O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Avatar

A salvação de Joaquim Oliveira.

 ●  + 12 comentários  ● 

O post anterior do BbyGB é uma excelente descrição do que tem estado por detrás das mais recentes movimentações no futebol português. Mais um grande contributo da sua parte para que os adeptos do futebol possam ver além da bancada.

Mas diferente do BbyGB, eu não sou tão benevolente com o papel de Luis Filipe Vieira neste filme todo.
Acho que novamente o presidente do Benfica olhou mais outros interesses que pelos do futebol português.

Prejudicou o Benfica? Por ora não. 
Mas foi decisivo para que as forças que têm dominado toda a estrutura do futebol pudessem receber mais uma dose de oxigénio e recuperassem a aura de imprescindíveis.
Veremos que implicações este apoio terá no médio prazo dos interesses do Benfica.

O discurso de que o futebol esteve a semanas de parar é um argumento ridículo e sem qualquer fundo de verdade. O que esteve em causa foi que os poderes relacionados com Joaquim Oliveira secaram os rios de dinheiro que afluíam à Liga de Clubes até obrigarem os clubes que protegiam Mário Figueiredo a tirarem-lhe o apoio. 
Só conseguiram fazer isso porque Luis Filipe Vieira deu o seu apoio a Joaquim Oliveira. Contra a vontade do Benfica, nada disto teria tido estas proporções.

O encontro de ideias que acabou por ser o parecer da ADC deu a oportunidade para Joaquim Oliveira, astuto e rápido no gatilho, rapidamente "fidelizar" novamente os clubes. Quase todos num ápice preferiram assinar novos compromissos que ficar com os seus direitos na mão. O poder e a dependência continua nas suas mãos.

Continuo a discordar de que apenas a SportTv pode dar aos clubes aquilo que eles precisam. 
Esta é uma ideia muito portuguesa. Não podemos equiparar o nosso campeonato a outros em que a centralização reparte fortunas por todos. Isso é irreal em Portugal. 
Todos acham que só se vai lá com maiorias absolutas ou com um operador a monopolizar. Isso não é o mercado a funcionar.
A evolução do cabo oferece várias alternativas. Darão o mesmo retorno? Provavelmente não. Mas já é hora de os clubes portugueses ajustarem o que gastam às suas possibilidades. 

O caminho que Joaquim Oliveira traçou foi o de secar qualquer concorrência. Para isso contou com a árvora das patacas chamada BES. Só que isso terminou. 

A peça que falta nesta nova fase dos direitos televisivos e da manutenção de Joaquim Oliveira como o grande dominador do futebol português só vai estar concluído com uma vertente que tem sido pouco discutida e que tenho trazido várias vezes para cima da mesa: a parte política.

As ligações de Joaquim Oliveira aos partidos que têm governado Portugal são várias e alicerçadas em muitos anos de ajudas e benefícios mútuos.

A ligação de Joaquim Oliveira a Ricardo Salgado sempre foi conhecida e os últimos tempos têm sido esclarecedores sobre como funcionava o universo BES e a sua forma de "ajudar" quem dele precisava.

Daí que continuo convencido de que as movimentações na AR não pararam e são uma realidade e que esta renegociação dos contratos deu a Joaquim Oliveira o tempo necessário para em sede legislativa poder voltar a deter aquilo que lhe dá o maior retorno. E todos sabemos o que isso é.

A actual renegociação acaba por não trazer nada de novo a Joaquim Oliveira. 
Continua com 99% por cento dos clubes na sua mão. Então se hoje o negócio da SPortTV, com quase tudo na mão não dá dinheiro, não será o objectivo de Joaquim Oliveira recuperar o que perdeu e que fez essa diferença?

12 comentários via blogger

  1. Custa-me a entender como é que Joaquim Oliveira ainda é o "grande dominador" do futebol português e como é que foi "SALVO" se:

    - Perdeu os 100% da Controlinveste Media (JN, DN, TSF, etc). Agora é accionista minoritário com apenas 27%.
    - Perdeu participação qualificada na PT (que passará para mãos estrangeiras).
    - Perdeu participação qualificada na NOS (Teve de a vender para pagar dividas)
    - Perdeu suporte do BES e da família Espirito Santo (banco e grupo faliram)
    - Perdeu conteúdos do Benfica em casa e da premier league.
    - Perdeu direitos de preferência e contratos superiores a 3 anos, com os clubes portugueses.

    Ainda tem de resolver as dividas da PPTV e da Olivedesportos...

    ... e em 2018, de uma só vez pode perder todos os clubes portugueses, se um grande operador de telecom/media (nacional ou internacional) preparar uma oferta concorrente à SportTV ... e para tal acontecer só terá de oferecer mais aos clubes do que Joaquim Oliveira.

    Mesmo que exista centralização na liga, por via política (que daria muito que falar) ... um qualquer grupo de media/Telecom em negociação individual com os clubes ou em negociação colectiva na Liga pode na mesma oferecer uma proposta superior ao Joaquim Oliveira e "roubar" os conteúdos nacionais ;)

    Fantástica "salvação" ehehehe :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eagle, "perdeu" por um lado mas e os "perdões" que recebeu por outro? Ou achas que ele "perde" sem dar e receber compensações?
      Achas que ele torna a ter a latitude necessária para continuar ocm as rédeas do futebol na mão sem também "pagar" favores mais acima na cadeia alimentar?

      A única coisa desses pontos que mencionas e que lhe dava dinheiro e garantias eram os conteúdos do Benfica, meu caro. O resto dava prejuízo há anos, e ele apenas os conseguiu porque Ricardo Salgado o financiou.

      Das participações que vendeu, foi o preço a pagar para manter o resto.

      Caro Eagle, FCP e Sporting já resolveram os seus problemas mais imediatos com as renegociações de dívida. Até as empresas de Luis Filipe Vieira o fizeram com a intervenção directa de Amílcar Morais Pires como foi largamente noticiado.
      Achas que o Joaquim Oliveira já não renegociou ou vai renegociar com estes novos contratos em mãos as dívidas da PPTV e da Olivedesportos?

      Que grupo de media/Telecom internacional estaria interessado em investir em Portugal? Isso andou o Pais do Amaral quando teve nas mãos a Liga Espanhola. O que conseguiu? Nada. Nem com a perspectiva de o Benfica ficar livre num curto espaço de tempo.

      Sabes qual seria o único grupo que poderia fazer mossa? A Cofina. Mas teve já várias oportunidades e não se lançou.

      Estamos num país em que as pessoas mesmo quando lhes subtraem largs fatias das reformas ou dos vencimentos não se manifestam. Achas que uma centralização política ía causar polémica?
      E já agora, já te perguntaste porque Luis Filipe Vieira não foge da escolha cuidada de palavras sobre este tema e não recusa claramente qualquer modelo que passe pela centralização?

      Eliminar
    2. Shadows, o Joaquim Oliveira perdeu tanto como o Zeinal Bava (PT), Ricardo Salgado (BES) e muitos outros.

      A única coisa que conseguiu foi assegurar 17 clubes nacionais até 2018. Depois disso já não está seguro. Qualquer banco sabe disso.. como tal ou a PPTV e a Olivedesportos pagam o que devem ou então terão problemas.

      E para pagar o que essas empresas devem ele já tentou passar os direitos dos jogos da Liga Portuguesa dessas empresas para a SportTV, (recebendo algum dinheiro para a PPTV e Olivedesportos, com a entrada da PT na SportTV) mas isso foi impedido pela Autoridade da Concorrência.

      As dividas da PPTV e Olivedesportos continuam por resolver.


      Quanto aos grupos de media/Telecom... tudo o que é activo valioso está a ser vendido a estrangeiros (Banca, Energia, Telecom's, etc). Os direitos da Liga Portuguesa é um activo estratégico para as Telecom's e grupos de Media. Como tal qualquer investidor pode apostar nesses direitos. O Joaquim Oliveira vai passar a concorrer com outros "joaquin's Oliveira's" estrangeiros de dimensão muito superior à dele.

      Até o Rui Pedro Soares/Sócrates tentaram entrar nesse negócio e com apenas alguns milhões conseguiram a determinada altura roubar a Liga Espanhola ao Joaquim Oliveira. O problema é que depois o Pais do Amaral não conseguiu avançar com o canal desportivo porque um canal não funciona apenas com a Liga Espanhola. Precisaria de mais conteúdos nacionais e internacionais. A nível nacional as famosas "clausulas" não o permitiram, e a nível internacional é preciso alguns anos para adquirir vários conteúdos.

      Grupos Nacionais de Media/Telecom's? Cofina, Ongoing, Impresa, Media Capital (Pais do Amaral), PT/Altice. só para referir alguns. Todos esses grupos a determinado momento manifestaram interesse em conteúdos desportivos ou em projectos de media desportivos.
      Não refiro a ZON porque actualmente (por via dos 50% da SportTV) já controla esses direitos.
      Grupos Internacionais existem imensos, e são os estrangeiros que estão a adquirir tudo o que é valioso em Portugal.

      3 anos da Liga Portuguesa são 300M€ (já inflacionando o valor, face ao que os clubes recebem agora).
      Achas que uma Altice, ou outro grupo qualquer não tem capacidade para esse investimento???
      Isso são "peaners" para estrangeiros. Só na PT avançam com mais de 7.000M€.

      A partir de agora toda a gente sabe que pode preparar um projecto concorrente à SportTV, para ser lançado em 2018.

      Eliminar
    3. Eagle,

      Continuas a desprezar o papel do Joaquim Oliveira. E a Global Media Group( Controlinveste)?

      Joaquim Oliveira tem 27.5% em pé de igualdade com o novo accionista angolano. E ainda entraram o Montez cujo papel neste momento dos media é enorme, e os bancos que têm todo interesse que este grupo com novo nome possa singrar.

      Tens na Administração o filho do Joaquim Oliveira, o Montez e Daniel Proença de Carvalho, que foi o não escolhido aquando do concurso para as TV's privadas em Portugal e que andava à anos a tentar entrar num grupo de media com esta dimensão.

      Quantos aos players internacionais/concorrentes nacionais, estás a especular com cenários quase impossíveis de acontecer. Não apareceram quando o conteudo mais valioso esteve disponível, o Benfica, e que claramente depois atrairia tudo o resto, mas vão escolher aparecer em 2018?

      O mercado português publicitário é que é "peaners" para eles, meu caro. Qualquer player estrangeiro analisa primeiro o retorno que lhe irá dar o investimento. Eles não precisam de gastar dinheiro cá para poderem apresentar os conteúdos dos jogos portugueses lá fora como já o fazem hoje.

      A tua teoria sobre 2018 é a chamada teoria da cenourinha. "Agora vão ver como em 2018 é que vai haver concorrência!" Desculpa lá mas isso não faz qualquer sentido.

      A haver um projecto desses, este tinha sido o momento até porque este parecer da ADC já se adivinhava desde a proposta proactiva de Joaquim Oliveira.
      Estamos a falar de muitos meses se contarmos com o início deste processo com a entrada das queixas de Mário Figueiredo.

      Ninguém apareceu, os canais existentes não avançaram porque se percebeu que Joaquim Oliveira tinha o apoio dos únicos que poderiam ter apontado um caminho diferente:
      O Benfica.

      Como o Benfica estava do mesmo lado, isto só podia acabar assim.

      O que não consegues explicar é o que ganhou o Benfica em apoiar quem andou a chular o clube tantos anos e a alimentar com esse dinheiro o sistema e o seu principal beneficiário, o FC Porto.

      Eliminar
    4. Shadows, fazes-me lembrar algumas pessoas que há 7 anos tentavam contrariar o que eu escrevia sobre os direitos televisivos.
      Já acompanho e escrevo sobre este tema há "muito" tempo.

      o que escreviam na altura:
      - Interesse em direitos televisivos?? NINGUÉM TEM INTERESSE.
      (viu-se. Até o Socrates andou interessado LOL)

      - Os direitos do Benfica valerem 40M€??? O Joaquim Oliveira já faz um favor em pagar o que paga ao Benfica, e com a crise se calhar ainda baixa valores.
      (Pois Pois. A SportTV já teve uma queda de 40M€ na facturação em apenas 1 ano e meio).

      - BTV com jogos do Benfica??? Vai ser um fiasco completo. as famílias não têm dinheiro. O país está em crise.
      (25% de quota de mercado no pay-per-view vai ser alcançado em 1 época e meia, e podemos chegar a 33% de quota de mercado no médio prazo).

      É natural em qualquer processo de mudança existam pessoas que não vislumbram as tendências. Está estudado esse comportamento. E como tal eu nem levo a mal quando me tentam contrariar sempre que eu apresento "novidades".

      Nos próximos anos este sector (direitos televisivos desportivos nacionais) vai sofrer as evoluções que todos os mercados sofreram após saírem de um monopólio. ;)

      Por fim, o Benfica nada "apoiou", nem "salvou".
      O Joaquim Oliveira está ainda mais "enfraquecido", e o Benfica e a BTV estão cada vez mais "pujantes".

      Eliminar
    5. BE estás a perder o teu precioso tempo. É como bater em mortos! As coisas não entram porque estão em negação constante de outro modo as teorias da conspiração e as suas agendas vão por água abaixo.
      Basta vermos as barbaridades que se escreveram aqui ao longo dos anos. Nada bateu certo!

      Eliminar
  2. Eu sei é que em DEZEMBRO já só estamos a disputar 2 provas.
    2 COMPETIÇÕES JÁ FORAM!!!! EM DEZEMBRO!!!!

    E causa-me bastante preocupação e fico bastante surpreendido que esta situação passe praticamente em claro, neste blog.
    Como se fosse uma questão sem importância nenhuma!
    Como se já fôssemos bi-campeões nacionais...

    Ou seja... Neste momento, ser bi-campeão nacional é OBRIGATÓRIO!!!!

    Ninguém fala sobre isto????

    Já chega desta merdª de tema mais batido que uma vara de putªs... Parecem 3 putos a ver qual é que tem mais razão... guerrinhas de putos, pessoais e de orgulho bacoco...

    Jose Inacio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José, é no envolvido nestes assuntos que se decide que futebol temos.
      E se olhares para o meu post desta madrugada, abordo o que dizes lá.

      Eliminar
  3. Bla bla bla pardais ao ninho......mais um post do mesmo.

    Agora sim a explicaçao é dada embora nao apresente contorne de "Aliança" conforme é descrito.

    Para ser aliança SLB e FCP teriam q ser o mesmo objectivo comum, sendo o primeiro a manutençao dos seus direitos televisivos e no segundo manter a mama do oliveirinha. O passo a dar é comum mas os objectivos sao claramente diferentes, logo nao se trata de uma aliança mas sim de uma concordancia num unico e exclusivo ponto q satisfaz a pretençao dos 2........nao esquecendo dos restantes clubes q tinham o objectivo de continuar a receber dos seus direitos televisivos e a liga idem aspas.

    Gostei do reparo q em 2018 nao ira haver concorrente á SporcoTb.......nao da é a alternativa pros direitos HOJE, querem ver q hoje haveria 1000 candidatos aos direitos ? Quais as alternativa ? Ja te perguntei varias vezes mas nao explicas......os outros clubes fecham so pra acabar com a SporcoTb ???

    Nao se trata de politiquices neste caso mas sim de realidade.......nao havendo alternativa é SporcoTb e mais nada.

    O LFV foi realista o resto é conversa.

    Cumprimentos.

    Nelson.

    ResponderEliminar
  4. essa do futebol parar É GENIAL!!! PARAR PORQUÊ?, a organização dos jogos é da responsabilidade dos clubes, se não existe dinheiro para pagar 2000 euros por jogo aos árbitros , ofereçam 500 a ver se não parecem centenas de árbitros a quererem arbitrar jogos da primeira... tretas de conversa e mais tretas e nós... otários?
    Abrazos...

    ResponderEliminar
  5. http://desporto.sapo.pt/futebol/taca_da_liga/artigo/2014/12/25/liga-de-clubes-e-grupo-controlinveste-assinam-parceria

    ResponderEliminar
  6. http://desporto.sapo.pt/futebol/taca_da_liga/artigo/2014/12/25/liga-de-clubes-e-grupo-controlinveste-assinam-parceria

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

artigos recentes