O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

domingo, 12 de outubro de 2014

Avatar

... E as outras palavras de Jesus

 ●  + 18 comentários  ● 
Feito o reparo ao registo do qual, na minha opinião, o Jesus teima em não conseguir descolar, importa agora olhar ao resto... E quando a conversa é futebol, o Jorge Jesus fascina quem o ouve. Quando se fala de Liga dos Campeões, nota-se que Portugal é um país demasiado pequeno para a ambição e capacidade de treinador de Jorge Jesus.

Começo por aí para concordar com Jesus numa perspectiva de que, salvaguardando épocas muito especiais, os clubes vendedores como o Benfica não podem ambicionar a títulos europeus, porque a cada viragem de época, lá se vão os melhores jogadores ou grande parte deles. Como diz Jesus, e muito bem, não é possível manter um plantel de grande qualidade durante três anos em que se constrói a equipa para lutar pela Champions.

Jorge Jesus fala do Marquês com paixão. Estar no Marquês não é só ser campeão, estar lá pelo Benfica é muito mais que isso, quem passa não esquece e marca para sempre.

O treinador do Benfica "assentou a poeira" sobre a vantagem dos rivais, alertado que tudo pode mudar e que tal se refere apenas a um determinado momento da época. Jesus mostra aqui que aprendeu com os erros do passado.

Jesus não tem vergonha nenhuma de ser treinador sem paixão pelo jogador nacional. É indesmentivel o seu ponto de vista sobre o posicionamento do futebol português hoje e do que poderia ser no dia em que venham a haver quotas/limites para estrangeiros, posicionando Jesus o futebol nacional ao nível de uma Turquia, Bélgica, Holanda ou Rússia (com menos dinheiro) ao invés do actual quadro de 4° ou 5° melhor Campeoanto.

Eu não consigo partilhar da opinião de Jesus, mas apenas porque me estou nas tintas para os rankings e para as pontuações na UEFA. Como Jesus disse antes, na verdade dificilmente lá ganharemos alguma coisa em condições normais, ora se assim é para quê vibrar com o "quase"? Seja como for, para quem valoriza a Europa e os rankings, claramente que Jesus está carregado de razão.

Quando Jesus fala de jogadores, ele fala com um entendimento único. Avalia o potencial e as caracterisças de jogadores como ninguém. Porém, à luz de alguns dogmas que fazem parte do seu modelo mental, mas não pode ser diferente. Jesus há coisas que faz como ele acha que deve ser (como a "pancada" dos jogadores acima de 1.80).

Jesus falha tremendamente quando fala dos jogadores mais jovens. Confunde tudo no que diz respeito à formação, baralhando os contextos físicos e técnicos, mas isso é o Jesus, é a maneira de pensar dele em que o jogador tem que já ter um conjunto de pré-requisitos antes de tocarem na bola e por muito bons que sejam se não tiverem esses pré-requisitos... Nada feito.

Enfim, um Jorge Jesus igual a si próprio nos defeitos e na sobranceria... Mas um verdadeiro catedrático em matéria de futebol.

18 comentários via blogger

  1. E tb diz uma coisa muito importante e que explica muita coisa:

    Que se comprasse jogadores de 20 milhoes acertava muito mais;

    E que no mercado em que o Benfica se insere é muito facil errar, porque se contrata jogadores inacabados, dos quais nao se conhece o perfil psicologico e tactico, que podem nunca vir a dar em nada, mas que se compram porque teem boas referencias e se jao forem contratados naquela altura nunca mais o Benfica sera capaz de lhes deitar a mao.

    Para mim, claro, clarissimo e obvio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outra coisa importante dita e de quem sabe da coisa, e para o shadows que diz q o andre almeida é o melhor 6 do plantel:

      Um bom recuperador mas com dificuldade no passe. Ora naquela posicao, passe falhAdo é a morte do artista.

      Eliminar
    2. E a outra que referiste, importantissima, mas que dou realce por ser algo que defendo ha muito:

      No dia em que houver cotas de estrangeiros em portugal, ficamos na cauda da europa.

      Os melhores portugueses continuarao a sair, e ca dentro so ficará o refugo.

      Este tema so por si, merecia um aprofundado debate

      Eliminar
    3. RedMoon, gostava de saber a tua opinião acerca do Fejsa? optimo recuperador, mas ao nivel tecnico e passe é inferior ao Almeida... porque é que para o mestre ele era titular então? grande parte dos benfiquistas são de uma incoerência total, assim como o JJ ( o almeida nao pode jogar porque é um tosco com os pés, mas depois pedem o Fejsa!!!) Claro que o ideal era ter um gajo bom tecnicamente (samaris, amorim) e que fosse uma força fisica e optimo recuperador ao mesmo tempo(tipo Fejsa ou Almeida)....um Matic :P....
      Ass: Luís

      Eliminar
    4. luis, eu nao sou treinador. Eu observo, e tenho as minhas preferencias, obviamente discutiveis.

      Mas se o JJ diz isto do almeida, quem sou eu para o contrariar? Concorde se ou nao, sao as razoes do treinador, e pelo menos apresentou-as.

      Se queres saber o que eu penso do almeida, ja o escrevi quando fiz o balanco da epoca passada: se quer ser importante numa equipa tera de sair, e no Benfica sera sempre um jogador para desenRascar

      Eliminar
    5. Para mim Almeida é excelente no contexto especifico da posição 6, mas um 6 no Benfica tem de ter outras valenças que não apenas as especificas, sim Fejsa tem mais capacidade de passe do que se pensa aliás JJ pede a Fejsa é que se aproxime mais da baliza adversária...que remate mais vezes, porque Fejsa qualidade de passe tem e excelente por acaso, agora falta-lhe é perdeu o receio de por vezes despir o fato macaco e vestir o "casaco com aba de grilo"....

      Para mi esta entrevista é elucidativa a respeito do que se passa no Benfica...

      Uma estrutura cada vez mais oleada para o "evitar errar"

      Uma estrutura cada vez mais imune às pressões externas

      Uma estrutura com as pessoas certas nos sitios certos...e quando é assim não há lugar para Carraças

      Eliminar
    6. Portanto, para ir contratar lá fora pode-se ir buscar "jogadores inacabados"; mas quando toca a apostar na formação, aí a conversa já muda. Aí, eles não podem jogar porque "não estão prontos; são jogadores inacabados".
      Chegamos ao cúmulo de contratar um jogador que, segundo o próprio JJ, "não tem escola, não fez formação" (Tiago Bébé). Isto cabe na cabeça de alguém? Temos a equipa B e os juniores recheados de talento, e vamos pagar 3M + prémios + salários por alguém que não tem o mínimo de formação?
      Sintomático.

      Eliminar
    7. Quanto ao AA ter fraca capacidade de passe, apenas duas palavras: Javi Garcia. Já para não falar do próprio Fejsa.
      Incoerências que o RedMoon se recusa a discutir, apenas atirando para o ar um incrível "eu não sou treinador".

      Eliminar
  2. Porque é que JJ falha quando fala de jogadores mais jovens? Exemplos de que o que ele disse é o correcto: Jorge Costa,Pepe,William Carvalho,João Mário,Adrien,Rui Costa,Rodrigo,André Gomes, André Almeida,etc..E o BURRO é o JJ. Saudações Benfiquistas e VIVA O BENFICA

    ResponderEliminar
  3. Concordo em absoluto com o lost desta vez e em especial com o comentário do Redmoon.

    ResponderEliminar
  4. Harvey Dent12/10/14, 10:25

    O que me dá vtd de perguntar é o seguinte: o Benfica não pode gastar 20 m num jogador, mas como pode estourar 14 em 2, sendo que nenhum está adaptado, tendo ainda almeida,amorim e fejsa.... é nestas pequenas coisas que jotas falha. E mais : ele não formou oblak nem o markovic....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade mas soube potenciá-los!

      Repara ao que aconteceu com Iturbe e tem acontecido com Quintero no Porto!
      Ou com Carrillo no Sporting.

      Tudo jovens de valor mas que não se impuseram e foram até apelidados de flops...

      Eliminar
    2. João Oliveira12/10/14, 12:58

      Metia-se lá o Amorim e o Fejsa ao pé cochinho? Se Fejsa estivesse bem Samaris não vinha. Se Ruben não se tivesse lesionado no Bessa Cristante não vinha. Para mim parece-me obvio.

      Quanto a Oblak e Markovic. No inicio da época valiam 20 e 25 milhões respectivamente? Quer se queira quer não foi com ele que estes jogadores explodiram. Foi com ele que estes jogadores chegaram a uma final da Liga Europa. Antes praticamente ninguém na Europa os conhecia.

      Eliminar
    3. Jorge Vieira12/10/14, 15:14

      é simples Harvey. Se compras um jogador por 20, tens de lhe pagar 3 ou 4 milhões em ordenado (porque é isso que ele vale) e quando se lesionar tens um de 2 ou 3 milhões que não consegue fazer a posição. Quando tens 2 de 14 (10+4), tens 2 jogadores com possibilidade de evolução, que comem 1 milhão de ordenado cada um e quando um se lesionar, tens outro parecido. Ainda os podes vender aos 2 por 20 a 25 cada um (40/50 milhões).

      Eliminar
    4. nao formou Markovic???? sejam honestos existe uma diferença abismal entre o Markovic que comecou a epoca e aquele que terminou!!!! agora uma coisa e certa saiu cedo de demais e esta a pagar por isso. Tinha qualidade mas nao a sabia aplicar. odemos nao gostar de JJ mas que ele sabe de futebol ele sabe!!!

      Eliminar
  5. Pois não, o Markovic e o Oblak sairam sem completar a formação, por isso não calçam no Liverpool e no a Atlético de Madrid... Tão fácil de ver...

    ResponderEliminar
  6. Jorge Vieira12/10/14, 15:10

    O JJ tem um GRANDE defeito, que é ser da Amadora e não ter tido educação senão a popular.

    Se o JJ fosse um pouco mais instruído e mais bem falante, a la Mourinho, tenho a certeza que seria levado muito mais a sério por todos. Infelizmente vai-se gozando demasiado com este catedrático por causa das argoladas que vai mandando aqui e ali. São notórias as dificuldades que ele tem para se exprimir e ter um pensamento um pouco mais objectivo, mas se algum dia o vier a conseguir, tenho a certeza que ele será considerado por todos como uma das grandes cabeças do futebol europeu.

    Como referes, e bem, ele tem um entendimento do panorama futebolístico que muito poucos conseguem ter. Meter um tipo destes à frente do futebol nacional (não como treinador mas em funções que decisão) seria extremamente benéfico para o país.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou-me a c@g@r para o português do JJ. Ele não é político nem é pago para falar nem para fazer discursos. Desde que os jogadores o percebam ele é pago para treinar, isso não há melhor em Portugal.

      Eliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes