O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Avatar

O Novo Paradigma segundo LFV

 ●  + 80 comentários  ● 
Talvez muita gente vá na cantiga do presidente sobre a mudança de paradigma no futebol do Benfica, mas eu… não vou. “Agora é que é a vez da formação.”, “Agora é que, o que eu LFV construí no Seixal, vai dar frutos.” Agora é que o presidente decidiu que era a melhor altura para acabar o ciclo JJ e dar oportunidades aos nossos jovens atletas. TRETAS!

Passo a explicar o meu ponto de vista. LFV é, inegavelmente, um empresário por excelência. Um empresário do betão. Um empresário que, como qualquer outro empresário de sucesso, não se compadece com emoções. Um empresário que, para se manter bem-sucedido, tem de manter determinados contactos disponíveis (por mais indesejados que possam ser para os benfiquistas). LFV é um empresário que percebe como poucos o poder da marca Benfica. Mas o que lhe corre nas veias, infelizmente, não é o amor ao clube. É o amor à margem de lucro em cada negócio que concretiza. Ponto final.

Ora, porque foi possível LFV manter-se 12 anos no poleiro? Porque efetivamente os benfiquistas foram vendo obra feita (betão) fazendo jus à expressão de que “os olhos também comem”, porque LFV soube sempre eliminar a concorrência que foi surgindo esporadicamente, e porque realmente nunca surgiram verdadeiras alternativas. Pelos resultados do futebol profissional é que não foi de certeza… Os benfiquistas não querem ganhar de vez em quando.

Mas voltando ao “Novo Paradigma”, eis a razão, na minha opinião, pela qual eu acho que LFV está a tentar tirar o crédito de uma situação que não é da sua autoria. Assim por alto, os clubes portugueses têm três fontes de financiamento:

  1. o financiamento bancário; 
  2. as receitas que geram pela sua atividade (bilheteira, quotas, marketing…);
  3. investidores externos;

A primeira morreu. LFV sabe disso há muito tempo. Nenhum banco português, quanto mais estrangeiro, vai voltar a investir no futebol português para financiar aos milhões as contratações infindáveis de jogadores. Este é um dado adquirido, e quem pensar o contrário é simplesmente ingénuo, para não dizer outra coisa.

A segunda é a que LFV sempre reconheceu, e bem, como sendo essencial para o desenvolvimento e vitalidade do clube. Exemplos disso são a postura à Paulinho-das-feiras a percorrer as Casas do Benfica e a constante referência à necessidade de angariar sócios. Isto aliado ao potencial da Marca SLB, usando a BTV como base de divulgação, é o que LFV tenta explorar para conseguir manter o clube a crescer o suficiente que lhe permita manter a contestação interna a níveis… geríveis. E verdade seja dita, não há clube em Portugal que tenha a capacidade de gerar proveitos operacionais como o Benfica. No entanto, com a “morte” da primeira fonte de financiamento, a terceira fonte de financiamento surge agora como fundamental. Repito: fun-da-men-tal!

Os investidores externos, são aqueles que estão dispostos a injetar fundos no clube, com a perspetiva de receber uma remuneração em troca. Não foi à toa que os 3 grandes emitiram obrigações este ano… Mas neste capítulo, os patrocinadores são um aspeto muito particular. A internacionalização da marca Benfica faz-se com patrocinadores estrangeiros, tendo a Fly Emirates sido uma grande vitória. E aqui é que está o grande problema de LFV - O Empresário. Por muito que ele tente, por muito potencial que tenha a Marca SLB, vai estar sempre refém da liguinha da treta, conflituosa e suspeita de práticas de corrupção. Os discursos inflamados dos nossos rivais têm o grande efeito negativo de afastar investidores. Aliás, as declarações recentes de LFV vão no sentido de alertar para a dificuldade da própria liga em arranjar patrocinadores, quanto mais os clubes… Isso é o que preocupa LFV. Vai daí, mais uma razão para diminuir o investimento.

Conclusão: o paradigma que mudou não foi o desportivo. Foi o financeiro. E por isso, não foi LFV que descobriu a roda com a nova aposta na formação. Ele não teve escolha! Desengane-se quem pede investimentos fortes para o clube: ISSO É PASSADO! Felizmente o Benfica está numa posição (bicampeão nacional) que permite não ter que arriscar financeiramente como os seus rivais fizeram. LFV percebeu isso e logo fez da formação uma necessidade urgente e tomou-a como sua iniciativa. Percebam isto de uma vez: ELE NÃO TEVE ESCOLHA! O "Novo Paradigma" não passa de uma consequência mais do que natural da conjuntura onde o Benfica está inserido. Não é uma ideia ou iniciativa de LFV.

“Porquê?”, perguntam alguns de vocês. “Porque não investir à grande outra vez?” Porque não existindo financiamento bancário, insistir no modelo antigo iria por em causa a estabilidade financeira do clube, algo que impossibilitaria LFV de manter o clube a crescer em paralelo com a sua carteira. Além disso, isso obrigaria a utilizar uma hipotética quarta fonte de financiamento, ao estilo guiné-equatorial…

Assim, em ano que antecede as eleições, ele apenas tinha um caminho a seguir: tomar como sua a “ideia” de mudança de paradigma. Se repararem, ele não tem como perder: se ganhar títulos é o maior; se perder, defende-se com a necessidade de proteger as contas do clube. É a chamada win-win situation.

LFV é de facto um excelente empresário. Atrevo-me até a dizer que LFV deve ser um bom jogador de xadrez. Quem joga xadrez sabe que a chave para ganhar o jogo é antecipar o máximo de jogadas possível do adversário. LFV tem vindo nos últimos anos a falar da formação, sem nunca ter tomado esta posição. Fê-lo antecipando o que aconteceu. A banca caiu, as regras mudaram e ele antecipou-se a um cenário em que não poderia contar com esse tipo de parcerias. É, de facto, de se lhe tirar o chapéu. Não estou a dizer que ele sabia exatamente que o BES iria ruir, mas o que é certo é que com esse discurso, dá para perceber que o homem sabia que esse era uma cenário possível.

O meu problema com LFV é que ele não é benfiquista a sério. Eu até daria de barato ele enriquecer à custa do Clube, mas desde que defendesse o Benfica com todas as suas forças. Coisa que não faz. E isso é o que me faz não apoia-lo, mesmo reconhecendo as suas vitórias e os seus méritos. Eu não quero apenas um presidente empresário. Quero um presidente benfiquista e empresário.

No entanto, até eu que não sou seu apoiante tenho que reconhecer uma coisa. As modalidades estão num ponto em que nunca estiveram, e prova disso é a época passada, histórica para o nosso clube pelo número de título que ganhámos, e a referência que os respetivos treinadores fazem sempre ao presidente na hora das vitórias. Isso é sem dúvida sinal de que LFV os apoiou até atingirem ao sucesso que têm vindo a atingir, e eles reconhecem-no. O que nos leva ao último ponto neste post: Rui Vitória.

O pior que pode acontecer é dispensar Rui Vitória. Primeiro, porque para LFV representaria reconhecer o fracasso da sua aposta. Segundo, porque dispensar o treinador em novembro seria um erro estúpido, tanto porque não se deu tempo para ele mostrar o seu valor, como isso representaria dar como certo um ano perdido. E por último, seria caminhar no sentido que os outros traçaram para nós: o da instabilidade.

Rui Vitória, já o admiti aqui no blogue, era o meu preferido para substituir JJ no SLB, já desde a “crise” de 2013. Para mim, já basta ter um presidente pouco benfiquista. Ao menos que tenhamos um treinador da casa, que sofre com o clube, que conhece o clube, e que já demonstrou ser capaz de pegar em miúdos e potenciá-los. É esse o caminho agora, certo sr. presidente?? Então não vejo ninguém melhor, independentemente da tática atual não agradar ou dos resultados não aparecem no imediato. O que ele precisa, também já o disse aqui, é do apoio dos adeptos. Da confiança da Direção. Mas mais do que tudo: TEMPO e PACIÊNCIA! Mas isso… é algo que infelizmente não está no ADN da esmagadora maioria dos benfiquistas… infelizmente.

80 comentários via blogger

  1. "Eu até daria de barato ele enriquecer à custa do Clube, mas desde que defendesse o Benfica com todas as suas forças."

    Isto diz muito da mentalidade de muitos portugueses. Roubar por qualquer que seja a causa não deixa de ser um ROUBO e IMORAL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguem falou em roubar. Tu é que puxaste a palavra para a conversa.

      Ganhar dinheiro á custa do Benfica nao é o mesmo que roubar o Benfica.

      Eliminar
    2. Se LFV não tem salário no Benfica, como é que ganha dinheiro à custa do clube sem ser de forma ilícita !?

      Eliminar
    3. Águia Preocupada03/11/15, 13:20

      Mas pode e é com certeza, sinónimo de negócios menos bons para o clube para poderem ser mais valias para ele próprio... Certo? Alguém tem dúvidas?

      Eliminar
    4. É mais Servir-se do Benfica do que estar ao Serviço do Benfica.

      Eliminar
    5. Porque será que um grande Benfiquista como foi Fernado Martins recebeu desde que foi presidente até ao dia sua morte o seu amigo Pinto da Costa e a equipa do FC Porto no seu hotel, mesmo sabendo tudo de mau que este fazia ao Futebol Português em geral e ao Benfica em particular?

      Será que quando Fernado Martins vendeu o Chalana e o Stromberg enfraquecendo a equipa em relação ao FC Porto para construir o terceiro anel foi porquê?

      Porque terá Fernando Martins um acordo com o seu amigo Pinto da Costa para não se passar um determinado tecto salarial aos jogadores a contratar que só favorecia o clube do seu amigo e em muito veio a prejudicar o Benfica ao ponto de ter quase perdido Chalana e Alves para o pobrezinho Boavista que oferecia mais do dobro que o Benfica?

      Memória de elefante

      Eliminar
    6. O wipinho já respondeu por mim. Ele faz negócios paralelos com a projeção que o Benfica lhe dá, e enriquece à custa disso. Isso dou de barato, mas exijo outra postura na defesa do clube.

      Eliminar
  2. Excelente texto, concordo com a parte das modalidades e o apoio do presidente (nem tudo será mau!) , quanto a RV para mim a partir de certa altura era Marco Silva e ainda hoje continua a ser,... a equipa tem de jogar futebol, neste momento é isso que peço... mas eu explico a opção por Marco Silva é que ele consegue com jogadores medianos apresentar um jogo equilibrado e ofensivo, essa é a razão!

    Infelizmente não acredito no aparecimento de uma alternativa a LFV e isso deixa-me muito confuso... como é possível?
    Alguns negócios de compra e venda de jogadores são tão estranhos que duvido que sejam só inépcia, aliás não reconhecida nesse domínio dos negócios.!

    NO meu entender as pessoas, os sócios e adeptos anónimos que amam o clube deveriam elaborar um plano eleitoral com linhas bem definidas para o saneamento financeiro da SAD e do clube e uma estratégia desportiva dentro deste paradigma actual das finanças. Algumas ideias têm sido apontadas. Será necessário depois arranjar uma figura benfiquista conhecida das pessoas em geral e com inteligência emocional e cognitiva, para se gerir bastam esses atributos e depois ter uma equipa que reme para o mesmo lado - diminuir custos e maximizar proveitos, um trabalho sempre assente nestas duas vertentes recolher sistematicamente informação e ir aplicando as melhores ideias!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marco Silva, no espaço de 2/3 anos, não poderá treinar um dos grandes em Portugal, julgo que o Braga também estará incluído. Os lagartos protegeram-se.

      A.Martins

      Eliminar
    2. De facto é pena não haver alternativas. Eu só queria LFV... mas em versão benfiquista!

      Eliminar
  3. Caro NGB
    Esperamos pela tua candidatura no próximo ano e o teu projecto para tornar o nosso SLB campeão Europeu crónico.
    O meu voto já está garantido, mas primeiro o projecto.

    AVP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos a coluna vertebral do futuro campeão europeu. Queremos só fazer alguns reajustamentos, sabemos que temos um grande técnico(Jesualdo Ferreira). - 28/04/2002

      O Benfica será mais forte que o Real Madrid. - 19/04/2003

      Depois do Verão, seremos o maior clube do mundo. - 29/04/2006

      A dívida do Benfica não assusta ninguém, deixem chegar o Benfica a 2011 e verão que o Benfica será um colosso europeu, para não dizer mundial. - 21/09/2006

      Queremos um Benfica forte em termos mundiais. Vamos manter o mesmo percurso, conduzindo o Benfica cada vez mais forte em termos mundiais, conquistando cada vez mais títulos. - 07/09/2012

      = = = Se o Benfica não tiver 300 mil sócios até Outubro, demito-me. - 2005 = = =

      ... By Querido Líder

      Pelo menos o NGB, democraticamente, dá voz aos sócios e adeptos Benfiquistas e não é demagogo.

      A.Martins


      Eliminar
    2. Falhou onde? Nos júniores já somos mais fortes do que o RM. O Benfica está cada vez mais forte em termos mundiais. Já somo o 6º melhor clube da Europa. Eu sei que dói ao teu clube mas é verdade.

      Eliminar
    3. Anónimo, não brinques com coisas sérias. Tem vergonha.

      A.Martins

      Eliminar
    4. Ahhh é AVP... por momentos li AVB... o tal da cadeira de sonho.

      Eliminar
  4. So quero lembrar aos esquecidos que somos bi campeoes.

    ResponderEliminar
  5. Zhora, todo o teu comentário é lúcido até começares a querer defender RV. Aliás, a aposta em RV pode ser de todo contraproducente face ao que mencionas no teu texto. O crescimento da marca Benfica, que a torna atractiva para esses mesmos investidores externos, passa por resultados desportivos ao mesmo nível. A aposta num treinador fraco, como RV tem demonstrado ser, acabará, a longo prazo, por ser mais danosa para a marca do que a mudança.

    Se o Benfica ficar de fora da Taça, arredado que parece andar do título (já não depende só de si e ainda só fez 8 jogos), acho que é hora de se pensar se RV de facto tem o que é preciso. Pedes tempo e paciência... O que tens visto na equipa que se pareça com uma evolução, seja ela lenta, seja ela acelerada, que dê a entender que o Benfica tem neste momento uma estratégia em campo que faça com que ganhar seja a regra e o resto acidentes de percurso? Quanto tempo é que é tempo suficiente? Chegando ao ano com zero títulos, ou com a eventual taça da Liga, o que será para ti um balanço positivo do ano? E se, por um azar terrível, o clube nem se qualificar para a próxima Champions, qual o impacto disso na marca e nas finanças?

    BF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A diferença é que tu estás com a ver a perspectiva a curto prazo. Eu acredito no RV a médio e longo prazo!

      Eliminar
  6. Concordo com grande parte do texto. o homem tem obra e isso é inegavel, e todos nós temos orgulho em todas as nossas instalações.
    A dita mudança de paradigma, forçada ou não (parece-me que sim), eu até concordo, só acho que está a ser mal feita.
    A mim o que mais preocupa é o futuro desportivo do clube, e ai tenho muitas duvidas. Tenho muitas duvidas sobre o Rui Vitoria, não por ter perdido mas sim como perdeu e como tem ganho, pedem tempo e eu concordo que se deve dár tempo e establidade ao treinador, mas ele também tem de dár algu, e eu ainda não vi nada que me leve a pensar que esta mos no caminho serto. Nem vou entrar em comparações com outros treinador vou só falar do nosso, pois é isso que interessa. Os resultádos podiam ser os mesmo mas se ouve-se uma ideia de jogo, algu que nós vissemos como o caminho a seguir tudo bem, mas não há nada, a equipa defende mal, qualquer equipe faz golo ao Benfica, ataca mal, desligada, vive de lances individuais, pouco jogo interior...assim tenho muitas duvidas.
    Tenho o Rui Vitória como inteligente e espero que ele repare em tudo aquilo que ele e a equipe dele não dão aos sócios e adeptos e comesse a trilhar outro caminho, está nas maos dele e nas idéias dele, ai ninguem se mete, uma equipe joga as ideias do treinador que treina! Mas com frases como ele disse " por vezes o treino nem é o mais importante, tem que se saber onde está e a circunstância" não me parece correto, ele que meta a equipa a jogar bem e dar espetáculo que terá o reconhecimento de todos os adeptos e sócios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredita. Com o tempo ele vai provar que é o homem certo!

      Eliminar
  7. O problema não é a alteração de paradigma mas sim a incapacidade de reconhecer que, no futebol, o core de qualquer paradigma é a performance da equipa sénior. O Rui Vitória sempre apresentou um perfil de comunicação desadequado a um grande (muita preocupação com a forma mas de conteúdo ridículo) e pior do que isso as suas equipas nunca revelaram, num plano macro, ideias de equipa grande. E neste plano a desculpa da falta de qualidade dos jogadores não se coloca porque a intencionalidade, aquilo a que as suas equipas iam quando entravam em campo, sempre foi de equipa pequena, DE TREINADOR PEQUENO!

    SGE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A opção de LFV foi por um treinador baratínho e submisso. A estrutura resolveria o resto!

      Eliminar
    2. Só concordo contigo na parte da comunicação. Aí sim, ele tem muito a melhorar. O resto... é apenas dar-lhe tempo.

      Eliminar
  8. "Ao menos que tenhamos um treinador da casa, que sofre com o clube..."

    Esse não é o problema. Problema é fazer-me a mim, pobre sócio e adepto, sofrer com o clube. E de que maneira..

    AR.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol

      A ti e a todos os benfiquistas.

      Keep calm and trust RV.

      Eliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Eu gostei muito de tudo. Quanto ao Rui Vitória... bom o que lhe falta não é tempo e apoio. Não após 3 meses. O que lhe falta é um grande par de tomates, para fazer aquilo que se sente confortável. Se a teoria inicial era dar estabilidade ao meio campo, bom ela não existe. Não existe, por vários motivos, seja porque ele ainda não encontrou o seu meio campo, seja porque não tem jogadores. O certo é que se não tem jogadores só tem de reforçar esse meio campo com mais unidades. E isto é só um exemplo. Não me apetece entrar numa verborreia, para falar na defesa, ou nos jogadores encostados que ninguem sabe se treinam em condições, porque para o Palminhas, o treino não é o mais importante. Importante é ter vontade. Ganas.

    Ora se está preso, ou pressionado pela direcção, só tem de dar o grito do ipiranga e proteger-se. No final de contas o que lhe acontecerá é o mesmo que ao Paulo Fonseca, sai pela porta pequena e depois volta a treinar um Paços de Ferreira qualquer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Importante é ter vontade. Ganas."

      Não podia concordar mais. Mas atenção.. qualquer mudança, com qualquer treinador, iria ser mais ou menos problemática tratando-se do clube que venceu as ultimas duas ligas. Para mim, é perfeitamente natural que haja um período de adaptação (que admito perfeitamente que seja uma época).

      Eliminar
  11. Para mim o melhor texto deste blogue, é isso que eu penso...Só uma coisa prefiro um presidente empresario e q sabe o q faz do q um presidente benfiquista q só pensa e age com o coração...Tipo burrado de carvalho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que eu gostava era de um LFV benfiquista a presidente! :)

      Obrigado pelo elogio!

      Eliminar
  12. Excelente texto... para dormir uma boa sesta. A conclusão, pelos vistos, já é maior que o desenvolvimento do texto. Respeitem as regras, escribas mitras de Lisboa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cabeçalho do blogue NGB:

      "Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade"

      Regra respeitada.

      Bons sonhos!

      Eliminar
    2. O que é que tem a linha editorial a ver com o facto de não saberes construir um texto ? Se na escola te ensinaram que a conclusão é maior que o desenvolvimento, então meu caro, foste enganado e devias apresentar queixa. A tua sorte é que o Benfica ganhou, por isso não me vou alongar.
      Vá, bons estudos para ti também :))

      Eliminar
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  14. Bom post, sustentado, com o qual concordo na maioria...

    Mas há um ponto, no entanto, com o qual discordo, ou melhor concordo e discordo:

    Tu dizes: LFV não teve opção, e por isso mudou...

    Mas quando perguntaram a LFV, vocÊ muda o paradigma por necessidade ou por opção, ele diz: "Claramente por opção", porque é o melhor para o Benfica e blá, blá, blá...

    Eu também acho, tal como tu, que não houve opção... Mas não podemos chegar ao ponto de deixar de acreditar em nada do que o presidente diz...

    E como aqui já disse, eu sei que há malta que não gosta, mas acho que a verdade pouparia uma série de problemas e mal entendidos. Eu prefiro a verdade de inicio e as consequencias dela, do que ser ultrapassado pela mentira a meio do caminho.

    O que eu não posso por exemplo é, quando faço as minhas análises, basear-me no que eu acho que é: O que o Presidente disse sempre claramente foi: Não há problema com o BES, e mudo, não por necessidade mas opção...

    E a partir daí, e baseado na versão oficial, cada um julga como quer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. redMoon nada como ler o relatório de contas. está lá explicado logo ao inicio.

      Eliminar
    2. O wipinho adiantou-se, mas vou reforçar, para todos aqueles que deturparam ou não conseguiram ler a entrevista de LFV no início da época ao jornal "A Bola" vão ler a nota introdutória do último relatório e contas da Benfica SAD, por parte do Presidente LFV.

      Eu até fazia copy e paste e colocava aqui... mas isso é facilitar trabalho a pessoas que não gostam de exercitar o intelecto.

      Memória de elefante

      Eliminar
    3. RedMoon, eu acredito nalgumas coisas que ele diz. E como escrevi no texto, reconheço-lhe muitos méritos. Mas a verdade é que ele não mudou por opção. Como bom empresário, ele precaveu-se com o discurso da formação para o cenário que veio a verificar-se. Inteligente! Mas daí a mentir aos benfiquistas... A formação não é opção dele. Foi-lhe imposta pela realidade. Fica-lhe mal dizer o contrário.

      Eliminar
  15. «O meu problema com LFV é que ele não é benfiquista a sério.»
    Quando todo o artigo é feito considerando esta permissa como vrdadeira, está tudo dito quanto à isenção e imparcialidade do mesmo.

    Pessoalmente, não sou um fan incondicional da gestão do LFV. Há coisas que faria diferente. Mas, o sentido com que foi escrito este artigo não posso sobrescrever. O mais engraçado é que perante a tentativa de diminuir o trabalho do presidente do Benfica, foram inúmeros os elogios, como por exemplo, as modalidades, a dinamização das casas e da marca do Benfica, os títulos recentes, e até mesmo a aposta na formação que o autor diz e bem que "não teve escolha"!

    A verdade é que se o presidente não fosse realmente Benfiquista teria outras escolhas, tais como tiveram o Sporting e o Porto esta temporada. Bastava aliar-se a um investidor externo e seguir a política do "quem vier depois que feche a porta"! Seria tão mais simples... mas, isso seria mandar para o lixo o projecto formação.

    E esse para mim é outro erro do artigo. O autor pensa que a política de formação só começou esta temporada. Não! Já começou à 5 anos. A sementeira começou à 5 anos e agora é o momento para recolher os frutos. Apostar na formação é assim. Uma aposta a longo prazo. Entretanto, o que os nossos adversários fizeram entretanto? Nada... continuam com o mesmo modelo financeiro que em breve lhes esgotará e os endividará até ao tutano. E isto é prova cabal de como estamos no caminho certo. Mesmo que os nossos principais adversários possam esporadicamente ganharem um título aqui e ali.

    Ao autor convido-o a reler o seu artigo mas com a tentativa de ter uma opinião isenta sobre o presidente do Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Águia Preocupada03/11/15, 13:41

      "Já começou à 5 anos. A sementeira começou à 5 anos"

      Correctamente, escreve-se:

      - Já começou há 5 anos. A sementeira começou há 5 anos...

      É assim tão difícil escrever o verbo "haver"? Que confusão me faz...

      Eliminar
    2. A sementeira começou há cinco anos, mas a preparação do terreno para ele poder começar a ser lavrado com consistência e resultados consentâneos a uma grade lavra, já tem mais de 10 anos.

      Eliminar
  16. Estava tudo certo, até ao momento em que defendes o RV.

    O RV é prejudicial para o que o Benfica precisa. Não acrescenta nada aos jogadores, principalmente aos que vêm da formação e que são quem mais precisa. Não há UM jogador que seja melhor com RV do que sem ele, já piores temos vários exemplos, e por isso eles não valorizam nem aprendem o que deviam. Depois, como o homem não é grande coisa como treinador (para mim, é fraco), as suas equipas raramente vão estar próximas de ganhar títulos, e sem títulos a marca Benfica sofre e desvaloriza. E sem uma marca forte, não dinheiro, não há novos sócios, não há contratações dos Jonas da vida...

    Critique-se o que se quiser de JJ mas nestes pontos ele dava MUITO mais ao Benfica do que o RV alguma vez pode sonhar...

    ResponderEliminar
  17. Concordo em geral com o post, mas não na parte referente ao Rui Vitória.
    Porquê?!
    Primeiro não acho que seja fundamental um treinador ser Benfiquistas, ao contrário do Presidente.
    O treinador tem de ser um excelente treinador a todos os níveis, coisa que não acredito que Rui Vitória venha a ser.
    Os miúdos podiam começar a aparecer mais na Equipa Principal do Benfica, alguns têm grande potencial, mas além de terem de ter alguém que os saiba trabalhar/potenciar, têm de ter também um treinador que seja bom em todos os aspectos do jogo. Coisa que, repito, não acredito que Rui Vitória venha a ser/ter.
    E, não tendo um grande treinador ao seu lado, acredito que esta necessidade de mudar de paradigma, se vá acabar por revelar um fracasso.

    ResponderEliminar
  18. "Desengane-se quem pede investimentos fortes para o clube: ISSO É PASSADO!"

    Se aos 7M pagos por Carcela e Taraabt, que já entraram nas contas de 2014/2015, acrescentar os valores pagos por Jimenez, Mitroglu e Cervi, e ainda as quase certas aquisições em Janeiro, de certeza que fica um investimento que nada ficara a dever aos gloriosos anos de investimento forte e tudo isto quando alegremente se fala em desinvestimento e em mudança de paradigma. E nem estou a incluir nas contas os valores que certamente foram pagos por Marçal, Pele, Dalcio, Murillo, Vera, Ederson Diego, etc.. que estranhamente nem aparecem nas contas de 2014/2015 apesar de terem sido negociados, julgo que antes do final do 2º semestre,

    ResponderEliminar
  19. A defesa de RV creio que foi acerrima de mais, eu proprio também já fui um acerrimo defensor, mas com o passar do tempo e perfomance em campo por parte da equipa... vou começando a duvidar.
    Apostar na formação, concordo plenamente, mas RV começa a correr o risco de apenas ser capaz de motivar os miudos da formação, a aposta na titularidade de jogadores da formação quanto a mim deve ser ponderada e não exagerada, lançar os miudos às feras pode ter um efeito negativo, pois quando as coisas correrem mal serão esses que nunca mais terão oportunidades pois comprometeram em demasia (o post anterior sobre Andre Gomes reflete parte disto mesmo), e no fundo acabam por ser o elo mais fraco, e lançar a responsabilidaee para alguem que ganha umas centenas de euros ao invés de apontar responsabilidades a quem ganha largas dezenas de euros pode ser um mau principio.
    O amor ao clube por parte dos jogadores já não é o mesmo de há 10 ou 20 anos, basta uns euros a acenar, e lá vão eles...
    Será que miudos como G.Guedes, R. Sanches, Clesio, N. Semedo, V. Andrade, N. Santos ficam contentes por verem Djuricic, Taarabt, Cristante, Carcela, constantemente no banco? Talvez Cristante ganhe mais que todos os miudos da formação juntos...No caso de maus resultados, vem o velho lema, eles que joguem e que corram, porque eles é que ganham as dezenas de milhares.
    Na primeira oportunidade vão embora! A aposta excessiva pode ter um efeuito negativo no caso de as coisas correrem mal, além de que a desmotivação dos outros jogadores que nem contra o Vianenese têm oportunidade começa a vir ao de cima e quando são chamados jogam sem interesse.
    Terá RV capacidade de motivar o jogadores em ambas as situações? Sinceramente não me parece!

    Eterno 29!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo. Apostar na formação... sim, mas regradamente. Sob pena de perdermos, definitivamente, o balneário. Não a anarquia generalizada que se está a assistir.

      A.Martins

      Eliminar
    2. Qual anarquia? Isso pode existir no teu clube que nem técnicos tem o JJ quis levar com ele os técnicos do Benfica!

      Eliminar
    3. O problema destes avençados é que nem sequer têm consciência do que escrevem. Tudo em nome da defesa do seu dono a troco de uns míseros euros. Foi nisto que se tornou o Benfica de lfv. Pagar a um gabinete de propaganda para camuflar a sua podre imagem.

      A.Martins

      Eliminar
    4. O teu disco está cheio de riscos, provavelmente tens que mudar a agulha do gira-discos...
      Aconselho-te vivamente uma Ortofon 2M-Black, se não der para a cabeça do teu gira-discos, o melhor é comprares também uma cabeça com o mesmo nome :)

      Eliminar
  20. Zhora,
    grande texto, uma lúcida análise à realidade do Benfica de hoje.
    Sendo esta a realidade do clube, o que acredito, peço mais parcimónia na hora da compra da "paletes de jogadores" com que mais uma vez fomos brindados esta época. E aí, talvez se consiga trazer um ou dois jogadores "jeitosos" para colmatar falhas que a "garotada" ainda não consegue.
    Saudações Vermelhas!!

    ResponderEliminar
  21. My friend tempo e paciencia conquista-se com trabalho visível na equipa e com resultados, coisa que nunca se viu nem se vê no RV, ninguém se lembra de uma equipa do RV, que joga-se bem á bola, que fosse boa a defender, a atacar, a pressionar, nada, ninguém se lembra disso nas suas anteriores equipas, logo o Benfica actual é o espelho disso.

    Depois ninguém pode ir para o Benfica para tirar benefícios para a sua vida privada, isso jamais pode acontecer, então se calhar será melhor serem remunerados, é que no Benfica há demasiados negócios cinzentos, para ser simpático, senão daqui a bocado estamos a glorificar Isaltino Morais, Fatima Felgueiras e mais a pandilha de São Bento, as pessoas nos cargos têm obrigatoriamente que ser serias e honestas, servir e não servirem-se, esse é o maior problema da sociedade em geral e da nossa em particular, jamais alguém pode concordar com tamanha atitude

    Quanto à estratégia para o futebol, há muitos anos que digo que o Benfica deve apostar não só na formação, porque isso de apostar na formação, só se deve apostar se lá houver qualidade, e não vejo sair da formação do Benfica nenhum fora de serie faz varias décadas, tem tido alguns bons jogadores que melhor aproveitados podem dar bons jogadores, mas isso não é suficiente para alimentar a equipa principal, logo o Benfica devia explorar mais o mercado nacional, Lima é um bom exemplo disso, e ainda andava pelo Belenenses disse que ele era bom jogador, com aquelas bombas fazia-me lembrar do Isaias, portanto Formação + Mercado Nacional, e então senão houver ir ao estrangeiro.

    Benfica começou a perder a liderança, não gosto de hegemonias, quando abandonou o mercado nacional

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema da aposta no mercado nacional, é que quando se sabe do interesse do SLB, miraculosamente os preços dos passes dos jogadores mencionados, aumentam...

      Eliminar
  22. OFF TOPIC:

    Alguém já viu o Kit personalizado do porto a Artur Soares Dias?

    Afinal os Portistas também conhecem bem a arte do "Bem Receber"... (Aliás, nunca ninguém teve dúvidas)

    Vamos ver quantos Kit's de vários clubes não vão começar aparecer a partir de agora!!!

    ResponderEliminar
  23. Bom, como deves calcular, ler um Post com este número envolve alguma paciência e essencialmente tempo que não tenho, por esse motivo apenas o li na "diagonal". Nesse sentido, peço desde já desculpa por algum equivoco que possa escrever.

    Relativamente ao que escreves, deixa-me começar por dizer que parece mal dizeres que algo "é treta", quando depois dizes " na minha opinião".
    Se é uma opinião não quer dizer que aquilo sobre o qual tu opinas tem de ser treta. É uma opinião, válida como qualquer outra e por isso vale o que vale !

    Depois, a crer no que dizes, só estás a dar razão ao LFV, porque se ele não tem alternativa e não podia fazer mais nada, então, está a fazer o que pode! Não está a inventar!

    Por outro lado, escolheu o treinador que querias e gostavas, para dar pernas ao "novo paradigma" ! Mais uma decisão acertada, parece-me!!

    Portanto, estás indignado exactamente com o quê?

    Ao que me parece é pelo facto do LFV não ser Benfiquista!! Same Hold Shit ....

    ResponderEliminar
  24. TEMPO E PACIÊNCIA?! 15 ANOS E VÁRIAS HUMILHAÇOES DEPOIS AINDA TENS A LATA DE FALAR EM "TEMPO E PACIENCIA".

    ELE ESTÁ NO CLUBE HÁ 15 E NÂO 12 COMO DIZES.

    TENHAM VERGONHA NA CARA!!!!!

    Daniel

    ResponderEliminar
  25. Sera que esta actual esta carta enviada a LFV.

    O Benfica é um clube do mundo e como tal tem sócios espalhados por todo o lado, tornando-se por vezes impossível ter uma participação mais activa na vida diária do clube, como comparecer nas assembleias gerais, e ter de recorrer a este meio para ver esclarecidas algumas questões. É o meu caso.

    Por mais do que uma vez, foi referido por si, que o Benfica é dos sócios e o verdadeiro poder do clube são e sempre serão os seus sócios e adeptos. São os sócios e adeptos que dão vida ao clube, inclusive financeiramente, pois sem estes o poder desportivo e comercial do Benfica não seria o mesmo.

    Foram os sócios que o colocaram na posicão de Presidente, posição esta que tem não só como objectivo guiar o clube da melhor maneira possível como também nos representar ao mais alto nível.

    O Benfica não pode nem deve ser refém de empresários e fundos e muito menos que o seu futuro seja traçado por estes, mas sim por si (que nos representa).

    O Benfica SAD, estando cotada em bolsa, tem responsabilidades acrescidas para com o mercado e os seus accionistas, mas tem também deveres para com os seus sócios.

    A transparência financeira no nosso clube deveria ser referência não só em Portugal como também no estrangeiro. Não podemos criticar entidades externas ao Benfica por falta de transparência, se quando na nossa própria casa existem inúmeras situações que nos ultimos tempos também não servem de exemplo.

    Como normal de um estado de direito, todos têm a liberdade de concordar ou discordar das decisões que toma, tomou e irá tomar, no entanto a crítica quando construtiva deve ser aceite como forma de melhorar.

    Urge então levantar algumas questões, que não só eu como também todos os sócios e adeptos do nosso clube desejam ver esclarecidas.

    1. Qual o real poder que o empresário Jorge Mendes tem nas decisões do clube?

    2. Se a situação económica do Benfica é grave ao ponto de ter de vender os melhores jogadores época atrás de época, porque razão se compram dezenas de novos jogadores, todos os anos, por valores completamente desfasados da realidade do país e do clube?

    3. Qual a verdadeira razão de se comprarem dezenas de jogadores todos os anos sem que estes nunca vistam sequer a nossa camisola?

    4. Há ou não há favores a serem prestados a certos empresários no futuro?

    5. Para quando um Benfica livre das amarras de empresários e fundos?

    6. Que ligação tem o Benfica ao clube Brasa Futebol Clube?

    7. Para quando uma posição de força para com a comunicação social que usa e abuso do nome do Sport Lisboa e Benfica em favor da valorização de jogadores a mando de empresários?

    Como uma critica deve ser sempre construtiva, com o intuito de melhorar o futuro, deixo também algumas sugestões que considero serem muito simples de implementar, e que trariam uma maior abertura e transparência ao negócios do clube, que acredito sejam do agrado da maior parte dos socios.

    1. Secção no site do Sport Lisboa e Benfica, exclusiva aos sócios, com a informação clara e completa da situacao dos direitos economicos e desportivos de cada atleta da equipa A e equipa B, como por exemplo: valor total pago pelo atleta ao clube de origem, valor pago ao empresário do atleta, valor pago a fundos ou terceiros proprietários de parte do passe do atleta, percentagem detida pelo clube.

    2. Secção no site do Sport Lisboa e Benfica, exclusiva aos sócios, com a informação clara e completa das vendas dos direitos economicos e desportivos dos atletas da equipa A e equipa B, como por exemplo: valor total recebido, valor total a receber/prestações, valor pago a empresários.

    3. Declarações mais completas e claras a CMVM, mesmo quando estas não sejam obrigatórias.

    Os sócios do Benfica merecem de sua parte maior respeito e transparência, e é obrigação do Presidente esclarecer os sócios nos assuntos vitais do clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pumba!!! É basicamente isso, partindo do pressuposto que o clube é dos sócios, duvido que LFV e amigos comunguem dessa premissa.

      Eliminar
  26. Exemplo de inteligência, parabéns pelo teu post, como é habitual na ngb, isto é o Benfica. E por isso que muitos comentadores, com falta de capacidade, vem beber neste espaço.
    aos comentários, como sempre assertivos, e necessários, ...,a verdade é que se está num caos de informação e contra-informação, e assim, tudo é possível, ninguém, nem mesmo os adeptos devem estar agradados com tanta falta de informação, insinuações, por mais ridícula que seja, geram desconforto e é assustador o clima jihad que se vive hoje no futebol.
    NGB, é, sem dúvida, o espaço do Benfica!

    ResponderEliminar
  27. Águia Preocupada03/11/15, 13:28

    Este post é um texto bem formulado, bem argumentado, bem explicado. Eu até poderia concordar com muito do que escreves... Mas sinceramente, estás a creditar o homem de uma inteligência que não lhe reconheço. Reconheço-lhe sim uma esperteza, uma chico espertice que o levam a fazer tudo para seu proveito pessoal. E na maioria dos casos, a "coisa" correu-lhe bem ao ponto de se ter tornado num dos homens mais ricos do país! Usou e abusou do Benfica. E agora que a situação já estará incontrolável ou pelo menos à beira disso, há que arrepiar caminho. Qual mudança de paradigma, qual carapuça! Isto demonstra medo, medo do que lhe possa acontecer com este passivo astronómico que o levou à riqueza e levou o Benfica à míngua ao ponto de ter de "cortar" nas gorduras que tanto o ajudaram a acumular riqueza!

    ResponderEliminar
  28. EU SEI MUITA COISA DO ANO PASSADO.
    J.J. DIXIT

    MIGUEL SOARES

    ResponderEliminar
  29. Excelente Riccardo. Está aí muito do que é o contexto actual do futebol português em geral, e do Benfica em particular.

    E se me permites, faço minhas as tuas palavras relativamente ao que penso sobre Vieira: "O meu problema com LFV é que ele não é benfiquista a sério. Eu até daria de barato ele enriquecer à custa do Clube, mas desde que defendesse o Benfica com todas as suas forças. Coisa que não faz. E isso é o que me faz não apoia-lo, mesmo reconhecendo as suas vitórias e os seus méritos. Eu não quero apenas um presidente empresário. Quero um presidente benfiquista e empresário." Mas não dou de barato ele enriquecer à custa do clube, mas sim de contactos que conseguiu e consegue via Benfica.

    Acrescento que, na minha opinião, o financiamento bancário não tem de ser visto como impossivel, e não da nossa óptica, mas sim dos bancos. Numa altura em que todos os bancos precisam urgentemente de potenciar o produto bancário, um cliente como o Benfica, bom pagador, e com uma situação económico-financeira relativamente estável, deve ser visto como merecedor de crédito, apesar do ramo em que opera. Claro que não será a principal via, como já foi, mas a banca não tem a perder trabalhando com o Benfica.

    Quanto a Rui Vitória, quem quiser continuar a gastar o latim para correr com ele que o faça.....mas não terão sorte. Desde 94 até hoje, mas sobretudo naqueles anos negros 94-2002 tantos bons jogadores e treinadores passaram pela Luz. Jogadores e treinadores esses que no contexto actual dariam uma imagem bem diferente a defender as cores do nosso clube. Mas o contexto não permitiu que demonstrassem todas as suas qualidades. Rui Vitória, assim como alguns jogadores, dificilmente teriam êxito no Benfica dessas épocas. Mas actualmente têm todas as condições para mostrar serviço. Ele ainda é inferior ao nosso antigo treinador, mas as condições que tem vão permitir uma aprendizagem mais rápida e sólida, e os que o criticam hoje vão aplaudi-lo amanhã.

    ResponderEliminar
  30. Mas a grande questão é pq é que o SLB foi obrigado a apertar o cinto na época onde os rivais apostaram mais do que nunca?

    E tudo no seguimento de receitas cada vez maiores do SLB.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é um mentiroso compulsivo. A suposta "excelente saúde financeira" e o "Benfica made in Benfica" são balelas. Aposta nos miúdos para tentar justificar o tiro no pé que deu ao despachar o treinador que lhe ofereceu 3 dos 4 campeonatos que tem em 14 anos. Assim já pode enganar mais uns saloios. Se correr mal, diz que a culpa é de RV. Ele é que passa sempre impune. É obra!

      A.Martins

      Eliminar
    2. A aposta nos miúdos é para ver se há algum que lhe renda ums 15 milhões.

      Eliminar
  31. Investimento no Benfica:
    2002 – 175 mil euros ; 03 – 1 milhão ; 04 – 5.45m ; 05 – 5.65m ; 06 – 11.7 m ; 07 – 39.1m ; 08 – 26m ; 09 – 34.3m; 10 – 36.8m
    11 – 30.4m ; 12 – 26m ; 13 – 48.7m ; 14 – 39m; 15 – 15m


    NENHUM TREINADOR NA HISTORIA DO CAMPEONATO PORTUGUES TEVE O DINHEIRO Q O JESUS TEVE! Ponto final! O Presidente em vez de despedir o JAsus após um epoca falhada, manteve-o, e quando é lhe dito, meu amigo temos q curtar no investimento e apostar na formação, o JAsus agradece saltando de barco.


    Estou me cagando para o JAsus, 110% com o Rui Vitoria.


    Sporting 5 penaltis em 9 jogos é obra. Quando n tem a caga de marcar 3 golos em 3 remates vê-se à rasca para ganhar. Vamos ver, as contas fazem-se no fim.


    seitudo.

    ResponderEliminar
  32. O que concluis é:
    :
    • O Benfica foi forçado a seguir esta política.

    Não foi. Podia ter seguido outra. Ou prosseguir com a anterior. É verdade que não a implementou só porque assim o quis, mas porque os tempos assim o aconselhavam. Contudo, contrariamente a FC Porto e agora Sporting (que inverteu essa política), o Benfica implementou-a. E bem. Em tempo. Porque os tempos são outros. E porque pode fazê-lo com outra margem (a de ser bicampeão, enquanto outros correm atrás). Mostra espírito de adaptação, de responsabilidade, de consciência dos tempos actuais. Pergunto: que outro caminho tomarias? Se farias o mesmo, porque criticas?

    • Vieira não é benfiquista (ou pelo menos, não o demonstra ao nível passional que gostarias).

    E? É requisito único num presidente? Ou sequer o principal? Amor ao clube não é também ele demonstrado através de uma gestão financeiramente responsável do clube? De se fazer acompanhar de gente que perceba da poda e a quem ele dê todas as condições para o sucesso? Eliminou concorrência ou aquela juntou-se a ele de livre vontade? Já vi o benfiquismo passional de muitos entalar os destinos do clube, por mais de uma ocasião. Emoção nos 90 e poucos minutos dos jogos, para o resto é preciso muita cabecinha.

    • Só ganha de vez em quando.

    O que tens de analisar é: têm os profissionais do Benfica tido condições para vencer? Tem a direcção dado todas as condições para, em igualdade ou superioridade de circunstâncias, os jogadores e equipas técnicas atacarem títulos? Ou por sua vez, têm faltado condições materiais para o sucesso? Recursos humanos de valia? Faltas aos compromissos tidos? Rotular LFV como causa principal das vitórias e das derrotas é redutor. Aliás, com salários em dia, infra-estruturas e dinâmicas como as existentes, LFV cumpre com a sua parte. Quem de direito que treine e marque golos.

    • LFV corre as Casas do Benfica mas só por dinheiro e para manter a contestação interna a níveis aceitáveis.

    Contestação interna? Agora? Após um bicampeonato? Não tendo aparecido nenhum nome forte durante os períodos de seca, acreditas mesmo que alguém no seu perfeito juízo se atravessaria agora no seu caminho? Um dia explicarei aqui com mais tempo como acredito que ocorrerá a passagem de testemunho. Mas posso já avançar que dificilmente será com outsiders e com discursos de ruptura.

    • Até daria de barato ele enriquecer à custa do clube se fosse benfiquista “a sério”, que defenda o clube com todas as forças.

    Defender o clube com todas as forças é algo inerente a qualquer adepto, quanto mais a um presidente do clube. O que não lhe confere legitimidade para “encher os bolsos”, como apelidas. Não sou ingénuo, sei bem que ninguém anda a penar numa instituição por couratos e palmadinhas nas costas. Talvez noutros tempos, não hoje em dia. Acho até que, à luz do que são as remunerações principescas de muitos no clube, o presidente do Benfica não ser remunerado é uma hipocrisia. Mas daí a aproveitar-se dos cofres do clube para enriquecer ilegitimamente, isso nunca deverá ser admitido ou perdoado. Seja a quem for. Não no Benfica.

    Abraço, RedMist

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns! Tudo dito! E só mais uma pergunta para estes especialistas, se Luís Filipe Vieira não é benfiquista, também é um péssimo portista, ou péssimo sportinguista...certo?não faz sentido querer fazer o Benfica campeão assim...

      Eliminar
  33. OFF TOPIC:

    1. Esta semana deparei-me com 2 anúncios televisivos que, não me tendo deixado incrédulo (já pouco o consegue), teve seguramente o demérito de me ter deixado um pouco desalentado. Por tudo o que está subjacente às respectivas mensagens – mesquinhez, traição, crispação – chegarem àqueles a que assistem como algo a ser valorizado. Refiro-me aos ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS DO + BASTIDORES (TVI24) E DO JOGO DA LIGA DOS CAMPEÕES ENTRE BENFICA E GALATASARAY (RTP1).

    2. No 1.º caso, recorrendo a um registo que medeia entre o absurdo e a falta de bom gosto, os comentadores surgem-nos numa situação em que sofrem pressões – num registo a simular actos de tortura – e no qual, intransigentemente, negam-se a citar respectivas fontes ao inquiridor. PARA ALÉM DO DESPROPÓSITO E DESRESPEITO INERENTE À SITUAÇÃO, A CONSTANTE COLAGEM DE SITUAÇÕES BÉLICAS AO FUTEBOL AJUDAM, EM PARTE, A COMPREENDER O ACTUAL ESTADO DE COISAS. O futebol e o desporto são actos de alegria, prazer, liberdade; não de guerra, tortura e actos associados.

    3. Não deixa contudo de ser curioso como, no único aspecto que nesta situação os liga, aquela estação acaba por elevar algo que ambos censuram – a traição. PORQUE, NO FUNDO E AINDA QUE À DEVIDA DISTÂNCIA, É ISSO QUE UMA FONTE É – UM TRAIDOR. O termo “fonte” é, ao caso, utilizado para embelezar aquele que trai a entidade que lhe dá/deu a mão. Essas figuras obscuras, a quem foi dada uma oportunidade com a qual muitos apenas podem sonhar, retribuem a generosidade e confiança depositada passando informações para o exterior à revelia da entidade sob a qual têm contrato e que os remunera e, assim, lhes dá a estabilidade financeira e emocional de que estes e os seus beneficiam.

    4. Por dinheiro. Por mais dinheiro. Por ainda mais dinheiro para além do todo aquele que legitimamente auferem. Nestes casos, descobrir onde começa e acaba a culpa poderá, à 1.ª vista, afigurar-se como tarefa complicada. Na comunicação social que alicia e anuncia orgulhosamente possuir “chibos” em carteira? Nesses “chibos” com agenda própria, bolsos bem ou sem fundos, sem pinga de gratidão pela entidade patronal e respectivos adeptos que a e o sustentam? Nos clubes que, em pleno século XXI, ainda não evoluíram no sentido de detectar e expulsar casos destes, procurando igualmente precaver-se através de uma rigorosa contratação que, cumulativamente ao critério da competência, tenha igualmente como REQUISITO IMPERATIVO ABSORVER GENTE COM PRINCÍPIOS ÉTICOS E MORAIS?

    5. Sinais dos tempos. Da “evolução”. Passámos de tempos nos quais fazer algo à traição, pelas costas, dar com a língua nos dentes, “chibar-se”, tudo isso era tido como reprovável; para outros em que ESTES E AQUELES QUE DELA BENEFICIAM SÃO TIDOS COMO ARAUTOS DA VERDADE, VALENTIA E INTEGRIDADE. Independentemente das consequências para profissionais e adeptos de sociedades cotadas em bolsa. Independentemente da inexistência de interesse na defesa e denúncia de quaisquer valores superiores que não o das audiências. Independentemente do acto cobarde que, manifestamente, é.

    6. Compreendo a “selva audiovisual” dos tempos actuais. Não a aprovo nem fomento, mas compreendo. Que se procure a próxima notícia ou programa que vai deixar o espectador pregado ao ecrã. O que não aceito é que valha tudo para esse fim. Como acho igualmente desconcertante que MUITOS DOS QUE CRITICAM ESTES PROFISSIONAIS PARTICULARMENTE APTOS E INDIFERENTES EM DESPREZAR O RESPECTIVO CÓDIGO DEONTOLÓGICO, SEJAM PRECISAMENTE QUE CONTRIBUA PARA AS SUAS AUDIÊNCIAS, FORTALECIMENTO E PROLIFERAÇÃO.

    7. Em suma, pouco ou nada têm de se orgulhar de tais actos, muito menos publicitá-los. Porque, no fundo, aquilo que estão a dizer é: VALORES COMO FIDELIDADE, LEALDADE, HONESTIDADE OU GRATIDÃO SÃO POR NÓS FACILMENTE CORROMPÍVEIS E, PORQUE NOS DEMITIMOS DE PROCURAR A VERDADE POR MELHORES MEIOS, PROVAMO-LO TODOS OS DIAS. E TEMOS ORGULHO NISSO.

    (continua) RedMist

    ResponderEliminar
  34. 8. Já o anúncio da RTP1 assume um cariz totalmente diferente. Não me choca que um canal estatal procure formas “rasgadinhas”, fora da caixa, originais, de publicitar os seus produtos. Pelo contrário: achei hilariantes os spots publicitários relativos à Supertaça e FC Porto-Macabi, ainda que compreenda que principalmente sportinguistas e portistas não partilhem da minha opinião. Independentemente disso, EXISTIA EM AMBOS UMA PROCURA HONESTA PELA COMICIDADE (E COMO ESTE PAÍS E O FUTEBOL PRECISAM REAPRENDER A RIR).

    9. Contudo, o anúncio do próximo jogo do Benfica para a Liga dos Campeões NÃO SEGUE, A MEU VER, AS ANTERIORES LINHAS CRIATIVAS, RESULTANDO NUM PRODUTO FINAL CRISPADO, JUCOSO, MALICIOSO. Desconheço naturalmente a natureza e quantidade das reclamações apresentadas no passado e que estão perceptivelmente na origem deste produto final. Sei, contudo, que nada o justifica – por tudo aquilo que significam para tantos, por toda a história que os abrilhanta: BENFICA MERECIA MAIS, RTP É CAPAZ DE BEM MELHOR.

    10. Uma sequência de imagens turvadas por um piscar de luzes frenético e doentio; uma sonoridade entre o registo eléctrico e psicadélico descontextualizados; as legendas crispadas, jucosas, sarcásticas; a associação incorrecta entre “red line” e “red light”. Infeliz. NÃO TÃO REVOLTANTE COMO A DECISÃO DE, EM TEMPOS EM QUE SÃO PEDIDOS SACRIFÍCIOS AO POVO, A ESTAÇÃO PÚBLICA DE TELEVISÃO ADQUIRIR POR VALORES PRINCIPESCOS OS DIREITOS TELEVISIVOS DA LIGA DOS CAMPEÕES. Mas manifestamente infeliz.

    11. Não é nenhuma fatalidade, não é irremediável, não se pode acertar sempre. Seria contudo IMPORTANTE REFLECTIR SOBRE O EXPOSTO PARA, NO FUTURO, EVITAR CONDUTAS SEMELHANTES QUE NÃO CONFUNDAM OU MISTUREM FALTA DE CRIATIVIDADE COM FALTA DE EDUCAÇÃO.

    Abraço, RedMist

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor deves entender a endoutrinação patente por exemplo em anúncios publicitários. A mensagem é sempre política. Aparentemente inofensivos, os anúncios passam uma mensagem que repetida passa por normal. Que fiques enjoado por causa de publicidade a um jogo que envolve o SLB compreende-se, se bem que a aparente apatia por parte dos cidadãos (diferente de contribuintes ou consumidores) perante a utilização em grande escala, da criança como objecto e leit motiv para o consumo, não parece incomodar ninguém. Se ninguém se rala com a idiotização da sociedade ou a utilização dos filhos para chegar ao bolso dos pais, o problema das canalhices para com o SLB parece ficar em 2º plano. Tal como a falange de idiotas estupidificados que vão à bola para provocar desacatos. Tudo o resto é moralidade bacoca.

      Eliminar
  35. lfv é um empresário de sucesso porque serve-se do Benfica em vez de o servir. Os mais curiosos que passeiem por Alverca e falem com as pessoas locais, vão constatar que é conhecido por lá como V******ta. O cadastro da personagem também não engana. Enquanto uns, do dia para a noite, se tornam o 43º homem mais rico de Portugal, outros andam a comer sono, como que anestesiados pela constante demagogia do mitómano. Em 14 anos, tem 4 campeonatos, 3 deles ganhos por Jesus, no entanto, as casas do Benfica continuam a mantê-lo no poleiro. Betão coloca ele, pagar é que nada! Isto deveria virar uma "case study". Quanto mais me mentes, mais gosto de ti. Continuem com a acefalia.

    A.Martins

    ResponderEliminar
  36. alerta vermelho03/11/15, 17:29

    Caro Riccardo Zhora, terás razão nalguns pontos mas não em todos! Dar tempo ao treinador? Porque é que Jorge Jesus não está a precisar que lhe deiam tempo para liderar já o campeonato nos lagartos? Acha o meu amigo que demitir Rui Vitória geraria instabilidade? Acha que as coisas com ele estão estáveis? Eu acho que Rui Vitória é sim uma fonte de instabilidade! Acho também que valia a pena gastar dinheiro num treinador de qualidade, ainda que se desinvestisse no plantel! Eu nunca vi um treinador ser tão protegido no Benfica como Rui Vitória!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem tanto ao mar nem tanto à terra...
      Sabes já quantos penaltis beneficiou o scp esta época e que lhe salvaram o resultado?
      Sabes quantas vezes acabou o scp com 11 com devia acabar com menos (slimani já deveria ter sido expulso em pelo menos 2 jogos).
      Já para não falar em lançamentos dentro do campo, descontos até marcar, golos em fora de jogo... enfim tanta e tanta coisa se tem passado...
      O pressing que eles estão a fazer com os arbitros tem resultado muito bem esta época, mas será que durará?!?!

      Eterno 29!

      Eliminar
    2. alerta vermelho03/11/15, 18:32

      Não discordo do que dizes amigo, agora que trocámos um fórmula um por um calhambeque, trocámos! Tinhamos um sistema de jogo consolidado, e agora resolvemos andar a pedir tempo para um treinador! Qualquer treinador que venha orientar o GLORIOSO, só pode vir para ganhar! O GLORIOSO, não é nenhum tubo de ensaio, para treinadores fazerem experiências e evoluirem! Estar a pedir tempo para um treinador, é admitir que regredimos! O nosso GLORIOSO, não pode regredir!

      Eliminar
  37. Assim que puder, respondo aos restantes comentários... Desculpem, mas não tive tempo.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

artigos recentes