O fenómeno Mantorras I
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 20 de junho de 2012

O fenómeno Mantorras I

 ●  + 58 comentários  ● 
Portugal, 20 de Junho de 2012

Perde-se a conta ao número de vezes que Pedro Manuel Torres (Mantorras) leva ao delírio a Luz, simplesmente por correr para o banco de suplentes instantes antes de entrar em jogo” – Mística, Dezembro 2007.
Golos marcados: Alverca, 1999/2000, 6 jogos, 0 golos. Alverca, 2000/01, 28 jogos, 9 golos. Benfica, 2001/02, 33 jogos, 13 golos - Mística, Dezembro 2007.
O futebol merecia ter tido o Pedro durante muito mais tempo e o Pedro merecia ter podido confirmar a nível mundial o jogador que era” – Luís Filipe Vieira, jornal Benfica, 8 de Junho de 2012.
Quem lê os meus textos sobre futebol e o Benfica, em particular após Novembro de 2000, percebe que não sou muito dado a sentimentos, a sentimentalismos, embora os respeite enquanto manifestações de alegria ou dor dos adeptos. O Benfica está acima disso tudo, das lágrimas, do sofrimento, das vitórias, das conquistas, etc. O Benfica é isso tudo e muito mais.
Nunca percebi muito bem a contratação de 50% dos direitos económicos e desportivos de Mantorras em Março de 2001 por 5 milhões de euros (na moeda actual), mais juros pagos ao BES que totalizaram 1 milhão de acordo com entrevista dada Por Domingos Soares Oliveira à mesma Mística, em data que não consegui identificar até iniciar a escrita deste texto.
Na altura o Sr.º Luís Filipe Vieira era indigitado ou já exercia as funções de Gestor de Futebol do SL Benfica, em simultâneo com as funções de Presidente do FC Alverca, sendo a SAD do Alverca (a quem pertencia o passe de Mantorras) presidida pelo seu filho e tendo também como accionista, o Sr.º Joaquim Oliveira.
“Claro” que este negócio só seria “escuro”, para os tais sócios notáveis que aparecem em tudo quanto é comunicação social, debitando doutas opiniões sobre futebol e ética, se Vale Azevedo estivesse no meio. Assim tudo foi normal...
Em Novembro de 2001, quando Mantorras “brilhava” no Benfica, o FC Alverca (já não presidido por Filipe Vieira) recomprou 50% do passe que estava na posse do empresário Jorge Manuel Mendes (não confundir com Jorge Mendes), pela quantia de 360 mil contos, (cerca de 1,8 milhões de euros). No intervalo de 6 meses, os 50% que o Benfica tinha comprado desvalorizaram 3,2 milhões de euros!
Se não percebi a avaliação de 2 milhões de contos (10 milhões de euros), em 2001, feita pelo Sr.º Vieira ao passe de um jogador que tinha marcado 9 golos em 34 jogos no Alverca, muito menos percebi que lutando o Benfica com dificuldades financeiras (segundo se dizia na época) fosse embarcar neste enorme esforço financeiro.
Tanto mais que na época 2000/2001, o Benfica teve como pontas de lança o João Tomás (15 golos) e Van Hooijdonk (19 golos), sendo que o holandês havia custado 6 milhões de euros por 100% do passe.
Mas estes jogadores não poderiam ficar no Benfica, para não ofuscarem o “brilho” que se pretendia para Mantorras e a nova “equipa maravilha”, assim baptizada por Luis Filipe Vieira quando da sua apresentação aos sócios em Agosto de 2001. A tal equipa que com 13 golos de Mantorras, fez menos 1 ponto do que Souness e os “toscos” ingleses!
João Tomás creio ter sido vendido por 3,5 milhões de euros segundo se constou, o que foi bom para um jogador vindo do Rio Ave (a Direcção de Vale Azevedo não percebia nada de futebol), mas Van Hooijdonk terá sido vendido ao desbarato por qualquer coisa como 1,5 milhões de euros, escassos meses depois de custado 6 milhões. Um escândalo que ainda hoje passa sem critica... (cont.)


58 comentários blogger

  1. José Ferreira20 junho, 2012 13:41

    Só uma correcção: O João Tomás veio da Académica e não do Rio Ave.

    Em relação aos valores também tenho ideia que vendemos o João Tomás ao Bétis por cerca de 4M já relativamente ao Van Hooijdonk não tenho qualquer ideia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela correcção. Foi isso mesmo. Veio da Académica e terá sido vendido por 4 milhões. Tenho ideia (de memória) que andou entre os 700 mil e os 800 mil contos.

      Eliminar
  2. Pronto.... Os benfiquistas idolatravam Mantorras porque eram parvos. E pelo que me é dado a avaliar, Mantorras é/era um cepo sem vocação para jogar à bola.

    ---------------------

    Adivinhando a continuação:

    Mantorras foi uma produção de LFV destinada a ludibriar os benfiquistas. Palmas para o trabalhão em compilar textos soltos para tramar alguem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois foi. Assim como foi a troca do Marchena pelo inválido Zahovic. Ou o Van Hooijdonk a preço de saldo, ou o Maniche posto à parte. Para azar do Vieira (o Vilarinho era apenas figura decorativa) e infelizmente para o Benfica e felizmente para os jogadores todos eles foram, depois, campeões europeus e no caso do Marchena campeão mundial. Eram estes alguns dos "coxos" contratados por Vale. Mas há mais, Mantorras foi mais um dos casos. Quem se lembra do contentor carregado de jogadores do Alverca? Amoreirinha, José Rui, Manú e Artur Futre, Rodolfo Lima. Quem se lembra do Yanick Quesnel? Ou do Ronald Garcia? Ou do George “Jardel”? Este George serviu como se sabe para pagar a dívida a Jardel do contrato promessa que competia a Vilarinho pagar e não ao clube. Isto sem falar da história do Deco...
      Pode-se perguntar: tudo bem, mas que tem o actual Benfica a ver com isto? E eu respondo. Tem tudo a ver. O actual Benfica é o “herdeiro” deste Benfica de há nove ou dez anos. E tem o mesmo presidente. E a actual divisão que existe no Benfica vem daqui. Há contas que nunca foram saldadas. Senão, por que motivo a actual direcção periodicamente e passados estes anos continua a falar de Vale? Má consciência. Sou dos que têm memória, e só descansarei quando os autores desta gestão danosa forem julgados. Eu, e muitos benfiquistas. Percebem agora a existência desta divisão entre benfiquistas? E percebem agora porque Vieira não quer sair da Direcção? Porque se um dia for feita uma verdadeira e séria auditoria, desde o consulado de Damásio, às contas do Benfica...pode haver surpresa. E mais não digo.

      Eliminar
    2. Estou tentado a concordar consigo quando diz que Mantorras foi uma produção de Luís Filipe Vieira, com ajuda óbvia do "sistema" (comunicação social em particular)... Como jogador foi o que a comunicação social quis que fosse: nunca cometeu erros, esforçava-se muito, entrava e marcava (nem sempre, mas adiante), era a "alegria do povo", mas bolas, 13 golos em 33 jogos (ou 30, de acordo com jornal Benfica) na sua melhor época? Por 5 milhões de euros quando tínhamos 2 avançados, que qualquer um deles, tinha marcado mais golos numa equipa "esfrangalhada"?

      Não quero alterar a sua opinião sobre o Mantorras. Interessa-me mais o lado objectivo, frio e calculista do assunto ...

      Eliminar
    3. Caro FL, o contentor de jogadores contratados ao Alverca foi cirurgicamente para ser depois de Camacho ser despachado para o Real Madrid (há várias entrevistas dele onde diz que não sabe de nada, mas os jornalistas esses sim, sabiam e insistiam com as perguntas), e antes do novo treinador (veio a ser Trappatoni) ser escolhido. Portanto, lá teve o Benfica de pagar mais umas centenas de milhares de contos para reforçar as contas do Alverca SAD, sem necessidade nenhuma dos jogadores contratados ...

      Como esse guarda redes Yannick, anunciado na semana ANTERIRO ao jogo da Taça com o FCP, o que muito irritou Camacho que chegou a dizer "quem fez isto deve sair do Benfica". Pois puseram-lhe um "par de patins" a ele, e quem fez isso ainda hoje está no Benfica ...

      O Zahovic, Drulovic e Argel, foram contratados naquela base de que os jogadores do FCP são bons e por isso são campeões. Quando sabemos que não é assim. No fundo estas contrataçoes, milionárias algumas como o Zahovic, vieram na sequência da nova "filosofia" de gestão, uma filosofia impulsionada pelo que os analistas dizem e escrevem na comunicação social.

      Ainda hoje é assim. O Roberto saiu porque as criticas dos jornais eram mais do que muitas (logo, passam fácilmente dos jornais para os adeptos), e veio o Artur Moraes, que não desfazendo, mas sofreu 0,9 golos por jogo, contra os 0,92 de Roberto ... e melhoramos as posições de defesa central (Garay) e lateral esquerda (Emerson - não ataca tanto como Coentrão, mas defende melhor, logo ajuda mais neste aspecto).

      Agora parece que querem empurrar as dezenas de golos que o Cardozo marca por época, porque se calhar não corre tanto como o Mantorras e não ondula os cabelos ao vento quando corre como o Nuno Gomes ... o nosso Benfica, é assim ...

      Mas há quem goste e temos de aceitar, numa base democrática ... mas eu continuo a ir pelo outro "lado" ...

      Eliminar
    4. números são números, mas a verdade é que o Artur terá cometido um frango e mais um ou dois em que não ficou bem na fotografia enquanto o Roberto tem um cinco ou seis frangos e mal batido nem existem tantos dedos na mão para os contar, e esqueceste-te que o Roberto teve meia época o David Luiz

      Eliminar
  3. É muito jogo de cintura. Só um reparo, João Tomás estava na Académica de Coimbra e não no Rio Ave.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela correcção. Quanto ao jogo de "cintura", na minha modesta opinião, o Sr.º Vieira é o maior e não se esgota no assunto Mantorras.

      Contudo o Benfica vai voltar a tê-lo como Presidente, mais 4 anos, é essa a realidade e ao fim de 4 anos, aí sim, penso que haverá lugar a uma mudança porque as ideias que o Sr.º Vieira trouxe para o Benfica, são ditadas por gente de fora, pelos intermediários que estão a ganhar com este projecto empresarial do Benfica. E é um modelo que se vê estar gasto, já está difícil de passar a sua "mensagem" ...

      Eliminar
  4. João tomás foi vendido por 700 mil cts e Van Hooijdonk por 300 mil cts, acto que foi considerado pela imprensa inglesa como o pior acto de gestão desportiva do ano. E ambos foram despachados para não ofuscarem Mantorras. Quem por cá andava nessa altura sabe bem disso.

    Mantorras era um enorme jogador mas NUNCA o Alverca pode vender um jogador ao SLB por 5 milhões de euros por 50% do passe. É de doidos. E ainda hoje ninguem consegue explicar o que se passou. Fosse com o Demo e era um escândalo. É o que dá controlar a imprensa.

    Não está em causa o valor do jogador mas sim tudo o que envolveu a sua negociata.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente. De repente, a uns tudo passou a ser permitido, enganando os sócios e adeptos com as questões financeiras, quando aos outros que saíram, tudo servia para serem acusados. Mesmo por aquilo que nunca fizeram.

      Sabendo que Vale Azevedo perdeu as eleições porque os sócios acreditaram na mensagem de Vilarinho sobre o estado caótico das finanças do Benfica (e o resto), é difícil compreender que tenham DESBARATADO 4,5 milhões do Van Hooijdonk (entre o que custou e o que vendemos) e mais 3 milhões no Mantorras (entre o que custou e o que o empresário depois revendeu ao Alverca), ou seja, 8,5 milhões numa SIMPLES troca de avançados, para depois acusarem os que saíram de deixarem o Benfica "de rastos" ...

      Isto incomoda-me como cidadão e como benfiquista, clube que acho se preza por outro tipo de valores e princípios éticos ...

      Eliminar
  5. Peço desculpa ao Eagle, uma vez que não tem nada a ver com este post, mas como não consegui responder no blog Em Defesa do Glorioso do amigo Viriato, aproveito este espaço uma vez que ele também aqui escreve para o questionar, se o Lúcifer tem alguma pasta no Nosso Glorioso, tal a disponibilidade para se chegar à frente a defender a direcção perante tantas dúvidas e faltas de resposta que nos assolam nos últimos anos...

    http://www.eddg.gloriosasfera.com/2012/06/os-tiagos-pinto-da-risota.html

    Amigo Viriato com todo o respeito por si, que m.... é esta no seu blog?

    Ainda se esse tal de Lúcifer nos desse as respostas que precisamos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esteja à vontade meu caro ... :)

      Eliminar
    2. Caro Takuara,
      O Lucifer é desde os primórdios escriba do EDDG e ali, tal como neste blogue, todos os escribas têm o direito de escreverem o que lhes dá na realíssima gana, desde que se não ofenda ninguém...nem o nosso GLORIOSO CLUBE !!!
      Até o caro TAKUARA lá poderá escrever... mande para este blogue o seu contacto, que a coisa arranja-se.
      Lá, tal como aqui, as opiniões são da responsabilidade de cada um.
      Nos comentários pode fazer-se todo o contraditório que isso, até enriquece o debate.
      Para lá comentar tem que ter o Mozila Firefox ou o CRHOME.
      Desculpem os outros "fregueses" este pequeno interlúdio.

      Eliminar
  6. O Van Hoidjonk saiu por 1,5 milhões de euros e sabem porquê? Porque o Benfica não encontrou modo de pagar a quantia que ainda devia ao Feyenord. Por isso, essa dívida foi perdoada e o Benfica ainda recebeu 1,5 milhões de euros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que está equivocado. Se o Benfica não tivesse pago o Van Hooijdonk, nunca poderíamos vender o seu passe desportivo ao Feeynord por 1,5 milhões. Pois não éramos detentores dele.

      Se o negócio se fizesse entre o Vitesse e o Feeynord, também não se compreendia que nos dessem uma "comissão" porque o nosso negócio com o Vitesse tinha falhado e eles voltavam a ser detentores do passe.

      Por outro lado, foram 1,5 milhões de euros realmente, o que o Feeynord desembolsou com o negócio. Então o que é que o Vitesse ganhou com isso, se fossem detentores do passe?

      Eu imagino que estas evidências para si, sejam de uma monstruosidade, dado que sempre se acusou a anterior Direcção de não ter credibilidade e fazer uma gestão ruinosa. Mas como vê, se calhar não foi assim. E não é por acaso que hoje devemos à Banca 245 milhões, quando na altura devíamos uns poucos milhões, talvez 10 a 20 milhões ...

      Fomos conduzidos até aqui (2012) por este novo projecto, com o qual nunca me identifiquei, não por vaidade ou despeito de não ter votado neles, mas por pensar pela minha cabeça e ter concluído que nunca este projecto poderia trazer lucro e sucesso ao Benfica. Porque simplesmente as coisas não funcionam assim, como ao fim de quase 12 anos nos andam a "vender".

      Eu só quero o melhor para o Benfica e se tiver de ser politicamente incorrecto, sê-lo-ei, com sentido de dever e obrigaçao para com os superiores interesses do Benfica clube...

      Eliminar
  7. ...e assim se entende como a fortuna do "Vieira" multiplicou várias vezes,desde que chegou ao Benfica; por que alterou estatutos para inviabilizar outros candidatos;por que vai sempre sozinho negociar jogadores;por que não deixa o SLB após sistemáticos fracassos desportivos;por que tem como amigos os salvadores,os gomes,os oliveiras...
    Mas se um destes compadres um dia se zangar...ai
    Vieira que nem o BES te vale...

    BENFICA SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, eu não posso dizer que o Sr.º Vieira enriqueceu à custa do Benfica. O que posso dizer é que há demasiados negócios que são estranhos, que violam os principios gerais da contratação racional, que soam a algo que é feito apenas por ser. E pagam os benfiquistas.

      Dizem, desconheço, que a riqueza do Sr.º Vieira aumentou desde que ele entrou no Benfica, é capaz de ser um facto, mas não podemos associá-la forçosamente à gestão ruinosa que ele está a fazer no Benfica. Teria de haver provas, e não há nem ninguém as vai mostrar, porque Vieira está do lado deles, do BES, do Joaquim, e nunca vai sair de lá ...

      Eliminar
  8. Eu desconheço os termos destas negociatas todas, mas acho que os acusadores para acusarem deviam ter provas mais do que válidas. Mas não têm! Mas de vez em quando lá desenterram mais um cadáver a ver se pega. Pelo menos é esta a ilusão que dá.

    Atiram com palpites, pretensas denúncias e "factos" que depois se vêm a verificar ser falsos. Já não é a primeira nem a segunda vez. Tudo isto me cheira-me há muito a desespero de causa.

    A verdade é que desconhecem o que se passou pois não estavam presentes por isso para mim não passa tudo de especulação. Tem tanta credibilidade como as notícias de pasquins.

    Vindo de que vem, e com os antecedentes que tentam branquear por demais conhecidos, não me merecem qualquer credibilidade. Desenterrar mortos passados 10 anos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Morto está vc e não sabe. Que factos se vieram a verificar ser falsos? Diga um, apenas um, dos que se falaram aqui ! Quem não tem qualquer credibilidade é vc, sempre com a mesma lenga-lenga vieirista. Benfiquista sou eu e mais os que "têm credibilidade". Vc não é benfiquista. É um seguidor de Vieira, apenas e só.

      Eliminar
    2. Está a acusar-me de não ser benfiquista por estar a defender o meu clube? Nunca tal vi. Só gente totalmente alienada pode fazer uma afirmação dessas.
      Quem acusa é quem tem de provar. Ainda não vi provas nenhumas apenas suspeitas, denúncias mas tudo sem provas.

      Eu também posso começar aqui a acusá-lo a si do que quer que seja, por exemplo, de ter violado alguém, roubado o seu patrão ou até de traficar droga. E dizer que o posso provar, pois foi alguém da sua família que eu conheço que mo disse. O que pode alegar em sua defesa, para além de me chamar mentiroso?

      Eliminar
    3. O facto de me chamarem vieirista não me ofende, bem pelo contrário, já que LFV é o presidente do meu clube. Mas pensam que por chamarem vieirista a alguém essa pessoa fica ofendida e deixa de comentar. É uma tentativa camuflada e anti-democrática de censura. Comigo isso não funciona. Quanto mais me chamam de vieirista mais eu defendo o Benfica.

      O que esta gente nunca entendeu nem irá entender é que num processo democrático, como o que elegeu LFV para presidente, nunca se pode dissociar o presidente eleito da instituição. É assim em democracia, mas há muita gente que ainda não aprendeu a viver e a respeitar as regras de democracia. Nem sabem o que isso é.

      São preciso 2 gerações para as pessoas entenderem bem o que é viver a democracia.

      Eliminar
    4. Perfeitamente de acordo FL, este deve ser +1 à procura de tacho. Vigueiristas por encomenda. CHEGA TOU FARTO DELES!!!!!

      Eliminar
    5. Factos:
      Mantorras custou 5 milhões de euros por 50% do passe.
      O Alverca recomprou os restantes 50% por 1.8 milhões de euros.
      Van Hooijdonk foi vendido por 1.5 milhões de euros.

      É preciso mais para se discutir todo este processo?
      Claro que não.

      Quando se diz que desconhece os termos destas negociatas então estão aqui os mesmos para se passarem a conhecer e poder debater. Mas quando se apenas pretende defender o grande líder mesmo contra os interesses do Sport Lisboa e Benfica nada há a fazer apenas insultar quem apresenta tamanhas evidências.

      Eliminar
    6. Bom, eu não estou a desenterrar um assunto com 10 anos, estou a aproveitar a boleia da enésima homenagem que o Benfica lhe fez, creio que na semana passada.

      Os factos que diz serem inventados (note que o termo "negociata" é seu, eu apenas falei em negócio entre pai e filho, e pagou o Benfica), foram apurados em sede da queixa que os novos dirigentes do Alverca fizeram contra as Direcções anteriores, por alegada gestão danosa. Sabe, eu sou assinante do jornal do Benfica, recebo a Mistica, mas leio muita outra comunicação social procurando separar o que é especulativo do que é tendencialmente factual.

      "Vindo de quem vem" diz você, mas você sabe quem eu sou? Ou já me rotulou porque defendo e continuo a defender, a verdade na apreciação do mandato de 97/2000? Você acreditou nos milhões de contos que JVA deixou para pagar, os 10 milhões à Euroárea, os 8 milhões de indemnização à Olivedesportos, etc. Mas isso é problema seu, meu caro .. a ignorância de cada um, nem sempre é problema dos outros. Meu não é seguramente ...

      Quero com isto dizer que apenas aprecio a Direcção de JVA, António Sala, José Capristano e José Antunes, enquanto componente Benfica. O que cada um deles fez ou faz na vida privada, não me diz respeito e não tenho que opinar porque não tem influência directa na vida do Benfica Clube.

      PS: chegou a receber a tal acção da SAD, por causa do aumento de capital, tal como estava prometido e anunciado? Se recebeu parabéns. Eu não recebi ...

      Eliminar
  9. Grande post. Van Hooijdonk foi, sem dúvida, um excelente avançado. Ainda me lembro dos seus livres.

    Dêm a vossa opinião acerca do plantel do Benfica em 2012/2013, numa análise feita pelo Diário Desportivo.

    http://diariodesportivo1.blogspot.pt/

    https://www.facebook.com/DiarioDesportivo

    Cumps.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. O Van Hooijdonk tinha de sair, tal como o João Tomás. Assim ficava o caminho livre para Mantorras brilhar. Mas Mantorras só marcou 13 golos e o Benfica ficou em 4º lugar, com menos 1 ponto que a equipa de Souness, com Thomas, Pembridge, Harness, Dean Saunders, Brian Deane (este foi vendido em Dezembro, tal como Scott Minto).

      Os inteligentes haviam ganho a "guerra" contra os ingleses, mas os inteligentes formaram uma equipa à base de ex jogadores do FCP, mais o Simão e o Mantorras, estrelas maiores da companhia, e conseguiram ficar atrás dos ingleses ... Como benfiquista é isto que m e interessa reflectir e não falar do barulho dos flashes dos fotógrafos ...

      Eliminar
  10. Meus caros vamos lá abrir essa cabecinha e pensar um pouco, Mantorras foi um caso de perfeito azar, pois poderá acontecer o mesmo a outros jogadores, é o dia-a-dia dos clubes ter de conviver com o risco de um dia um bom jogador lesionar-se e o investimento feito nele não ter a devida compensação. Não vamos pelo lado em que o Benfica depositou apenas dinheiro na conta do alverca mas sim depositou muitas expectativas num jogador que por azar teve uma lesão que levou a que a sua carreira terminasse naquele momento.
    Se olharmos para outros jogadores de equipas mais reduzidas o Benfica poderia ter corrido o mesmo risco com o Fábio Coentrão que a quando da sua contratação nada tinha feito até ao momento era apenas mais um jovem com talento e no ano passado não nos teria rendido o valor pelo qual foi transferido para o Real Madrid.
    Olhemos para a parceria FCP / SC Braga será proveitoso para o FCP ou um escape para bons jogadores tb eles não aproveitados?
    Vamos lá ter olhinhos e ver que na realidade muitos dos problemas que são apontados á política de contratações do Benfica não são os mesmos integrados secalhar numa lista mais extensa de outros rivais vestidos de azul e apelidados de Dragões mas onde a sua chama muitas vezes não é tão intensa ou não teriam eles de aproveitas o ótimo trabalho de scouting feito pelo grande Glorioso!

    Força Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José, Fábio Coentrão custou 1 milhão de euros. Qualquer contratação é um risco mas 1 milhão de euros é "normal" para os clubes em questão. Já 5 milhões por 50% de um jogador do Alverca é exagerado. Um risco ENORME. Não acha?

      Eliminar
    2. Qualquer contratação é um risco menos para Vale Azevedo que tinha de acertar em todas, logo ele que recebeu o clube numa "boa" situação financeira, pós Damásio. Mas uma coisa é você ter acabado de pagar 6 milhões pelo Van Hooijdonk, sendo detentor de 100% do passe e sabendo que ele marcou 19 golos só no campeonato nacional, outra bem diferente é optar, com o dinheiro dos benfiquistas, por um jovem que marcara 9 golos em 34 jogos e pagando 5 milhões de euros por metade do passe!

      Você fazia isso com o seu dinheiro? Não fazia. Ora aí está onde quero chegar ...

      Eliminar
  11. Oh mantorras agora és o alibi para ilibar Damasio e V Azevedo e culpar Vilarinho e LFV pela situação do Benfica.

    Só que o Benfica desse tempo não tinha tusto,nem equipa, nem modalidades, nem credito, nem quem quizesse ser Presidente

    e hoje

    tem credito, modalidades, tusto e patrimonio
    e suscita
    enorme apetencia para a herança de LFV.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se está bem informado, mas julgo que não. Antes deixe-me dizer que escolhi o tema Mantorras porque foi homenageado à dias, e porque tinha isto para escrever há muito tempo.

      O resto deixe-me esclarecê-lo, embora estejamos a fugir ao assunto: temos crédito? Sim, mas também tínhamos na altura! A diferença é que tínhamos uma Direcção que não queria gastar dinheiro em juros, porque não queria ceder direitos do Benfica. Hoje temos 255 milhões de dividas a bancos, iremos pagar este ano qualquer coisa como 20 milhões de euros de JUROS...

      Modalidades? Que eu saiba, havia modalidades. A Direcção de Vale e Azevedo não tinha dinheiro para esbanjar, tal a ruína que encontrara da Direcção Damásio (que tem gente dele, metida na actual estrutura do Benfica). Recordo que foi nessa Direcção que o Vólei recomeçou das distritais (depois de ser extinto por Damásio), por contra ponto ao Andebol que foi extinto por JVA, devido a questões de direitos televisivos. Na altura tivemos Ciclismo, hoje é o que se sabe ... Panchito e Mariano Velasquez no Hóquei, foram contratados por quem? Adivinhou: esse todo.

      Património? Olhe, a SAD é dona do Estádio. A SAD tem cerca de 35% de capital que não pertence ao Benfica. Ou seja, o nosso Estádio tem 35% de donos que não são do Benfica. Temos património mas é partilhado (fora a hipoteca que é dos bancos, claro), isso sabe-lhe bem? A mim não. Preferia o velho estádio remodelado, mas NOSSO.

      Há muita "patranhada" que ao longo de 11 anos foi saindo na comunicação social (intencionalmente) para justificar o novo modelo empresarial do Benfica, ao qual me opus pela via das Providências Cautelares.

      Eliminar
  12. Se o Mantorras custou 6,36M€ e nos deu um campeonato, acho que ficou barato. Também só pelo azar da sua lesão é que não nos deu mais triunfos ou uma mais valia do outro mundo.

    Prefiro que os 50% comprados mais tarde saiam mais baratos, do que pelo dobro ou triplo.

    O João Tomás acho que foi vendido por 5M€. E o Van Hooijdonk foi comprado pelo Vale Tudo e se calhar o que falta explicar deve estar relacionado com isso. E acho que saiu por 2.5M€.

    Também eu gostava que a saída do Van Hooijdonk fosse bem explicada. Mas se calhar teve apenas a ver com opções do treinador e fez-se o negocio possível.

    Mais caro até, saiu o Roger. Ou mais recentemente o Balboa. E o que aconteceu neste caso. Não foi um erro do treinador. Se calhar por estas e por outras é que o LFV gosta tanto do JJ, porque não tem errado tanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Éder Luiz, Fernandez, Kardec, Enzo, Airton, Roberto, Emerson...

      Roger e Balboa na volta tb devem ter sido culpa do "Vale Tudo". E VH saíu por 1.5 milhões valor que fez a imprensa internacional rir.

      Eliminar
    2. Não creio que o Mantorras nos desse esse campeonato de 2005, embora tivesse marcado alguns golos fundamentais. Mas foi o único a marcar? Marcou 5 golos, lembro-me que 2 foram fundamentais, ao Marítimo e ao Estoril. E o resto?

      Ganhar um campeonato com 65% de pontos meu caro, não foi por causa do Mantorras mas pelo Feher que lá de cima conseguiu que FCP e SCP conseguissem fazer menos ... 65% não costuma dar para mais do que o 3º lugar meu caro ... o JJ fez 77% este ano e veja as criticas ...

      Como é que você acha que rentabiliza um investimento deste, se todos os indicadores sugerem que o Mantorras nunca marcaria mais de 15 golos por época, na Liga? Se você não consegue vender o Cardozo que marca que se farta, como é que rentabilizava este menino apaparicado, corredor, esforçado, mas que não estava a nível dos goleadores que o Benfica precisa (sempre mais de 15 golos por época)..?

      Aliás o negócio feito pelo Alverca 6 meses depois, recomprando por 360 mil contos a metade que estava na posse de Jorge Manuel Mendes, é algo que nos deve fazer pensar e questionar ...

      Eliminar
    3. O Mantorras era craque. Só acho que não marcaria mais de 15 golos na Liga Portuguesa porque seria vendido se não se tivesse lesionado. Cada um tem a sua ideia. Agora achar que um jogador que se afirmou de caras na equipa titular e que custou 6M foi caro é que não dá para perceber.

      Dos 5 golos do Mantorras em 2004/05 3 deles foram marcados após o minuto 80 e deram pontos. Ainda outro golo foi o primeiro do jogo. Portanto eu contabilizo 3 vitórias e 1 empate (7 pontos directos) só devido aos golos. Mas claro que um jogador não ganha um campeonato numa competição colectiva.

      @ Pedro, Éder e Roberto foram vendidos por valores aceitáveis. sobre os outros não falo que até ao lavar dos cestos é vindima. não se pode acertar sempre. um certo clube do norte dispensou 14M o ano passado...

      Eliminar
  13. Mas tu viste o Mantorras jogar antes de o fuderem todo?!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deza, a qualidade do Mantorras não está em causa. São os contornos do negócio que estão em causa.

      Eliminar
    2. Pedro, o eagle1 escreveu "estou tentado a concordar Mantorras foi uma produção de Luís Filipe Vieira, com ajuda óbvia do "sistema" (comunicação social em particular)... Como jogador foi o que a comunicação social quis que fosse: nunca cometeu erros, esforçava-se muito, entrava e marcava (nem sempre, mas adiante)", logo, também está em causa.
      Quanto à saída do Van Hoijdonk e do João Tomás, sempre discordei. Como se pode descartar 2 dos melhores marcadores que tivemos. Da mesma forma como muitos parecem querer fazer com Cardozo.

      Eliminar
    3. Por acaso vi. Marcou 3 desses 13 golos, ao Setúbal. Corria muito, esforçava-se, mas continuo a preferir quem marca golos. Na comparação, tenho de dizer que prefiro o Cardozo. A léguas, mesmo que jogue sentado num sofá: mas marca mais!

      Eliminar
  14. "...João Tomás creio ter sido vendido por 3,5 milhões de euros segundo se constou, o que foi bom para um jogador vindo do Rio Ave (a Direcção de Vale Azevedo não percebia nada de futebol)..."


    Não percebia esse gatuno que está refugiado em Inglaterra e pelos vistos tu também não, então o João Tomás veio do Rio Ave?

    Este é aquilo a que se pode chamar o Verdadeiro e Original Post de Merda.


    PS- Só para tua informação, o Mantorras encarnou aquilo a que se chama "Mística" Benfiquista, até com o joelho em carne viva ele jogava se fosse preciso.

    Tem juízo e aceita um conselho, dedica-te á pesca, porque para escriba tens pouco jeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A correcção do clube do JT já foi feita, educadamente, por outros.

      Agora estou-me a "cagar" para a mística, porque a mística faz-se com golos e não com quase golos, com "ihhh pá foi quase"... ainda por cima negócios pai e filho e pagam os sócios do Benfica. Ou seja, eu e os meus três filhos (na altura só eram dois)...

      O que fez ou faz JVA depois de sair do Benfica é um problema que não nos diz respeito, mas a ele e à Justiça. No Benfica ficou a obra e uma enorme quantidade de exemplos que paulatinamente, têm vindo a ser copiados, como os contratos por objectivos.

      Mas bom, você ainda não percebeu que Mourinho esteve no Benfica pela mão dele, o tal que não percebia de futebol. Agora percebem que ele era bom porque o FCP nos ultrapassou em títulos internacionais (mais 1 Champions e mais uma UEFA).

      Parabéns para si também ...

      Eliminar
  15. Acho piada que muitos dos que defendem Vieira que por aqui andam fartam-se de gozar com os andrades por causa do que gastaram com Hulk. Que custou um balúrdio etc e tal.
    Mas são incapazes de fazerem a mesma análise em relação ao negócio Mantorras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que no Benfica existe muita colonização intelectual ... andam hipnotizados com alegadas virtudes de um suposto "grande líder", sem perceberem que toda esta lenga-lenga do grande líder, apenas se destina a afundar mais o Benfica, em termos de alternativas ... e o Benfica sempre foi democrático e livre, coisas que hoje vejo muito limitadas no Benfica ..

      Eliminar
  16. Correcção histórica, quem primeiro fez a divisão entre benfiquistas bons e maus foi o Vale e Azevedo e não o Vieira. Eu fui ameaçado na Luz por adeptos do Vale, por considerarem que era anti-Benfica por ter criticado abertamente o negócio do João Pinto, esse crime lesa-Benfica. Fui ameaçado por querer recolher assinaturas para realizar uma AG onde se questionasse a gestão do Vale. Lembro-me do que passou o Jaime Antunes em várias assembleias. É preciso que não haja memória curta.

    Não gosto da gestão de Vieira porque não tem títulos, faz do Benfica um entreposto, em especial com jogadores que nada acrescentam ao clube com os enormes prejuízos que advêm de ter 70 e tal jogadores na folha de salários, esse negócio do Mantorras foi ruinoso e pior que isso foi feito por quem tinha interesse no referido negócio (Vieira era accionista do Alverca), bem como foram ruinosas as palettes de jogadores do Alverca, mais tarde substituídas por Sul-americanos, embora dentro destes se encontrassem jogadores de inegável qualidade (entre muitos Andréz Diaz e Leos Kanus).

    Assim como o negócio Van Hoojdonk foi ruinoso, o negócio João Tomás foi proveitoso. Mas não me venham dizer que o outro é que era bom e que uma auditoria independente mostraria a verdade. Já foi feita uma auditoria. Mais há pessoas que entraram com Vale e Azevedo e saíram antes dele por não concordarem com o que lá se passava.

    O nosso passivo multiplicou-se 6 a 7 vezes, mas também o activo aumentou na mesma proporção. Se o Benfica foi bem gerido financeiramente ? O problema é que a parte financeira dependeu e sempre da gestão desportiva e essa durante muito tempo foi ruinosa e actualmente ainda é deficiente e deficitária.

    Os tempos estão difíceis e a menos que exista uma transacção de um jogador antes do fim do mês, ou se antecipem receitas através de um qualquer artifício contabilistico, com a aquisição do Ola John, isto é a menos que a mesma só seja considerada em Julho (artifício), dificilmente não estará a SAD no final deste exercício com capitais próprios negativos. Mas pior que isso, desde o aumento de capital com a incorporação da Benfica Estádio no capital da SAD, são já 2 exercícios com menos de metade do capital próprio, o que obriga o Benfica a tomar medidas.

    Não houve nem há milagre financeiro, houve foi a recuperação da credibilidade financeira, algo que com Vale e Azevedo se tinha perdido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro B Cool. Não sou defensor de ninguem, nem anti ninguem. Já disse mais de uma vez, sou apenas pró Benfica, e só. Não vou entrar na discussão de quem dividiu os benfiquistas. Mas vamos supor que foi no consulado de Vale que se iniciou a divisão. Que é notória e facturante. Mas então temos de reconhecer que LFV não conseguiu voltar a unir os benfiquistas e que pelo contrário essa divisão persiste e foi aprofundada. Quanto à auditoria. Não conheço nenhuma. O que houve foi uma "due-diligence" no tempo do Vilarinho com o objectivo único de "lixar" Vale a quem nem deram hipotese de se defender. Quanto á credibilidade financeira. Curioso, pensei que tinha sido com Damásio, com contas congeladas e sem crédito na banca que essa credibilidade se tinha perdido. Ignorância minha, por certo.

      Eliminar
    2. Duas notas: 1) não pode atirar pedras à Direcção 97/2000 porque eu sei que amigos meus foram às AG's do clube, nesses tempos de 2001/2002 e eram insultados de fdp para baixo, pelos apoiantes de Vilarinho, com Jorge Máximo à cabeça. No Benfica há falta de memória, mas eu vou lembrando;
      2) credibilidade financeira, se bem o percebo, continuamos a somar exercícios negativos, continuamos a apresentar capitais próprios negativos, mas isso com JVA era problema, agora não. Porque agora podemos vender... Sim, venda, hoje um jogador (enfraquecendo desportivamente a equipa), amanhã a percentagem da SAD ...

      Será que não percebe? Este modelo de grupo empresarial com base no sistemático endividamento para alavancar negócios, só funcionaria se o Benfica disputasse um campeonato limpo e tivesse iguais chances de ganhar como o que ganha tudo. Sabendo, quem anda atento, que o FCP até ao Barcelona ganhava com estas arbitragens, o endividamento para reforço da equipa só conduz ao abismo.

      Por isso em 2001 alinhei na Providência Cautelar, percebe? Porque não é fatalidade o Benfica ter de vender para pagar o que deve ... bastava que o Benfica rentabilizasse a sua marca, como sempre quis JVA (e por isso teve de sair da Olivedesportos), afastasse dos Bancos (por causa dos juros)...

      Quanto à história da carochinha da credibilidade de JVA lembro-lhe que ele comprou o Van Hooijdonk sem apresentar garantias e contra o aumento de capital da SAD que deveria ter ocorrido em Setembro de 2000 (não ocorreu por causa de uma providência cautelar de Gaspar Ramos e mais dois sócios ilustres, que a estas horas devem estar bem arrependidos). Veja lá a sua falta de credibilidade ...

      Eliminar
    3. Posso atirar as pedras que entender por terem criado um cultura do ou és por mim ou és contra o Benfica, cultura essa que o Vieira e seus defensores exploram ao máximo. Não defendo os apoiantes de Vilarinho, pois não acho admisível esse tipo de comportamentos entre benfiquistas e apenas tenho que lamentar que tal tenha sucedido.

      Não temos os capitais próprios negativos, ainda, penso que as vendas de Wass, Eder Luis e Filipe Bastos tenham sido efectuadas para garantir isso mesmo e não me admire que o Yartey siga o mesmo caminho.

      Quando digo que há credibilidade financeira, é porque o Benfica ao contrário do Porto tem tido capacidade para se endividar mais, não que isso seja um facto positivo, mas é um facto.

      O Porto foi obrigado a substituir dívida mas o montante que lhe foi concedido é menor, por isso eles passaram pela crise dos salários e subsídios em atraso quer nas modalidades quer mesmo na equipa de futebol. Ao invés o Benfica tem aumentado o seu passivo bancário e ainda tem capacidade de endividamento adicional pois existem instrumentos que não estão totalmente utilizados.

      Eu não defendo este modelo de negócio, aliás sou contra as palletes, sou contra os 70 jogadores na folha salarial, sou contra comprar merdas que nunca terão valor para envergar a camisola. Todos os anos se destrói valor. Mas a verdade é que há capacidade de endividamento, seja pelo valor do Benfica, seja pelas garantias prestadas.

      Quanto à questão da credibilidade, acho que não vale a pena querer passar uma esponja pelos acontecimentos, basta falar com jogadores e treinadores de várias modalidades que representaram o Benfica que eles contarão vários episódios ...

      Eliminar
  17. (...), e lá continuam eles a desenterrar ossadas, a soltar fantasmas e a tentar ilibar o criminoso "escondido" em terras de sua magestade.
    Começa a ser fastidioso este estilo de oposição.
    BENFICA SEMPRE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas quem desenterra ossadas é Vieira. Constantemente está a falar do passado, do que clube que era há 10 anos, blá blá blá

      Eliminar
    2. Não percebo a critica e a menção à oposição. Falo de um negócio ruinoso, como aliás muitos outros, e vem-me falar de oposição? Falo de mistificação e criação de ídolos, e falam-me de oposição? Logo eu que já assumi que o Sr.º Vieira vai ganhar mais 4 anos sem concorrência...

      Eliminar
    3. é isso mesmo Pedro, parecem os gajos do governo, sempre a desculparem-se com os erros dos outroa. ao fim de 12 anos ??? já chega, assumam as responsabilidades dos seus actos

      Eliminar
  18. Façam uma auditoria às contas do benfica! Parece a Parque-escolar! Lfv e amigos a mamarem à conta dos sócios

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostaria muito mas agora é tudo transparente e parece que não é preciso... e se disserem, repetidamente, "não nos podemos esquecer como encontramos o clube" etc, etc, então toda a gente concorda...

      Eliminar
    2. Você fala de borla mesmo... As contas do benfica sad são as únicas no país que são auditadas pela KPMG como são as grandes empresas nacionais e internacionais.

      Eliminar
  19. Meus caros isso é demagogia pura porque jovens como o Eagle01 há muitos, com a esperteza a flor da pele e com “pinta” para grandes negócios, se olharmos para outros clubes europeus, e falando em grandes colossos estes também tem falhas e como os demais dizem que o vieira só levanta ossadas, vamos então falar no presente, diga por exemplo no plantel do Real Madrid quantos jogadores estavam sem jogar e foram pedidos explícitos do treinador?! Carvalho dispensado, Sahin dispensado, Altintop dispensado...sabe o salários destes senhores, secalhar pagavam meia equipa do Benfica.
    Caro Pedro “ENORME” risco, e o Barcelona que deixou sair Fabregas por um valor baixo, e no final das contas voltou a pagar milhões por ele...houve contestação? Não...só porque ganham.... meus amigos nem as vitórias apagam os erros que as pessoas cometem, vejam se arranjam argumentos validos e não escrevam palavras que exprimidas são como as laranjas holandesas. Sem sumo!!!!

    Força SLB!

    ResponderEliminar
  20. : É mesmo vergonhoso quando não se ganha o que se estava a espera, pode se dizer tudo e acusar de tudo. O dinheiro do Mantorras entrou no Alverca, mas que alguém o sumiu eu sei que sim, mas não foi o LFV isso garanto. Falarem mal do mantorras é de uma ingratidão enorme, esse senhor se não lhe rebentassem com o joelho podia ter dado muito mais e mesmo coxo foi fundamental para sermos campeões.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares