O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Avatar

Ser o melhor no Real e ser um problema na Selecção.

 ●  + 28 comentários  ● 

A exibição de Cristiano Ronaldo no jogo de ontem revelou novamente o que tem sido o seu principal problema na selecção nacional: a falta de humildade e espírito colectivo.

Ronaldo no Real Madrid é um dos melhores do mundo sem qualquer dúvida. É uma mais valia fundamental para o sucesso do seu clube e tem a necessidade de se superar quase sempre. Porquê?

Bem, o plantel do Real Madrid não tem só um craque. Tem vários e bons. Se Ronaldo não se destacar certamente um Benzema, um Bale, um “Ramés” ou um Kroos assumirão esse lugar cimeiro.

Mas na selecção nacional Ronaldo acha-se acima dos colegas. E isso é fomentado desde o topo da estrutura da FPF, ou seja, desde Fernando Gomes.

Viu-se no Mundial do Brasil em que não foi obrigado a trabalhar como os outros em todo o estágio devido a uma “lesão”(cuja existência deu polémica entre os médicos e Paulo Bento).

Neste estágio aconteceu o mesmo, merecendo até elogios de alguns comentadores o facto de Ronaldo ter sido poupado a trabalhar como os outros.

Isto nem seria mau de todo mas desde que Ronaldo depois fosse obrigado a jogar para a equipa. Não foi isso que se viu. E que grupo é que aprecia ver regras diferentes aplicadas a diferentes elementos? Terá sido só Ronaldo que teve uma época longa? Muitos jogos nas pernas?

Quer na marcação de livres, que até quase do meio campo quis chutar directo, até à falta de jogo colectivo. Salvo erro, Ronaldo terá passado a bola aos colegas uma ou duas vezes o jogo todo. A única excepção foi quando fez um corte de cabeça na nossa grande área ajudando a defesa.

Mas faz sentido “obrigar” um craque a jogar para os outros? Eu diria que faz sentido “obrigar” um craque a não achar que é o único que pode resolver um jogo e que deve jogar não para si(como faz Ronaldo na selecção), mas para o bem da equipa que é vencer.

Para este estado de espírito de Ronaldo muito contribui certa franja da comunicação social provinciana e limitada. Insistir a cada 3 perguntas em falar sobre Ronaldo é ridículo. Ter um colega de selecção à frente e perguntar-lhe sobre Ronaldo como fizeram ao Nani é uma falta de respeito.

O Ronaldo focado e “obrigado” a trabalhar para o colectivo como se vê no Real Madrid é valiosíssimo e pode valer títulos.

O Ronaldo vedeta, egoísta e que não joga para o colectivo mas para si é um problema para a estabilidade do grupo.

Falta coragem na FPF e na selecção para fazer ver isto a Ronaldo.

(A origem da “opção técnica” que deixou Quaresma de fora do onze inicial também não está a ser pacífica de digerir no seio da selecção.)

28 comentários via blogger

  1. O problema é que de Ronaldo a Messi vai um mundo, e este tem que se mostrar de alguma coisa.
    O Futebol de Ronaldo neste momento é muito simples de avaliar: Se não marca um golo, o seu jogo torna-se ridículo. Não dá para mais. É um Cardozo em estado puro..
    Mas tens total razão. O problema já vem de toda a propaganda criada à volta do jogador por parte da federação. Lembram-se há dois anos quando os jogadores isolados tinham que colocar a bola no Ronaldo, mesmo que o gajo estivesse a 20 metros de distância e recuado?
    Messi joga e faz os outros jogar; Ronaldo joga para si: Sintomático.
    Ainda se diz que Messi não é um líder... queria antes o papel de capitão desempenhado por Messi, do que a vergonha constante que é Ronaldo que nos faz corar todos nós sempre que abre a boca ou depois de um mal resultado. Isto não é nada. Que peça ao Figo umas lições de liderança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só discordo quando metes o Messi ao barulho. O Messi não é líder nem exemplo. Em especial fora de campo.

      De resto é isso mesmo.

      Eliminar
    2. Como já tinha aqui dito, e fiquemos de braços cruzados que é o que eles querem

      "Absolvição de Slimani foi decisão "política"
      15 DE JUNHO DE 2016 13:25
      DN

      PUB

      Domingos Cordeiro diz que foi afastado do Conselho de Disciplina da FPF por ter defendido que Slimani agrediu Samaris

      Domingos Cordeiro, antigo Vogal do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, Secção Não Profissional, enviou uma carta aberta ao Presidente do Conselho de Justiça da FPF, Manuel Serra, a demarcar-se da absolvição no "Caso Slimani".

      O conteúdo da carta foi revelado pela TSF e Domingos Cordeiro fala na existência de "pressões políticas" na absolvição do ponta-de-lança do Sporting, no caso da suposta agressão a Samaris, médio do Benfica.

      "Como é sabido, e resulta dos autos, dos sete membros que compõem o Conselho de Disciplina, um houve que votou vencido: EU! Voto vencido, aliás, que, em meu entender, viria a funcionar como causa próxima para a minha não inclusão na lista de 20/04/2016, encabeçada pelo Dr. Fernando Gomes e candidata aos órgãos sociais da FPF, 2016/2020", escreveu Domingos Cordeiro, precisamente no dia em que deixou de ser Vogal no Conselho de Disciplina.

      Domingos Cordeiro diz que decidiu enviar a carta ainda na "qualidade de dirigente desportivo", de modo a que se "alguém ligado ao movimento federativo se sentir atingido pelas palavras" possa, "querendo", recorrer à Justiça Desportiva.

      "À luz das leis e regulamentos que regem a Justiça Desportiva na FPF, é por demais evidente que a solução proposta pelo Relator do Acórdão de 8/4/2016, é tudo menos uma decisão baseada na Lei e nos Regulamentos. É, antes uma deliberação de política desportiva, determinada por 'atendismos', criticou.

      O advogado defende que havia matéria para castigar Slimani e que o caso poderia ter sido resolvido rapidamente, recorrendo a um processo sumário."

      O futebol em Portugal é uma máfia.

      Eliminar
    3. 100% de acordo... é mesmo isso!

      A. Lopes

      Eliminar
  2. Portugal provavelmente daqui a dois anos estará melhor servido sem esta meia-leca. E craques não faltarão. Craques esses que o são dentro do campo. Não nas passarelles.

    ResponderEliminar
  3. O pessoal tem medo de dizer as verdades. Não há uma única jogada da Selecção que não seja pensada em ter o Ronaldo a finalizar ou eventualmente, muito raramente, em tê-lo a assistir um colega à boca da baliza (por exemplo, o passe dele para o Nani, que quase deu golo). Os adversários sabem disso. Ontem só houve uma jogada que não se apoiou no Ronaldo. Essa jogada deu golo. Isso não se faz! os adversários não estavam à espera.

    Todos os jogadores da Selecção estão condicionados por Ronaldo. Todos lhe querem passar a bola. Não vá ele zangar-se.

    Aqui vai um título para uma notícia: "De que se ri Ronaldo?". Este título depois complementado com várias fotografias de momentos de jogo com ele a rir-se. E foram tantas!

    Quanto ao Quaresma: é mais um para fazer números de circo. Sou completamente contra ele ter sido convocado. Para números de circo basta-nos o Ronaldo.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente.
      O Ronaldo na selecção tem ordens para ser a vedeta e todos os colegas sabem disso. O Quaresma estar lesionado e entrar em detrimento de Rafa é a amostra de que ninguém pode ser melhor que Ronaldo. Quaresma está em forma e joga bem melhor que o Ronaldo.
      Lembro-me de há uns anos o Nelson Oliveira, num jogo particular, rematar à baliza adversária e o Ronaldo, que estava tapado por um adversário, "ralhar" pelo não passe. A partir daí o Nelson deixou de ir à selecção (embora o seu desempenho não tenha ajudado nos clubes por onde passou) e até houve aquela polémica em que o Éder é convocado sem ter marcado qualquer golo no Braga e ele, Nelson, já levar 7 marcados no Rennes não ser também convocado.
      Enquanto Ronaldo estiver na selecção como se de um deus se trate nunca iremos a lado nenhum. Não se joga em equipa, joga-se para Ronaldo.
      Vieirinha, Cédric, Bruno Alves, Pepe, Danilo, WC, Adrien, Moutinho, Quaresma e Éder foram más escolhas. Ter deixado André Almeida, João Cancelo, Ruben Vezo, Ruben Neves, Pizzi, Nelson Oliveira e André Silva de fora é um crime.
      Tal como já o disse antes, esta é a pior selecção portuguesa que já vi desde que me lembro, e vejo futebol desde os anos oitenta.

      Obrigado e Saudações!

      Eliminar
    2. Bem... Não convocar os únicos trincos portugueses titulares em clubes grandes (o Ruben neves não é titular), não convocar um central campeão europeu (convocar Ruben Vezo que nem titular no Valencia tem sido) e convocar Andre Silva (o puto é bom mas so jogou alguns jogos este ano...) e o Nelson Oliveira (para isso o Hugo Vieira fez muito mais..)... Ai sim verias a pior selecção.

      Esta não é nada a pior selecção que vi jogar (a pior foi sem dúvida a do ultimo Mundial ou a do Mundial Coreia-Japão) mas isso na maioria das vezes a culpa não são dos jogadores... A culpa é do seleccionador que não consegue aproveitar o potencial dos jogadores que esta selecção tem.
      Colocar André Gomes e João Mário nas alas não lembra a ninguem! dois medios de passe curto, que não são rápidos não podem estar o jogo todo a ir para as alas não faz sentido. E só isso explica muito do que se passou no ultimo jogo.

      por isso... Esta não é nem de longe nem de perto a pior selecção. E essa convocatória então com esses nomes tirando os outros havia de ser bom...

      Eliminar
    3. Opiniões são sempre opiniões.
      Para ti os títulos são mais importantes que a qualidade do jogador? WC ou Danilo são melhores que o Ruben Neves, por exemplo?
      O André Almeida não merecia mais estra lá que o Vieirinha ou Cédric?
      O Bruno Alves e o Pepe são centrais para a nossa selecção?
      O João Moutinho está lá a fazer o quê? O Pizzi não merecia mais que ele? O homem está fora de forma e é um jogador a menos.
      O Éder é mais ponta de lança que o puto André Silva ou o Nelson Oliveira?
      O Hugo Vieira merecia mais que o trapalhão Éder, aí tens razão.
      Mas como disse, opiniões são opiniões.

      Obrigado e Saudações!

      Eliminar
  4. Ando a dizer isso à anos, desde que tiveram a ideia peregrina de o colocar como capitão da seleção, nunca vejo jogos do RM (no outro dia apanhei uns minutos e pareceu-me realmente outro jogador), mas na seleção é uma tristeza, até resulta contra algumas equipas maiores em que temos alguns contra ataques tipo Suécia e ele realmente resolve sozinho.

    Também não entendo a ideia partilhada por alguns treinadores na comunicação social de abdicar de um jogador a defender para ter esse jogador fresco no ataque.

    Messi é ET, não sei do que falas Shadows, mas a jogar futebol está a anos luz.

    Claro que todas estas criticas caem ao chão se o que o CR faz for obrigação dos treinadores.

    ResponderEliminar
  5. Muito bem visto.
    O país embandeirou em arco, falou-se (e fala-se) de sermos campeões da Europa. Está tudo doido. Sonham, antes do pesadelo.
    O vedetismo não ganha jogos, muito menos campeonatos da Europa. A seleção portuguesa é hoje um grupo onde imperam umas quantas vacas sagradas que, joguem o que jogarem, mesmo que não joguem porra nenhuma, calçam sempre - um mau princípio para um coletivo.
    CR joga quando lhe apetece e preferencialmente no clube que lhe paga os milhões que põe no bolso. Já não há pachorra que aguente os tiques de vedeta e os assomos de arrogância, aquelas caretas de desacordo com os árbitros e fiscais de linha, os risinhos afetados. Julga-se o «maior» mas não é.
    Compará-lo com Eusébio é uma anedota. Eusébio «fabricava» jogadas e golos, dava tudo em todos os jogos, trabalhava para a equipa, respeitava (adversários, árbitros, público), era autêntico. Não há maior que ele, inventem o que inventarem.

    ResponderEliminar
  6. O Quaresma estava a tirar-lhe protagonismo...

    ResponderEliminar
  7. Concordo e finalmente oiço um comentador que percebe de futebol (Daúto Faquirá) abordar o tema. De que ri tanto Ronaldo durante o jogo? Sócio do SLB rumo aos 1/4 com a seleção

    ResponderEliminar
  8. Águia Preocupada15/06/16, 22:04

    Absolutamente de acordo. Apenas uma ressalva: Não é propriamente a federação que promove a ronaldomania...
    Quem "vende" a imagem até à exaustão são os jornaleiros cá do burgo que o endeusam até ao ridiculo. Não há conferência de imprensa em que não hajam perguntas sobre o dito. Só falta perguntar se o Ronaldo faz xixi de noite, se se masturba e quantas vezes o faz!
    O primeiro treino em terras gaulesas, teve 1.000 espectadores; então na crónica jornalística, declamava o poeta da RTP: "Mil aplaudiram Ronaldo! Ronaldo aplaudiu mil!" Lindo! De ir às lágrimas! Há um programa na RTP cujo título é: "A culpa é do Ronaldo!" Sem quererem até dizem verdades...
    Enfim! Já escrevi noutro post que o jogo tem que passar por ele e isso emperra e destrói a criatividade dos outros, que parece que jogam intimidados e com muito respeitinho por quem deveria ser o primeiro a dar exemplos de solidariedade em campo e fora dele!
    Se Ronaldo olhasse mais para a bola e para os colegas (que para ele são subordinados)e olhasse menos para os ecrãs talvez a selecção fosse digna de ser considerada a Selecção de Portugal!
    Mas não há coragem nem vontade para alterar as coisas!

    ResponderEliminar
  9. Como diz o puto brasileiro, EU SOU BENFICA!...quero que a selecção (e, já agora, o Rónaldo) s@phoda !!!

    ResponderEliminar
  10. Tudo bem que é o melhor do Mundo ou o 2º melhor dependendo das épocas ou para não ficarem aborrecidos, Messi é o melhor do Mundo em talento e Ronaldo o melhor do Mundo em trabalho e dedicação para atingir o nível que está a vista de todos. A comunicação social é ridícula, só falam do Ronaldo, tomou o peq-almoço de campeão, quantas vezes foi ao WC etc etc etc. Ele devia ser o primeiro a impor-se e pedir respeito para os colegas e deixarem de falar só dele ou para respeitarem terem a frente um jogador que não ele e perguntarem pelo Ronaldo. Já agora, reparem nesta notícia http://www.record.xl.pt/internacional/competicoes-de-selecoes/europeu/euro-2016/grupos/grupo-f/portugal/detalhe/cristiano-ronaldo-levou-ajuda.html?utm_campaign=Echobox&utm_medium=Social&utm_source=Facebook levou consigo um espanhol para o meio dos treinos e convívio da seleção e também lá anda a sombra que o acompanha a todo o lado, o ricardo regufe que já sei que é representante da NIKE mas tem dto a andar lá no meio da comitiva, equipado a rigor. Acho que não se vê nada disto em mais seleções a não ser na nossa

    ResponderEliminar
  11. Quanto mais depressa o Ronaldo deixar a selecção, mais depressa ela irá evoluir.

    Os jogos de futebol ganham-se com uma equipa, não com individualidades. Enquanto Ronaldo estiver na selecção não iremos ter uma equipa. É impossível. É impossível ter espirito de grupo enquanto os outros jogadores sentirem que andam ali só a fazer de ajudantes do Ronaldo.
    É absolutamente necessário ele saír para que a equipa possa evoluir. E Quaresma a mesma coisa.

    A selecção anda há uns anitos com um problema que não lembra à cabeça de ninguém hoje em dia.
    Não arranjam maneira de colocar 2 extremos e pelo menos um avançado centro, porque Ronaldo, Quaresma e o avançado nunca vêm atrás ajudar a defender. Ora, o avançado-centro não vir atrás tem lógica, porque tem de ficar sempre alguém na frente para aproveitar um contra-ataque, e para fixar pelo menos 2 defesas adversários. Quer esse avançado seja o Ronaldo ou outro qualquer.

    Mas hoje em dia é muito dificil uma equipa em alta competição conseguir ganhar algma coisa se tiver 3 jogadores que nunca ajudam realmente a defender. Não estou a falar de fazer alguma pressão sobre os defesas ou de vir ajudar nas boas paradas. É defender à séria. Fazer pressão a sério, correr atrás dos adversários, compensar os colegas, e sobretudo roubar bolas.

    Por isso, andam sempre ali a jogar com as "pecinhas" do xadrez dum lado para o outro, por forma arranjar maneira de resolver este quebra-cabeças. Tapam ali, destapam acolá... tapam acolá, destapama ali. Na realidade é um quebra-cabeças impossível de resolver.

    Aliás, apesar de muitas equipas hoje em dia já jogarem em 4-4-2 por opção, Portugal só o faz porque é a unica maneira ter somente 2 jogadores que não defendem em vez de ter 3 ou 4. Por isso é que jogamos com jogadores habituados a jogar no meio campo nas alas. Porque se jogar um avançado (Éder) e Ronaldo na frente, e Quaresma numa das alas, lá se fica com 3 jogadores que não defendem. Não dá.
    Assim, agora a solução é meter as 2 prima-donas que não defendem, Quaresma e Ronaldo, sozinhas na frente. E os outros que trabalhem para elas poderem brilhar, mesmo que tenham de jogar fora das suas posições. Desemerdem-se, que as meninas da frente estão lá é para serem servidas.
    Quaresma passar a bola? Nem pensar. Faz um cruzamento de trivela quando está longe da baliza e tem demasiados jogadores pela frente, mas se tiver um espacinho e 3 colegas desmarcados só com o gurda-redes pela frente, é óbvio que vai fazer o remate poara poder marcar o golo que o faça brilhar.
    O Ronaldo ainda pior, porque esse até vai estar quase sempre no sitio onde possa rematar, por isso a opção será quase sempre... rematar. Só passa depois de já ter marcado pelo menos 2 golitos, mas só se estiver bem disposto.

    Nem é por acaso que andam os dois a tirar selfies juntinhos, umas atrás das outras, o estágio todo.

    Comparar estas 2 prima-donas com jogadores como Eusébio, ou mesmo Figo, Rui Costa ou João Pinto é uma patetice descomunal. Mesmo Figo que era cheio de manias e tentava assumir-se como estrela e líder da companhia fazia em campo aquilo que era necessário em benefício da equipa. Defendia, passava a bola, travalhava.

    Tudo o que Ronaldo e Quaresma fazem em campo tem um unico objectivo... o protagonismo pessoal. Mesmo quando fazem algo de positivo, que até acaba por beneficiar a equipa, isso acontece como mero efeito secundário da principal razão que os levou a fazer aquilo... o protagonismo pessoal.

    Se Ronaldo fosse um puro avançado centro, que conseguisse jogar sozinho em frente à baliza, o problema estaria praticamente resolvido. Bastava deixar Quaresma no banco ou em casa, e escolhiam-se outros 10 jogadores para colocar em campo, de forma absolutamente normal. Como acontece com o Ibrahimovic, por exemplo.
    Mas não... o Ronaldo, que é tão bom a marcar golos, só é bom se tiver um outro avançado ao lado que ajude a criar espaços para ele poder brilhar. E enquanto isto acontecer... a selecção estará sempre um bocadinho mais longe de poder ter sucesso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jolinho, estou completamente de acordo. Já tinha dito atrás que eu era completamente contra a convocatória do Quaresma. Futebol não são números de circo. Creio que não poderíamos evitar convocar o Ronaldo, mas o Quaresma era perfeitamente evitável. O Ronaldo passou o jogo todo a rir. E o que vemos depois do jogo? A noticia: "reina a boa disposição nos treinos da selecção" (acompanhado de selfie de Ronaldo com Quaresma como se estivessem a passar férias em Benidorme numa excursão de finalistas de uma escola secundária). Mas as pessoas não entendem que os jogos se começam a ganhar fora do campo, com a atitude certa? Enfim!

      Sérgio

      Eliminar
  12. Concordo, vergonhosa esta ronaldomania, como se os outros fossem os figurantes do desfile desta estrela. Aliás, acho que sem Ronaldo normalmente jogamos melhor, há mais equipa, mais colectivo. Já repararam bem na preocupação de toda a gente em pôr a bola nos pés do Ronaldo? Vergonha.
    João

    ResponderEliminar
  13. Ronaldo é convidado a olhar para o lado quando vai finalizar, ou quando se prepara para finalizar, é convidado a utilizar a estrutura neuronal inserida na caixa craniana de forma a usar em beneficio da realização de golos para a equipa!

    ResponderEliminar
  14. nunca percebi como o ronaldo e' o capitao da selecao ha ja alguns anos...desconheco tais competencias.
    ronaldo e' um excelente finalizador, e qd bem apoiado (Real Madrid) faz a diferenca.
    na selecao spre com aquele ar de sou a vedeta e estes gajos (os colegas) sao uma treta, ate enerva...o risinho do estilo "q tristeza, nao jogam nada" diz tudo...
    infelizmente ainda vamos ter de levar mais um mundial e tv um europeu com ele

    ResponderEliminar
  15. lol. só doidos.

    o ronaldo no real é exactamente o mesmo. tem é companheiros de nível muito superior, que permitem que a sua produção seja também superior. o messi também está na selecção muito abaixo do que faz no barcelona, seja em golos ou assistências.

    trabalhar para o colectivo, no real madrid? mas onde????? viste algum jogo do real madrid nos últimos 5 anos?

    o ronaldo no real também não defende. zero. o ronaldo no real também é o foco prioritário de todo o jogo ofensivo e passe para finalização. se houver 2 jogadores em posição de rematar a bola vai para o ronaldo. e muitas vezes, mesmo se o ronaldo estiver em pior posição é para ele que passam. e mesmo o benzema, bale e james fazem isso.

    este tipo de texto e campanha contra ronaldo destina-se a simplificar e condensar num só nome os problemas da selecção. que são muitos mais.

    ronaldo fez muito pouco e boa parte do que fez, fez mal neste jogo.

    mas e a exibição ZERO de danilo e moutinho, que inexplicavelmente foram elogiadas em alguns jornais??? como é que o moutinho depois de meia época lesionado, sem ritmo, e tendo feito apenas 2 ou 3 jogos de jeito na selecçao desde 2012, mantém o lugar, quando adrien e renato fizeram ambos um ano BRUTAL?

    depois - contra equipas tao fechadas este esquema tem dificuldades. e andre gomes e joao mario obrigados a jogar muito mais na linha do que as suas características permitem...

    enfim. culpa-se o ronaldo e é muito mais fácil.

    "humildade"? não sabem o que é. o ronaldo explica-vos. humildade não é só aquilo em que ele falha hoje. também é aquilo que o fez tornar-se um dos melhores do mundo, à custa de doses maciças de trabalho quando foi para manchester.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente! Como sempre os números arrasam teorias e basta ver os apuramentos com e sem ele. Sim, sim, sem ele não estaríamos sequer em França. Acha-se o melhor? Ele não é o melhor, é mesmo muito muito melhor que os outros que lá andam. Que culpa tem se maioria é de média qualidade e pouquíssimos têm nível mundial? E,novamente à semelhança de paulo bento, também fernando santos o coloca a jogar em posição diferente do que faz no Real e tudo para colmatar imensas lacunas que temos.

      Eliminar
    2. Bastava convocar jogadores que lhe dessem os espaços para brilhar, ou lá o que seja.
      Ronaldo é um jogador que tem de vir de trás e não jogar sozinho na frente. Temos de ter um jogador referencia para abrir espaços e se possível marcar. O problema é que o único avançado/ponta de lança que temos é o trapalhão Éder.
      Não devemos por as culpas todas no Ronaldo porque acredito que é o mendes que dá os recados para que todos joguem para ele. Claro que ele deveria ser mais, digamos, colectivo, mas um gajo que está habituado a ser a estrela (ordens de mendes?) desde que saiu do MU, só pode ser assim para sempre.

      Quanto aos apuramentos antes dele, tens uma noção completamente errada:
      1º A fpf era muito amadora até entrar a chamada geração de ouro, e mesmo assim...
      2º Havia menos equipas na zona euro que agora, e menos lugares nas fases finais.
      3º Falhámos o Mundiais de 1994 (as vacas sagradas ainda "reclamavam" por um lugar ao sol) e 1998 (artur jorge como seleccionador diz tudo)

      - Quanto aos apuramentos antes de Ronaldo:
      - Euro 1996 em 1º lugar
      - Euro 2000 melhor segundo lugar
      - Mundial 2002 em 1º lugar com a R. Irlanda
      - Mundial 2006 em 1º lugar (já com poucos jogadores da chamada geração de ouro)

      Com Ronaldo, e tirando o apuramento para o Mundial de 2006:
      - Euro 2008 2º lugar atrás da Polónia
      - Mundial 2010 play-off com a Bósnia e Herzegovina
      - Euro 2012 novamente play-off com a Bósnia e Herzegovina
      - Mundial 2014 play-off com a Suécia
      - Euro 2016 1º lugar

      É verdade que não falhámos nenhum apuramento, mas com as vagas e adversários mais fracos em maior quantidade, as dificuldades foram muitas (2010, 2012 e 2014).

      Por isso o mito de que antes do Ronaldo não íamos e quando o íamos era à rasca e que agora vamos a todas nas calmas cai por terra.

      Obrigado e Saudações!

      Eliminar
  16. É óbvio que toda esta histeria æ volta do Ronaldo só o prejudica e prejudica a Selecção. Não entendo como ainda se cometem erros de principiantes.

    ResponderEliminar
  17. É exactamente a minha opinião, enquanto olharem para a seleção como sendo apenas e só Ronaldo, não vamos a lado nenhum...

    Para mim nem sequer jogava.

    A. Lopes

    ResponderEliminar
  18. ?????????????????????????????????????????????????

    Apesar de ter ficado em branco, no que se refere a golos, no primeiro jogo da Seleção Nacional no Euro-2016, Cristiano Ronaldo foi escolhido pela UEFA para integrar o onze ideal da primeira jornada da competição.

    Alemanha e Espanha são as seleções com mais jogadores no onze, três cada, depois de terem ganho 2-0 e 1-0, respetivamente. França conseguiu dois futebolistas na equipa ideal e Inglaterra e País de Gales, à semelhança de Portugal, conseguiram um.

    Quem não gostou destas escolhas foi Itália, que ficou indignada por não ter nenhum jogador italiano no onze, depois de ter vencido por 2-0 a Bélgica.

    Confira o onze ideal da primeira jornada do Euro-2016 para a UEFA: Neuer (Alemanha), Juanfran (Espanha), Mustafi (Alemanha), Piqué (Espanha), Jordi Alba (Espanha), Kanté (França), Dier (Inglaterra), Kroos (Alemanha), Payet (França), Bale (País de Gales) e Cristiano Ronaldo (Portugal).
    in A Bola de hoje

    ?????????????????????????????????????

    Sócio do SLB rumo ao Bi (no futsal)

    ResponderEliminar
  19. alerta vermelho17/06/16, 00:00

    O mais irónico na selecção é que o Sr. João Viera Pinto,que enquanto jogador ao serviço da mesma agrediu um árbitro no Mundial de 2002, no jogo Coreia- Portugal, chega a dirigente, dessa mesma selecção! Os amigos acham isto normal? É que ainda me lembro que tiveram que ir o nosso saudoso Eusébio, e o Luis Figo, pedir desculpas ao árbitro em questão! Conclusão, Portugal, país de memória curta, e de compadrios!

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes