ao nosso alcance nos somos Benfica
      foi um ano todo ele mal programado com final feliz.

      Eliminar
    4. Bruno Lage tinha prometido o prémio de 1 milhão de euros limpos caso ganhasse a Liga.
      Uma coisa é o adepto/sócio querer ganhar tudo, invocando a cultura do Benfica.
      Mas actualmente o futebol é um jogo de negócios e de gestão. Ultrapassa a emoção e a paixão.
      Qual de vós, nos vossos empregos, perante desafios de diversa escala, optaria por aquele com menor retorno ?
      Já Bella Gutman dizia, que nenhuma equipa portuguesa tem cu para tanta cadeira.
      Esta é que é a verdade.
      Se repararem bem, todos os treinadores portugueses fartam-se de chorar por serem obrigados a jogar 2 vezes por semana, mal tendo tempo para treinar.

      Agora, entre receber 1 milhão pela conquista do campeonato, 250 mil pela Liga Europa e 200 mil pela Taça de Portugal, é demasiado óbvia a opção de qualquer treinador.

      Os treinadores de futebol não são místicos nem vivem do ar.

      Sempre assim será. O Benfica anualmente está envolvido em 4 frentes : Campeonato, Competição europeia (Champions ou Liga Europa), Taça de Portugal e Taça da Liga.

      Quanto à Champions, todos os que são pragmáticos e realistas, percebem que será menos difícil cada um de vós ganhar o euromilhões do que o Benfica ser campeão europeu.

      Resta o campeonato, que é a competição pela qual o Benfica deverá sempre lutar.
      É a competição que maior receita proporciona, além de que os prémios individuais atribuídos a treinadores e jogadores, não são nada de deitar fora.

      Eliminar
    5. Pois esse teu ponto vista é pouco estranho final da taça jogas depois do campeonato e da liga Europa tbm se tudo fosse bem feito podíamos alcançar e sem problemas o Frankfurt e Sporting?? A primeira equipa andava jogar na 2 divisão 2 anos atras e os sapos e nem preciso comentar quando nao se consegue com estas equipas vamos conseguir com quem é quando??

      Eliminar
    6. Caro Da Fonseca, a questão de fundo não é se tínhamos ou não equipa suficiente para derrotar o Eintracht ou o Sporting. Parece-me evidente que teríamos.
      Mas colocar em campo a melhor equipa, nesses confrontos (recordar que, no caso da Taça de Portugal, o problema não foi a final, mas a meia final, que se jogou no auge da decisão do campeonato) teria forçosamente impacto na nossa capacidade de disputar as últimas jornadas da Liga.

      Definir prioridades, como alguém acima escreveu, é necessário.
      E não é só o Benfica quem o faz. Veja o que acontece em todos os outros países, nas equipas de topo. Conforme o contexto, jogam - ou não - os melhores.

      Por exemplo... no meu entender foi a má definição de prioridades foi o que nos levou a perder, no ano horribilis de JJ, tudo, no final da época. Quisemos ganhar a Liga Europa, o Campeonato, a Taça de Portugal. Ficámos com a Taça da Liga... se tivesse havido uma melhor gestão do esforço - ou seja, uma melhor gestão de prioridades - a história poderia ter sido diferente.

      Eliminar
  9. Nova Lei sobre Violência no Desporto

    As claques e os gao (grupo de adeptos organizados) devem ocupar sectores previamente preparados sem cadeiras, diz a nova lei.

    O uso de megafones e tambores, também estará confinado às zonas destinadas às claques e aos gao.

    Em suma, os estádios de futebol, com esta nova configuração pretendida pela nova Lei, divide outra vez um estádio de futebol em pelo menos 2 sectores : as zonas dos ricos e aristocratas, com assentos confortáveis, bares e áreas de lounge e as zonas dos pobres, operários e plebeus, com todos ao molho, em pé e talvez até com grilhões para impedir que se dispersem e fujam ao controlo das autoridades.

    ResponderEliminar
  10. Ainda quanto à violência no desporto, designadamente nos estádios de futebol, confinar o mesmo às claques e aos grupos de adeptos organizados é uma falácia.
    Já por diversas vezes houve cenas de violência (agressões, insultos e provocações) nas tribunas onde por norma assistem os mais altos dirigentes desportivos e autoridades portugueses.

    Nas antigas Antas e já no Dragão, as cenas degradantes ocorridas na tribuna VIP têm sido mais que muitas.

    Para já não falar das entrevistas incendiárias que regularmente os dirigentes desportivos concedem aos meios de comunicação social, acicatando as massas para comportamentos violentos.

    Não é dos elementos das claques que tenho medo.
    São dos elementos das "outras claques", bem vestidos, bem perfumados e com imensos salamaleques de quem tenho mais medo.

    As maiores patifarias e desacatos começam sempre por cima.
    Depois, nas bases há quem infelizmente os replique.

    Mas, não tenhamos dúvidas, dirigismo desportivo e arruaceiros andam em Portugal de mão dadas.
    É só tomarmos um pouquinho de atenção. São tantos, tantos, tantos os exemplos à nossa volta...
    E muitos deles até bem recentes.

    ResponderEliminar
  11. Qual é a diferença entre uma invasão do centro de estágios dos árbitros e uma invasão do centro de estágios da própria equipa?
    Justiça Norte vs. Justiça Sul

    Pp

    ResponderEliminar
  12. Eu não desvalorizo o scp... Até porque, se tudo correr bem, ainda descem de divisão... https://maisfutebol.iol.pt/videos/5d35c3770cf2918a3666a4c9/bruno-de-carvalho-apontado-como-mandante-da-operacao-cashball

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a melhor hipótese de poderem festejar um campeonato nacional no Marquês...

      Eliminar
  13. Hooliganism is a dying problem in English football if you examine official figures. "Football stadia today are safe and welcoming places, offering good quality facilities to supporters," reads the English Football Association's summary of measures to prevent football violence. "There are no pitch perimeter fences. All stadia in the top two divisions, and many in the lower divisions, are all-seated. Supporter violence inside stadia is very rare. Some hooliganism does take place, but on a very limited scale and usually some way away from the stadium environment."

    http://www.thefa.com/~/media/Files/TheFAPortal/governance-docs/stadium-safety/summary-of-measures-taken-to-prevent-football-violence.ashx

    E Pluribus Unum
    A Canadian Benfiquista.

    ResponderEliminar
  14. Cala-te sombras.
    O que eleminou o glorioso da taça não foi a falta de opçoes, foi a falta de cartoes,o macron boy tratou do assunto, na taça da liga foi o verdissimo, e na liga europa foi 1 golo 4 metros em fora de jogo...
    Isso de renovar com o jonas é basico, chamasse,gratidão.
    O resto é só cashball e fruta.

    ResponderEliminar
  15. Não sei o que é mais incrível, achar-se que um clube tem que ser responsável pelos comportamentos individuais de adultos, ou a flagrante anti-constitucionalidade da lei...

    Portugal tem muita coisa boa, mas tudo o que gravita à volta da justiça é pior que muitos países ditos subdesenvolvidos...

    ResponderEliminar
  16. A Inglaterra, a Bélgica, a Holanda e a Alemanha (para citar só alguns) resolveram muito bem o problema do holiganismo .
    Actualmente, com os sistemas de vigilância, as autoridades conseguem perfeitamente e em pouco tempo identificar os desordeiros.
    Provavelmente, em vez da atenção estar centrada numa pequena parte do estádio (onde se encontram as claques e os gao) devia ser muito mais abrangente.
    Também há desacatos onde não era suposto haverem.
    Durante 9 anos assisti a muitos jogos no piso 1, lado a lado com a tribuna VIP do estádio da Luz e também nesse sector de vez em quando havia desacatos e tipos ao soco.

    É muito redutor culpar as claques ou os grupos de adeptos organizados pela violência que impera no futebol.
    A violência é hoje transversal no futebol.
    Há jogos entre equipas de escolinhas com imensa confusão nas bancadas, com papás ao soco.
    A sociedade está doente e manifesta-se em tudo o que tenha ressonância e dê visibilidade.
    E para publicidade, não há nada melhor que o futebol.

    Mas repito, o problema da violência no futebol, tem solução política.
    Se a política quiser, a violência é eliminada em, no máximo 3 anos.
    Mas os clubes, a Federação e a Liga também têm que fazer a sua parte.

    ResponderEliminar
  17. Mas quantas vezes vão bater na tecla da "inconstitucionalidade" da Lei das Claques.
    A Lei não obriga as claques a registarem-se para ver a bola. O que a Lei obriga é que, para o Clube poder prestar os apoios necessários, a claque tem qie estar registada. Nada obriga a que um grupo de amigos que queira ver a bola, se refiste como claque. Contudo, se esse grupo de amigos quer ter lugares reservados ou ter acesso às bancadas antes dos jogos para colocar tarjas, tem que se registar. Porque é que eu, se quiser comprar um bilhete para um lugar atrás da baliza onde estão os NN, não posso? Perguntem lá à Administração do clube quem é o titular dos RedPass desses lugares? O mais engraçado é que muitos dos elementos dos NN nem sequer são sócios do SLB, quanto mais poderem ter direito a RedPass.
    Sou Benfiquista e sou a favor das claques, sem elas os jogos seriam um silêncio quase total. Mas, em primeiro lugar, a Lei não é nada disso que interpretam e tentam passar para o leitor em geral. Em segundo, porque é uma verdadeira injustiça para o comum sócio que paga as quotas e compra RedPass com o seu dinheiro, enquanto o clube fornece milhares de RedPass às claques, a custo zero, para os responsáveis alugarem os RedPass todos os jogos por 10€ a adeptos que nem sócios são.
    O que é justo, é justo. Se exigimos aos outros, temos que nós primeiro fazer igual ou melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Moralez, todos nós estamos registados como sócios do SL Benfica. O clube pode dar todo o apoio que quiser aos seus sócios ou detentores de lugares anuais.

      Era só o que faltava alguém ser sócio e ainda por cima detentor de lugar anual e ainda ter que se registar numa entidade terceira para receber vantagens do clube, a quem paga quotas como associado!

      O problema na violência no desporto nada tem a ver com claques. Muito além disso.

      E fico-me por aqui pois vou falar nisto amanhã ou depois.

      Eliminar
    2. Pois mas infelizmente, isto ainda não e a Republica das Bananas. Não basta ser uma associação desportiva, ter um estádio e os sócios poderem por e dispor. Isso é para os clubes de setas e de dardos. O Benfica e uma associação com Estatuto de interesse publico, que lhe trás direitos, mas também trás deveres. E o Estadio da Luz, nos termos da Lei, é um recinto desportivo usado para desporto a nível profissional o que, escusado será dizer, também obedece a regras. Por essa ordem de ideias, o Benfica pode autorizar a entrada para os jogos quando quiser e bem lhe apetecer ao inves de serem as autoridades policiais a determinar a hora de abertura das portas. Por essa ordem de ideias, os adeptos podem entrar com todo o tipo de objetos.
      Ainda por essa ordem de ideias e analogiando, sendo (presumo) o Shadows um cidadão cumpridor e contribuinte, porque é que tem que tirar carta de condução? Para conduzir um carro pago com o seu dinheiro, nas estradas pagas com os seus impostos? Também é uma inconstitucionalidade?
      O Benfica, sendo uma associação desportiva e ainda por cima cotada em bolsa, pode dar apoio aos associados, mas dentro de certos limites. Não lhe causa admiração que, tendo essa Lei entrado em vigor já há alguns anos, o Benfica nunca deu entrada com um processo no Tribunal Constitucional a solicitar a revisão da Lei? Será passividade, irresponsabilidade ou apenas o facto que tal pedido seria infundado?

      Eliminar
    3. Moralez, porque razão mentes quando dizes que, "O mais engraçado é que muitos dos elementos dos NN nem sequer são sócios do SLB, quanto mais poderem ter direito a RedPass", quando toda a gente sabe que para ser membro da claque e ter Red Pass tem obrigatoriamente de ser sócio?

      Eliminar
    4. Minto? Achas?
      Benfica Sporting para a Liga da epoca passada. Eu mais um colega meu que e do Sporting mas queria ir ver o jogo e tinha um convite de outro colega que é dos NN. Como não queria ir sozinho, pediu m para ir com ele, apesar de eu ter redpass para outro lugar. À entrada um dos responsáveis dos NN estava a distribuir RedPass com nomes sei lá bem de quem 20 paus a cada um. Entramos e devolvemos os redpass, nem 10 min estivemos com os cartoes na mao. Queres provas? Até era gajo para te dar pois tirei fotos aos redpasses e, apesar de ter usufruido do esquema, não pude deixar de ficar estupefacto com a facilidade.

      Eliminar
    5. Duvido muito seriamente que com a entrada em vigor do RGPD o "recenseamento" dos adeptos seja viável sem a respectiva permissão deles e sem que sejam ultrapassados alguns (bastantes) constrangimentos de ordem legal.
      Atenção que já nem me refiro à provável inconstitucionalidade da medida.
      Por vezes em Portugal, discutem-se coisas como se estivéssemos em 1950.

      Eliminar
    6. Moralez, lamento mas esse episódio não prova nada.

      O red pass é transmissível. Se o detentor do red pass nao quiser assistir ao jogo, pode ceder o seu lugar (não deveria vendê-lo dessa forma que indica, mas é mero detalhe para o caso em apreço).

      Esse Red Pass que lhe deram é nominal, e necessariamente, é pertença de um sócio.

      Insisto, com conhecimento de causa: se quiser comprar um Red Pass para assistir aos jogos no setor dos NN, havendo lugares disponíveis, pode fazê-lo - desde que seja sócio.

      Eliminar
    7. Moralez, o anónimo das 23:37 já respondeu. Mas se isso é verdade, a entrada de um não sócio com um RED Pass, é sinal de que as regras da direcção não estão a ser seguidas. Os prevaricadores terão de ser punidos e a atividade terminada.

      Eliminar
    8. Anónimo23 julho, 2019 09:14.
      O que relatei, não aconteceu só comigo e com o meu colega. Aconteceu com dezenas e dezenas de adeptos dos NN a entrar. Todos a receberem cartões Redpass para entrarem. Seria coincidência tantos adeptos que não queriam ver um Benfica Sporting? E logo na mesma bancada? O que aquilo transparece é que é prática corrente.

      Eliminar
  18. A Inglaterra resolveu o problema do holiganismo, envolvendo os clubes directamente em tudo aquilo que lhes competia.
    Sentiram tudo aquilo como uma vergonha nacional.
    Foram banidos das competições europeias durante cinco anos (creio) e esta decisão custou muito dinheiro, quer à federação inglesa, mas sobretudo aos principais clubes ingleses que deixaram de ter a montra das competições europeias para arrecadarem receita e promoverem os melhores jogadores.

    Por cá, o Benfica culpa o Porto e o Sporting, o Porto culpa o Benfica e o Sporting, o Sporting culpa o Benfica e o Porto e não passamos deste jogo do passa culpa. Cada um reclama para si os melhores adeptos/sócios do mundo, incapazes de fazerem mal a uma só mosca que seja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamento, mas errado.
      A Inglaterra foi banida das competições europeias, por iniciativa da UEFA.

      Mas, totalmente ao contrário do que indica, a Inglaterra não resolveu o problema “envolvendo os clubes diretamente em tudo o que lhes competia”.
      Em Inglaterra a solução foi a criação da “Football Banning Order” (FBO), que restringe os direitos dos indivíduos envolvidos em casos de violência relacionados com futebol - nomeadamente proibindo a sua presença em jogos ou recintos associados à transmissão de jogos, podendo também exigir a presença destes indivíduos em esquadra da polícia, antes ou durante o jogo.

      Pode ler aqui: https://www.olliers.com/football-offences/football-banning-orders/

      A lei foca-se nos indivíduos, não se foca nos clubes. E é considerada um caso de sucesso na redução da violência em Inglaterra.

      Portugal está a tentar uma via diferente, que para além de contornos duvidosos de constitucionalidade, tem vindo a mostrar ser incapaz: os adeptos de clubes com claques “legalizadas” continuam a envolver-se em desacatos.
      O efeito prático da nossa lei tem-se revelado nulo.

      Eliminar
  19. Jonas ... o ídolo .... quantos golos nas competições europeias? quantos aumentos de ordenado para marcar golos ao tondela e Arouca? grande jogador aos 30 anos .... chegou ao Benfica ... no currículo de tal jogador constam ligas dos campeões, clubes como real Madrid , Manchester e juventus... o ídolo com pés de barro que já ganhava 6 milhões brutos.Fazendo assim uma comparação rápido um.puto de Viseu fez mais em 6 meses que o senhor Jonas em 3 anos..... e tinha 18 anitos... em Portugal qualquer brasuca é ídolo....são 5 todos uns craques... são vendidos alguns e .... pimba.... lá se foi o ídolo...David Luís e companhia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epa que é que vai nesse miolo?

      Estás todo mamado pa

      Eliminar
    2. Tao mau que nem sei como e publicado...

      Eliminar
  20. E com a nova lei dos estádios para as claques cria-se uma dúvida.....quem leu a famosa tese de mestrado do Macaco????

    ResponderEliminar
  21. depois do que o jonas disse que só não acabou a carreira em janeiro porque o lage lhe pediu ainda menos se percebe a estupidez de não ter vendido os outros dois avançados ao mesmo tempo.

    mas a lei só será inconstitucional quando a decretarem como a actual, até é pensamos que poderá ser inconstitucional, o que até agora não foi feito e para a nova lei o mesmo vai acontecer.

    este jogo não mostrou novidades apenas a enorme urgência de contratar um defesa direito.

    ResponderEliminar
  22. Retiram as cadeiras e proíbem as tarjas, mas continuam a deixar entrar macacos nos estádios. Quem está no comando do combate à violência no futebol está a fazer um excelente trabalho...

    Avante Plo SLB

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares